Você está na página 1de 6

PAIS e Lealdade: “meu pai, meu pai”

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA: HEWARD-MILLS, Dag – Título Original: Fathers and Loyalty. Título
em Português: Pais e Lealdade. Rio de Janeiro: 2003, 152 páginas, 1ª Edição agosto/2013 – Distribuição no
Brasil: Editora Central Gospel Ltda.
SINOPSE: Por meio deste livro, Dag Heward-Mills oferece uma contribuição significativa aos pais, filhos e
os ministros pregadores da Palavra.
Os pais são pessoas especiais que cuidam de seus filhos e protegidos. Sem pais, não haveria crianças para
continuar o ministério para outras gerações. Assim, os ensinamentos contidos nesta obra o ajudarão a evitar os
erros que, consequentemente, trazem maldição, como também abrirão um canal para as bênçãos de Deus fluam
sobre a sua vida.
O chamado de Deus floresce ou morre com a capacidade que temos de relacionar-nos com nossos pais. Leia
este livro e evite os erros associados à desonra, à desobediência e às relações impróprias com os seus
pais.
DAG HEWARD-MILLS é autor de muitos livros, incluindo o best-seller LEALDADE E DESLEALDADE.
Ele é fundador de uma denominação com mais de mil igrejas chamada Igreja Internacional Capela do Farol.
Como evangelista internacional, ministra nas Cruzadas globais O Jesus que Cura e em conferências por todo
o mundo.
OBSERVAÇÃO: Trata-se de uma obra literária magnífica e quem tiver interesse em adquiri-la é só fazer o
pedido junto a Editora supracitada. Nesta mensagem apresento literalmente (nada escrito por mim, exceto esta
observação e as recomendações de leituras das referências bíblicas para o documento não ficar muito extenso.
Colocamos a expressão Ler... e a referência bíblica) apenas alguns trechos desordenados no tocante à
numeração de capítulos e subcapítulos que estão totalmente fora dos padrões técnicos – saltos enormes são
dados em seus capítulos e citações –, e não será publicada em Blog ou Redes Sociais para não desvirtuá-la.
A obra em si, condena atitudes de Filhos e Pais em seus inter-relacionamentos. Os únicos nomes nelas
atribuídos são de Jesus e de Personagens Bíblicos. Os versículos bíblicos, na sua grande maioria, serão citados
apenas as referências. E tentaremos coloca-la, por e-mail, para alguns membros da família que tiverem
interesse na parte que foi digitada. Estou divorciado a 6 anos e fui evangélico por mais de 17 anos, mas, por
questões pessoais, estou Esgotado Emocional e Espiritualmente, e sou apenas um Cristão Independente, até
que Deus me chame de volta para uma igreja evangélica, mas NEM TODOS TIPOS DE PAIS E FILHOS
SÃO IGUAIS AOS RELATADOS NESTE LIVRO. TRATA-SE APENAS DE EXEMPLOS
GENÉRICOS ESCOLHIDOS PELO AUTOR.
CAPIÍTULO 7: Quatro Tipos de Filhos
A natureza de um filho se revela em suas respostas para com seus pais. Geralmente, o bom, o ruim e o feio
vêm à tona quando os filhos têm de relacionar-se com seus pais. Há quatro tipos de filhos dos quais a Escritura
nos fala – o filho pródigo, o filho mais velho, o filho amado e o filho teimoso e rebelde.
Características de um filho pródigo (ler Lucas 15.11-13:
1) Um filho pródigo se afasta de seu pai;
2) Um filho pródigo quer estar o mais longe de casa possível;
3) Um filho pródigo desperdiça as oportunidades da vida;
4) Um filho pródigo reconhece seus erros em sua vida e retorna ao pai;
5) Um filho pródigo sofre a perda de muitas coisas por causa de sua tolice.
Características de um filho mais velho (Ler Lucas 15.25-32):
1) Um filho mais velho fica em casa com o pai;
2) Um filho mais velho nunca comete pecados muito grandes;
3) Um filho mais velho nunca de afasta do caminho estreito e reto traçado para ele por seus pais;
4) Um filho mais velho não vive a vida de prazer e desperdício;
5) Um filho mais velho pode desenvolver uma autojustiça e uma atitude de julgar as pessoas que se afastam.
Como ele nunca cometeu nenhum desses pecados, ele simplesmente não entende por que as pessoas se
afundam em tais tolices. Ore para que o pai esteja vivo quando o filho pródigo retornar. Se o filho pródigo
ficar sujeito ao irmão mais velho, não vai ser bom para ele.
Características de um filho amado (Ler Mateus 3.16-17 e 17.1-5):
Em duas ocasiões diferentes, o Pai celestial chamou Jesus de filho amado; no começo de Seu ministério, (o
batismo) e no fim do ministério (a transfiguração).
Jesus Cristo foi chamado de filho amado antes de ter pregado qualquer mensagem ou ter curado qualquer
pessoa doente.
1) Um filho amado é alguém que se submete a autoridade. Jesus foi chamado de filho amado logo no começo
de Seu ministério, quando Ele aceitou as humildes condições de Seu chamado;
2) Um filho amado é um filho humilde. Jesus era amado por ter se ajoelhado perante João Batista, mesmo Ele
sendo o Filho de Deus;
3) Um filho amado é alguém que é obediente a todas as instruções. Um filho amado vai obedecer a uma
instrução, quer ela faça sentido ou não; quer ela seja fácil ou difícil.

