Você está na página 1de 248
Elementos de Contabilidade Financeira I Ano letivo 2019/2020 Curso de Gestão Docentes: Francisco Antunes Anabela

Elementos de

Contabilidade Financeira I

Ano letivo

2019/2020

Curso de Gestão

Docentes:

Francisco Antunes Anabela Tomáz

Elementos de Contabilidade Financeira I Ano letivo 2019/2020 Curso de Gestão Docentes: Francisco Antunes Anabela Tomáz

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Contabilidade Financeira I

IINNFFOORRMMAAÇÇÕÕEESSGGEERRAAIISSDDAAUUNNIIDDAADDEECCUURRRRIICCUULLAARR

Licenciatura: Gestão Código da disciplina: 13983 e 12672 Unidades ECTS: 6,0 Carga horária: 4h/Semana

Apoio on‐line adicional no Bloco de Not@s em http://webx.ubi.pt/~fantunes.

Docentes da cadeira:

Francisco Antunes (TP3)

Gabinete n.º 3.6 (Piso III) Extensão telefónica: 275 319 635 (direto) 3835 (interno)

francisco.antunes@ubi.pt

Anabela Tomáz (TP1 e TP2)

Gabinete n.º 2.9 (Piso II) Extensão telefónica: 275 319 620 (direto) 3820 (interno)

anabelatomas@beiraescrita.pt@ubi.pt

Horário normal:

TP1 segundas‐feiras

[09:00 ‐ 11:00] (7.19)

e

sextas‐feiras

[09:00 ‐ 11:00] (sala 7.19)

TP2 segundas ‐feiras

[11:00 ‐ 13:00] (7.19)

e

sextas ‐feiras

[11:00 ‐ 13:00] (sala 7.19)

TP3 segundas ‐feiras

[09:00 ‐ 11:00] (7.17)

e

sextas ‐feiras

[11:00 ‐ 13:00] (sala 7.06)

Objetivos

Esta unidade curricular tem como objetivo dar a compreender a contabilidade financeira como fonte de informação para a gestão das empresas e para os agentes económicos com os quais se relacionam na sua atividade. Pretende‐se também efetuar a análise e contabilização das operações relacionadas com o ciclo de exploração das empresas.

Competências a adquirir

Com a aprovação na presente unidade curricular, o aluno deve ser capaz de:

Relacionar a informação gerada pela contabilidade financeira, com as necessidades dos gestores e demais agentes económicos;

Compreender os objetivos e estrutura das demonstrações financeiras;

Identificar e articular as ligações entre as demonstrações financeiras;

Proceder à contabilização de factos patrimoniais relacionados com o ciclo de exploração das empresas;

Explicitar as alterações geradas nas demonstrações financeiras com a contabilização dos factos patrimoniais.

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Programa

1 ‐ Conceitos fundamentais

1.1 ‐ Contabilidade

1.2 ‐ Património

1.3 ‐ Factos patrimoniais

1.4 ‐ Período contabilístico e período de relato

1.5 ‐ Resultado do período

1.6 ‐ Conta

1.7 ‐ Método digráfico

1.8 ‐ Processo de contabilização dos factos patrimoniais

2 ‐ Normalização contabilística

Contabilidade Financeira I

2.1 ‐ Instrumentos e âmbito de aplicação

2.2 ‐ Estrutura conceptual (EC)

2.3 ‐ Bases para a apresentação de demonstrações financeiras (BADF)

2.4 ‐ Modelos de Demonstrações Financeiras (MDF)

2.5 ‐ Código de contas (CC)

2.6 ‐ Normas contabilísticas e de relato financeiro (NCRF)

2.7 ‐ Norma contabilística e de relato financeiro para pequenas entidades (NCRF‐PE)

2.8 ‐ Normas interpretativas (NI)

2.9 ‐ Síntese da normalização contabilística para as entidades lucrativas dos setores não financeiros

3 ‐ Principais operações do ciclo de exploração

3.1 ‐ Meios financeiros líquidos

3.2 ‐ Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA)

3.3 ‐ Inventários

3.4 ‐ Aquisições de bens consumíveis e de serviços

3.5 ‐ Operações com títulos a pagar e títulos a receber

3.6 ‐ Gastos com o pessoal

3.7 ‐ Principais lançamentos de regularização

BBiibblliiooggrraaffiiaarreeccoommeennddaaddaa

a a f f i i a a r r e e c c o o

N.A. (2009) "Sistema de Normalização Contabilística", Porto Editora, Porto, ISBN 978‐972‐0‐

32646‐1

ALVES, Gabriel Correia, COSTA, Carlos Batista da (2008) "Contabilidade Financeira", 8.ª Gabriel Correia, COSTA, Carlos Batista da (2008) "Contab Edição, Editora Rei dos Livros, Porto, ISBN 9789898305459 Edição, Editora Rei dos Livros, Porto, ISBN 9789898305459

