Você está na página 1de 39

ACADÊMICOS: Francine, Giovane, Lucas, Vagner,

Wolnei,Bruno.

1
 O aquecimento global: é causado por um
aumento no chamado efeito estufa. O efeito
estufa em si não é ruim, pois é o que permite
que a terra se mantenha quente o suficiente
para a sobrevivência dos organismos vivos.

 Gases: São compostos moléculares, exceto


gases nobres, que são constituídos por
átomos isolados( fumaças).

2
 A emissão de gases estufas tem aumentado a
temperatura global.

 O efeito estufa é decorrente de vários processos:


- -Cultivo de arroz irrigado
- -Fermentação e decomposição de dejetos animais
- - Cultivo da cana-de-açúcar
- - Consumo de combustível fóssil

 E os sistemas ou praticas agrícolas é um dos


responsáveis por esta emissão.

3
4
 Os principais gases emitidos através dos
processos agrícolas são o dióxido de carbono
(CO2), o metano (CH4),o oxido nitroso(N2O), os
clorofluorcarbonos(CFCs) .

 Previsão de aumento 0,2 a 0,5 graus Celsius


por década na temperatura.

 Aumento da temperatura – interferência na


agricultura

5
 Agricultura tem grande contribuição na
emissão de gases estufa.

 Estima-se que 20% do aumento da energia


infravermelha preza na atmosfera seja devido
aos gases estufas provenientes dos sistemas
agrícolas. (IPCC, 1996).

6
7
 O metano e o óxido nitroso são os gases mais
emitidos pelos sistemas agrícolas com 15% a
6%. (Cotton e Pielke, 1995).

 As principais práticas agrícolas emissoras de


gases estufas são o cultivo de arroz irrigado
sob inundação, a pecuária, os dejetos animais,
o uso agrícola dos solos e a queima de
resíduos vegetais.

8
9
 Estima-se que 55% das emissões de metano
(CH4), provém do cultivo de arroz irrigado e da
pecuária. (IPCC, 1995).

 A queima de resíduos agrícolas libera a


atmosfera, além dos gases citados o dióxido
de carbono (CO2).

10
 O cultivo de arroz irrigado sob inundação e um
dos principais emissores de gás metano (CH4),
devido a decomposição anaeróbica de
substâncias orgânicas, mediante a ação de
bactérias (metanogênicas).

11
 Depois de degradada pelas bactérias a
biomassa é transformada em metano (CH4), e
liberada a atmosfera por várias rotas mas a
principal são os aerênquimas (espaço
intercelulares) das plantas de arroz na forma
de bolhas de ar.

12
13
14
 Segundo Bont (1978), a emissão de metano
aumenta em 10 vezes se o solo estiver coberto
por arroz irrigado ao invés de outra cultura
justamente pela presença de aerênquimas que
facilitam a respiração da planta e o transporte
desse gás ao ambiente.

15
 Melhoramento Vegetal: desenvolvimento de variedades
com baixa emissão de metano, através de menos
aerênquimas, mas que não comprometam a
produtividade.

 Aceleração na decomposição da biomassa: através


do manejo de água da irrigação, com suspensão em
determinados períodos, para em solo seco o metano
ser oxidado.

 Modificação na fertilização: aplicar fertilizantes


orgânicos já compostados onde à matéria orgânica já
está mineralizada, fornecendo menos substrato as
bactérias metanogênicas.

16
 A combustão da biomassa de resíduos de
colheita e de culturas em pré-colheitas, como
prática agrícola, leva a produção de metano,
óxido nitroso (N2O) e monóxido de carbono
(CO).

 O fogo libera o carbono da biomassa durante


a combustão e acentua diretamente a
liberação de carbono do solo do qual a
vegetação foi queimada.

17
 No Brasil é frequente a queima de cana-de-
açúcar na pré-colheita para facilitar o manejo
quando manual, e em menores escalas a
queima de resíduos de algodão para controle
fitossanitário e desbravamento de áreas.

18
 Logicamente, este meio de emissão não são
considerados ao longo do tempo, pois no ano
seguinte a cultura absorve CO2 para seus
processos químicos.

 Dentre a emissão de CO pela queima de


biomassa a cana de açúcar corresponde a 97%
do total emitido.

19
 Corte mecânico da cana de açúcar e
aproveitamento energético da biomassa, com
consequente diminuição do desperdício de matéria
vegetal e energia.

 Redução nas queimadas e uso de práticas agrícolas


de conservação dos solos.

 Aplicação de Legislação relacionada com o controle


de queimadas nas unidades da federação.

20
 Herbívoros, ruminantes como bovinos, ovinos,
bubalinos e caprinos, produzem metano como sub-
produto da fermentação entérica(carboidratos em
substancias simples como ácidos acético, butírico e
propriônico,que serão aproveitados pelo animal.

21
 A emissão de metano apartir de processos
entéricos são estimados em 80 milhões de
toneladas anuais, correspondendo cerca de
22% do total de metano gerados no mundo.

22
 Alem da eructação ( arroto do gado) os dejetos
principalmente na forma liquida produz
metano (CH4), equivalendo a 7% do total
emitido no mundo.

 A emissão de metano varia segundo alguns


fatores, mas em geral se coloca na casa dos
80 a 100kg de metano por animal/ano.

23
24
25
26
27
28
29
 Trabalhar com animais que emitem menos
metano.
 Raça Brahmam - Boi Sustentável- menos metano-
mais produtividade.

30
 Manejo da alimentação dos animais.(+
concentrado e alimentos de alta qualidade).

 Pesquisa com microorganismos que oxidam


metano no rúmem.(produz glicose + leite).

 Ionóforos (inibidores de metanogenese).

31
 Utilização dos dejetos em sistemas de produção
de gás metano .(biogás)

32
Os solos agrícolas constituem uma das mais
importantes fontes de carbono e de óxido
nitroso (N2O) que são liberados para atmosfera.

O manejo do solo e as práticas agrícolas


influem nas emissões de óxido nitroso, acredita-
se que 90% das emissões de N2O vem do solos.

33
 Aumento das adições de fertilizantes
nitrogenados.

 Resíduos animais rico em nitrogênio.

 Fixação biológica de plantas e


microorganismos do solo.

 Mineralização da matéria orgânica adicionada.

34
35
 Uso eficiente de fertilizantes nitrogenados.

 Tratamento de dejetos animais.

 Manejo de nutrientes no solo(não aplicar em


demasia).

 Uso de inibidores da nitrificação.

36
 O setor agropecuário pode contribuir para a
mudança no clima pela aplicação de diferentes
práticas de redução das emissões de gases.

 Devem-se superar alguns desafios como:


aumento da produtividade em equilíbrio com o
clima mundial, produção de alimentos com
menor impacto ambiental, adoção de boas
práticas agrícolas.

37
 Além de recuperação de áreas degradadas
com o objetivo de fixar carbono atmosférico,
adotar política agrícola para conversão de
terras degradadas em áreas para uso florestal,
incentivar atividades agroflorestais
sustentáveis, como alternativa de exploração
de floresta de forma não predatória,
desenvolver tecnologias que integrem
objetivos de produtividade e redução das
emissões de gases.

38
39