Você está na página 1de 12

SGSO para Provedores de Serviços de Aviação Civil (PSAC)

Módulo 8 – Promoção da Segurança Operacional

Promoção da Segurança
Operacional

1 Objetivos

Ao final deste Módulo, você será capaz de:

 Descrever em que consiste a promoção da segurança operacional na organização;

 Descrever aspectos do treinamento e qualificação;

 Descrever aspectos da comunicação sobre a segurança operacional.

Agora que já conhecemos os conceitos fundamentais de segurança


operacional, a estrutura do SGSO, os conceitos básicos de gerenciamento de riscos e
da garantia da segurança operacional, vamos estudar a promoção da segurança
operacional, tópico essencial para incentivar e estabelecer uma mudança de cultura na
organização necessária à manutenção do SGSO.

Manter a equipe informada sobre as questões atuais de segurança operacional


por meio de treinamentos relevantes, literatura sobre segurança, participação em cursos
e seminários etc., melhora o nível de segurança operacional da organização em todos
os aspectos. O fornecimento de treinamento apropriado para toda a equipe
(independentemente de sua ocupação e posição) é uma indicação do compromisso da
alta direção do provedor com um SGSO eficaz.

A promoção da segurança operacional irá englobar todas as iniciativas de


treinamento e qualificação, e de comunicação acerca da segurança operacional.
Portanto, esses serão os próximos tópicos a serem abordados em nosso curso.

A principal referência utilizada nesse módulo é o Safety Management Manual


(Doc. 9859) da ICAO, quarta edição (ICAO, 2018). Outras referências também foram
utilizadas, e serão indicadas ao longo do texto.

1
SGSO para Provedores de Serviços de Aviação Civil (PSAC)
Módulo 8 – Promoção da Segurança Operacional

2 Promoção da Segurança Operacional

A promoção da segurança operacional tem por objetivo criar e manter uma


cultura positiva de segurança operacional em um ambiente propício à consecução
dos objetivos de segurança da organização. Uma cultura positiva de segurança
operacional é caracterizada por valores, atitudes e comportamentos comprometidos
com os esforços de segurança de todos os envolvidos na operação diária do provedor.

Sabemos que para que a organização chegue ao nível de segurança desejado,


é preciso que haja uma conjugação de fatores que incluem o treinamento (para o
desenvolvimento de competências técnicas), a comunicação efetiva e o
compartilhamento de informações. A ideia é que a promoção da segurança operacional
resulte em um sistema de valores organizacionais que irá fundamentar todas as
atividades que envolvem a segurança.

Um programa contínuo de promoção da segurança garantirá que os


funcionários se beneficiem com as lições de segurança operacional aprendidas e
continuem a dar credibilidade ao SGSO. Assim, podemos dizer que a promoção da
segurança está intimamente relacionada ao treinamento de segurança e à
divulgação das informações sobre segurança. Ela se refere àquelas atividades que
a organização realiza para garantir que a equipe entenda porque procedimentos
relacionados ao gerenciamento da segurança operacional estão sendo adotados, por
quê são adotadas medidas mitigadoras e qual o resultado dessa implementação. Além
disso, a promoção da segurança oferece os mecanismos necessários para difundir as
lições aprendidas com as investigações sobre ocorrências de segurança e outras
atividades relacionadas à segurança operacional, divulgando os ensinamentos obtidos
para todo o pessoal envolvido.

Bem, falando sobre cultura, é válido mencionar que só a publicação das


políticas, procedimentos, informativos e boletins sobre segurança operacional, não
trará, necessariamente, o desenvolvimento de uma cultura positiva da segurança.
Embora seja importante manter o pessoal bem informado, é também relevante que
eles vejam evidências do compromisso da alta direção com a segurança
operacional. As atitudes e ações da equipe de gestão serão, portanto, um fator
significativo na promoção das práticas de trabalho seguras e do desenvolvimento
de uma cultura positiva de segurança operacional.