BORGES, António, RODRIGUES, Azevedo, RODRIGUES, Rogério (2007) "Elementos António, RODRIGUES, Azev edo, RODRIGUES, Rogério (2007) de Contabilidade Geral", Áreas Editora, 24.ª Ed de Contabilidade Geral", Áreas Editora, 24.ª Edição, ISBN 9789898058157

BORGES, António; GAMELAS, Emanuel; FERREIRA, Pedro António; MARTINS, Manuela, MAGRO, BORGES, António; GAMELAS, Emanue Nuno; RODRIGUES, José Pinhão ( 2009) "SNC ‐ Sistema de Normaliza ção Nuno; RODRIGUES, José Pinhão (2009) "SNC ‐ Sistema de Normalização Contabilística ‐ Casos Práticos", Áreas Editora, ISBN: 978‐989‐805‐851‐5.

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Contabilidade Financeira I

NABAIS, Carlos; NABAIS, Francisco (2012) "Prática Contabilística ‐ De Acordo com o Sistema de Normalização Contabilística (S NC)"; Lidel ‐ Edições Técnicas , ISBN 978‐972‐757‐657‐9. de Normalização Contabilística (SNC)"; Lidel ‐ Edições Técnicas, ISBN 978‐972‐757‐657‐9.

RODRIGUES, João (2009) Sistema de Normalização Contabilística Explicado", Porto RODRIGUES, João (2009) Sistema de Normalização Contabilística E Editora, Porto, ISBN 978‐972‐0‐32643‐0 Editora, Porto, ISBN 978‐972‐0‐32643‐0

SILVA, F. V. Gonçalves; PEREIRA, J. M. Esteves; RODRIGUES, Lúcia Lima (2006) "Contabilidade das Sociedades", Plátano Editora, ISBN 978‐972‐7 ‐70431‐6 . "Contabilidade das Sociedades", Plátano Editora, ISBN 978‐972‐7‐70431‐6 .

MMeettooddoollooggiiaaddeeeennssiinnoo

Exposição oral de conceitos.

Resolução de exercícios de consolidação.

SSiisstteemmaaddeeAAvvaalliiaaççããoo

Inscrição nas turmas.

As turmas são limitadas a um número máximo de 40 alunos.

As turmas terão que ficar equilibradas no final do processo de inscrição, pelo que se no final do prazo de inscrição as turmas não existir equilíbrio poderão ser transferidos para a(s) turma(s) com menor número de alunos, os alunos com número de inscrição mais elevado da turma com mais elementos, até que se atinja o equilíbrio das turmas.

Assiduidade.

A

assiduidade é registada mediante um registo individual efetuado na sala de aula:

O

aluno que ultrapassar 5 faltas será reprovado e não admitido aos exames.

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Contabilidade Financeira I

Elementos de Avaliação em Época de Ensino/Aprendizagem:

Frequência 1

(35,0%)

7,0 valores

Capítulos 1, 2: 28 de outubro de 2019 (2F)

Frequência 2

(65,0%)

13,0 valores

Capítulo 3: janeiro de 2020 (a definir pelo Diretor de Curso)

Total (100,0%)

20,0 valores

Será concedida a classificação de "frequência" (e consequentemente a admissão ao exame) aos alunos cujo somatório dos elementos de avaliação seja inferior a 9,5 valores, mas sendo pelo menos igual a 6 valores. Notas inferiores a 6 valores determinam que o aluno não está admitido a exame, estando automaticamente reprovado.

Os docentes reservam o direito de proceder a uma oral quando surjam dúvidas na atribuição da classificação.

Os alunos trabalhadores estudantes e outros previstos em regimes especiais necessitam de garantir uma nota mínima de 6 valores, com os diferentes elementos de avaliação, para admissão ao exame.

Obterão aprovação em época de ensino‐aprendizagem todos os alunos que obtiverem nessa época uma classificação global igual ou superior a 9,5 valores, estando estes dispensados do exame. Os alunos aprovados poderão sempre realizar o exame para efetuar a melhoria da sua nota (no caso da melhoria não ser atingida manter‐se‐á a classificação anteriormente obtida).

Alunos detetados nas situações mencionadas em "Normas de funcionamento de frequências e exames" (ver mais abaixo) não serão admitidos em mais momentos de avaliação, estando automaticamente reprovados.

Exceções ao regime de avaliação em Época de Ensino/Aprendizagem:

Todas as outras situações serão combinadas com os docentes ou tratadas de acordo tratadas de acordo com o Regulamento Académico da Universidade da Beira Interior (Despacho Reitoral n.º 2018/R/60).

