Você está na página 1de 18

15/09/2019

PSICOPATOLOGIA

EXAME DO ESTADO MENTAL E


ENTREVISTA DIAGNOSTICA

AVALIAÇÃO
DO PACIENTE
POR ONDE EU COMEÇO?

1
15/09/2019

AVALIAÇÃO DO PACIENTE
A avaliação começa antes mesmo do início da
entrevista.

Observação da expressão facial do paciente, trajes,


movimentos, maneira de se apresentar.

O esforço inicial do entrevistador deve ser o de


criar um ambiente em que o paciente sinta- se à
vontade para expor suas dificuldades.

AVALIAÇÃO DO PACIENTE
O início da entrevista deve ser pouco diretiva,
permitindo a livre expressão do paciente, com
interferência mínima do entrevistador.

Após a exposição inicial, o entrevistador deve


adotar um papel mais ativo, conduzindo a
entrevista, com tato, para cobrir todos os aspectos
da anamnese.

2
15/09/2019

O QUE AVALIAR?

AVALIAÇÃO DO PACIENTE
 Identificação do paciente e dos informantes
 Queixa principal
 História da doença atual
 Antecedentes
 História pessoal
 Personalidade pré-mórbida
 História familiar
 História social
 Exame do estado mental
 Impressão diagnóstica
 Plano de tratamento e manejo

3
15/09/2019

AVALIAÇÃO DO PACIENTE
 Identificação do paciente e dos informantes
► Nome
► Idade
► Gênero
► Etnia
► Estado civil
► Ocupação
► Procedência
► Religião
► Os informantes (paciente, acompanhante, registros
psiquiátricos pregressos)

AVALIAÇÃO DO PACIENTE
 Queixa Principal

► Queixa do paciente em suas próprias palavras.

“Eu fico com raiva e tenho vontade de agredir as pessoas”

► Palavras adicionais se queixa relativamente vaga.


► Observar quem encaminhou, de quem foi a iniciativa
de buscar ajuda e com que objetivo.

4
15/09/2019

AVALIAÇÃO DO PACIENTE
 História da doença atual
► História concisa da doença

► Início dos sintomas


Episódios, natureza do surgimento, precipitação
Ordem cronológica

► Abuso de álcool ou drogas


► Grau de incapacidade
► Influência da doença na vida (pessoal ou familiar)
► Tratamentos

AVALIAÇÃO DO PACIENTE
 Antecedentes
► Idade da 1ª avaliação
► Hospitalizações
► Número de episódios e duração
► Tratamentos
► Álcool e drogas

História médica geral


► Estado de saúde atual e pregresso
► Doenças existentes
► Tratamentos, medicamentos e suas dosagens
► Lesões encefálicas, cefaléias, convulsões e outras doenças do SNC

5
15/09/2019

AVALIAÇÃO DO PACIENTE
 História Pessoal
► História pré-natal/nascimento
Informações sobre a gestação, o parto e as condições do
nascimento (peso, anóxia, icterícia, dist metabólico)

► Infância e desenvolvimento
Descrever as condições de saúde; sono, alimentação; aquisições de
habilidades, incluindo desenvolvimento motor, linguagem e
controle esfincteriano; a vida escolar, a idade de início da
aprendizagem, o ajustamento, o temperamento, medos, o
relacionamento e interação social

AVALIAÇÃO DO PACIENTE
 História Pessoal
► Adolescência
Descrever os interesses, as aquisições quanto à vida escolar, a
profissionalização ou trabalho; as interações e o relacionamento
com familiares e colegas; a sexualidade incluindo a menarca,
namoro, a 1ª relação sexual; o uso de drogas ou álcool

► Idade adulta
Descrever as situações e as atitudes frente ao trabalho, a vida
familiar e conjugal, a sexualidade, os relacionamentos e a situação
sócio-econômica

6
15/09/2019

AVALIAÇÃO DO PACIENTE
 Personalidade Pré-morbida
► Conjunto de atitudes e padrões habituais de
comportamento do indivíduo, independente da sua
situação de doença
Preocupações excessivas com ordem, limpeza, pontualidade, o estado de
humor habitual, a capacidade de expressar os sentimentos, o nível de
desconfiança e competitividade, a capacidade para executar planos e
projetos e a maneira como reage quando se sente pressionado

► Observar mudanças de personalidade com a doença

AVALIAÇÃO DO PACIENTE
 História familiar
► Idade, ocupação e escolaridade dos parentes em
primeiro grau
► Nível de interação entre os integrantes da família
► Doenças mentais na família
► Questionar transtornos específicos
► Alcoolismo, criminalidade, tentativa de suicídio, uso
de medicações, tratamento psicológico

