Você está na página 1de 16

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA TECNOLOGIA DO AMAPÁ – IFAP


CAMPUS MACAPÁ
COLEGIADO DO CURSO DE LETRAS

PIBID: PORTFÓLIO INDIVIDUAL

VITOR LEONARDO BATISTA DOS SANTOS

MACAPÁ/AP
2018
SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL
INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA TECNOLOGIA DO AMAPÁ –
IFAP
CAMPUS MACAPÁ
COORDENAÇÃO DO CURSO DE LETRAS
CURSO DE GRADUAÇÃO EM LICENCIATURA EM LETRAS
PORTUGUÊS/INGLÊS

PIBID: PORTFÓLIO INDIVIDUAL

Vitor Leonardo Batista dos Santos.

Portfólio individual
apresentado ao Programa
Institucional de Bolsas de
Iniciação à Docência
(PIBID) do IFAP como
requisito para comprovação
de assiduidade no projeto.

Macapá-AP
2018
Fazer portfolio é estar ciente de ser
responsável pela construção do próprio
conhecimento e nessa dinâmica, aprender
que este processo será ferramenta de
trabalho do futuro profissional
(ZANELLATO, 2008, p.104).
PIBID: Apresentação

Programa de bolsas de Iniciação à Docência - PIBID é um programa de incentivo à docência,


que tem entre muitos objetivos incentivar a formação de docentes em formação nível superior
para a educação básica, inserindo-os no cotidiano escolar das escolas públicas. Para a CAPES
(2012), o PIBID tem como vertentes:

 Formação de qualidade;
 Formação de professores da escola básica
 Produção de conhecimentos

O que eu espero do PIBID?

Quando pensamos sobre as licenciaturas vem em mente a dicotomia teoria x prática. A prática
dos futuros professores comparada a teoria parece ser equilibrada a quantidade de carga
horária nas matrizes curriculares dessas graduações, porém, quando vamos observar a
verdadeira prática do acadêmico nas disciplinas de Prática de Ensino e Estágio
Supervisionado, deparamo-nos com ínfimas regências, intervenções ou oficinas nessa prática
do professor em formação, sendo assim insuficientes para termos professores preparados para
encarar a educação básica do ensino público, principalmente.
Nesse sentido, participar como acadêmico bolsista do PIBID é esperar toda uma gama de
experiência a ser adquirida ao longo do processo junto dos outros pibidianos, supervisores e
alunos e professores da escola na qual desenvolveremos os projetos do PIBID. E quando falo
dessa gama de experiência vem em mente:

 Conhecer e aprender a lidar com a relação professor-aluno;


 Entender os pormenores que permeiam as regências;
 Descobrir-se enquanto futuro professor no sentido de qual nicho de aluno que vai
trabalhar (por exemplo: trabalhar só com educação especial);
 Vivenciar na prática as questões dos PCN’s e LDB;

Desse modo, presumo que o PIBID proporcionará para mim enquanto professor em formação,
uma formação sólida, embasada não só na teoria mas sim conciliada de forma mais profunda
com a prática, esta que o programa oferece como uma complementação para a prática docente
das disciplinas obrigatórias das licenciaturas.
DADOS DO BOLSISTA

Nome: Vitor Leonardo Batista dos Santos

Curso/Série: Licenciatura em Letras Português/Inglês – 2º semestre.

Endereço: Rua: Fernando das Neves Dias, 79. Jardim Marco Zero.

Telefone: (96)8102-5328

E-mail: leonardo1998vitor@gmail.com

Ingresso no PIBID: 08/2018.

Figura 1 – Vitor Leonardo Batista dos Santos

Fonte: o autor.

DADOS GERAIS

Coordenador: André Adriano Brun.

Possui graduação em Letras, pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste),

campus de Mal. C. Rondon, e mestrado em Letras: Linguagem e sociedade, pela Unioeste,

campus de Cascavel. Atua como professor efetivo, classe DIII, nível III, no Ensino Básico,

Técnico e Tecnológico (EBTT), do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do


Amapá (IFAP). Coordena o Curso de Licenciatura em Letras Português/Inglês do campus

Macapá, do IFAP.

Figura 2 – André Adriano Brun.

Fonte: disponível em:< https://www.instagram.com/decoab/>. Acessado em 15 out. 2018.

