Você está na página 1de 3

EXTERNATO SÉNECA

Ensino Secundário Recorrente por Módulos Capitalizáveis


HISTÓRIA
MATRIZ DA PROVA ESCRITA GLOBALIZANTE EM REGIME NÃO PRESENCIAL
MÓDULO 9
ESTRUTURA E COTAÇÃO DA PROVA
Cota
ção
Grupo Itens Conteúdos do programa Objetivos em
Pont
os

1.
Verd 9.1.1. O colapso do bloco soviético e a reorganização do mapa
I político da Europa de Leste. Os problemas da transição para a
 Caracterizar a perestroika. 40
adeir  Avaliar o impacto do desmoronamento da União
o/fal economia de mercado
Soviética no mundo.
so
 Demonstrar o poderio económico e tecnológico
americano.
II 1  Referir o papel dos EUA a nível político-militar nas 30
9.1.2. Os pólos do desenvolvimento económico últimas décadas.
- Hegemonia dos Estados Unidos: supremacia militar,
 Identificar as etapas da construção da União
prosperidade económica, dinamismo científico e tecnológico.
- Consolidação da comunidade europeia; integração das novas Europeia.
III 1 democracias da Europa do Sul; a UE e as dificuldades na  Reconhecer o dinamismo económico asiático e 30
constituição de uma Europa política. as suas implicações na economia mundial.
- Afirmação do espaço económico da Ásia - Pacífico; a questão  Individualizar a descolagem chinesa.
de Timor.  Descrever a situação particular da
- Modernização e abertura da China à economia de mercado; descolonização de Timor-Leste e Macau.
IV 1. a integração de Hong Kong e de Macau. 30

PAULA BAPTISTA 1
9.2.1. Mutações sociopolíticas e novo modelo económico
 Especificar os fatores da crise do Estado - Nação.
- O debate do Estado-Nação; a explosão das realidades
 Explicar de que modo a explosão das realidades
étnicas; as questões transnacionais: migrações, segurança,
étnicas, as migrações, as questões ambientais e o
ambiente.
V 1. terrorismo constituem desafios ao Estado – Nação. 30
- Afirmação do neoliberalismo e globalização da
economia. Rarefação da classe operária; declínio da  Contextualizar a adoção de políticas económicas
militância política e do sindicalismo. neoliberais.
 Demonstrar como se concretiza a globalização
económica no mundo atual.
9.2.2. Dimensões da ciência e da cultura no contexto da  Apontar os motivos da rarefação da classe
globalização operária e do declínio do sindicalismo e da
- Primado da ciência e da inovação tecnológica; militância política.
revolução da informação; ciência e desafios éticos;  Justificar o crescente investimento no progresso
declínio das vanguardas e pós-modernismo. científico – tecnológico.
- Dinamismos socioculturais: revivescência do fervor reli-  Caracterizar a revolução da informação e da
gioso e perda de autoridade das Igrejas; individualismo comunicação.
1. moral e novas formas de associativismo; hegemonia da  Explicar o impacto da biotecnologia.
VI 40
cultura urbana.

TOTAL 200

PAULA BAPTISTA 2
OBJETO DA AVALIAÇÃO
- A prova tem por referência o Programa de História A em vigor.
- A prova incide, exclusivamente, sobre os conteúdos de aprofundamento contidos na matriz.
- Todos os itens são introduzidos por documentação de natureza diversa relativa ao tema em análise.
- Todos os itens exigem a análise dos documentos apresentados.
- Em todos os itens, cerca de 10% da cotação é atribuída à comunicação em língua portuguesa.
- As cotações da prova encontram-se indicadas na matriz.

CRITÉRIOS GERAIS DE CLASSIFICAÇÃO


- A classificação da prova deve respeitar critérios gerais e critérios específicos.
- Os critérios gerais orientam a análise de todas as respostas. Os critérios específicos encontram-se adstritos a cada item.
- No âmbito da aplicação dos critérios gerais, devem ser respeitados os aspectos e procedimentos abaixo indicados.

1. Atribuição da classificação por níveis de desempenho


Todas as classificações são atribuídas pela inserção da resposta do aluno num nível de desempenho, respeitante quer às competências próprias da disciplina de História, quer às
competências de comunicação escrita em língua portuguesa.

2. Aplicação dos critérios gerais relativos à disciplina de História


• Todas as respostas devem ser analisadas, considerando os seguintes aspectos:
- Relevância da resposta relativamente à questão formulada no item;
- Forma como a fonte é explorada, sendo valorizada a interpretação e não a mera paráfrase; correção na transcrição de excertos das fontes e pertinência desses excertos
como suporte de argumentos;
- Mobilização de informação circunscrita ao assunto em análise;
- Domínio da terminologia específica da disciplina.

3. Avaliação do desempenho na comunicação escrita em língua portuguesa


Em todos os itens, para além das competências específicas da disciplina, são também avaliadas competências de comunicação em língua portuguesa, tendo em consideração os
níveis de desempenho que a seguir se descrevem:
Nível 3 – Composição bem estruturada, sem erros de sintaxe, de pontuação e/ou de ortografia, ou com erros esporádicos, cuja gravidade não implique perda de inteligibilidade e/ou
de rigor de sentido.
Nível 2 – Composição razoavelmente estruturada, com alguns erros de sintaxe, de pontuação e/ou de ortografia, cuja gravidade não implique perda de inteligibilidade e/ou de
sentido.
Nível 1 – Composição sem estruturação, com presença de erros graves de sintaxe, de pontuação e/ou de ortografia, com perda frequente de inteligibilidade e/ou de sentido.

PAULA BAPTISTA 3