Você está na página 1de 34

Criatividade prática

Apresentação
15 de abril de 2009

Tapeti.Consulting@gmail.com
2009-04-15

Agenda

Ø Por que criatividade é importante?

Ø Barreiras à criatividade

Ø Visão geral do processo criativo

Ø Gestão do processo criativo

Ø Lições aprendidas & recomendações

1
Seção 1

Por que criatividade é importante?

2 2009‐04‐15
2009-04-15

Inovação é uma capacitação essencial para a


maioria das empresas

Qual a prioridade para inovação entre as Quão importante é inovação para o sucesso a
principais prioridade estratégicas da empresa? longo prazo da sua empresa?
% de respostas % de respostas
66% 87%
Principal Importância
prioridade crítica

Entre as 3
Importante
principais

Entre as 10 Um pouco
principais importante

Sem Sem
prioridade importância

Fontes: Innovation 2008 – BCG , Innovation: Transforming the way business creates – Economist Intelligence Unit 2007
3
2009-04-15

Para obtermos inovação precisamos promover a


criatividade

Macro-etapas do processo de inovação

Etapas onde a criatividade é crítica

Patente ou
Descoberta Invenção Inovação
registro

ƒ Formulação do ƒ Desenho da ƒ Aplicação da ƒ Proteção da


problema solução solução solução
ƒ Geração de idéias ƒ Geração e ƒ Transformação de
formação de idéias idéias em produtos
ƒ Seleção do desafio ou serviços

Aplicação alternada de
pensamento criativo & pensamento crítico

4
2009-04-15

Criatividade e inovação são conceitos diferentes


mas relacionados
Criatividade:
produção de idéias que são originais e úteis
Conhecimento
Inovação:
implementação de novas idéias para criar novo valor

Aceitação Criatividade Motivação


de risco

Capacitações
Inovação

5
2009-04-15

Criatividade é a ‘fagulha’ essencial do processo de


inovação

Liderança

Processos

Inovação
Valor

Criatividade Técnicas

6
2009-04-15

Criatividade também é uma capacitação essencial


para a liderança

Habilidades essenciais para o ambiente de trabalho Conclusões

ƒ Criatividade é uma expressiva


A fundação Aptidão de saber como aprender capacidade competitiva de
empresas e indivíduos
Competência Leitura, escrita, e computação ƒ Num mundo onde mudanças
surgem em ritmo acelerado,
Comunicação Habilidade em escutar, comunicação oral criatividade é essencial

ƒ Saber como pensar é mais


Adaptabilidade Ser criativo e saber resolver problemas importante que só o saber
ƒ É necessário:
Auto-estima, definição de metas,
Auto-gestão motivação, evolução pessoal e na carreira – Conhecer as bases da
criatividade
Eficiência de Habilidades interpessoais, negociação, – Ser versado em processos
grupos trabalho em equipe mentais eficazes
Eficiência organizacional e liderança – Praticar técnicas de
Influência criatividade

Fonte: Pesquisa da American Society of Training and Development (1990), Carnavale et al


7
Seção 2

Barreiras à criatividade

8 2009‐04‐15
2009-04-15

Nossa criatividade decresce aceleradamente


com o tempo
Resultados do teste de criatividade

5 anos 98%
10 anos 30%
15 anos 12%

20 anos 2%
Idade

30 anos 2%
Fonte: Escape from the maze, James Higgins — citado no artigo “Numbers tell the story” por Linda Naiman
9
2009-04-15

Suprimimos nossa criatividade de três formas

ƒ Raramente buscamos novos fatos e pontos de vistas


Atitudes ƒ Achamos ‘brincar com idéias’ uma perda de tempo
ƒ Rapidamente fazemos juízo de idéias incompletas

ƒ Queremos evitar erros ou aparentarmos ser tolos


ƒ Por desconfiança, evitamos compartilhar idéias
Conduta
ƒ Buscamos a primeira solução disponível e falhamos
na descoberta de melhores possibilidades

ƒ Preferimos o raciocínio e não o experimento para


avaliar novas idéias
Processos ƒ Fazemos suposições usando idéias preconcebidas
mentais ƒ Dificilmente separamos fatos dos sintomas aparentes
ƒ Usamos linguagem dúbia mas assumimos que todos
entenderam nossa mensagem

Fonte: The Power of Innovation, Min Basadur


10
2009-04-15
PLC6

Existem seis tipos de bloqueios à criatividade


Principais bloqueios à criatividade

Bloqueio perceptivo Bloqueio ambiental

Bloqueio emocional Bloqueio intelectual

Bloqueio cultural Bloqueio expressivo

11 Fonte: Conceptual Blockbusting, James Adams (1986)


Slide 12

PLC6 Check out "Habits that block creativity" and Vidal's paper.
1) Perceptual blocks
2) Emotional blocks
3) Cultural blocks
4) Environmental blocks
5) Intellectual locks
6) Expressive blocks
Coelho, 24-Nov-08
2009-04-15

Na vida profissional, encontramos rotineiramente


diversos ‘matadores de idéias’

“Este é o local onde a boa idéia se estraçalhou”

12
2009-04-15

Na vida profissional, encontramos rotineiramente


diversos ‘matadores de idéias’
Slogans e palavras que inovadores se recusaram a acreditar

Somos pequenos demais


Sim, mas …
NÃO!
Já tentamos algo assim antes
Precisamos mais dados

Desde quando você


é expert nisto? Seja prático!

