Você está na página 1de 8

SESSÃO SOLENE DE

OUTORGA DO TÍTULO DE PROFESSOR EMÉRITO


DATA: 04.10.2019
HORÁRIO: 09:00h
LOCAL: Salão Nobre da Reitoria
MESTRE DE CERIMÔNIA: Zeca Abreu

1 – ABERTURA

1.1 - MC – Senhoras e Senhores, BOM DIA!


Eu sou Zeca Abreu e vou ser a sua Mestre de Cerimônias.
Estão aqui comigo a soprano IRMA FERREIRA (chama); o tenor CARLOS
EDUARDO SANTOS (chama); que serão acompanhados pelo pianista
HAMMURABI FERREIRA ( os 3 se aprumam) o nosso bom dia será em forma de
música: PANIS ANGELICUS (O Pão dos Anjos) de Cezar Frank. (CANTAM).

1.2 - MC – Senhoras e Senhores, a Universidade Federal da Bahia tem a honra de


anunciar a Sessão Solene de Outorga do Título de Professor Emérito ao Prof.
Maurício Lima Barreto. Sejam todos bem-vindos!
(Piano música-ambiente)
__________________________________________________________________

1
2 – COMPOSIÇÃO DA MESA
2.1 - MC – Iniciaremos convidando para compor a Mesa Diretora desta Sessão
Solene:
(Continua MUSICA INTRUMENTAL PIANO)

a) Professor JOÃO CARLOS SALLES PIRES DA SILVA, Magnífico Reitor da


Universidade Federal da Bahia;
MUSICA INTRUMENTAL PIANO (música ambiente, 3ª peça calma e
melodiosa)

b) Professora Isabela Cardoso de Motta Pinto, Diretora do Instituto de Saúde


Coletiva, Unidade proponente da concessão do título;
MUSICA INTRUMENTAL PIANO

c) Professora Glória Teixeira, que fará o Discurso de Saudação ao


homenageado;
MUSICA INTRUMENTAL PIANO

d) Profa Doutora Nisia Trindade, Presidente da FIOCRUZ - Fundação Osvaldo


Cruz
MUSICA INTRUMENTAL PIANO

e) Prof. Naomar de Almeida Filho Ex Reitor da UFBA e Ex Reitor da


Universidade Federal do Sul da Bahia
__________________________________________________________________

2.1 – ANÚNCIO DA COMISSÃO DE HONRA

MC – Anunciamos a Comissão de Honra que conduzirá o homenageado até a


Mesa, e que será composta por: (deverá estar formada na entrada do Salão)

1.Estela Maria Motta Lima Leão de Aquino, esposa do


homenageado
2 Marina Leão Aquino Barreto, filha do homenageado
3 Sebastião Antônio Loureiro de Souza e Silva, professor emérito
do Instituto Saúde Coletiva

2
2.2 – ENTRADA DO HOMENAGEADO NO RECINTO

MC – Senhoras e Senhores, anunciamos a entrada no recinto do Professor


Maurício Lima Barreto, homenageado nesta Sessão Solene.
- Bachianas Brasileiras N° 5 (VILLA-LOBOS), com IRMA FERREIRA (soprano) e
HAMMURABI FERREIRA (piano).

A Comissão de Honra conduz a homenageada à frente da Mesa - onde será recebida pelo Reitor - e
retorna a seus lugares no Doutoral - (identificar os 4 lugares da Comissão no Doutoral Direito – lado do
som).

(Musica termina quando Maurício Barreto e todos estiverem sentados na


MESA DIRETORA)

3 – ABERTURA FORMAL DA SESSÃO PELO REITOR

MC – (Espera a música acabar) Fará a abertura desta cerimônia o Magnífico


Reitor da Universidade Federal da Bahia, Professor JOÃO CARLOS SALLES PIRES
DA SILVA, que presidirá os trabalhos.

__________________________________________________________________

REITOR:

Declara aberta a Sessão Solene de entrega do título de Professor Emérito

Convida a todos para, de pé, acompanharem a

3.1 – EXECUÇÃO DO HINO NACIONAL BRASILEIRO:


PIANO, SOPRANO, TENOR E TODOS OS PRESENTES.

PIANO - Música ambiente


3.2 – REGISTRO DE PRESENÇA:
MC – Registramos e agradecemos a presença de
(ver nominatas)

MC - Ler as mensagens enviadas por email:

3
4 – PRONUNCIAMENTO DO DIRIGENTE DA UNIDADE PROPONENTE
MC – Em seguida ouviremos a Professora Isabela Cardoso, Diretora do Instituto
de Saúde Coletiva – Unidade Proponente do presente Título de Professor
Emérito:

5 – DISCURSO DE SAUDAÇÃO ao HOMENAGEADO


MC – Convidamos agora a Professora Glória Teixeira para proferir o Discurso de
Saudação ao novo Professor Emérito da UFBA.

