Você está na página 1de 54

DELEGADO 

PCES

SIMULADO PARA 1ª FASE

JULHO - 2019 @proprositumne


propositumne@gmail.com
(82)9981613061
DIREITO PENAL e) Nos casos de antefato e pós-fato impuníveis aplica-
se o princípio da subsdiariedade.
1. Assinale a alternativa correta:
3. Sobre o princípio da insignificância, julgue os itens
a) Em razão do princípio da atividade, a lei a seguir:
excepcional ou temporária, embora decorrido o
período de sua duração ou cessadas as I-Não se aplica o princípio da insignificância a casos de
circunstâncias que a determinaram, aplica-se ao transmissão clandestina de sinal de internet via
fato praticado durante sua vigência. radiofrequência, que caracteriza o fato típico previsto
b) A lei “A” foi revogada pela lei “B”, que por sua vez no art. 183 da Lei n. 9.472/1997.
foi revogada pela lei ´'C”; diante da imposição de
II-Incide o princípio da insignificância aos crimes
que uma lei só pode ser revogada por outra, o
tributários federais e de descaminho quando o débito
sistema jurídico brasileiro admite a repristinação
tributário verificado não ultrapassar o limite de R$
automática de lei revogada.
25.000,00 (vinte e cinco mil reais).
c) O momento e o lugar do crime são regulados pela
III- O princípio da insignificância é inaplicável aos
teoria da atividade, importando o momento da
crimes contra a administração pública, quando o valor
ação ou omissão do agente, ainda que outros
do prejuízo ao erário não ultrapassou o limite de R$
sejam o momento e o lugar do resultado.
20.000,00 (vinte mil reais).
d) Para os efeitos penais, consideram-se como
IV- O STJ e o STF não admitem a aplicação dos
extensão do território nacional as embarcações e
aeronaves brasileiras, de natureza pública ou princípios da insignificância e da bagatela imprópria
privada, onde quer que se encontrem, bem como aos crimes e contravenções praticados com violência
as aeronaves e as embarcações brasileiras, ou grave ameaça contra a mulher, no âmbito das
mercantes ou de propriedade privada, que se
relações domésticas, dada a relevância penal da
achem, respectivamente, no espaço aéreo
correspondente ou em alto-mar. conduta.
e) No crime permanente, a conduta se protrai no
tempo em razão da própria vontade do agente e o a) Os itens I e II estão corretos.
tempo do crime é o de sua duração; enquanto b) Apenas o item IV está correto.
que, no crime continuado, o tempo do crime é o
c) Os itens I e IV estão corretos.
da prática de cada conduta perpetrada.
d) Apenas o item II está correto.
2. Sobre o conflito aparente de normas, assinale a e) Todos os itens estão corretos.
alternativa correta:
4. Sobre a teoria geral do delito, assinale a alternativa
a) Aplica-se o princípio da subsidiariedade sempre
correta:
que um tipo possuir todas as elementares de outro,
acrescidas de algumas que o especializam.
a) Causas dependentes são as que têm origem na
b) Aplica-se o princípio da alternatividade quando as conduta do sujeito e inserem-se dentro da sua
normas descreverem diferentes graus de violação ao linha de desdobramento causal natural, esperada
mesmo bem jurídico. Divide-se em expressa e tácita. A b) O Código Penal Brasileiro adotou a teoria da
expressa ocorre sempre que a norma se autoproclama causalidade adequada.
subsidiária; a tácita, quando um tipo for previsto como c) Por causas relativamente independentes,
elementar ou circunstância legal de outro. entendem-se as que produzem por si só o
resultado, não possuindo qualquer origem ou
c) Aplica-se o princípio da subsidiariedade quando relação com a conduta praticada.
um crime é praticado como meio necessário ou normal d) as causas absolutamente independentes não
na fase de preparação ou execução de outro. excluem o nexo causal, motivo por que o agente,
se as conhecia ou se, embora não as conhecendo,
d) Será utilizado o princípio da alternatividade podia prevê-las, responde pelo resultado.
sempre que o agente praticar várias ações nucleares e) na causa absolutamente independente
previstas no mesmo tipo penal, de modo que uma superveniente à conduta, embora exista nexo de
possua conexão com a outra e atinjam, todas, os causalidade entre esta e o resultado, o legislador
mesmo objeto material. afasta a imputação.
1
c) Se algum dos concorrentes quis participar de crime
5. Sobre os institutos de desistência voluntária, menos grave, ser-lhe-á aplicada a pena deste; essa
arrependimento eficaz e arrependimento pena será aumentada até 1/6, na hipótese de ter
posterior, assinale a alternativa INCORRETA: sido previsível o resultado;
d) Se a participação for de menor importância, a pena
a) A desistência voluntária e o arrependimento eficaz pode ser diminuída de um sexto a dois terços;
são chamadas de tentativa abandonada ou e) Não se comunicam as circunstâncias e as
qualificada. Ocorrem quando o agente inicia a condições de caráter pessoal, ainda que
execução de um crime que pretende consumar, elementares do crime.
porém não o faz por vontade própria.
b) A desistência pressupõe tenha o agente meios 9. Em relação ao concurso de crimes, assinale a
para prosseguir na execução, ou seja, ele ainda alternativa INCORRETA:
não esgotou o iter criminis posto à sua disposição.
c) Na desistência voluntária e no arrependimento a) Quando o agente, mediante mais de uma ação ou
eficaz, o sujeito só responde pelos atos já omissão, pratica dois ou mais crimes, idênticos ou
praticados. não, aplicam-se cumulativamente as penas
d) No arrependimento eficaz, subentende-se que o privativas de liberdade em que haja incorrido. No
sujeito não tenha esgotado todos os meios caso de aplicação cumulativa de penas de reclusão
disponíveis e que, pratica alguma conduta positiva, e de detenção, executa-se primeiro aquela.
tendente a evitar a consumação. b) No caso de concurso material, quando forem
e) Nos crimes cometidos sem violência ou grave aplicadas penas restritivas de direitos, o
ameaça à pessoa, reparado o dano ou restituída a condenado cumprirá simultaneamente as que
coisa, até o recebimento da denúncia ou da forem compatíveis entre si e sucessivamente as
queixa, por ato voluntário do agente, a pena será demais.
reduzida de um a dois terços. c) Quando o agente, mediante uma só ação ou
omissão, pratica dois ou mais crimes, idênticos ou
6. Sobre as excludentes de ilicitude, assinale a não, será aplicada a mais grave das penas cabíveis
alternativa correta: ou, se iguais, somente uma delas, mas aumentada,
em qualquer caso, de um sexto até metade. As
a) É considerada legítima defesa sucessiva a legítima penas aplicam-se, entretanto, cumulativamente,
defesa contra legítima defesa. se a ação ou omissão é dolosa e os crimes
b) A legítima defesa subjetiva dá-se quando há concorrentes resultam de desígnios autônomos.
excesso exculpante. d) Quando o agente, mediante mais de uma ação ou
c) No estado de necessidade o perigo pode ser atual omissão, pratica dois ou mais crimes da mesma
ou eminente. espécie e, pelas condições de tempo, lugar,
d) Não cabe legítima defesa e estado de necessidade maneira de execução e outras semelhantes,
recíprocos. devem os subsequentes ser havidos como
e) O desforço imediato na defesa da posse é uma continuação do primeiro, será aplicada a pena de
hipótese de estrito cumprimento do dever legal. um só dos crimes, se idênticas, ou a mais grave, se
diversas, aumentada, em qualquer caso, de um
7. Com relação à obediência hierárquica à ordem não sexto a um terço.
manifestamente ilegal, é correto afirmar que: e) No concurso de crimes, as penas de multa são
aplicadas distinta e integralmente.
a) Exclui a culpabilidade;
b) Exclui a tipicidade; 10. Constitui causa interruptiva da prescrição:
c) Exclui a antijuridicidade;
d) O agente age sem vontade; a) A confissão do acusado em juízo;
e) Não exclui o crime. b) O recebimento da denúncia, ainda que
posteriormente anulado;
8. Com relação ao concurso de pessoas, é coreto c) A oposição de embargos de declaração;
afirmar que: d) Em decorrência de sentença absolutória;
e) A decisão de pronúncia, ainda que o Tribunal do
a) Adota-se a teoria da acessoriedade limitada; Júri venha a desclassificar o crime.
b) A coautoria pressupõe acordo prévio;
2
11. Sobre a dosimetria da pena e fixação do regime III- A pena do crime de infanticídio é de reclusão de
prisional, assinale a alternativa correta: dois a seis anos;
a) É possível a utilização de inquéritos policiais e a) Todas as assertivas estão corretas;
ações penais em curso para agravar a pena base; b) Todas as assertivas estão incorretas;
b) A reincidência penal pode ser considerada como c) Apenas as assertivas I e III estão corretas;
circunstância agravante e, simultaneamente, como d) Apenas a assertiva I está correta;
circunstância judicial; e) Apenas a assertiva II está correta
c) A opinião do julgar sobre a gravidade abstrata do
crime constitui motivação idônea para a imposição 14. Sobre os crimes contra a honra, assinale a
de regime mais severo que o permitido segundo a alternativa correta:
pena aplicada; a) A esposa tem legitimidade para propor queixa-
d) É admissível a adoção do regime prisional crime contra autor de mensagem que insinua que
semiaberto aos reincidentes condenados a pena o seu marido tem uma relação extraconjugal com
igual ou inferior a quatro anos se favoráveis as outro homem;
circunstâncias judiciais. b) A difamação não pode ser praticada mediante a
e) Fixada a pena-base no mínimo legal, é possível o publicação de vídeo no qual o discurso da vítima
estabelecimento de regime prisional mais gravoso seja editado;
que o cabível em razão da sanção imposta, com c) Em qualquer hipótese não é admitida a exceção da
base apenas na gravidade abstrata do delito. verdade no crime de difamação;
d) A retratação cabal do agente da calúnia ou da
12. A respeito do crime de homicídio, é correto difamação após o recebimento da ação penal é
afirmar que: causa de diminuição de pena;
e) O conceito desfavorável emitido por funcionário
a) Responderá por homicídio qualificado o agente público, em apreciação ou informações que preste
que matar para assegurar a execução, ocultação, no cumprimento de dever do ofício, constitui
impunidade ou vantagem de uma contravenção injúria ou difamação punível.
penal;
b) De acordo com o Código Penal, há homicídio 15. Sobre os crimes contra o patrimônio, é incorreto
qualificado quando cometido por milícia privada, afirmar que:
sob o pretexto de prestação de serviço de a) Sistema de vigilância realizado por monitoramento
segurança. eletrônico ou por existência de segurança no
c) O fato de a vítima de homicídio doloso ter mais de interior de estabelecimento comercial, por si só,
sessenta anos constitui circunstância agravante, não torna impossível a configuração do crime de
prevista no artigo 61 do Código Penal, considerada furto.
na segunda fase de aplicação da pena. b) É possível o reconhecimento do privilégio previsto
d) Se o homicídio é cometido contra mulher por no §2º do artigo 155 do Código Penal nos casos de
razões da condição de sexo feminino será crime de furto qualificado, se estiverem presentes
considerado crime qualificado tendo a sua pena a primariedade do agente, o pequeno valor da
prevista como de reclusão com o seu mínimo em coisa e a qualificadora for de ordem objetiva.
doze e o seu máximo em trinta anos; c) Consuma-se o crime de roubo com a inversão da
e) Caracteriza bis in idem o reconhecimento das posse do bem mediante emprego de violência ou
qualificadoras de motivo torpe e de feminicídio no grave ameaça, ainda que por breve período de
crime de homicídio praticado contra mulher em tempo e em seguida à perseguição imediata do
situação de violência doméstica e familiar. agente e recuperação da coisa roubada, sendo não
prescindível a posse mansa e pacífica ou
13. Sobre o infanticídio, considere as assertivas a desvigiada.
seguir: d) O aumento na terceira fase de aplicação da pena
no crime de roubo circunstanciado exige
I- O crime de infanticídio, descrito no artigo 123 do fundamentação concreta, não sendo suficiente
CP, prevê também como típica a forma para a sua exasperação a mera indicação do
culposa desse delito. número de majorantes;
II- Comete infanticídio qualquer pessoa que ma¬tar, e) Há crime de latrocínio, quando o homicídio se
sob a influência do estado puerperal, criança, consuma, ainda que não se realize o agente a
durante o parto ou logo após. subtração de bens da vítima.
3
c) Ato que atente aos direitos e garantias legais
16. Sobre os crimes contra a propriedade imaterial, assegurados ao exercício profissional.
considera as assertivas a seguir: d) Deixar a autoridade policial de ordenar o
relaxamento de prisão ou detenção ilegal que lhe
I- Presentes a materialidade e a autoria, afigura-se seja comunicada.
típica, em relação ao crime previsto no artigo e) Submeter a pessoa sob sua guarda ou custódia
184, parágrafo 2º, do Código Penal, a conduta constrangimento não autorizado em lei.
de expor a venda CDs e DVDs piratas;
II- Para a configuração do delito de violação de 19. Sobre a Lei nº 11.340/2006, Lei Maria da Penha,
direito autoral e a comprovação de sua assinale a alternativa correta:
materialidade, não é suficiente a perícia
realizada por amostragem do produto a) Nos casos de violência contra a mulher praticados
apreendido, nos aspectos externos do no âmbito doméstico e familiar, é possível a
material, e é desnecessária a identificação dos fixação de valor mínimo indenizatório a título de
titulares dos direitos violados ou daqueles que dano moral, desde que haja pedido expresso da
os representem; acusação ou da parte ofendida, ainda que não
III- A ação penal para os crimes contra a propriedade especificada a quantia, e independentemente de
intelectual é de iniciativa privada e deverá ser instrução probatória.
ajuizada mediante queixa do ofendido. b) Nos termos do art. 16 da Lei nº 11.340/06, "nas
ações penais públicas condicionadas à
a) Todas as assertivas estão corretas; representação da ofendida de que trata esta Lei,
b) Todas as assertivas estão incorretas; só será admitida a renúncia à representação
c) Apenas as assertivas I e II estão corretas; perante o juiz, em audiência especialmente
d) Apenas a assertiva III está correta; designada com tal finalidade, antes do
e) Apenas a assertiva I está correta recebimento da denúncia e ouvido o Ministério
Público". A realização do referido ato, portanto,
17. No que tange aos crimes de tortura, tipificados na não depende de prévia manifestação de vontade
Lei n. 9.455/97, assinale a alternativa: da ofendida em retratar-se.
c) Compete à Justiça Comum Estadual apreciar o
a) A omissão em face de conduta de tortura praticada pedido de medida protetiva de urgência
por outrem, quando tinha o dever de evitá-la ou decorrente de crime de ameaça contra a mulher
apurá-la, configura crime próprio, tratando-se de cometido, por meio de rede social de grande
uma exceção pluralística à teoria unitária do alcance, ainda que iniciado no estrangeiro e o seu
Código Penal. resultado ocorrer no Brasil.
b) Configura crime de tortura constranger alguém d) Quando a vítima toma conhecimento das ameaças,
com emprego de violência ou grave ameaça, proferidas via Whatsapp na cidade onde reside,
causando-lhe sofrimento físico ou mental. por meio do seu celular, mas o local em que
c) A condenação acarretará a perda do cargo, função praticadas a conduta de ameaça foi outro, o juízo
ou emprego público e a interdição para seu competente é o do local da prática da conduta,
exercício pelo prazo da pena aplicada. competente para adoção da medida protetiva
d) A lei de tortura não se aplica quando o crime não como tutela inibitória que prestigia a sua
tenha sido cometido em território nacional, ainda finalidade de prevenção de riscos para a mulher,
que a vítima seja brasileira ou encontrando-se o frente à possibilidade de violência doméstica e
agente em local sob jurisdição brasileira. familiar.
e) A condenação por crime de tortura somente e) É proibida a substituição de pena por restritiva de
importará na perda do cargo, função ou emprego direito nos crimes cometidos no âmbito da
público em caso de aplicação de regime violência doméstica contra a mulher.
semiaberto ou fechado para cumprimento de
pena. 20. Sobre o Estatuto do Desarmamento, assinale a
alternativa correta
18. Segundo a Lei nº 4.898/1965, constituem abuso de I- É permitida o porte de arma de fogo aos
autoridade, EXCETO: integrantes das guardas municipais das
a) Ato que atente ao sigilo de correspondência. capitais dos Estados e dos Municípios com
b) Ato que atente ao direito de reunião. mais de 500.000 (quinhentos mil) habitantes,
4
nas condições estabelecidas no regulamento regime fechado ou semiaberto, desempenha
desta Lei. atividade laborativa, ainda que extramuros;
II- Os integrantes do quadro efetivo de agentes e d) É inadmissível a fixação de pena substitutiva (art.
guardas prisionais somente poderão portar 44 do Código Penal) como condição especial ao
arma de fogo de propriedade particular ou regime aberto;
fornecida pela respectiva corporação ou e) A falta de estabelecimento penal adequado não
instituição, em serviço de serviço. autoriza a manutenção do condenado em regime
III- Os guardas portuários também possui por de arma prisional mais gravoso, devendo-se observar, nesta
de fogo para utilização de arma de fogo em hipótese, os parâmetros fixados no Recurso
serviço. Extraordinário (RE) 641320.

