Você está na página 1de 4

AXEXÊ

1º Colocar os santos do finado no tempo com as quartinhas de boca para baixo. Perto
rodeando o Santo colocar uma quartinha com omitoro, outra com água, outra com dendê e
outra com aruá.
Afrouxar os atabaques, deixar deitados cobertos com pano branco no barracão
- Fazer um oxu com sabão da costa e folha de morto (brilhantina, cana do brejo, melão de são
Caetano, cansanção, banana de macaco)
- 01 navalha virgem
Tudo que tirar do ori por na quartinha
Fazer so uma cruz
- 01 agda
- quartinha de barro com um acaçá dentro matar nesta quarta
-01 angola
-01 galinha
Abrir um algodão para roubar o oxu e por dentro da quartinha PEDIR A UM OGAM PRA
ROUBAR
Quebra a navalha e junto com os bichos por dentro do aguida com a quartinha e já manda
para o rio
Limpar bem a cabeça
Cobrir a cabeça com oja branco com obi d’água
Quebrar o runjevi e enrolar na mão direita e por na boca

2º Arrumar o corpo
Fazer um travesseiro baixinho com canjica branca debaixo da cabeça
01 acaça branco grande que fica debaixo do pescoço
No caixão vai pipoca, 16 acaça, 16 ekuru, 16 abará, 16 akarajé

3º Pegar broto de mariwô para cobrir o corpo do pecoço para baixo e deixar um pouco pra oya

- Não é Velado no axé

4º As mesmas folhas que se pôs no caixão se coloca na cova menos cansanção que no lugar se
coloca folha de mamona com canjica branca e omitoro

- Não descer na cova

- Ninguém a frente do caixão

-Tudo tocado na cabaça

-Nada com brilho

-Nada de adjá

- So comer carne branca

Com 09 dias joga para decidir o que o santo quer (ficar na casa, se alguém vai ficar com
alguém), Fazer Balaio com tudo que o defunto gostava e levar na mata linda e florida
Ebo egum
Cabeça
...
Fazer jantar, comemorar jantando em mesa e debaixo da mesa por o prato de comida que o
defunto mais gostava

Cantiga pra tirar Oxu


Oluo ofum egum ni bobo a um lóooo
Fenin xegum egun egum ni bobo a um lóooo
Oluo ofum egum ta ni olorum
Fenin xegum egun egum ta ni olorum

Cantiga pra matar a etun e os bichos de tirar o oxu


Egum kobenicé a orum egum kobenicé a orum

Cantiga para colocar comida no caixão


Axexe mo juba aim
Axexe axexe omam
Axexe mo juba aim
Axexe axexe omam
Axexe Olorum kewabaim
Axexe axexe omam

Ófé yéyé yroko


Olowo te ajekue penam bupé
Olowo te ajé mi
Koja kojaaaa banda yroko
Kafiberi ekuo alebareee

Eni bata Tum elampiooo (4X)

Aurê é ma óyaaaa oro man nije


Aurê é ma óyaaaa oro man nije
Aurê é di komoré ossum fum eee balé komakoia
Oro man nije

Sinhazinha lago jeaaa hehehehe


Sinhazinha lago jeaaa sinhazinha do bala konxé

Ekuoo Ekuo dabórajooo


Ekuoo Ekuo dabórajooo
Ekuoo Ekuo dabórajooo daboraaa oke onyeee
9º dia – RODAR O BALAIO

Por mariow em todas as portas e janelas

08 ovos vermelhos com água e dendê no portão

Farofa de água e carvão ralado o portão

Somente participa pessoas feitas e com ano pago, todos de branco, coberto as cabeças e com
ikans

Únicos santos que passam são Oya e Omolu

Neste dia durante o ato não se pronuncia nome, dijina ou orunkó de ninguém.

Fazer em todos pontos de cura/oberé uma cruz com efum

Fazer uma saia, um laço e um oja branco para vestir o balaio ou se tiver a chita q esta pessoa
se iniciou

Acender uma vela de cera tipo batizado

Forrar o balaio com as folhas

Colocar roupa de quem se foi

Abri um obi para confirmar se esta tudo de agrado

Por a cabeça

O restante em volta da cabeça

Cantar as cantigas dançando envolta da cabaça com duas moedas e cada mão, agitando-as,
após jogar dentro da cabaça

Verificar como ela quer comer os bicho e se for afogado terá q ser em omitoro

Verificar, também, o destino de seus pertences

Após o oro levar tudo num cruzeiro o arvore seca. Chagando la veste-se a arvore com a roupa
branca e Poe o balaio debaixo da saia

Após a entrega do balaio, chegar à roça e verificar com todos os ibás o destino que irão tomar
conforme suas vontades

Se optarem por ficar, dar ossé, embalar em pano branco, levar para o runko e deixar la por um
ano, não abrir por nada, só após este um ano

Se optar por ir embora fazem um balaio na beira das águas, la se quebra os ibas e se cobre
com ebo e eboya e põe nas águas

O ibáori e kele vão para as águas lá se quebra e despacha


Após tudo resolvido fazer um jantar, para comemorar, para celebrar, servindo um prato deste
jantar embaixo da mesa para a pessoa q se foi e após levar ao cemitério

Nos dias que se segue se deverá fazer uma limpeza no axé, rodar um amalá e todos os filhos
com ibá e ibáori deverão dar ossé.

Saudação:

Ya ecuooo, irrirrirrirriruuuu, arrobobo mariowwwww

Ou

Eku lerioooo arrobobo mariowwwww

Ritual
01 cabeça grande feita com feijão branco e farinha de mandioca
Folhas de morto (brilhantina, cana do brejo, melão de são Caetano, cansanção, banana de
macaco)
03 galinhas brancas
Cada participante trará duas moedas
01 cabaça
Flores brancas
09 acarájé
09 abará
09 ekuru
09 punhado de pipoca
09 acaça
09 bola de farinha
09 punhados de feijão fradinho ferventado
09 punhado de milho ferventado
09 punhado de canjica branca
09 velas brancas
09 bolas de farinha com carvão desenhado um rosto
Farofa de dendê
Farofa de água
Farofa de mel
Farofa de azeite
01 quartinha de Omitoro
01 obi