Você está na página 1de 15

Licenciatura

em Gestão de Marketing

ECONOMIA








EMPRESARIAL





























Irina Matos Duarte

M1

Índice
1. Noções Fundamentais de economia ................................................................... 3
1.1. A escassez e o problema da escolha ...................................................................... 3
1.2. O problema da função económica ......................................................................... 3
1.3. Possibilidade de escolha e Custo de oportunidade ................................................ 4
1.3.1. A Fronteira das Possibilidades de Produção ...................................................... 5
1.3.2. Sistemas económicos. O sistema de mercado ................................................... 5
1.3.2.1. Lucro Económico e Custo de Oportunidade ....................................................... 5
2. M2: Análise da Procura e da Oferta .................................................................... 6
2.1. Análise da procura e Análise da oferta ........................................................... 6
2.1.1. Análise da procura ...................................................................................... 6
2.1.1.1. A curva de procura individual ................................................................. 6
1.1.1. Análise da oferta ........................................................................................ 6
1.1.1.1. A curva da oferta .................................................................................... 7
1.2. Ponto de equilíbrio. Interpretação geométrica ............................................... 7
1.2.1. Mercados em desequilíbrio ........................................................................ 7
1.2.2. Excedente do consumidor .......................................................................... 8
1.2.3. Excedente do produtor ............................................................................... 8
1.2.4. Excedente económico ................................................................................. 9
1.1. Deslocações do equilíbrio ............................................................................... 9
1.1.1. Deslocação da procura ............................................................................... 9
1.1.1.1. Aumento da procura ............................................................................... 9
1.1.1.2. Diminuição da procura .......................................................................... 10
1.1.1.3. Aumento da oferta ............................................................................... 10
5.1.1.1. Diminuição da oferta ............................................................................ 11
2.2. Como fazer os exercícios? ............................................................................ 12
3. Análise da Procura e da Oferta: Aplicações ...................................................... 13
3.1. Elasticidade preço-procura ........................................................................... 13
3.2. Receita Total ................................................................................................ 13
3.3. Zonas de elasticidade preço – procura .......................................................... 14
3.4. Interpretação Gráfica ................................................................................... 15


1. Noções Fundamentais de economia
1.1. A escassez e o problema da escolha
Economia é uma ciência social que estuda a forma como as sociedades utilizam os
recursos escassos para produzir bens com valor (bem estar material) e como os
distribuem entre as pessoas. A economia trata-se sobretudo de escolhas (trade off),
uma vez que, os recursos são escassos. Estes recursos (inputs) são utilizados para
produzir bens e serviços (output).

MICROECONOMIA MACROECONOMIA
Lida com decisões económicas dos Estuda o desempenho de uma
subsistemas individuais (mercados, economia como um todo (ciclos
empresas, famílias). económicos, inflação, desemprego).
Estuda pequenos grupos (indivíduos e Estudo de grandes grupos (agregação
mercados). de mercados).

1.2. O problema da função económica


Uma vez que, bens económicos envolvem a utilização de recursos escassos na sua
produção é importante que um gestor saiba - O que produzir? Como o produzir? Para
quem produzir? Desse modo será possível gerir os recursos escassos, ou seja, fazer
escolhas (decidir uma hipótese em detrimento de outra).










1.3. Possibilidade de escolha e Custo de oportunidade


Dada a escassez de recursos, um gestor tem de optar entre as várias
possibilidades, optando por uma opção em detrimento de outra, o que acarreta um
custo de oportunidade. O custo de oportunidade diz respeito à quantidade de
alternativa que tive de sacrificar para aumentar a outra.
Exemplo:
No caso apresentado, na quarta coluna, para aumentar 10 de A tive de sacrificar
(diminuir) 4 de B. Não é possível manter 75 de B, uma vez que, os 10 de A também tem
um custo e os recursos são limitados.