Quais os itens que estão corretos: 23. De acordo com o que está estabelecido no
Estatuto da Criança e do Adolescente, constitui-se
a) Nenhum dos itens.
crime em espécie todas as situações expressas nas
b) Somente o item I.
alternativas a seguir, EXCETO:
c) I e II estão corretos.
a) Hospedar criança ou adolescente
d) Somente o item II.
desacompanhado dos pais ou responsável, ou sem
e) Todos os itens.
autorização escrita desses ou da autoridade
judiciária, em hotel, pensão, motel ou congênere;
21. Sobre a execução penal, assinale a alternativa
b) Deixar o encarregado de serviço ou o dirigente de
incorreta:
estabelecimento de atenção à saúde de gestante
a) O benefício de saída temporária no âmbito da
de manter registro das atividades desenvolvidas,
execução penal é ato jurisdicional insuscetível de
na forma e prazo referidos no art. 10 desta Lei,
delegação à autoridade administrativa do
bem como de fornecer à parturiente ou a seu
estabelecimento prisional;
responsável, por ocasião da alta médica,
b) Para o reconhecimento da prática de falta
declaração de nascimento, onde constem as
disciplinar no âmbito da execução penal, é não
intercorrências do parto e do desenvolvimento do
prescindível a instauração de procedimento
neonato;
administrativo pelo diretor do estabelecimento
c) Submeter criança ou adolescente sob sua
prisional, assegurado o direito de defesa, a ser
autoridade, guarda ou vigilância a vexame ou a
realizado por advogado constituído ou defensor
constrangimento;
público nomeado;
d) Deixar a autoridade competente, sem justa causa,
c) O reconhecimento de falta grave decorrente do
de ordenar a imediata liberação de criança ou
cometimento de fato definido como crime doloso
adolescente, tão logo tenha conhecimento da
no cumprimento da pena prescinde do trânsito em
ilegalidade da apreensão;
julgado de sentença penal condenatória no
e) Subtrair criança ou adolescente ao poder de quem
processo penal instaurado para apuração do fato;
o tem sob sua guarda em virtude de lei ou ordem
d) A prática de falta grave interrompe a contagem do
judicial, com o fim de colocação em lar substituto.
prazo para a progressão de regime de
cumprimento de pena, o qual se reinicia a partir
24. Sobre a lei dos crimes resultantes de preconceito
do cometimento dessa infração;
de raça e de cor (Lei 7.716/99), assinale a
e) A falta grave interrompe o prazo para obtenção do
alternativa correta:
livramento condicional.
a) Configura crime de preconceito de raça ou cor
distribuir emblemas com símbolos que utilizam a
22. Sobre a Lei de Execução Penal, assinale a
cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação
alternativa incorreta:
do nazismo.
a) A prática de falta grave interrompe o prazo para
b) Constitui efeito da condenação a suspensão do
fim de comutação de pena ou indulto;
exercício de cargo ou função pública, para o
b) Admite-se a progressão de regime de
servidos público;
cumprimento da pena ou a aplicação imediata de
c) Constitui efeito da condenação a perda do direito
regime menos severo nela determinada, antes do
de funcionamento do estabelecimento particular;
trânsito em julgado da sentença condenatória;
d) Não constitui crime de preconceito impedir o
c) É possível a remição de parte do tempo de
acesso ou recusar o atendimento em salões de
execução da pena quando o condenado, em

5
cabeleireiros, barbearias, termas ou casas de promovido por Juízo absolutamente incompetente
massagem ou acarreta em coisa julgado formal.
e) Não constitui crime de preconceito recusar ou d) A Participação de membro do Ministério Público
impedir acesso a estabelecimento comercial, na fase investigatória criminal acarreta o seu
negando-se a servir, atender ou receber cliente ou impedimento ou suspeição para o oferecimento da
comprador. denúncia.
e) Ocorre o arquivamento indireto do inquérito
25. Sobre a Lei de Drogas (Lei 11.343/2006), assinale a policial quando o membro do Ministério Público
alternativa correta: deixa de incluir um crime ou um réu na denúncia,
a) A incidência da atenuante da confissão espontânea sem fazer qualquer menção quanto ao seu
no crime de tráfico ilícito de entorpecentes exige o arquivamento.
reconhecimento da traficância pelo acusado, não
bastando a mera admissão da posse ou 28. A respeito da notitia criminis, assinale a alternativa
propriedade para uso próprio; correta.
b) De acordo com o Superior Tribunal de Justiça, a a) A notitia criminis deverá conter, sempre que
condenação por tráfico não pode ocorrer sem a possível, a narração do fato, com todas as suas
apreensão da droga; circunstâncias, a individualização do indiciado, as
c) A condenação anterior pelo artigo 28 da Lei razões de convicção sobre ser ele o autor do fato e
11.343/2006 configura reincidência; a indicação de testemunhas, com indicação de sua
d) A majorante do tráfico transnacional de drogas profissão e residência e, necessariamente, a
(art. 40, I, da Lei nº 11.343/2006) configura-se com capitulação correta dos crimes sobre os quais
a prova da destinação internacional das drogas e versa.
ainda, desde que consumada a transposição de b) Qualquer pessoa do povo que tiver conhecimento
fronteiras; da existência de infração penal de qualquer
e) Para a incidência da majorante prevista no artigo natureza poderá comunicá-la à autoridade policial,
40, V, da Lei 11.343/06, é necessária a efetiva e, esta, verificada a procedência das informações,
transposição de fronteiras entre estados da mandará instaurar inquérito.
federação, não sendo suficiente a demonstração c) Nos crimes de ação penal pública condicionada à
inequívoca da intenção de realizar o tráfico representação, a notitia criminis não poderá ser
interestadual. encaminhada ao membro do Ministério Público,
salvo nos casos em que a autoridade policial
DIREITO PROCESSUAL PENAL indeferir a instauração de inquérito.
d) A notitia criminis deverá conter, sempre que
26. São características do sistema inquisitivo, EXCETO:
possível, a narração do fato, com todas as suas
a) reunião das funções: o juiz julga, acusa e defende.
circunstâncias, a individualização do indiciado e as
b) o réu é mero objeto do processo penal e não
razões de convicção sobre ser ele o autor do fato e
sujeito de direitos.
a indicação de testemunhas, com indicação de sua
c) inexiste garantias constitucionais, pois se o
profissão e residência.
investigado é objeto, não há que se falar em
e) Quando versar sobre crime de ação penal privada
contraditório, ampla defesa, devido processo legal
e mesmo que não possua o lesado todos os
etc.
elementos informativos necessários à elucidação
d) a confissão é a rainha das provas (prova legal e
do caso, a queixa crime poderá ser ofertada
tarifação das provas).
diretamente ao juízo competente.
e) presume-se a não culpabilidade.

29. Em se tratando de ação penal privada subsidiária


27. Sobre inquérito policial, assinale a alternativa
da pública, assinale a afirmativa incorreta.
correta:
a) Após iniciada a ação, caberá ao Ministério Público
a) Não é possível o trancamento de inquérito policial
aditar a queixa, repudiá-la ou oferecer denúncia
através de habeas corpus em caso de atipicidade
substitutiva.
do fato investigado.
b) Não caberá ao ofendido intentá-la, mesmo
b) São características do Inquérito Policial:
transcorrido o prazo legal para o oferecimento da
dispensabilidade, indisponibilidade e oficiosidade.
denúncia, se o Ministério Público tiver requerido
c) A jurisprudência amplamente majoritária
arquivamento.
considera que o arquivamento do inquérito policial