Elementos de Avaliação em Épocas de Exame:

Em épocas de exame a avaliação será realizada sob a forma de prova escrita, com cotação de 20,0 valores. Os exames de primeira e segunda chamada versarão sempre sobre a totalidade da matéria lecionada.

Normas de funcionamento de frequências e exames

O aluno que for detetado em situação fraudulenta ficará automaticamente reprovado, independentemente da época de avaliação. Caso o aluno já tenha obtido nota positiva (caso de melhorias) e seja detetado em situação irregular o aluno passará a estar como reprovado.

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

HHoorráárriiooddeeaatteennddiimmeennttoo

Contabilidade Financeira I

Francisco Antunes (TP3)

O horário usual de atendimento será às segundas‐feiras a das 16:00 às 18:00, no gabinete do docente. No

entanto, é sempre possível a marcação de outro horário para atendimento, acordando o mesmo com o docente.

Anabela Tomáz (TP1 e TP2)

O horário usual de atendimento será às segundas‐feiras das 14:00 às 16:00, no gabinete da docente. No

entanto, é sempre possível a marcação de outro horário para atendimento, acordando o mesmo com a docente.

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Contabilidade Financeira I

Capítulo 1

Conceitos fundamentais
Conceitos fundamentais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Contabilidade Financeira I

Aula 02: evolução, importância, funções e tipos de contabilidade
Aula 02: evolução, importância, funções e tipos de contabilidade
de Gestão e Economia Contabilidade Financeira I Aula 02: evolução, importância, funções e tipos de contabilidade

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Contabilidade Financeira I

Aula 03: património, valor, elementos e factos patrimoniais
Aula 03: património, valor, elementos e factos patrimoniais
Departamento de Gestão e Economia Contabilidade Financeira I Aula 03: património, valor, elementos e factos patrimoniais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Aula 04: exercícios
Aula 04: exercícios

Contabilidade Financeira I

EXERCÍCIO 1.01: Património e massas patrimoniais gerais

A empresa A apresentava os seguintes elementos patrimoniais concretos em 30/06/n:

Descrição

Valores (€)

Dívidas de clientes

625.000

Equipamentos administrativos

34.500

Dívidas a fornecedores de mercadorias

445.000

Empréstimos bancários obtidos

125.000

Mercadorias em armazém

82.000

Dívidas ao Estado

38.000

Equipamento de transporte

62.500

Dinheiro em caixa

8.450

Depósitos bancários à ordem

26.500

Pedido:

Determine o valor do ativo, do passivo e do capital próprio da empresa A em 30/06/n.

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Contabilidade Financeira I

EXERCÍCIO 1.02: Património e massas patrimoniais gerais

Uma empresa apresenta os seguintes elementos patrimoniais em 31/12/n:

Descrição

Valores (€)

Edifício (terreno e construção)

250.000

Computadores

15.000

Programas de computador

5.000

Dinheiro em caixa

1.000

Descoberto numa conta de depósito à ordem (Banco A)

2.000

Dívidas ao estado

8.000

Dívidas de clientes

62.000

Bens adquiridos para venda

160.000

Empréstimo bancário

80.000

Mobiliário

20.000

Dívidas a fornecedores

48.000

Adiantamentos de clientes

4.000

Empréstimos de sócios (suprimentos)

120.000

Depósito à ordem (Banco B)

35.000

Pedido:

Determine o valor do ativo, do passivo e do capital próprio da empresa em 31/12/n.

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

EXERCÍCIO 1.03: Património e factos patrimoniais

Contabilidade Financeira I

A empresa B apresentava o seguinte património em 1/05/n:

Valor do ativo

€100.000

Valor do passivo

€40.000

Durante o mês de Maio de n ocorreram os seguintes factos:

1.

Compra a crédito de mercadorias por €600 (a Empresa B ficou a dever);

2.

Venda a crédito por 1.200 de mercadorias que foram adquiridas por €800 (ficaram a dever à Empresa B);

3.

A Empresa B efetuou pagamentos por cheque a fornecedores seus no valor de €500;

4.

Nota de débito do banco no valor de €60, referente aos juros de um empréstimo bancário

(o

banco está a cobrar à Empresa B o valor indicado);

5.

Compra a crédito de uma viatura ligeira de mercadorias no valor de €4.000 (a Empresa B

ficou a dever);

6.

Pagamento em dinheiro da renda das instalações no valor de €150;

7.

Venda a pronto pagamento de mercadorias por €900 que haviam sido adquiridas por €550

(a

empresa B vendeu e recebeu imediatamente no ato da venda);

8.

Pagamento de uma multa de estacionamento no valor de €5.

Pedidos:

a) Faça a classificação dos factos patrimoniais.

b) Determine os valores do Ativo, do Passivo e do Capital próprio em 31 de Maio de n.

