Você está na página 1de 4

ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE BIGUAÇU – APAE

“Escola Especial” LEANDRO DE AZEVEDO


Rua: 7 de Setembro, n° 26 – Cep 88160-000 – Biguaçu – Santa Catarina
Fone/Fax (48) 243 - 2093 - E-mail: apaebiguacu@hotmail.com
APAE BIGUAÇU

RELATÓRIO PEDAGÓGICO

Usuário: Guilherme Nicácio do Nascimento


Data de Nascimento: 14/05/2013
Turma: Estimulação Essencial
Diagnóstico: TEA
Prontuário: Estimulação

O atendimento na Estimulação Essencial da Escola Especial Leandro de


Azevedo – APAE de Biguaçu, tem como objetivo desenvolver integralmente os
aspectos físicos, psicológicos, sociais e culturais, priorizando a construção
harmônica do desenvolvimento da primeira infância. Por meio da repetição de
diferentes exercícios sensoriais, ampliando os aspectos emocionais,
proporcionando ás crianças sensação de segurança e prazer, estimulando as
habilidades cognitivas através do lúdico para facilitar a aprendizagem,
explorando o desenvolvimento de atividades pertinentes ao exercício da
curiosidade e da imaginação.
A turma de Estimulação Essencial I Matutino, atende 02 crianças entre 0
e 5 anos e 11 meses de idade, que apresentam atraso no desenvolvimento
neuropsicomotor, síndromes e paralisia cerebral. Esses atendimentos são
individuais específicos duas vezes na semana de quarenta minutos.
Na qual são utilizadas várias estratégias como: contação de história,
músicas, jogos, atividades com diferentes texturas (tinta, cola, lã, lixa, couro,
algodão, esponja), animais de brinquedos e massagem. Visto que essas
atividades são dinâmicas de caráter educacional e reabilitador, que previne e
atua na ação global junto à criança e suas necessidades, visando desenvolver
seu potencial.
Guilherme iniciou os atendimentos no mês de Maio deste ano, participa
somente dos atendimentos pedagógicos.
No período de adaptação procurei oferecer um ambiente seguro e
acolhedor, respeitando o seu tempo para compreensão do processo adaptativo.
Guilherme no primeiro dia de atendimento se sentiu inseguro, reagiu com choro
e demonstrou certa resistência em realizar as atividades propostas, porém com
mediação realizou o que lhe foi proposto.
Neste curto período observei que é um menino carinhoso e apresenta boa
compreensão do que lhe é solicitado.
Na contação de história se dispersa com facilidade, sendo necessário
mais estimulo para manter o foco no que lhe é proposto, necessita de mediação
constante.
Nos jogos de encaixe, tem boa coordenação motora, encaixa e empilha
as peças mais gosta de dar outras funções para o jogo.
Sua comunicação se da através de sorrisos, choros e balbucios.
A família mostra-se presente no seu desenvolvimento. Portanto, família e
a escola tem que ser parceiros, deve caminhar junto para o desenvolvimento da
criança.

______________________________________
Professora: Gislaine Mara de Paula

_____________________________________
Coordenadora Pedagógica: Eliane Pires

Biguaçu, junho/2018
ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DOS EXCEPCIONAIS DE BIGUAÇU – APAE
“Escola Especial” LEANDRO DE AZEVEDO
Rua: 7 de Setembro, n° 26 – Cep 88160-000 – Biguaçu – Santa Catarina
Fone/Fax (48) 243 - 2093 - E-mail: apaebiguacu@hotmail.com
APAE BIGUAÇU

RELATÓRIO PEDAGÓGICO

Usuário: Miguel Giovane Lemos Fernandes da Silva


Data de Nascimento: 18/10/2017
Turma: Estimulação Essencial
Diagnóstico: Síndrome de Down
Prontuário: Estimulação

O atendimento na Estimulação Essencial da Escola Especial Leandro de


Azevedo – APAE de Biguaçu, tem como objetivo desenvolver integralmente os
aspectos físicos, psicológicos, sociais e culturais, priorizando a construção
harmônica do desenvolvimento da primeira infância. Por meio da repetição de
diferentes exercícios sensoriais, ampliando os aspectos emocionais,
proporcionando ás crianças sensação de segurança e prazer, estimulando as
habilidades cognitivas através do lúdico para facilitar a aprendizagem,
explorando o desenvolvimento de atividades pertinentes ao exercício da
curiosidade e da imaginação.
A turma de Estimulação Essencial I Matutino, atende 02 crianças entre 0
e 5 anos e 11 meses de idade, que apresentam atraso no desenvolvimento
neuropsicomotor, síndromes e paralisia cerebral. Esses atendimentos são
individuais específicos duas vezes na semana de quarenta minutos.
Na qual são utilizadas várias estratégias como: contação de história,
músicas, jogos, atividades com diferentes texturas (tinta, cola, lã, lixa, couro,
algodão, esponja), animais de brinquedos e massagem. Visto que essas
atividades são dinâmicas de caráter educacional e reabilitador, que previne e
atua na ação global junto à criança e suas necessidades, visando desenvolver
seu potencial.
Miguel iniciou os atendimentos no mês de Maio deste ano, participa do
atendimento pedagógico, fonoaudióloga e fisioterapia.
No período de adaptação procurei oferecer um ambiente seguro e
acolhedor, respeitando o seu tempo.
Neste curto período observei que é um bebê calmo e tranquilo.
É realizado desenvolvimento através de manipulação de brinquedos
sonoros, exploração do ambiente, massagens e técnicas beneficiando o
potencial cerebral da criança, desenvolvendo assim coordenação motora e
equilíbrio.
Por se tratar de um bebê a comunicação se da através de choros, sorrisos
e balbucios.
A família mostra-se presente no seu desenvolvimento. Portanto, família e
a escola tem que ser parceiros, deve caminhar junto para o desenvolvimento da
criança.

______________________________________
Professora: Gislaine Mara de Paula

_____________________________________
Coordenadora Pedagógica: Eliane Pires

Biguaçu, junho/2018