2
SGSO para Provedores de Serviços de Aviação Civil (PSAC)
Módulo 8 – Promoção da Segurança Operacional
Você sabia que as atividades de promoção da segurança são especialmente
importantes durante os estágios iniciais da implementação de um SGSO? Entretanto, a
promoção de segurança também desempenha um papel importante na sua
manutenção, já que ela é o meio pelo qual as questões de segurança são comunicadas
dentro da organização. Essas questões podem ser tratadas por meio de programas de
treinamento de pessoal ou por mecanismos mais formais.

Para propor soluções para os perigos identificados, o pessoal precisa estar


ciente dos perigos que já foram identificados e das ações corretivas que já foram
implementadas. As atividades de promoção da segurança e os programas de
treinamento devem, portanto, tratar das justificativas para a adoção de novos
procedimentos e práticas operacionais. Quando as lições aprendidas forem também
significativas para outros operadores ou mesmo outros Estados, deve-se considerar
inclusive a divulgação mais ampla dessas informações.

A promoção de segurança operacional, ainda falando sobre cultura positiva de


segurança operacional, deve ser parte fundamental para a implantação de uma
mudança no comportamento individual e de toda a organização, preenchendo os vazios
deixados pela política, procedimentos e processos organizacionais, proporcionando um
sentido para as ações de segurança operacional que foram e/ou serão implementadas
em decorrência do tratamento das possíveis consequências dos perigos identificados
no escopo do SGSO. Entretanto, o gestor responsável pelo provedor precisa
estabelecer, ainda, processos e procedimentos que permitam a comunicação entre o
pessoal operativo e a administração.

Caberá ao Gestor, Diretor ou Gerente de Segurança Operacional do provedor


estabelecer um processo que permita comunicar as metas ou objetivos estabelecidos
pela alta direção, bem como a situação atual das atividades e os sucessos significativos.
Por outro lado, deve ser apresentada também, a maneira pela qual os empregados
podem fazer comunicações de segurança operacional em um ambiente colaborativo.

Os tópicos sobre segurança operacional para as campanhas promocionais


devem ser selecionados com base no seu potencial de controle e redução de perdas. A
seleção deve, portanto, basear-se na experiência com acidentes passados ou quase
acidentes, questões identificadas por análises de perigos e observações das auditorias
rotineiras de segurança. Além disso, os funcionários devem ser incentivados a
apresentar sugestões para as campanhas promocionais.

3
SGSO para Provedores de Serviços de Aviação Civil (PSAC)
Módulo 8 – Promoção da Segurança Operacional
Todos os métodos de divulgação – a palavra escrita e falada, os pôsteres,
vídeos, apresentações de slides etc. – requerem talento, habilidade e experiência para
serem eficazes. A divulgação mal realizada pode ser pior do que não realizar nada.
Assim, é recomendável utilizar uma abordagem profissional ao divulgar informações
para uma audiência crítica.

Um programa de promoção da segurança bem elaborado deverá ser construído


considerando vários métodos de comunicação. Os métodos a seguir são usados
normalmente para este objetivo:

a) Palavra falada. Talvez este seja o método mais


eficiente, principalmente se completado com uma
apresentação visual. Entretanto, é também o mais
caro, pois consome tempo e esforço para juntar o
público, recursos e equipamentos. Alguns Estados
empregam especialistas em segurança que visitam
várias empresas e realizam palestras e seminários.

b) Palavra escrita. Este é, sem dúvida, o método


mais popular devido à rapidez e economia. No
entanto, a proliferação de material impresso tende
a saturar a nossa capacidade de absorção. O
material impresso de promoção da segurança
compete pela atenção com quantidades
consideráveis de outros materiais impressos. Na
era digital, a palavra impressa enfrenta mais
dificuldades na disputa pela atenção. Pode ser
aconselhável ter orientação ou assistência
profissional para garantir que a mensagem seja
transmitida com eficiência.

c) Vídeos. O uso de vídeos oferece as vantagens


das imagens dinâmicas e do som para reforçar
mensagens específicas de segurança com
eficiência. Entretanto, os vídeos possuem duas
grandes limitações: o custo da produção e a
necessidade de equipamento especial para a
visualização. No entanto, ele pode ser eficiente
para a divulgação de uma determinada
mensagem em uma estrutura organizacional
dispersa – minimizando a necessidade de
deslocamento do pessoal.

