Você está na página 1de 7

Biologia

Adaptações a falta de água em animais e plantas

Resumo

Adaptações à falta de água nos Animais

No grupo dos invertebrados, os insetos foram os primeiros que conquistaram o ambiente terrestre ou maneira
efetiva. Dentre os vertebrados, os répteis foram selecionados com as adaptações necessárias.

Revestimento
A pele se apresenta espessa, seca e impermeável nos répteis. Nos insetos, a presença do exoesqueleto de
quitina, além de proteção, evita a perda excessiva de água.

Reprodução
A fecundação interna permitiu a independência da água para a união dos gametas. Além disso, nos répteis,
anexos embrionários como âmnio, alantoide e a presença de casca espessa mantém o embrião com
disponibilidade de água.

1
Biologia

Excreção
A eliminação de ácido úrico, que ocorre tanto em insetos como em répteis, é a forma que demanda menor
quantidade de água para a excreção, dada sua insolubilidade. Além disso, há a eliminação de menor
quantidade de urina, embora muito concentrada.

Adaptações à falta de água nas plantas

Estômatos
Os estômatos são estruturas localizadas na epiderme, principalmente na porção inferior das folhas. Permite
a troca de gases (CO utilizado como substrato da fotossíntese e O gerado nesse processo). Entretanto,
2 2

quando aberto, propicia a perda de água por transpiração.

Um estômato é formado por células guarda e células anexas. O ostíolo é o nome dado ao orifício que permite
a comunicação.

O potássio é o íon envolvido nessa regulação. Quando há disponibilidade de água, há o bombeamento por
transporte ativo de potássio para dentro das células-guarda, elevando a pressão osmótica. A entrada de água
por osmose deixa as células-guarda túrgidas, abrindo o estômato.

Quando o potássio sai da célula, por difusão, há a saída de água por osmose das células-guarda, ocasionando
no fechamento do estômato.

Não só a água, mas a incidência de luz também regula a atividade dos estômatos. Quando há maior taxa
luminosa, a tendência é a abertura dos estômatos para a entrada do CO , substrato da fotossíntese.
2

Plantas com metabolismo CAM


Nesse caso, os estômatos se abrem somente durante à noite, devido às altas temperaturas diurnas e
possibilidade de perda de grande quantidade de água.

2
Biologia

Características dos vegetais de clima árido


Também chamadas de “xerófitas”, as plantas que vivem em ambiente seco possuem adaptações que
facilitam a captação e armazenamento de água, assim como evitam a perda dessa substância fundamental
à vida.

Raízes
Suas raízes são longas, para alcançar água nas regiões mais profundas do solo;

Caule

São adaptados para acumular água. Dentre os tecidos vegetais, o parênquima aquífero é especializado nessa
reserva.

Folhas
São pequenas, para reduzir a superfície de perda de água por transpiração, ou modificada em espinhos, com
o mesmo propósito. Algumas plantas perdem suas folhas no período da estiagem, numa tentativa de poupar
água.

3
Biologia

Exercícios

De acordo com a teoria mais corrente, este grupo animal constitui os primeiros vertebrados
efetivamente equipados para a vida terrestre em lugares secos, em decorrência das adaptações abaixo
enunciadas:
• Presença de pele seca e relativamente impermeável;
• Presença de órgãos respiratórios internos;
• Fecundação interna e independente da água;
• Presença de ovos com casca grossa;
• Presença de âmnio e alantóide;
• Excretam ácido úrico.

O grupo animal vertebrado em questão são:


a) os mamíferos.
b) as aves.
c) os répteis.
d) os anfíbios.
e) os peixes.

Nos vertebrados, a presença de ovos com casca representou um grande avanço em termos de
adaptação evolutiva.
a) Esse caráter está presente em quais grupos de vertebrados?
b) Que novidade evolutiva substituiu a função desempenhada pelos ovos com casca? Comente sobre
uma provável consequência do surgimento desse caráter

Muitas estruturas surgiram nas plantas para possibilitar sua sobrevivência no ambiente terrestre.
Analise as alternativas a seguir e marque aquela que indica uma adaptação que evita a dessecação.
a) Estômatos.
b) Raízes.
c) Cutícula.
d) Tecidos vasculares.
e) Esporos.

Analise as alternativas a seguir e marque aquela que representa uma importante estrutura presente nas
plantas terrestres que auxilia nas trocas gasosas com o meio.
a) Estômatos.
b) Raízes.
c) Cutícula.
d) Tecidos vasculares.
e) Esporos.