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

EXERCÍCIO 1.04: Elementos patrimoniais e contas

Contabilidade Financeira I

Relativamente à empresa Z, Lda, que se dedica à comercialização de ferragens, conhecem‐se os seguintes elementos patrimoniais concretos, em 31/12/n:

Descrição

Valores (€)

Dívida à Soparafusos, Lda.

3.200

Viaturas comerciais

10.000

Mobiliário de escritório

5.000

Parafusos

2.050

Imóvel de rendimento

12.000

Trespasse do estabelecimento comercial

500

Dívida ao fornecedor do mobiliário de escritório

2.000

Quota na empresa FuraTudo, Lda. (M/L Prazo)

6.000

Adiantamento efetuado aos trabalhadores sobre os salários do próximo mês

1.200

Pregos n.º 5

250

Lucros atribuídos aos sócios

8.000

Dívida ao gerente (remunerações por pagar)

6.000

Depósito à ordem no banco A

100

Empréstimo obtido junto do banco X

6.000

300 ações da Sociedade PKP, SA (C. Prazo)

2.400

Pedidos:

a) Classifique cada elemento patrimonial de acordo com a respetiva massa geral, classe e conta (contas de primeiro grau, com indicação do respetivo código).

b) Determine o valor do ativo, do passivo e do capital próprio.

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Contabilidade Financeira I

EXERCÍCIO 1.05: Classificação de factos patrimoniais

Classifique os seguintes factos ocorridos na empresa A durante o mês de Janeiro do ano n.

Dia

Descrição

É facto

Se é facto patrimonial

patrimonial?

Permutativo

Modificativo

1

Levantamento de dinheiro do depósito à ordem para a caixa da empresa

     

4

Aquisição de uma viatura todo‐o‐terreno para serviço da empresa

     

6

Compra a crédito (a empresa ficou a dever) de matérias‐primas para utilizar na produção

     

7

Recebimento de juros do depósito à ordem

     

7

Pagamento da renda das instalações da sede da empresa

     

10

Entrega do IRS retido aos trabalhadores, referente ao mês anterior

     

11

Redução da Euribor a 3 meses para 0,9%

     

11

Pagamento do abastecimento com gasóleo da viatura todo‐o‐terreno

     

13

Recebimento de uma dívida do cliente X

     

14

Compra de 1.000 ações da empresa B

     

14

Aumento do preço do barril de petróleo

     

16

Abertura do processo de falência do cliente Y, que não tinha pago ainda toda a sua dívida

     

17

Despesas bancárias de manutenção da conta de depósitos à ordem verificadas no extrato

     

21

Pagamento do seguro empresa

de

incêndio da

     

22

Recebimento da conta de eletricidade

     

23

Processamento de vencimentos e salários

     

24

Jogo Sporting‐Benfica para a Liga

       

29

Pagamento de vencimentos e salários

     
para a Liga         29 Pagamento de vencimentos e salários      
para a Liga         29 Pagamento de vencimentos e salários      

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Aula 05: Exercícios
Aula 05: Exercícios

Contabilidade Financeira I

EXERCÍCIO 1.06: Gastos e rendimentos

Identifique as situações que podem ser classificadas como gasto ou rendimento.

Dia

Descrição

Valor (€)

Gasto

Rendimento

1

Levantamento de dinheiro do depósito à ordem para a caixa da empresa

200,00

   

4

Aquisição de uma viatura todo‐o‐terreno para serviço da empresa

20.000,00

   

6

Compra a crédito (a empresa ficou a dever) de matérias‐primas para utilizar na produção

3.500,00

   

7

Recebimento de juros do depósito à ordem

2,00

   

7

Pagamento da renda das instalações da sede da empresa

250,00

   

10

Entrega do IRS retido aos trabalhadores, referente ao mês anterior

2.700,00

   

11

Pagamento do abastecimento com gasóleo da viatura todo‐o‐terreno

68,00

   

13

Recebimento de uma dívida do cliente X

675,00

   

14

Compra de 1.000 ações da empresa B

17.000,00

   

16

Abertura do processo de falência do cliente Y, que não tinha pago ainda toda a sua dívida

300,00

   

17

Despesas bancárias de manutenção da conta de depósitos à ordem, verificadas no extrato

27,50

   

21

Pagamento do seguro de incêndio da empresa

3.400,00

   

22

Recebimento da conta de eletricidade

1.275,00

   

23

Processamento de vencimentos e salários

27.365,00

   

29

Pagamento de vencimentos e salários

19.340,00

   

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

EXERCÍCIO 1.07: Elementos patrimoniais e contas

Contabilidade Financeira I

Identifique, na coluna respetiva, as contas associadas aos elementos patrimoniais (concretos e abstratos) mencionados:

