Você está na página 1de 12

Eletricidade II

Condutância e Resistividade
A figura abaixo ilustra um circuito completo, com uma fonte de alimentação DC. Com base
na figura, marque a alternativa correta:

a. se trata de um circuito completo ou aberto, onde pela carga circula uma tensão.

b.
Como se trata de um circuito alimentado por uma fonte AC, a corrente flui sempre no mes
mo sentido.
c. O sentido de corrente adotado é o sendo real da corrente, ou seja, do negativo para o

positivo.
d.se trata de um circuito completo ou aberto, onde pela carga circula uma corrente.

A condutância é o inverso da resistência, ou seja, quando menor for a resistência de um m


aterial, maior será a condutância.

Verdadeiro
Falso
Sobre Como o fluxo de corrente é controlado, assinale a alternativa INCORRETA:

Escolha uma:
a. a intensidade da corrente que circula por um circuito depende basicamente de Tensão fornecida
pela fonte de energia e da característica da carga.
b. a relação entre a tensão e a corrente, que resulta na eficiência dos equipamentos, mais
especificamente na potência elétrica, a qual resulta no trabalho.
c. Se a corrente que circular pela carga for baixa (abaixo do valor nominal para o seu correto
funcionamento), a mesma acenderá com baixa intensidade.
d. Aparelhos eletrônicos não são projetados para funcionar de acordo com uma intensidade de

corrente.
Resistividade elétrica (também resistência elétrica específica) é uma medida da oposição de um material
ao fluxo de corrente elétrica. Quanto mais baixa for a resistividade mais facilmente o material permite a
passagem de uma carga elétrica. Sua unidade no SI é o ohm metro (Ω m).
Escolha uma opção:

Verdadeiro
Falso
O que é “coeficiente de temperatura"?
a. só ocorre uma alteração dos valores absolutos de resistividade e condutividade dos materiais de
acordo com a variação da temperatura de 1 ºC exatamente.
b. ocorre uma alteração dos valores absolutos de resistividade e condutividade dos materiais de

acordo com a variação da temperatura de 5 ºC (referência).


c. não há alteração dos valores de resistividade e condutividade dos materiais de acordo com a
variação da temperatura de 1 ºC (referência).
d. ocorre uma alteração dos valores relativos de resistividade e condutividade dos materiais de
acordo com a variação da temperatura de 1 ºC (referência).

Análise de redes DC
Calcular no circuito abaixo as tensões nos resistores R1, R2 e R3 respectivamente.

a. 60V, 12V e 27V

b. 60V, 27V e 12V


c. 27V, 60V e 12V
d. 12V, 27V e 60V
Calcular no circuito abaixo as correntes nos resistores R1 e R5 respectivamente.

a. iR1 = 644,44mA e iR5 = 121,11mA


b. iR1 = 444,44mA e iR5 = 121,11mA
c. iR1 = 922,22mA e iR5 = 422,12mA

d. iR1 = 944,44mA e iR5 = 111,11mA


Calcular no circuito abaixo as tensões nos resistores R1, R2 e R3 respectivamente.

Escolha uma:
a. VR1 = 2,514V ; VR2 = 5,486V e VR3 = 3,108V
b. VR1 = 3,514V ; VR2 = 3,486V e VR3 = 5,108V
c. VR1 = 3,514V ; VR2 = 2,486V e VR3 = 1,108V

d. VR1 = 1,514V ; VR2 = 6,486V e VR3 = 2,108V


Calcular no circuito abaixo as tensões nos resistores R1, R2 e R3 respectivamente.

a. VR1 = 2,514V ; VR2 = 5,486V e VR3 = 3,108V

b. VR1 = 1,514V ; VR2 = 6,486V e VR3 = 2,108V


c. VR1 = 3,514V ; VR2 = 3,486V e VR3 = 5,108V
d. VR1 = 3,514V ; VR2 = 2,486V e VR3 = 1,108V
calcular no circuito abaixo as tensões nos resistores R2 e R3 respectivamente.

a. VR2 = 14,167V e VR3 = 16,667V


b. VR2 = 12,167V e VR3 = 26,667V
c. VR2 = 15,167V e VR3 = 12,667V
d. VR2 = 12,167V e VR3 = 17,667V
Ponte de WHEATSTONE
Dado o circuito abaixo, calcule o valor de R3 para equilibrar a ponte

a. R3=20,7 KΩ
b. R3=13,8 KΩ
c. R3=18,7 KΩ
d. R3=19 KΩ
Dado o circuito abaixo, calcule a corrente e a tensão no resistor R1:

a. 3A
b. 1A
c. 4A
d. 2A
Dado o circuito abaixo, calcule a corrente e a tensão no resistor R2:

a. 4,5A b. 4A c. 5,5A d. 5A
O circuito básico da Ponte de
wheatstone é composto por uma fonte de tensão, um voltímetro e uma rede de quatro resistore
s, sendo três destes conhecidos e pelo menos um deles ajustável.
Verdadeiro
Falso

Capacitores Série e Paralelo

Calcule a CT entre os pontos A e B:

a. 33,85μF

b. 48,85μF

c. 38,75μF

d. 32,90μF
Na associação série de capacitores, a capacitância equivalente (CT) é maior d
o que o menor valor de capacitância associada ao circuito.
Escolha uma opção:

Verdadeiro

Falso
Dado o circuito abaixo, sabendo-
se que a carga adquirida por C5 é 12μC, determine o valor da tensão de entr
ada E.

