Você está na página 1de 30

Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software

http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Pintura digital no Photoshop

Neste tutorial, ensinarei algumas dicas importantes sobre como realizar uma pintura
digital no Adobe Photoshop. Aqueles que, como eu, já desenham no papel e pintam
telas de verdade vão achar o processo virtual muito parecido com aquele que acontece
na realidade, afinal, só muda o instrumento de criação: ao invés de usar caneta ou
pincel, você utilizará o mouse ou, de preferência, uma tablet. Você vai descobrir que
pintar no Photoshop é tão divertido quanto pintar no mundo real, a diferença é que você
não vai se sujar nem um pouquinho!

Pré-requisitos

Basicamente esse será um tutorial sobre configuração de pincéis, afinal, é o que você
precisa conhecer para pintar no Photoshop, além de possuir noções de desenho e
pintura. As ferramentas normalmente utilizadas para se pintar no Photoshop são:
Brush, Blur, Smudge, Dodge, Burn e Eraser, cujas funções são, respectivamente, pintar,
desfocar de forma centralizada, desfocar de forma pontiaguda, clarear, escurecer e
apagar (figuras 01a a 01f).

Obs.: neste tutorial, não utilizei a Smudge Tool.

Resumo geral do processo

Veja aseqüência resumida das etapas do processo de criação (figura 01g):

Antes de ler o tutorial, veja o resumo do mesmo para compreender a organização geral
do processo de pintura no Photoshop.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

No início, criei duas camadas (o fundo branco – layer Background – e o esboço do


desenho inicial – layer Preto e Branco). Obs.: para renomear uma camada, basta clicar
duas vezes sobre seu nome (figura 02a).

Para fazer a pintura criei uma nova camada (clicanco no botão Create a new layer, que
fica ao lado da lixeirinha da paleta Layers) e a nomeei como Cores (figura 02b).

Dupliquei a layer Preto e Branco, na qual havia desenhado o esboço do desenho. Deixei
visíveis somente as layers Preto e Branco copy e Background (figuras 02c e 02d).

Apaguei a imagem da cabeça da layer Preto e Branco copy (figuras 02e, 02f e 02g).
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Exibi novamente todas as layers (figura 02h).

Ativei a layer Preto e Branco, clicando sobre ela. Exibi apenas as layers Preto e
Branco e Background. Da layer Preto e Branco, apaguei a imagem do corpo (figuras 02i
a 02l) .

Mudei o modo de mesclagem (blend mode) da layer Preto e Branco para Overlay
(sobrepor), o que fez com que as linhas pretas do esboço adquirissem as cores da layer
de baixo (figura 02m).
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Exibi novamente as demais layers (figura 02n).

Mesclei as layers Preto e Branco e Cores, selecionando-as com a tecla Shift ou Ctrl
(Windows) ou Command (Mac OS) e dirigindo-me ao menu superior Layer > Merge
Layers (atalho: Ctrl + E (Windows) ou Command + E (Mac OS)) (figura 02o).
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Iniciando

Criando um arquivo novo

Dirija-se ao menu superior File > New (atalho: Ctrl + N (Windows) ou Command + N
(Mac OS)). (figura 03a).

Crie um arquivo novo com as dimensões que desejar. Uma das vantagens de se pintar
no computador é a livre escolha das dimensões do documento!

Eu optei pelas seguintes configurações (figura 03b):


Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Esboçando o desenho

Lembre-se: esboçar primeiro sua arte facilitará seu trabalho posterior, pois as áreas que
deverão receber as cores já estarão desenhadas.

Quando estou desenhando ou pintando, tenho mania de inclinar um pouco o lápis ou o


pincel (e isso acontece com muita gente!). Para simular tal inclinação no Photoshop,
basta modificar o formato do pincel padrão, configurando-o para criar traços inclinados
e achatados. Diga adeus ao pincel redondo comum!

Primeiras pinceladas

Para configurar a maioria dos pincéis no Photoshop, utilize a paleta Brushes.

Na barra de opções do Photoshop (Window > Options), você encontra um resumo dos
principais itens de configuração dos pincéis. Todas as ferramentas do programa podem
ser configuradas através da barra de opções, contudo, em se tratando de pincéis, há
muito mais opções na paleta Brushes (Window > Brushes).