7
15/09/2019

AVALIAÇÃO DO PACIENTE
 História social
► Resumo da situação atual
► Localização da moradia
► Membros da família residentes na mesma moradia
► Hábitos

AVALIAÇÃO DO PACIENTE
1- Qual é a aparência do paciente? Descreva a aparência física, a origem, o modo
de vestir. Compare a sua aparência física com a idade atual.
2- Qual e o comportamento do paciente durante a entrevista? Há momentos em
que ele chora, lacrimeja? Ele está atendo a entrevista ou parece distraído? Ele
mantém contato com os olhos? Você sente que estabeleceu relação harmônica
com ele?
3- Qual é o nível de atividade do paciente durante a entrevista? O paciente
parece inquieto ou agitado? Ele permanece sentado ou anda durante a
entrevista? O nivel de gesticulação durante a entrevista parece adequado?
4 - Há alguma evidência de auto negligência? Os padrões de auto cuidado e de
higiene pessoal parecem abaixo do normal? Está malcheiroso, sem barbear,
despenteado?Suas roupas estão limpas? Suas roupas tem queimaduras de
cigarros ou manchas de comida?

8
15/09/2019

EXAME DO
ESTADO MENTAL

EXAME DO ESTADO MENTAL


O exame do estado mental consiste numa
pesquisa sistematizada dos sintomas e sinais
no momento da entrevista, em conjunto com um
registro estruturado das observações sobre
aparência e comportamento do paciente durante
a entrevista.

9
15/09/2019

EXAME DO ESTADO MENTAL

Os sintomas do dia da entrevista podem ser


diferentes daqueles registrados na história dos
ultimos dias.

DIA 1 DIA 2 DIA 3

EXAME DO ESTADO MENTAL


SENSOPERCEPÇÃO
ATENÇÃO
CONSCIENCIA
ORIENTAÇÃO
PENSAMENTO
LINGUAGEM
INTELIGENCIA
MEMORIA
CONDUTA
AFETO

10
15/09/2019

EXAME DO ESTADO MENTAL


SENSOPERCEPÇÃO
► É a função do estado mental que traduz a
percepção do indivíduo através dos órgãos dos
sentidos em relação a seu meio.

► Funcionamento normal - quando a pessoa


consegue perceber a realidade que a cerca sem
distorções.

► As alterações podem ser qualitativas ou


quantitativas.

EXAME DO ESTADO MENTAL


SENSOPERCEPÇÃO
► Despersonalização
► Desrealização
► Ilusão
► Alucinações
► Visuais, auditivas, táteis ou olfativas

Quando a qualidade da percepção está alterada, diz que o


indivíduo apresente uma ilusão ou alucinação.
Ilusão - é a falsa percepção de um objeto real.
Alucinação - é a percepção sem objeto.

As alterações quantitativas são as sensações que


habitualmente as pessoas têm, mas adquirem um caráter
patológico pela sua intensidade.
Por exemplo : dor, dispnéia, anestesia.

11
15/09/2019

EXAME DO ESTADO MENTAL


ATENÇÃO
► Reação consciente seletiva, por meio da qual o
organismo examina o mundo externo e extrai seus
dados úteis. Através da atenção a pessoa pode
manter o foco em certa atividade.

EXAME DO ESTADO MENTAL


ATENÇÃO
► Atenção é avaliada através da observação durante a
entrevista:

1. Vigilância: Capacidade de voltar ao foco da atenção para


estímulos externos. Pode estar: HIPERVIGIL: aumentada, havendo
prejuízo da atenção para outros estímulos ou HIPOVIGIL:
desatento em relação ao ambiente externo.

2. Tenacidade: Capacidade de manutenção da atenção ou de


uma tarefa. Devem-se observar a capacidade de prestar atenção
às respostas do paciente durante a entrevista e suas distrações.

3. Concentração: Capacidade de manter a atenção voluntária em


processos internos do pensamento

12
15/09/2019

EXAME DO ESTADO MENTAL


CONSCIÊNCIA
► Parte do aparelho psíquico que possibilita o
reconhecimento de si próprio e do ambiente
externo, o entendimento e a reflexão.

► A consciência é a capacidade de responder


estímulos e de captar as informações ambientais
como: lugar, situação geral e pessoal.