6
c) Poderá ser interposta pelo ofendido nos crimes de de natureza disponível, reservando-se ao
ação pública, se esta não tiver sido intentada no querelado ou ao MP requerer sua instauração.
prazo legal e ainda ficar comprovada a total inércia d) Caberá recurso de apelação, interposto no prazo
do Ministério Público. de cinco dias, contra decisão que indefere o
d) Tal ação, também conhecida como queixa pedido de sequestro requerido pelo MP, por se
substitutiva, outorga ao ofendido uma legitimação tratar de decisão judicial com força de definitiva.
extraordinária para exercer ação penal em um e) Se houver reconhecimento, por laudo de
crime de iniciativa pública incondicionada ou insanidade mental, de que o acusado, ao tempo da
condicionada. ação, era capaz de entender o caráter ilícito do
e) A inércia do Ministério Público se configura, assim fato, mas, no curso da instrução criminal, lhe
que se verificar não ter esse órgão oferecido sobrevier doença mental que o torne
denúncia crime e nem requerido arquivamento do absolutamente incapaz de entender o caráter
inquérito policial. ilícito do fato, o juiz o absolverá impropriamente e
aplicará medida de segurança de tratamento
30. Sobre a ação civil ex delicto, assinale a alternativa ambulatorial ou de internação.
correta:
a) Antes de o magistrado reconhecer a ilegitimidade 32. Analise as seguintes assertivas:
ativa do Ministério Público para propor ação civil I- Segundo o Supremo Tribunal Federal, não é
ex delicto, é indispensável que a Defensoria vedada a gravação clandestina, inexistindo
Pública seja intimada para tomar ciência da ferimento ao princípio da proibição de
demanda e, sendo o caso, assumir o polo ativo da utilização de prova ilícita, pois a despeito de
ação. ser reprovável no campo ético, não o é no
b) Impede a propositura da ação civil ex delicto, a jurídico, pois as garantias estabelecidas na
sentença absolutória que decidir que o fato Constituição em forma de direitos
imputado não constitui crime. fundamentais, em rigor, estão previstas como
c) É causas impeditiva da reparação civil as decisões forma de proteção à intervenção de terceiros,
do juízo penal que determinem o arquivamento do de modo que, quando um dos interlocutores
inquérito policial e que declarem extinta a cuida de registrar a sua conversa com outrem,
punibilidade do réu. ainda que sem o consentimento deste, não há
d) A propositura de ação na esfera cível ou que se falar em ofensa ao direito à intimidade.
administrativa não é impedida por sentença que II- A teoria dos “frutos da árvore envenenada” está
verifique a inexistência material do fato. positivada em nossa legislação
e) Intentada a ação penal, o juiz da ação civil, visando infraconstitucional.
ao ressarcimento do dano, deverá aguardar o III- A prova declarada inadmissível poderá ser
julgamento da ação penal antes de decidir. desentranhada e inutilizada, a requerimento
das partes.
31. Com relação a insanidade mental, perdimento de a) Somente II é verdadeiro.
bens, sequestro de bens, provas e incidente de b) Somente I é verdadeiro.
falsidade, assinale a opção correta. c) I e II são verdadeiros.
a) Na sentença penal condenatória, o juiz poderá d) II e III são verdadeiros.
decretar o perdimento de bens apreendidos e e) I e III são falsos.
empregados na prática do crime de sonegação
tributária e destiná-los à União, que, 33. Considere as assertivas a seguir:
incorporando-os a seu patrimônio, poderá usufruí- I- O magistrado pode decretar o arresto dos bens do
los, aliená- los em leilão judicial ou doá-los aos condenado como forma de cumprimento
entes federados. forçado da prestação pecuniária fixada como
b) Considera-se prova ilícita por derivação aquela pena restritiva de direitos;
colhida por meio de interceptação telefônica II- É impossível a conversão da pena restritiva de
autorizada por juiz competente, mas que direito em privativa de liberdade a pedido do
demonstra a autoria de crime diverso do que foi condenado;
objeto específico da decisão judicial. III- O Ministério Público é quem deve executar a pena
c) No curso da ação penal privada, é proibido ao juiz de multa e, apenas se ficar inerte por mais de
instaurar, de ofício, o incidente de falsidade 90 dias, essa legitimidade é transferida para a
documental, haja vista que o direito nele contido é Fazenda Pública;
7
IV- O tempo de duração da medida de segurança não em virtude de prova nos autos de circunstâncias
deve ultrapassar o limite máximo da pena ou elemento não contidos na acusação, não
abstratamente cominada ao delito praticado. havendo aditamento por parte do Ministério
a) Apenas as assertivas I e IV são verdadeiras; Público, deverá cumprir o procedimento previsto
b) Apenas as assertivas I, III e IV são verdadeiras; no artigo 28 do Código de Processo Penal;
c) Apenas as assertivas II e III são verdadeiras; b) A sentença será publicada em mão do escrivão,
d) Apenas as assertivas II, III e IV são verdadeiras que lavrará nos autos o respectivo termo,
e) Todas as assertivas são verdadeiras. registrando-a em livro especialmente destinado a
esse fim;
34. Assinale a alternativa correta: c) Não se aplicam à segunda instância o instituto da
a) Em nenhuma hipótese o juiz permitirá que a mutatio libelli, que possibilita dar nova definição
testemunha manifeste suas apreciações pessoais; ao fato delituoso, em virtude de circunstância
b) A confissão do acusado supre a falta de exame de elementar não contida, explícita ou
corpo de delito nas infrações que deixem vestígios; implicitamente, na denúncia ou na queixa;
c) Nos termos da Lei, dar-se-á prioridade à realização d) Diante do trânsito em julgado de duas sentenças
do exame de corpo de delito quando se tratar de condenatórias contra o mesmo condenado, por
crimes que envolva violência doméstica e familiar fatos idênticos, deve prevalecer a condenação
contra mulher e violência contra criança, mais benéfica ao condenado;
adolescente, idoso ou pessoa com deficiência; e) Nos crimes de ação penal pública, o juiz poderá
d) O juiz formará sua convicção pela livre apreciação proferir a sentença condenatória, ainda que o
da prova produzida em contraditório judicial, não Ministério Público tenha opinado pela absolvição,
podendo fundamentar sua decisão exclusivamente bem como reconhecer agravantes, embora
nos elementos informativos colhidos na nenhuma tenha sido alegada.
investigação, inclusive as provas cautelares, não
repetíveis e antecipadas; 37. Assinale as seguintes assertivas:
e) São lícitas as provas obtidas por policial militar I- A decisão que determina a produção antecipada
que, designado para coletar dados nas ruas como de provas com base no artigo 366 do Código
agente de inteligência, passa a atuar, sem de Processo Penal deve ser concretamente
autorização judicial, como agente infiltrado em fundamentada, não a justificando unicamente
grupo criminoso. o mero decurso do tempo;
II- O artigo 366 do Código de Processo Penal não se
35. Sobre os sujeitos do processo, assinale a aplica aos crimes de lavagem de capitais;
alternativa correta: III- De acordo com o entendimento do Superior
a) O juiz não poderá exercer a jurisdição no processo Tribunal de Justiça, há direito subjetivo das
em que tiver funcionado seu cônjuge ou parente, partes de conversão dos debates orais em
consanguíneo ou afim, em linha reta ou colateral memoriais;
até o quarto grau, inclusive, como defensor ou IV- No procedimento comum ordinário, recebida a
advogado, órgão do Ministério Público, autoridade denúncia ou queixa, o juiz designará dia e
policial, auxiliar da justiça ou perito; hora para a audiência, ordenando a intimação
b) O prazo para o assistente recorrer, do acusado, de seu defensor, do Ministério
supletivamente, começa a correr imediatamente Público e, se for o caso, do querelante e do
após o transcurso do prazo do Ministério Público; assistente
c) Do despacho que admitir, ou não, o assistente, a) Apenas as assertivas I, II e IV estão corretas
caberá recurso, devendo contar dos autos o b) Apenas as assertivas I e II está correta
pedido e a decisão; c) Apenas a assertiva III está correta
d) O perito nomeado pela autoridade será obrigado a d) Apenas a assertiva II está correta
aceitar o encargo, sob pena de crime de e) Todas as assertivas estão corretas
desobediência;
e) O corréu no mesmo processo poderá intervir como 38. Assinale a alternativa INCORRETA:
assistente do Ministério Público. a) A circunstância de o magistrado ter deixado de
homologar o auto de prisão em flagrante, por
36. Com relação à sentença penal, é incorreto afirmar: ausência dos requisitos legais, veda a decretação
a) Ao final da instrução, se o juiz perceber a da prisão preventiva;
possibilidade de nova classificação jurídica do fato
8
b) No caso delitos previstos no Código de Trânsito a) Apenas a assertiva II é verdadeira
Brasileiro, ao condutor do veículo, nos casos de b) Apenas a assertivas II e III são verdadeiras
acidente de trânsito de que resulte vítima, não se c) Apenas a assertiva III é verdadeira
imporá a prisão em flagrante, nem se exigirá d) Todas as assertivas são verdadeiras
fiança, se prestar pronto e integral socorro àquela; e) Todas as assertivas são falsas.
c) Nos crimes permanentes, entende-se que o agente
está em flagrante delito enquanto não cessar a 41. Não será admitida a interceptação de
permanência; comunicações telefônicas quando ocorrer
d) É legal a prisão em flagrante efetuada por guardas qualquer das seguintes hipóteses, EXCETO:
municipais a) não houver indícios razoáveis da autoria.
e) A prisão de qualquer pessoa e o local onde se b) não houver indícios razoáveis da participação em
encontre serão comunicados imediatamente ao infração penal.
juiz competente, ao Ministério Público e à família c) a prova puder ser feita por outros meios
do preso ou à pessoa por ele indicada. disponíveis.
d) quando o fato for crime de menor potencial
39. Acerca da prisão preventiva e prisão domiciliar, ofensivo.
assinale a alternativa incorreta: e) o fato investigado constituir infração penal punida,
a) A prisão preventiva imposta à mulher gestante ou no máximo, com pena de detenção.
que for mãe ou responsável por criança ou
pessoas com deficiência será substituída por prisão 42. De acordo com o previsto na Lei 12.830/2013 que
domiciliar, desde que não tenha cometido o crime Dispõe sobre a investigação criminal conduzida
com violência ou grave ameaça a pessoa e não pelo delegado de polícia, assinale a alternativa
tenha cometido o crime contra seu filho ou correta:
dependente; a) Durante a ação penal , cabe ao delegado de polícia
b) A prisão preventiva poderá ser decretada como a requisição de perícia, informações, documentos
garantia da ordem pública, da ordem econômica, e dados que interessem à apuração dos fatos.
por conveniência da instrução criminal, ou para b) O inquérito policial somente poderá ser avocado
assegurar a aplicação da lei penal, quando houver ou redistribuído, mediante decisão fundamentada
prova da existência do crime e indícios suficientes de superior hierárquico, por motivo de interesse
de autoria; público.
c) É ilegal a decisão judicial que, ao decretar a prisão c) O delegado é dotado da garantia da
preventiva, descreve a conduta do paciente de inamovibilidade.
forma genérica e imprecisa; d) As funções de polícia judiciária e a apuração de
d) Constitui constrangimento ilegal o excesso de infrações penais exercidas pelo delegado de polícia
prazo na instrução, provocado pela defesa; são de natureza administrativa, essenciais e
e) O juiz poderá revogar a prisão preventiva se, no exclusivas de Estado.
correr do processo, verificar a falta de motivo para e) O indiciamento, nos termos da lei, é ato privativo
que subsista, bem como de novo decretá-la, se do delegado de polícia, e deve ser sempre
sobrevierem razões que a justifiquem. fundamentado, mediante análise técnico-jurídica
do fato, indicando autoria, materialidade e suas
40. Assinale as seguintes assertivas: circunstâncias.
I- Na hipótese de representação da autoridade
policial para a decretação da prisão 43. São princípios constitucionais expressos do
temporária, o Juiz decidirá independente de processo penal, exceto:
oitiva do Ministério Público.
II- A prisão temporária será decretada pelo Juiz, em a) Princípio do juiz natural;
face da representação da autoridade policial b) Princípio do contraditório e da ampla defesa;
ou de requerimento do Ministério Público, e c) Princípio da não obtenção de provas por meio
terá o prazo de 10 (dez) dias, prorrogável por ilícito;
igual período em caso de extrema e d) Princípio da presunção de inocência;
comprovada necessidade. e) Princípio da verdade real.
III- III - Os presos temporários deverão permanecer,
preferencialmente, separados dos demais 44. Sobre a investigação criminal, considere as
detentos. assertivas a seguir:
9
I- No momento da denúncia, prevalece o princípio
I- Não é necessária, mesmo após a Lei 13. 245/2016, do in dubio pro societate;
a intimação prévia da defesa técnica do II- Verificado empate em órgão colegiado no
investigado para a tomada de depoimentos julgamento de ação penal, deve prevalecer a
orais na fase de inquérito policial. decisão mais favorável ao réu;
III- A denúncia contra Prefeito por crime ocorrido em
II- É permitido o ingresso na residência do indivíduo licitação municipal deve indicar sua
pelo simples fato de haver denúncias participação ou o conhecimento dos fatos;
anônimas e ele ter fugido da polícia. IV- Cabe a condenação do querelante em honorários
advocatícios quando houver a rejeição da
III- É incabível a anulação de processo penal em razão queixa-crime.
de suposta irregularidade verificada em
inquérito policial. a) Todas as assertivas estão corretas;
b) Todas as assertivas estão incorretas;
a) Todas as assertivas são verdadeiras; c) Apenas as assertivas I e II estão corretas;
b) Todas as assertivas são falsas; d) Apenas as assertivas I, II e IV estão corretas;
c) Apenas a assertiva II está correta; e) Apenas as assertivas I, II e III estão corretas.
d) Apenas as assertivas I e III estão corretas; 47. Sobre o entendimento dos Tribunais Superiores
e) Apenas a assertiva II e III estão corretas. em matéria de competência criminal, assinale a
45. Sobre o entendimento sumulado dos Tribunais alternativa incorreta:
Superiores, assinale a alternativa INCORRETA:
a) Compete a Justiça Federal processar e julgar
a) É direito do defensor, no interesse do prefeito municipal por desvio de verba sujeita
representado, ter acesso amplo aos a prestação de contas perante órgão federal.
elementos de prova que, já documentados em b) Compete a Justiça Estadual processar e julgar
procedimento investigatório realizado por prefeito por desvio de verba transferida e
órgão com competência de polícia judiciária, incorporada ao patrimônio municipal.
digam respeito ao exercício do direito de c) Compete a Justiça Federal processar e julgar
defesa; crime em que o indígena figure como autor ou
b) Arquivado o inquérito policial, por despacho vitima.
do juiz, a requerimento do Promotor de d) Compete a Justiça Estadual Comum, na
Justiça, pode a ação penal ser iniciada ainda vigência da constituição de 1988, o processo
sem notícias de provas novas; por contravenção penal, ainda que praticada
c) Só é lícito o uso de algemas em caso de em detrimento de bens, serviços ou interesse
resistência e de fundado receio de fuga ou de da união ou de suas entidades.
perigo à integridade física própria ou alheia, e) Compete a Justiça Federal o processo e
por parte do preso ou de terceiros, justificada julgamento unificado doscrimes conexos de
a excepcionalidade por escrito, sob pena de competência federal e estadual, não se
responsabilidade disciplinar civil e penal do aplicando a regra do art. 78, ii, "a", do Código
agente ou da autoridade e de nulidade da de Processo Penal.
prisão ou do ato processual a que se refere,
sem prejuízo da responsabilidade civil do
Estado; 48. Sobre os atos processuais, considere as assertivas
d) Os direitos de queixa e de representação a seguir:
podem ser exercidos, independentemente, I- Não é nula a citação por edital que indica o
pelo ofendido ou por seu representante legal. dispositivo da lei penal, embora não
e) É concorrente a legitimidade do ofendido, transcreva a denúncia ou queixa, ou não
mediante queixa, e do Ministério Público, resuma os fatos em que se baseia.
condicionada à representação do ofendido, II- É nula a citação por edital de réu preso na mesma
para ação penal por crime contra a honra de unidade da federação em que o juiz exerce a
servidor público em razão do exercício de suas sua jurisdição.
funções. S III- A citação por hora certa não é aplicada no
46. Sobre ação penal, considere as assertivas a seguir: processo penal.

10
a) Todas as assertivas estão corretas; e) A fixação de vencimentos dos servidores públicos
b) Todas as assertivas estão incorretas; não pode ser objeto de convenção coletiva.
c) Apenas a assertiva II e III estão corretas;
d) Apenas as assertivas I e II estão corretas; 52. Assinale a alternativa, INCORRETA
e) Apenas a assertiva II está correta.
a) Consoante do princípio da legalidade para o
particular, ninguém é obrigado a fazer ou deixar de
49. A respeito da determinação da competência por fazer alguma coisa senão em virtude de lei.
conexão ou continência, considere: b) A Administração Pública só pode atuar em
havendo previsão legal expressa. Essa previsão
I – No concurso entre a jurisdição comum e a especial, estará orientada para a finalidade, que não pode
prevalecerá a comum. ser descurada pelo agente público.
c) O princípio da moralidade deve observar as regras
da boa administração, de exercício regular do
II – No concurso de jurisdição da mesma categoria, múnus público, de honestidade, de boa-fé, de
prevalecerá a do lugar em que houver ocorrido o maior equidade, de justiça, de proporcionalidade entre
número de infrações, independentemente da os meios e o fim a atingir.
gravidade das respectivas penas. d) O princípio da impessoalidade assegura que a
atividade da Administração deve ser neutra,
objetivando a realização do interesse de todos, em
III – A competência será determinada pela conexão e
particular de um determinado grupo.
implicará reunião de processos, mesmo que alguns
e) O princípio da publicidade assegura a ampla
deles já tenham sido julgados; publicidade, necessária para a transparência dos
atos públicos.
a) Todas as assertivas estão incorretas;
b) Todas as assertivas estão corretas; 53. Sobre os poderes de Administração, assinale a
c) Apenas a assertiva I está correta; alternativa correta:
d) Apenas a assertiva II está correta;
a) O silêncio administrativo não pode ser considerado
e) Apenas a assertiva III está correta. espécie do gênero abuso de poder que consiste
numa omissão indevida da Administração.
50. A circunstância conhecida e provada, que, tendo b) Poderá haver discricionariedade quanto à
relação com o fato, autorize, por indução, concluir- finalidade, à forma e à competência para a prática
se a existência de outra ou outras circunstâncias, do ato.
no âmbito do processo penal: c) A apreciação da conveniência e oportunidade
deverá ser realizada de acordo com o interesse
público.
a) Considera-se indício e é um dos meios de provas; d) O poder disciplinar permite o sancionamento da
b) É vedada pela Constituição Federal; conduta de particulares, sendo o direito de punir
c) É expressão do princípio acusatório; do Estado.
d) Serve como elemento de convicção do Promotor e) O exercício do poder de disciplinar pode se dar
de Justiça pela edição de atos normativos de alcance geral ou
pela prática de atos de efeitos concretos.
e) Serve como elemento de convicção do Delegado
54. No que se refere à desconcentração e
DIREITO ADMINISTRATIVO
descentralização, assinale a opção correta.
51. Assinale a assertiva correta.
a) A desconcentração implica, necessariamente, a
a) A administração pode revogar seus próprios atos, criação de novas pessoas jurídicas.
quando eivados de ilegalidade, e anulá-los por b) A descentralização pode ocorrer por meio da
vício de conveniência. delegação de atividade administrativa a uma
b) Desde que previsto no Edital, é possível sujeitar a pessoa física.
habilitação de candidato a cargo público a exame c) A desconcentração refere-se à repartição de
psicotécnico. funções entre órgãos de diferentes hierarquias
c) É admissível, por lei ou ato administrativo, da administração pública.
restringir em razão da idade, inscrição em d) A descentralização ocorre exclusivamente para a
concurso para cargo público. transferência de competências da
d) Afigura-se imprescindível à Administração Pública administração pública a pessoas jurídicas de
direito público.
a prestação jurisdicional para declarar a nulidade
e) A descentralização pode ocorrer, em algumas
dos seus próprios atos. situações, mediante a transferência de

11
competências da administração pública para fiscalização das atividades desempenhadas. A falta
fundações. de fiscalização por parte do poder concedente
induz a atenuação da responsabilidade do
55. No que se refere à desconcentração e concessionário de indenizar por prejuízos causados
descentralização, assinale a opção correta. aos usuários ou a terceiros.

