Você está na página 1de 21

O caso da aeronave 160965 – Navy 47 (ex USAF 75-00754)

Esta aeronave foi entregue no ano fiscal de 1975, logo ela ainda não tinha trocado o
LEX e o nariz (essas modificações foram inclusas nos novos F-5E/F a partir de 1979 e
algum tempo depois um pacote com essas alterações foi oferecido aos operadores dos
“bicudos” daí o motivo da aeronave 160965 ter recebido essas modificações).
Inicialmente a mesma operou no NFWS, depois passou para o VFA 127. A seguir foi
para o VF 43, depos para o VF 45 e por fim foi para o VFC 13 quando colidiu com um
F/A-18, caindo com perda total. Apesar, no início, ter recebido matrícula da USAF,
sempre foi da US Navy.
Conforme o livro Colors & Markings vol. 06, inicialmente este avião operou com dois
esquemas de camuflagem. O primeiro com dois tons de gray e um tom de blue-gray
(prováveis FS’s: 36375, 36495 e 35237) com o número 47 no nariz pintado de light
gray e as bordas em black (quando usou essa camuflagem o nariz primeiramente era
pintado de flat black e posteriormente essa peça foi “emglobada” pela camuflagem),
depois aplicou uma segunda camuflagem com as cores brown, tan e dark green
(prováveis FS’s 20400, 30219 e 34079 ) com o número 47 no nariz pintado de red com
as bordas em white. Esta aeronave, como dito no parágrafo anterior, tanto operou com o
nariz normal e LEX normal como também com SharkNose e LEX a 45º (aparentemente
as modificações foram feitas quando da aplicação da segunda camuflagem ou ainda
quando esta já tinha sido aplicada). Quando usou o primeiro tipo de camuflagem, a
aeronave tinha aquelas “tiras” em vermelho próximo ao escape dos motores (tem 03
fotos no livro mencionado acima com tal detalhe) e quando introduziu a segunda
camuflagem ainda se mantinha as tais “tiras”, mas logo depois essas foram retiradas,
presumindo que foi por canta de retoques na pintura. Na época em que a aeronave usava
a segunda camuflagem, recebeu uma quarta cor, ou seja, em relação a camuflagem
brown, tan e dark green com os prováveis FS’s 20400, 30219 e 34079, foi introduzida
em somente um local do avião (na fuselagem atrás do cockpit pegando pequena porção
das asas – fuselagem e asas inferiores não tinham essa cor) uma cor que provavelmente
seria o FS 33531 no lugar do FS 20400. Ao ser transferida para o VFA 127, manteve a
segunda camuflagem. Quando a aeronave foi para o VF 43, depois para o VF 45 e por
fim para o VFC 13, a aeronave recebeu uma camuflagem com dois tons de gray e um de
blue-gray, que podem ser os seguintes FS’s 36495, 36375 e 35237.

Ainda sobre as camuflagens aplicadas nessa aeronave, existe a dificuldade de


informações 100% corretas. Como dito anteriormente foram três camuflagens (podendo
ter existido variações em seus FS’s - tonalidades e no traçado da camuflagem) e
referente a segunda pintura foram colhidas os nomes das cores em pelo menos três
fontes a saber:

KIT MONOGRAM FS 34092 FS 30257 FS 30118


DECAL MICROSCALE 48-316 FS 34079 FS 20400 FS 30219 FS 33531
DECAL FURBALL 48-056 FS 34079 FS 30400 FS 30140

Alguns pesquisadores afirmam que a segunda camuflagem era semelhante as aplicadas


nos F-5E/F dos países do oriente médido como Irã e Arábia Saudita. Examinando as
fotos posso concluir (opinião pessoal) que a camuflagem que se aproxima mais do real é
a indicada no decal da Microscale.
A título de curiosidade, o F-5F em questão foi usado no filme TopGun e o mesmo
recebeu uma pintura temporária em semi-gloss black FS 27038. Durante as filmagens
foram usados também 03 F-5E Tiger II e um outro F-5F com a mesma pintura.

Duas informações interessantes dos bicudos biplaces para o plastimodelista de plantão:

- a primeira é um detalhe no canopy traseiro dessa aeronave. Foi acrescentada do lado


esquerdo uma espécie de “entrada de ar” (válvula de pressurização) que faz parte do
sistema de pressurização e condicionamento do cockpit. Todos “bicudos” biplaces
receberam tal detalhe e isso ocorreu por conta do cockpit ser maior e aí o sistema de
condicionamento é superdimensionado. Deve-se observar que a versão monoplace não
tinha tal detalhe e o mesmo foi acrescentado com as modernizações recebidas por essa
versão como as executadas pela Suíça, Taiwan, Cingapura, Brasil dentre outros países
(os novos aviônicos dissipam muito calor). Algumas aeronaves monoplaces da US
Navy e USMC possuem tal detalhe já que vieram da Suíça;

- a segunda informação foi o acréscimo de um peso extra de 300 libras localizado entre
os motores na parte inferior da fuselagem. Isso foi feito para fornecer o equilíbrio
adequado por conta do nariz mais longo e o peso extra na frente da aeronave resultante
do segundo cockpit. Os F-5F’s que foram para a US Navy e posteriormente para o
USMC não tem o radar no nariz sendo desnecessário a colocação desse peso.

São colocadas mais abaixo uma série de fotos e os chips das cores.
Fotos da segunda camuflagem:
Os chips das cores da segunda camuflagem:

FS 30118

FS 30140

FS 30219
FS 30257

FS 30400 OU 20400

FS 33531
FS 34079

FS 34092
Fotos de todas as camuflagens: