Você está na página 1de 34

-Métodos Directos -Observação da paisagem/afloramentos, … Afirmação falsa.

Existe uma correlação positiva entre a


análise de tarolos/carotes de sondagem; estudo de túneis, ocorrência/localização de sismos e vulcões , maioritariamente
galerias, escavações, explorações mineiras; estudo dos associados aos limites das placas tectónicas.
materiais expelidos durante a actividade vulcânica;
-Métodos Indirectos -Geotermismo; sismologia; vulcanismo;
geomagnetismo; gravimetria (métodos geofísicos);
astrogeologia; planetologia;

Afirmação com lógica partindo do princípio que é necessário minimizar os


riscos associados à actividade sísmica. É importante perceber-se que esta
é apenas uma das medidas, a par de outras como: identificação de zonas
de risco, localização de falhas activas e sua monitorização, avaliação das
Na sequência de um vulcanismo activo, formam-se, por construções e sua reabilitação, …
vezes, edifícios vulcânicos característicos, nos quais
sobressaem os cones vulcânicos (montanha).
Esta manifestação vulcânica pode ser interrompida durante
longos períodos de tempo, levando a pensar estar num
período de parcial adormecimento.

Vulcanismo primário- implica existência de erupções vulcânicas;


Vulcanismo secundário- corresponde a manifestações residuais
do vulcanismo (nascentes termais, géisers, fumarolas…);

-Escoadas lávicas (destruição de infra-estruturas, terrenos de cultivo, incêndios,


corte de vias de comunicação);
-Projecção de piroclastos- (destruição de estradas, edifícios, incêndios, intoxicações,
perigo para aviação);
-Libertação de gases- (intoxicação, asfixia);
-Sismos vulcânicos (devido ao colapso de estruturas);

Sismo é uma vibração rápida e breve da crusta terrestre devido


à violenta libertação de energia, associada à ruptura de
materiais (devido à acumulação de tensões).
Qual o
enquadramento
geotectónico dos
Açores?
-Observação da paisagem/
afloramentos;
_ Métodos geofísicos (geotermia,
-Observação túneis, galerias,
gravimetria, geomagnetismo,
escavações;
vulcanologia, sismologia);
-Estudo de tarolos/carotes de
-Planetologia ;
sondagens;
-Astrogeologia;
-Estudo de materiais emitidos pela
actividade vulcânica;
Limitado a
áreas muito
s
Quando se analisa a
variação da temperatura
no interior da Terra,
verifica-se um
considerável aumento
inicial, até se atingirem
1350º C (numa média de
cerca de 30º a 40º C por
Km).
Esta relação é designada por GRADIENTE GEOTÉRMICO e pode
ser medida a partir da superfície, até uma certa profundidade,
permitindo definir anomalias térmicas em regiões vulcânicas,
onde o valor medido é superior ao valor médio.
Outros conceitos associados ao
GEOTERMISMO

Fluxo Geotérmico Grau Geotérmico

- Devido ao calor armazenado no interior - O número de metros que é


da Terra, estabelece-se uma diferença necessário aprofundar para que a
de temperatura entre as zonas mais temperatura se eleve de 1 grau,
profundas e as mais superficiais. designa-se de GRAU GEOTÉRMICO.
- O calor tende a difundir-se das zonas
mais quentes para as mais frias,
originando o FLUXO GEOTÉRMICO.
Concluindo: Será que o Fluxo Geotérmico e o Grau Geotérmico
são iguais em qualquer zona da geosfera?

não.
Obviamente que ______
características
O FLUXO GEOTÉRMICO dependerá das _______________dos materiais geológicos
(da sua condutividade) e da existência ou não de _____________________
acidentes geotectónicos.
O GRAU GEOTÉRMICO será mais _______nas
baixo zonas tectonicamente activas e mais
alto
____nas zonas estáveis.
diminua com a profundidade,
Admite-se que o GRADIENTE GEOTÉRMICO ____________
isto é, o aumento da temperatura com a ________________,
profundidade faz-se de um modo
lento
mais ___________.
• A TERRA comporta-se como se tivesse um
íman gigante no seu interior.
• O magnetismo terrestre ou geomagnetismo
revela-se através da orientação das agulhas
das bússolas;
• A existência de anomalias magnéticas pode
indicar a existência de jazigos metálicos no
interior da crosta terrestre;
• A TERRA tem registado ao longo dos tempos várias INVERSÕES DO CAMPO
MAGNÉTICO.
• A orientação actual do campo magnético, designa-se de POLARIDADE NORMAL
(Pólo Norte Magnético está próximo do Pólo Norte Geográfico;
• Num passado distante o campo magnético apresentava uma POLARIDADE INVERSA
(Pólo Norte Magnético estava próximo do Pólo Sul Geográfico);

Como é possível saber isto?


Por que acontecem estas inversões do campo
magnético terrestre?
• Certas rochas (basaltos) possuem minerais ferromagnéticos (Ex. magnetite).
Estes adquirem a orientação do campo magnético, vigente no momento da
sua formação (magnetizam-se quando a temperatura desce abaixo do ponto
de Curie), e mantêm-na ao longo dos tempos (campo paleomagnético).

• O estudo de amostras de basaltos colhidas nos fundos oceânicos, mostra que


o campo magnético tem mudado periodicamente.

• Recorrendo a magnetómetros é possível estudar intensidades do campo


magnético e detectar anomalias magnéticas positivas ou negativas.

• A disposição simétrica das inversões de polaridade magnética registadas na crusta


oceânica (de ambos os lados do rifte), reforçam o modelo de alastramento dos fundos
marinhos a partir desta zona.
A Geofísica é uma ciência que combina os
princípios da física e da matemática com o uso
de instrumentos de medição muito precisos
para determinar as propriedades físicas da
Terra, nomeadamente do seu interior.
A gravimetria, permite determinar a aceleração
da gravidade terrestre e identificar anomalias
gravimétricas.
Provocadas pela presença
Positivas de rochas com densidade
acima do valor médio.

Anomalias
Gravimétricas
Provocadas pela presença
de rochas/estruturas com
Negativas densidade abaixo do valor
médio.
http://geogarb.no.sapo.pt/animageo.htm#Acç
ão marinha

http://www.georoteiros.pt/georoteiros/Mult
imedia/Animacoes/mapa_actividade_placas
.swf

http://www.classzone.com/books/ea
rth_science/terc/content/visualizatio
ns/es0807/flash/es0807_pangaea.swf