Você está na página 1de 65

MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP

PROVAS VUNESP RESOLVIDAS


Prof. Arthur Lima Aula 01

(C) 200.
(D) 182.
(E) 220.
RESOLUÇÃO:
Observe que de 40% da capacidade total para 75% desta mesma
capacidade total, temos uma diferença que corresponde a 75% - 40% =
35% da capacidade total. Essa mesma diferença corresponde a 610g -
428g = 182g. Portanto, podemos dizer que 35 por cento da capacidade
total corresponde a 182 gramas. Com uma regra de três simples
podemos calcular a quantos gramas corresponde a 40 por cento da
capacidade total:
35% -------------- 182g
40% --------------- P

35%xP = 40%x182
P = 40%x182 / 35%
P = 0,40x182 /0,35
P = 208g

Portanto repare que 40 por cento da capacidade total corresponde a


208 gramas de água. Como nesta situação a massa total (água + massa
do recipiente) é de 428 gramas, podemos dizer que a massa do recipiente
é simplesmente 428 - 208 = 220g.
Resposta: E

2. VUNESP – TJ/SP – 2015) Para a montagem de molduras, três barras


de alumínio deverão ser cortadas em pedaços de comprimento igual,
sendo este o maior possível, de modo que não reste nenhum pedaço nas
barras. Se as barras medem 1,5 m, 2,4 m e 3 m, então o número
máximo de molduras quadradas que podem ser montadas com os
pedaços obtidos é
(A) 3.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 2


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

(B) 6.
(C) 4.
(D) 5.
(E) 7.
RESOLUÇÃO:
Devemos encontrar um tamanho de barra que seja divisor de 1,5m,
2,4m e 3m. Para isso, é mais interessante trabalharmos com decímetros,
ficando com 15dm, 24dm e 30dm respectivamente. O maior divisor
comum entre esses três números é 3, ou seja, 3dm. Portanto, esse é o
maior comprimento possível para cada uma das barras. A quantidade de
barras que vamos conseguir é dada pela divisão dos comprimentos de
cada uma das barras originais (15dm, 24dm e 30dm) pelo comprimento
das barras menores (3dm). Respectivamente, teremos 5, 8 e 10 barras
menores, totalizando 23 barras menores. Para formar cada moldura
quadrada, devemos utilizar 4 dessas 23 barras menores. A partir de 23
barras menores conseguimos formar 5 conjuntos com quatro barras
menores, isto é, 5 molduras, sobrando exatamente três barras menores.
Resposta: D

3. VUNESP – TJ/SP – 2015) Para fazer 200 unidades do produto P, uma


empresa Utilizou 3/4 do estoque inicial (E) do insumo Q. Para fazer mais
300 unidades do produto P, vai utilizar a quantidade que restou do
insumo Q e comprar a quantidade adicional necessária para a produção
das 300 unidades, de modo que o estoque do insumo Q seja zerado após
a produção desse lote. Nessas condições, deverá ser comprada, do
insumo Q, uma quantidade que corresponde, do estoque inicial E, a:
(A) 2/3.
(B) 7/8.
(C) 1/4.
(D) 3/8.
(E) 9/8.
RESOLUÇÃO:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 3


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

Podemos escrever a seguinte regra de três para saber a quantidade


do estoque E que precisa ser utilizada para produzir 300 unidades:
200 unidades ------------ 3E/4
300 unidades ------------ N

200N = 300x3E/4
2N = 3x3E/4
2N = 9E/4
N = 9E/8

Portanto, precisamos de 9/8 do estoque para produzir as 300


unidades. Após produzir as primeiras 200, gastamos 3E/4, sobrando E –
3E/4 = E/4. Assim, para conseguirmos 9E/8 (quantidade necessária para
produzir as 300 peças), a quantidade que precisa ser adquirida do insumo
é:
Quantidade adquirida = 9E/8 – E/4
Quantidade adquirida = 9E/8 – 2E/8
Quantidade adquirida = 7E/8
Resposta: B

4. VUNESP – TJ/SP – 2015) Em um laboratório, há 40 frascos contendo


amostras de drogas distintas. Esses frascos estão numerados de 01 a 40,
sendo que os frascos de numeração par estão posicionados na prateleira
Q e os de numeração ímpar estão posicionados na prateleira R. Sabe-se
que o volume, em cm3, de cada amostra é igual à soma dos algarismos
do número de cada frasco. Nessas condições, é correto afirmar que a
quantidade de frascos cujas amostras têm mais de 8 cm3 é
(A) maior na prateleira R do que na Q.
(B) maior na prateleira Q do que na R.
(C) igual em ambas as prateleiras.
(D) igual a 8.
(E) maior que 13.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 4


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

RESOLUÇÃO:
Os frascos cuja soma dos algarismos é maior que 8 (e, portanto,
possuem mais de 8cm3) são os de número:
- 9, 18, 19, 27, 28, 29, 36, 37, 38, 39

Veja que se trata de um total de 10 frascos, sendo que apenas 4


são pares (sendo guardados na prateleira Q) e os outors 6 são ímpares
(prateleira R). Logo, a prateleira R fica com mais frascos com mais de
8cm3.
Resposta: A

5. VUNESP – TJ/SP – 2015) Em um jardim, um canteiro de flores,


formado por três retângulos congruentes, foi dividido em cinco regiões
pelo segmento AB, conforme mostra a figura.

Se AB mede 20 m, então a área total desse canteiro é, em m2, igual a


(A) 126.
(B) 135.
(C) 144.
(D) 162.
(E) 153.
RESOLUÇÃO:
Como AB = 20, podemos dividi-lo em 2 segmentos iguais de
medida igual a 10:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 5


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

10 X

10

Observe na figura um triângulo retângulo com hipotenusa igual a 10


e catetos medindo 6 e X. Podemos obter X com o teorema de pitágoras:
Hipotenusa2 = (Cateto1)2 + (Cateto2)2
102 = 62 + X2
100 = 36 + X2
64 = X2
8=X

Logo, a área do triângulo é:


Área = base x altura / 2 = 6 x 8 / 2 = 24m2

Repare que a figura completa é formada por 6 triângulos iguais a


este. Logo, a área total é 6 x 24m2 = 144m2.
Resposta: C

6. VUNESP – TJ/SP – 2015) Observe a sequência de espaços


identificados por letras

Cada espaço vazio deverá ser preenchido por um número inteiro e


positivo, de modo que a soma dos números de três espaços consecutivos
seja sempre igual a 15. Nessas condições, no espaço identificado pela
letra g deverá ser escrito o número
(A) 5.
(B) 6.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 6


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

(C) 4.
(D) 7.
(E) 3.
RESOLUÇÃO:
Observe que a soma dos algarismos sobre as letras B e C deve ser
igual a 9, pois somados ao 6 que está sobre a letra A temos 6+9 = 15.
Como a soma dos números sobre B, C e D deve ser também igual a 15,
note que o número sobre a letra D deve ser também igual a 6. Isto
porque a soma dos números sobre B e C é igual a 9, e com mais 6 temos
novamente 15.
Como o número sobre D deve ser 6, os números sobre E e F devem
somar 9 (seguindo o mesmo raciocínio, para que D, E, F somem 15).
Assim, o número sobre G deve ser 6 (para que os números sobre E, F e G
somem 15).
Portanto, o número sobre a letra G é 6.
Resposta: B

7. VUNESP – TJ/SP – 2015) Levantamento feito pelo CRA-SP


questionou qual reforma deve ser priorizada pelo governo. Entre as
opções estavam os setores previdenciário, trabalhista, político, tributário
e judiciário, sendo que apenas um deles deveria ser apontado. O gráfico
mostra a distribuição porcentual arredondada dos votos por setor.