Elementos patrimoniais Ativos Passivos Gastos Rendimentos Outros Vendas de mercadorias Viaturas comerciais
Elementos patrimoniais
Ativos
Passivos
Gastos
Rendimentos
Outros
Vendas de mercadorias
Viaturas comerciais
Ordenados e encargos Sociais
Consumo de eletricidade
Dívidas ao Estado
Dívidas aos Fornecedores
Capital social
Juros suportados
Custo das mercadorias vendidas
Mercadorias em armazém
Financiamento bancário (M/L Prazo)
Mobiliário diverso
Depósitos bancários à ordem
Rendas recebidas
Numerário
Ações da associada X (M/L Prazo)
Imóveis de rendimento
Trespasse de estabelecimento
Rendas suportadas
Combustíveis consumidos
Dívida ao fornecedor de mobiliário
Adiantamentos aos trabalhadores
Lucros atribuídos aos sócios
Dívida ao gerente (remunerações)
Reservas
Dividendos recebidos
Subsídios do estado à exploração

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

EXERCÍCIO 1.08: Património e resultado do período

Contabilidade Financeira I

Considere as seguintes informações relativas à empresa C, relativas ao exercício n ou à sua situação no final do mesmo:

Descrição

1. Dívidas de Clientes

62.000

2. Máquinas Industriais

50.000

3. Viaturas Ligeiras

12.000

4. Consumo de eletricidade

3.000

5. Dívidas ao Estado

11.720

6. Dívidas aos Fornecedores

44.000

7. Juros suportados e pagos

600

8. Custo das mercadorias vendidas

160.000

9. Mercadorias em armazém

19.000

10. Empréstimos bancários

10.000

11. Venda de mercadorias

190.000

12. Equipamento básico

18.000

13. Depósitos à ordem

15.600

14. Rendas suportadas

2.600

15. Dinheiro em caixa

1.740

16. Combustíveis consumidos

1.580

17. Ações da sociedade X

10.000

18. Dívidas ao pessoal

1.800

19. Ordenados e encargos sociais

37.000

20. Consumo material de escritório

1.300

Pedidos:

a) Determine o valor dos rendimentos, dos gastos e dos resultados relativos ao exercício n.

b) Determine o valor do ativo, do passivo e do capital próprio da empresa C em 31/12/n.

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

EXERCÍCIO 1.09: Património e resultado do período

Contabilidade Financeira I

Conhecem‐se as seguintes informações relativas à situação patrimonial de três empresas reportada a

31/12/n:

   

Empresa A

Empresa B

Empresa C

Valores iniciais em 01‐01‐n:

     

‐ Total do ativo

125.000

90.000

(c)

‐ Total do passivo

64.000

28.000

43.000

Valores finais em 31‐12‐n:

     

‐ Total do ativo

160.000

110.000

92.500

‐ Total do passivo

90.000

(b)

57.500

No exercício verificou‐se:

     

Aumento do capital social

0

12.500

15.000

Rendimentos

(a)

34.000

25.000

Gastos

42.500

23.000

42.500

Pedido:

 

Determine o valor das incógnitas (a), (b) e (c).

‐ Gastos 42. 500 23.000 42.500 Pedido:   Determine o valor das incógnitas (a) , (b)

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

EXERCÍCIO 1.10: Património e resultado do período

Contabilidade Financeira I

Conhecem‐se as seguintes informações relativas à empresa A:

Descrição

Valor (€)

No início do exercício n verifica‐se o seguinte:

 

Valor do ativo em 01/01/n

450.000

Valor do passivo em 01/01/n

150.000

No final do exercício n verifica‐se o seguinte:

 

Valor do ativo em 31/12/n

600.000

Valor do passivo em 31/12/n

200.000

No exercício n verificou‐se o seguinte:

 

Aumento das contribuições dos proprietários (capital social)

90.000

Distribuição de capitais próprios aos proprietários (lucros)

10.000

Valor dos rendimentos

750.000

Valor dos gastos

(X)

Pedido:

Determine o valor da incógnita (X).