a) Não é considerado como legitimado para atuar no 58. Uma ambulância do Corpo de Bombeiros, dirigida
processo administrativo aquele tem direitos por Pedro, no cumprimento de uma diligência,
ou interesses que possam ser afetados pela envolveu-se em um grave acidente de trânsito
decisão a ser adotada no processo. com automóvel dirigido por João, particular que
b) Somente os titulares dos direitos individuais trafegava acima do limite de velocidade permitida
possuem o direito de representação junto à e na via contrária da direção. No acidente, João
administração em processo administrativo. sofreu grave lesão, comprometendo a mobilidade
c) Não pode ser objeto de delegação de competência de um dos membros superiores. Nesse caso, é
a decisão de recursos administrativos. correto afirmar que:
d) O ato de delegação de competência em processo
administrativo é irrevogável. a) Está plenamente caracterizada a responsabilidade
e) Inexistindo competência legal específica, o civil do Estado, que se fundamenta na teoria do
processo administrativo deverá ser iniciado risco integral;
perante a autoridade de menor grau b) João poderá demandar, direta e exclusivamente
hierárquico para decidir. Pedro, em ação de responsabilidade civil para
ressarcimento dos prejuízos suportados;
c) Não se cogita de responsabilidade objetiva do
56. Sobre improbidade administrativa, assinale a Estado, porque não houve a chamada culpa ou
alternativa correta: falha do serviço. E, de todo modo, a indenização
do particular, se cabível, ficaria restrita aos danos
a) A indisponibilidade dos bens de agente que materiais, pois o Estado não responde por danos
praticou ato de improbidade administrativa morais;
depende de prova da dilapidação dos seus bens. d) Não haverá o dever de indenizar se ficar
b) A indisponibilidade de bens deve-se limitar ao configurada a culpa exclusiva da vítima, que dirigia
valor ao valor do dano ou acréscimo patrimonial em velocidade acima da permitida, excluindo a
decorrente do enriquecimento ilícito. responsabilidade do Estado;
c) A indisponibilidade só pode recair sobre bens e) João poderá ingressar com ação de
adquiridos depois da prática do ato de responsabilidade civil em face exclusivamente de
improbidade. Pedro que não poderá alegar culpa exclusiva da
d) É possível a decretação de indisponibilidade de vítima
bens antes mesmo do recebimento da ação de
improbidade administrativa. 59. De acordo com o entendimento dos Tribunais
e) É inadmissível a concessão de liminar inaudita Superiores é incorreto afirmar que:
altera parte para a decretação de indisponibilidade
e sequestro de bens. a) O Estado responde, objetivamente, pelos atos dos
tabeliães e registradores oficiais que, no exercício
57. Sobre serviços públicos, assinale a alternativa de suas funções, causem dano a terceiros;
correta: b) A União não tem o dever de indenizar indústrias
nacionais prejudicadas com a redução das
a) O inadimplemento do usuário não é circunstância alíquotas do imposto de importação;
justificável para a interrupção na prestação dos c) Concessionária de rodovia não responde por roubo
serviços públicos. e sequestro ocorridos nas dependências de
b) A tarifa do serviço público não será subordinada à estabelecimento por ela mantido para a utilização
legislação específica anterior e somente nos casos de usuários;
expressamente previstos em lei, sua cobrança d) O Estado deve indenizar preso que se encontre em
poderá ser condicionada à existência de serviço situação degradante;
público alternativo e gratuito para o usuário. e) A demora injustificada da Administração em
c) A alteração das alíquotas do imposto de renda é analisar o pedido de aposentadoria do servidor
causa que justifique pedido de revisão tarifária público não gera o dever de indenizá-lo
pela concessionária.
d) A encampação é a retomada do serviço pelo poder 60. No ano de 2018, as contas do Prefeito do
concedente durante o prazo da concessão, em Município “Paraíso na Terra” não foram aprovadas
virtude de inadimplência contratual do pelo Tribunal de Contas do Estado. Sobre o
concessionário. controle exercido pelo Tribunal de Contas, assinale
e) A pessoa política a quem a Constituição e a lei a alternativa correta:
atribuem a titularidade do serviço deve exercer a
12
a) O parecer desfavorável emitido pelo Tribunal de fé, por tudo o que este houver executado e por
Contas do Estado pode ser superado por decisão outros prejuízos regularmente comprovados;
de dois terços dos membros da Câmara Municipal; d) A declaração não tem efeito retroativo,
b) A atuação do Tribunal de Contas não configura respeitando o direito adquirido ao término do
controle da Administração Pública; contrato, caso já tenha se iniciado a execução;
c) As contas do Prefeito do Município “Paraíso na e) Essa nulidade só produzirá efeitos se o contrato for
Terra” estarão sujeitas à atuação do Tribunal de de valor superior a 150 (cento e cinquenta)
Contas somente se houver previsão na Lei salários mínimos;
Orgânica do Município;
d) A atuação do Tribunal de Contas do Estado
somente será possível até que haja a criação de 64. Sobre as garantias prestadas nos contratos
um Tribunal de Contas do Município; administrativos, é correto afirmar que:
e) A atuação do Tribunal de Contas configura
exemplo de controle interno dos atos da a) A escolha das modalidades de garantia será feita,
Administração Pública. sempre, com base na indisponibilidade do
interesse público;
61. Assinale as assertivas a seguir: b) É admissível qualquer tipo de garantia admitida em
direito, sempre à escolha da Administração
I – Os bens pertencentes aos Conselhos Federais e Pública;
Regionais de fiscalização são bens públicos, c) É irrelevante a previsão das garantias no
insuscetíveis de contrição judicial para pagamento de instrumento convocatório;
dívidas dessas entidades d) Para serem exigidas do contratado, devem ser
II - Os bens de uso especial do Estado são as coisas, previstas no instrumento convocatório;
móveis ou imóveis, corpóreas ou não, que a e) Existe apenas uma modalidade de garantia
administração utiliza para a realização de suas possível nos contratos administrativos;
atividades e finalidades.
III - As terras devolutas podem ser livremente e em 65. O servidor público deverá se afastar do cargo
qualquer hipótese usucapidas. quando investido, além de outros, nos seguintes
a) Todas as assertivas são verdadeiras; mandatos, exceto:
b) Todas as assertivas são falsas;
c) Apenas as assertiva II e III são verdadeiras a) Deputado Federal
d) Apenas a assertiva III é verdadeira b) Governador de Estado
e) Apenas as assertivas I e II são verdadeiras c) Deputado Estadual
d) Prefeito
62. A Lei 8.666/93 prevê que a licitação tem como um e) Vereador
de seus princípios o julgamento objetivo, que
significa: 66. Sobre o entendimento dos Tribunais Superiores,
assinale a alternativa correta:
a) O julgamento célere das propostas e imediata
contratação do licitante vencedor; a) A Câmara dos Vereadores possui personalidade
b) A vedação ao sigilo das propostas, de modo a jurídica e personalidade judiciária, podendo
permitir a todos, o conhecimento objetivo das demandar em juízo para defender os seus direitos
ofertas dos licitantes; institucionais;
c) A vedação de cláusulas ou condições que b) O diploma ou habilitação para o exercício do cargo
comprometam a ideia de proposta mais vantajosa deve ser exigido na posse e não na inscrição para o
à Administração concurso;
d) Ser vedada a utilização, no julgamento das c) O portador de visão monocular não tem direito de
propostas, de elementos, critério ou fator sigiloso, concorrer, em concurso público, às vagas
secreto, subjetivo ou reservado; reservadas aos deficientes;
e) Vedação de utilização de mais de um critério de d) O portador de surdez unilateral qualifica-se como
julgamento pessoa com deficiência para o fim de disputar as
vagas reservadas em concursos públicos.
63. Em caso de nulidade do contato administrativo, é e) Se houver previsão no edital pode ser sujeitada a
correto afirmar que: exame psicotécnico o candidato a cargo público,
ainda que não haja previsão legal, por
a) A declaração de nulidade tem efeitos ex nunc; determinação constitucional.
b) O contratado deverá indenizar a Administração
pelos danos por esta sofridos, independente de 67. Sobre o instituto da desapropriação, assinale a
apuração da responsabilidade; alternativa INCORRETA:
c) Seu reconhecimento não exonera a Administração
Pública do dever de indenizar o contratado de boa- a) Em desapropriação são cumuláveis juros
compensatórios e moratórios;
13
b) Na desapropriação direta, os juros compensatórios
são devidos desde a antecipada imissão na posse 70. A denominada Administração Pública Indireta
e, na desapropriação indireta, a partir da efetiva compreende, entre outras entidades:
ocupação do imóvel.
c) Os juros compensatórios, na desapropriação a) Sociedade de economia mista;
direta, incidem a partir da imissão na posse, b) Organizações sociais;
calculados sobre o valor da indenização, corrigido c) Concessionárias de serviço público;
monetariamente. d) Serviço Social Autônomo;
d) Os juros compensatórios na desapropriação e) Organização da sociedade civil de interesse
indireta, incidem a partir da ocupação, calculados público.
sobre o valor da indenização, corrigido
monetariamente. CRIMINOLOGIA
e) Pela demora no pagamento do preço da
desapropriação cabe indenização complementar
além dos juros. 71. Sobre a criminologia, é correto afirmar que:

68. Considere as assertivas a seguir: a) Tal conhecimento encontra-se inteiramente


subordinado ao Direito Processual Penal e Direito
I - A acumulação de cargos públicos de profissionais da Penal;
área de saúde, prevista no art. 37, XVI, da CF/88, não b) Ela não é considerada uma ciência para a maior
se sujeita ao limite de 60 horas semanais. parte dos autores;
II - É constitucional a remarcação de curso de formação c) Uma de suas características é a
para o cargo de agente penitenciário feminino de interdisciplinaridade, de modo que constitui um
candidata que esteja lactante à época de sua campo fértil para juristas, antropólogas, psicólogos
realização, independentemente da previsão expressa e psiquiatras;
em edital do concurso público. d) Não se relaciona com outras disciplinas jurídicas;
III - O Estado responde, objetivamente, pelos atos dos e) Não se ocupa do estudo do delinquente e da
tabeliães e registradores oficiais que, no exercício de vítima, uma vez que tal assunto constitui objeto de
suas funções, causem dano a terceiros estudo da Psicologia;

Julgue os itens abaixo: 72. Os objetos de estudo da moderna criminologia


estão divididos em:
a) Todas as assertivas estão corretas;
b) Todas as assertivas estão incorretas; a) Duas vertentes: delito e delinquente;
c) Apenas a assertiva III está correta b) Duas vertentes: delinquente e vítima;
d) Apenas as assertivas II e III estão corretas; c) Três vertentes: delito, delinquente e controle
e) Apenas a assertiva I está correta. social;
d) Três vertentes: delito, delinquente e justiça
69. Sobre o entendimento dos Tribunais Superiores criminal;
sobre o procedimento licitatório, considere as e) Quatro vertentes: delito, delinquente, controle
assertivas a seguir: social e vítima.

I - Sociedade empresária em recuperação judicial não 73. Os participantes de uma igreja do bairro são
pode participar de licitação, ainda que demonstre, na responsáveis pelo controle social:
fase de habilitação, a sua viabilidade econômica.
II - As regras gerais previstas na Lei nº 8.666/93 podem a) Imediato
ser flexibilizadas no Programa Minha Casa Minha Vida, b) Informal
por força do art. 4º, parágrafo único, da Lei nº c) Secundário
10.188/2001, desde que se observem os princípios d) Mediato
gerais da administração pública. e) Formal
III - É inconstitucional lei estadual que exija Certidão
negativa de Violação aos Direitos do Consumidor dos 74. Considere as assertivas a seguir:
interessados em participar de licitações e em celebrar
contratos com órgãos e entidades estaduais. I - O italiano Cesare Lombroso, autor da obra “L’Uomo
delinquente”, foi um dos precursores da Escola Clássica
Julgue os itens abaixo: de Criminologia, a qual admitia a ideia de que o crime é
um ente jurídico - infração - e não ação;
a) Todas as assertivas estão corretas II - A criminologia moderna é uma ciência normativa,
b) Todas as assertivas estão incorretas; essencialmente profilática, que visa oferecer
c) Apenas as assertivas I e II estão corretas; estratégias para minimizar os fatores estimulantes da
d) Apenas as assertivas II e III estão corretas; criminalidade e que se preocupa com a repressão
e) Apenas a assertiva I está correta.
14
social contra o delito por meio de regras coercitivas, 79. São características da TerzaScuola Italiana, exceto:
cuja transgressão implica sanções.
III - Cesare Bonesana, Francesco Carrara e Giovanni a) Distinção entre imputáveis e inimputáveis;
Carmignani foram autores da corrente doutrinária da b) Responsabilidade moral baseada no livre arbítrio,
história da Criminologia denominada Escola Clássica. c) O crime como fenômeno social e individual
d) A pena com caráter aflitivo
a) Todas as assertivas são verdadeiras; e) Finalidade de defesa social da pena.
b) Todas as assertivas são falsas
c) Somente a assertiva I é verdadeira 80. A corrente do pensamento criminológico que
d) Somente as assertivas I e II são verdadeiras. apregoa sobre a pedagogia da responsabilidade é
e) Somente a assertiva III é verdadeira. denominada:

75. Dentre os modelos sociológicos, as teorias da a) Lei e Ordem


criminologia crítica e da rotulação social, são b) Criminologia Crítica
exemplos da teoria: c) Escola antropológica Criminal
d) Teoria da Anomia
a) Do conflito e) Nova Defesa Social
b) Da aparência
c) Do consenso 81. Sobre a Teoria dos Testículos Despedaçados,
d) Da falsidade considere as assertivas a seguir:
e) Do descaso
I – A teoria dos Testículos Despedaçados é um viés da
76. Do ponto de vista criminológico, a conduta dos teoria das janelas quebradas;
membros de facções criminosas são exemplos da II - A teoria é um fenômeno que decorre da menor
teoria sociológica: repressão estatal às infrações de menor potencial
ofensivo;
a) Teoria da desorganização social; III – A teoria sustenta que os autores de delitos de
b) Teoria da anomia; menor gravidade, quando perseguidos com eficácia
c) Teoria da subcultura delinquente; pelos policiais em regra se dão por derrotados e
d) Teoria do abolicionismo migram para locais distintos a fim de continuar
e) Teoria do Realismo de Esquerda violando a lei penal;
IV – A Teoria dos Testículos Despedaçados resolve o
77. O efeito criminógeno da grande cidade, valendo-se problema da criminalidade
dos conceitos de desorganização e contágio
inerentes aos modernos núcleos urbanos, é a) Todas as assertivas estão corretas;
explicada pela: b) Todas as assertivas estão incorretas;
c) Apenas as assertivas I, II e III estão corretas
a) Teoria da subcultura delinquente; d) Apenas as assertivas I e III estão corretas
b) Teoria da anomia; e) Apenas as assertivas III e IV estão corretas.
c) Teoria do Realismo de Esquerda
d) Teoria do criminoso nato 82. A obra “O Homem Delinquente” foi escrita por:
e) Teoria ecológica.
a) Gunther Jackobs
78. Sobre o direito penal do inimigo, considere as b) Daniel Pastor
assertivas a seguir: c) Cesare Lombroso
d) Enrico Ferri
I – O Direito Penal do Inimigo é uma teoria criada por e) Rafael Garófalo.
GuntherJackobs;
II – Pode ser mencionado como fundamento filosófico 83. Considere as assertivas a seguir
do Direito Penal do Inimigo a teoria do contrato social
de Jean Jacques Rosseau, a teoria do contrato cidadão I – A obra “Dos Delitos e Das Penas”foi escrita por
de Johann Gottlieb e os ideais de Immanuel Kant. Cesare Bonesana.
III – O direito penal do inimigo é considerado de II – Cesare Lombroso e Rafael Garófalo pertencem à
segunda velocidade, de acordo com a teoria de Daniel Escola Positiva.
Pastor. III – O delito não é considerado objeto da criminologia.

a) Todas as assertivas estão corretas; a) Todas as assertivas estão corretas;


b) Todas as assertivas estão incorretas; b) Todas as assertivas estão incorretas;
c) Apenas a assertiva I está correta c) Apenas as assertivas I e III estão corretas
d) Apenas as assertivas I e II estão corretas d) Apenas a assertiva II está correta;
e) Apenas as assertivas II e III estão corretas. e) Apenas as assertivas I e II estão corretas.

