Você está na página 1de 10

1º Simulado

OAB 2ª Fase XXIX Exame de Ordem Unificado


Direito do Trabalho

PEÇA PROFISSIONAL

Mariana, brasileira, casada, desempregada, portadora da identidade nº 111, CPF: 111, residente e
domiciliada na Rua Canindé, casa 348 –Curitiba-PR – CEP: 111, trabalhou para a sociedade empresária
CERS Ltda., como auxiliar de produção, de 06/12/2018 a 30/07/2019, quando foi dispensada sem justa
causa, recebendo as verbas da ruptura contratual.
Mariana recebeu as horas extras que fez no curso do contrato de trabalho.
Mariana foi dispensada sem justa causa quando estava com 6 meses de gestação.
A empresa pagava a conta mensal do spa que Mariana frequentava para fazer massagens, no valor
médio de R$ 500,00 mensais, não computando tal importância como salário. Pagava também seu
tratamento médico no valor médio de R$ 600,00 por mês.
Mariana recebeu do empregador uniforme, o qual utilizava no trabalho.
Durante o curso do contrato de trabalho, Mariana, comprovadamente, faltou ao emprego por 4 dias para
realização de exames preventivos de câncer.
Mariana trabalhava de segunda a sexta-feira, das 13h30 às 22h30, com intervalo de 1 hora, e, aos
sábados, das 8h às 12h, sem intervalo.
A ex-empregada relata que teve descontado do seu salário um dia de trabalho no ano de 2019 em que
faltou por 2 dias para doação voluntária de sangue devidamente comprovada.
Substituiu por 60 dias, no ano de 2019, sua supervisora imediata, Luana, que recebia o dobro de seu
salário, porque esta estava de licença médica, sem receber nada a mais por isso.
Nos seus contracheques, em todos os meses desde a admissão, havia o lançamento de crédito de um
salário mínimo, além de descontos de INSS e de 6% do seu salário a título de vale-transporte.
Com base nos dados apresentados, formule a peça (rito ordinário) de defesa dos interesses de Mariana
em juízo.

Obs.: A peça deve abranger todos os fundamentos de Direito que possam ser utilizados para dar
respaldo à pretensão. A simples menção ou transcrição do dispositivo legal não confere pontuação.

Nos casos em que a lei exigir liquidação de valores, não se faz necessária a apresentação pelo
Examinando, admitindo-se que o escritório possui setor próprio ou contratado especificamente para tal fim.
(Valor: 5,00)

www.cers.com.br
1º Simulado
OAB 2ª Fase XXIX Exame de Ordem Unificado
Direito do Trabalho

10

11

12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24
25
26
27

28

29

30

www.cers.com.br
1º Simulado
OAB 2ª Fase XXIX Exame de Ordem Unificado
Direito do Trabalho

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

51
52
53

54

55

56

57
58
59
60

www.cers.com.br
1º Simulado
OAB 2ª Fase XXIX Exame de Ordem Unificado
Direito do Trabalho

61

62

63

64

65

66

67

68

69

70

71

72

73

74

75

76

77

78

79

80

81

82

83

84
85
86

87
88

89

90

www.cers.com.br
1º Simulado
OAB 2ª Fase XXIX Exame de Ordem Unificado
Direito do Trabalho

91

92

93

94

95

96

97

98

99

100

101

102

103

104

105

106

107

108

109

110

111

112

113

114

115
116
117
118

119

120

www.cers.com.br
1º Simulado
OAB 2ª Fase XXIX Exame de Ordem Unificado
Direito do Trabalho

121

122

123

124

125

126

127

128

129

130

131

132

133

134

135

136

137

138

139

140

141

142

143

144
145
146
147
148

149

150

www.cers.com.br
1º Simulado
OAB 2ª Fase XXIX Exame de Ordem Unificado
Direito do Trabalho

Questão 1
Rafael trabalha como vigilante na agência do Banco Cers S.A. prestando serviço em escala de 12 x
36 horas, conforme ajustado em seu contrato de trabalho escrito. De acordo com a situação
apresentada e com os termos da CLT, responda aos itens a seguir.

A) O empregado citado tem direito a horas extras se trabalhar domingos e feriados? Justifique. (Valor:
0,65)
B) Rafael poderia trabalhar em escala 12x36 com base em um mero acordo individual escrito? Justifique.
(Valor: 0,60)

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

www.cers.com.br
1º Simulado
OAB 2ª Fase XXIX Exame de Ordem Unificado
Direito do Trabalho

Questão 2
Paula foi empregada em uma sociedade empresária por 12 anos. Inicialmente trabalhou em
Recife/PE e, pelo bom trabalho realizado ao longo do tempo, foi promovida a um cargo de
confiança e transferida para Campinas/SP. Paula mudou-se com a família, comprou um imóvel, e
permaneceu em São Paulo por 4 anos. Ao final desse período, a sociedade empresária, afetada
pela crise econômica, encerrou suas atividades, o que acarretou a dispensa da funcionária.
Considerando o caso narrado, responda aos itens a seguir.

A) Paula teria direito a receber adicional de transferência, por ter sido deslocada de Recife para
Campinas?
B) As despesas resultantes da transferência de Recife para Campinas devem ser custeadas pela empresa
ou seriam de responsabilidade da empregada? Justifique.

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

www.cers.com.br
1º Simulado
OAB 2ª Fase XXIX Exame de Ordem Unificado
Direito do Trabalho

Questão 3
Marlon é vendedor da loja Iguaçu Ltda. Na admissão, assinou contrato de emprego no qual não
consta cláusula em que autoriza descontos quando gerar prejuízos financeiros ao empregador,
decorrentes de ato culposo seu. Em determinado dia, Marlon dolosamente danifica o patrimônio da
empresa. A sociedade empresária descontou seu prejuízo do salário de Marlon.

Sobre o caso apresentado, responda aos itens a seguir.

A) Analise a validade do desconto efetuado pela empresa?


B) Caso Marlon tivesse causado o prejuízo não por dolo mas por negligencia, a empresa poderia efetuar o
desconto em seu salário?

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

www.cers.com.br
1º Simulado
OAB 2ª Fase XXIX Exame de Ordem Unificado
Direito do Trabalho

Questão 4
Pedro foi acusado de ato de improbidade no ambiente da empresa em que trabalha. Em razão
dessa acusação, foi suspenso por 20 dias. Pedro procurou você como advogado(a) para uma
consulta, enquanto ainda estava suspenso, aduzindo que não pretendia continuar trabalhando na
empresa. A partir dos dados apresentados, responda aos itens a seguir.

A) Qual seria o prazo máximo que a empresa poderia suspender o contrato de trabalho de Pedro?
Justifique. (Valor: 0,65)
B) Caso a empresa, de comum acordo com Pedro, decida romper o seu contrato, ele teria direito de
receber algum valor de aviso prévio e de multa de 40% do FGTS? Fundamente. (Valor: 0,60)

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

www.cers.com.br

Você também pode gostar