Jesus Cristo não era obediente apenas a instruções agradáveis e fáceis. Ele era obediente em todos os
níveis. Filhos amados são obedientes em todos os níveis de obediência.
Realmente existem diferentes níveis de obediência, mas um filho amado vai se dedicar em cada nível.
Cada nível de obediência leva a um diferente tipo de benção.
Jesus Cristo obedeceu a Seu pai ao vir a esta terra para viver entre homens e nos mostrar o amor de Deus.
Jesus Cristo fez o máximo e obedeceu ao seu pai até mesmo na morte na cruz.
Muitos cristãos poderiam lutar contra as instruções que possam levá-lo à morte certa. Mas não Jesus
Cristo! Ele era a quintessência de um “Filho Amado”.
Um filho teimoso e rebelde (Ler Deuteronômio 21.18-21 e Ezequiel 2.8):
1) Filhos teimosos e rebeldes resistem às instruções;
2) Filhos teimosos e rebeldes se opõem às instruções;
3) Filhos teimosos e rebeldes não gostam da pessoa dos pais;
4) Filhos teimosos e rebeldes não gostam dos métodos de seus pais;
5) Filhos teimosos e rebeldes crescem para não gostar das maneiras do pai;
6) Filhos teimosos e rebeldes querem uma profissão diferente da de seus pais;
7) Filhos teimosos e rebeldes querem estilos de vida diferentes do de seus pais;
8) Filhos teimosos e rebeldes querem se vestir e agir de forma diferente de seus pais;
9) Filhos teimosos e rebeldes são bravos mediante a correção e precisão ser corrigidos por ficarem bravos por
causa da correção.
CAPIÍTULO 8: Filhos Perigosos
Existem algumas pessoas que nascem de seu lombo espiritual e são na realidade seus filhos. Mesmo sendo
seus filhos, eles podem lhe causar grande dor. Como um líder, você não deve se surpreender se as pessoas que
você cria e treina, acabam se voltando contra você como tigres selvagens.
Existem filhos que carregam o espírito de Absalão e tais pessoas são realmente filhos perigosos. Eu [o
autor] os chamo de perigosos por eles são parte de você e mesmo assim lutam contra você. Eles exigem sua
herança! Eles até procedem como você, mas o espírito de Absalão sobre eles muda tudo.
Como você pode identificar um filho que vai se levantar para matá-lo? Como sempre, a Bíblia é o melhor
guia para tudo.
Doze sinais de filhos perigosos (Ler referências bíblicas citadas pelo autor que, ainda comenta item a
item, mas ficará para quem comprar o livro):
1) Um filho perigoso é cheio de amargura e falta de perdão! – Dispensamos os comentários do autor (Ler 2
Samuel 13.22);
2) Filhos perigosos atacam seus irmãos! (Ler 2 Samuel 13.28);
3) Filhos perigosos não são mudados pelos anos de dificuldades! (Ler 2 Samuel 14.28);
4) Filhos perigosos sentem que não podem ser demitidos (Ler 2 Samuel 14.32);
5) Filhos perigosos pensam que podem substituir seus pais! (Ler 2 Samuel 15.4);
6) Filhos perigosos criticam seus pais! (Ler 2 Samuel 15.3,4);
7) Filhos perigosos influenciam outros contra seus pais! (Ler 2 Samuel 15.11);
