Você está na página 1de 6

os 5 espíritos chineses

No início do meu curso de Acupuntura, alunos e professores preferiam não


comentar sobre o mundo das energias sutis. Talvez para não caracterizar a
Medicina Chinesa como medicina mística.
O silêncio pairava no ar quando uma professora afirmava que em tal ponto
de acupuntura não existia nenhum filamento nervoso. Era apenas um
buraco e mesmo assim era um ponto energético. E assim fomos levando as
aulas.
O silêncio mais aterrador foi quando um dos mestres dizia que a
acupuntura poderia ter a sua origem na cultura de povos que vieram de
outros lugares, além Terra. Extraterrenos - ele disse em alto e bom som. e
assim fomos levando nosso curso nos alimentando de protocolos e mais
protocolos, 2 tsun pra lá, 2 tsun pra cá....sem ter uma visão geral do que é
realmente a MTC.
No final do curso, parecendo que nada de novo iria despontar no horizonte,
os professores começaram a considerar o mundo das energias sutis.....talvez
tarde demais pra nossas mentes focadas em sermos "picadores".
Mas graças ao Imperador Amarelo, considerado Divino, nos deixou um
legado que ninguém pode refutar: a descrição da segunda linha do
meridiado da Bexiga que abriga os 5 aspectos espirituais: Shen, Hun. Po,
Yi e Zhi.
1- Localização dos 5 pontos espirituais
Tabela dos 5 aspectos espirituais na Medicina Chinesa
energia "Qi"
“QUEM CUIDA DO QI DOS OUTROS, DEVE CUIDAR DO SEU PRÓPRIO QI, SENÃO ADOECE”

Verdade verdadeira, mas que ninguém presta atenção. Então, aguce o senso da
observação, sem preguiça. Não sei se você se lembra que a ignorância nos leva a
mistificar tudo que nos acontece, principalmente em relação à nossa saúde.

Verifiquem a saúde de todas as pessoas envolvidas na MTC. Doenças agudas,


crônicas, comportamento, tom de pele, vitalidade.....assim você vai se
conscientizando que nem sempre os profissionais da MTC se cuidam.

Sabemos que quando cuidamos de pessoas enfermas, provavelmente, por uma


questão de freqüência, as nossas células vão adoecendo também...

Como neutralizar todo esse peso? Santo de casa não faz milagres? Claro que não
faz. Quem tem que iniciar algo de positivo, verdadeiro e saudável é o próprio
terapeuta. Abrindo o “Google” nos deparamos com muitas terapias, danças, yôga,
controle da mente....e Tai Chi Chuan...

Ai meu Deus!! Eu prefiro o milagre do que ficar copiando aqueles movimentos


lentos e complexos. Saio de pescoço duro de tanto ficar olhando o instrutor que
nada fala, não emite um som sequer......é o que a maioria pensa.....e daí saem
correndo pelos parques durante o horário das onze da manhã, o horário do
coração!! Isso sim é cutucar o panda com a vara curta...Sabe-se que no horário do
coração (11 às 13h) devemos pegar leve.....

Mas eu não tenho um pingo de paciência pra fazer Tai Chi Chuan.....mas me diz
uma coisa: vc opta em fazer um curso de MTC e saí por aí correndo em esteiras e
carregando peso dando de marombeiro?

Saber aterrar utilizando o chão como apoio, flexionando os joelhos sem deixá-los
arquear para dentro já é um bom começo......manter os pés literalmente no chão e
girar o tronco mantendo os quadris imóveis.....não há energia Qi que emperre em
nossos meridianos.

A Nasa (Agência Espacial Norte Americana) observou que astronautas não


apresentavam nenhuma doença quando expostos a não gravidade. Após estudos e
pesquisas, chegaram a conclusão de que movimentos realizados sem gravidade,
portanto lentos, quando mudavam de direção ou desaceleravam, obrigavam os
centros de todos os átomos que compunham o organismo , a voltarem aos seus
eixos.

Desse modo, os átomos liberavam quantidades pequenas de radiação nuclear,


provocando um efeito higienizante nesse organismo.

O que nos resta é sair de formatações escravizantes e optar pelo mais saudável .
Quem sabe não chegamos a ser praticantes de Tai Chi mesmo na melhor idade
como na antiga China?

Se você é consciente de situações semelhantes, divulgue, converse a respeito.


Horrível mesmo é vc não ir a fundo no que acredita e ficar achando que o mesmo
protocolo vai resolver a vida de todas as pessoas. O papagaio, a ave, é que adora
ficar repetindo frases e imitando vozes.
Buraco Negro

Incrível! Numa das aulas de acupuntura, mais precisamente no intervalo, perguntei a


professora de onde a acupuntura surgiu. Sem titubear ela me disse que vinha dos primeiros
povos extraterrenos que habitaram este planeta. A teoria tinha sido comentada por dois
outros professores. Só queria comparar as informações.

Em seguida a esta afirmação, através de slides, ela mostra uma foto aumentada de uma
região interna do corpo humano e pede pra observarmos um ponto de acupuntura que se
localizava num vazio, num buraco....aumentado muito mais vezes, esse buraco estava oco e
vazio e nada passava por ele...filamentos nervosos, fibras, tecidos, etc....e , conforme
experiência profssional, fazia grande diferença quando tonificado ou sedado para fins de
tratamento.

movimentar o "Qi"

HINO A ENERGIA “Qi”


A letra da música “Meu Bem, Meu Mal” de Caetano Veloso retrata muito bem o
que é a energia “Qi”.
A energia “Qi” é tudo. Estamos vivos porque ela está se movimentando dentro e
fora de nós. Graças à sabedoria milenar chinesa, podemos explicar a energia “Qi”
através do movimento da Natureza, sem artifícios, sem equívocos... Observe a letra da
música:

Meu Bem, Meu Mal


De: Caetano Veloso
Você é meu caminho,
Meu vinho, meu vício,
Desde o início estava você.
Meu bálsamo benigno,
Meu signo, meu guru,
Porto seguro onde eu voltei.
Meu mar e minha mãe,
Meu medo e meu champagne,
Visão do espaço sideral.
Onde o que eu sou se afoga,
Meu fumo e minha ioga,
Você é minha droga,
Paixão e carnaval.
Meu zen, meu bem, meu mal.