Sabendo que o setor político recebeu 87 votos a mais do que o setor


judiciário, é correto afirmar que a média aritmética do número de
apontamentos por setor foi igual a
(A) 128.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 7


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

(B) 130.
(C) 137.
(D) 140.
(E) 145.
RESOLUÇÃO:
Observe que a diferença percentual entre os tópicos política e judiciário é
27% - 15% = 12%. Essa diferença correspondeu a 87 votos. Assim,
podemos escrever a seguinte regra de três para descobrir a quantidade
total de votos (que corresponde a 100 por cento dos votos):
12% -------------- 87
100% ------------ V

12%.V = 100%.87
V = 100x87/12
V = 725 votos

Podemos calcular a média aritmética de votos em cada setor,


primeiramente com base nos percentuais:
Média percentual = (14% + 7% + 27% + 37% + 15%) / 5 = 100% / 5 =
20%

Para saber quantos votos correspondem a 20 por cento do total,


basta fazer:
Média = 20% x 725 = 145 votos
Resposta: E

8. VUNESP – TJ/SP – 2015) Dois recipientes (sem tampa), colocados


lado a lado, são usados para captar água da chuva. O recipiente A tem o
formato de um bloco retangular, com 2 m de comprimento e 80 cm de
largura, e o recipiente B tem a forma de um cubo de 1 m de aresta. Após
uma chuva, cuja precipitação foi uniforme e constante, constatou-se que
a altura do nível da água no recipiente B tinha aumentado 25 cm, sem

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 8


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

transbordar. Desse modo, pode-se concluir que a água captada pelo


recipiente A nessa chuva teve volume aproximado, em m3, de
(A) 0,40.
(B) 0,36.
(C) 0,32.
(D) 0,30.
(E) 0,28.
RESOLUÇÃO:
Da mesma forma que a altura da coluna de água no recipiente B foi de 25
centímetros, essa também deve ter sido a altura da coluna de água no
recipiente A, afinal foi dito que a chuva caiu uniformemente em toda a
área. A área da base do recipiente A é 2m x 0,80m = 1,60m 2. Como a
altura da água é 0,25m, o volume total de água neste recipiente é:
1,60x0,25 = 0,40m3.
Resposta: A

9. VUNESP – TJ/SP – 2015) Aluísio e Berilo aplicaram,


respectivamente, R$4.000,00 e R$ 5.000,00 a uma mesma taxa mensal
de juros simples durante quatro meses. Se o valor dos juros recebidos
por Berilo foi R$ 50,00 maior que o valor dos juros recebidos por Aluísio,
então a taxa anual de juros simples dessas aplicações foi de
(A) 10,8%.
(B) 12%.
(C) 12,6%.
(D) 14,4%.
(E) 15%.
RESOLUÇÃO:
No regime de juros simples, a fórmula que relaciona o total de juros J
recebido com o capital inicial C, a taxa de juros j e o prazo de aplicação t
é:
J=Cxjxt

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 9


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

Sabemos que o total recebido por Berilo é 50 reais maior que o total
recebido por Aluísio, ou seja:
JBerilo = JAluísio + 50
5.000xjx4 = 4.000xjx4 + 50
20.000j = 16.000j + 50
20.000j - 16.000j = 50
4.000j = 50
j = 50 / 4.000
j = 5 / 400
j = 1 / 80
j = 0,0125
j = 1,25% ao mês

Para obtermos a taxa anual basta multiplicar essa taxa mensal por
12 meses:
j = 1,25% x 12 = 15% ao ano
Resposta: E

10. VUNESP – TJ/SP – 2015) Na figura, o trapézio retângulo ABCD é


dividido por uma de suas diagonais em dois triângulos retângulos
isósceles, de lados AB = BC e AC = DC.

Desse modo, é correto afirmar que a soma das medidas dos ângulos  e
 é igual a

(A) 125º.
(B) 115º.
(C) 110º.
(D) 135º.
(E) 130º.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 10


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

RESOLUÇÃO:
No triângulo ABC, veja que o ângulo B é igual a 90 graus. Veja
ainda que os ângulos dos vértices C e A são iguais (pois o triângulo é
isósceles), de modo que ambos medem  . Como a soma dos ângulos

internos do triângulo é 180º, podemos dizer que:


180 = 90 +  + 

180 – 90 =  + 

90 = 2 

90/2 = 

45º = 

Temos o seguinte:

Observe que o ângulo do vértice A é de 90º, e é dividido em duas


partes pelo segmento AC: uma parte mede 45º e a outra mede x. Logo,
x + 45 = 90
x = 90 – 45
x = 45º

Como o triângulo DCA também é isósceles, o ângulo do vértice D


também tem essa mesma medida, isto é, 45º. A soma dos ângulos
internos do triângulo DCA é de 180º (como todo triângulo), de modo que:
180 = 45 + 45 + 
180 = 90 + 
180 – 90 = 
90º = 

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 11


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

Portanto, a soma é:
 +  = 90 + 45 = 135º
Resposta: D

11. VUNESP – TJ/SP – 2015) Se todo estudante de uma disciplina A é


também estudante de uma disciplina B e todo estudante de uma disciplina
C não é estudante da disciplina B, então é verdade que
(A) nenhum estudante da disciplina A é estudante da disciplina B.
(B) nenhum estudante da disciplina A é estudante da disciplina C.
(C) algum estudante da disciplina A é estudante da disciplina C.
(D) algum estudante da disciplina B é estudante da disciplina C.
(E) nenhum estudante da disciplina B é estudante da disciplina A.
RESOLUÇÃO:
Como todo estudante da disciplina A é também da disciplina B:

E como todo estudante de C não é estudante de B:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 12


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

Analisando as opções de resposta:


(A) nenhum estudante da disciplina A é estudante da disciplina B.
ERRADO, pois todo estudante de A é também de B.

(B) nenhum estudante da disciplina A é estudante da disciplina C.


CORRETO, pois o conjunto A está todo dentro de B, enquanto C está
todo fora de B.

(C) algum estudante da disciplina A é estudante da disciplina C.


ERRADO, pois nenhum estudante de A é também de C, como vimos
no item anterior.

(D) algum estudante da disciplina B é estudante da disciplina C.


ERRADO, pois nenhum estudante de B é também de C.

(E) nenhum estudante da disciplina B é estudante da disciplina A.


ERRADO, pois todo estudante de A está dentro de B.
Resposta: B

12. VUNESP – TJ/SP – 2015) Considere verdadeira a seguinte


afirmação: “Todos os primos de Mirian são escreventes”.
Dessa afirmação, conclui-se corretamente que
(A) Mirian é escrevente.
(B) se Arnaldo é escrevente, então Arnaldo é primo de Mirian.
(C) Mirian não é escrevente.
(D) se Pâmela não é escrevente, então Pâmela não é prima de Mirian.
(E) se Jair é primo de Mirian, então Jair não é escrevente.
RESOLUÇÃO:
A proposição “Todos os primos de Mirian são escreventes” pode ser
reescrita como:
“Se é primo de Mirian, então é escrevente”
Analisando as opções de resposta:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 13


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

(A) Mirian é escrevente.


Não podemos concluir nada sobre Mirian, e sim sobre os primos.
ERRADO.

(B) se Arnaldo é escrevente, então Arnaldo é primo de Mirian.


O fato de os primos de Mirian serem escreventes NÃO significa que
TODOS os escreventes são primos de Mirian. O mero fato de alguém ser
escrevente não permite garantir que é primo dela. ERRADO.

(C) Mirian não é escrevente.


ERRADO. Nada impede Mirian de também ser escrevente.

(D) se Pâmela não é escrevente, então Pâmela não é prima de Mirian.


Se soubermos que Pâmela não é escrevente, CERTAMENTE ela não
será prima de Mirian (afinal todos os primos de Mirian são escreventes).
Este é o gabarito.

(E) se Jair é primo de Mirian, então Jair não é escrevente.


ERRADO, pois se Jair é primo de Mirian, ele certamente é
escrevente.
Resposta: D

13. VUNESP – TJ/SP – 2015) Mantendo-se a regularidade da


sequência numérica
–3, 1, –5, 3, –7, 5, …, os dois próximos elementos dessa sequência serão,
respectivamente,
(A) –11 e 5.
(B) –10 e 6.
(C) –9 e 7.
(D) –13 e 3.
(E) –12 e 4.
RESOLUÇÃO:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 14


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

Veja que temos duas sequências alternadas, pintadas de vermelho


e preto abaixo:
–3, 1, –5, 3, –7, 5, …

A sequência em vermelho vai reduzindo de 2 em 2 unidades. A


sequência em preto vai aumentando de 2 em 2 unidades. Dando
continuidade, teríamos:
–3, 1, –5, 3, –7, 5, –9, 7 …

Podemos marcar a alternativa C.