Obs.: há vários tipos de pincéis no Photoshop, cada qual com uma função específica. A
borracha, por exemplo, é um pincel cuja função é apagar. Portanto, jamais esqueça: as
configurações da paleta Brushes estão disponíveis para a maioria dos pincéis do
programa (borracha, carimbo, etc.).

Ative a o pincel comum (Brush Tool) (figura 03c)

Abra a paleta Brushes e observe uma série de pincéis pré-definidos que já vêm com o
programa (figura 04a):

Obs.: o que aparece ao lado direito da paleta Brushes é sempre o conjunto de


configurações do item que estiver ativado ao lado esquerdo. Por exemplo, se você ativar
o item Scattering (espalhar) e quiser alterar seus parâmetros, deverá clicar sobre a
palavra Scattering para que apareçam suas configurações.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Configurando o formato do pincel

Para configurar o formato do pincel, primeiro você deve clicar sobre a palavra “Brush
Tip Shape”, destacando-a, para que apareçam as opções de configuração à direita da
paleta (figura 04b).

Neste trabalho, eu diminuí os valores de Roundness e Angle, definindo as seguintes


configurações (figuras 04c e 04d):

Se você quiser aumentar o diâmetro do pincel, arraste o controle deslizante abaixo de


Diameter ou digite um valor na caixa de opções; se desejar inverter a direção do traço
na horizontal, ative a opção Flip X; se preferir inverter a direção do traço na vertical,
ative a opção Flip Y; se quiser inclinar o pincel, altere o valor em graus da opção Angle;
se preferir achatar o traço, diminua o valor de Roundness; se precisar de um pincel com
arestas suaves, diminua o valor de Hardness; se você quiser desenhar uma linha
tracejada, aumente o valor de Spacing, ou seja, o espaço entre cada parte do traço.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

A escolha do tema

Escolhi realizar uma homenagem ao falecido cantor e trompetista de jazz Chesney


Henry Baker, mais conhecido como Chet Baker, pois sou fã de seu trabalho. Mas decidi
desenhá-lo quando estava mais velho, pois amo desenhar pessoas idosas, afinal, o
desafio é maior, nada é óbvio e tudo é mais expressivo. Adoro a textura da pele
enrugada, as numerosas linhas, dobras, manchas, cores, enfim, todas as marcas deixadas
pelo tempo! Veja as primeiras linhas do esboço inicial (figura 05a):

Escolha você também seu tema artístico e “mãos à obra”!

Um suporte vetorial

É mais preciso desenhar com vetores (como aqueles que encontramos no Adobe
Illustrator e no Corel Draw) do que com pincéis. Embora o Photoshop seja um
programa focado em imagens bitmap, nele também encontramos ferramentas vetoriais.

Para os óculos do Chet Baker, decidi usar a Pen Tool (ferramenta caneta) (figura 05b)
. Toda vez que você quiser um traço preciso, pode utilizar a caneta, mas isso não é
obrigatório. Se você preferir, desenhe tudo com a Brush Tool ( ferramenta pincel).

Usando a caneta

Em primeiro lugar, na barra de opções, configurei a Pen Tool no modo “Paths”(figura


05c).

Instruções gerais de uso da caneta

1)Para criar linhas retas: dê cliques “secos”, ou seja, simplesmente dê um clique numa
região, solte o cursor do mouse e dê um clique noutra região.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

2)Para criar curvas: dê um clique sem soltar o cursor do mouse e, mantendo o botão
pressionado, arraste o cursor na direção para a qual desejar que a curva siga, clique
novamente em outra região sem soltar o cursor do mouse e novamente arraste o cursor
na direção para a qual desejar que a curva siga. Toda vez que você clica e arrasta o
cursor do mouse, são criados “braços” sobre cada nó ou ponto âncora. Eles definem o
tamanho e a direção da curva que sai ou que entra num ponto, como se fossem
alavancas anexadas aos nós.

3)Para mesclar curvas e retas: se o nó ou ponto âncora possuir “braços”, haverá curvas
entrando nele e saindo dele. Mantendo a tecla Alt (Windows) ou Option (Mac OS)
pressionada e clicando sobre o ponto âncora, você exclui o braço que sai do ponto, ou
seja, você terá uma curva entrando no ponto e uma reta saindo dele. Para criar um
“braço” num ponto que já foi criado com clique “seco”, onde existiriam apenas retas de
entrada e de saída, basta clicar novamente sobre o ponto, arrastar o cursor do mouse
para onde quiser posicionar o “braço” e clicar de novo mais para frente. Dessa maneira,
você terá uma reta entrando no ponto e uma curva saindo dele.