6 – OUTORGA DO TÍTULO PELO REITOR


MC – Neste momento será realizada a leitura do termo de outorga do título de
Professor Emérito, da Universidade Federal da Bahia

6.1 - OUTORGA
REITOR - Solicito à Secretária dos Conselhos Superiores, Profa. Terezinha Maria
Dultra Medeiros, que proceda a leitura do Termo de Outorga do Título de
Professor Emérito ao professor Maurício Lima Barreto.
6.2 - LEITURA DO TERMO DE OUTORGA
(por D. Terezinha)
PIANO – Música Ambiente

_____________________________________________________________________________

7 – ASSINATURA DO LIVRO DE REGISTRO


MC– Informamos que o Termo de Outorga do título deverá ser assinado pelos
membros da mesa e também por todos os presentes. Para tanto, o livro estará
disponível no Hall do Salão nobre da Reitoria.

8 - PRONUNCIAMENTO DE REPRESENTANTE DA FAMÍLIA DO HOMENAGEADO


MC- Convidamos em seguida a Professora Estela Aquino que saudará o
homenageado em nome da sua família

9 - PRONUNCIAMENTO DO HOMENAGEADO
MC– Senhoras e Senhores, neste momento ouviremos o pronunciamento do Dr.
Maurício Barreto na qualidade de Professor Emérito do Instituto de Saúde
Coletiva da Universidade Federal da Bahia.

4
10 – PRONUNCIAMENTO E ENCERRAMENTO PELO REITOR
MC – Para pronunciamento e encerramento desta solenidade, o Magnífico Reitor
da Universidade Federal da Bahia, Prof. JOÃO CARLOS SALLES PIRES DA SILVA

Declaro encerrada esta sessão.


MUSICA INTRUMENTAL PIANO (música ambiente, 1ª peça calma e melodiosa)
MC – Sras. e Srs., solicitamos a todos que permaneçam neste Salão Nobre. Em
seguida estará se realizando a Sessão Comemorativa pelos 25 anos de criação do
Instituto de Saúde Coletiva da UFBA
__________________________________________________________________

5
EVENTO 25 ANOS DO ISC

1 – MC - A partir deste momento daremos início à Sessão Comemorativa dos 25


anos de Criação do Instituto de Saúde Coletiva da UFBA assistindo à exibição de
um vídeo:

PROJEÇÃO DE VÍDEO ISC

2 – MC - São 25 anos em que o Instituto de Saúde Coletiva conquistou


reconhecimento nacional por ter realizado um trabalho contínuo, voltado para a
excelência, a qualificação profissional e humana, em busca de altos padrões de
excelência, ética e compromisso social. Nesses 25 anos o Instituto de Saúde
Coletiva se pautou pela busca de um trabalho coletivo que não apagasse o brilho
e a colaboração individual de cada um dos seus integrantes. Assim como o
Instituto de Saúde Coletiva a ópera é o gênero musical que se consagrou por
fazer soar com harmonia as mais diversas vozes. Por isso vamos ouvir, “Um
Brinde!” – dueto da famosa Ópera “A EXTRAVIADA” do grande Maestro José
Verde! Ops perdão! Ouviremos La Traviata de Giuseppe Verdi! com a soprano
IRMA FERREIRA, o tenor CARLOS EDUARDO SANTOS e o piano de HAMMURABI
FERREIRA.
___________________________________________________
3 - FORMAÇÃO DA MESA -

MC - Para compor a mesa desta Sessão Comemorativa, com o tema SAÚDE,


DEMOCRACIA E CIVILIZAÇÃO, convidamos:

a) Professor JOÃO CARLOS SALLES PIRES DA SILVA, Magnífico Reitor da


Universidade Federal da Bahia,
MUSICA INTRUMENTAL PIANO

b) Professor JAIRNILSON PAIM, professor titular do ISC


MUSICA INTRUMENTAL PIANO

c) Professora Nisia Trindade, presidente da Fiocruz


MUSICA INTRUMENTAL PIANO

MUSICA INTRUMENTAL PIANO

MC - Ouviremos em seguida o pronunciamento do professor do Instituto de


Saúde Coletiva que foi um dos membros mais atuantes do Processo da Reforma
6
Sanitária Brasileira, da defesa do Sistema Único de Saúde, o SUS, e da criação do
Instituto de Saúde Coletiva. Ele é o Coordenador Geral do OAPS - Observatório
de Análises Políticas em Saúde - O Prof Jairnilson Paim.