Se fizermos uma análise sob o ponto de vista da energia “Qi”, essa composição
de Caetano Veloso nos faz entender mais profundamente o que a energia “Qi” pode
causar:
- pode ser o nosso caminho de cura se ela fluir naturalmente (você é meu
caminho);
- pode ser nosso elixir, quando estivermos estressados (meu vinho);
- viver sem a energia “Qi” é impossível, a vida de desfaz (meu vício);
- sem a energia “Qi”, não há vida (desde o início, estava você);
- dores físicas e emocionais cessam quando a energia “Qi” é liberada (meu
bálsamo benigno);
- símbolo da Vida e Longevidade (meu signo, meu guru);
- por mais que procuremos as causas de nossos sofrimentos, lá está a energia
“Qi” nos acenando (porto seguro, onde eu voltei);
- há um ponto na acupuntura que se chama “Mar de Qi” – QIHAISHU
(B24) (meu mar....);
- os Taoístas adoram explicar a Medicina Chinesa através das palavras que
expressam relações de parentescos – mãe, filho, neto – e até mesmo de cargos oficiais –
ministro, imperador – como, por exemplo, “o Sangue (Xue) é mãe da energia Qi” (e
minha mãe);
- quando a energia Qi estagna, ela pode causar vários sentimentos, o medo é um
deles (meu medo...);
- comemorar a Vida, comemorar a energia “Qi” e sentir sua leveza em nosso
interior, no nosso corpo e ao nosso redor, brindar a sua presença (e meu champagne);
- num dia claro, olhe fixo para o azul do céu, sua visão se acostuma com a
claridade e você passa a enxergar pequenos pontos prateados se movimento no
espaço...é a energia Qi (visão do espaço sideral);
- a energia “Qi” alimenta nosso corpo, nossos órgãos, nossos músculos, nossos
ossos, nossa visão, nosso planeta (onde o que eu sou se afoga);
- com a energia “Qi”, obtemos o prazer em viver e de estar em comunhão com o
Universo (meu fumo....);
- com a energia “Qi”, obtemos o equilíbrio em nossa vida, em nosso corpo, em
nossa mente (minha ioga...);
- com a energia “Qi” em harmonia, sem estagnações, você flui com o
movimento do Universo e do Planeta, se sente integrado à Natureza da forma mais
simples e sadia (você é minha droga);
- se a energia “Qi” estiver estagnada, pode desequilibrar seu organismo, seus
órgãos e até suas emoções, causando sentimentos exagerados e ações além dos nossos
limites, o caminho do meio é uma boa opção (paixão e carnaval);
- sentir circular a energia “Qi” em nosso corpo na mais perfeita harmonia pode
nos levar a uma satisfação plena interna (meu zen....);
- a Alimentação, baseada nos sabores, a Fitoterapia para auxiliar a energia “Qi” a
se movimentar, a Tuiná – massagem chinesa – para desbloquear a energia parada, os
Exercícios Corporais e Respiratórios para fazer a energia “Qi” estar sempre circulando e
a prática da Acupuntura para prevenir a doença... são opções para o nosso bem estar
(meu bem...);
- pensamento negativo, raiva, frustração, o vento, o calor, o frio, a umidade, a
secura, a tristeza, alimentação inadequada, o estresse, contribuem para que a nossa
energia “Qi” se estagne, é o nosso mal (meu mal...).
VOCÊ JÁ SENTIU A ENERGIA “Qi”?
Sabe-se que a energia “Qi” corre pelos meridianos que são canais ao
longo do nosso corpo, invisíveis aos olhos da maioria dos humanos. Os
velhos sábios taoístas não só viam a energia como também a sentiam e, por
isso, a tratavam de um modo particular. Vide a literatura existente sobre a
prática milenar da medicina chinesa.
A intuição humana, inata, há muito foi abolida por nós mesmos ou o
pior: armamos uma cilada para que todas as nossas faculdades inerentes,
fossem anuladas em nome de uma sociedade castradora, de governos
déspotas e de sistemas de saúde que beneficiam alguns poucos.
Assim, quando citamos a “intenção” para equilibrar um organismo,
nos parece coisa de outro mundo. O que vemos são apenas ferramentas sem
vida, sem direção como nas agulhas de acupuntura. Não há a intenção, não
há o propósito do equilíbrio. Há sim um poder que damos as agulhas
achando que elas próprias irão desbloquear qualquer estagnação da energia
“Qi” por exemplo. E, nós, novamente ficamos emperrados em nossa
autoestima rastejante limitados em não participar do processo de equilíbrio
de nossos pacientes.
Ponta da língua no céu da boca, contração do períneo, braços como
se estivéssemos abraçando uma árvore, plantas dos pés totalmente apoiadas
no chão, costas retas e queixo contraído. Quem nos olha, não percebe que
na linha mediana do nosso corpo corre a órbita microcósmica que passa por
vários pontos correspondentes aos nossos órgãos, vísceras e membros.
Como se fosse um pequeno choque como se houvesse uma formiga
minúscula andando nessa órbita, você faz fluir a energia “Qi”. Ela anda
sutilmente e delicadamente na nossa linha mediana significando Vida em
movimento.

Você também pode gostar