Observe o passo-a-passo do desenho dos óculos (figura 05d, 05e e 05f):

Traçando o path com o pincel

No Photoshop, é possível fazer com que um pincel trace o caminho desenhado pela
caneta. Além disso, o traço será feito com as configurações do pincel vigente.

Pensando nisso, primeiro configurei o pincel de forma que o traço começasse mais
grosso e terminasse mais fino, habilitando a opção de variações de formato (Shape
Dynamics) da paleta Brushes (figuras 05g e 05h). Fiz isso porque adicionar variações de
tamanho ao pincel faz com que o traço resultante pareça ainda mais natural, ou seja,
semelhante ao real.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Posteriormente, abri a paleta Paths (Window > Paths), ativei o Work Path clicando
sobre ele e mandei o Photoshop traçar o caminho com o pincel atual (clicando no botão
Stroke path with brush).(figura 05i)

Veja como ficou (figura 05j):

Como o traço não havia completado o path, aumentei o valor da configuração Fade de
Shape Dynamics de 500 para 1000, o que corresponde a uma gradação de 1000 partes
até o desaparecimento do traço (figura 05k).
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Repeti o procedimento do Stroke path with brush e para a armação obtive o seguinte
resultado (figura 05l):

Salvando um Work Path

Salvei o Work Path para criar outro desenho com a caneta e finalizar o desenho dos
óculos. Para salvar o Work Path, basta ativá-lo na paleta Paths e clicar sobre ele duas
vezes (figuras 05m, 05n e 05o):

Desenhei as lentes (novo Work Path), repeti o procedimento do Stroke path with brush e
obtive o seguinte resultado (figuras 05p a 05s):
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Na Options, apenas diminuí o valor de Master Diameter do pincel (figuras 05t e 05u) e
dei continuidade ao esboço até completar o desenho (figuras 06a a 06t).

Obs.: eu também poderia ter modificado o valor de Master Diameter da paleta Brushes
ou utilizado os atalhos ] e [ para, respectivamente, aumentar ou diminuir o tamanho do
pincel.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Começando a pintar

Para pintar, só é possível utilizar a cor que estiver no primeiro plano da paleta de
ferramentas. Para escolher outra cor, basta clicar sobre o quadrado e modificar os
valores da janela Color Picker (Foreground Color). Você também pode definir uma cor
reserva no segundo plano, mas deve colocá-la no primeiro plano sempre que quiser
utilizá-la. O atalho para trocar a cor do primeiro plano pela do segundo e vice-versa é X
(ou clique na seta curvada que se encontra no canto superior da direita entre os dois
quadrados de cores). Dessa forma, você pode armazenar duas cores e pintar alternando
entre ambas. Para restaurar os tons do primeiro e segundo planos para o padrão preto e
branco, você pode clicar na miniatura do canto inferior da esquerda entre os dois
quadrados ou digitar “D”. (figuras 07a, 07b e 07c).

Obs.: para coletar cores de alguma imagem, ative a ferramenta conta-gotas (Eyedropper
Tool) (figura 07d) e clique sobre o pixel colorido. O tom coletado aparecerá no
quadrado do primeiro plano da paleta de ferramentas.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Cor básica

Primeiramente, cliquei no quadrado do primeiro plano, escolhi um tom claro de pele e


dei OK (figuras 07e, 07f e 07g).

A cor básica é a principal, ou seja, a que deverá prevalecer. Prefira uma tonalidade mais
clara, pois, se houver a necessidade de mudanças, é mais fácil escurecer do que clarear.
(figura 07h).

Pensando em volumes

Pense nos volumes principais que devem estruturar a face. Basicamente, você irá
adicionar tons mais escuros nos locais mais fundos e tons mais claros nos locais mais
elevados. Resolvendo isso, será mais fácil escolher as demais cores (e, acredite, há
muitas tonalidades na pele!). Não se esqueça dos tons intermediários entre as áreas mais
claras e mais escuras. Se pensássemos num trabalho artístico em escala de cinza,
teríamos preto e cinzas mais escuros nas sombras, branco e cinzas mais claros nas áreas
de brilho e cinzas intermediários entre tais regiões. Num trabalho colorido, a situação é
parecida, pois você sempre deve variar um tom pensando nessas três intensidades (clara,
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

média e escura). Mas tudo geralmente tem mais cores do que aparenta. Logo, o segredo
está em escolher a combinação certa entre diversos tons!