8) Um filho perigoso rouba o coração das pessoas que são de seu pai! (Ler 2 Samuel 15.6 e 13);
9) Um filho perigoso quer os prazeres e os privilégios de seus pais! (Ler 2 Samuel 16.22);
10) Filhos perigosos possuem tendências destrutivas! (Ler 2 Samuel 14.29,30);
11) Filhos perigosos são homens que conspiram e se encontram secretamente e discutem em segredo; (Ler 2
Samuel 15.12);
12) Filhos perigosos não têm a habilidade de induzir lealdade em seus seguidores! (Ler várias passagens
bíblicas);
CAPIÍTULO 9: Filhos com Falta de Visão
Ler Lucas 15.11-32 (A Parábola do Filho Pródigo). Observar o comportamento dos dois filhos – sendo
que o filho mais velho, Jesus usa a metáfora como sendo o filho que permanece com os pais e herda a outra
metade da herança dos Pais (seja ela qual for....também não significa dinheiro). Outra observação a ser
considerada é que o Pai: “Talvez você pergunte a razão do título desta mensagem ser “O Pai pródigo” e não
“O filho pródigo”. Se considerarmos que “pródigo” significa “gastador”, podemos dizer que o pai da
parábola é bem mais pródigo que o filho rebelde. Por quê? Preste atenção no que ele faz: “Um homem tinha
dois filhos. O mais novo disse ao seu pai: ‘Pai, quero a minha parte da herança’. Assim, ele repartiu sua
propriedade entre eles.” (Lc 15:11-12). Ao entregar ao filho pródigo a sua parte da herança ele
automaticamente fica sem nada, pois o que restou pertence ao outro filho. O próprio pai declara isso ao filho
mais velho: “Tudo o que tenho é seu.” (Lc 15:31). Agora pense no que fez Deus, “aquele que não poupou a
seu próprio Filho, mas o entregou por todos nós.” (Rm 8:32). “Porque Deus tanto amou o mundo que deu o
seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.” (Jo 3:16). O filho
pródigo “desperdiçou os seus bens” (Lc 15:13). E Deus, com que gastou o seu maior tesouro, o seu Filho
amado? Com pecadores como eu e você; com ladrões, prostitutas e corruptos da pior espécie. Será possível
encontrar alguém tão pródigo e “mão aberta” quanto Deus?”
Há filhos que estão obviamente sem qualquer visão em sua compreensão do que é pai. Neste capítulo,
quero compartilhar o que eu acredito que são características dos filhos com falta de visão, ou com curta visão:
1) Um filho com falta de visão, ou visão curta, é alguém que vê o relacionamento com o seu pai como
um contrato relacionado com o tempo, em vez de uma experiência de longo prazo. Um pai é uma
árvore, quando éramos jovens, nós gostávamos de brincar com ele. Quando crescemos, o deixamos apenas
para voltar a ele quando precisamos de alguma coisa ou nos metemos em apuros. Ao longo da vida e
através de todas as mudanças de cena da vida, os pais desempenham um papel para os filhos presunçosos
que pensam que os pais não têm mais nada para oferecer. Filhos presunçosos e sem visão dizem: “O
tempo do meu pai passou, está no passado. Ele é irrelevante para o tempo atual”. Mas o tempo, o clima,