Resposta: C

14. VUNESP – TJ/SP – 2015) Considere as seguintes figuras de uma


sequência de transparências, todas enumeradas:

Na referida sequência, a transparência 6 tem a mesma figura da


transparência 1, a transparência 7 tem a mesma figura da transparência
2, a transparência 8 tem a mesma figura da transparência 3, e assim por
diante, obedecendo sempre essa regularidade. Dessa forma, sobrepondo-
se as transparências 113 e 206, tem-se a figura

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 15


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

RESOLUÇÃO:
Veja que temos ciclos de 5 figuras que vão se repetindo. Para
chegar na figura da posição 113, podemos descobrir o número de ciclos
necessários dividindo este número por 5. Neste caso, obteremos o
resultado 22 e o resto 3. Ou seja, teremos 22 ciclos completos de 5
figuras e mais 3 figuras, chegando a esta:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 16


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

Para chegar na figura da posição 206, podemos dividir este número


por 5, obtendo o resultado 41 e o resto 1. Ou seja, teremos 41 ciclos
completos de 5 figuras e mais 1 figura, que será:

Juntando essas duas figuras, teremos:

Resposta: A

15. VUNESP – TJ/SP – 2015) Marta confeccionou três cartões em


papel cartolina e carimbou figuras em somente uma das faces de cada
cartão. Ao encontrar um de seus amigos, Marta informou-lhe que todo
cartão de cor amarela tinha carimbada, em uma das faces, uma figura em
tinta na cor azul. Após dizer isso, ela mostrou a esse amigo três cartões:
o primeiro cartão, de cor amarela, continha uma figura carimbada em
tinta na cor azul; o segundo cartão, de cor vermelha, continha uma figura
carimbada em tinta na cor preta; o terceiro cartão, na cor branca,
continha uma figura carimbada em tinta na cor azul.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 17


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

Com base no que foi apresentado, pode-se afirmar corretamente que


(A) todos os cartões mostrados contradizem a afirmação de Marta.
(B) nenhum dos cartões mostrados contradiz a afirmação de Marta.
(C) apenas o segundo e o terceiro cartões mostrados contradizem a
afirmação de Marta.
(D) apenas o segundo cartão mostrado contradiz a afirmação de Marta.
(E) apenas o terceiro cartão mostrado contradiz a afirmação de Marta.
RESOLUÇÃO:
Foi dito que todo cartão de cor amarela tinha carimbada, em uma
das faces, uma figura em tinta na cor azul. Ou seja:

“Se um cartão é amarelo, então ele tem uma figura azul”

Para contradizer (ou negar) esta proposição, é preciso que um


cartão SEJA amarelo E NÃO tenha uma figura azul. Qualquer outra
situação não contradiz esta condicional (a condicional só é falsa quando a
primeira parte é V e a segunda é F).

Assim, nenhum dos cartões contradiz a afirmação.


Resposta: B

16. VUNESP – TJ/SP – 2015) Uma avaliação com apenas duas


questões foi respondida por um grupo composto por X pessoas. Sabendo-
se que exatamente 160 pessoas desse grupo acertaram a primeira
questão, que exatamente 100 pessoas acertaram as duas questões, que
exatamente 250 pessoas acertaram apenas uma das duas questões, e
que exatamente 180 pessoas erraram a segunda questão, é possível
afirmar, corretamente, que X é igual a
(A) 420.
(B) 610.
(C) 520.
(D) 370.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 18


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

(E) 470.
RESOLUÇÃO:
Podemos criar o conjunto das pessoas que acertaram a primeira
questão e o conjunto das pessoas que acertaram a segunda. Temos:

Veja que já coloquei as 100 pessoas que acertaram as 2 questões.


Como 160 acertaram a primeira, vemos que as que acertaram SOMENTE
a primeira questão são 160 – 100 = 60 pessoas. Como 250 pessoas
acertaram apenas 1 questão, e já sabemos que 60 acertaram só a
primeira, as que acertaram somente a segunda são 250 – 60 = 190
pessoas. Ficamos com:

A última informação é: exatamente 180 pessoas erraram a segunda


questão. Neste grupo estão aquelas 60 pessoas que só acertaram a
primeira questão. Além disso, temos mais 180 – 60 = 120 pessoas que

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 19


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

erraram as DUAS questões, e precisam ser representadas também.


Ficamos com:

O total de pessoas é 60 + 100 + 190 + 120 = 470.


Resposta: E

17. VUNESP – TJ/SP – 2015) . Para que seja falsa a afirmação “todo
escrevente técnico judiciário é alto”, é suficiente que
(A) nenhum escrevente técnico judiciário seja alto.
(B) alguma pessoa alta não seja escrevente técnico judiciário.
(C) algum escrevente técnico judiciário não seja alto.
(D) toda pessoa alta seja escrevente técnico judiciário.
(E) alguma pessoa alta seja escrevente técnico judiciário.
RESOLUÇÃO:
Para NEGAR a frase “todo escrevente é alto”, basta encontrar um
contra-exemplo, ou seja, um escrevente que NÃO seja alto. Portanto, é
suficiente que algum escrevente não seja alto.
Resposta: C

18. VUNESP – TJ/SP – 2015) Uma equivalente da afirmação “Se eu


estudei, então tirei uma boa nota no concurso” está contida na
alternativa:
(A) Estudei e tirei uma boa nota no concurso.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 20


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

(B) Se eu não tirei uma boa nota no concurso, então não estudei.
(C) Se eu tirei uma boa nota no concurso, então estudei.
(D) Se eu não estudei, então não tirei uma boa nota no concurso.
(E) Não estudei e não tirei uma boa nota no concurso.
RESOLUÇÃO:
A condicional do enunciado é representada por pq, onde:
p = eu estudei
q = eu tirei uma boa nota no concurso

Sabemos que uma equivalência “manjada” desta condicional é


~q~p, onde:
~p = eu NÃO estudei
~q = eu NÃO tirei uma boa nota no concurso

Escrevendo ~q~p temos:


“Se eu não tirei uma boa nota no concurso, então eu não estudei”

Temos esta opção na alternativa B.


Resposta: B

19. VUNESP – TJ/SP – 2015) A afirmação “canto e danço” tem, como


uma negação, a afirmação contida na alternativa
(A) canto ou não danço.
(B) não canto e não danço.
(C) não danço ou não canto.
(D) danço ou canto.
(E) danço ou não canto.
RESOLUÇÃO:
A negação de uma conjunção (“e”) é obtida negando-se as duas
proposições e trocando por uma disjunção (“ou”), isto é:
“NÃO canto OU NÃO danço”
Resposta: C

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 21


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

20. VUNESP – TJ/SP – 2015) Se Márcio é dentista, então Rose não é


enfermeira.
Débora não é médica ou Marcelo não é professor. Identificado que
Marcelo é professor e que Rose é enfermeira, conclui-se corretamente que
(A) Débora é médica e Márcio é dentista.
(B) Se Débora não é médica, então Márcio é dentista.
(C) Débora não é médica e Márcio é dentista.
(D) Débora não é médica e Márcio não é dentista.
(E) Débora é médica e Márcio não é dentista.
RESOLUÇÃO:
Temos o seguinte conjunto de premissas:
P1: Se Márcio é dentista, então Rose não é enfermeira.
P2: Débora não é médica ou Marcelo não é professor.
P3: Marcelo é professor
P4: Rose é enfermeira

Como todas as proposições são verdadeiras, podemos concluir que


Marcelo realmente É professor e Rose realmente É enfermeira.
Voltando em P2, como “Marcelo não é professor” é Falso,
precisamos que Débora não é médica seja Verdadeiro.
Em P1, como “Rose não é enfermeira” é Falso, precisamos que
“Márcio é dentista” seja Falso também, de modo que Márcio NÃO é
dentista.
Considerando as conclusões sublinhadas, podemos marcar a
alternativa D.
Resposta: D

21. VUNESP – TJ/SP – 2014) Observe as regularidades da sequência a


seguir:
(10; 11; 20; 21; 22; 30; 31; 32; 33; 40; . . . ; 98; 99).
Pode-se afirmar corretamente que a soma dos algarismos que compõem
o 38º elemento é

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 22


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

(A) 7.
(B) 10.
(C) 9.
(D) 6.
(E) 8.
RESOLUÇÃO:
Veja que temos:
- 2 números começados com 1,
- 3 começados com 2,
- 4 começados com 3,

Seguindo essa lógica, temos:


- 5 começados com 4,
- 6 começados com 5,
- 7 começados com 6,
- 8 começados com 7,

Até aqui temos 2+3+4+5+6+7+8 = 35 números. Devemos agora


pegar os números começados com 9. Assim, o 36º será 80, o 37º será
81, e o 38º será 82. A soma de seus algarismos é 8 + 2 = 10.
Resposta: B

22. VUNESP – TJ/SP – 2014) Considere a afirmação: “Se passei no


exame, então estudei muito e não fiquei nervoso”. Do ponto de vista
lógico, uma afirmação equivalente a essa é:
(A) Se estudei muito, então não fiquei nervoso e passei no exame.
(B) Se passei no exame, então não estudei muito e fiquei nervoso.
(C) Passei no exame porque quem estuda muito só pode passar.
(D) Se não fiquei nervoso, então passei no exame ou estudei muito.
(E) Se fiquei nervoso ou não estudei muito, então não passei no exame.
RESOLUÇÃO:
Temos a condicional p(q e r) onde:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 23


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

p = passei no exame
q = estudei muito
r = não fiquei nervoso

Essa condicional equivale a ~(q e r)~p. Por sua vez, ~(q e r) é a


negação da conjunção “q e r”, que pode ser reescrita como (~q ou ~r).
Assim, a proposição (~q ou ~r)  ~p é equivalente a p(q e r). Veja
que:
~p = NÃO passei no exame
~q = NÃO estudei muito
~r = FIQUEI nervoso

Assim, a proposição equivalente (~q ou ~r)  ~p é:


“Se não estudei muito ou fiquei nervoso, então não passei no exame”
Resposta: E

23. VUNESP – TJ/SP – 2014) Observe os cinco primeiros elementos


da sequência figural ilimitada a seguir:

