Você está na página 1de 6

REGULAMENTO

CARACTERIZAÇÃO

01. O Salão Design é um concurso de Design de Produto promovido pelo SINDMÓVEIS - Sindicato

das Indústrias do Mobiliário de Bento Gonçalves, RS.

02. A realização do Salão Design é anual, ocorrendo paralelamente às feiras Casa Brasil e Movelsul

Brasil.

OBJETIVOS

03. O principal objetivo do Salão Design é incentivar a criatividade, o empreendedorismo e a

inovação tecnológica por meio do Design.

04. Destacar a capacidade e o talento de profissionais, estudantes e indústrias do ramo por meio

de diferentes premiações.

MODALIDADE

05. A participação será permitida em apenas uma das seguintes modalidades:

A Estudante

O participante desta modalidade deverá apresentar comprovação de matrícula fornecida pela instituição superior de ensino.

B Profissional Participam desta modalidade os profissionais que apresentarem produtos inéditos, que ainda

não estão sendo comercializados ou que tenham sido lançados em um período máximo de um ano.

O participante desta modalidade deverá apresentar comprovação de pelo menos um dos seguintes

itens: 1) cópia do diploma do curso superior de design ou de profissão afim ou provas (publicações)

que comprovem sua atuação e presença no mercado; 2) cópia do CNPJ de sua empresa de design; 3) declaração da empresa em que trabalha, comprovando sua condição de designer.

C Indústria / Profissional Participam desta modalidade produtos que já estão sendo comercializados e que tenham

sido criados por um profissional contratado ou equipe interna de design da empresa.

CATEGORIAS

06. As categorias contempladas são:

A Acessórios domésticos

(acessórios para banho, aparelhos de mesa, cutelaria e utilidades domésticas)

B Iluminação (luminárias para área interna e externa de ambientes residenciais, institucionais e comerciais)

C Móveis Residenciais (para área interna e externa)

D Móveis Institucionais (para espaço comercial e público)

E Temática: diversa a cada ano, a categoria temática desta edição será DESIGN DE

SUPERFÍCIE APLICADO AO MOBILIÁRIO. As tipologias escolhidas são: bases e tampos de mesas e também cadeiras, pufes e estofados (revestidos em tecido, couro ou outros), que utilizem processos de impressão industrial.

INSCRIÇÕES

07. Podem ser feitas múltiplas inscrições. Todo projeto de produto deverá ter uma única Ficha de

Inscrição.

08. As taxas de inscrição por projeto são as seguintes:

A Estudante: R$20,00 (vinte reais);

B Indústria/Profissional: R$70,00 (setenta reais);

C Profissional: R$40,00 (quarenta reais). Independente da modalidade, a taxa para cada projeto adicional será de R$15,00 (quinze reais).

09. O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado por meio de depósito bancário

conforme os seguintes dados: Banco do Brasil 001, Agência 0181-3, Conta corrente n o 27435-6,

CNPJ 89.341.101/0001-30 Depois de efetuado o pagamento o participante deverá enviar o comprovante através do e-mail salaodesign@salaodesign.com.br devidamente identificado com o(s) número(s) da(s) Ficha(s) de Inscrição(ões).

ENVIO DO PROJETO

10. Com o objetivo de incentivar ainda mais a sustentabilidade e facilitar a logística, a partir desta

edição o Salão Design receberá os projetos de forma eletrônica e não mais impressos e via correio.

O projeto deverá ser inscrito e postado no site do Salão Design seguindo os passos abaixo:

1º - Preenchimento da Ficha Cadastral capturada no site www.salaodesign.com.br Nesta etapa o participante criará um login e uma senha os quais serão utilizados sempre que precisar acessar seu cadastro e seu (s) projeto (s).

