Você está na página 1de 38

NOME:____________________________________________________________

END./TEL.:_________________________________________________________

Teoria I
1

MÚSICA É...

..A arte de combinar sons de forma agradável ao ouvido (dicionário Michaellis)

...A arte de se combinar os sons de forma simultânea e/ou sucessiva, com ordem, equilíbrio e
proporção dentro do tempo. (Bohumil Med)

...A música é celeste, de natureza divina e de tal beleza que encanta a alma e a eleva acima da sua
condição. (Aristóteles)

... A música é a linguagem dos espíritos. (Khalil Gibran)

...A música é o tipo de arte mais perfeita: nunca revela o seu último segredo. (Oscar Wilde)

..o pressentimento de coisas celestiais (Beethoven)

... A música exprime a mais alta filosofia numa linguagem que a razão não compreende. (Arthur
Schopenhauer)

..algo muito difícil de mostrar ao mundo o que sentimos em nós mesmos (Tchaikovsky)

..uma coisa que se tem pra vida toda, mas não toda uma vida pra conhecê-la (Rachmaninov)

E pra você, o que é música?


________________________________________________________________________________

________________________________________________________________________________

 ELEMENTOS FUNDAMENTAIS DA MÚSICA


De forma mais didática e ampla, podemos dizer que um som para ser musical é composto por
Melodia, Harmonia e Ritmo.

 MELODIA (combinação sucessiva dos sons com sentido musical),

 HARMONIA (combinação coerente e simultânea dos sons)

 RITMO (organização de sons dentro de uma pulsação).

Alguns instrumentos só tocam melodias. É o caso dos instrumentos de sopro. Outros fazem
melodia e harmonia e tem, ainda, os instrumentos de percussão, assim chamados porque são
tocados percutindo, ou seja, batendo, sacudindo ou arranhando para produzir o som.

INSTRUMENTOS MELÓDICOS:

Flauta – clarinete – oboé – trompete – trombone – tuba ...

INSTRUMETOS MELÓDICOS E HARMÔNICOS:


Teclado – bandolim – violão – violino – guitarra – piano – viola – violoncelo – contrabaixo...
2

INSTRUMENTOS DE PERCUSSÃO – instrumentos sem altura definida


 DE MADEIRA
Caxixi – clavas – maracás – reco-reco...

 DE METAL
Guizos – carrilhão – triangulo – agogô – ganzá ...

 DE MEMBRANA
Pandeiro – Bongô – Surdo – Tamborim – Congas – Caixa – Bombo – Tan-tan...

 PARÂMETROS SONOROS (Qualidades ou características dos sons)


 ALTURA
 DURAÇÃO
 INTENSIDADE
 TIMBRE

ALTURA= é a qualidade do som ser grave, médio e agudo

DURAÇÃO = Éo tempo de permanência do som ou do silêncio na música, pode ser longo ou curto

INTENSIDADE= É a força empregada para executar um som. É a característica do som que indica se
ele será emitido forte ou fraco.

TIMBRE = É a característica própria de cada som que permite identificar a fonte sonora.

TESTE SEUS CONHECIMENTOS I

1º) Numere a 2ª coluna de acordo com a 1ª:


1 ) RITMO ( ) Combinação de sons consecutivos, um após o outro
2 ) DURAÇÃO ( ) Combinação de sons simultâneos
3 ) MELODIA ( ) Instrumento de percussão
4) FLAUTA ( ) Instrumento harmônico
5 ) INTENSIDADE ( ) Característica própria do som que indica sua fonte sonora
6 ) ALTURA ( ) É a força empregada para a emissão de um som
7 ) HARMONIA ( ) É a qualidade do som ser grave, médio e agudo
8 ) TIMBRE ( ) É o tempo de permanência do som ou silêncio
9) GANZÁ ( ) Instrumento melódico
10) GUITARRA ( ) Organização dos sons dentro de uma pulsação
3

 NOTAÇÃO MUSICAL
É o conjunto de sinais gráficos que representam a escrita de uma peça musical

 PAUTA MUSICAL ou PENTAGRAMA

Usamos a Pauta Musical ou Pentagrama para escrever todos os elementos da grafia musical.
São 5 linhas paralelas e eqüidistantes, onde as notas musicais vão ser escritas tanto nas linhas
como nos espaços da pauta. No pentagrama, as linhas e os espaços são contados de baixo pra
cima.