Observando a regularidade apresentada pelos pontos em destaque em


cada figura, conclui-se que a 10ª figura é:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 24


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

RESOLUÇÃO:
Observe as figuras da esquerda para a direita. Note que o pontinho
preto vai caminhando de um vértice para o próximo, no sentido anti-
horário. E note que o pontinho branco vai caminhando “pulando” um
vértice, também no sentido anti-horário. Prosseguindo com esse
movimento, você vai encontrar na 10ª figura a representação da
alternativa C:

Resposta: C

24. VUNESP – TJ/SP – 2014) Considere a afirmação: “Nem todos os


técnicos gostam de informática e todos os chefes de seção sabem que
isso acontece”. Uma afirmação que corresponde à negação lógica da
afirmação anterior é:
(A) Todos os técnicos gostam de informática e existe algum chefe de
seção que não sabe que isso acontece.
(B) Nenhum técnico gosta de informática e nenhum chefe de seção sabe
que isso acontece.
(C) Pelo menos um técnico gosta de informática e algum chefe de seção
não sabe que isso acontece.
(D) Nenhum técnico gosta de informática ou nenhum chefe de seção sabe
que isso acontece.
(E) Todos os técnicos gostam de informática ou existe algum chefe de
seção que não sabe que isso acontece.
RESOLUÇÃO:
Veja que temos uma conjunção do tipo “p e q”, onde:
p = Nem todos os técnicos gostam de informática
q = todos os chefes de seção sabem que isso acontece

A negação dessa conjunção é dada pela disjunção “~p ou ~q”,


onde:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 25


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

~p = Todos os técnicos gostam de informática


~q = alguns chefes de seção NÃO sabem que isso acontece

Portanto, a negação pode ser escrita assim:

Todos os técnicos gostam de informática OU alguns chefes de seção NÃO


sabem que isso acontece
A frase da alternativa E é similar a esta.
Resposta: E

25. VUNESP – TJ/SP – 2014) O diagrama mostra a distribuição de


pessoas, que possuem uma ou mais das habilidades A, B, C. As letras
minúsculas representam o número de pessoas que possuem determinada
ou determinadas habilidades. Por exemplo: a letra w, que está na
intersecção dos grupos de habilidades A e B, representa a quantidade de
pessoas que possuem ambas as habilidades citadas.

Foi realizada uma enquete com todas essas pessoas, e elas deveriam
responder SIM ou NÃO a essa única pergunta: “Você possui as
habilidades A e C? Todas as pessoas responderam de forma verdadeira, e
o número de pessoas que respondeu SIM foi
(A) r.
(B) x + s.
(C) zero.
(D) x + r + s.
(E) w + r + y.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 26


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

RESOLUÇÃO:
As pessoas que possuem as habilidades A e C são aquelas que
estão na interseção entre esses dois conjuntos. Veja que isso é válido
para as pessoas da região r (que possuem, na verdade, as 3 habilidades).
Não há outra interseção entre esses dois conjuntos.
Resposta: A

26. VUNESP – TJ/SP – 2014) Considere verdadeiras as quatro


afirmações seguintes:
I. Ou Luíza é médica ou Márcia é advogada.
II. Carlos não é dentista e Luiz é engenheiro.
III. Se Carlos é dentista, então Márcia não é advogada.
IV. Luíza não é médica.
A partir dessas afirmações, pode-se concluir corretamente que
(A) Luiz é engenheiro e Carlos é dentista.
(B) Márcia é advogada e Luiz é engenheiro.
(C) nem Luíza é médica nem Luiz é engenheiro.
(D) Luíza não é médica, mas é dentista.
(E) Carlos é dentista ou Márcia não é advogada.
RESOLUÇÃO:
Temos as premissas:
I. Ou Luíza é médica ou Márcia é advogada.
II. Carlos não é dentista e Luiz é engenheiro.
III. Se Carlos é dentista, então Márcia não é advogada.
IV. Luíza não é médica.

Veja que a premissa IV é uma proposição simples, portanto nossa


análise deve começar dela. Assumindo que TODAS as premissas são
verdadeiras, podemos ver em IV que Luíza não é médica. Com isso
podemos ver em I que Márcia é advogada, pois do contrário essa
disjunção exclusiva não seria verdadeira. Com isso vemos em III que
“Márcia não é advogada” é F, de modo que “Carlos é dentista” também

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 27


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

precisa ser F para que a condicional seja respeitada. Assim, Carlos não é
dentista. Em II precisamos que Luiz é engenheiro também seja V para
que a conjunção seja respeitada.
Com base nas conclusões sublinhadas, temos a alternativa B.
Resposta: B

27. VUNESP – TJ/SP – 2014 – adaptada) Considere falsas as três


afirmações seguintes:
I. João é encanador e José não é eletricista.
II. José é eletricista ou Lucas é pedreiro.
III. Se Robson é servente, então João não é servente.
A partir dessas afirmações, pode-se concluir corretamente que
(A) Robson não é servente e José não é eletricista
(B) João é eletricista ou Lucas é servente
(C) Lucas não é pedreiro e José é eletricista
(D) se João é servente, então Lucas é pedreiro
(E) João é servente ou Robson não é servente
RESOLUÇÃO:
Se as afirmações são falsas, as negações delas são verdadeiras.
Essas negações são:
I. João não é encanador ou José é eletricista
II. José não é eletricista e Lucas não é pedreiro
III. Robson é servente e João é servente

Das frases acima, e em especial das frases II e III (que são


conjunções), podemos concluir que: Robson é servente, João é servente,
José não é eletricista, Lucas não é pedreiro.

Para a frase I também ser verdadeira, como José não é eletricista,


podemos concluir que João não é encanador.

Assim, avaliando as opções de resposta:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 28


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

(A) Robson não é servente (F) e José não é eletricista (V). –> conjunção
FALSA
(B) João é eletricista (F) ou Lucas é servente (F). –> disjunção FALSA, se
considerarmos que cada rapaz só pode ter 1 profissão.
(C) Lucas não é pedreiro (V) e José é eletricista (F). –> conjunção FALSA
(D) se João é servente (V), então Lucas é pedreiro (F). –> condicional
FALSA
(E) João é servente (V) ou Robson não é servente (F) –> disjunção
VERDADEIRA

Assim, de fato temos duas alternativas verdadeiras, o que implica na


anulação da questão.
Resposta: E

28. VUNESP – TJ/SP – 2014) Considere verdadeiras as afirmações:


• Todos os cães latem.
• Todos os cães possuem quatro patas.
• Os gatos também possuem quatro patas.
• Alguns seres humanos imitam os latidos dos cães.
• Nem todos os cães mordem e alguns gatos arranham.
A partir dessas afirmações, pode-se concluir, corretamente, que
(A) alguns seres humanos imitam os miados dos gatos.
(B) os gatos que arranham assustam os cães que não mordem.
(C) os cães que latem possuem quatro patas.
(D) ou os gatos arranham ou os gatos miam.
(E) alguns cães não possuem quatro patas e não latem.
RESOLUÇÃO:
Vamos analisar as alternativas de resposta:

(A) alguns seres humanos imitam os miados dos gatos.  não temos
informações para fazer essa análise. Sabemos apenas que alguns
humanos imitam latidos de cães.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 29


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

RESOLUÇÃO:
Continuando a escrever a sequência, colocando sempre 1 zero a
mais à direita dos números, temos:
(10; 11; 12; 13; 100; 110; 120; 130; 1000; 1100; 1200; 1300; 10000;
11000; 12000; 13000; 100000; 110000; 120000; 130000; 1000000;
1100000; 1200000; 1300000; ...)