2º - O projeto a ser postado no site deverá conter:

A Um arquivo PDF (tamanho máximo de 1,5MB) contendo os seguintes itens:

MEMORIAL DESCRITIVO: uma lamina contendo características básicas do projeto como conceito, o uso de materiais, a tecnologia de fabricação, função, diferencial, público alvo, acabamento e outras informações que julgar necessária. Dados técnicos sobre o produto são mais importantes do que conceitos subjetivos.

PROJETO: máximo de três lâminas com esboços e /ou desenho técnico esquemático. Buscar mostrar graficamente com maior clareza, a funcionalidade do produto, seus benefícios em relação ao que já existe e o contexto em que se insere. Um excesso de imagens similares ou muito pequenas dificulta o entendimento da proposta. Visualizar o tamanho e as proporções do projeto é muito importante para a avaliação do mesmo.

ILUSTRAÇÕES: rendering manual ou eletrônico.

FOTOGRAFIAS: Além do arquivo PDF poderão também ser postadas fotografias de ângulos diferentes, tamanho mínimo 120 x 180 milímetros (tamanho máximo de 1,5MB cada imagem)

Em nenhum dos itens deste artigo poderá haver a identificação de autoria, exceto

o nome do produto.

B Cópia do documento solicitado no artigo 06 deste regulamento, de acordo com a modalidade de participação.

11. Quando se tratar de produtos em que haja envolvimento e participação tanto da indústria como do profissional deverá haver concordância entre ambas as partes manifestadas na ficha de inscrição.

12. Após a postagem do projeto o sistema fornecerá o número de inscrição, que será usado para

identificação do projeto inscrito, assim como o e-mail informado na Ficha de Inscrição o qual será o meio de comunicação entre o participante e a organização do concurso.

13. A inscrição será anulada, independentemente de sua qualidade, caso o projeto não satisfaça o

estabelecido neste Regulamento, assim como diante de documentação incompleta.

14. O prazo final de inscrição e postagem do projeto no site do Salão Design será o dia 25 de

março de 2011.

PARTICIPAÇÃO ESTRANGEIRA

15. Os participantes estrangeiros são isentos da taxa de inscrição, por motivos burocráticos de

remessa de valores.

16. Os selecionados para a segunda etapa deverão observar, quando do envio do protótipo por via

aérea, que os impostos e despesas que serão geradas no Brasil pela remessa sejam pagos na saída

pelo remetente.

17. O frete até o destino final, bem como a liberação aduaneira nacional e internacional e seus

respectivos custos e impostos gerados serão de responsabilidade do participante (INCOTERMS 2000 – “DDP” – DELIVERED DUTY PAID - ). O Salão Design se exime da responsabilidade de qualquer custo decorrente do envio e do retorno dos produtos.

18. Deverão ser observados os prazos de frete e liberação aduaneira, no destino, para que seja

cumprido o prazo de entrega dos produtos conforme estabelecido pelo Salão Design.

19. Caso o prazo de entrega dos produtos não sejam cumpridos, os produtos serão

desclassificados.

CRITÉRIOS

20. O trabalho de seleção e premiação deverá considerar os seguintes critérios básicos de

julgamento:

A

- adequação ao público alvo (mercado a que se destina);

B

- conceito do projeto

C

forma e função;

D

grau de inovação formal e tecnológica;

E

qualidade e segurança;

F

- sustentabilidade;

G

viabilidade de produção;

H

- cópias de produtos existentes serão sumariamente excluídas.

Orientação: A organização sugere aos participantes que consultem a normatização. Consultas poderão ser feitas ao Senai/Cetemo de Bento Gonçalves fone: 55.54.3451.4166 ou pelo e-mail:

COMISSÃO JULGADORA

21. A Comissão Julgadora será composta por cinco membros representantes de entidades

nacionais e internacionais, professores, jornalistas especializados na área, industriais não concorrentes, associações de designers de reconhecida experiência, cuja divulgação será efetuada

no site do Salão até 30 dias do final do prazo de inscrição, não sendo permitida a participação de

procuradores.