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Contabilidade Financeira I

EXERCÍCIO 1.11: Património, resultado do período e contas

Considere a seguinte informação de uma empresa reportada ao final do exercício n ou relativa ao exercício n:

Descrição

Valor (€)

1. Amortizações de ativos intangíveis

4.000

2. Dívidas de clientes

140.000

3. Remunerações do pessoal

150.000

4. Juros obtidos de depósitos

1.000

5. Produtos acabados em armazém

250.000

6. Máquinas e equipamentos utilizados na produção

475.000

7. Consumo de matérias‐primas

345.000

8. Dinheiro à guarda de bancos (mobilizável imediatamente)

5.000

9. Contribuições dos proprietários

750.000

10. Imóveis afetos à atividade

350.000

11. Vendas de produtos acabados

680.000

12. Menos‐valias na venda de ativos fixos tangíveis

6.000

13. Imóveis de rendimento

70.000

14. Dívidas a fornecedores de investimentos (a pagar em n+1)

120.000

15. Serviços prestados aos clientes

176.000

16. Viaturas usadas na atividade

94.000

17. Dívidas a fornecedores de matérias‐primas

320.000

18. Dinheiro à guarda de bancos (mobilizável a prazo)

10.000

19. Programas de computador

16.000

20. Descontos de pronto pagamento obtidos

12.000

21. Dívidas ao estado

82.000

22. Rendas obtidas dos imóveis de rendimento

50.000

23. Encargos sobre remunerações do pessoal (contribuições para a S. S.)

35.000

24. Fornecimentos e serviços prestados por entidades externas

290.000

25. Mobiliários e equipamentos utilizados na área administrativa

130.000

26. Depreciações dos ativos fixos tangíveis e imóveis de rendimento

60.000

27. Juros suportados de financiamentos obtidos

20.000

28. Empréstimos bancários (a pagar em n+3)

395.000

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Contabilidade Financeira I

Descrição

Valor (€)

29. Dinheiro à guarda da empresa

2.000

30. Lucros de anos anteriores retidos sob a forma de reservas

90.000

31. Perdas resultantes de dívidas consideradas incobráveis

24.000

32. Matérias‐primas em armazém

200.000

Pedidos:

a) Identifique a conta prevista no CC do SNC associada a cada um dos elementos patrimoniais mencionados.

b) Determine o valor dos Rendimentos, dos Gastos e do Resultado da empresa relativos ao exercício n.

c) Determine o valor do Ativo, do Passivo e do Capital Próprio da empresa reportados a 31/12/n.

d) Sabendo que a empresa durante o exercício n recebeu novas contribuições dos proprietários no valor de €200.000 e distribuiu aos proprietários lucros de anos anteriores no valor de €50.000, determine o valor do Capital Próprio da empresa no início do exercício n.

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Contabilidade Financeira I

Aula 06: digrafia, contas e sua movimentação
Aula 06: digrafia, contas e sua movimentação
e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade Financeira I Aula 06: digrafia, contas e sua

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Aula 07 e 08: Exercícios
Aula 07 e 08: Exercícios

EXERCÍCIO 1.12: Contabilização de factos patrimoniais

Contabilidade Financeira I

Considere os seguintes factos relativos ao 1.º exercício económico da empresa A, Lda., cujo objeto social é a prestação de serviços de transporte, realizou ao longo do ano as seguintes operações:

Op.

 

Descrição

 

A empresa foi constituída com um capital social (contribuições dos proprietários), realizado da

1

 

seguinte forma:

Depósito à ordem no valor de €530.000

 

Contraiu um empréstimo bancário semestral no valor de €40.000. Os juros relativos ao mês

2

de janeiro no valor de €200 foram cobrados antecipadamente, tendo sido disponibilizada a diferença na conta à ordem

 

Compra de um veículo pesado de mercadorias, no valor de €80.000, nas seguintes condições:

3

Entrada inicial em cheque de €15.000

Pagamento do restante a 90 dias

4

Aquisição a pronto (com cheque) de combustível no valor de €180

5

Serviço de transporte prestado a pronto (recebimento em cheque), no valor de €1.500

 

Aquisição de um computador a pronto no valor de €1.750 (inclui software no valor de €750) nos seguintes termos:

6

Endosso do cheque do cliente anterior

Pagamento do restante por multibanco

7

Serviço de transporte prestado a crédito, no valor de €13.000

8

Foi efetuada por uma oficina uma pequena reparação no veículo pesado de mercadorias a crédito, no valor de €400

9

Recebimento (em dinheiro) de 25% do valor do crédito sobre o cliente (op. 7) no valor de €735 (a diferença corresponde a um desconto concedido por antecipação de recebimento)

10

Pagamento (em dinheiro) de 75% da dívida à oficina (op. 8) no valor de €295 (a diferença corresponde a um desconto obtido por antecipação de pagamento)

11

Processamento de salários no valor de €800 (ignore descontos e encargos sociais)

12

Pagamento (por transferência bancária) ao fornecedor do veículo pesado (op. 3)

13

Pagamento dos salários por transferência bancária (op. 11)

14

Recebimento de juros de depósitos à ordem relativos ao mês de janeiro em 31/Jan/n no valor de €35

15

Os valores da depreciação do camião e do computador e da amortização do software relativos ao mês de janeiro de n foram de €750 e €25, respetivamente

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Pedidos:

Contabilidade Financeira I

a) Efetue a classificação contabilística relativa às operações descritas, utilizando as contas do CC do SNC.