Veja que o menor número de 7 algarismos é 1.000.000, e o maior


de 6 algarismos é 130.000. Assim,
1.000.000 – 130.000 = 870.000
Resposta: D

31. VUNESP – TJ/SP – 2014) Certa empresa produz diariamente


quantidades iguais do produto P. Se essa empresa usar três medidas
iguais do componente A em cada unidade do produto final P, serão
necessárias 480 dessas medidas para suprir a produção de P durante 2
dias. Se passar a usar 2,5 medidas de A em cada unidade de P, o número
de medidas de A necessário para suprir a produção de P, durante 5 dias,
será igual a
(A) 1 050.
(B) 1 000.
(C) 1 220.
(D) 980.
(E) 1 140.
RESOLUÇÃO:
A empresa usa 3 medidas iguais do componente A em cada unidade
do produto final P, de modo que com 480 dessas medidas é possível
produzir:
3 medidas de A ---------- 1 unidade de P
480 medidas de A -------- N unidades de P

3N = 480x1

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 33


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

N = 160 unidades de P

Se fossem usadas apenas 2,5 medidas de A para fazer 1 unidade de


P, a quantidade de medidas de A para produzir as mesmas 160 unidades
de P pode ser obtida assim:
2,5 medidas de A ---------- 1 unidade de P
M medidas de A ------------ 160 unidades de P

2,5 x 160 = M x 1
M = 400 medidas de A

Assim, para suprir a produção de P durante 2 dias seriam


necessárias 400 medidas de A. Para suprir a produção de P, durante 5
dias, teríamos:
400 medidas de A -------- 2 dias
X medidas de A ----------- 5 dias
400x5 = 2X
X = 1000 medidas de A
Resposta: B

32. VUNESP – TJ/SP – 2014) Um grupo de pessoas participou da fase


final de um concurso, sendo que, nesse grupo, o número de mulheres era
3
igual a do número de homens. Sabe-se que, concluída a fase final,
5
1 1
apenas do número de homens e do número mulheres foram
5 3
aprovados, num total de 8 pessoas.
O número de mulheres no grupo que iniciou a participação na fase final
desse concurso era igual a
(A) 18.
(B) 9.
(C) 12.
(D) 21.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 34


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

(E) 15.
RESOLUÇÃO:
Seja M o número de mulheres e H o número de homens. Assim,
3
- o número de mulheres era igual a do número de homens:
5
M = 3H/5
isto é,
5M/3 = H

1 1
- apenas do número de homens (H/5) e do número mulheres (M/3)
5 3
foram aprovados, num total de 8 pessoas:
Aprovados = homens aprovados + mulheres aprovadas
8 = H/5 + M/3
8 = (5M/3)/5 + M/3
8 = (M/3) + M/3
8 = 2M/3
8x3/2 = M
12 mulheres = M
Resposta: C

33. VUNESP – TJ/SP – 2014) Para efeito decorativo, um arquiteto


dividiu o piso de um salão quadrado em 8 regiões com o formato de
trapézios retângulos congruentes (T), e 4 regiões quadradas congruentes
(Q), conforme mostra a figura:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 35


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

Se a área de cada região com a forma de trapézio retângulo é igual a 24


m², então a área total desse piso é, em m², igual a
(A) 324.
(B) 400.
(C) 225.
(D) 256.
(E) 196.
RESOLUÇÃO:
Observe que cada trapézio tem altura x, base maior medindo 2x e
base menor medindo x:

Portanto, a área de cada um deles é dada por:


Área do trapézio = (base maior + base menor) . altura / 2
Área do trapézio = (2x + x).x / 2
24 = (2x + x).x / 2
48 = (3x).x
16 = x2
x=4m
Veja que o salão é um quadrado com lados medindo x+x+x+x = 4x
= 4.4 = 16 metros. Portanto, sua área é:
Área do salão = lado2 = 162 = 256 m2
Resposta: D

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 36


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

34. VUNESP – TJ/SP – 2014) Norberto tomou dois empréstimos, que


foram pagos após 2 meses com o acréscimo de juro simples. No primeiro,
de certo valor, a taxa de juros foi de 1% ao mês. No segundo, de valor
R$ 1.600,00 maior que o do primeiro, a taxa de juros foi de 1,5% ao
mês. Sabendo que a soma dos juros pagos nos dois empréstimos foi igual
a R$ 128,00, é correto afirmar que a soma dos valores desses dois
empréstimos é igual a
(A) R$ 4.800,00.
(B) R$ 4.000,00.
(C) R$ 3.200,00.
(D) R$ 4.600,00.
(E) R$ 3.600,00.
RESOLUÇÃO:
No regime de juros simples, sabemos que:
Juros = Capital inicial x taxa de juros x prazo

Ou seja,
J=Cxjxt

No primeiro empréstimo, vamos chamar de P o valor do capital


inicial (que não sabemos). O prazo foi de t = 2 meses, e a taxa de j = 1%
ao mês. Portanto, tivemos um total de juros igual a:
J1 = P x 1% x 2
J1 = P x 0,01 x 2
J1 = 0,02 x P

O capital inicial do segundo empréstimo foi 1.600 reais maior que o


do primeiro, ou seja, ele foi igual a P + 1.600 reais. A taxa foi de j =
1,5% ao mês, e o prazo foi t = 2 meses também. Assim, os juros pagos
neste caso foram:
J2 = (P + 1.600) x 1,5% x 2
J2 = (P + 1.600) x 0,015 x 2

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 37


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

J2 = (P + 1.600) x 0,03
J2 = Px0,03 + 1.600x0,03
J2 = 0,03xP + 48

A soma dos juros dos dois empréstimos foi de 128 reais, conforme
dito no enunciado. Assim, podemos escrever que:
128 = J1 + J2
128 = 0,02xP + 0,03xP + 48
128 – 48 = (0,02 + 0,03)xP
80 = 0,05 x P
80
P
0, 05

Para facilitar o cálculo, podemos multiplicar o numerador e o


denominador desta fração por 100, de modo a eliminar as casas decimais.
Veja:
80 100
P
0, 05 100
8000
P
5
1600reais  P

Assim, o capital inicial do primeiro caso foi P = 1.600 reais, e o


capital inicial do segundo investimento foi P + 1.600 = 1.600 + 1.600 =
3.200 reais. A soma dos valores desses dois empréstimos é igual a 1.600
+ 3.200 = 4.800 reais.
Resposta: A

35. VUNESP – TJ/SP – 2014) Em uma folha quadrada ABCD, foi


desenhado um quadrado Z, de área igual a 169 cm², conforme mostra a
figura:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 38


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

Nessas condições, é correto afirmar que o perímetro da folha ABCD, em


centímetros, é igual a
(A) 56.
(B) 72.
(C) 60.
(D) 64.
(E) 68.
RESOLUÇÃO:
Se o quadrado Z tem área 169, podemos calcular a medida de seus
lados assim:
Área do quadrado = lado2
169 = lado2
lado = 13

Podemos calcular a medida x observando que temos triângulos


retângulos com catetos medindo x e 12, e hipotenusa medindo 13:
Hipotenusa2 = (cateto1)2 + (cateto2)2
132 = 122 + x2
169 = 144 + x2
169 – 144 = x2
25 = x2
5=x

Portanto, cada lado da folha mede 12 + x = 12 + 5 = 17cm. O seu


perímetro é 17+17+17+17 = 4x17 = 68cm.
Resposta: E

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 39


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

36. VUNESP – TJ/SP – 2014) Considere um reservatório com o formato


de um paralelepípedo reto retângulo, com 2m de comprimento e 1,5m de
largura, inicialmente vazio. A válvula de entrada de água no reservatório
foi aberta por certo período, e, assim, a altura do nível da água no
reservatório atingiu 50 cm, preenchendo 40% da sua capacidade total.
Desse modo, é correto afirmar que a medida da altura desse reservatório,
em metros, é igual a
(A) 1,75.
(B) 1,25.
(C) 1,65.
(D) 1,50.
(E) 1,35.
RESOLUÇÃO:
Note que 50cm de altura corresponde a 40% da capacidade do
reservatório, que também corresponde a 40% da altura total do
reservatório. Assim, a altura total (100%) é obtida em uma regra de três
simples:
50cm --------------- 40% da altura
A --------------------- 100% da altura

50x100% = Ax40%
50 x 100 / 40 = A
5 x 100 / 4 = A
5 x 25 = A
125 cm = A
1,25m = A
Resposta: B

37. VUNESP – TJ/SP – 2014) A Câmara dos Deputados aprovou ontem


a Medida Provisória no 647, que permite ao governo elevar para até
27,5% o limite de etanol anidro misturado à gasolina vendida nos postos
de combustível. Hoje, esse teto é de 25%.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 40


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

(O Estado de S.Paulo, 07.08.2014)


Suponha que dois tanques, A e B, contenham quantidades iguais, em
litros, de um combustível formado pela mistura de gasolina e de álcool
anidro, sendo 25% o teor de álcool na mistura do tanque A e 27,5%, o
teor de álcool na mistura do tanque B. Nessas condições, é correto
afirmar que a quantidade de álcool no tanque B supera a quantidade de
álcool no tanque A em
(A) 7,5%
(B) 8%
(C) 10%
(D) 5%
(E) 2,5%
RESOLUÇÃO:
Suponha que os dois tanques tem 100 litros de mistura. No tanque
A temos 25 litros de álcool (25%), e no tanque B temos 27,5 litros de
álcool (27,5%). Ou seja, no tanque B temos 27,5 – 25 = 2,5 litros de
álcool a mais do que no tanque A. Percentualmente, o álcool do tanque B
supera o álcool do tanque A em:
P = 2,5 / 25 = 25 / 250 = 1 / 10 = 10/100 = 10%
Resposta: A

38. VUNESP – TJ/SP – 2014) Um feirante compra mangas ao preço de


R$ 0,80 para cada duas unidades. Certo dia, ele vendeu 120 mangas ao
preço de R$ 6,60 para cada 6 unidades e n mangas ao preço de R$ 4,50
para cada 5 unidades. Se, nesse dia, o lucro obtido com a venda das
mangas foi igual a R$ 224,00, então o número total de mangas que o
feirante vendeu, nesse dia, foi
(A) 480.
(B) 400.
(C) 420.
(D) 320.
(E) 280.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 41


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

RESOLUÇÃO:
O preço de compra é de 0,80 reais para 2 unidades, ou 0,80 / 2 =
0,40 reais por unidade.
Ele vendeu 120 mangas ao preço de R$ 6,60 para cada 6 unidades,
ou seja, ao preço de 6,60 / 6 = 1,10 por unidade. Assim, ele lucrou 1,10
– 0,40 = 0,70 por manga vendida. O lucro total nessa venda foi de
120x0,70 = 84 reais.
Como o lucro total do dia foi 224 reais, significa que na segunda
parte da venda ele lucrou 224 – 84 = 140 reais.
Veja que na segunda parte da venda ele cobrou R$ 4,50 para cada
5 unidades, ou seja, 4,50/5 = 0,90 por unidade. O lucro sobre cada
manga vendida foi de 0,90 – 0,40 = 0,50. Portanto, para lucrar 140 reais,
temos:
n x 0,50 = 140
n = 140 / 0,50 = 280 / 1 = 280 mangas

O total de mangas vendidas foi 120 + 280 = 400.