 LINHAS SUPLEMENTARES
Além dos espaços e linhas da pauta, podemos também adicionar linhas extras chamadas Linhas
Suplementares Superiores ou Inferiores, para poder escrever notas mais agudas ou graves.

 PARÂMETRO ALTURA –AS NOTAS MUSICAIS


As Notas musicais são sinais que representam a altura do som musical
Apesar de serem inúmeros os sons empregados na música, para representá-los bastam apenas
sete notas que podem ser escritas com monossílabos ou representadas com letras:

NOMENCLATURA MONOSSILÁBICA: Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, Lá e Si.

NOMENCLATURA ALFABÉTICA, também conhecida como cifras: C, D, E, F, G, A, e B.


4

O conjunto das sete notas sucessivas, com a repetição da primeira, chama-se ESCALA, que pode
ser ascendente ou descendente.

ORDEM ASCENDENTE– subindo, ficando mais agudo (alto): Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, Lá, Si e Dó.

ORDEM DESCENDENTE– descendo, ficando mais grave (baixo): Dó, Si, Lá, Sol, Fá, Mi, Ré e Dó.

Correspondem às teclas brancas do piano (notas naturais):

 TOM e SEMITOM

 TOM E SEMITOM
Na música ocidental, a menor distância sonora entre duas notas é chamada de SEMITOM e a
distância sonora de dois semitons corresponde a umTOM.

Consta que foi Guido D'Arezzo, célebre músico do século XI, quem deu nomes aos sons musicais
aproveitando a primeira sílaba de cada verso do hino à São João Batista:
5

UT queant laxis
REsonare fibris
MIra gestorum
FAmuli tuorum
SOLve polluti
LAbii reatum
Sancte Ioannes.

Passado algum tempo, Utfoi trocada por Dó, por ser difícil a sua execução nos solfejos. O Si foi
formado da primeira letra de Sancte e da primeira de Ioannes.

TESTE SEUS CONHECIMENTOS II


1º) Escreva a nomenclatura monossilábica das notas:
D=______ A=______ E=______ G=______
2º) Agora escreva a nomenclatura alfabética:
Dó =______ Fá =______ Si =______ Sol = ______
3º) Complete com a nota que vem antes e depois

______ FÁ _______ ______RÉ_______ _______SOL_______


4º) Complete a escala ascendente com as notas que faltam:

Sol _____ _____ Dó _____ _____ ______ Sol


5º) Complete a escala descendente:

Dó _____ _____ _____ _____ Mi _____ _______

6º) Marque “T” se a distância sonora entre as notasabaixo for Tom ou “ST” se for semitom:

Mi  Fá Dó Ré Lá  Sol Dó Si Fá Sol

7º) Complete os degraus que estão faltando com o nome das notas musicais:

8º) Esta vizinhança está incompleta


Complete com as notas que estão faltando
6

 CLAVES
Clave é um sinal colocado no início da pauta para dar nome e altura às notas. Com o artifício das
claves podemos escrever todas as alturas de sons existentes.
É importante observar o tipo de clave para poder ler as notas.

A Clave de Sol é usada por instrumentos de alto alcance sonoro como


o violino, flauta, trompete, clarinete e vozes femininas. Dá nome à nota
Sol na 2ª linha do pentagrama

A Clave de Dó é usada por instrumentos de médio alcance sonoro


como a viola de arco. É a clave dos sons intermediários entre a Clave
de Sol e Fá. A mais usada e onde a nota Dó se localiza na 3ª linha, mas
pode se localizar também na 1ª, 2ª e 4ª linha.