4
Biologia

As plantas xerófitas apresentam adaptações que possibilitam sua sobrevivência em ambientes secos.
Selecione abaixo quais são essas adaptações.
a) Cutícula espessa, pneumatóforos.
b) Suculência, cutícula espessa.
c) Raiz epivotante longa, pneumatóforos.
d) Cutícula espessa, raiz epivotante pouco desenvolvida.
e) Suculência, raiz epivotante pouco desenvolvida.

Muitas espécies de plantas lenhosas são encontradas no cerrado brasileiro. Para a sobrevivência nas
condições de longos períodos de seca e queimadas periódicas, próprias desse ecossistema, essas
plantas desenvolveram estruturas muito peculiares.
As estruturas adaptativas mais apropriadas para a sobrevivência desse grupo de plantas nas condições
ambientais do referido ecossistema são:
a) Cascas finas e sem sulcos ou fendas.
b) Caules estreitos e retilíneos.
c) Folhas estreitas e membranosas.
d) Gemas apicais com densa pilosidade.
e) Raízes superficiais, em geral, aéreas.

O ácido úrico é a principal excreta dos insetos e constitui uma importante adaptação ao meio terrestre,
uma vez que é eliminado sem que ocorra perda de água. Nesses animais, a excreção ocorre por meio
do(a)(s):
a) Rins.
b) Traqueia.
c) Metanefrídeos.
d) Túbulos de Malpighi
e) Glândulas verdes.

Os insetos, assim como outros artrópodes, possuem um exoesqueleto quitinoso relacionado com a
proteção contra predadores e a perda de água. Esse exoesqueleto, no entanto, é um grave problema
quando o assunto é crescimento. Marque a alternativa que apresenta o nome do processo que garante
o crescimento desses animais.
a) Metamorfose.
b) Permuta.
c) Ecdise.
d) Pupa.
e) Evolução.

5
Biologia

Observe a figura a seguir.

O animal representado vive em regiões áridas e possui urina muito hipertônica em relação ao sangue.
Todas as alternativas apresentam adaptações desse animal ao meio ambiente, EXCETO:
a) Ausência de transpiração mesmo em altas temperaturas.
b) Eliminação de amônia como produto nitrogenado.
c) Eliminação de fezes praticamente desidratadas.
d) Eliminação de pouca água na urina.
e) Hábitos noturnos e ocupação de buracos na terra durante o dia.

Os vertebrados conquistaram o ambiente terrestre através da formação de um tipo de ovo capaz de se


desenvolver fora da água. Esta conquista aparece na primeira vez em:
a) Mamíferos
b) Aves
c) Répteis
d) Anfíbios
e) Peixes

6
Biologia

Gabarito

1. C
Os répteis são os vertebrados com adaptações ao ambiente seco, como as descritas na questão.

2. Ovos com casca ocorrem em todos os representantes das classes répteis e aves e em determinados
mamíferos como o ornitorrinco e équidna (mamíferos aplacentados pertencentes à ordem dos
monotremados).
A placenta representa a novidade evolutiva, pois realiza as funções de nutrição, respiração e excreção
desempenhadas por outros anexos embrionários, como o alantoide, o saco vitelino e o cório. A placenta
permitiu que o desenvolvimento embrionário e o fetal ocorresse totalmente no interior do organismo
materno.

3. C
A cutícula diminui a perda de água por transpiração, pois possui um caráter lipofílico (formada por
polímeros de ácidos graxos) em decorrência da cutina, revestindo de forma contínua.

4. A
Os estômatos são as estruturas que permitem as trocas gasosas com o meio, embora a abertura dos
estômatos propicie a perda de água. Dessa forma, a regulação da abertura e fechamento é fundamental
para as plantas com restrição hídrica.

5. B
A cutícula espessa reduz a perda de água, assim como tecidos de reserva de água (parênquima aquífero).

6. D
A alta pilosidade protege as gemas apicais contra o fogo. Queimadas são comuns no Cerrado, e as
plantas são adaptadas a esse ambiente. Se ocorrer uma queimada, os pelos queimam, mas não a gema
apical, que permanece intacta.

7. D
Os insetos, classe do filo dos artrópodes, elimina ácido úrico por um sistema conhecido como túbulos
de Malpigui.

8. C
Embora evite a perda de água, o exoesqueleto limita o crescimento em etapas, conhecidas como mudas
ou ecdises, que ocorrem na troca desse exoesqueleto.

9. B
Amônia é a excreta característica dos invertebrados aquáticos e peixes ósseos.

10. C
Os répteis são os vertebrados com adaptações ao ambiente seco, como as descritas na questão.