Supervisor: André Luiz dos Santos Ferreira

Possui graduação em licenciatura plena em Matemática pela UFPA (2001/2005) e mestrado

em Matemática pelo PROFMAT-UNIFAP (2014/2016). Atualmente é professor e coordenador

do curso de licenciatura em Matemática no Instituto Federal de Educação, Ciência e

Tecnologia do Amapá – IFAP.

Figura 3 - André Luiz dos Santos Ferreira

Fonte: o autor.
Subgrupo
Subgrupo sob supervisão do professor André Ferreira, composto por mim e mais 04 acadêmicos:
Antonio Jovino Santos da Silva

Acadêmico do curso de Licenciatura em Matemática.


Dalila Gabriele Nascimento de Atayde
Acadêmica do curso de Licenciatura em Letras Português/Inglês.

Edivaldo Bastos Silva


Acadêmico do curso de Licenciatura em Matemática.

Salomão Lima Monteiro


Acadêmico do curso de Licenciatura em Matemática.

CARACTERIZAÇÃO DO IFAP

A escola Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amapá localizada na Rod.


BR-210, Km 03, S/n - Brasil Novo, AP. É uma escola com uma excelente estrutura física e
possui amplos espaços pedagógicos sendo 08 laboratórios, 01 biblioteca, 02 refeitórios, 24
salas de aula.

Figura 8 – IFAP – Campus Macapá.


Fonte: disponível em:
<http://macapa.ifap.edu.br/index.php/historico>. Acesso em
15 out. 2018.

Modalidades:

 Ensino Médio Integrado;


1. Integrado PROEJA.
 Ensino Técnico Subsequente;
1. Subsequente Presencial;
2. Subsequente EAD.
 Ensino Superior.

A escola atende atualmente 3.600 alunos, sendo 24 turmas.

Comunidade escolar:
Equipe Diretiva:
Reitora: Marialva do Socorro Ramalho de Oliveira de Almeida
Proen: Romaro Antônio Silva
Proad: Tatiane Vaz de Sales Cardoso
Proext: Érika da Costa Bezerra
Propesq: Layana Costa Ribeiro Cardoso

Equipe de docentes e técnicos:


 Docentes: 180
 Técnicos Administrativos: 100.

Reunião Geral de Abertura do PIBID e RP


Data: 15/08/18
Local: Auditório do IFAP – Campus Macapá.

No dia 15/08/18, quarta-feira, das 14h às 17h ocorreu a abertura do PIBID e Residência
Pedagógica no IFAP.

Como pautas teve-se:


 Apresentação dos programas: PIBID e RP;
 Objetivos dos projetos;
 O percurso do IFAP para conseguir o número maior possível de bolsas para o mesmo;
 Apresentação dos docentes bolsistas;
 Lista com nomes dos pibidianos e seus respectivos núcleos, grupos e escolas de
atuação;
 Cronograma;
 Informações sobre bolsas;
 Tira-dúvidas do público.

Figura 9 – Reunião Geral no Auditório Figura 10 – Acadêmicos assistindo a Reunião.

Fonte: o autor. Fonte: o autor.

Figura 11 – Acadêmicos de Letras Português/Inglês no PIBID.

Figura 12 – Cronograma PIBID 2018.2

Fonte: o autor.

Fonte: disponível em:


http://www.ifap.edu.br/images/PROEN/Cronog
rama.pdf . Acesso em 15 out. 2018.

Reunião núcleo Matemática, Letras PT/IN e Informática


Data: 10/09/18
Local: Sala 24. IFAP – Campus Macapá.

No dia 10/09/18, segunda-feira, das 14h às 16h ocorreu a 1º capacitação do PIBID no IFAP.

Como pautas teve-se:


 Detalhes da Portaria 96;
 Regime Interno do PIBID no IFAP;
 Direitos e deveres dos pibidianos;
 Portfólio: O que é? Pra que serve? Quais os objetivos? Qual a importância? Como
produzi-lo?

Figura 13 – Pibidianos Figura 14 – Profª Darlene Del-Tetto dando


direcionamento do portfólio

Fonte: o autor.
Fonte: o autor.