15
84. Uma teoria criminológica marcada pela ideia de d) O art. 230, § 2.º que estabelece a gratuidade dos
que as noções de e são construídas socialmente a transportes coletivos urbanos aos maiores de 65
partir da definição legal e das ações de instâncias anos é uma norma de eficácia limitada e
oficiais de controle social a respeito do aplicabilidade mediata e reduzida.
comportamento de determinados indivíduos. e) O art. 7º, XXI, da Constituição Federal que prevê o
Segundo esse entendimento, a criminalidade não é aviso prévio proporcional ao tempo de serviço,
uma propriedade inerente a um sujeito, mas uma trata-se de direito social que possui eficácia plena.
“etiqueta” atribuída a certos indivíduos que a
sociedade entende como delinquentes. 87. Sobre a classificação da Constituição Federal de
1988, assinale a alternativa INCORRETA:
Qual é essa teoria dentro do estudo da criminologia:
a) escrita codificada e democrática;
a) sociologia criminal. b) dogmática eclética e formal;
b) criminologia da escola positiva. c) analítica e dirigente;
c) criminologia socialista d) nominativa e principiológica;
d) labeling approach, ou etiquetamento. e) social e promulgada.
e) ecologia criminal.
88. Sobre o tema Poder Constituinte, assinale a
85. Sobre a prevenção criminal, assinale a alternativa alternativa correta:
correta:
a) A Constituição Federal poderá ser emendada
a) Prevenção primária é aquela que impede a criação mediante proposta de metade das Assembleias
de um ambiente propício a criminalidade, quando Legislativas, manifestando-se, cada uma delas,
o Estado dá acesso aos direitos sociais, como pela maioria relativa de seus membros.
educação, saúde e trabalho. É um instrumento a b) Para que uma Proposta de Emenda Constitucional
ser utilizado com resultados a longo e médio – PEC seja aprovada são necessários 49 votos no
prazo. Senado Federal e 308 votos na Câmara dos
b) Prevenção primária é tem o foco no crime e deseja Deputados, em dois turnos.
reprimi-lo através de força do Estado com ações c) É possível o controle de constitucionalidade sobre
policias. Utilizado com resultado a curto e médio norma constitucional originária em razão o caráter
prazo. ilimitado do poder constituinte originário, desde
c) Prevenção Secundária é a que cuida do deliquente que o parâmetro seja outra norma constitucional
após o cometimento do crime. Prevenindo a originária.
reincidência e almejando a ressocialização. d) Mesmo diante de uma nova constituição, os
Instrumento com resultados a curto prazo. direitos adquiridos sob a égide de Constituição
d) Prevenção terciária tem medidas que atinge toda a anterior, mesmo que incompatíveis com a atual,
população de forma a se evitar o cometimento de devem ser respeitados, dada a previsão do
crimes. respeito ao direito adquirido no próprio texto da
e) A prevenção primária conecta-se com a política CF.
legislativa penal. e) A emenda à Constituição será promulgada
exclusivamente pelo Senado Federal, com o
DIREITO CONSTITUCIONAL respectivo número de ordem.

86. De acordo com a doutrina da aplicabilidade das 89. A Constituição da República Federativa do Brasil de
normas constitucionais e entendimento da 1988 trata dos direitos e deveres individuais e
Suprema Corte, assinale a alternativa correta: coletivos, espécie do gênero direitos e garantias
fundamentais. Invocando, como fundamento, o
a) direito de resposta proporcional ao agravo, além que expressamente reza a Carta Magna em seu
da indenização por dano material, moral ou à Art. 5º, que trata do assunto, é correto dizer que é
imagem previsto no art. 5º, V da CF88 é um norma assegurado a todos brasileiros e estrangeiros
de eficácia plena e aplicabilidade imediata. residentes no país:
b) O art. 134, § 2.º da CF88 que assegura às
defensorias públicas estaduais a autonomia a) O direito de propriedade.
funcional e administrativa, bem como a iniciativa b) A impenhorabilidade do bem de família.
de sua proposta é norma e eficácia limitada, que c) Assistência judiciária gratuita.
depende de Lei Complementar que trata da d) O direito à aposentadoria.
carreira. e) Vedação à extradição.
c) A norma do art. 5.º, XIII, CF88: “É livre o exercício
de qualquer trabalho, ofício ou profissão, 90. A nacionalidade brasileira
atendidas as qualificações profissionais que a lei
estabelecer” é norma eficácia plena e a) é incompatível com a nacionalidade originária
aplicabilidade imediata. reconhecida por Estado estrangeiro.
16
b) é incompatível com a nacionalidade derivada b) No mandado de segurança contra a nomeação de
outorgada por Estado estrangeiro que a exija para magistrado da competência do Presidente da
fins de exercício de direitos civis. República, este é considerado autoridade coatora,
c) é compatível com a nacionalidade derivada ainda que o fundamento da impetração seja
outorgada por Estado estrangeiro como condição nulidade ocorrida em fase anterior do
para permanência do brasileiro em seu território. procedimento;
d) nata é condição para a investidura nos cargos de c) No julgamento de deputado federal por crime
Presidente da República, de Vice-Presidente da doloso contra a vida, prevalece a competência do
República, de Presidente da Câmara dos Supremo Tribunal Federal sobre a do Tribunal do
Deputados, de Presidente do Senado Federal, de Júri por força de norma constitucional especial;
Ministro do Supremo Tribunal Federal, de Ministro d) De acordo com o texto constitucional, lei
da Defesa, da carreira diplomática e do oficialato complementar, de iniciativa do Supremo Tribunal
das forças armadas e das polícias militares. Federal, disporá sobre o Estatuto da Magistratura,
e) derivada deverá ser reconhecida aos estrangeiros observados, entre outros, o seguinte princípio: um
residentes no Brasil há mais de quinze anos quinto dos lugares dos Tribunais Regionais
ininterruptos e sem condenações judiciais, desde Federais, dos Tribunais dos Estados, e do Distrito
que a requeiram. Federal e Territórios será composto de membros,
do Ministério Publico, com mais de dez anos de
carreira, a de advogados de notório saber jurídico
e de reputação ilibada, com mais de dez anos de
91. Sobre Mandando de Segurança, assinale a efetiva atividade profissional, indicados em lista
alternativa correta: sêxtupla pelos órgãos de representação das
respectivas classes;
a) Na ação de mandado de segurança se admite e) O Supremo Tribunal Federal entende que é
condenação em honorários advocatícios. possível a revisão do mérito das decisões do
b) A impetração de segurança por terceiro, contra ato Conselho Nacional de Justiça
judicial, não se condiciona à interposição de
recurso. 94. Responda as questões considerando as assertivas
c) O mandado de segurança é substitutivo de ação de abaixo:
cobrança. I – Compete privativamente ao Presidente da
d) Concessão de mandado de segurança produz República, mediante decreto, a extinção de cargos
efeitos patrimoniais em relação a período públicos, quando vagos;
pretérito, os quais devem ser reclamados II – O Presidente e o Vice-Presidente da República
administrativamente ou pela via judicial própria. tomarão posse em sessão do Congresso Nacional. Se,
e) Pedido de reconsideração na via administrativa decorridos quinze dias da data fixada para a posse, o
interrompe o prazo para o mandado de segurança. Presidente ou o Vice-Presidente, salvo motivo de força
maior, não tiver assumido o cargo, este será declarado
92. Sobre o processo legislativo das medidas vago;
provisórias, responda: III – Vagando os cargos de Presidente e Vice-Presidente
da República, far-se-á eleição noventa dias depois de
a) A medida provisória será apreciada, em sessão aberta a última vaga. Ocorrendo a vacância nos últimos
conjunta, só podendo ser rejeitado pelo voto da dois anos do período presidencial, a eleição para
maioria absoluta dos Deputados e Senadores. ambos os cargos será feita trinta dias depois da última
b) Se o projeto de lei de conversão alterar o texto vaga, pelo Congresso Nacional, na forma da lei.
original da medida provisória, esta perderá sua
eficácia, desde sua edição. a) Todas as assertivas são falsas;
c) Não pode ser reeditada um medida provisória, na b) Todas as assertivas são verdadeiras;
mesma sessão legislativa, se outra já tiver perdido c) Apenas as assertivas I e II são verdadeiras;
sua eficácia por decurso de prazo. d) Apenas a assertiva I é verdadeira
d) É vedada a edição de medidas provisórias sobre e) Apenas as assertivas I e III são verdadeiras
matéria relativa a direitos individuais.
e) Se não for apreciada em até noventa dias contados 95. Sobre as funções essências à justiça, assinale a
de sua publicação, entrará em regime de urgência. alternativa incorreta:
a) O Ministério Público tem legitimidade para
93. A respeito do Poder Judiciário, assinale a recorrer no processo em que oficiou como fiscal da
alternativa incorreta: lei, ainda que não haja recurso da parte;
b) A participação do Ministério Público na fase
a) Integrantes de lista de candidatos a determinada investigatória criminal não acarreta o seu
vaga da composição de tribunal é parte legítima impedimento ou suspeição para o oferecimento da
para impugnar a validade da nomeação de denúncia.
concorrente;

17
c) O Ministério Público tem legitimidade para propor 98. Assinale a opção correta acerca da supremacia da
ação civil pública em defesa do patrimônio Constituição Federal e dos diferentes tipos de
público; inconstitucionalidade:
d) O ministério Público tem legitimidade para
promover ação civil pública cujo fundamento seja a) Somente pelo voto de 2/3 de seus membros ou
a ilegalidade de reajuste de mensalidades dos membros do respectivo órgão especial
escolares; poderão os tribunais declarar a
e) Os honorários advocatícios são devidos à inconstitucionalidade de lei ou ato normativo do
Defensoria Pública quando ela atua contra a poder público.
pessoa jurídica de direito público à qual pertença. b) Não viola a cláusula de reserva de plenário a
decisão do órgão fracionário de tribunal que,
96. A respeito da defesa do Estado e das instituições embora não declare expressamente a
democráticas e quanto à segurança pública, inconstitucionalidade de lei ou ato normativo do
assinale a alternativa correta: poder público, afasta sua incidência, no todo ou
em parte.
a) Compete à policia federal exercer, em c) Não é cabível o controle de constitucionalidade
concorrência com as polícias civis estaduais, as material das normas em curso de formação;
funções de polícia judiciária da União. d) Os decretos autônomos não podem ser objeto de
b) Na vigência do estado de sítio, as imunidades controle concentrado de constitucionalidade;
parlamentares não podem ser suspensas. e) Uma lei federal em vigor antes da atual
c) A Polícia Rodoviária Federal é órgão permanente, Constituição Federal pode ser objeto de controle
organizado e mantido pela União, destinado ao de constitucionalidade incidental, mas não se
patrulhamento ostensivo das rodovias federais, submete ao controle concentrado.
com competência para as funções de polícia
judiciária; 99. Sobre o controle de constitucionalidade, considere
d) Em tempo de paz, os eclesiásticos ficam isentos do as assertivas a seguir:
serviço militar obrigatório;
e) O Presidente da República, ao solicitar autorização I – Compete ao Supremo Tribunal Federal,
para decretar o estado de sítio ou sua privativamente, tanto em suas ações originárias,
prorrogação, relatará os motivos determinantes quando no exercício de sua competência recursal,
do pedido, devendo o Congresso Nacional decidir declarar a inconstitucionalidade de lei ou ato
por maioria absoluta; normativo pelo voto da maioria de seus membros;
II – No controle difuso de constitucionalidade, o
97. Quanto a proteção do meio ambiente conferida Senado Federal tem discricionariedade de suspender a
pela Constituição Federal de 1988, é correto lei declarada inconstitucional pelo Supremo Tribunal
afirmar que: Federal, por intermédio de resolução que pode ser por
ele posteriormente revogada, para restabelecer a
a) Não há previsão, na Constituição Federal, sobre a eficácia da norma;
proteção do meio ambiente artístico e cultural; III – A arguição de descumprimento de preceito
b) Todos têm direito ao meio ambiente fundamental é cabível para evitar ou reparar lesão a
ecologicamente equilibrado, bem de uso comum preceito fundamental resultante de ato do poder
do povo e essencial à sadia qualidade de vida, público e seu julgamento é de competência do
impondo-se, exclusivamente, ao Poder Público o Supremo Tribunal Federal.
dever de defendê-lo e preservá-lo, para as
presentes e futuras gerações; a) Somente a assertiva I está correta;
c) As condutas e atividades consideradas lesivas ao b) Somente as assertivas I e II estão corretas;
meio ambiente sujeitarão os infratores, c) Somente as assertivas II e III estão corretas;
exclusivamente pessoas físicas, as sanções penais d) Somente a assertiva II está correta;
e administrativas, independentemente da e) Somente a assertiva III está correta.
obrigação de reparar os danos causados;
d) A Floresta Amazônica brasileira, a Mata Atlântica, a 100.Sobre o controle de constitucionalidade, considera
Serra do Mar, o Pantanal Mato-Grossense, o as assertivas a seguir:
Cerrado, a Caatinga e a Zona Costeira são
Patrimônio Nacional, e sua utilização far-se-á, na I – A ação declaratória de constitucionalidade, no
forma da lei, dentro das condições que assegurem âmbito do Supremo Tribunal Federal, pode versar
a preservação do meio ambiente, inclusive quanto apenas sobre norma federal e estadual;
ao uso dos recursos naturais; II – A arguição de descumprimento de preceito
e) As usinas que operam com reator nuclear deverão fundamental pode ter por objeto ato normativo
ter sua localização definida em lei federal, sem o municipal;
que não poderão ser instaladas. III – A arguição de descumprimento de preceito
fundamental é cabível contra atos normativos e atos
judiciais, mas não contra atos administrativos.
18
infligidos intencionalmente a uma pessoa a
a) Apenas a assertiva I está correta; fim de obter dela ou de uma terceira pessoa,
b) Apenas a assertiva II está correta; informações ou confissões;
c) Apenas as assertivas II e III estão corretas; II. Tortura é qualquer ato pelo qual dores ou
d) Todas as assertivas estão corretas; sofrimentos agudos, físicos ou mentais, são
e) Nenhuma assertiva está correta. infligidos intencionalmente a uma pessoa a
fim de castigá-la por ato que ela ou uma
DIREITOS HUMANOS terceira pessoa tenha cometido ou seja
suspeita de ter cometido;
101.Sobre a teoria dos direitos fundamentais, assinale III. Tortura é qualquer ato pelo qual dores ou
a alternativa correta: sofrimentos agudos, físicos ou mentais, são
infligidos intencionalmente a uma pessoa a
a) A eficácia diagonal dos direitos fundamentais fim de intimidar ou coagir esta pessoa ou
consiste na aplicação dos direitos fundamentais às outras pessoas por qualquer motivo baseado
relações entre Estado e particulares, diante da em discriminação de qualquer natureza;
subordinação deste em relação àquele. Fez-se IV. Considera-se como tortura ainda que as dores
necessária a criação de tal teoria para que o ou sofrimentos sejam consequência
Estado respeitasse os direitos fundamentais dos unicamente de sanções legítimas, ou que
particulares. sejam inerentes a tais sanções ou delas
b) A eficácia externa consiste na aplicação dos decorram.
direitos fundamentais às relações entre os
próprios particulares. a) Apenas o item IV está incorreto.
c) A eficácia vertical dos direitos fundamentais b) Apenas os itens III e IV estão incorretos.
também é aplicada nas relações entre Estado e c) Apenas o item I está correto.
pessoas que ostentam de algum privilégio, como d) Apenas o item II está correto.
as empresas. e) Todos os itens estão corretos.
d) Os direitos fundamentais possuem efeito
irradiante decorre da dimensão subjetiva, pela 104.Sobre o uso dos instrumentos de menor potencial
capacidade que têm de atingir a todos os sujeitos. ofensivo pelos agentes de segurança pública, em
e) Na dimensão subjetiva, os direitos fundamentais todo o território nacional, em observância a Lei nº
são qualificados como princípios estruturantes do 13.060/2014, assinale a alternativa correta:
Estado democrático de direito.
a) É legítimo o uso de arma de fogo contra pessoa em
102.Sobre a incorporação dos tratados internacionais fuga ainda que esteja desarmada ou que não
ao ordenamento jurídico brasileiro, assinale a represente risco imediato de morte ou de lesão
alternativa correta: aos agentes de segurança pública ou a terceiros,
em razão da superioridade do interesse público
a) Os tratados de direitos humanos somente são em garantir o direito de punir.
incorporados ao ordenamento jurídico após a b) Os órgãos de segurança pública deverão priorizar a
promulgação pelo Poder Executivo depois da sua utilização dos instrumentos de menor potencial
ratificação. ofensivo, desde que o seu uso não coloque em
b) A ratificação do tratado internacional é de risco a integridade física ou psíquica dos policiais, e
competência do Congresso Nacional, através do deverão obedecer aos princípios da legalidade,
instrumento do decreto legislativo. segurança jurídica e transparência.
c) No direito brasileiro adota-se a tripla hierarquia c) Não é legítimo o uso de arma de fogo contra
dos Tratados Internacionais. veículo que desrespeite bloqueio policial em via
d) No Congresso, o tratado será examinado na pública, ainda quando o ato represente risco de
Câmara dos Deputados e depois no Senado morte ou lesão aos agentes de segurança pública
Federal. Uma vez aprovado, o Congresso aprovará ou a terceiros.
o projeto de lei. d) Sempre que do uso da força praticada pelos
e) Após a aprovação pelo Congresso Nacional de agentes de segurança pública decorrerem
tratado internacional e a expedição do decreto ferimentos em pessoas, deverá ser assegurada a
legislativo, o Presidente da Réplica tem o prazo de imediata prestação de assistência e socorro
15 (quinze) dias para ratificar a tratado médico aos feridos, bem como a comunicação do
internacional. ocorrido à família ou à pessoa por eles indicada.
e) Para os efeitos da referida Lei, consideram-se
103.Sobre a Convenção Contra a Tortura e Outros instrumentos de menor potencial ofensivo aqueles
Tratamentos ou Penas Cruéis, Desumanos ou projetados especificamente para, com baixa ou
Degradantes, julgue os itens a seguir: média probabilidade de causar mortes ou lesões
permanentes, conter, debilitar ou incapacitar
I. Tortura é qualquer ato pelo qual dores ou temporariamente pessoas.
sofrimentos agudos, físicos ou mentais, são
19
105.Sobre a Corte Interamericana de Direitos Humanos e) Quando a ação se originar de fato que deva ser
e os dispositivos normativos do Pacto de San José apurado no juízo criminal, correrá a prescrição até
da Costa Rica, assinale a alternativa correta. a sentença definitiva.

