Você está na página 1de 8
Aula Interativa 1 Política de Desenvolvimento Econômico Prof. Nivaldo Vieira Lourenço
Aula Interativa 1
Política de
Desenvolvimento
Econômico
Prof. Nivaldo Vieira Lourenço
Aspectos conceituais do desenvolvimento regional Mudanças no conceito de região Regionalização brasileira Base
Aspectos conceituais
do desenvolvimento
regional
Mudanças no
conceito de região
Regionalização
brasileira
Base teórica das
relações dos locais
Turismo e desenvolvimento local Planejamento turístico Institucionalização do turismo no Brasil Turismo
Turismo e
desenvolvimento local
Planejamento
turístico
Institucionalização
do turismo no Brasil
Turismo sustentável
do turismo no Brasil Turismo sustentável Organização da disciplina Surgimento da ideia de
Organização da disciplina Surgimento da ideia de desenvolvimento local Valorização do município para o
Organização da disciplina
Surgimento da ideia de
desenvolvimento local
Valorização do
município para o
desenvolvimento
Como é feito o
desenvolvimento local
Importância do
Estado
Rede urbana brasileira Hierarquização das relações urbanas e regionais Mudanças na rede urbana brasileira
Rede urbana brasileira
Hierarquização das
relações urbanas e
regionais
Mudanças na rede
urbana brasileira
Planejamento
governamental para
as regiões
Arranjos Produtivos Locais (APLs) Competição ou complementação Os APLs como estratégia governamental 1
Arranjos Produtivos
Locais (APLs)
Competição ou
complementação
Os APLs como
estratégia
governamental
1
Metodologia para implementação de APLs APLs de base tecnológica
Metodologia para
implementação de
APLs
APLs de base
tecnológica
Aspectos conceituais do desenvolvimento regional Mudanças no conceito de região Regionalização brasileira Base
Aspectos conceituais
do desenvolvimento
regional
Mudanças no
conceito de região
Regionalização
brasileira
Base teórica das
relações locais
Contextualização Constituição Federal de 1988 Descentralização Caráter municipalista Municípios com novas
Contextualização
Constituição Federal
de 1988
Descentralização
Caráter municipalista
Municípios com novas
responsabilidades
municipalista Municípios com novas responsabilidades Organização da aula Desenvolvimento local e regional
Organização da aula Desenvolvimento local e regional Surgimento da ideia de desenvolvimento local Valorização do
Organização da aula
Desenvolvimento
local e regional
Surgimento da ideia
de desenvolvimento
local
Valorização do
município para o
desenvolvimento
Desenvolvimento local e regional: rede urbana brasileira Hierarquização das relações urbanas e regionais
Desenvolvimento
local e regional: rede
urbana brasileira
Hierarquização das
relações urbanas e
regionais
Mudanças na rede
urbana brasileira
Como é feito o desenvolvimento local Consórcios intermunicipais Importância do Estado 2
Como é feito o
desenvolvimento
local
Consórcios
intermunicipais
Importância do
Estado
2
Instrumentalização Conceitos principais Proposta alternativa: desenvolvimento local Poder local: agente de
Instrumentalização
Conceitos principais
Proposta alternativa:
desenvolvimento
local
Poder local: agente
de desenvolvimento,
caráter municipalista
Governo Municipal Viabilizador de novos empreendimentos, atração de investimentos
Governo Municipal
Viabilizador de
novos
empreendimentos,
atração de
investimentos
Desenvolvimento local humanizado Iniciativas de combate à pobreza e exclusão social Valorização do produtor
Desenvolvimento
local humanizado
Iniciativas de
combate à pobreza
e exclusão social
Valorização do
produtor rural e
artesanato
regional,
desenvolvimento
turístico
rural e artesanato regional, desenvolvimento turístico Na prática: transferência aos governos locais da
Na prática: transferência aos governos locais da gestão de conflitos sociais e de demandas não
Na prática:
transferência aos
governos locais da
gestão de conflitos