A combinação de tons

Para dar início à aplicação de volume à face, eu escolhi mais três tons além da cor
básica: um mais claro do que a cor básica, um bem mais escuro do que a cor básica e
outro um pouco mais escuro do que a cor básica (e todos combinando com a cor básica)
(figuras 07i a 07l).

Sombras

Na barra de opções, aumentei o diâmetro (Master Diameter) do pincel para cobrir a face
mais rápido, diminuí o Hardness para obter um pincel mais suave e baixei a Opacity
para utilizar uma tinta semi-transparente (figuras 07m e 07n)

Regiões intermediárias

Também utilizei um pincel com arestas suaves (baixando o valor de Hardness) e uma
tinta semi-transparente (diminuindo a Opacity) (figura 07o):
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Realces

Os brilhos dão vida à pintura, mas devem aparecer em poucas regiões (figuras 07p e
07q).

Observe que o nariz parece achatado, apesar de já possuir quatro tons distintos (figura
07r):

Agora veja como um simples brilho adicionado à ponta do nariz pode ajudar na
sensação de volume (figrua 07s):
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Cores contrastantes

Os pigmentos vermelho e verde são opostos ou complementares. Quando são colocados


um ao lado do outro, eles parecem contrastantes. Isso pode ser usado a favor do trabalho
artístico em vários aspectos. Como o tom rosa é resultante da mistura do vermelho e do
branco, ele também contrasta com o verde. Pensando nisso, decidi dar pinceladas de
verdes diversos em várias partes do rosto do Chet Baker, para que contribuíssem com a
sensação de volume e realismo!

O cabelo

Para criar cabelos, pêlos e tecidos, normalmente é necessário utilizar um pincel com
arestas duras (aumentando o valor de Hardness), senão os fios parecem “embaçados”.
Para pintar fios pequenos, fui utilizando na paleta Brushes valores menores de Fade em
Shape Dynamics; para fios maiores, fui aumentando tal valor (figuras 08a a 08g):
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Nos seus mínimos detalhes

Quanto maior for o número de detalhes acrescentados a uma ilustração, melhor ela será.
Por isso é tão difícil afirmar que um trabalho está pronto, afinal, sempre há o que
melhorar! Observe quão estranha é uma pintura sem detalhes (figura 09):

Para adicionar ao rosto poros, linhas de expressão, entre outros detalhes, também
utilizei um pincel com arestas duras (aumentando o valor de Hardness), no entanto, em
alguns momentos precisei desfocar algumas partes dos detalhes para misturar as cores
das marcas de expressão aos tons da pele. Para desfocar, utilize a Blur Tool (figura 09a)
, controlando a força do desfoque (Strength) na barra de opções (figura 09b) .

Com um pincel de arestas duras (valores elevados de Hardness), fui adicionando poros
e linhas ao rosto, sempre utilizando tons rosados, marrons, ocres, laranjas, esverdeados,
etc. (figuras 09c e 09d)

Nesse momento, também fui realçando algumas sombras, o que pode ser feito de duas
maneiras: escolhendo uma cor mais escura ou utilizando a ferramenta Burn (figura
09e) para escurecer as cores já existentes na imagem: (figuras 09f, 09g e 09h).
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Da mesma forma, fui adicionando muitos detalhes na testa, como dobras e sombras:
(figuras 10a, 10b e 10c)

Após preencher o rosto com as principais cores, decidi mesclar a camada das linhas
pretas de esboço à camada das cores*.
* A explicação desta parte encontra- no tópico “resumo geral do processo”.
(figura 10d)

Usei diversas vezes a ferramenta de desfoque (figura 10e) para aprimorar a mistura
das linhas de desenho às áreas coloridas.