4
SGSO para Provedores de Serviços de Aviação Civil (PSAC)
Módulo 8 – Promoção da Segurança Operacional

d) Estandes. Quando a mensagem precisa ser


apresentada em uma reunião grande, como uma
conferência, o estande é uma boa técnica para a
“auto-informação”. Imaginação e especialização em
estandes são necessárias para apresentar não
apenas a mensagem, mas a imagem da organização.
Os pontos negativos de um estande são o custo e, a
não ser que haja pessoas no estande, ele terá uma
aparência estática e pouco interessante. É
necessária a experiência profissional ou assistência
para garantir que a mensagem seja transmitida de
forma eficaz.

e) Web sites. Muitos dos métodos de promoção acima


podem ter pouco apelo para as gerações que
cresceram com os PCs, jogos digitais e acesso à
Internet. O crescimento explosivo da Internet oferece
um potencial significativo para a melhoria da
promoção da segurança. Mesmo pequenas empresas
podem fazer e manter um web site para divulgar
informações sobre segurança operacional.

f) Conferências, simpósios, seminários, workshops


etc. O uso destes métodos proporciona o foro ideal
para a promoção das questões de segurança. A
organização, os órgãos reguladores, as
associações do setor, os institutos, as
universidades, os fabricantes etc. podem patrocinar
esses eventos. O valor desses foros vai bem além
da promoção da segurança, pois eles ajudam a
estabelecer contatos com outros do mesmo setor ou
até mesmo com setores distintos.

Por fim, podemos mencionar ainda que num grande programa promocional, é
aconselhável, se possível, a assessoria de comunicadores experientes e representantes
de destaque dos grupos-alvo envolvidos, o que irá agregar mais valor ao meio escolhido
para divulgar e difundir as informações de segurança operacional.

Repare nos exemplos abaixo vários tipos de atividades realizados pela ANAC
voltadas para a promoção da segurança operacional:

5
SGSO para Provedores de Serviços de Aviação Civil (PSAC)
Módulo 8 – Promoção da Segurança Operacional

6
SGSO para Provedores de Serviços de Aviação Civil (PSAC)
Módulo 8 – Promoção da Segurança Operacional

3 Treinamento e qualificação
Um programa de treinamento e capacitação em segurança operacional efetivo
deve ser estabelecido como parte da política de segurança operacional da organização,
proporcional à complexidade das atividades desempenhadas e apropriado às
responsabilidades dos colaboradores envolvidos com a segurança operacional.

Dentro dessa ideia, ao elaborar o seu programa de treinamento, a organização


precisa avaliar todas as atividades desenvolvidas por seus colaboradores, tendo em
mente as posições com responsabilidades bem estabelecidas em relação à segurança
operacional, estabelecendo o grau de abrangência e de profundidade dos treinamentos
a serem implementados. O programa de treinamento em SGSO poderá inclusive ser
incorporado ao programa de treinamento existente da organização, seguindo a mesma
abordagem de treinamentos iniciais e recorrentes.

Nos parágrafos a seguir, iremos conhecer algumas particularidades sobre os


treinamentos para os operadores aéreos, para as organizações de manutenção e para
os operadores aeroportuários.

