Você está na página 1de 2

Lucas Deboletta Bisceglie 7265744 Licenciatura 6° semestre Educação musical 6

Ensinando música musicalmente Capítulo III

A música trabalha metaforicamente, por meio desse processo nós podemos apresentar três formas, transformando-as em: 1 Sons em “melodias”, gestos;

2 “melodias” e gestos transformando-se em estruturas;

3 transformando estruturas simbólicas em experiências significativas

A música só se torna parte de nossas vidas quando o som se torna gesto e se transforma em formas entrelaçadas. Nós podemos escolher quando e como vamos nos envolver com a música, porém no processo de educação musical é necessário que o aluno tenha acesso aos três processos metafóricos, só assim o “espaço intermediário”- uma área de liberdade psicológica potencial- acontece.

Ensinar música é difícil, as condições não são favoráveis, mas mesmo diante disso temos três princípios para seguir, que nos ajudam a tratar a música como uma forma simbólica, rica em potencial metafórico.

Primeiro princípio: Considerar a música como um discurso, não existe um momento em que a frase (definida de forma ampla) não seja concebida, modelada ou esperada, qualquer forma de notação musical, é uma forma de análise.

Segundo Princípio: Considerar o Discurso musical dos alunos, cada aluno traz consigo um domínio de compreensão musical quando chega às nossas instituições educacionais, nós devemos respeitar sua aprendizagem espontânea. No processo de aprendizagem é necessário deixar um espaço para escolha, não apenas sair ditando sobre autores e regras, compor, tocar e apreciar permite que o aluno tenha sua individualidade respeitada, desta maneira encontramos formas criativas de ensinar, por meio da variedade do discurso musical.

Terceiro Princípio: Fluência no início e no final, músicas de outras culturas diferentes das tradições clássicas ocidentais são muito consciente de terceiro principio - que a influência musical precede a leitura e a escrita musical-.

Princípios da Prática: Quatro exemplos

1-

O

projeto Tower Hamlets: O princípio do projeto era ensinar

instrumentos para as crianças, de uma forma socialmente engajada,

em outras palavras preocupava-se com os dois primeiros princípios.

O

resultado do projeto ofereceu uma impressão do

desenvolvimento sistemático das habilidades técnicas e auditivas. Pode-se afirmar que a maioria dos eventos observados caíram nas categorias de aquisição de técnica e performance musical.

2-

O mestre tambor: Abdulai está consciente do segundo nível metafórico, em que os gestos familiares musicais são transformados em novas relações.

3-

Música numa escola escocesa: Uma estagiária está completando seu último ano de pratica de ensino numa escola escocesa. Ela preparou os estudantes para abordar uma fuga em dó menor de Bach, ela se preocupou como os alunos encontrariam uma forma de entendê-la, o primeiro princípio está evidente nesta situação. Numa sessão desta natureza não existe oportunidade de desenvolver influência musical, mas todos vão embora com uma forte impressão auditiva da música em suas mentes.

4-

Ensino no Brasil: composição de uma peça para ilustrar os princípios que seriam discutidos.