os elementos e as realidades da vida irão revelar a todas as pessoas que um pai é sempre uma pai! Página
77;
2) Um filho com falta de visão vê seu pai como alguém que está fora de moda. Muitos pai são visto como
alimentos que têm uma data de validade ou algum item que se tornou obsoleto ou irrelevante. Meu pai
nunca se torna irrelevante. Na verdade, os pais se tornam mais relevantes enquanto o tempo passa. Se sua
mente está aberta e você tem um espírito humilde, vai perceber que um pai não é obsoleto ou irrelevante.
Página 78 – Ler Lamentações 3.22,23;
3) Um filho com falta de visão vê o relacionamento com o seu pai em termos de certas “partes” que ele
vai receber de seu pai. Alguns filhos veem o relacionamento com seus pais em termos de dinheiro ou
itens que podem receber. Devido a isso, eles não se beneficiam da verdadeira benção do pai. Por exemplo,
alguns filhos olham para um pai como alguém que paga os seus estudos. Além de mensalidades escolares,
eles não esperam ou querem outra coisa de seus pais. [...] Alguns filhos ainda querem que os seus pais
morram para que possam ficar com o que os pais têm [quando ainda tem alguma coisa – grifo nosso].
Página 78 e 79;
4) Um filho com visão curta não vê as contribuições invisíveis, não-tangíveis, que um pai faz por sua
presença e influência. Há muitas coisas invisíveis e não-palpáveis que um pai traz para a vida de um
filho. Como você pode ser míope para pensar que utilidade do seu pai é limitada a pagar mensalidades de
sua escola? [...] Um pai não paga apenas as mensalidades escolares. Um pai proporciona estabilidade,
sabedoria, direção, influência, orientação, segurança e uma série de outras bênçãos intangíveis. Página
79;
5) Um filho com falta de visão é alguém que pensa rapidamente que ele recebeu tudo o que poderia
receber de seu pai. Um filho com visão curta, portanto, se desconecta do cordão umbilical muito tempo
antes que ele deveria fazer. Ele é rápido em concluir que recebeu tudo o que o pai tem para oferecer. Há
muitas pessoas que receberam todos os ensinamentos que seu pai tem. Conheci muitas pessoas que dizem
para si mesmas: “Eu sei o que ele ensina. Eu sei o que ele tem a dizer. Eu sei o que ele faz”. Você pode
perguntar: “Como você sabe?” É a coisa mais fácil do mundo perceber quando você está com pessoas que
pensam que elas o conhecem e sabem tudo sobre você. Lembre-se que foi isto que o diabo disse a Jesus:
“Eu sei quem tu és”. É esta linha de pensamento que os maus espíritos aproveitam e inspiram filhos a
abandonar seus pais ou sair de casa sem a menor cerimônia. [...] às vezes, um pai dá uma parte, mas
mantém algumas coisas que ele pretende dar bem no final. Isaque deu coisas para os seus filhos no final
da sua vida que ele não se preocupou em dar mais cedo. Quão imaturo e tacanho você se mostra quando
acha que está partindo com todo o conhecimento e sabedoria que seu pai tem.