b) Determine o valor final dos depósitos à ordem (use a lógica do razão).

c) Elabore o balancete reportado ao final do mês de janeiro de n antes do apuramento do resultado. Calcule, de seguida, o valor dos rendimentos, dos gastos e do resultado do período.

d) Efetue a classificação contabilística relativa ao apuramento de resultados da empresa e a sua representação em esquema “T” (apenas contas de 1.º grau), considerando uma estimativa de IRC de €1.200.

e) Elabore o balancete, depois do apuramento do resultado.

f) Determine o valor do Ativo, do Passivo e do Capital Próprio da empresa no final do período.

do resultado. f) Determine o valor do Ativo, do Passivo e do Capital Próprio da empresa

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Classificação dos documentos

Contabilidade Financeira I

Op.

Classificação

1

 

2

 

3

 

4

 

5

 

6

 

7

 

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Contabilidade Financeira I

8

9

10

11

12

13

14

15

BALANCETE

Conta Descrição Débito Credito Saldo D/C Total
Conta
Descrição
Débito
Credito
Saldo
D/C
Total

BALANCETE

Conta Descrição Débito Credito Saldo D/C Total
Conta
Descrição
Débito
Credito
Saldo
D/C
Total

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

BALANCETE

Conta Descrição Débito Credito Saldo D/C Total
Conta
Descrição
Débito
Credito
Saldo
D/C
Total

BALANCETE

Conta Descrição Débito Credito Saldo D/C Total
Conta
Descrição
Débito
Credito
Saldo
D/C
Total

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

EXERCÍCIO 1.13: Contabilização de factos patrimoniais

Contabilidade Financeira I

Considere os seguintes factos relativos ao 1.º exercício económico (que termina em 31/Dez/n) da empresa A, Lda., cujo objeto social consiste na comercialização de fotocopiadoras:

Op.

Descrição

 

A empresa foi constituída em 30/Nov/n com um capital social (contribuições dos proprietários) de €300.000, realizado da seguinte forma:

1

Depósito à ordem no valor de €20.000

Transferência de um edifício onde se irão concentrar as instalações da empresa no valor €280.000

2

Contraiu em 5/Dez/n um empréstimo bancário anual no valor de €65.000. O valor foi imediatamente disponibilizado na conta à ordem da empresa.

 

Aquisição em 7/Dez/n de mobiliário no valor de €17.000 nas seguintes condições:

3

Pagamento imediato (em cheque) de 40%

Restante a 60 dias

4

Aquisição em 15/Dez/n a pronto (por transferência bancária) de 31 fotocopiadoras ao preço unitário de €2.500, sendo que uma delas passou a ser utilizada pela empresa.

 

Venda em 26/Dez/n de 5 fotocopiadoras ao preço unitário de €4.000 nas seguintes condições:

5

Recebimento imediato (em cheque) de 25%

Restante a 30 dias

6

Depósito na conta à ordem em 28/Dez/n do cheque anterior

7

Processamento de salários em 30/Dez/n no valor de €3.000, relativos ao mês de Dezembro

 

Pagamento (em cheque) em 31/Dez/n de despesas relativas a eletricidade, água,

8

comunicações e gestão do condomínio no valor de €600 relativas ao mês de Dezembro (o edifício faz parte de um condomínio comercial com gestão integrada).

9

Pagamento de €2.000 (por transferência bancária) ao pessoal em 31/Dez/n

10

Pagamento (valor retirado da conta à ordem) em 31/Dez/n dos juros do empréstimo bancário relativos ao mês de Dezembro no valor de €250

11

O valor total da depreciação relativa ao mês de Dezembro dos ativos fixos tangíveis é de €700

Pedidos:

a) Efetue a classificação contabilística relativa às operações descritas, utilizando as contas do CC do SNC.

b) Elabore o balancete analítico do período.

c) Determine o valor dos rendimentos, dos gastos e do resultado do período

d) Determine o valor do Ativo, do Passivo e do Capital Próprio da empresa neste período.

e do resultado do período d) Determine o valor do Ativo, do Passivo e do Capital

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Classificação dos documentos

Contabilidade Financeira I

Op.