Na aviação regular, caberá ao Gestor, Diretor ou Gerente de Segurança


Operacional avaliar os requisitos sobre treinamento constantes nos regulamentos
específicos e estabelecer a melhor maneira de integrar a capacitação em SGSO ao
programa de treinamento de seu pessoal. Considerando a necessidade do pessoal da
alta direção de compreender os requisitos da ANAC associados ao SGSO e os
principais pontos do que foi ou está sendo implantado na organização, é importante que
seja incluído no programa de treinamento em SGSO uma palestra ou apresentação com
os seguintes temas:

7
SGSO para Provedores de Serviços de Aviação Civil (PSAC)
Módulo 8 – Promoção da Segurança Operacional
Já para o pessoal operacional, o conteúdo do programa de treinamento em
SGSO deverá abordar, ao menos, os seguintes aspectos:

É importante destacar que nos operadores de menor complexidade caberá


ainda ao responsável pela segurança operacional desenvolver e manter um calendário
formal de eventos de conscientização em segurança operacional, além de outras
atividades que proporcionem a criação de um ambiente no qual os objetivos e metas de
segurança operacional da organização possam ser atingidos. Este calendário deve
incluir, no mínimo, um evento anual para cada programa adotado.

8
SGSO para Provedores de Serviços de Aviação Civil (PSAC)
Módulo 8 – Promoção da Segurança Operacional
Os eventos de conscientização deverão ter por
finalidade a renovação ou mudança de
comportamento dentro do provedor, sendo
indispensáveis para reavivar conceitos ou para
alertar o público-alvo para procedimentos que
devem ser adotados, aperfeiçoados ou
modificados. O escopo a ser abordado pelos
eventos de conscientização deverá ser
apropriado às atribuições e responsabilidades
individuais daqueles envolvidos no SGSO na organização e adequado às
particularidades de seu ambiente organizacional, tendo como ênfase a maneira como
os processos de segurança operacional são desenvolvidos internamente.

No caso das organizações de manutenção é necessário que cada uma delas


desenvolva e mantenha um processo que assegure que seus colabores, em todos os
níveis hierárquicos, possuam treinamento e competências identificadas como
necessárias para executar suas atividades. Assim, o escopo do programa de
treinamento em SGSO deverá ser adequado às atividades e responsabilidades
definidas para cada uma das funções previstas dentro do SGSO da organização. O
programa deverá ser submetido à ANAC apenas para fins de conhecimento, não
cabendo, portanto, sua aceitação. A eficácia dos treinamentos deve ser verificada
durante as auditorias internas da organização e as auditorias da ANAC, em função do
nível de proficiência demonstrado por cada colaborador no exercício de suas funções.

A ANAC indica ainda dois tipos de treinamento essenciais às


organizações de manutenção: Treinamento em SGSO e Familiarização
em SGSO.

O treinamento em SGSO é mais amplo (32h a 40h) e cobre os seguintes


assuntos: conceitos básicos, termos e definições de gerenciamento da segurança
operacional; estruturação do SGSO (framework); implementação do SGSO
(operacionalização); princípios, processo e procedimentos de gerenciamento de riscos;
metodologias e ferramentas de análise de riscos; MGSO; responsabilidades e
atribuições dos colaboradores da organização em relação ao SGSO; sistema de relatos,
e ainda, garantia e promoção da segurança operacional.

9
SGSO para Provedores de Serviços de Aviação Civil (PSAC)
Módulo 8 – Promoção da Segurança Operacional
Já o Familiarização em SGSO, com carga horária menor (aproximadamente
8h/a), traz os seguintes temas: conceitos básicos, termos e definições de gerenciamento
da segurança operacional; estruturação do SGSO (framework); princípios de
gerenciamento de riscos; familiarização com o MGSO da organização;
responsabilidades e atribuições dos colaboradores da organização com relação ao
SGSO; instrução relativa ao sistema de relatos de segurança operacional.

Os operadores de aeródromo, por sua vez, ao falarmos de treinamento em


SGSO, devem estabelecer e manter um Programa de Instrução de Segurança
Operacional (PISOA), a fim de assegurar que o pessoal envolvido com atividades
relacionadas à segurança operacional esteja qualificado e treinado para desempenhar
suas funções. São temas a serem abordados no PISOA:

(1) Treinamento geral;


(2) Treinamento básico para a segurança operacional;
(3) Treinamento para condução de veículos na área operacional;
(4) Treinamento para acesso e permanência na área de manobras;
(5) Treinamento para operações em baixa visibilidade, onde aplicável;
(6) Treinamento recorrente para bombeiros de aeródromo (PTR-BA); e
(7) Treinamento básico para operações.