(CALCULOS) – coluna cinco
P/ ter mais XX que a hipótese anterior de (A)-------Sacrifiquei (B)
X ------- Custo de oportunidade de 1(B)
(=)
10 --- 4
X ---- 1 (=) 1X10/4= 10/4







1.3.1. A Fronteira das Possibilidades de Produção


A fronteira das possibilidades de produção mostra as diversas combinações das
quantidades máximas dos dois bens que é possível produzir com base nos recursos
existentes. Nos pontos C e D a produção está a ser levada ao máximo, pelo que se diz
que é a zona de eficiência máxima. O ponto M é impossível dada a escassez de recursos.
O ponto T é possível, mas a economia está a produzir aquém do máximo devido ao
desemprego de recursos ou à ineficiência produtiva.

1.3.2. Sistemas económicos. O sistema de mercado


1.3.2.1. Lucro Económico e Custo de Oportunidade

Lucro económico = Receitas – Custos Explícitos – Custos Implícitos

Lucro contabilístico Custos económicos



Legenda:
Receitas – O que se ganha
Custos explícitos – Gastos que se tem com os recursos
Custos implícitos – Gastos que não são considerados (o que “eu” perdi por optar por
fazer um trabalho)


2. M2: Análise da Procura e da Oferta

2.1. Análise da procura e Análise da oferta

2.1.1. Análise da procura


A procura é a quantidade de um bem ou serviço que um consumidor deseja adquirir
para um determinado preço.
Os Determinantes da procura
A procura varia consoante o preço do bem ou do serviço. Ela tem uma relação
positiva com o Preço de bens substitutos e uma relação negativa com o preço de bens
complementares.
O rendimento é um fator que afeta a capacidade de as pessoas adquirirem bens de
forma diferenciada. Geralmente a procura é maior quando o rendimento aumenta. A
procura de bens inferiores diminui quando o rendimento.

2.1.1.1. A curva de procura individual


A curva da procura individual mostra a relação entre os preços e as quantidades
procuradas.


Nota: A equação da procura é negativa

1.1.1. Análise da oferta


A oferta é a quantidade de um bem ou serviço que uma empresa está disposta a
vender para um determinado preço.
Os Determinantes da oferta
A oferta varia de vários fatores como a tecnologia, os custos dos fatores de
produção, o preço das matérias primas, variações salariais, taxas de juro.



1.1.1.1. A curva da oferta
A curva da oferta mostra a relação entre os preços e as quantidades oferecidas.


Nota: A equação da oferta é positiva

1.2. Ponto de equilíbrio. Interpretação geométrica


O mercado está equilibrado quando a quantidade procurada pelos consumidores é
igual à quantidade oferecida pelos produtores.


Ilustração 1 - Ponto de Equilíbrio

1.2.1. Mercados em desequilíbrio


Ilustração 2 - Mercados em Desiquilíbrio

Quando os preços se encontram abaixo de P0 há excesso de procura, ou seja, os


consumidores desejam comprar mais do que os produtores oferecem. Quando os
preços estão acima de P0 há excesso de oferta, ou seja, os produtores oferecem mais
do que os consumidores querem comprar.

1.2.2. Excedente do consumidor


É o valor que os consumidores beneficiam de um bem não tendo de pagar. Ex:
leve 2 pague 1, porque há excesso de oferta.


Ilustração 3 - Excedente do Consumidor

1.2.3. Excedente do produtor


É o valor que os produtores recebem em excesso do montante necessário, ou seja,
através da venda num mercado em que os preços estão acima do custo normal.