EXAME DO ESTADO MENTAL


CONSCIÊNCIA
► Obnubilação: A clareza mental não é completa. Está alterada
a capacidade para: pensar claramente, perceber, responder,
recordar. Um paciente pode ser incapaz de prestar atenção a
estímulos ambientais ou responder objetivamente e tem
tendência a cair no sono se não estimulado.
► Estupor é um estado de consciência ou sensibilidade apenas
parcial ou insensibilidade acompanhada por pronunciada
diminuição da faculdade de exibir reações motoras
► Coma - é a ausência de consciência.
► Delirium - Não é só uma perturbação da consciência, mas um
complexo sintomático. É a reação desnorteada, intranqüila,
confusa, associada com intenso medo

13
15/09/2019

EXAME DO ESTADO MENTAL


lucidez
CONSCIÊNCIA
obnubilação

NREM estupor

COMA

Morte cerebral

EXAME DO ESTADO MENTAL


ORIENTAÇÃO
► A função do ego que permite orientação ao
indivíduo envolve as seguintes categorias : tempo,
lugar e pessoa.

► Exemplo : paciente orientado auto (SOBRE SI) e


alopsiquicamente (SOBRE O AMBIENTE).

► Exemplo : paciente desorientado quanto ao tempo.

14
15/09/2019

EXAME DO ESTADO MENTAL


PENSAMENTO
► Avaliação por métodos indiretos

Curso – lento, acelerado

Forma – circunstancialidade, tangencialidade,


perseveração, fuga de idéias, afrouxamento de
associações.

Conteúdo - tema predominante


Ansioso, depressivo, fóbico, obsessivo

Logicidade – Delírios, Idéias supervalorizadas

EXAME DO ESTADO MENTAL


LINGUAGEM
• Bradilalia
• Verborréia ou Taquifasia
• Jargonofasia ou esquizofasia
• Verbigeração
• Mutismo
• Mussitação
• Ecolalia
• Palilalia
• Logoclonia
• Neologismo
• Perseveração ou estereotipia verbal
• Coprolalia
• Paralogia
• Afasia motora

15
15/09/2019

EXAME DO ESTADO MENTAL


INTELIGÊNCIA
► Prejuízo intelectual, deterioração
► Informações gerais
► Eventos atuais sobre história/geografia
► Escolaridade
► Habilidades aritméticas
► Subtrações de 7s, 3s
► Capacidade de leitura e escrita
► Avaliada em reação ao seu nível educacional

EXAME DO ESTADO MENTAL


MEMORIA
► Muito curto prazo/imediata
Repetição imediata de série de dígitos ou 3 unidades
de informação

► Curto prazo/recente
Repetição da série após 3-5 minutos

► Longo prazo/remota
Eventos dias anteriores, meses e anos

16
15/09/2019

EXAME DO ESTADO MENTAL


CONDUTA
► A partir da observação do paciente durante a
entrevista, perguntas sobre os hábitos do paciente,
o que costuma fazer todos os dias e em situações
especiais (como se diverte, trabalha), observar a
movimentação do paciente (rápida ou lenta),
indagar sobre o uso de drogas, roubos, tentativa de
suicídio, hostilidade, compulsões, impulsos,
comportamentos agressivos, rituais,
relacionamentos interpessoais, vida sexual.

EXAME DO ESTADO MENTAL


CONDUTA
O comportamento do paciente é socialmente inapropriado? O comportamento do
paciente é excessivamente familiar, sexualizado, ou embaraçoso?
O comportamento do paciente é ameaçador, agressivo, ou violento? Nas maneiras
ou na fala o paciente parece ameaçador ou hostil? Você se sente em risco? Há
comportamento agressivo ou violento durante a entrevista? O que leva a isso?
Existe algum movimento anormal? O paciente tem movimentos repetitivos, se
balança ou tem posturas bizarras(etereotipias)? Ele tem movimentos voluntários
ou atitudes bizarras( maneirismos)?Quais as suas explicações para isso? Para
pacientes em uso de antipsicóticos eles são evidência de efeitos colaterais?
O paciente está distraido ou parece estar respondendo a alucinações? O paciente
parece estar respondendo a outra voz que não a sua?Ele está olhando a sua volta
como se buscasse alguma voz? Ele murmura ou fala sozinho? Ele ri sozinho ou tem
algum outro impeto verbal ou outra ação que inexplicável a você?

17
15/09/2019

EXAME DO ESTADO MENTAL


AFETO
► Conjunto de fenômenos que se manifestam sob a
forma de emoções, sentimentos, paixões
acompanhadas por: dor ou prazer; satisfação ou
insatisfação; agrado ou desagrado; alegria ou
tristeza.

► Afeto adequado
► Afeto inadequado

► Exemplos: apatia, anedonia, euforia, irritabilidade,


expansividade.

18