CAPIÍTULO 10: Três Recompensas por Honrar os Pais


Filhos, obedeçam a seus pais no Senhor, pois isso é justo. "Honra teu pai e tua mãe", este é o
primeiro mandamento com promessa: "PARA QUE TUDO TE CORRA BEM E TENHAS
LONGA VIDA SOBRE A TERRA". Efésios 6:1-3
1. A primeira recompensa por honrar os pais: para que tudo lhe vá bem

1) Quando tudo lhe vai bem, você terá sucesso;


2) Quando tudo lhe vai bem, você vai superar;
3) Quando tudo lhe vai bem, você vai prosperar;
4) Quando tudo lhe vai bem, você vai florescer;
5) Quando tudo lhe vai bem, você vai multiplicar;
6) Quando tudo lhe vai bem, você vai se recuperar;
7) Quando tudo lhe vai bem, você vai acertar em cheio;
8) Quando tudo lhe vai bem, você vai crescer;
9) Quando tudo lhe vai bem, você vai desenvolver;
10) Quando tudo lhe vai bem, você vai aumentar;
11) Quando tudo lhe vai bem, você vai vencer;
12) Quando tudo lhe vai bem, você sairá na frente;
13) Quando tudo lhe vai bem, você fará bem;
14) Quando tudo lhe vai bem, você vai produzir frutos;
15) Quando tudo lhe vai bem, você vai expandir.
Uma das maiores bênçãos é que tudo vá bem com você. Quem gostaria de estar bem consigo mesmo? No
entanto, nunca você vai estar bem com você, se for desobediente ao seu pai!
A maior benção está escondida na sua obediência a seus pais. Há algo que tenho notado em grandes
famílias com muitos filhos. Os filhos ou filhas que são muito obedientes a seus pais crescem diferentes
daqueles que são rebeldes, independentes e resistentes. É um padrão que você mesmo vai descobrir por si
mesmo.
Uma pastora me disse como ela havia notado esse fenômeno. Ele descreveu como alguns filhos de seu
pai sempre resistiam aos conselhos de seu pai. “Não é fácil para eles hoje”, disse ela. “Casamento não é fácil.
E financeiramente, é muito difícil para eles”. Ela continuou: “Posso ver uma clara diferença entre aqueles de
nós que obedeceram e aqueles que se rebelaram”.
2. A segunda recompensa por honrar os pais: você terá vida longa

1) Quando honrar seu pai, você vai superar doenças que encurtam a vida;
2) Quando honrar seu pai, você vai superar muitas crises;
3) Quando honrar seu pai, você vai continuar apesar do perigo;
4) Quando honrar seu pai, você vai suportar muitas dificuldades;
5) Quando honrar seu pai, você vai durar muito tempo;
6) Quando honrar seu pai, você vai continuar vivo quando pessoas preveem sua morte;
7) Quando honrar seu pai, você vai viver para contar a história;
8) Quando honrar seu pai, você vai persistir no ministério;
9) Quando honrar seu pai, você vai prolongar sua vida;
10) Quando honrar seu pai, você não vai afundar;
11) Quando honrar seu pai, você vai retornar;
12) Quando honrar seu pai, você vai durar mais que outros;
13) Quando honrar seu pai, você vai viver mais que outros;
14) Quando honrar seu pai, você vai esgotar os outros;
15) Quando honrar seu pai, você vai sobreviver;
16) Quando honrar seu pai, você vai ficar mais forte;
17) Quando honrar seu pai, você vai superar;
18) Quando honrar seu pai, você irá até o fim;
19) Quando honrar seu pai, você “nunca desistirá”;
20) Quando honrar seu pai, você será sereno.
Uma das maneiras de encurtar sua vida é desonrar pais e mães. Preste atenção e perceba. Isto é verdade.
3. A terceira recompensa por honrar os pais: receber uma herança

Como Identificar um Pai


“Porque, ainda que tivésseis milhares de preceptores [instrutores] em Cristo, NÃO TERÍEEIS, CONTUDO,
MUITO PAIS; pois eu, pelo evangelho, vos gerei em Cristo Jesus”. (1 Coríntios 4.15 – Tradução do Autor)
“Embora possam ter dez mil tutores em Cristo, VOCÊS NÃO TÊM MUITOS PAIS, pois em Cristo Jesus eu
mesmo os gerei por meio do evangelho. Portanto, suplico-lhes que sejam meus imitadores. (1 Coríntios 4.15-
16 – tradução NVI).