Faltam recursos
Não é nossa praia

O mercado ainda não está maduro Isto não é adequado


Esta idéia é loucura

Já temos isto Você precisa ser realista! Não cometa ERROS!

Já pensamos nisto, mas não deu em nada O conselho não vai aprovar
13
2009-04-15

Nas empresas, também encontramos diversos


tipos de barreiras à criatividade
Barreiras organizacionais para a criatividade

ƒ Falta de apoio da alta gestão


ƒ Excesso de controle gerencial
ƒ Ambiente de hierarquia rígida

ƒ Comunicação inadequada
– De idéias (Ç)
– De objetivos (È)

ƒ Feudos organizacionais
ƒ Falta de interação entre áreas

ƒ Falta de suporte para treinamento sobre


criatividade e sua aplicação

Fonte: Adaptado de “The Power of Innovation”, Min Basadur


14
Seção 3

Visão geral do processo criativo

15 2009‐04‐15
2009-04-15

O processo criativo compreende quatro etapas


básicas

Processo criativo: modelo de Wallas

ƒ Preparação
ƒ Incubação
ƒ Iluminação
ƒ Implementação

Fonte: Citado em Creative Approaches to Problem Solving, Isaksen et al


16
2009-04-15

O processo criativo compreende quatro etapas


básicas

Processo criativo: modelo de Wallas ampliado

Preparação Incubação Iluminação Implementação

ƒ Imersão em questões ƒ Estágio de incubação: ƒ A germinação da ƒ Aperfeiçoamento das


que são interessantes – Escute música GRANDE IDÉIA! boas idéias
e provocativas ƒ Decisão que idéias
– Faça meditação ƒ Momento onde se
ƒ Coleta de materiais ou relaxamento consegue chegar a merecem ser
básicos: idéias que apresentam perseguidas
– Exame de dados – Faça atividades
não-rotineiras ao mesmo tempo: ƒ Desenvolvimento de
– Busca por novos – Originalidade, e planos de ação:
pontos de vista – Exercite-se
– Adequação – Análise de
– Identificação dos – Quebre a rotina! barreiras
dados chave – Durma bem – Análise dos
ƒ Aprimoramento dos ƒ Mente trabalha de interessados
materiais encontrados: maneira inconsciente – Planos de
– Geração de opções implementação
– Expansão das
alternativas
– Revisão

Fonte: Adaptado de A Technique for Producing Ideas, Young


17
2009-04-15

Usamos quatro funções mutuamente exclusivas


do cérebro durante o processo criativo

As quatro funções básicas de nossos cérebros

Absorver — nosso cérebro opera como


uma esponja, absorvendo informação

Reter — nossa memória permite a retenção


e a recuperação do que foi absorvido

Divergir — nossa imaginação permite a


geração de novas opções

Convergir — nosso julgamento possibilita a


seleção de uma opção

As funções básicas usam partes distintas do cérebro. Nosso cérebro executa


uma função por vez. Logo, podemos divergir ou convergir; mas não ambos
18
2009-04-15
PLC4
As etapas de divergência e de convergência
representam a essência do processo criativo

O coração do processo criativo

Um equilíbrio dinâmico

Idear Avaliar
(fazer listas) (fazer escolhas)

Pensamento criativo Pensamento crítico


Gerando Focando
ƒ Adiar o juízo ƒ Praticar “juízo afirmativo”
ƒ Buscar quantidade ƒ Ser deliberado e explícito
ƒ “Pensar livre” e ƒ Considerar originalidade
aceitar todas opções e adequação
ƒ Procurar combinações ƒ Manter o curso
e melhorias

Juízo Juízo
adiado afirmativo
Fonte: Creative Approaches to Problem Solving, Isaksen et al
19
Slide 20

PLC4 Juízo afirmativo: julgamento estruturado buscando analisar idéias de forma construtiva e focando primeiramente nos pontos positivos.

Compreende o exame detalhado e cuidadoso de possibilidades de forma eqüinâmine e sempre considerando os possíveis benefícios da
idéia. Depos, examina-se limitações ou preocupações. Mas sempre procurando contornar estas falhas.