Resposta: B

39. VUNESP – TJ/SP – 2014) Certa competição tem 6 etapas


eliminatórias. Sabe-se que a média aritmética do número de pessoas que
participaram da primeira e da segunda etapa é igual ao quádruplo da
média aritmética do número de pessoas que participaram de cada uma
das quatro etapas seguintes. Desse modo, a razão entre o número de
pessoas que participaram da primeira e da segunda etapa e o número
total de pessoas que participaram dessa competição é de
3
A)
4
1
B)
2
1
C)
3

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 42


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

1
D)
4
2
E)
3
RESOLUÇÃO:
Vamos chamar de A, B, C, D, E e F os números de pessoas que
participaram das etapas 1, 2, 3, 4, 5 e 6 respectivamente. Assim:
- a média aritmética do número de pessoas que participaram da primeira
e da segunda etapa é igual ao quádruplo da média aritmética do número
de pessoas que participaram de cada uma das quatro etapas seguintes:
(A + B)/2 = 4 x (C + D + E + F)/4
(A + B)/2 = (C + D + E + F)
A + B = 2x(C + D + E + F)

A razão entre o número de pessoas que participaram da primeira e


da segunda etapa e o número total de pessoas que participaram dessa
competição é:
Razão = (A + B) / (A+B+C+D+E+F)

Como A + B =2x(C + D + E + F), podemos substituir na equação


acima:
Razão = 2x(C + D + E + F) / (A+B+C+D+E+F)
Razão = 2x(C + D + E + F) / (2x(C + D + E + F) +C+D+E+F)
Razão = 2x(C + D + E + F) / (3x(C + D + E + F))
Razão = 2 / 3
Resposta: E

40. VUNESP – TJ/SP – 2014) Observe a sequência de figuras feitas em


uma malha quadriculada, sendo cada figura composta por quadradinhos
brancos e pretos.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 43


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

De acordo com a lei de formação dessa sequência, o número de


quadradinhos brancos na figura 18 será igual a
(A) 113.
(B) 103.
(C) 108.
(D) 93.
(E) 98.
RESOLUÇÃO:
Contando as quantidades de quadradinhos brancos em cada uma
das três primeiras figuras, temos a sequência: 8, 13, 18, ...

Veja que a cada figura temos um aumento de 6 quadradinhos ao


todo, sendo 5 brancos e 1 preto:

Por isso a sequência vai sendo acrescida de 5 quadradinhos brancos


a cada figura.
Para ir da 1ª até a 18ª figura, partimos dos 8 quadradinhos brancos
e precisamos adicionar 5 quadradinhos brancos por 17 vezes. Ou seja,
Quadradinhos brancos da 18ª figura = 8 + 17x5 = 8 + 85 = 93
Resposta: D

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 44


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

Fim de aula. Até o próximo encontro! Abraço,


Prof. Arthur Lima

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 45


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

1. VUNESP – TJ/SP – 2015) Um determinado recipiente, com 40% da


sua capacidade total preenchida com água, tem massa de 428 g. Quando
a água preenche 75% de sua capacidade total, passa a ter massa de 610
g. A massa desse recipiente, quando totalmente vazio, é igual, em
gramas, a
(A) 338.
(B) 208.
(C) 200.
(D) 182.
(E) 220.

2. VUNESP – TJ/SP – 2015) Para a montagem de molduras, três barras


de alumínio deverão ser cortadas em pedaços de comprimento igual,
sendo este o maior possível, de modo que não reste nenhum pedaço nas
barras. Se as barras medem 1,5 m, 2,4 m e 3 m, então o número
máximo de molduras quadradas que podem ser montadas com os
pedaços obtidos é
(A) 3.
(B) 6.
(C) 4.
(D) 5.
(E) 7.

3. VUNESP – TJ/SP – 2015) Para fazer 200 unidades do produto P, uma


empresa Utilizou 3/4 do estoque inicial (E) do insumo Q. Para fazer mais
300 unidades do produto P, vai utilizar a quantidade que restou do
insumo Q e comprar a quantidade adicional necessária para a produção

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 46


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

das 300 unidades, de modo que o estoque do insumo Q seja zerado após
a produção desse lote. Nessas condições, deverá ser comprada, do
insumo Q, uma quantidade que corresponde, do estoque inicial E, a:
(A) 2/3.
(B) 7/8.
(C) 1/4.
(D) 3/8.
(E) 9/8.

4. VUNESP – TJ/SP – 2015) Em um laboratório, há 40 frascos contendo


amostras de drogas distintas. Esses frascos estão numerados de 01 a 40,
sendo que os frascos de numeração par estão posicionados na prateleira
Q e os de numeração ímpar estão posicionados na prateleira R. Sabe-se
que o volume, em cm3, de cada amostra é igual à soma dos algarismos
do número de cada frasco. Nessas condições, é correto afirmar que a
quantidade de frascos cujas amostras têm mais de 8 cm3 é
(A) maior na prateleira R do que na Q.
(B) maior na prateleira Q do que na R.
(C) igual em ambas as prateleiras.
(D) igual a 8.
(E) maior que 13.

5. VUNESP – TJ/SP – 2015) Em um jardim, um canteiro de flores,


formado por três retângulos congruentes, foi dividido em cinco regiões
pelo segmento AB, conforme mostra a figura.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 47


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

Se AB mede 20 m, então a área total desse canteiro é, em m2, igual a


(A) 126.
(B) 135.
(C) 144.
(D) 162.
(E) 153.

6. VUNESP – TJ/SP – 2015) Observe a sequência de espaços


identificados por letras

Cada espaço vazio deverá ser preenchido por um número inteiro e


positivo, de modo que a soma dos números de três espaços consecutivos
seja sempre igual a 15. Nessas condições, no espaço identificado pela
letra g deverá ser escrito o número
(A) 5.
(B) 6.
(C) 4.
(D) 7.
(E) 3.

7. VUNESP – TJ/SP – 2015) Levantamento feito pelo CRA-SP


questionou qual reforma deve ser priorizada pelo governo. Entre as
opções estavam os setores previdenciário, trabalhista, político, tributário
e judiciário, sendo que apenas um deles deveria ser apontado. O gráfico
mostra a distribuição porcentual arredondada dos votos por setor.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 48


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

Sabendo que o setor político recebeu 87 votos a mais do que o setor


judiciário, é correto afirmar que a média aritmética do número de
apontamentos por setor foi igual a
(A) 128.
(B) 130.
(C) 137.
(D) 140.
(E) 145.

8. VUNESP – TJ/SP – 2015) Dois recipientes (sem tampa), colocados


lado a lado, são usados para captar água da chuva. O recipiente A tem o
formato de um bloco retangular, com 2 m de comprimento e 80 cm de
largura, e o recipiente B tem a forma de um cubo de 1 m de aresta. Após
uma chuva, cuja precipitação foi uniforme e constante, constatou-se que
a altura do nível da água no recipiente B tinha aumentado 25 cm, sem
transbordar. Desse modo, pode-se concluir que a água captada pelo
recipiente A nessa chuva teve volume aproximado, em m3, de
(A) 0,40.
(B) 0,36.
(C) 0,32.
(D) 0,30.
(E) 0,28.

9. VUNESP – TJ/SP – 2015) Aluísio e Berilo aplicaram,


respectivamente, R$4.000,00 e R$ 5.000,00 a uma mesma taxa mensal
de juros simples durante quatro meses. Se o valor dos juros recebidos
por Berilo foi R$ 50,00 maior que o valor dos juros recebidos por Aluísio,
então a taxa anual de juros simples dessas aplicações foi de
(A) 10,8%.
(B) 12%.
(C) 12,6%.
(D) 14,4%.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 49


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

(E) 15%.