a) A Corte compor-se-á de onze juízes, nacionais dos 108.Sobre a teoria do negócio jurídico, assinale a
Estados membros da Organização, eleitos a título alternativa correta:
pessoal dentre juristas da mais alta autoridade a) São elementos acidentais do negócio jurídico:
moral, de reconhecida competência em matéria de condição, termo e encargo.
direitos humanos, que reúnam as condições b) Encargo é um elemento acidental, consistente em
requeridas para o exercício das mais elevadas um evento futuro e incerto, por meio do qual se
funções judiciais, de acordo com a lei do Estado do subordinam ou resolvem-se os efeitos jurídicos de
qual sejam nacionais, ou do Estado que os um determinado negócio.
propuser como candidatos. c) Na situação hipotética do indivíduo que se obriga a
b) Podem ser escolhidos até dois juízes de mesma transferir gratuitamente um imóvel rural ao seu
nacionalidade. sobrinho (doação), quando ele se casar está
c) Os juízes da Corte serão eleitos, em votação aberta criando um negócio jurídico com termo.
e pelo voto da maioria absoluta dos Estados Partes d) Condição resolutiva é quando subordina a
na Convenção, na Assembléia Geral da aquisição de direitos, deveres e deflagração de
Organização, de uma lista de candidatos propostos efeitos a um evento futuro e incerto.
pelos mesmos Estados. e) Os negócios jurídicos são válidos ainda que
d) Os juízes da Corte serão eleitos por um período de estejam subordinados a condições contraditórias.
dois anos e só poderão ser reeleitos uma vez.
e) O quorum para as deliberações da Corte é 109.Acerca do direito das obrigações, assinale a
constituído por cinco juízes. alternativa correta:

DIREITO CIVIL a) Não havendo termo, a mora só se constitui


mediante interpelação judicial;
b) O devedor em mora responde pela impossibilidade
106.Sobre a Lei de Introdução às normas Brasileiras, da prestação, exceto se essa impossibilidade
assinale a alternativa correta: resultar de caso fortuito ou força maior ocorrente
a) Se, antes de entrar a lei em vigor, ocorrer nova durante o atraso;
publicação de seu texto, destinada a correção, o c) Na assunção de dívida, o novo devedor não pode
prazo deste artigo e dos parágrafos anteriores opor ao credor as exceções pessoais que
começará a correr da primeira publicação. competiam ao devedor primitivo;
b) As correções a texto de lei já em vigor não precisa d) Salvo estipulação em contrário, o cedente
respeitar a vacatio legis. responde pela solvência do devedor;
c) O princípio da vigência sincrônica é aquele em que e) O cessionário de crédito hipotecário só poderá
determina que a lei começa a vigorar em todo o averbar a cessão no registro de imóveis com o
país quarenta e cinco dias depois de oficialmente consentimento do cedente e do proprietário do
publicada, salvo disposição contrária. imóvel;
d) A lei nova, que estabeleça disposições gerais ou
especiais a par das já existentes, revoga ou 110.Sobre responsabilidade civil, assinale a alternativa
modifica a lei anterior. correta:
e) A lei revogada não se restaura por ter a lei
revogadora perdido a vigência em nenhuma a) A ausência de registro da transferência implica a
hipótese. responsabilidade do antigo proprietário por dano
resultante de acidente que envolva o veículo
107.Sobre a prescrição e decadência no Código Civil, alienado;
assinale a alternativa correta: b) A correção monetária do valor da indenização do
dano moral incide desde a data do evento danoso;
a) Só se admite a renúncia a prescrição de forma c) É indenizável o acidente que cause a morte de filho
expressa. menor, desde que exerça trabalho remunerado;
b) O prazo prescricional pode ser alterado por acordo d) Em ação destinada a apurar a responsabilidade
das partes. civil decorrente de acidente de trânsito, presume-
c) É possível r a lei prevê hipótese de renúncia à se culpado o condutor de veículo automotor que
decadência. se encontra em estado de embriaguez, cabendo-
d) Estando o negócio jurídico subordinado a condição lhe o ônus de comprovar a ocorrência de alguma
suspensiva ou a prazo, o crédito constituído será excludente do nexo de causalidade;
inexigível até o advento da condição ou o e) É cabível a indenização de lucro cessante, ainda
vencimento da dívida (transcurso do prazo), que a atividade empresarial não teve inicio.
restando obstado o curso do prazo prescricional.

20
MEDICINA LEGAL c) Apenas as assertivas I e II são verdadeiras;
d) Apenas as assertivas II e III são verdadeiras
111.Sobre tanatologia forense, assinale a alternativa e) Apenas a assertiva II é verdadeira;
correta:
114.Sobre a traumatologia forense e perícias médicas,
a) As manchas de hipóstase podem ser utilizadas considere as assertivas a seguir:
para estimar o intervalo desde a morte,
especialmente por não se fixarem no cadáver; I – A marca de Jellinek se refere a uma lesão causada
b) A necropsia médico-legal tem como finalidade, por uma energia de ordem física;
dentre outras: identificar o cadáver, a II - A diferença entre laudo e auto médico-legal é que o
cronotanatognose e determinar a causa médica da primeiro é escrito pelo próprio legista e o segundo é
morte. ditado a um escrivão perante testemunhas.
c) Denomina-se o processo especial de III - O exame realizado por um único perito é
transformação, que ocorre no cadáver do feto considerado válido no processo penal.
retido no útero materno, do sexto ao nono mês de
gravidez, a corificação. a) Todas as assertivas são verdadeiras;
d) No processo de putrefação do cadáver se sucedem b) Todas as assertivas são falsas;
as seguintes fases, pela ordem: cromática, c) Apenas a assertiva I é verdadeira
coliquativa, gasosa e de esqueletização. d) Apenas a assertiva III é verdadeira
e) Para se realizar transplante de órgãos, além de e) Apenas as assertivas I e II são verdadeiras.
seguir as normas legais e éticas vigentes,
considera-se como sinal de morte da doadora a 115.Considere as assertivas a seguir:
parada cardíaca por mais de 5 minutos.
I - Os ácidos produzem escaras secas e de cor variada.
112.Sabrina do sexo feminino é encontrada morta na II - A presença de sulco único, oblíquo e ascendente,
sua sala de estudos, aparentemente um caso de com profundidade desigual pode indicar
suicídio por enforcamento. Logo ao chegar no local enforcamento.
de morte, a equipe pericial encontra a vítima no III - Não é possível aplicar técnicas
chão, com o objeto usado como elemento cronotanatognósticas em corpos esqueletizados.
constritor removido.
a) Todas as assertivas estão corretas;
Nessa situação, o perito criminal deve: b) Todas as assertivas estão incorretas;
c) Apenas as assertivas I e III estão corretas
a) fazer o boletim de ocorrência com a alteração d) Apenas as assertivas I e II estão corretas
notada, isolar e preservar o local de morte, e e) Apenas a assertiva III está correta
solicitar o envio de equipe pericial do instituto
médico-legal para realização de perícia conjunta; LEGISLAÇÃO ESTADUAL
b) informar à autoridade policial sobre a alteração do
local de morte e emitir o laudo de impedimento
c) realizar o exame externo do cadáver, de tudo que 116.De acordo com o Regime Jurídico dos Servidores
é encontrado em torno dele ou que possa ter Civis do Espírito Santo, NÃO é caso de demissão:
relação com o fato em questão, e registrar no
laudo a alteração notada no local de morte. a) revelação de segredo apropriado em razão do
d) realizar o registro fotográfico do local, investigar as cargo;
circunstâncias da morte e não realizar o exame b) acumulação remunerada de cargos, empregos ou
pericial do cadáver funções públicas, ressalvadas as hipóteses do
e) avaliar detalhadamente o local, buscar pistas de permissivo constitucional;
envolvimento de terceiros, não realizar o exame c) improbidade administrativa;
pericial do cadáver e registrar a alteração notada d) referir-se de modo depreciativo ou desrespeitoso a
no laudo final. autoridades públicas ou a atos do poder público,
ou outro, admitindo-se a crítica em trabalho
113.Considere as assertivas a seguir: assinado.
e) incontinência pública.
I – Em relação ao infanticídio, é necessário o estado
puerperal da mulher. 117.Em observância a Lei Complementar nº 46/94,
II - A sufocação indireta é causada pela compressão do assinale a alternativa correta:
tórax.
III -Em mulheres, a dispareunia pode, eventualmente, a) As penas disciplinares serão aplicadas pelo
constituir defeito físico, sendo considerada, dentro da Secretário de Estado, ou autoridade equivalente,
sexologia forense, como cópula dolorosa para mulher ou dirigente de autarquia ou fundação nos casos
a) Todas as assertivas são verdadeiras; de demissão e cassação de aposentadoria ou
b) Todas as assertivas são falsas; disponibilidade;
21
b) As penas disciplinares serão aplicadas pelo chefe b) O exercício da função de autoridade de polícia
do respectivo Poder ou pelo dirigente superior de judiciária e de apuração de infrações penais
autarquia ou fundação, no caso de suspensão e de compete ao policial civil de carreira.
advertência. c) O exercício do cargo policial civil é privativo do
c) Da sindicância somente poderá a pena de servidor policial de carreira, recrutado
advertência ou suspensão, sendo obrigatório ouvir preferencialmente por concurso público de provas
o servidor público denunciado. ou de provas e títulos, submetido a curso de
d) A sindicância de que trata este artigo será formação policial, em consonância com os
procedida por servidores públicos estaduais e princípios constitucionais e fundamentais da
efetivos designados para tal fim, devendo ser defesa da pessoa humana.
concluída no prazo de 10 (dez) dias a contar da d) A Polícia Civil, essencial à defesa dos indivíduos, da
data da sua designação, podendo este prazo ser sociedade e do patrimônio, dirigida por delegado
prorrogado por, no máximo 5 (cinco) dias, desde de polícia de carreira, incumbem as funções de
que haja motivo justo. polícia judiciária, polícia técnico-científica e a
e) É circunstância atenuante ter mais de três anos de apuração das infrações penais, exceto as militares.
serviço, com bom comportamento, antes da e) Os órgãos estaduais de segurança pública,
infração. previstos na Constituição Estadual, serão regidos
por legislação especial que definirá suas
118.De acordo com Lei 3.400/1981 (Estatuto dos estruturas, competências, direitos, garantias,
Funcionários Policiais Civis do Estado do Espírito deveres e prerrogativas de seus integrantes, de
Santo), assinale a alternativa correta: modo a assegurar a eficácia de suas atividades e
atuação harmônica, independentemente do
a) A hierarquia do cargo prevalece sobre a hierarquia previsto na legislação federal.
da função.
b) Ainda que nos serviços em que intervier o trabalho
de equipe, os funcionários especializados, técnico-
científicos e administrativos não ficam
subordinados ao Delegado de Polícia, por
possuírem autonomia funcional.
c) A indenização do prejuízo causado à Fazenda
Estadual poderá ser liquidada mediante desconto
em prestações mensais não excedentes da 30%
(trinta por cento) do vencimento, à míngua de
outros bens que respondam pela indenização.
d) Nas ações policiais, cabe ao superior hierárquico a
responsabilidade integral das decisões que tomar
ou de atos que praticar, inclusive de missões e
ordens por ele expressamente determinadas.
e) Cometerá falta de natureza leve o superior
hierárquico que dificultar, impedir ou de alguma
forma frustrar a aplicação de penalidade
disciplinar.