Com um pincel de arestas duras e abusando dos brilhos coloridos, criei óculos bem
detalhados também: (figuras 10f, 10g e 10h)
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

É importante citar que, em alguns momentos, utilizei um método diferente de misturar a


tinta do pincel com a imagem abaixo do ponteiro/ cursor. Por exemplo, mudei o modo
de mesclagem do pincel de Normal para Color Burn, a fim de escurecer a cor resultante.
(figura 10i, 10j e 10k)

Visão geral

Após um período razoável trabalhando num só desenho ou pintura, é recomendável


afastar o olhar do trabalho para obter uma visão geral do mesmo e perceber o que
deverá ser mudado ou acrescentado. (figuras 10l e 10m)
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

De volta aos detalhes

Depois de observar a pintura de longe, notei que faltavam detalhes na orelha. Adicionei-
os com um pincel de arestas duras e a Burn Tool (figura 11) configurada para
escurecer tons médios (Midtones) e com força baixa (Exposure): (figura 11a a 11d )

Aumentei ainda mais o número de poros e linhas do rosto, fui progressivamente


desfocando áreas e acrescentando mais detalhes: (figuras 11e a 11i)
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Com a Dodge Tool (figura 11j) configurada para clarear tons médios (Midtones) e
força baixa (Exposure), adicionei manchas mais claras na pele. (figuras 11k, 11l e
11m)

Com a Burn Tool, acrescentei mais manchas e linhas escuras na pele: (figuras 11n, 11o
e 11p)
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Desenhando o que faltou

Utilizando os mesmos métodos que utilizei para fazer o rosto, pintei o pescoço, as
roupas, as mãos, o trompete e o fundo.

Observe o passo-a-passo só com imagens (figuras 12a a 12m):


Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Mudei a cor do fundo para preto, o que aumentou o contraste final da imagem (figuras
12n e 12o)

Finalizando

Para finalizar, pintei a blusa, o trompete e as mãos da mesma forma que fiz o rosto. Mas
deixei tudo mais ou menos incompleto para transmitir a sensação de que a imagem é
uma pintura. (figuras 13a e 13b)
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Aumentando o foco

Para melhorar a nitidez, apliquei o efeito de foco Filter > Sharpen > Smart Sharpen, que
realça principalmente as arestas da imagem. (figura 14a, 14b e 14c)
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Aumentando o contraste

Para realçar as cores e melhorar ainda mais nitidez, simplesmente aumentei o contraste
da imagem (Image > Adjustments > Brightness/ Contrast). (figuras 15a e 15b)

Experimentando backgrounds diferentes

Você pode realizar uma pintura mais realista, ou mais artística, ou, ainda, misturar os
dois tipos. Não importa qual é o seu estilo, importante é se divertir pintando!

Veja alguns exemplos mais “malucos”: (figuras 16a a 16g)


Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

Observações

1)Para a pintura da blusa e de alguns poros da pele, utilizei o pincel pré-configurado de


número 66, pois seu formato ajuda a proporcionar o aspecto de pintura e a sensação de
textura. Você pode acessar os pincéis pré-definidos (Brush Presets) através da barra de
opções (Window > Options) ou da paleta Brushes (Window > Brushes). (figuras 17a e
17b)
Generated by Foxit PDF Creator © Foxit Software
http://www.foxitsoftware.com For evaluation only.

2)Para o trompete, acrescentei tons azulados, magentas e acizentados para favorecer o


aspecto metálico do material. (figura 17c)

Conclusão

Seja no mundo real ou no virtual, pintar e desenhar realmente não são tarefas fáceis,
mas, para quem gosta, são muito prazeirosas. Além disso, elas podem ser lucrativas para
quem quiser trabalhar com criação. Não tenha medo, arrisque mais, pois você enxergará
melhor e, conseqüentemente, fará pinturas cada vez mais bonitas! Acredite, qualquer
um pode aprender. (figura 18 maior ou 18 menor – vejam qual fica melhor…)

Enfim, espero que você leitor tenha apreciado as dicas que aqui deixei e, tendo
quaisquer dúvidas e/ou solicitações, pode me madar um e-mail: janacesar@gmail.com.
E em breve meu site estará no ar: www.janabaldacci.com

Abraço,
Janaína Cesar de Oliveira Baldacci
Certificada pela Adobe em Photoshop CS2
Designer e Artista Plástica, instrutora de computação gráfica, formada pela USP
(Bacharelado em Multimídia e Intermídia, sendo a primeira colocada do vestibular
Fuvest – 2001)
Software utilizado: Adobe Photoshop CS3 Extended

Você também pode gostar