A Clave de Fá é usada por instrumentos de baixo alcance sonoro como


o baixo, violoncelo e vozes masculinas. A nota Fá pode se localizar na
4ª e 3ª linha, porém a mais utilizada é com a nota Fá na 4ª linha

Claves de percussão, usadas para instrumentos sem altura definida

Para o piano, utiliza-se duas claves


simultaneamente: a de Sol, para a mão direita e
a de Fá para a mão esquerda.

No exemplo abaixo, podemos ver as notas representadas por cada uma das linhas e espaços da
pauta com a Clave de Sol e com aClave de Fá.
Com a clave de Sol, a primeira linha corresponde à nota Mi (E) e o primeiro espaço à nota Fá (F).
Em outras palavras, as notas na pauta (linha-espaço-linha...) seguem a ordem natural (Dó, Ré, Mi,
Fá, Sol, Lá e Si).
7

A nota Dó (C) localizada na primeira linha suplementar inferior no pentagrama com a clave de Sol,
corresponde ao Dó Central do piano que fica próximo à fechadura da tampa do instrumento. No
pentagrama com a clave de Fá essa mesma nota localiza-se na primeira linha suplementar
superior.

 MEMORIZANDO NOTAS NO PENTAGRAMA

NA CLAVE DE SOL
Nas linhas Nos espaços

NA CLAVE DE FA

 CLAVE DE DÓ
A clave de dó, também chamada de mesoclave, define a altura da nota dó e é indicada pelo centro
da figura (o encontro entre os dois “cês” invertidos). Originalmente a clave de dó foi criada para
representar as vozes humanas. Cada voz era escrita com a clave de dó em uma das linhas.
O alto era representado com a clave na terceira linha, o tenor na quarta linha e o mezzo-
soprano era representado com a clave de dó na segunda ou primeira linha da pauta. Este uso se
tornou cada vez menos freqüente e esta clave foi substituída pelas de sol para as vozes mais
agudas e a de fá para as mais graves.

Hoje em dia, a posição mais freqüente é a mostrada na figura, com o dó na terceira linha,
representando uma tessitura média, exatamente entre as de sol e fá. Um dos poucos
instrumentos a utilizar esta clave na sua escrita normal é a viola de arco. Esta clave também pode
aparecer ocasionalmente em passagens mais agudas do trombone. Seu uso vocal ainda ocorre
quando são utilizadas partituras antigas.
8

 CLAVE DE PERCUSSÃO
A Clave de Percussão não é uma clave no mesmo sentido que a de Fá, Dó ou Sol.
É simplesmente uma convenção que indica que as linhas e espaços são atribuídos a um
instrumento de percussão.

 NOTAS NA PAUTA

OBS.: repare que o nome das notas na clave de Dó encontra-se uma acima da de Sol e na de Fá
duas acima da clave de sol. Assim se a posição de uma nota na clave de Sol chama-se Ré, na
mesma posição na clave de Dó vai se chamar Mi e na de Fá vai se chamar Fá.

Na clave de Sol escrevemos os sons médios e agudos.


Na clave de Dó os sons médios
Na Clave de Fá os sons médios e graves.
9

TESTE SEUS CONHECIMENTO III

1. Identifique as claves:

2) Complete:
a) Usamos a clave de ____________ para escrevermos os sons médios e graves
b) A clave de Sol indica a nota Sol na _____________ linha
c) O sinal que dá nome e altura às notas é a _____________________
d) Usamos a clave de Sol para escrevermos os sons médios e _______________________
e) A qualidade do som que representa os sons graves, médios e agudos é a
____________________
f) A qualidade do som que indica o tempo de permanência desse som chamamos de
______________
g) Intensidade é ____________________ que empregamos para executar os sons, está
relacionada ao volume do som.
h) A qualidade do som que permite identificar sua fonte sonora é o
______________________
i) Melodia, ___________________ e ____________________são elementos fundamentais
da música.
j) Representamos a _______________________com as notas musicais e a
_________________ com os valores (figuras musicais)

3) Aprendendo a desenhar a clave de Sol

Agora tente desenhar sozinho a clave de Sol

___________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________
___________________________________________________________________________________________________________
10

4) Vamos treinar a leitura das notas na clave de Sol?