Os portfólios usados em um sentido de reflexão em registros podem ser vistos como


documentos orgânicos, com vida.
Os portfólios representam a documentação de acontecimentos,
vivências e experiências a partir de narrativas, fotografias, desenhos,
episódios que permitem revisitar e pesquisar a situação, possibilitando
a reconstrução da memória e a reflexão do trabalho pedagógico
(AMÂNCIO, 2011, p.14)

Nesse sentido como sendo algo vivo, pode-se refletir em cima destes documentos, avaliar-se
enquanto ator e criador desse processo pedagógico.
Além disso, quando rever todo o caminho percorrido no portfólio pode-se repensar sobre o
papel do professor e o ensino-aprendizagem, fazendo assim a formação ser feita mais
reflexiva, nunca esquecendo da autoavaliação e consciência do que se fez e com base nisso, se
negativo, não repetir.

Reunião núcleo Matemática e Letras PT/IN.


Data: 19/09/18
Local: Sala 24. IFAP – Campus Macapá.

No dia 19/09/18, quarta-feira, ocorreu a Palestra em que os supervisores e coordenadores


relatam suas experiências profissionais e projeto como o PIBID e afins e o planejamento
preliminar do PIBID no IFAP.
Como pautas teve-se:

 Indicação do livro “Leitura e interdisciplinaridade: tecendo redes nos projetos da


escola” da Angelax Kleiman pelo coordenador do PIBID André Adriano Brun com o
intuito de se embasar teoricamente para posteriormente desenvolvermos os projetos,
estes que são interdisciplinares, pois o núcleo o qual dividiu-se tem acadêmicos de
licenciatura em Matemática e Letras PT/IN;
 Pibidianos entregaram os termos de compromisso para o coordenador;
 Sorteio dos subgrupos para ficar sob supervisão dos docentes Michelle Yokono e
André Ferreira;
Eu fiquei no grupo sob supervisão do professor André Ferreira junto dos acadêmicos:

1. Dalila Atayde – Letras PT/IN;


2. Salomão Lima – Matemática;
3. Edivaldo Bastos – Matemática;
4. Antonio Jovino – Matemática.

No segundo momento da reunião os supervisores juntaram-se cada um com seu respectivo


grupo de discentes:
Nesse curto momento eu e meu grupo discutimos com o nosso supervisor questões como:
 Portfólio;
 Embasamento teórico;
 Futuros passos do projeto;
 Qual tipo de pesquisa iriamos trabalhar na pesquisa de campo no entorno do IFAP;

Figura 14 - Michelle Yokono e seu grupo sob supervisão. Figura 16 – Livro indicado pelo coordenador.

Fonte: o autor.

Fonte: disponível em: <


https://pedagogiaaopedaletra.com/wp-
content/uploads/2012/10/LIVRORESENHA.jpg>
Acesso em 15 out. 2018
Figura 15 – André Ferreira e seu grupo sob supervisão.

Fonte: o autor.

Reunião grupo sob supervisão do André Ferreira.


Data: 21/09/18
Local: Biblioteca. IFAP – Campus Macapá.
Obs.: Eu não compareci.

No dia 21/09/18, sexta-feira, ocorreu uma reunião com o grupo para definir mais detalhes da
pesquisa de campo que será quanti-qualitativa, pois usaremos perguntas objetivas e subjetivas
e usaremos dos métodos tradicionais quantitativos e qualitativos.
Definiu-se as áreas que vamos obter informações, estas são:
 Saúde;
 Mobilidade;
 Moradia;
 Educação;
 Fator Econômico;
 Divulgação do IFAP.
Além disso, depois dos direcionamentos e discussões sobre a pesquisa e os questionários, os
acadêmicos marcaram de na próxima reunião cada pibidianos trouxesse algumas perguntas
para cada área definida acima.
Figura 17 – Pibidianos em reunião

Fonte: o autor.

Reunião grupo sob supervisão do André Ferreira.


Data: 25/09/18
Local: Biblioteca. IFAP – Campus Macapá.