Classificação

1

 

2

 

3

 

4

 

5

 

6

 

7

 

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Contabilidade Financeira I

8

9

10

11

12

13

14

15

BALANCETE

Conta Descrição Débito Credito Saldo D/C Total
Conta
Descrição
Débito
Credito
Saldo
D/C
Total

BALANCETE

Conta Descrição Débito Credito Saldo D/C Total
Conta
Descrição
Débito
Credito
Saldo
D/C
Total

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Contabilidade Financeira I

Departamento de Gestão e Economia

Sociais e Humanas Contabilidade Financeira I Departamento de Gestão e Economia Capítulo 2 Normalização contabilística

Capítulo 2

Sociais e Humanas Contabilidade Financeira I Departamento de Gestão e Economia Capítulo 2 Normalização contabilística
Normalização contabilística
Normalização contabilística

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Contabilidade Financeira I

Aula 09: Normalização contabilística
Aula 09: Normalização contabilística
Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade Financeira I Aula 09: Normalização contabilística

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade
DA BEIRA INTERIO R Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade

Contabilidade Financeira I

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Contabilidade Financeira I

DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Gestão e Economia Contabilidade Financeira

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

Faculdade de Ciências Sociais e Humanas

Departamento de Gestão e Economia

Contabilidade Financeira I

Aula 10: Demonstrações financeiras
Aula 10: Demonstrações financeiras

EXERCÍCIO 2.01: DR por natureza e Balanço

Considere os dados do exercício 1.12.

Pedidos:

a) Elabore a DR por naturezas relativa da empresa A, Lda.

b) Elabore o balanço da empresa A, Lda.

1.12. Pedidos: a) Elabore a DR por naturezas relativa da empresa A, Lda. b) Elabore o

Entidade:

DEMONSTRAÇÃO (INDIVIDUAL/CONSOLIDADA) DOS RESULTADOS POR NATUREZAS

PERÍODO FINDO EM

DE

DE

UNIDADE MONETÁRIA (1)

RENDIMENTOS E GASTOS

Períodos

N

N‐1

Vendas e serviços prestados

   

Subsídios à exploração

   

Ganhos/perdas imputados de subsidiárias, associadas e empreendimentos conjuntos

   

Variação nos inventários da produção

   

Trabalhos para a própria entidade

   

Custo das mercadorias vendidas e das matérias consumidas

   

Fornecimentos e serviços externos

   

Gastos com o pessoal

   

Imparidade de inventários (perdas/reversões)

   

Imparidade de dívidas a receber (perdas/reversões)

   

Provisões (aumentos/reduções)

   

Imparidade de investimentos não depreciáveis/amortizáveis (perdas/reversões)

   

Aumentos/reduções de justo valor

   

Outros rendimentos

   

Outros gastos

   

Resultado antes de depreciações, gastos de financiamento e impostos

   

Gastos/reversões de depreciação e de amortização

   

Imparidade de investimentos depreciáveis/amortizáveis (perdas/reversões)

   

Resultado operacional (antes de gastos de financiamento e impostos)

   

Juros e rendimentos similares obtidos

   

Juros e gastos similares suportados

   

Resultado antes de impostos

   

Imposto sobre o rendimento do período

   

Resultado líquido do período

   

Resultado das actividades descontinuadas (líquido de impostos) incluído no resultado líquido do período

Resultado das actividades descontinuadas (líquido de impostos) incluído no resultado líquido do período
Resultado das actividades descontinuadas (líquido de impostos) incluído no resultado líquido do período

Resultado líquido do período atribuível a: (2)

Detentores do capital da empresa‐mãe

Interesses que não controlam

Resultado por ação básico

(1) ‐ O euro, admitindo‐se, em função da dimensão e exigências do relato, a possibilidade de expressão das quantias em milhares de euros (2) ‐ Esta informação apenas será fornecida no caso de contas consolidadas

Entidade: ………………………………………… BALANÇO (INDIVIDUAL OU CONSOLIDADO) EM …… DE …………………….……… DE ……………. UNIDADE MONETÁRIA (1)

DATAS RUBRICAS / / / / ATIVO Ativo não corrente Ativos fixos tangíveis Propriedades de
DATAS
RUBRICAS
/
/
/
/
ATIVO
Ativo não corrente
Ativos fixos tangíveis
Propriedades de investimento
Goodwill
Ativos intangíveis
Ativos biológicos
Participações financeiras ‐ método da equivalência patrimonial
Outros investimentos financeiros
Créditos a receber
Ativos por impostos diferidos
Ativo corrente
Inventários
Ativos biológicos
Clientes
Estado e outros entes públicos
Capital subscrito e não realizado
Outros créditos a receber
Diferimentos
Ativos financeiros detidos para negociação
Outros ativos financeiros
Ativos não correntes detidos para venda
Caixa e depósitos bancários
Total do ativo

Entidade: ………………………………………… BALANÇO (INDIVIDUAL OU CONSOLIDADO) EM …… DE …………………….……… DE ……………. UNIDADE MONETÁRIA (1)

RUBRICAS

 

DATAS

 

/

/

/

/

CAPITAL PRÓPRIO E PASSIVO

   

Capital próprio

Capital subscrito

Acções (quotas) próprias

   

Outros instrumentos de capital próprio

   

Prémios de emissão