5)Treina mento de leitura na clave de Dó

6) Tente fazer a leitura das notas na clave de Fá


11

 NOÇÃO DE ESCALA GERAL DOS SONS


Escala geral é o conjunto de todos os sons musicais que o ouvido pode classificar e analisar, A
escala geral encerra 97 sons, divididos em cinco regiões:
 subgrave,
 grave,
 média,
 aguda e
 superagudo,

somando-se um total de oito oitavas, sendo que cada oitava recebe o número correspondente a nota
do som que na qual começa.

A região subgrave tem duas oitavas que vai do DÓ-2 ao DÓ 1


A região grave tem uma oitava que vai do DÓ1 ao DÓ2
A região média tem duas oitavas que vai do DÓ2 ao DÓ4
A região aguda tem uma oitava que vai do DÓ4 ao DÓ5
A região superagudo tem duas oitavas que vai do DÓ5 ao DÓ7.
O único instrumento musical que percorre toda a escala geral é o grande órgão de tubos, por esse
motivo é apelidado carinhosamente de “PAPA DOS INSTRUMENTOS”.
A nota central da escala geral é o DÓ3.
12

ENDECAGRAMA - Pauta de 11 linhas, abrange as claves de Sol e Fá. A clave de Dó


fica entre as duas com o Dó na terceira linha

TESTE SEUS CONHECIMENTOS IV


1) Sempre é bom treinar mais um pouco. Vamos fazer a leitura das notas?
13

2) Sabendo a posição das notas DÓ dentro da escala geral, localize e escreva no pentagrama as
notas:
MI3, FÁ4, SOL2, LÁ1, RÉ2, SI3, MI4

PARÂMETRO DURAÇÃO
FIGURAS MUSICAIS E SEUS VALORES

As figuras musicais nos permitem especificar a DURAÇÃO do som ou do silêncio (pausa). Na tabela
abaixo podemos ver as figuras musicais, a respectiva representação do silêncio, seus nomes e
seus valores relativos:
14

Cada figura dura o dobro do tempo da figura seguinte e metade do tempo da figura
anterior

VALOR EM DURAÇÃO (TEMPOS) DAS FIGURAS MUSICAIS

Figura NomeValor Relativo Valor em duração


(identidade da figura) (tempos)
Semibreve 1 4
A duração de cada figura depende
Mínima 2 2 de qual figura é “escolhida” para
ser a unidade de tempo (no
Semínima 4 1 (U.T.) exemplo ao lado foi a semínima),
ou seja, a figura que vai durar 1
Colcheia 8 1/2 tempo representando a pulsação.
Quando se sabe quem é a unidade
Semicolcheia 16 1/4 de tempo (U.T.) a figura que vem
antes dura o dobro do tempo e a
figura seguinte dura a metade do
Fusa 32 1/8 tempo. E assim ficamos sabendo
o tempo de duração de cada uma
das figuras.
Semifusa 64 1/16

Obs: escolhemos aqui o valor de 1 tempo para a Semínima apenas para termos uma referência,
mas qualquer figura pode representar a unidade de tempo.
Usando um exemplo mais prático: digamos que o valor de uma Semínima seja de R$ 1,00. Isso
significaria que:
– a Colcheia vale R$ 0,50
– a Mínima vale R$ 2,00
– a Semicolcheia vale R$ 0,25
– etc.
15

 PAUSAS OU FIGURAS NEGATIVAS


Cada figura musical tem seu respectivo símbolo que representa o silêncio, são chamadas PAUSAS
ou FIGURASNEGATIVASe tem a mesma duração que a sua correspondente figura de som.

Nome da figura Figura de som Figura de silêncio ou Pausa

Semibreve

Mínima

Semínima

Colcheia

Semicolcheia

Fusa

Semifusa
16

É muito importante compreender a proporção das figuras rítmicas, no sentido de que cada uma
delas dure exatamente a metade da anterior e o dobro da seguinte, como mostra o quadro a
seguir:

PARTES DE UMA FIGURA


17

 COMO ESCREVER CORRETAMENTE AS NOTAS NO PENTAGRAMA


 Até o segundo espaço, as hastes devem ser pra cima
 Na terceira linha, a haste pode ser pra baixo ou pra cima
 Do terceiro espaço pra cima, as hastes devem ser pra baixo

 Mistas (por exemplo, uma abaixo da terceira linha e outra acima) pode-se colocar a linha
(unindo os colchetes) pra baixo ou cima.