No dia 25/09/18, terça-feira, ocorreu uma reunião com o grupo para discutir os questionários,
público-alvo, escolas do entorno do IFAP e qual o objetivo da pesquisa?
Concluiu-se as seguintes questões:
 Mostramos as perguntas que fizemos e analisamos e decidimos qual iria entrar para os
questionários;
 Foi definido 3 questionários: 01 para os professores de Matemática e Português, 01
para os pais e 01 para os alunos;
 Concluímos que trabalharemos com questionários e não formulários;
 A pesquisa se dará com a entrega dos questionários na escola - o supervisor André
Ferreira emitiu no departamento competente do IFAP um oficio para podermos ir à
escola com o intuito de fazer essa pesquisa - para os professores, alunos e o
questionário dos pais seria entregue para o aluno dar para seu responsável;
 As escolas as quais serão nosso campo: E.E. Profª Maria Cavalcante de Azevedo
Picanço e Escola Estadual Prof. Antônio Munhoz, esta no Brasil Novo, aquela no
Conjunto Habitacional Macapaba;
 O objetivo da pesquisa é coletar dados com o intuito também de achar uma
problemática para desenvolver um projeto com base nisso;
 Foi mencionado que vamos fazer as perguntas e colocar no Google Drive –
Formulário.

Figura 18 – Prof. André direcionando Figura 19 – Pibidianos em reunião

Fonte: o autor. Fonte: o autor.

Reunião núcleo Matemática e Letras PT/IN.


Data: 04/10/18
Local: Sala de coordenadores dos cursos de licenciatura. IFAP – Campus Macapá.

No dia 04/10/18, quinta-feira, ocorreu outra reunião para tirar dúvidas dos dois grupos sob
supervisão do André Ferreira e resolver a questão que os grupos estavam saindo do foco
inicial que era pesquisa de campo dentro do IFAP e o entorno do mesmo do PIBID no IFAP.
O subgrupo composto por: Vitor Leonardo, Dalila Atayde, Salomao Lima, Antonio Jovino e
Edivaldo Bastos já pensando no projeto futuro, deu 02 ideias para serem analisadas pelo
André Ferreira:
1. Criar uma espécie de cursinho pré-enem em que os professores seriam os
pibidianos e, se possível, chamaríamos para se juntar conosco no projeto como
voluntários, os acadêmicos de Física e Química, completando assim 5
disciplinas: Inglês, Matemática, Língua Portuguesa, Física e Química. O
público seria os alunos do ensino médio do IFAP e os alunos do ensino médio
das escolas do entorno do IFAP.
2. Desenvolver oficinas para trabalhar habilidades e competências dos alunos do
ensino médio do IFAP dentro do ENEM, fazendo assim um trabalho
complementar para obter o êxito dos alunos no ENEM

Ambas as propostas devem ser respaldas em uma questão que pode vir a fazer as duas ideias
não acontecerem, o IFAP tem como objetivo que os alunos egressos do ensino médio saiam
do IFAP para o mercado de trabalho, não para o ensino superior, já que o Instituto é técnico e
forma técnicos, estes prontos para o mercado. No entanto, fazendo uma pesquisa de campos
com os alunos e seus responsáveis, procuraríamos saber quais os anseios dos alunos e seus
pais para depois da conclusão do ensino médio na escola. Com base nesse resultado podemos
seguir ou não com um dos projetos acima citados, pois deve-se projetar com base em uma
hipótese – que já temos – e depois achar a problemática e focar nela e assim conseguir
resultados e prosseguir ou não com uma das ideias iniciais.

Figura 20 – Reunião na sala do supervisor.

Fonte: o autor.

Reunião Vitor Leonardo e Bruna Dantas


Data: 05/10/18
Local: Biblioteca. IFAP – Campus Macapá.

No dia 05/10/18, sexta-feira, ocorreu uma reunião com 01 componente de cada grupo sob
supervisão do André Ferreira, pois como os grupos estavam saindo do foco proposto pelo
André Ferreira, achamos que seria necessário acelerar a criação dos questionários mesmo sem
a presença de todos dos 02 grupos.

 Discutimos sobre os questionários;


 Analisamos as perguntas trazidas pela dupla e vimos quais entrariam nos
questionários;
 Conclui-se que eu, Vitor Leonardo, digitaria as perguntas no Formulário Google.

Figura 21 – Perguntas I Figura 22 – Dupla discutindo.


s

Fonte: o autor. Fonte: o autor.

Figura 23 – Perguntas II Figura 24 - Perguntas no Google Drive

Fonte: o autor. Fonte: o autor.

Você também pode gostar