Você está na página 1de 2

QUESTÕES DISCURSIVAS – CONTAB.

INTERNACIONAL

1. Quais são os objetivos principais da norma internacional IAS 1, editada pelo


IASB?
Determinar a maneira de serem apresentadas as demonstrações contábeis seguindo as normas
internacionais de contabilidade (IFRS) para fins gerais, incluindo diretrizes e conteúdo mínimo
necessário a ser apresentado.

2. Quando ocorrem mudanças nas estimativas contábeis, que estrutura


patrimonial deve ser alterada?
Elas devem ser sempre refletidas no resultado do exercício, não alterando nenhum período
passado.

3. Explique porque houve a necessidade de criação do Comitê de


Pronunciamentos Contábeis (CPC), criado em 2005 pela resolução do CFC.
Devido a divergências de pronunciamentos entre as entidades normativas brasil eiras (CFC /
IBRACON / CVM).

4. O que vem a ser, conceitualmente, o chamado impairment de ativos?


É um teste que avalia se um ativo está apresentado nas demonstrações contábeis por um valor
superior ao seu respectivo valor recuperável. A norma internacional determina que, na data do
levantamento do balanço patrimonial, a empresa deva analisar se há fatores indicativos de
perda no valor contábil do ativo, utilizando-se deste teste.

5. O que significa, em contabilidade, a sigla GAAP?


Significa Princípios de Contabilidade Geralmente Aceitos

6. O objetivo da IAS 17 - Operações de Arrendamento Mercantil, é estabelecer,


para arrendatários e arrendadores, políticas contábeis e divulgações
apropriadas a aplicar em relação a arrendamentos mercantis (leasing). O
Arrendamento mercantil é um acordo pelo qual o arrendador transmite ao
arrendatário em troca de um pagamento ou série de pagamentos o direito de
usar um ativo por um período de tempo acordado. Explique as diferenças entre
o Arrendamento Mercantil Financeiro e o Arrendamento Mercantil Operacional.
Arrendamento mercantil financeiro é aquele em que há transferência substancial dos riscos e
benefícios inerentes à propriedade de um ativo. Devem ser reconhecidos, em contas
específicas, como ativos e passivos. Arrendamento mercantil operacional não há transferência
dos riscos e benefícios inerentes à propriedade de um ativo. Os pagamentos devem ser
reconhecidos como despesa durante o prazo do arrendamento mercantil

7. De acordo com a Lei da S/A (Lei 6.404/1976), o lucro líquido do exercício não
deve estar influenciado por efeitos que pertençam a exercícios anteriores, ou
seja, deverão transitar pelo balanço de resultados somente os valores que
competem ao respectivo período. Como ajustes de exercícios serão
considerados apenas os decorrentes de efeitos da mudança de critério contábil,
ou da retificação de erro imputável a determinado exercício anterior, e que não
possam ser atribuídos a fatos subsequentes. Descreva exemplos de mudança de
critérios contábeis:
Como exemplos de mudança de critérios contábeis: a) alteração do método de avaliação dos
estoques (do custeio direto para o custeio por absorção ou do Fifo (PEPS) para o médio, etc.);
b) passagem do regime de caixa para o de competência, na contabilização do Imposto de
Renda (e outros passivos); c) mudança no método de avaliação dos investimentos (do método
do custo para o da equivalência patrimonial).

8. Por que o IAS 37 separa as provisões dos outros passivos?


Porque, diferentemente dos outros passivos, as provisões possuem, normalmente, algum grau
de incerteza relativa a seu valor ou a seu vencimento.

9. Quais são os 3 critérios de avaliação dos custos permitidos pela legislação do


Imposto de Renda?
O preço específico, o PEPS e a média ponderada móvel.

10. Existem diferenças entre os conceitos citados pela norma internacional IAS 1 e as
normas nacionais. Assinale a alternativa que deixa uma destas diferenças claras:

Natureza das contas

Estrutura da Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido

 Ordem do grau de liquidez das contas apresentadas

Forma das Notas Explicativas

Obrigatoriedade da publicação da Demonstração do Resultado do Exercício

Você também pode gostar