Você está na página 1de 2

A principal meta da educação é criar homens que sejam capazes de fazer

coisas novas, não simplesmente repetir o que outras gerações já fizeram.


Homens que sejam criadores, inventores, descobridores. A segunda meta da
educação é formar mentes que estejam em condições de criticar, verificar e
não aceitar tudo que a elas se propõe.

Jean Piaget

DIDÁTICA

1) AULA 7-A história do barômetro foi um alerta para a necessidade de rever os


métodos de avaliação, que devem diagnosticar o que o aluno realmente
aprendeu, absorveu e não mera cobrança de conteúdo memorizado.

2) Na teoria criada por Dudley Lynch e Paul Kordis o melhor animal é o


golfinho, porque é um vencedor permanente. Procura sempre ter equilíbrio e
atender as necessidades de todos, num jogo constante de ganha-ganha.

MÚLTIPLA ESCOLHA

1) AULA 4 - A

2) AULA 7 - A

3) D

4) AULA 5 – A

5)

1-F - O professor não reservar espaço para novas descobertas dos alunos é
considerado um método novo ou ativo.

2-V - Na escola crítica a didática estuda o ensino, que por sua vez visa formar
o cidadão.

3- V - Avaliação com função formativa tem como propósitos: informar o


professor e o aluno sobre o rendimento da aprendizagem e localizar as
deficiências na organização do ensino. AULA 7

4 – F - Ministrar aulas sentado ainda é um método eficaz para aulas


expositivas..AULA 2

5 - F - Em didática a técnica não é a operacionalização do método.-AULA 2

6 - F - Uma dica de gesticulação é o gesto obsceno para chamar


atenção.AULA 2
7 - F Durante uma aula em sala deve-se evitar o contato visual com o aluno.
AULA 2

8 - V O projetor de multimídia tem, como uma das vantagens, tornar a


apresentação mais interessante. AULA 3

METODOLOGIA

1) PERÍCIA MÉDICA NO DIREITO PREVIDENCIÁRIO E O NOVO CPC

JUSTIFICATIVA DA ESCOLHA DO TEMA: O Novo Código de Processo Civil


trouxe inúmeras inovações no âmbito da produção de prova pericial, e ao
incorporar vários entendimentos jurisprudenciais adotados na vigência o código
revogado, enriqueceu a legislação e afastou a possibilidade de discussões
muitas vezes infundadas.

2) PROBLEMA: A perícia médica é meio de prova essencial para a concessão


e/ou manutenção de benefícios por incapacidade. O novo CPC prestigia o
perito, exige maior transparência para a sua indicação e reforça a necessidade
do conhecimento técnico especializado, mas como conseguir a aplicação
prática da nova sistemática processual, frente às arbitrariedades cometidas no
Poder Judiciário?

3) HIPÓTESES: O profundo conhecimento da norma processual e a insistência


em sua aplicabilidade por parte dos operadores do direito é a única alternativa
para que a lei seja cumprida.

4) OBJETIVOS GERAIS: Analisar o instituto processual da prova pericial,


abrangendo os artigos 464 a 480 do Código de Processo Civil.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Analisar a Perícia Médica no âmbito do Direito


Previdenciário judicial.

5) Ambos são elementos pós-textuais. Contudo, o Apêndice é documento


elaborado pelo autor, como por exemplo, uma pesquisa ou questionário. Já o
Anexo é um documento não elaborado pelo autor, como um texto de lei, por
exemplo.