Busca focar os pensamentos e ações:


-- organizando e analisando possiblidades
-- refinando e desenvolvendo alternativas promissoras
-- ordenando ou priorizando opções
-- escolhendo ou decidindo sobre certas opções
Coelho, 23-Nov-08
2009-04-15

Durante o processo criativo, precisamos também


entender e usar a pausa criativa

Pausa criativa: componente adicional do processo criativo

Geração
de idéias

Pausa criativa
Possibilita a incubação

Avaliação
de idéias

20
Seção 4

Gestão do processo criativo

21 2009‐04‐15
2009-04-15

Criatividade prática requer a produção de muitas e


variadas idéias

“O segredo de se
ter boas idéias é …

… ter muitas idéias e


depois jogar foras as
más idéias!”
Linus Pauling

22
2009-04-15
PLC2
O método mais eficaz para fomentar criatividade
prática é a Solução Criativa de Problemas (SCP)
Uma estratégia estruturada Formular
para focar, organizar, e o problema
Descobrindo
guiar o pensamento de a visão Esclarecimento
indivíduos ou grupos
Colocando Recolhendo
em ação dados

Aplicar
a solução
Ganhando Avaliando a Enquadrando
Implantação aceitação situação o desafio
Controle

Gerando Explorando
o plano idéias

Criando Desenhar
soluções
a solução
Transformação
Fonte: Basadur, Isaksen et al, e Puccio et al
23
Slide 24

PLC2 Adjusted using Basadur's Simplex method


Coelho, 19-Oct-08
2009-04-15

O método SCP traz diversos benefícios para os


interessados em criatividade

Vantagens da aplicação do método Solução Criativa de Problemas [SCP]

• Potencializa a mudança organizacional


• Auxilia na criação de novos produtos e serviços
Organização • Introduz vida nova a produtos e serviços atuais
• Desenvolve os recursos humanos da empresa
• Facilita a apreciação pela diversidade

• Melhora a interação entre os membros do grupo


• Promove um melhor aproveitamento dos pontos
fortes e estilos dos membros do grupo
Grupo • Apóia na gestão eficiente das equipes de projeto
• Amplia a colaboração nas atividades de decisão e
resolução de problemas em equipe

• Desenvolve nossos dons criativos


• Ajuda a entender preferências e aptidões
Indivíduo • Reforça capacidade de lidar com desafios
— pessoais ou profissionais

Fonte: Facilitating Creativity and Innovation, Sebastian Salicru


24
Seção 5

Lições aprendidas & recomendações

25 2009‐04‐15
2009-04-15

Adote as técnicas de apoio à criatividade como


ferramentas do dia-a-dia
Técnica
6 chapéus Grupo Brain-
para pensar Nominal storming

Leque de Chave
conceitos MESTRA
TEC |PISCO Sinética
Coleta
de idéias
Frameworks Mapa
mental
TO LO
Solução
PO Criativa de Questiona-
SO GO Problemas mentos Fantasia Fuga

TRIZ
Sonhos Quebra de
padrões Exagero
Provocações
Palavras
Ponto aleatórias
de vista
Associações Distorção
Reversão

26
2009-04-15

Desenvolva as capacitações da organização


gradualmente

Ensina outros 
sobre o 
processo 
Atua como  criativo
Nível 3 consultor do 
processo para 
Catalisa o uso  outros grupos
do processo 
em toda a  Consegue 
Utiliza o  organização descomplicar 
processo  situações 
quando está  Atua como   complexas na 
Nível 2 Atua como  interagindo  líder na 
facilitação do  
solução de 
problemas
facilitador de  com outras  processo 
pequenos  pessoas da 
criativo 
Usa o  grupos para o  empresa dentro da 
processo  processo  empresa
sozinho criativo
Nível 1 Compreende 
o processo Consegue 
participar do 
processo 
Exposto ao  criativo em 
processo grupos Grau de maturidade
Sem qualquer 
exposição ao 
no processo criativo
processo

Fonte: Adaptado de “The Power of Innovation”, Min Basadur


27
2009-04-15

Procure estimular criatividade e inovação em toda


a organização
Fatores que estimulam a criatividade e inovação
CRIATIVIDADE

ƒ Difusão do conhecimento ƒ Cultura de incentivo à inovação


ƒ Tolerância a experimentação ƒ Suporte da alta gestão
ƒ Pequenas equipes ƒ Gestão participativa
Alta ƒ Trabalho motivador ƒ Intercâmbio com o mercado
ƒ Treinamento em criatividade ƒ Colaboração entre empresas
ƒ Networking ƒ Compromisso com a inovação
ƒ Comunicação efetiva ƒ Proteção contra a interrupção de
iniciativas

ƒ Estratégia clara
ƒ Competência focada
ƒ Organização matricial adequada
ƒ Estímulo à competição – interna
Baixa e externa
ƒ Programa de incentivo à
inovação
ƒ Procedimentos claros de
avaliação

Baixa Alta

INOVAÇÃO

Fonte: Adaptado de “Stimulating Creativity and Innovation”, European Industrial Research Management Association 1993
28
2009-04-15

Mensagem final

A lógica leva você de A


para B.
A imaginação leva você
a todas as partes.

1955

29
2009-04-15

30Tapeti.Consulting@gmail.com