sociais e de
demandas não
atendidas
Repasse de novas
responsabilidades à
sociedade civil
Desenvolvimento local Esforço para promover a atividade econômica e a arrecadação municipal
Desenvolvimento local
Esforço para
promover a
atividade econômica
e a arrecadação
municipal
Como é feito o desenvolvimento local e a importância do Estado Visões diferentes: De como
Como é feito o desenvolvimento
local e a importância do Estado
Visões diferentes:
De como valorizar o
local e a comunidade
Das diversas
possibilidades de
iniciativa para a busca
de soluções de
problemas
3
Ideia de vocação econômica do município ou da região: submetida ao interesse do mercado global
Ideia de vocação
econômica do
município ou da
região: submetida ao
interesse do mercado
global
Preocupação com o
contexto nacional
Consórcios intermunicipais Agremiações de municípios com o objetivo de otimizar recursos e esforços
Consórcios intermunicipais
Agremiações de
municípios com o
objetivo de otimizar
recursos e esforços
O Estado tem papel fundamental no desenvolvimento local Este envolvimento não significa uma participação direta
O Estado tem papel
fundamental no
desenvolvimento local
Este envolvimento
não significa uma
participação direta
nas iniciativas, mas
na definição de
diretrizes e de aporte
financeiro e técnico
de diretrizes e de aporte financeiro e técnico Não se pode abrir mão de políticas maiores,
Não se pode abrir mão de políticas maiores, de caráter nacional, capazes de potencializar recursos
Não se pode abrir
mão de políticas
maiores, de caráter
nacional, capazes de
potencializar
recursos e esforços
locais
As iniciativas que não
contam com a
participação do
Estado vivenciam
fracassos
Desenvolvimento local preocupa-se com o homem e suas necessidades sociais antes de preocupar- se com
Desenvolvimento
local preocupa-se
com o homem e suas
necessidades sociais
antes de preocupar-
se com o mercado e
suas necessidades de
lucro
Quatro conceitos de região, com base no conhecimento empírico 1) Região é uma parte qualquer
Quatro conceitos de região, com
base no conhecimento empírico
1) Região é uma
parte qualquer da
superfície terrestre
que pode ser definida
por seus diversos
aspectos, tanto
sociais como políticos
ou econômicos
4
2) Região é uma área que se distingue do seu entorno por alguma característica própria
2) Região é uma área
que se distingue do
seu entorno por
alguma característica
própria
4) Região é simplesmente uma ferramenta metodológica: a escolha de uma área geográfica de análise
4) Região é
simplesmente uma
ferramenta
metodológica: a
escolha de uma área
geográfica de análise
Critérios de limite da região Homogeneidade: característica fisiográfica ou sociocultural de uma área
Critérios de limite da região
Homogeneidade:
característica
fisiográfica ou
sociocultural de uma
área homogênea,
como regiões com
IDH similares
Exemplo: Vale do
Ribeira
como regiões com IDH similares Exemplo: Vale do Ribeira 3) Região é um conceito que recorta
3) Região é um conceito que recorta o território mapeado em escala adequada
3) Região é um conceito que
recorta o território mapeado em
escala adequada
Viés ambiental Definição de região através de quesitos ambientais Nesse caso, região pode ser definida
Viés ambiental
Definição de região
através de quesitos
ambientais
Nesse caso, região
pode ser definida
pelos limites de uma
ou de um conjunto de
bacias hidrográficas
Isolamento: espaço que se distingue de seus vizinhos mais imediatos, isolando- se por barreiras naturais,
Isolamento: espaço
que se distingue de
seus vizinhos mais
imediatos, isolando-
se por barreiras
naturais, artificiais ou
fronteiras
Exemplo: Pantanal
Matogrossense e
Floresta Amazônica
5
Interdependência: espaços heterogêneos, porém complementares, com relações de dependência (principalmente com
Interdependência:
espaços
heterogêneos, porém
complementares,
com relações de
dependência
(principalmente com
o polo)
Exemplo: Regiões
Metropolitanas
Regiões do Brasil também chamadas de geoeconômicas

Regiões do Brasil também chamadas de geoeconômicas

Região Sudeste: Minas Gerais, Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo Região Sul: Paraná,
Região Sudeste:
Minas Gerais, Espírito
Santo, Rio de Janeiro
e São Paulo
Região Sul: Paraná,
Santa Catarina e Rio
Grande do Sul
Região Centro-Oeste:
Mato Grosso do Sul,
Mato Grosso, Goiás e
Distrito Federal
Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás e Distrito Federal O IBGE regionaliza o Brasil a
O IBGE regionaliza o Brasil a partir de parâmetros mais abrangentes, incluindo não apenas os
O IBGE regionaliza o
Brasil a partir de
parâmetros mais
abrangentes, incluindo
não apenas os
ambientais, mas os que
demonstram a forma
como a sociedade os
utiliza
Vale notar que se
alteram durante o
tempo
Região Norte: Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Pará e Tocantins Região Nordeste: Maranhão, Piauí,
Região Norte: Acre,
Amapá, Amazonas,
Rondônia, Roraima,
Pará e Tocantins
Região Nordeste:
Maranhão, Piauí,
Ceará, Rio Grande do
Norte, Paraíba,
Pernambuco,
Alagoas, Sergipe e
Bahia
Rede urbana brasileira Comandada por 111 centros urbanos, sendo 49 classificados como aglomerações que concentram
Rede urbana brasileira
Comandada por 111
centros urbanos,
sendo 49 classificados
como aglomerações
que concentram mais
da metade da
população do país
6
Configuração atual da rede urbana brasileira definida por: Tamanho dos centros urbanos Características da
Configuração atual da
rede urbana brasileira
definida por:
Tamanho dos
centros urbanos
Características da
economia
Hierarquia nacional
Forma de ocupação
do espaço
Metrópoles regionais Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Recife e Salvador
Metrópoles regionais
Belo Horizonte, Brasília,
Curitiba, Fortaleza, Porto
Alegre, Recife e Salvador
Redistribuição da classe média nacional Desconcentração das atividades produtivas Mudanças na aglomeração
Redistribuição da
classe média nacional
Desconcentração das
atividades produtivas
Mudanças na
aglomeração
Sul/Sudeste
produtivas Mudanças na aglomeração Sul/Sudeste Metrópoles globais Rio de Janeiro e São Paulo, com 60
Metrópoles globais Rio de Janeiro e São Paulo, com 60 municípios e 17,3% da população
Metrópoles globais
Rio de Janeiro e São Paulo, com
60 municípios e 17,3% da
população total brasileira
Mudanças na rede urbana brasileira Participação das cidades na rede nacional Aglomerações metropolitanas
Mudanças na rede urbana
brasileira
Participação das
cidades na rede
nacional
Aglomerações
metropolitanas
continuam com peso
Pequenas cidades
com saldo migratório
negativo
Referências 7
Referências
7
Bava, S. C. Mitos e realidades sobre inclusão social, participação cidadã e desenvolvimento local: uma
Bava, S. C. Mitos e
realidades sobre inclusão
social, participação cidadã
e desenvolvimento local:
uma discussão sobre
contextos e conceitos. In:
Foro Temático, 2002
Brasil. Constituição
Federal (1988). Diário da
República Federativa do
Brasil. Brasília, DF,
05/10/1988
República Federativa do Brasil. Brasília, DF, 05/10/1988 Gomes, P. C. da C. O conceito de região
República Federativa do Brasil. Brasília, DF, 05/10/1988 Gomes, P. C. da C. O conceito de região
República Federativa do Brasil. Brasília, DF, 05/10/1988 Gomes, P. C. da C. O conceito de região
Gomes, P. C. da C. O conceito de região e sua discussão. In: Castro, I.
Gomes, P. C. da C. O
conceito de região e sua
discussão. In: Castro, I. E.;
Gomes, P.C.; Corrêa, R. L.
Geografia: conceitos e
temas. Rio de Janeiro:
Bertrand Brasil, 1995
Instituto Brasileiro de
Geografia e Estatística
(IBGE). Disponível em:
<http://www.ibge.gov.br/h
ome/>
Ultramari, C.; Duarte, F.
Desenvolvimento local e
regional. Curitiba: IBPEX,
2009