Você está na página 1de 1

Gnosis - Morbitus Vividus

4. - Intensa Vacuidade de Gnosis/Indiferente


Gnosis é a chave para as habilidades mágicas, como Peter Carroll definiu. É a realização de um
intenso estado de consciência conhecida em várias tradições como Não-Mente , Disfoco , ou
Sartori. A Consciência é esvaziada de toda a informação menos a objetiva subjetiva de
concentração do resultado desejado.

Vários métodos de alcançar gnosis podem ser recorridos, de dançar frenéticamente ate a
contemplação extasiada de uma idéia. Alcançar gnosis pode resultar, para os religiosamente-
orientados, em uma 'experiência místicas - posseção de Deuses ou Demônios, ou revelação de
verdades divinas.

Porém, para o mago esses conteúdos de tal experiência são bem menos interessante do que o
que pode ser feito com eles - é durante o momento de gnosis que podem ser lançados sigilos.

Para "lançar" o Sigilo, o Mago empenha-se em evitar qualquer manifestação e isso é


conseguido de várias maneiras. Quando você esqueceu dele você atingiu o ponto zero, a
vacuidade, a Gnosis, que pode ou não estar dentro de algum tipo do contexto cerimonial de
um ritual mágico. Modos populares de Gnosis incluem: girar, cantar, dançar, até o limiar da
loucura, visualização, sobrecarga sensória ou privação sensória, uso de algum tipo de droga
artificial ou natural, rituais grupais, hipnose, estimulação sexual, repetição de uma palavra até
que esta perca o sentido, situações de sobrecarga de adrenalina, situações de assalto físico ou
mental, exaustão física ou mental, ou qualquer outro 'estado-alterado' que leve à Indiferença e
à vacuidade mental. Um exemplo de sigilização por esta rota é rabiscar sigilos enquanto escuta
a uma conversa que é enfadonha, mas você tem que tomar notas, pendurar o sigilo perto da
Tv e assistir até ser hipnotizado por ela, ou grafar o sigilo pictorico em seus cigarros carregá-los
por Gnosis e fumá-los durante o dia.

Além do lançamento dos Sigilos, o Estado de Gnosis pode ser uado pelo mago para muitos
outros objetivos. Ele pode alcançar qualquer lugar no espaço-tempo, dedicar-se a divinação
xamanica e Deuses podem possuir seu devoto durante o processo. Historicamente, muitas das
técnicas de gnosis foram intensificada pelo uso de drogas - dos ungüentos voadores das bruxas
para o LSD & privação sensória experimentada por John Lilly.

Qualquer sistema ou tradição está incompleto e não passa de curiosidade teórica.

Estude só é de pouco valor as tradições religiosas, a menos que você adicione e reordene esta
para um uso prático em seus rituais. Poderiam ser escritos volumes inteiros explicando as
naturezas mágicas das várias entidades como Deusas, Demônios, ou Espíritos, mas estes não
são nada perto da real experiencia pessoal de uma deidade durante o curso de Gnosis. Embora
haja muita conversa sobre ' segredos mágicos, os únicos ' segredos verdadeiros' são aqueles
que podem ser descobertos pessoalmente pela luz direta da experiência mágica pessoal.