10. VUNESP – TJ/SP – 2015) Na figura, o trapézio retângulo ABCD é


dividido por uma de suas diagonais em dois triângulos retângulos
isósceles, de lados AB = BC e AC = DC.

Desse modo, é correto afirmar que a soma das medidas dos ângulos  e
 é igual a

(A) 125º.
(B) 115º.
(C) 110º.
(D) 135º.
(E) 130º.

11. VUNESP – TJ/SP – 2015) Se todo estudante de uma disciplina A é


também estudante de uma disciplina B e todo estudante de uma disciplina
C não é estudante da disciplina B, então é verdade que
(A) nenhum estudante da disciplina A é estudante da disciplina B.
(B) nenhum estudante da disciplina A é estudante da disciplina C.
(C) algum estudante da disciplina A é estudante da disciplina C.
(D) algum estudante da disciplina B é estudante da disciplina C.
(E) nenhum estudante da disciplina B é estudante da disciplina A.

12. VUNESP – TJ/SP – 2015) Considere verdadeira a seguinte


afirmação: “Todos os primos de Mirian são escreventes”.
Dessa afirmação, conclui-se corretamente que
(A) Mirian é escrevente.
(B) se Arnaldo é escrevente, então Arnaldo é primo de Mirian.
(C) Mirian não é escrevente.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 50


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

(D) se Pâmela não é escrevente, então Pâmela não é prima de Mirian.


(E) se Jair é primo de Mirian, então Jair não é escrevente.

13. VUNESP – TJ/SP – 2015) Mantendo-se a regularidade da


sequência numérica
–3, 1, –5, 3, –7, 5, …, os dois próximos elementos dessa sequência serão,
respectivamente,
(A) –11 e 5.
(B) –10 e 6.
(C) –9 e 7.
(D) –13 e 3.
(E) –12 e 4.

14. VUNESP – TJ/SP – 2015) Considere as seguintes figuras de uma


sequência de transparências, todas enumeradas:

Na referida sequência, a transparência 6 tem a mesma figura da


transparência 1, a transparência 7 tem a mesma figura da transparência
2, a transparência 8 tem a mesma figura da transparência 3, e assim por
diante, obedecendo sempre essa regularidade. Dessa forma, sobrepondo-
se as transparências 113 e 206, tem-se a figura

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 51


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

15. VUNESP – TJ/SP – 2015) Marta confeccionou três cartões em


papel cartolina e carimbou figuras em somente uma das faces de cada
cartão. Ao encontrar um de seus amigos, Marta informou-lhe que todo
cartão de cor amarela tinha carimbada, em uma das faces, uma figura em
tinta na cor azul. Após dizer isso, ela mostrou a esse amigo três cartões:
o primeiro cartão, de cor amarela, continha uma figura carimbada em
tinta na cor azul; o segundo cartão, de cor vermelha, continha uma figura

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 52


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

carimbada em tinta na cor preta; o terceiro cartão, na cor branca,


continha uma figura carimbada em tinta na cor azul.
Com base no que foi apresentado, pode-se afirmar corretamente que
(A) todos os cartões mostrados contradizem a afirmação de Marta.
(B) nenhum dos cartões mostrados contradiz a afirmação de Marta.
(C) apenas o segundo e o terceiro cartões mostrados contradizem a
afirmação de Marta.
(D) apenas o segundo cartão mostrado contradiz a afirmação de Marta.
(E) apenas o terceiro cartão mostrado contradiz a afirmação de Marta.

16. VUNESP – TJ/SP – 2015) Uma avaliação com apenas duas


questões foi respondida por um grupo composto por X pessoas. Sabendo-
se que exatamente 160 pessoas desse grupo acertaram a primeira
questão, que exatamente 100 pessoas acertaram as duas questões, que
exatamente 250 pessoas acertaram apenas uma das duas questões, e
que exatamente 180 pessoas erraram a segunda questão, é possível
afirmar, corretamente, que X é igual a
(A) 420.
(B) 610.
(C) 520.
(D) 370.
(E) 470.

17. VUNESP – TJ/SP – 2015) . Para que seja falsa a afirmação “todo
escrevente técnico judiciário é alto”, é suficiente que
(A) nenhum escrevente técnico judiciário seja alto.
(B) alguma pessoa alta não seja escrevente técnico judiciário.
(C) algum escrevente técnico judiciário não seja alto.
(D) toda pessoa alta seja escrevente técnico judiciário.
(E) alguma pessoa alta seja escrevente técnico judiciário.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 53


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

18. VUNESP – TJ/SP – 2015) Uma equivalente da afirmação “Se eu


estudei, então tirei uma boa nota no concurso” está contida na
alternativa:
(A) Estudei e tirei uma boa nota no concurso.
(B) Se eu não tirei uma boa nota no concurso, então não estudei.
(C) Se eu tirei uma boa nota no concurso, então estudei.
(D) Se eu não estudei, então não tirei uma boa nota no concurso.
(E) Não estudei e não tirei uma boa nota no concurso.

19. VUNESP – TJ/SP – 2015) A afirmação “canto e danço” tem, como


uma negação, a afirmação contida na alternativa
(A) canto ou não danço.
(B) não canto e não danço.
(C) não danço ou não canto.
(D) danço ou canto.
(E) danço ou não canto.

20. VUNESP – TJ/SP – 2015) Se Márcio é dentista, então Rose não é


enfermeira.
Débora não é médica ou Marcelo não é professor. Identificado que
Marcelo é professor e que Rose é enfermeira, conclui-se corretamente que
(A) Débora é médica e Márcio é dentista.
(B) Se Débora não é médica, então Márcio é dentista.
(C) Débora não é médica e Márcio é dentista.
(D) Débora não é médica e Márcio não é dentista.
(E) Débora é médica e Márcio não é dentista.

21. VUNESP – TJ/SP – 2014) Observe as regularidades da sequência a


seguir:
(10; 11; 20; 21; 22; 30; 31; 32; 33; 40; . . . ; 98; 99).
Pode-se afirmar corretamente que a soma dos algarismos que compõem
o 38º elemento é

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 54


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

(A) 7.
(B) 10.
(C) 9.
(D) 6.
(E) 8.

22. VUNESP – TJ/SP – 2014) Considere a afirmação: “Se passei no


exame, então estudei muito e não fiquei nervoso”. Do ponto de vista
lógico, uma afirmação equivalente a essa é:
(A) Se estudei muito, então não fiquei nervoso e passei no exame.
(B) Se passei no exame, então não estudei muito e fiquei nervoso.
(C) Passei no exame porque quem estuda muito só pode passar.
(D) Se não fiquei nervoso, então passei no exame ou estudei muito.
(E) Se fiquei nervoso ou não estudei muito, então não passei no exame.

23. VUNESP – TJ/SP – 2014) Observe os cinco primeiros elementos


da sequência figural ilimitada a seguir:

Observando a regularidade apresentada pelos pontos em destaque em


cada figura, conclui-se que a 10ª figura é:

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 55


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

24. VUNESP – TJ/SP – 2014) Considere a afirmação: “Nem todos os


técnicos gostam de informática e todos os chefes de seção sabem que
isso acontece”. Uma afirmação que corresponde à negação lógica da
afirmação anterior é:
(A) Todos os técnicos gostam de informática e existe algum chefe de
seção que não sabe que isso acontece.
(B) Nenhum técnico gosta de informática e nenhum chefe de seção sabe
que isso acontece.
(C) Pelo menos um técnico gosta de informática e algum chefe de seção
não sabe que isso acontece.
(D) Nenhum técnico gosta de informática ou nenhum chefe de seção sabe
que isso acontece.
(E) Todos os técnicos gostam de informática ou existe algum chefe de
seção que não sabe que isso acontece.

25. VUNESP – TJ/SP – 2014) O diagrama mostra a distribuição de


pessoas, que possuem uma ou mais das habilidades A, B, C. As letras
minúsculas representam o número de pessoas que possuem determinada
ou determinadas habilidades. Por exemplo: a letra w, que está na
intersecção dos grupos de habilidades A e B, representa a quantidade de
pessoas que possuem ambas as habilidades citadas.

Foi realizada uma enquete com todas essas pessoas, e elas deveriam
responder SIM ou NÃO a essa única pergunta: “Você possui as
habilidades A e C? Todas as pessoas responderam de forma verdadeira, e
o número de pessoas que respondeu SIM foi

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 56


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

(A) r.
(B) x + s.
(C) zero.
(D) x + r + s.
(E) w + r + y.

26. VUNESP – TJ/SP – 2014) Considere verdadeiras as quatro


afirmações seguintes:
I. Ou Luíza é médica ou Márcia é advogada.
II. Carlos não é dentista e Luiz é engenheiro.
III. Se Carlos é dentista, então Márcia não é advogada.
IV. Luíza não é médica.
A partir dessas afirmações, pode-se concluir corretamente que
(A) Luiz é engenheiro e Carlos é dentista.
(B) Márcia é advogada e Luiz é engenheiro.
(C) nem Luíza é médica nem Luiz é engenheiro.
(D) Luíza não é médica, mas é dentista.
(E) Carlos é dentista ou Márcia não é advogada.

