Você está na página 1de 3

Conto Contigo9

2º PERÍODO

3º Teste 9º ano

COTAÇÃO DO 3º TESTE DE 9º ANO

GRUPO I GRUPO II GRUPO III GRUPO IV GRUPO V

1.1.......... 3 1............ 3 Parte A 1.............. 3 Tema e género textual…. 5 pontos

1.2.......... 3 2.…........ 3 1.1........ 6 2.1........... 3 Coerência e pertinência da

1.3.......... 3 3............ 3 2........... 6 2.2........... 3 informação..................... 5 pontos

1.4.......... 3 4.………… 3 3........... 7 2.3...……… 3 Estrutura e coesão.......... 5 pontos

Parte B 3.…………… 3 Morfologia e sintaxe....... 5 pontos

4.1.……… 4 4.…………… 5 Repertório vocabular....... 5 pontos

5.1.………. 3 Ortografia........................ 5 pontos

___________ ________ _______ _______ _______________


12 pontos 12 pontos 26 pontos 20 pontos 30 pontos

TOTAL: 100 pontos

CENÁRIOS DE RESPOSTA

ITENS DE RESPOSTA
COTAÇÕES
Grupo I – Oralidade

1.1. (D) 3

1.2. (A) 3

1.3. (C) 3

1.4. (B) 3

Total 12

1
Conto Contigo9

ITENS DE RESPOSTA
COTAÇÕES
Grupo II – Leitura

1. (B) 3

2. (D) 3

3. (A) 3

4. (C) 3

Total 12

ITENS DE RESPOSTA
COTAÇÕES
Grupo III – Educação Literária

PARTE A
1.1. Ao longo de excerto apresentado, o Frade faz a sua autocaracterização,
assumindo, dessa forma, os seus pecados. Assim, o clérigo começa por assumir que 6
o seu comportamento está mais de acordo com a vida mundana do que com a vida
religiosa, pois canta e dança, assumindo “Som cortesão” (verso 372). Além disso,
assume que não cumpre os seus votos, pois vive com uma mulher, “Por ser
namorado/ e folgar com ũa mulher” (versos 409, 410).

2. No seu diálogo com o Frade, o Diabo mostra-se extremamente irónico, pois está a
julgar e a condenar um membro do clero, que devia ser um exemplo para todos, mas
que se apresenta como um pecador. Assim, com a designação “Gentil padre 6
mundanal”, o Diabo realça o facto de o clérigo não ter vivido de acordo com as
normas do clero, tendo optado por uma forma de vida mais mundana, ou seja, mais
ligada aos prazeres.
3. Ao inserir esta personagem no seu auto, Gil Vicente teve a intenção clara de criticar
o clero pelo seu modo de vida caracterizado pelo afastamento dos deveres religiosos.
Deste modo, leva o Frade a admitir as suas falhas com grande naturalidade, 7
baseando-se na crença de que, por pertencer ao clero, teria direito a ir para o paraíso
quando morresse. Por isso, a personagem mostra-se surpreendida quando o Diabo a
quer levar para o inferno e pergunta se o hábito e os salmos que rezou (que
representam a sua ligação à Igreja) não servem de nada, afirmando que tal desfecho
não fazia parte do “contrato”.
PARTE B

4.1. No soneto apresentado, o sujeito poético reflete sobre a sua vida, que foi sempre
infeliz. Efetivamente, ele atribui a sua infelicidade aos erros que cometeu, “Erros
4
meus”, à sua pouca sorte, “má fortuna”, e ainda ao amor apaixonado, “amor
ardente”. Assim, a conjugação de todos estes fatores conduziu ao seu sofrimento,
“em minha perdição se conjuraram”.

5.1. Dos três fatores referidos pelo sujeito poético, há um que assume maior 3
importância, o amor (“os erros e a fortuna sobejaram, / que para mim bastava o amor
somente”). Na verdade, foi o “amor ardente”, o amor desmedido e apaixonado, o
responsável pela infelicidade do “eu” lírico, pois permitiu-lhe ter esperanças
infundadas, que não passaram de enganos, “breves enganos”.
Total 26

2
Conto Contigo9

ITENS DE RESPOSTA
COTAÇÕES
Grupo IV – Gramática

1. (a) - 4; (b) - 2; (c) -1 3

2.1. (D) 3

2.2. (C) 3

2.3. (A) 3

3. A sociedade do seu tempo foi bem retratada por Gil Vicente, o primeiro grande 3
dramaturgo português.
4. Se fosse possível, levá-los-ia ao teatro para assistirem a uma representação do Auto 5
da Barca do Inferno. Eles não lhe diriam que não.
Total 20

ITENS DE RESPOSTA
COTAÇÕES
Grupo V – Escrita

Tema e género textual .... 5 pontos

Coerência e pertinência
da informação.................. 5 pontos

Estrutura e coesão........... 5 pontos

Morfologia e sintaxe........ 5 pontos

Repertório vocabular....... 5 pontos

Ortografia........................ 5 pontos
5 × 6 = 30
Os alunos podem referir aspetos positivos e negativos, apenas positivos, ou apenas
negativos.

Na redação do texto, o aluno deverá:


– escrever um texto argumentativo, cumprindo as instruções fornecidas
relativamente ao tema e à extensão do texto;
– produzir um discurso coerente do ponto de vista da informação fornecida;
– usar adequadamente parágrafos, marcadores do discurso e pontuação;
– integrar adequadamente a estrutura formal de um texto argumentativo;
– utilizar vocabulário adequado, pertinente e variado;
– escrever com correção ortográfica e morfossintática.