SELEÇÃO

22. A seleção dos projetos será efetuada por meio de duas etapas, as quais serão privadas e de

seus resultados não caberá contestação de qualquer espécie:

A na primeira etapa, os projetos serão julgados por meio da análise dos documentos enviados,

B Para a segunda etapa, o autor do projeto selecionado deverá providenciar modelos e/ou

protótipos em escala natural, que serão objeto da avaliação final dos jurados. Para tanto, o autor será prontamente informado via e-mail quanto à data limite e endereço para o envio de seu(s) produto(s).

C todos os projetos selecionados para a segunda etapa receberão Certificado de Participação.

PREMIAÇÃO

23. A premiação dos produtos será efetuada em sessão privada, não cabendo contestação de

qualquer espécie quanto ao seu resultado, sendo atribuição da Comissão Julgadora:

A decidir entre os selecionados quais produtos serão premiados.

B designar Menções, caso julgue conveniente.

PRÊMIOS

24. Prêmio Salão Design Casa Brasil 2011:

Nas cinco categorias de participação, haverá um premiado de cada modalidade, cuja premiação se dará da seguinte forma:

Estudante

Profissional

Indústria / Profissional

R$ 5 mil

R$ 10 mil

R$ 10 mil para o Profissional e Mídia para Indústria

G - Prêmio de Madeiras Alternativas: A este prêmio concorrerão todos os inscritos nas três

modalidades, desde que apresentados por pessoa física ou jurídica que não tenham pendências junto aos órgãos municipais, estaduais e federais de meio ambiente. Será considerada madeira alternativa qualquer espécie, ainda que conhecida, mas que não figure dentre aquelas consideradas

pelo Laboratório de Produtos Florestais do Serviço Florestal Brasileiro como muito utilizadas, no passado ou no presente, para a fabricação de móveis e outros produtos (vide item 45 deste regulamento). O autor receberá o Troféu Madeiras Alternativas.

H - Prêmio Mérito Social: para projetos que levem em consideração a participação de

comunidades carentes, indicando o local de origem, a organização social e o projeto de sustentabilidade pertinentes ao caso, bem como o uso de matéria-prima natural (cascas, fibras, raízes, sementes, etc) ou recicladas/descartes (borracha, metais, plásticos, etc). O autor e a organização comunitária receberão o Troféu Mérito Social.

I Prêmio Professor Orientador: o professor orientador, informado na Ficha de Inscrição, pelo participante vencedor da modalidade estudante receberá o Troféu Salão Design, divulgação na mídia e uma passagem com duas diárias para visitar a Movelsul Brasil (em data a ser definida pelos organizadores do concurso).

DIREITOS AUTORAIS

25. O Salão Design recomenda aos inscritos que registrem seus projetos e produtos junto aos

órgãos competentes para a respectiva proteção dos direitos autorais e propriedade intelectual.

26. O Salão Design não se responsabiliza por quaisquer problemas referentes a direitos autorais e

propriedade intelectual de projetos e produtos de seus participantes e de terceiros.

RESPONSABILIDADES

27. O produto selecionado para a segunda etapa deverá estar devidamente embalado em

perfeitas condições de apresentação, cuja embalagem deverá ser identificada com o nome do

participante e número de inscrição.

28. Toda e qualquer providência referente ao frete dos produtos e, respectivas taxas serão de

responsabilidade dos participantes.

29. Não haverá seguro dos produtos inscritos por parte do Salão Design, ainda que se

comprometa para a perfeita guarda e conservação, não se responsabilizando, portanto, por acidentes eventuais.

30. A devolução dos produtos será de responsabilidade do participante e estará à disposição até

três dias úteis após o término da feira Casa Brasil.

31. Findo o prazo estabelecido o Salão Design não terá nenhuma responsabilidade sobre os

produtos não retirados, podendo dar aos mesmos o destino que julgar adequado.