27. VUNESP – TJ/SP – 2014 – adaptada) Considere falsas as três


afirmações seguintes:
I. João é encanador e José não é eletricista.
II. José é eletricista ou Lucas é pedreiro.
III. Se Robson é servente, então João não é servente.
A partir dessas afirmações, pode-se concluir corretamente que
(A) Robson não é servente e José não é eletricista
(B) João é eletricista ou Lucas é servente
(C) Lucas não é pedreiro e José é eletricista
(D) se João é servente, então Lucas é pedreiro
(E) João é servente ou Robson não é servente

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 57


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

28. VUNESP – TJ/SP – 2014) Considere verdadeiras as afirmações:


• Todos os cães latem.
• Todos os cães possuem quatro patas.
• Os gatos também possuem quatro patas.
• Alguns seres humanos imitam os latidos dos cães.
• Nem todos os cães mordem e alguns gatos arranham.
A partir dessas afirmações, pode-se concluir, corretamente, que
(A) alguns seres humanos imitam os miados dos gatos.
(B) os gatos que arranham assustam os cães que não mordem.
(C) os cães que latem possuem quatro patas.
(D) ou os gatos arranham ou os gatos miam.
(E) alguns cães não possuem quatro patas e não latem.

29. VUNESP – TJ/SP – 2014) Luiz, José e Mauro são amigos e cada um
deles pertence a um partido político diferente. Os partidos são:
Partidos dos Operários, Partido dos Esforçados e Partido dos Professores.
Dois dos amigos são candidatos a vereador e um deles é candidato a
prefeito da cidade onde moram. O Partido dos Operários não inscreveu
candidato à prefeitura. Mauro mora perto do amigo que pertence ao
Partido dos Operários, que é um dos candidatos a vereador. Luiz não é
candidato a vereador. Nenhum dos filiados do Partido dos Esforçados quis
ser candidato à prefeitura. A partir dessas informações, é possível
concluir, corretamente, que
(A) Luiz pertence ao Partido dos Esforçados.
(B) José pertence ao Partido dos Professores.
(C) Mauro não é candidato a vereador.
(D) José não é candidato a vereador.
(E) Luiz pertence ao Partido dos Professores.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 58


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

30. VUNESP – TJ/SP – 2014) Na sequência (10; 11; 12; 13; 100; 110;
120; 130; 1000; 1 100; 1 200; 1 300; 10 000; …), a diferença entre o
menor número de 7 algarismos e o maior número de 6 algarismos é igual
a
(A) 97 000.
(B) 970 000.
(C) 87 000.
(D) 870 000.
(E) 1 130 000.

31. VUNESP – TJ/SP – 2014) Certa empresa produz diariamente


quantidades iguais do produto P. Se essa empresa usar três medidas
iguais do componente A em cada unidade do produto final P, serão
necessárias 480 dessas medidas para suprir a produção de P durante 2
dias. Se passar a usar 2,5 medidas de A em cada unidade de P, o número
de medidas de A necessário para suprir a produção de P, durante 5 dias,
será igual a
(A) 1 050.
(B) 1 000.
(C) 1 220.
(D) 980.
(E) 1 140.

32. VUNESP – TJ/SP – 2014) Um grupo de pessoas participou da fase


final de um concurso, sendo que, nesse grupo, o número de mulheres era
3
igual a do número de homens. Sabe-se que, concluída a fase final,
5
1 1
apenas do número de homens e do número mulheres foram
5 3
aprovados, num total de 8 pessoas.
O número de mulheres no grupo que iniciou a participação na fase final
desse concurso era igual a

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 59


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

(A) 18.
(B) 9.
(C) 12.
(D) 21.
(E) 15.

33. VUNESP – TJ/SP – 2014) Para efeito decorativo, um arquiteto


dividiu o piso de um salão quadrado em 8 regiões com o formato de
trapézios retângulos congruentes (T), e 4 regiões quadradas congruentes
(Q), conforme mostra a figura:

Se a área de cada região com a forma de trapézio retângulo é igual a 24


m², então a área total desse piso é, em m², igual a
(A) 324.
(B) 400.
(C) 225.
(D) 256.
(E) 196.

34. VUNESP – TJ/SP – 2014) Norberto tomou dois empréstimos, que


foram pagos após 2 meses com o acréscimo de juro simples. No primeiro,
de certo valor, a taxa de juros foi de 1% ao mês. No segundo, de valor
R$ 1.600,00 maior que o do primeiro, a taxa de juros foi de 1,5% ao
mês. Sabendo que a soma dos juros pagos nos dois empréstimos foi igual
a R$ 128,00, é correto afirmar que a soma dos valores desses dois
empréstimos é igual a

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 60


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

(A) R$ 4.800,00.
(B) R$ 4.000,00.
(C) R$ 3.200,00.
(D) R$ 4.600,00.
(E) R$ 3.600,00.

35. VUNESP – TJ/SP – 2014) Em uma folha quadrada ABCD, foi


desenhado um quadrado Z, de área igual a 169 cm², conforme mostra a
figura:

Nessas condições, é correto afirmar que o perímetro da folha ABCD, em


centímetros, é igual a
(A) 56.
(B) 72.
(C) 60.
(D) 64.
(E) 68.

36. VUNESP – TJ/SP – 2014) Considere um reservatório com o formato


de um paralelepípedo reto retângulo, com 2m de comprimento e 1,5m de
largura, inicialmente vazio. A válvula de entrada de água no reservatório
foi aberta por certo período, e, assim, a altura do nível da água no
reservatório atingiu 50 cm, preenchendo 40% da sua capacidade total.
Desse modo, é correto afirmar que a medida da altura desse reservatório,
em metros, é igual a
(A) 1,75.
(B) 1,25.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 61


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

(C) 1,65.
(D) 1,50.
(E) 1,35.

37. VUNESP – TJ/SP – 2014) A Câmara dos Deputados aprovou ontem


a Medida Provisória no 647, que permite ao governo elevar para até
27,5% o limite de etanol anidro misturado à gasolina vendida nos postos
de combustível. Hoje, esse teto é de 25%.
(O Estado de S.Paulo, 07.08.2014)
Suponha que dois tanques, A e B, contenham quantidades iguais, em
litros, de um combustível formado pela mistura de gasolina e de álcool
anidro, sendo 25% o teor de álcool na mistura do tanque A e 27,5%, o
teor de álcool na mistura do tanque B. Nessas condições, é correto
afirmar que a quantidade de álcool no tanque B supera a quantidade de
álcool no tanque A em
(A) 7,5%
(B) 8%
(C) 10%
(D) 5%
(E) 2,5%

38. VUNESP – TJ/SP – 2014) Um feirante compra mangas ao preço de


R$ 0,80 para cada duas unidades. Certo dia, ele vendeu 120 mangas ao
preço de R$ 6,60 para cada 6 unidades e n mangas ao preço de R$ 4,50
para cada 5 unidades. Se, nesse dia, o lucro obtido com a venda das
mangas foi igual a R$ 224,00, então o número total de mangas que o
feirante vendeu, nesse dia, foi
(A) 480.
(B) 400.
(C) 420.
(D) 320.
(E) 280.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 62


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

39. VUNESP – TJ/SP – 2014) Certa competição tem 6 etapas


eliminatórias. Sabe-se que a média aritmética do número de pessoas que
participaram da primeira e da segunda etapa é igual ao quádruplo da
média aritmética do número de pessoas que participaram de cada uma
das quatro etapas seguintes. Desse modo, a razão entre o número de
pessoas que participaram da primeira e da segunda etapa e o número
total de pessoas que participaram dessa competição é de
3
A)
4
1
B)
2
1
C)
3
1
D)
4
2
E)
3

40. VUNESP – TJ/SP – 2014) Observe a sequência de figuras feitas em


uma malha quadriculada, sendo cada figura composta por quadradinhos
brancos e pretos.

De acordo com a lei de formação dessa sequência, o número de


quadradinhos brancos na figura 18 será igual a
(A) 113.
(B) 103.
(C) 108.
(D) 93.
(E) 98.

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 63


MATEMÁTICA E RACIOCÍNIO LÓGICO P/ TJ-SP
PROVAS VUNESP RESOLVIDAS
Prof. Arthur Lima Aula 01

01 E 02 D 03 B 04 A 05 C 06 B 07 E
08 A 09 E 10 D 11 B 12 D 13 C 14 A
15 B 16 E 17 C 18 B 19 C 20 D 21 B
22 E 23 C 24 E 25 A 26 B 27 E 28 C
29 E 30 D 31 B 32 C 33 D 34 A 35 E
36 B 37 A 38 B 39 E 40 D

Prof. Arthur Lima www.estrategiaconcursos.com.br 64