 Quando escrevemos para duas vozes no mesmo pentagrama, colocamos as hastes para cima
para a voz mais aguda e hastes para baixo para as vozes mais graves.

 Para cima, a haste tem que ser do lado direito.E pra baixo, a haste deve estar no lado
esquerdo, mas os colchetes são sempre do lado direito.
18

 AGRUPAMENTO DE FIGURAS
As figuras que são subdivisões da semínima podem aparecer ligadas, quando a semínima
representa a unidade de tempo, formando blocos correspondentes a uma semínima, para facilitar
a visualização de um tempo dentro do compasso.

Por exemplo, duas colcheias, uma ao lado da outra, , são ligadas da seguinte forma:
Nesse caso, sabemos que um bloco completo (que equivale a uma semínima) seria formado por 4
semicolcheias ou 2 colcheias. Observe:
4 semicolcheias 2 colcheias

Porém, muitas vezes aparecem em sequência, figuras diferentes entre si, por exemplo: 2
semicolcheias e 1 colcheia ou vice-versa. Mas, como 2 semicolcheias valem 1 colcheia, um bloco
também pode ser formado por 2 semicolcheias + 1 colcheia. E como ficaria a representação desse
bloco? Observe:

Repare que as duas semicolcheias estão ligadas a uma colcheia formando um bloco de 3 notas que
equivale a uma semínima.
Muito bem, vamos bagunçar um pouco mais então esse bloco. Imagine que ainda estamos com 2
semicolcheias e 1 colcheia, mas agora as semicolcheias não estão uma ao lado da outra. Digamos
que a ordem seja: semicolcheia – colcheia– semicolcheia ao invés de semicolcheia –
semicolcheia – colcheia. Nesse caso, a representação ficaria assim:

Repare que a primeira nota está ligada à segunda nota com metade da simbologia de semicolcheia
e metade da simbologia de colcheia:

Isso significa que a primeira nota deve ser tocada como semicolcheia e a segunda como colcheia.
O raciocínio é o mesmo para a última nota, que deve ser tocada como semicolcheia:
19

 TESTE SEUS CONHECIMENTOS V


1) Pense e responda:
a) Quantas semínimas equivalem a quatro semicolcheias?__________
b) Quantas colcheias é possível executar na duração de uma semibreve?____________
c) Quantas semínimas executamos na mesma duração de duas colcheias?___________
d) Quantas mínimas equivalem à duração de oito semicolcheias?__________________

2) Desenhe a figura de pausa correspondente:

_______ ________ _______ _______ _______

 PONTO DE AUMENTO
Adicionando um ponto ao lado direito da nota, aumentamos em metade o seu valor ou seja, a
duração do som ou do silêncio será equivalente ao valor da figura mais a sua metade:

Um segundo ponto aumentará em metade o valor do primeiro ponto e um terceiro aumentará em


metade o valor do segundo.

 LIGADURA
Ligadura, na notação musical padrão, é um símbolo que consiste numa linha curva que se usa por
cima ou por baixo das notas musicais para ligá-las entre si.

 TIPOS DE LIGADURA
No caso das notas ligadas terem a mesma altura, a ligadura diz-se de PROLONGAMENTO e, a sua
execução consiste em executar a primeira a nota e prolongar a duração do som obtido, pelo
tempo correspondente às notas que estiverem ligadas. Este tipo de ligadura é usado geralmente
para permitir a execução de notas cuja duração não possa ser representada por uma única figura
20

ou por uma figura pontuada ou para representar notas que se estendem de um compasso ao
seguinte.

No exemplo abaixo, vemos dois Compassos iguais, diferenciando apenas a forma escrita. No
primeiro o som foi prolongado com a Ligadura e no segundo foi usado o ponto de aumento para
prolongar o som.