119.Não é uma das penas disciplinares previstas no


Estatuto:

a) repreensão
b) suspensão;
c) destituição de função;
d) alteração compulsória de localização;
e) demissão;

120.Assinale a alternativa correta:

a) São órgãos da administração pública encarregados


especificamente da segurança pública e
subordinados ao Governador do Estado e à
Secretaria de Estado da Segurança Pública: a
Polícia Civil; a Polícia Militar; o Corpo de
Bombeiros Militar e Perícia Forense.

22
Espaço para Respostas do Aluno 32.

Questão Resposta 33.

1. 34.

2. 35.

3. 36.

4. 37.

5. 38.

6. 39.

7. 40.

8. 41.

9. 42.

10. 43.

11. 44.

12. 45.

13. 46.

14. 47.

15. 48.

16. 49.

17. 50.

18. 51.

19. 52.

20. 53.

21. 54.

22. 55.

23. 56.

24. 57.

25. 58.

26. 59.

27. 60.

28. 61.

29. 62.

30. 63.

31. 64.

23
65. 98.

66. 99.

67. 100.

68. 101.

69. 102.

70. 103.

71. 104.

72. 105.

73. 106.

74. 107.

75. 108.

76. 109.

77. 110.

78. 111.

79. 112.

80. 113.

81. 114.

82. 115.

83. 116.

84. 117.

85. 118.

86. 119.

87. 120.

88.

89.

90.

91.

92.

93.

94.

95.

96.

97.

24
GABARITO 152. C

Questão Resposta 153. D

121. E 154. C

122. D 155. B

123. C 156. D

124. A 157. B

125. D 158. A

126. B 159. D

127. A 160. E

128. A 161. D

129. D 162. E

130. E 163. E

131. D 164. D

132. D 165. B

133. B 166. A

134. A 167. C

135. C 168. D

136. E 169. A

137. A 170. A

138. D 171. E

139. A 172. D

140. B 173. C

141. E 174. E

142. A 175. C

143. A 176. D

144. A 177. B

145. A 178. D

146. E 179. E

147. B 180. A

148. D 181. E

149. E 182. D

150. A 183. C

151. D 184. D

25
185. E 218. C

186. B 219. E

187. E 220. C

188. A 221. B

189. D 222. C

190. A 223. A

191. C 224. D

192. E 225. E

193. B 226. C

194. E 227. D

195. A 228. A

196. C 229. C

197. A 230. D

198. D 231. B

199. B 232. E

200. E 233. C

201. D 234. A

202. C 235. D

203. E 236. D

204. D 237. D

205. A 238. D

206. A 239. A

207. D 240. D

208. B

209. A

210. C

211. B

212. C

213. E

214. E

215. E

216. E

217. E

26
Questões Comentadas REsp 1.709.029/MG, Rel. Min. Sebastião Reis Júnior,
julgado em 28/02/2018 (recurso repetitivo).”
DIREITO PENAL
4. A alternativa A está correta.
1. A resposta correta é a alternativa “E”.
A alternativa B está incorreta. Nosso Código adotou
O item A na trata sobre o princípio da ultratividade e não expressamente a teoria da equivalência dos antecedentes
da atividade. A ultratividade ocorre quando uma lei ou da conditio sine qua non. É o que dispõe o art. 13, caput:
mantém seus efeitos após a sua revogação. “O resultado de que depende existência do crime somente
é imputável a quem lhe deu causa. Considera-se causa a
O item B está incorreto, No Decreto-Lei nº 4.657/42, Lei de ação ou omissão sem a qual o resultado não teria
introdução as normas do direito brasileiro, no seu artigo ocorrido”.
2º, §3 prevê: “Salvo disposição em contrário, a lei revogada
não se restaura por ter a lei revogadora perdido a O item C está incorreto. Essas são as causas absolutamente
vigência.” independentes.

O item C está incorreto, pois, apenas o momento do crime O item D corresponde às causas relativamente
é regulado pela teoria da atividade, o lugar do crime é independentes.
regulado pela teoria da ubiquidade.
O item E está incorreto, o nexo causal não existe nas causas
O item D está errado. As embarcações privada que não absolutamente independentes.
estão a serviço do Brasil e que se encontrem e território
estrangeiro, nãos são consideradas territórios nacionais por 5. A alternativa D está incorreta.
extensão.
No arrependimento eficaz, subentende-se que o sujeito já
tenha esgotado todos os meios disponíveis e que, após
2. A alternativa D está correta.
terminar todos os atos executórios (mas sem consumar o
A descrição do item A é do princípio de especialidade. fato), pratica alguma conduta positiva, tendente a evitar a
consumação.
A descrição do Item B é do princípio da subsidiariedade.
Todos os demais itens estão corretos.
O item C é a descrição do princípio da consunção.
6. A resposta é a alternativa B.
O Item D está incorreto, porque o principio usado é da
consunção ou absorção. A alternativa A está incorreta, porque a legitima defesa
sucessiva é aquele que é reação contra o excesso. E a
3. A alternativa correta é a “C”. legítima defesa contra legítima defesa (inadmissível, salvo
se uma delas ou todas forem putativas) A alternativa B está
Os itens I e IV são textos de súmulas aprovadas: correta.

Súmula 589-STJ: É inaplicável o princípio da insignificância A alternativa C está incorreta, no estado de necessidade o
nos crimes ou contravenções penais praticados contra a perigo é apenas atual.
mulher no âmbito das relações domésticas. STJ. 3ª Seção.
Aprovada em 13/09/2017, DJe 18/09/2017. A alternativa D está incorreta, cabe estado de necessidade
recíproco. (duas pessoas em estado de necessidade, ao
Súmula 606-STJ: Não se aplica o princípio da insignificância mesmo tempo, uma contra a outra).
a casos de transmissão clandestina de sinal de internet via
radiofrequência, que caracteriza o fato típico previsto no A alternativa E, o caso é de exercício regular de um direito.
art. 183 da Lei n. 9.472/1997. STJ. 3ª Seção. Aprovada em
11/04/2018, DJe 17/04/2018. 7. A alternativa correta é a letra A.

Já o item III contraria o previsto na Súmula 599-STJ: O A obediência à ordem não manifestamente ilegal é causa
princípio da insignificância é inaplicável aos crimes contra a da exclusão da exigibilidade de conduta diversa, um dos
administração pública. elementos da culpabilidade, e está prevista no artigo 22 do
Código Penal:
Por fim, o STJ entende que:
Artigo 22: Se o fato é cometido sob coação irresistível ou
“Incide o princípio da insignificância aos crimes tributários em estrita obediência a ordem, não manifestamente ilegal,
federais e de descaminho quando o débito tributário de superior hierárquico, só é punível o autor da coação ou
verificado não ultrapassar o limite de R$ 20.000,00 (vinte da ordem.
mil reais), a teor do disposto no art. 20 da Lei n.
10.522/2002, com as atualizações efetivadas pelas Portarias 8. A alternativa “A” está correta.
n. 75 e 130, ambas do Ministério da Fazenda. STJ. 3ª Seção.

27
Para a teoria da acessoriedade limitada, a punição do somente uma delas, mas aumentada, em qualquer caso, de
partícipe pressupõe apenas a prática de fato típico e ilícito, um sexto até metade. As penas aplicam-se, entretanto,
afastando-se a necessidade de que o agente seja culpável. cumulativamente, se a ação ou omissão é dolosa e os
crimes concorrentes resultam de desígnios autônomos,
A alternativa “B” está incorreta. consoante o disposto no artigo anterior.
Embora a coautoria pressuponha limite subjetivo, em que A alternativa “E” está correta, nos termos do artigo 72 do
todos os agentes atuam conscientes de que estão reunidos Código Penal:
para a prática da mesma infração, não se exige acordo
prévio. Art. 72 - No concurso de crimes, as penas de multa são
aplicadas distinta e integralmente.
A alternativa “C” está incorreta, nos termos do artigo 29,
§2º do Código de Penal. 10. A alternativa correta é a letra “E”.

Art. 29, §2º - Se algum dos concorrentes quis participar de Nos termos da súmula 191 do Superior Tribunal de Justiça.
crime menos grave, ser-lhe-á aplicada a pena deste; essa
pena será aumentada até a metade, na hipótese de ter sido Súmula 191 do STJ: A pronúncia é causa interruptiva da
previsível o resultado. prescrição, ainda que o Tribunal do Júri venha a
desclassificar o crime.
A alternativa “D” está incorreta, nos termos do artigo 29,
§1º do Código Penal: A alternativa “A” está incorreta. O recebimento da
denúncia é causa interruptiva da prescrição, mas, anulado o
Se a participação for de menor importância, a pena pode despacho de recebimento da inicial, o novo recebimento,
ser diminuída de um sexto a um terço. agora pelo juízo competente, será o marco interruptivo.

A alternativa “E” está incorreta, nos termos do artigo 30 do A alternativa “B” está incorreta. A confissão do acusado
Código Penal. pode caracterizar atenuante, mas não interrompe a
prescrição.
Artigo 30. Não se comunicam as circunstâncias e as
condições de caráter pessoal, salvo quando que A alternativa “C” está incorreta. A oposição de embargos de
elementares do crime. declaração não tem efeitos sobre o prazo prescricional.

9. A alternativa incorreta é a letra “D”. A alternativa “D” está incorreta. A sentença absolutória não
tem nenhuma influência na interrupção do prazo
Nos termos do artigo 71 do Código Penal: prescricional.
Artigo 71. Quando o agente, mediante mais de uma ação 11. A alternativa correta é a letra “D”.
ou omissão, pratica dois ou mais crimes da mesma espécie
e, pelas condições de tempo, lugar, maneira de execução e Nos termos da súmula 269 do Superior Tribunal de Justiça:
outras semelhantes, devem os subsequentes ser havidos
como continuação do primeiro, será aplicada a pena de um Súmula 269 do STJ: É admissível a adoção do regime
só dos crimes, se idênticas, ou a mais grave, se diversas, prisional semiaberto aos reincidentes condenados a pena
aumentada, em qualquer caso, de um sexto a dois terços. igual ou inferior a quatro anos se favoráveis as
circunstâncias judiciais.
A alternativa “A” está correta, nos termos do artigo 69 do
Código Penal. A alternativa “A” está incorreta, nos termos da súmula 444
do Superior Tribunal de Justiça.
A pena-base será fixada atendendo-se ao critério do art. 59
deste Código; em seguida serão consideradas as Súmula 444 do STJ: É vedada a utilização de inquéritos
circunstâncias atenuantes e agravantes; por último, as policiais e ações penais em curso para agravar a pena base;
causas de diminuição e de aumento.
A alternativa “B” está incorreta, nos termos da súmula 241
A alternativa “B” está correta, nos termos do artigo 69, §2º do Superior Tribunal de Justiça.
do Código Penal.
Súmula 241 do STJ: A reincidência penal não pode ser
§ 2º - Quando forem aplicadas penas restritivas de direitos, considerada como circunstância agravante e,
o condenado cumprirá simultaneamente as que forem simultaneamente, como circunstância judicial.
compatíveis entre si e sucessivamente as demais.
A alternativa “C” está incorreta, nos termos da súmula 718
A alternativa “C” está correta, nos termos do artigo 70 do do Supremo Tribunal Federal.
Código Penal:
Súmula 718 do STF: A opinião do julgar sobre a gravidade
Art. 70 - Quando o agente, mediante uma só ação ou abstrata do crime não constitui motivação idônea para a
omissão, pratica dois ou mais crimes, idênticos ou não, será imposição de regime mais severo que o permitido segundo
aplicada a mais grave das penas cabíveis ou, se iguais, a pena aplicada.
28
A alternativa “E” está incorreta, nos termos da súmula 440 Art. 123 - Matar, sob a influência do estado puerperal, o
do Superior Tribunal de Justiça. próprio filho, durante o parto ou logo após:Pena -
detenção, de dois a seis anos.
Súmula 440 do STJ: Fixada a pena-base no mínimo legal, é
possível o estabelecimento de regime prisional mais 14. A assertiva III está incorreta, nos termos do artigo 123
gravoso que o cabível em razão da sanção imposta, com do Código Penal. A pena é de detenção, de dois a seis
base apenas na gravidade abstrata do delito. anos.