MC - Ouviremos agora o pronunciamento da Convidada especial dessa Sessão


Comemorativa, a Presidente da FIOCRUZ – Fundação Osvaldo Cruz. Ela é Doutora
em Sociologia e Mestra em Ciência Política a Professora Nísia Trindade.

MC - Ouviremos agora o pronunciamento do Magnífico Reitor da Universidade


Federal da Bahia. Professor JOÃO CARLOS SALLES PIRES DA SILVA.

MC - E agora, um dueto de celebração do amor, da opereta O MORCEGO de


Johan Strauss, com IRMA FERREIRA, CARLOS EDUARDO SANTOS e o piano de
HAMMURABI FERREIRA.
_____________________________________________________________________________

MC – Em sua trajetória de 25 anos o Instituto de Saúde Coletiva da UFBA tem


atuado com uma instituição acadêmica no sentido literal do termo. E nesse
sentido um dos traços mais relevantes da sua atuação, foi a busca de um diálogo
constante e de uma interação aberta com as forças vivas da sociedade.

MC - Ouviremos agora o depoimento de representantes da sociedade.


Convidamos ao púlpito:

1 Dr. Armênio Guimarães


2 Deputada Federal Lídice da Mata
3 Deputado Federal Jorge Solla
4 Militante da luta antimanicomial: Eduardo Cáliga
5 Representante da comunidade Ilha de Maré
6 Estudante de Graduação de Saúde Coletiva: Maria Daniela Freitas
7 Estudante de Pós Graduação: Daiane Castro
8 Representante dos Servidores técnico administrativos: Iolanda Faria

MC – Em seguida, mais um fragmento de O Morcego com IRMA FERREIRA,


CARLOS EDUARDO SANTOS e HAMMURABI FERREIRA.

MC – Disse o Padre Antonio Vieira: “nos dias em que fazemos, existimos. Nos
outros apenas duramos”. Agora ouviremos um depoimento da atual diretora do
ISC e uma homenagem a todos aqueles que fizeram acontecer nos 25 anos dessa
Instituição. Professora Isabela Cardoso de Mattos Pinto.

Fala.
7
MELODIA SENTIMENTAL – (sem apresentação. Fica só o piano)

MC – (só o piano) Disse o poeta Bertolt Brecht: Há homens que lutam um dia e
são bons. (repete... e pensa “são bons?”) Mas há outros que lutam um ano! E
são melhores (claro!) são melhores. Mas e os que lutam muitos anos? Os que
lutam muitos anos são muito melhores. Muuuito melhores! (bate palmas. Pede
palmas ao público. Pára. Pede pra parar. Fica séria e vai até a frente dizendo
“não” c a cabeça). Mas há os que lutam a vida toda. Há aqueles que lutam a vida
toda!! e ESTES são imprescindíveis.

MC - Chamo ao palco (MELODIA SENTIMENTAL (solfejada)) o Professor: 1,2,3,4 ...


15.

MC - E chamamos os representantes da novíssima geração de sanitaristas para


prestar uma homenagem aos nossos mestres. Música p entrega das placas aos
professores.

MELODIA SENTIMENTAL (SÓ UM PEDACINHO P ENCERRAR?)


__________________________________________________________________

MC – Passamos a palavra ao Magnífico Reitor da UFBA para o encerramento da


Sessão Comemorativa dos 25 anos do Instituto de Saúde Coletiva da
Universidade Federal da Bahia.

(Fala Reitor.)

PIANO (BG) INTRODUÇÃO A O SOLE MIO

MC - Bertolt Brecht também disse: se o homem fosse imortal tudo mudaria;


como não é muito permanece. Profundo. Mas como minha avó dizia “não há
noite que não encontre o dia”. A luz no fim do túnel é o sol, e o sol é de todos
nós. Que o sol continue a brilhar nos próximos 25 anos do Instituto de Saúde
Coletiva da UFBA. Temos um Encontro Marcado. Até lá!

ENCERRAMENTO (A MÚSICA COMEÇA SEM APRESENTÇÃO)


· O SOLE MIO.
Dueto com IRMA FERREIRA e CARLOS EDUARDO SANTOS e HAMMURABI
FERREIRA.
A MC vai tentar fazer com que todos cantem.

Você também pode gostar