Você está na página 1de 2

PROCEDIMENTO CÓDIGO: POP ENF 9.

1
OPERACIONAL PADRÃO Data da Emissão: 30/06/2017
VERSÃO: 01

CENTRO CIRÚRGICO GERAL Data de Revisão: 30/01/2018


Próxima Revisão: 30/01/2020

ADMISSÃO DO PACIENTE NO CENTRO CIRÚRGICO GERAL

Responsável pela elaboração do POP: Aprovado por:


Enfermeira Maria Inês Kloh Enf. Sandra Souza de Lima Rocha (DIEN)
Enf. Maria Helena de Souza Praça Amaral
Responsável pela REVISÃO do POP: (Educação Continuada de Enfermagem)
Enfermeira Cláudia Cruz da Silva
Enfermeira Katerine Gonçalves Moraes
Enfermeira Maria Helena de Souza Praça Amaral
Enfermeira Stella Maris Gomes Renault

1. DEFINIÇÃO
È o procedimento e admissão do paciente no centro cirúrgico geral.

2. OBJETIVOS
 Prestar assistência de Enfermagem humanizada no momento da admissão do paciente no
centro cirúrgico reduzindo ao máximo os riscos inerentes ao ambiente e ao ato anestésico-
cirúrgico.
 Contribuir para a redução da inquietação e ansiedade do paciente, e para a sua
recuperação.
 Levantar e analisar as necessidades individuais do paciente quanto ao tipo de cirurgia e
realizar o planejamento assistencial.

3. INDICAÇÃO
Prestar assistência integral na admissão do paciente no Centro Cirúrgico.
4. PESSOAS E PROFISSIONAIS QUE IRÃO REALIZAR O PROCEDIMENTO
Equipe de enfermagem.
5. MATERIAL A SER UTILIZADO
 Mapa cirúrgico diário com todos os dados do paciente;
 Prontuário com todos os exames e documentação do paciente.
6. DESCREVER DETALHADAMENTE AS ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS
 Receber o paciente cordialmente com respeito, identificando-o e se identificando;
 Verificar no prontuário exames anexos do paciente, registro e protocolos;
 Registrar no prontuário o horário de chegada e condições clínicas do paciente;
 Confirmar a realização dos procedimentos pré-operatórios indicados para a cirurgia
proposta, tais como: jejum, tricotomia, administração de pré-anestésicos; retirada de
próteses e adornos, retirada de roupa íntima, alergia medicamentosa, cirurgias prévias, etc.

7. ATENÇÃO A PONTOS IMPORTANTES E POSSÍVEIS RISCOS


Conferência do prontuário, garantindo a integridade das informações, a fim de otimizar o
andamento das cirurgias.

8. RESULTADOS ESPERADOS
Garantir a segurança de pacientes internados e que serão submetidos a procedimentos cirúrgicos,
visando à redução das ocorrências de incidentes, eventos adversos e a mortalidade cirúrgica.
9. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
SOCIEDADE BRASILEIRA DE ENFERMEIROS DE CENTRO CIRÚRGICO, RECUPERAÇÃO
ANESTÉSICA E CENTRO DE MATERIAL E ESTERILIZAÇÃO (SOBECC). Práticas recomendadas
SOBECC. 6 Ed. São Paulo: SOBECC, 2013.

Você também pode gostar