No caso das notas serem diferentes, a ligadura é DE EXPRESSÃO, ou seja, o executante passa
duma nota para a outra ligando-as em um mesmo som. Este tipo de execução é chamado
de LEGATO ou PORTAMENTO.

As ligaduras também podem marcar as frases musicais, ou seja um trecho que deve ser executado
sem interrupção para respiração. É a ligadura de FRASE.

 STACCATO:
Ao contrário do ponto de aumento e da ligadura que funcionam como se fossem um sinalde
mais, o staccato funciona como se fosse um sinal de menos na música. É um sinalzinho colocado
em cima ou abaixo da nota. Ele vai fazer com que o som seja seco, como se diminuísse o som, não
na altura do volume, mas no tempo de duração do som:

TESTE SEUS CONHECIMENTOS VI


1) Substitua o ponto de aumento pela figura que ele representa (não esqueça da ligadura entre
as figuras)

a) = b) = c) = e) =


2) Coloque ponto de aumento nas pausas:
21

COMPASSO
Na notação musical, um compasso é uma forma de dividir quantitativamente em grupos os sons
de uma composição musical, com base em pulsos e repousos
Os compassos facilitam a execução musical, ao definir a unidade de tempo, o pulso e o ritmo da
composição ou de partes dela. Os compassos são divididos na partitura a partir de linhas verticais
desenhadas sobre a pauta. A soma dos valores temporais das notas e pausas dentro de um
compasso deve ser igual à duração e definida

Nesse exemplo, qual foi a organização utilizada para os compassos? Foi separar grupos de
4semínimas.

Nesse exemplo, preste atenção no segundo compasso. Há várias figuras (semínimas, colcheias,
semicolcheias e fusas) nele, mas todas elas juntas ocupam o tempo de 4 semínimas, portanto,
ficam dentro do mesmo compasso. O mesmo ocorre para os compassos 1 e 3, que apresentam
outras figuras que equivalem ao tempo de 4 semínimas.
Observe essa fração abaixo, que aparece no início da partitura que acabamos de analisar:

Essa fração 4/4 foi quem determinou que um compasso teria 4 semínimas. Vamos descobrir o
porquê disso:

O denominador da fração:

Informa qual a figura que servirá de referência para a análise. O número 4 se refere à semínima,
portanto esta é a figura de referência. Já o numerador:
22

Informa quantas figuras cabem em cada compasso. Observe que o numerador desta fração está
dizendo que cabem 4 figuras em um compasso, e o denominador está dizendo que a figura é a
semínima, portanto, a fração 4/4 informa que cabem 4 semínimas em um compasso.

TESTE SEUS CONHECIMENTOS VI


1) Agora que você conhece as figuras musicais e tem uma noção de compasso, vamos treinar a
leitura rítmica?

2) Vamos cantar essas notinhas?

3) Leitura rítmica
23
24

 INTERVALO

INTERVALO – é a diferença de altura entre duas notas, a distância que separa um som de outro.
SEMITOM – é o menor intervalo na música ocidental
TOM – é a soma de dois semitons

ESCALA DE DÓ MAIOR E A ESTRUTURA DE TONS E SEMITONS

 SEMITOM DIATÔNICO E CROMÁTICO


Semitom por definição é o menor intervalo que o ouvido humano pode perceber e classificar.
O semitom é classificado em:

SEMITOM CROMÁTICO, SEMITOM DIATÔNICO E SEMITOM DIATÔNICO NATURAL.

SEMITOM CROMÁTICO: quando formado por duas notas de mesmo nome e entoação diferente
(uma das notas é alterada)

SEMITOM DIATÔNICO: quando formado por duas notas de nomes diferentes (sons sucessivos e
uma das notas alterada).

SEMITONS DIATÔNICOS NATURAIS – MI-FÁ e SI-DÓ na escala primitiva de Dó Maior e Lá menor

SI DO
Um TOM é formado por dois semitons.
25

 ACIDENTES
As notas podem ser alteradas através de Acidentes ouAlterações, ou seja, podemos deixar o som
de cada nota mais agudo ou mais grave, dependendo da alteração que usarmos.