CRONOGRAMA

32. A organização do Salão Design obedecerá ao seguinte cronograma:

A Limite de inscrição

B Julgamento da primeira etapa

C Divulgação dos resultados

D Prazo para entrega dos produtos selecionados

E Julgamento da segunda etapa

F Exposição na Casa Brasil

G Premiação

H Retirada dos produtos

* datas sujeitas a alteração.

25 de março de 2011 04 e 05 de abril de 2011* 06 de abril de 2011* 24 de junho de 2011 29 e 30 de junho de 2011 * 02 a 06 de agosto de 2011 04 de agosto de 2011 * de 08 a 10 de agosto de 2011

DISPOSIÇÕES GERAIS

33. Ficam vetados de participação neste concurso:

A membros do órgão promotor e patrocinador, tanto na forma de pessoa física como jurídica;

B parentes de primeiro grau dos membros da Comissão Julgadora;

34. Ao inscrever-se no concurso o participante estará de acordo com os termos deste

Regulamento.

35. No encerramento da seleção e premiação será lavrada em ata a síntese dos trabalhos.

36. O promotor do Salão Design resguarda-se ao direito de usar o material selecionado para a

exposição e divulgação nos meios e comunicação e em demais locais, sem que isso implique em reserva de direito pelos participantes ou qualquer indenização por direito autoral.

37. Os casos omissos neste Regulamento serão resolvidos em primeira instância pela Comissão

Julgadora e, em segunda e última instância pela Diretoria do Sindmóveis.

38. PRÊMIO DE MADEIRAS ALTERNATIVAS As madeiras definidas como muito utilizadas pela indústria de transformação e que, portanto, NÃO poderão concorrer para o prêmio são:

AÇOITA-CAVALO - Luehea divaricata; ANGELIM-PEDRA - Hymenolobium spp.; ANDIROBA Carapa guianensis; BÁLSAMO (CABREÚVA-VERMELHA) - Myroxilon balsamum; CAVIÚNA -

Machaerium scleroxylon; CEDRO - Cedrela fissilis/C. odorata; CEREJEIRA - Amburana cearensis/A. acreana; COPAÍBA - Copaifera spp.; CUMARU - Dipteryx spp.; FREIJÓ - Cordia

goeldiana; IMBUIA - Ocotea porosa; IPÊ - Tabebuia spp.; ITAÚBA - Mezilaurus spp.; JACARANDÁ-DA-BAHIA - Dalbergia nigra; JACARANDÁ-PARDO (JACARANDÁ-PAULISTA) -

Machaerium villosum; JATOBÁ - Hymenaea spp.; LOURO (CANELA) - Ocotea spp. e Nectandra spp.; LOURO-PARDO - Cordia trichotoma; LOURO-PRETO - Cordia gerascanthus;

MAÇARANDUBA - Manilkara spp.; MOGNO - Swietenia macrophylla; MUIRACATIARA -

Astronium spp.; PAU-FERRO - Caesalpinia ferrea; PAU-MARFIM - Balfourodendron

riedelianum; PAU-ROSA - Aniba duckei; PAU-ROXO - Peltogyne spp.; PEROBA-ROSA - Aspidosperma polyneuron; PEROBINHA-DO-CAMPO - Sweetia nitens; PINHO-DO-PARANÁ -

Araucaria angustifolia; SUCUPIRA - Bowdichia nitida/ B. virgilioides; SUCUPIRA-AMARELA - Sweetia fruticosa (sin.: Ferreirea spectabilis); TAUARI - Couratari spp.VINHÁTICO - Plathymenia foliolosa/P. reticulata.

Obs.: Todas as espécies dos gêneros Pinus (PINUS) e Eucalyptus (EUCALIPTO) também NÃO concorrerão ao prêmio já que este tem o propósito expresso de incentivar o manejo sustentado de florestas nativas, principalmente do Bioma Amazônico.