4 Comunicação acerca da segurança operacional

Dentro do quadro da comunicação acerca da segurança operacional, cada


provedor de serviços de aviação civil, incluindo assim os operadores aéreos, os de
infraestrutura aeroportuária e as organizações de manutenção, deverá estabelecer
meios formais para a difusão e comunicação de temas de segurança operacional de
maneira a:

(a) Assegurar que todos da organização estejam cientes de seu SGSO;


(b) Transmitir informações críticas relacionadas à segurança operacional;
(c) Motivar a adoção das ações relativas à segurança operacional;
(d) Explicar sobre a inclusão ou a alteração de procedimentos de segurança
operacional;
(e) Explicar sobre a adoção de ações específicas de segurança operacional;
(e) Transmitir outras informações julgadas relevantes no que tange à segurança
operacional.

10
SGSO para Provedores de Serviços de Aviação Civil (PSAC)
Módulo 8 – Promoção da Segurança Operacional
Para saber mais sobre o PISOA, consulte a seção de materiais
complementares e acesse o “Guia de Elaboração do Programa de Instrução em
Segurança Operacional (PISOA)”.

4 Resumo

Conforme demonstrado neste módulo, podemos concluir que a promoção da


segurança operacional inclui capacitação, comunicação e outras ações para criar uma
cultura positiva de segurança operacional em todos os níveis da organização. Assim,
são meios de promover a segurança operacional: realizar campanhas de mobilização,
publicação de periódicos e de boletins informativos, anúncios diversos, palestras,
reuniões, eventos de conscientização da segurança, dentre outros.

As atividades de promoção da segurança devem fornecer treinamento sobre


SGSO, assegurar a troca de informações sobre segurança operacional entre
funcionários da organização ou entre organizações, sensibilizando a todos sobre as
vantagens agregadas ao sistema, além de disseminar as lições de segurança
operacional aprendidas.

Por fim, vale lembrar que a difusão da informação acerca da segurança


operacional é um pilar essencial para o desenvolvimento e a manutenção de um SGSO
efetivo.

No próximo módulo do curso, falaremos sobre a documentação do SGSO, quais


informações precisam ser documentadas e armazenadas na organização para garantir
a formalização e a rastreabilidade dos dados relevantes para a segurança operacional.

Atividade

Chegamos ao fim deste Módulo. Vamos agora fixar o que aprendemos sobre
a promoção da segurança operacional. Para isso, retorne à página inicial do curso e
realize o exercício respondendo corretamente as questões.

11
SGSO para Provedores de Serviços de Aviação Civil (PSAC)
Módulo 8 – Promoção da Segurança Operacional

5 Referências

BRASIL. ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil). Instrução Suplementar nº 119-002


D, Revisão D, Brasília: ANAC, 2012. Disponível online em:
http://www.anac.gov.br/assuntos/legislacao/legislacao-1/iac-e-is/is

BRASIL. ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil). Instrução Suplementar nº 145.214-


001, Revisão A, Brasília: ANAC, 2014. Disponível online em:
http://www.anac.gov.br/assuntos/legislacao/legislacao-1/iac-e-is/is/is-145-214-001a.

BRASIL. ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil). Regulamento Brasileiro de Aviação


Civil nº 153, publicado em 27/02/2018, Brasília: ANAC, 2018. Disponível online em:
http://www.anac.gov.br/assuntos/legislacao/legislacao-1/rbha-e-rbac/rbac/rbac-153-
emd-02

BRASIL. ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil). Resolução nº 106 – publicada no


DOU nº 125, S/1, p. 16, 03/07/2009001, Brasília: ANAC, 2009. Disponível online em:
http://www.anac.gov.br/assuntos/legislacao/legislacao-1/resolucoes/resolucoes-2009

ICAO (International Civil Aviation Organization). Safety Management Manual (SMM):


Doc. 9859 AN/474. 4rd ed. Montreal: ICAO, 2018.

12

Você também pode gostar