Acidente Nome Alteração

bemol abaixa a nota meio tom

dobrado bemol abaixa a nota um tom

sustenido eleva a nota meio tom

dobrado sustenido eleva a nota um tom


anula o efeito do sustenido ou bemol
bequadro
(a nota volta ao estado natural)

Quando a nota é escrita com monossílabos ou letras, a alteração é escrita do lado direito
do nome da nota. No pentagrama, a alteração é colocada sempre do lado esquerdo da cabeça da
nota.

Tipos de alterações: OCORRENTES, FIXAS eDE PRECAUÇÃO

 ALTERAÇÕES OCORRENTES
A alteraçãoocorrente aparece em um determinado compasso e somente irá alterar a nota que
estiver na mesma altura e dentro do mesmo compasso.

O exemplo mostra a nota Sol com o símbolo de sustenido, então o Sol deve ser tocado meio tom
acima e indica que a outra nota Sol mais adiante também terá sustenido. Se caso a segunda nota
Sol é que estivesse indicada com sustenido, então somente ela seria alterada e o primeiro seria
natural. Se houvesse outra nota Sol, porém em altura diferente seria natural também.

 ALTERAÇÕES FIXAS
Se o acidente estiver no início logo após a clave, trata-se de alteração fixa e indica que a nota será
alterada durante todo o trecho musical..
No exemplo abaixo, todos as notas Fá e Dó ao longo do trecho musical, serão tocadas meio tom
acima, exceto quando há o símbolo de bequadro que indica que a nota volta ao seu estado
natural. O exemplo também mostra que na música pode haver acidentes fixos e ocorrentes juntos.

Os acidentes fixos também são chamados de Armadura de Clave, e seguem uma ordem:
26

Sustenidos: Fá, Dó, Sol, Ré, Lá, Mi, Si Bemóis, é o inverso: Si, Mi, Lá, Ré, Sol, Dó, Fá)

ALTERAÇÕES DE PRECAUÇÃO
Podem aparecer durante a música quando uma nota sofreu alteração e para “lembrar” que ela
voltou ao estado anterior. No exemplo abaixo a nota Sol sofreu alteração no primeiro compasso.
Não haveria necessidade de colocar o bequadro no segundo compasso pois se trata de uma
alteração ocorrente que só ocorre no compasso anterior, mas, “por precaução”, se coloca o
bequadro no segundo compasso para lembrar que a nota agora volta a ser natural.

TESTE SEUS CONHECIMENTOS VII

1) Identifique o semitom diatônico com “D”, o Natural com “N” e cromático com “C”

2) Transcreva o trecho melódico do primeiro pentagrama elevando as notas um semitom e do


segundo pentagrama abaixando um semitom. Capriche na caligrafia musical.
27

________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________

________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________
________________________________________________________________________________

3) Ouça os dois sons e identifique com um “X” se o intervalo é de TOM ou SEMITOM:

a) b) c) d) e) f) g) h) i) j)
TOM
SEMITOM

4) Leitura rítmica
28
29
30
31
32
33
34

Escrever a música abaixo no pentagrama


35

_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
36

_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________
37

Além da vivência em sala de aula, a presente apostila foi montada com material coletado da
internet e do livro Teoria da Música de Bohumil Med.
Profª Maria Bezerra

Alguns dos sites pesquisados:

http://www.cifraclub.com.br/contrib/tutoriais/-apostila
http://www.deniswarren.com
https://pt.wikipedia.org/wiki/Intervalo
http://musicaeadoracao.com.br
http://200.18.45.28/sites/musica/images/teoria_elementar.pdf
http://willenmoreira.blogspot.com.br
http://www.descomplicandoamusica.com/
http://www.academiamusical.com.pt/tutoriais/teoria-musical
http://www2.secult.ce.gov.br/Recursos/PublicWebBanco/Partituraacervo/Apt000002.pdf
http://musicalleizer.com.br/2013/06/escala-pentatonica