O dom de um “pai” é um raro dom. Nem todo homem de Deus é um pai. Nem todo aquele que ensina a
Palavra de Deus é um pai. Nem todos os pregadores visitantes e professores foram pais.
Nem todo profeta é pai, e Paulo indicou isso aos coríntios.
Um pai é um raro dom
Muitas pessoas farão diferença em sua vida. Há instrutores e professores em abundância, mas eles são
diferentes dos pais. A contribuição de um pai é abrangente, pois lhe dá um pacto completo que vai além de um
bom ensinamento. Um profeta está preocupado em ministrar o poder de Deus por meio de visões, sonhos e
palavras de conhecimento. Mas, um pai se preocupa com o seu bem-estar total.
Visto que a paternidade envolve muito mais coisas, não existem muitos pais!
É mais fácil ensinar as lições que já foram preparadas do que oferecer cuidado total. As pessoas podem
ser muito difíceis e ingratas, a ponto de somente os pais conseguirem lidar com elas a longo prazo.
Há muito pastores, evangelistas e profetas, mas, um profeta-pai, quem poderá encontrar? Por isso Paulo
disse: Ainda que tivéssemos milhares de preceptores em Cristo, não teríeis, contudo, muitos pais.
A característica chave de um pai não é a sua idade, mas a habilidade de reproduzir a sua própria espécie.
Ao contrário de algumas opiniões, há muito jovens com um coração de pai.
Como Reconhecer e Receber Diferentes Pais em Diferentes Épocas da Vida
Deus enviará pessoas diferentes para serem um pai para você. O primeiro desses é o seu pai biológico,
que você deve receber de forma adequada. Você não deve ver o seu pai terreno como um “ancião de dias”, que
está fora do contato com as realidades da vida moderna. Vê-lo como obsoleto o impede de receber da sua
grande sabedoria.
Esse pai biológico terá suas limitações na paternidade. Logo, o revezamento terá de começar, e a próxima
pessoa enviada pelo Senhor para adotá-lo entrará em cena. Por meio do ministério dessa pessoa, você receberá
o cuidado paternal que precisa para passar para sua próxima fase de sua vida. Em seguida, outra pessoa pode
surgir para desempenhar esse papel. Uma corrida de revezamento está acontecendo! O bastão da paternidade
passa de uma pessoa para outra.
Há muitas coisas a respeito das quais seu pai biológico não conversa com você. Talvez ele devesse falar
sobre tudo, mas ele não fala. Para muitos de nós, os pais não dão orientação, passo a passo, sobre como escolher
uma esposa ou um marido, por exemplo.
A maioria dos pais biológicos só faz comentários acerta de coisas diferentes no casamento. Geralmente,
o aconselhamento deles sobre o assunto só vai até aí. Graças a Deus pelo pastores que, muitas vezes, assumem
esse papel e orientam os filhos para o matrimônio. Os pastores de tornam, frequentemente, o próximo pai no
revezamento.
Você ainda não percebeu como alguns pais terrenos geralmente competem e lutam contra os seus filhos?
Mesmo os pais biológicos podem infligir muita dor e sofrimento aos filhos, mesmo com as melhores intenções.
Muitas pessoas odeiam seus pais. E há muitos cuja vida é distorcida e mergulhada na infelicidade por
causa dos seus pais. Essa é uma prova cabal de que a paternidade do homem natural está cheia de imperfeições.
Essa é a razão pela qual há necessidade do que eu chamo “revezamento de pais”.
O revezamento de Deus, envolve o envio de uma pessoa após outra para as diferentes fases de sua vida e
ministério. É importante reconhecer as diferente pessoas que entram se sua vida.
Isso é o que Jesus estava ilustrando na parábola em Mateus 21.33-39. Certamente, seremos julgado pela
maneira como recebemos dos pais diferentes que Deus nos envia.
Deus envia pais à nossa vida os quais, muitas vezes, nós não reconhecemos Algumas pessoas até brigam
com seus pais! Nós contudo, devemos aprender a receber os pais que Deus nos envia.