a. E = 103,1 V b. E = 93,1 V c. E = 95 V d. E = 105,7 V


A capacitância total (CT) de uma associação paralela resulta na soma de toda
s as capacitâncias do circuito. Neste caso, a CT será sempre maior do que o
maior valor de capacitância associada ao circuito.
Escolha uma opção:

Verdadeiro

Falso
Quando o capacitor possui um isolante elétrico entre suas placas, sua capacit
ância aumenta.
Escolha uma opção:

Verdadeiro

Falso

Circuitos RC
Quando ocorre um aumento da constante de tempo ou uma
diminuição da freqüência, a amplitude da tensão nos extremos do capacitor diminui.
Escolha uma opção:
Verdadeiro
Falso
A amplitude da tensão nos extremos do capacitor vai depender da constante de tempo RC d
o circuito ou ainda, da freqüência da tensão do gerador.
Verdadeiro
Falso
Qual será a constante de tempo () quando um capacitor de 10F for associado a um resis
tor de
330k?
Escolha uma:
a. 4,3s

b. 1,3s

c. 3,3s

d. 2,3s
O produto RC recebe o nome de constante de tempo, normalmente representada pela letr
a grega (tau). A unidade de medida é o segundo (SI).
Escolha uma opção:
Verdadeiro
Falso
Texto da questão
A constante de tempo é a mesma para a carga e descarga de um capacitor, quando em par
alelo com um resistor.
Escolha uma opção:
Verdadeiro
Falso

Teorema de Thévenin e Norton


Calcule o equivalente Thévenin no circuito a seguir:
Escolha uma:
a. Vth = 15V e Rth = 3,4Ω
b. Vth = 13V e Rth = 3,3Ω
c. Vth = 12V e Rth = 2,4Ω
d. Vth = 2,4V e Rth = 12Ω
Calcule a corrente I da carga do circuito abaixo:

Escolha uma:
a. 2A
b. 3A
c. 1A
d. 4A
O teorema de Norton tal como o Teorema de Thévenin permite simplificar redes elétricas
lineares, reduzindo-as apenas a um circuito mais simples: um gerador de corrente com uma
resistência em paralelo.
Escolha uma opção:
Verdadeiro
Falso
Calcular a tensão, corrente e potência na carga utilizando o teorema de Thévenin:

Escolha uma:
a. 28,36W
b. 18,36W
c. 38,36W
d. 48,36W
Calcular a tensão na carga, usando o teorema de Norton:

Escolha uma:
a. 18V
b. 20V
c. 19V
d. 21V
Bipolos não Ôhmicos
Os bipolos ôhmicos, também denominados bipolos não-lineares, são aqueles que obedecem a
lei de Ohm, isto é, para esses elementos é possível calcular a corrente que por eles circula, ou
mesmo a resistência total ou equivalente de uma associação, através dos valores individuais e
com as relações 1/Rt = 1/R1 + 1/R2 + ...1/Rn quando se tratar de uma associação em paralelo
ou, Rt = R1 + R2 + ...Rn quando se tratar de uma associação em série.

Escolha uma opção:

Verdadeiro

Falso

Como varia a resistência de um NTC com a variação da tensão nos seus terminais?

Escolha uma:

a. quanto maior a tensão nos pólos, menor a resistência.

b. quanto maior a tensão nos pólos, maior a resistência.

c. quanto menor a tensão nos pólos, menor a resistência.

d. quanto menor a tensão nos pólos, maior a resistência.


Na associação de bipolos não ôhmicos ou não lineares, não existe uma relação
matemática simples; essas relações são mais complexas.
Escolha uma opção:

Verdadeiro

Falso

As figuras abaixo ilustram as curvas características de um bipolo não ôhmico e de um


bipolo ôhmico respectivamente:

Verdadeiro

Falso

O NTC é um resistor não linear, de coeficiente negativo, cuja resistência varia sob a
ação da temperatura.

Verdadeiro

Falso

Figuras de Lissajous
Qual é o procedimento para se obter uma figura de Lissajous em um osciloscópio?
Escolha uma:
a. consiste em compor perpendicularmente os dois sinais, injetando-se os sinais de referência nas
duas entradas do osciloscópio.
b. consiste em compor paralelamente os dois sinais, injetando-se o sinal de referência na entrada
vertical e o outro sinal na entrada horizontal do osciloscópio.
c. NDA
d. consiste em compor perpendicularmente os dois sinais, injetando-se o sinal de referência na
entrada vertical e o outro sinal na entrada horizontal do osciloscópio.
A tela de um osciloscópio mostra a forma de onda a seguir:
Sabe-se que o amplificador vertical está calibrado para 50V/div e o amplificador horizontal em
2ms/div.
Qual é a Frequência?
Escolha uma:
a. 125 Hz
b. 250 Hz
c. 125 kHz
d. 100 Hz
A figura abaixo mostra a figura de Lissajous resultante da diferença de frequências entre dois
sinais.
Sabe-se que o sinal de referência aplicado na entrada vertical do osciloscópio é de 2kHz.
Calcule a frequência desconhecida.

Escolha uma:
a. 285 Hz
b. 2000 Hz
c. 571 Hz
d. 0 Hz
A tela de um osciloscópio mostra a forma de onda a seguir:
Sabe-se que o amplificador vertical está calibrado para 50V/div e o amplificador horizontal em
2ms/div.
Qual é a tensão de Pico?
Escolha uma:
a. 300V
b. 100V
c. 150V
d. 200V
A figura a seguir mostra a figura de Lissajous resultante da defasagem entre dois sinais de mesma
frequência. Calcule a defasagem.

Escolha uma:
a. 41,81º
b. NDA
c. 42,87º
d. 72º