Você está na página 1de 9

®

ProfiSafe PROCESS FIELD BUS

possibilitando
aplicações
Failsafe através de
barramentos de campo..

Seminário PROFIBUS www.profibus.com.br Copyright by Associação PROFIBUS Brasil - 2000


®

Soluções Failsafe atuais… PROCESS FIELD BUS

PLC Standard
(DP-Master , classe 1) I/O Standard
(DP-Slave)

Profibus DP
Standard-I/O
Diagnose Diagnose (DP-Slave)

2. Nível Bus Safety Propretário Tecnologia


Safety Convencional
Ex.. PNOZ, 3TK

Seminário PROFIBUS www.profibus.com.br Copyright by Associação PROFIBUS Brasil - 2000


®

A visão ProfiSafe…. PROCESS FIELD BUS

F-Host/FPLC F-I/O
Standard-Host/PLC
Standard-I/O

Profibus DP
Coexistencia da comunicação padrão e failsafe Repeater

DP/PA

PG/ES com
acesso seguro Standard-I/O
ex. Firewall
F-Gate-
way
TCP/IP Outros
Engineering Tool F-Sensor F-Field- F-Actuator Bus
Device Safety Master-Slave
Assignment
Comunicaçao Peer Slave F = Failsafe

Seminário PROFIBUS www.profibus.com.br Copyright by Associação PROFIBUS Brasil - 2000


®

…um único bus de sistema, uma única ferramenta PROCESS FIELD BUS

F-Host/FPLC F-I/O
Standard-Host/PLC
Standard-I/O

standard communication
Repeater
failsafe communication

DP/PA
Master-Slave
Assignment
Standard-I/O

F-Gate-
way
TCP/IP Outros
Engineering Tool F-Sensor F-Field- F- Bus
Device Actuato Safety
F = Failsafe r
Comunicação Peer Slave

Seminário PROFIBUS www.profibus.com.br Copyright by Associação PROFIBUS Brasil - 2000


®

Características do ProfiSafe PROCESS FIELD BUS

ƒ Independência entre as comunicações padrão e safety


ƒ Adequada para nível SIL 3(IEC61506), AK6 (DIN V 19250)
ƒ Satisfaz as necessidades de segurança em um sistema de
comunicação de canal único Æ redundância somente se necessário
aumentar a disponibilidade
ƒ Qualquer mestre DP ou Link pode ser usado
ƒ Mestres DP’s, ASIC’s, links, couplers, etc permanecem os mesmos
Æ funções de segurança acima da camada 7 (OSI)
ƒ Sem redução do número de dispositivos
ƒ É sempre uma relação de comunicação 1:1 entre os dispositivos F
ƒ A duração do tempo da transmissão é monitorado

Seminário PROFIBUS www.profibus.com.br Copyright by Associação PROFIBUS Brasil - 2000


®

Para os familiarizados com o Modelo-OSI PROCESS FIELD BUS

e.g.. Diagnose

Safety Safety Safety


Input Control Output
Standard- Standard
I /O Control
Safety-Layer Safety-Layer Safety-Layer
7 7 7 7 7
2 2 2 2 2
1 1 1 1 1

„Canal Cinzal": ASICs, Links, Cables, etc. não são relevantes para o safety

Funções não relacionadas ao safety, tais como diagnose

"ProfiSafe": Partes do sistema de comunicação safety: Endereçamento, Watch Dog Timers,


Sequenciamento, Assinatura etc.

Safety relevante, mas não parte do ProfiSafe-Profiles: Sistema Safety de Controle e Safety I/O

Este princípio reduz os esforços necessários para a certificação das “funções de transmissão segura”.

Seminário PROFIBUS www.profibus.com.br Copyright by Associação PROFIBUS Brasil - 2000


®

PROFISafe – Medidas para Contenção dos Erros PROCESS FIELD BUS

Possíveis erros em sistemas de transmissão*:

Medida: Numeração Watchdog ID p/ sender Consistência


Erro: Consecutiva e receiver Dados
Repetiçao X
Perda X
Inserção X
Sequência Incorreta X
Corrupção dos
X
Dados de Usuário

Atraso X
Linking of safety-critical
messages and standard
messages
X X

As medidas devem ser realizadas e monitoradas dentro


uma unidade failsafe

* Extraído de DKE-AK 226.03

Seminário PROFIBUS www.profibus.com.br Copyright by Associação PROFIBUS Brasil - 2000


®

Telegrama Profibus-DP padrão PROCESS FIELD BUS

Standard-Message

S S S S S S

Sync Data Unit = Standard-


SD LE LEr SD DA SA FC FCS ED
time or Failsafe-Data

33 TBit 68H ... ... 68H ... .... ... 1... 244 Bytes ... 16H

1 Cell = 11 Bit
LE
SB ZB ZB ZB ZB ZB ZB ZB ZB PB EB
0 1 2 3 4 5 6 7
Data Unit = Failsafe-Data
max. 244 Bytes
TBit = Clock-Bit = 1 / Baudrate FCS = Frame Checking Sequence
SD = Start Delimiter (here SD2, var. Data Length) (across data within LE)
LE = Length of Data ED = End Delimiter
LEr = Repeated LoD, not in FCS SB = Start-Bit
DA = Destination Address ZB0...7 = Character-Bit
SA = Source Address PB = (even) Parity Bit
FC = Function Code (Type of Message) EB = Stop-Bit

Seminário PROFIBUS www.profibus.com.br Copyright by Associação PROFIBUS Brasil - 2000


®

PROFISafe – Descrição do Profile PROCESS FIELD BUS

Master Slave 1 Master Slave 2 Master Slave 3 Master Slave 4


Slave 1 Master Slave 2 Master Slave 3 Master Slave 4 Master

Master
Status / Sequence CRC Standard-
F-I/O-Data I/O-Data
Controlbyte Number
Slave 1
PROFIBUS-DP with ProfiSafe

Standard Sender across


based F-Data
Counter and
Slave 2 F-Parameter
Standard

Slave 3 Max. 12 / 122 Bytes 1 Byte 1 Byte 2/4 Bytes *) (240/238 - F-Data)
Failsafe
Max. 244 Bytes DP-Data
Slave 4
Standard Frame structure of single-channel safe Profibus-DP
communications

Seminário PROFIBUS www.profibus.com.br Copyright by Associação PROFIBUS Brasil - 2000