Ilustração 4 - Excedente do Produtor




1.2.4. Excedente económico


Ilustração 5 - Excedente Económico

1.1. Deslocações do equilíbrio


1.1.1. Deslocação da procura
1.1.1.1. Aumento da procura


Ilustração 6 - Deslocação da procura

Este fenómeno dá-se face a fatores, tais como:


* Aumento do rendimento real
* Preço do produto substituto aumenta
* Gostos e preferências

Ordem de acontecimentos:
1. Aumento do preço do produto substituto
2. Aumento da procura do produto
3. Excesso de procura
4. Aumento do preço do produto
5. Variação da quantidade oferecida

1.1.1.2. Diminuição da procura


Ilustração 7 - Diminuição da Procura

Ordem de acontecimentos:
1. Diminuição do preço do produto substituto
2. Diminui da procura do produto
3. Excesso de oferta
4. Diminuição do preço do produto
5. Variação da quantidade oferecida
1.1.1.3. Aumento da oferta


Ilustração 8 - Aumento da oferta

Este fenómeno dá-se face a fatores, tais como:


* Melhoria da tecnologia
* Redução dos preços dos fatores de produção
* Aumento da força das vendas
Ordem de acontecimentos:
2. Aumento da oferta
3. Excesso de oferta
4. Diminuição do preço
5. Aumento da quantidade procurada
5.1.1.1. Diminuição da oferta


Ilustração 9 - Diminuição da oferta

Ordem de acontecimentos:
1. Diminuição da oferta
2. Excesso de procura
3. Aumento do preço
4. Diminuição da quantidade procurada

























2.2. Como fazer os exercícios?
Como descobrir as expressões através de tabelas:
* Encontrar as variáveis da expressão: Q=Qm+b
1. Descobrir o m:


2. Descobrir o b:
- Substituir os valores do P e do Q (tabela)
- Utilizar o m descoberto no passo anterior

Como descobrir o ponto de equilíbrio (PE):
1. Igualar as expressões do Oferta e da Procura
2. Resolver em ordem a uma das incógnitas
3. Substituir o valor na outra expressão
4. Encontrar o par ordenado (P;Q)

Como descobrir os valores máximos da reta
1. Resolver a equação da oferta substituindo o Q por 0
2. Resolver a equação da oferta substituindo o P por 0
3. Resolver a equação da procura substituindo o Q por 0
4. Resolver a equação da procura substituindo o P por 0
5. Marcar o valor das coordenadas e traçar a reta

Calcular o excesso de oferta
1. Calcular os dois pontos do excesso de oferta
* Resolver as duas expressões em ordem a Q
2. Fazer a diferença entre o maior e o mais pequeno

Calcular variações:
1. V.f-Vi / Vi

Calcular a receita total:
1. PXQ













3. Análise da Procura e da Oferta: Aplicações

3.1. Elasticidade preço-procura


A elasticidade preço-procura mede a variação da quantidade procurada de um
bem quando o seu preço varia.
Expressão Geral – No arco
ED=(∆Q/Q)
(∆P/P)
Legenda:
∆Q = Q2-Q1
Q= Média das quantidades
∆P= P2-P1
P= Média dos preços

Expressão Geral – No ponto – Quando P = F (Q)
ED= 1 x P
m Q

Expressão Geral – No ponto – Quando Q = F(P)
ED= m x P
Q


É importante notar a elasticidade é sempre dada em valores positivo - valor
absoluto, em módulo.

3.2. Receita Total


Receita Total da Elasticidade
RT=PXQ

Variação da Receita Total da Elasticidade
VRT= RT.F-RT.i
RT.i




3.3. Zonas de elasticidade preço – procura



A procura de um bem pode, consoante o valor assumido pela elasticidade do
preço-procura, ser designada por:
Se Epp<1 Procura Rígida (de baixo)
* Quantidade procurada é pouco sensível ao preço
* Quantidade procurada varia numa menor proporção que o preço
Ex: Bens alimentares
Se Epp>1 Procura Elástica (de cima)
* Quantidade procurada é muito sensível ao preço
* Quantidade procurada varia numa maior proporção que o preço
Ex: Bens de entretenimento
Se Epp=1 Procura Unitária
* Quantidade procurada não é nem muito nem pouco sensível ao
preço
* Quantidade procurada varia na mesma proporção que o preço








3.4. Interpretação Gráfica