Você está na página 1de 2

1- O revestimento entérico é uma técnica utilizada para impedir que a cápsula se dissolva no

estômago, fazendo com que os princípios ativos sejam liberados no intestino. Essa técnica é
importante porque alguns medicamentos irritam o estômago ou sofrem ação de enzimas
digestivas do suco gástrico, sendo degradados por este. Apresentam características de
liberação retardada.

2- Os sistemas transdérmicos, também chamados de patches transdérmicos são desenhados


para induzir a passagem de substâncias ativas através da superfície da pele e suas diversas
camadas até atingir a circulação sistêmica.

3- Suspensão: É uma mistura heterogênea e suas partículas se sedimentam, sendo facilmente


filtradas. Em uma suspensão, ao contrário da solução o soluto não se dissolve no solvente. As
partículas podem ser, às vezes, visíveis a olho nu e tem dimensões razoáveis. Ex.: água+areia,
água+cimento, azeite+água.

Emulsão: São sistemas dispersos constituídos de duas fases líquidas imiscíveis(oleosa e aquosa)
nos quais a fase dispersa ou interna é finamente dividida e distribuída em outra fase contínua
ou externa. As emulsões podem ser pastosas ou líquidas, como as loções. Podem ser de uso
interno ou externo, devendo sempre ser agitadas antes do uso.

4- Elixir: preparado farmacêutico com ingrediente ativo que é dissolvido em uma solução que
contem alguma porcentagem de álcool etílico. Deve ser ingerido por via oral. São açucarados
ou glicerinados, contendo substâncias aromáticas e as bases medicamentosas. É considerado
milagroso, cura de todos os males.

5- Administração intradérmica: via muito restrita, usada para pequenos volumes,0,1 a


0,5ml, sendo a solução introduzida na camada superficial da pele, chamada derme.
Utilizada para vacinas e testes.
Administração subcutânea – Na administração subcutânea (SC), é injetada
pequena quantidade de medicamento líquido (0,5 a 2,0 ml) no tecido
subcutâneo abaixo da pele do paciente. Indicada para administrar
anticoagulantes (heparina, clexane), hipoglicemiantes (insulina) e
vacinas (antirrábica e anti-sarampo). O medicamento é absorvido
lentamente para dentro dos capilares próximos, conferindo efeito
prolongado do medicamento. Vantagens: provoca pouco trauma
tecidual e tem baixo risco de atingir vasos sanguíneos e nervos.

6- o supositório é administrado pela via retal e com frequência a


absorção retal é errática e incompleta e vários fármacos irritam a
mucosa retal.

7- Absorção de medicamentos consiste em sua passagem para a


corrente sanguínea após a administração. É um dos determinantes da
escolha de vias de administração e doses. Se um fármaco é
inadequadamente absorvido, seus efeitos sistêmicos inexistem
Acontece de maneiras diferenciadas, variando de acordo com a forma
de aplicação. Oral: a primeira parada é no estômago, após passar
pela faringe e esôfago, chegando ao intestino de onde os vasos
sanguíneos absorverão os princípios ativos do medicamento.
Injetáveis(músculo, pele e veia) e sublinguais- caem direto na
corrente sanguínea e levam o princípio ativo quase instantaneamente
ao local que necessita tratamento. A absorção é bem mais rápida,
pois não é prejudicada pelo metabolismo, como no caso dos
comprimidos.

8- A absorção de fármacos aumenta com a ingestão de alimentos


ricos em gorduras. O aumento do ph do suco gástrico dificulta a
absorção de ácidos fracos nos estômago. Retardo e aceleração do
esvaziamento gástrico afeta a velocidade de absorção nos primeiros
seguimentos intestinais.

9- A via IM é utilizada para administrar suspensões aquosas ou


soluções oleosas e para fornecer medicamentos que não estão
disponíveis sob a forma oral. Através deste tipo de administração o
medicamento é desviado da ação das enzimas digestivas
degradantes, provoca relativamente pouca dor (porque o tecido
muscular contém poucos nervos sensoriais).

10- Após o medicamento ser absorvido e entrar na corrente


sanguínea ele circula pelo corpo rapidamente. O tempo médio de
circulação do sangue é de um minuto. Devido à circulação do sangue,
o medicamento passa da corrente sanguínea para os tecidos do
corpo. Após a absorção, a distribuição da maioria dos medicamentos
não é uniforme em todo corpo. Os medicamentos que dissolvem em
água(hidrossolúveis) têm tendência de permanecer no sangue e no
líquido ao redor das células. Os medicamentos solúveis em
gordura(medicamentos lipossolúveis) tendem a concentra-se nos
tecidos adiposos. Outras medicamentos concentram-se
principalmente em uma pequena parte do corpo porque os tecidos
dessa região têm uma atração especial pelo medicamento e uma
capacidade de retenção deste.

Você também pode gostar