12. A alternativa “D” está correta. A alternativa correta é a letra “A”.

Nos termos do artigo 121, §2º, VI do Código Penal: A esposa tem legitimidade para propor queixa-crime contra
autor de mensagem que insinua que o seu marido tem uma
Homicídio qualificado § 2° Se o homicídio é cometido: VI - relação extraconjugal com outro homem. Se alguém alega
contra a mulher por razões da condição de sexo feminino: que um indivíduo casado mantém relação homossexual
Pena - reclusão, de doze a trinta anos. extraconjugal com outro homem, a esposa deste indivíduo
tem legitimidade para ajuizar queixa-crime por injúria,
A alternativa “A” está incorreta, nos termos do artigo 121, alegando que também é ofendida. STF. 1ª Turma. Pet 7417
§2º, V do Código Penal. Somente é possível incidir a AgR/DF, Rel. Min. Luiz Fux, red. p/ o ac. Min. Marco Aurélio,
qualificadora quando a finalidade é assegurar a execução, julgado em 9/10/2018 (Info 919).
ocultação, impunidade ou vantagem de um crime.
A alternativa “B” está incorreta.
Art. 121. Matar alguém: § 2° Se o homicídio é cometido: V -
para assegurar a execução, a ocultação, a impunidade ou Configura, em tese, difamação a conduta do agente que
vantagem de outro crime: publica vídeo de um discurso no qual a frase completa do
orador é editada, transmitindo a falsa ideia de que ele
A alternativa “B” está incorreta. Trata-se de causa de estava falando mal de negros e pobres. A edição de um
aumento da pena, nos termos do artigo 121, §6º do Código vídeo ou áudio tem como objetivo guiar o espectador e,
Penal: § 6o A pena é aumentada de 1/3 (um terço) até a quando feita com o objetivo de difamar a honra de uma
metade se o crime for praticado por milícia privada, sob o pessoa, configura dolo da prática criminosa. Vale ressaltar
pretexto de prestação de serviço de segurança, ou por que esta conduta do agente, ainda que praticada por
grupo de extermínio. Deputado Federal, não estará protegida pela imunidade
parlamentar. STF. 1ª Turma. Pet 5705/DF, Rel. Min. Luiz
A alternativa “C” está incorreta. O fato de a vítima de
Fux, julgado em 5/9/2017.
homicídio doloso ter mais de sessenta anos constitui
circunstância majorante (causa de aumento da pena), A alternativa “C” está incorreta, nos termos do artigo 139
considerada na terceira fase de aplicação da pena, nos do Código Penal:
termos do artigo 121, §4º do Código Penal: § 4o No
homicídio culposo, a pena é aumentada de 1/3 (um terço), Art. 139 - Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à
se o crime resulta de inobservância de regra técnica de sua reputação:
profissão, arte ou ofício, ou se o agente deixa de prestar
imediato socorro à vítima, não procura diminuir as Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa.
consequências do seu ato, ou foge para evitar prisão em
flagrante. Sendo doloso o homicídio, a pena é aumentada Exceção da verdade
de 1/3 (um terço) se o crime é praticado contra pessoa
menor de 14 (quatorze) ou maior de 60 (sessenta) anos. Parágrafo único - A exceção da verdade somente se admite
se o ofendido é funcionário público e a ofensa é relativa ao
A alternativa “E” está incorreta. Não caracteriza bis in idem exercício de suas funções.
o reconhecimento das qualificadoras de motivo torpe e de
feminicídio no crime de homicídio praticado contra mulher A alternativa “D” está incorreta, nos termos do artigo 143
em situação de violência doméstica e familiar. Isso se dá do Código Penal:
porque o feminicídio é uma qualificadora de ordem
Art. 143 - O querelado que, antes da sentença, se retrata
OBJETIVA - vai incidir sempre que o crime estiver atrelado à
cabalmente da calúnia ou da difamação, fica isento de
violência doméstica e familiar propriamente dita, enquanto
pena.
que a torpeza é de cunho subjetivo, ou seja, continuará
adstrita aos motivos (razões) que levaram um indivíduo a A alternativa “E” está incorreta, nos termos do artigo 142
praticar o delito. STJ. 6ª Turma. HC 433898-RS, Rel. Min. do Código Penal
Nefi Cordeiro, julgado em 24/04/2018.
Art. 142 - Não constituem injúria ou difamação punível:
13. A alternativa correta é a letra “B”.
I - a ofensa irrogada em juízo, na discussão da causa, pela
A assertiva I está incorreta. O crime de infanticídio não parte ou por seu procurador;
prevê como típica a forma culposa.

A assertiva II está incorreta, nos termos da legislação:


29
II - a opinião desfavorável da crítica literária, artística ou materialidade, é suficiente a perícia realizada por
científica, salvo quando inequívoca a intenção de injuriar ou amostragem do produto apreendido, nos aspectos externos
difamar; do material, e é desnecessária a identificação dos titulares
dos direitos violados ou daqueles que os representem.
III - o conceito desfavorável emitido por funcionário
público, em apreciação ou informação que preste no A assertiva III está incorreta, nos termos do artigo 186 do
cumprimento de dever do ofício. Código de Processo Penal:

15. A alternativa incorreta e, portanto, gabarito da questão Art. 186. Procede-se mediante;
é a letra “C”.
I – queixa, nos crimes previstos no caput do art. 184;
Nos termos da súmula 582 do Superior Tribunal de Justiça:
II – ação penal pública incondicionada, nos crimes previstos
Súmula 582 do STJ: Consuma-se o crime de roubo com a nos §§ 1o e 2o do art. 184;
inversão da posse do bem mediante emprego de violência
ou grave ameaça, ainda que por breve período de tempo e III – ação penal pública incondicionada, nos crimes
em seguida à perseguição imediata do agente e cometidos em desfavor de entidades de direito público,
recuperação da coisa roubada, sendo prescindível a posse autarquia, empresa pública, sociedade de economia mista
mansa e pacífica ou desvigiada. ou fundação instituída pelo Poder Público;

A alternativa “A” está correta, nos termos da súmula 567 IV – ação penal pública condicionada à representação, nos
do Superior Tribunal de Justiça: crimes previstos no § 3o do art. 184.

Súmula 567 do STJ: Sistema de vigilância realizado por 17. A alternativa A está correta.
monitoramento eletrônico ou por existência de segurança
no interior de estabelecimento comercial, por si só, não Quem se omite no dever de evitar ou apurar o crime de
torna impossível a configuração do crime de furto. tortura responde pelo crime previsto §2º do art.1º , já
quem comete o crime de tortura comete o crime previsto
A alternativa “B” está correta, nos termos da súmula 511 do nos incisos do caput do art. 1º .
Superior Tribunal de Justiça:
A alternativa B está incorreta, considerando que o crime de
Súmula 511 do STJ: É possível o reconhecimento do tortura exige um dolo específico, quais sejam: com o fim de
privilégio previsto no §2º do artigo 155 do Código Penal nos obter informação, declaração ou confissão da vítima ou de
casos de crime de furto qualificado, se estiverem presentes terceira pessoa, para provocar ação ou omissão de
a primariedade do agente, o pequeno valor da coisa e a natureza criminosa;ou em razão de discriminação racial ou
qualificadora for de ordem objetiva. religiosa.

A alternativa “D” está correta, nos termos da súmula 443 A alternativa C está incorreta. De acordo com §5º do art. 1
do Superior Tribunal de Justiça: da Lei de tortura, o prazo para interdição para seu exercício
será pelo dobro da pena aplicada.
Súmula 443 do Superior Tribunal de Justiça: O aumento na
terceira fase de aplicação da pena no crime de roubo A alternativa D está incorreta. Considerando que o art. 2º
circunstanciado exige fundamentação concreta, não sendo da Lei de Tortura preza: “O disposto nesta Lei aplica-se
suficiente para a sua exasperação a mera indicação do ainda quando o crime não tenha sido cometido em
número de majorantes; território nacional, sendo a vítima brasileira ou
encontrando-se o agente em local sob jurisdição brasileira.”
A alternativa “E” está correta, nos termos da súmula 610 do
Supremo Tribunal Federal. A alternativa E está incorreta. O art. Art. 1º, § 5º não
condiciona os efeitos ao regime de prisão imposto: “A
16. A alternativa correta é a letra “E”. condenação acarretará a perda do cargo, função ou
emprego público e a interdição para seu exercício pelo
A assertiva I está correta, nos termos da súmula 502 do dobro do prazo da pena aplicada.”
Superior Tribunal de Justiça:
18. Todas as alternativas são atos considerados pela
Súmula 502 do STJ: Presentes a materialidade e a autoria, legislação como abuso de autoridade, exceto a D. Pois
afigura-se típica, em relação ao crime previsto no artigo quem pode relaxar prisão ilegal é a autoridade judicial.
184, parágrafo 2º, do Código Penal, a conduta de expor a 19. A alternativa A está correta.
venda CDs e DVDs piratas.
O STJ decidiu que o dano moral em casos de violência
A assertiva II está incorreta, nos termos da súmula 574 do doméstica é in re ipsa, e independe de instrução para sua
Superior Tribunal de Justiça: comprovação. Nesse sentido:
Súmula 574 do STJ: Para a configuração do delito de RECURSO ESPECIAL. RECURSO SUBMETIDO AO RITO DOS
violação de direito autoral e a comprovação de sua REPETITIVOS (ART. 1.036 DO CPC, C/C O ART. 256, I, DO

30
RISTJ). VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR CONTRA A A assertiva II está incorreta, nos termos da súmula 574 do
MULHER. DANOS MORAIS. INDENIZAÇÃO MÍNIMA. ART. Superior Tribunal de Justiça:
397, IV, DO CPP. PEDIDO NECESSÁRIO. PRODUÇÃO DE
PROVA ESPECÍFICA DISPENSÁVEL. DANO IN RE IPSA. Súmula 574 do STJ: Para a configuração do delito de
FIXAÇÃO CONSOANTE PRUDENTE ARBÍTRIO DO JUÍZO. violação de direito autoral e a comprovação de sua
RECURSO ESPECIAL PROVIDO. Nos casos de violência contra materialidade, é suficiente a perícia realizada por
a mulher praticados no âmbito doméstico e familiar, é amostragem do produto apreendido, nos aspectos externos
possível a fixação de valor mínimo indenizatório a título de do material, e é desnecessária a identificação dos titulares
dano moral, desde que haja pedido expresso da acusação dos direitos violados ou daqueles que os representem.
ou da parte ofendida, ainda que não especificada a quantia,
e independentemente de instrução probatória. A assertiva III está incorreta, nos termos do artigo 186 do
Código de Processo Penal:
A alternativa B está incorreta. A jurisprudência é no sentido
de que a audiência do art. 16, somente se realizará se a Art. 186. Procede-se mediante;
vítima houver manifestado, em algum momento, intenção
I – queixa, nos crimes previstos no caput do art.
em se retratar da representação formulada.
184;
A alternatica C está incorreta. STJ decidiu que a
II – ação penal pública incondicionada, nos crimes
competência nesse caso será da Justiça Federal: “Compete
previstos nos §§ 1o e 2o do art. 184;
à Justiça Federal apreciar o pedido de medida protetiva de
urgência decorrente de crime de ameaça contra a mulher III – ação penal pública incondicionada, nos crimes
cometido por meio de rede social de grande alcance, cometidos em desfavor de entidades de direito
quando iniciado no estrangeiro e o seu resultado ocorrer no público, autarquia, empresa pública, sociedade de
Brasil. STJ. 3ª Seção. CC 150712-SP, Rel. Min. Joel Ilan economia mista ou fundação instituída pelo Poder
Paciornik, j. 10/10/18. Público;
A alternativa D está incorreta. De acordo com a IV – ação penal pública condicionada à
Jurisprudência, sendo o crime de ameaça formal, se representação, nos crimes previstos no § 3o do art.
consuma no momento em que a vítima toma conhecimento 184.
da ameaça. Segundo o art. 70, primeira parte, do Código de
Processo Penal, “A competência será, de regra, 22. A alternativa incorreta, e, portanto, gabarito da
determinada pelo lugar em que se consumar a infração”. questão, é a letra A.
Assim, será no local onde estiver a vítima.
Nos termos da súmula 535 do Superior Tribunal de Justiça:
A alternativa E está incorreta. A limitação é somente para
substituição em pagamento isolado de multa, de acordo Sumula 535 do STJ: A prática de falta grave não interrompe
com art. 17 da Lei 11.340/2006. o prazo para fim de comutação de pena ou indulto.

20. O item I está correto. De acordo com inciso III do art. A alternativa “B” está correta, nos termos da súmula 716 do
6º do Estatuto do Desarmamento. Supremo Tribunal Federal:

O item II está incorreto. O §1º-B prevê a possibilidade do Súmula 716 do STF: Admite-se a progressão de regime de
porte de arma de fogo, mesmo fora de serviço, para cumprimento da pena ou a aplicação imediata de regime
agentes prisionais preenchidos determinados requisitos. menos severo nela determinada, antes do trânsito em
julgado da sentença condenatória.
O item III está incorreto. A Lei 12993, na forma como foi
aprovada pelo Congresso, previa o porte de arma de fogo A alternativa “C” está correta, nos termos da súmula 562 do
também para os Guardas Portuários. Ocorre que esse Superior Tribunal de Justiça:
dispositivo foi vetado pela Presidente da República sob o
argumento de que não havia dados concretos que Súmula 562 do STJ: É possível a remição de parte do tempo
comprovassem a necessidade de sua autorização e que isso de execução da pena quando o condenado, em regime
poderia resultar em aumento desnecessário do risco em fechado ou simiaberto, desempenha atividade laborativa,
decorrência do aumento de armas em circulação. ainda que extramuros.

21. A alternativa correta é a letra “E”. A alternativa “D” está correta, nos termos da súmula 493
do Superior Tribunal de Justiça:
A assertiva I está correta, nos termos da súmula 502 do
Superior Tribunal de Justiça: Súmula 493 do STJ: É inadmissível a fixação de pena
substitutiva (art. 44 do Código Penal) como condição
Súmula 502 do STJ: Presentes a materialidade e a autoria, especial ao regime aberto
afigura-se típica, em relação ao crime previsto no artigo
184, parágrafo 2º, do Código Penal, a conduta de expor a A alternativa “E” está correta, nos termos da súmula
venda CDs e DVDs piratas. vinculante n. 56 do STF.

31
SV 56: A falta de estabelecimento penal adequado não A alternativa “B” está incorreta, nos termos do artigo 16 da
autoriza a manutenção do condenado em regime prisional Lei 7.716/99.
mais gravoso, devendo-se observar, nesta hipótese, os
parâmetros fixados Art. 16. Constitui efeito da condenação a perda do cargo ou
função pública, para o servidor público, e a suspensão do
23. A alternativa que deve ser assinalada é a letra “A”. funcionamento do estabelecimento particular por prazo
não superior a três meses.
A conduta apresentada constitui-se infração administrativa
e não crime, nos termos do artigo 250 do Estatuto. A alternativa “C” está incorreta, nos termos do artigo 16 da
Lei 7.716/99.
Art. 250. Hospedar criança ou adolescente
desacompanhado dos pais ou responsável, ou sem Art. 16. Constitui efeito da condenação a perda do cargo ou
autorização escrita desses ou da autoridade judiciária, em função pública, para o servidor público, e a suspensão do
hotel, pensão, motel ou congênere: Pena – multa. funcionamento do estabelecimento particular por prazo
não superior a três meses.
A alternativa “B” apresenta uma espécie de crime, nos
termos do artigo 228 do Estatuto: A alternativa “D” está incorreta, nos termos do artigo 10 da
Lei 7.716/99.
Art. 228. Deixar o encarregado de serviço ou o dirigente de
estabelecimento de atenção à saúde de gestante de manter Art. 10. Impedir o acesso ou recusar atendimento em salões
registro das atividades desenvolvidas, na forma e prazo de cabeleireiros, barbearias, termas ou casas de massagem
referidos no art. 10 desta Lei, bem como de fornecer à ou estabelecimento com as mesmas finalidades. Pena:
parturiente ou a seu responsável, por ocasião da alta reclusão de um a três anos.
médica, declaração de nascimento, onde constem as
intercorrências do parto e do desenvolvimento do neonato: A alternativa “E” está incorreta, nos termos do artigo 5º da
ena - detenção de seis meses a dois anos. Lei 7.716/99.

A alternativa “C” apresenta uma espécie de crime, nos Art. 5º Recusar ou impedir acesso a estabelecimento
termos do artigo 232: comercial, negando-se a servir, atender ou receber cliente
ou comprador. Pena: reclusão de um a três anos.
Art. 232. Submeter criança ou adolescente sob sua
autoridade, guarda ou vigilância a vexame ou a 25. A alternativa correta é a letra “A”, conforme a súmula
constrangimento: Pena - detenção de seis meses a dois 630 do Superior Tribunal de Justiça.
anos.
Súmula 630 do Superior Tribunal de Justiça: A incidência da
A alternativa “D” apresenta uma espécie de crime, nos atenuante da confissão espontânea no crime de tráfico
termos do artigo 234 do Estatuto: ilícito de entorpecentes exige o reconhecimento da
traficância pelo acusado, não bastando a mera admissão da
Art. 234. Deixar a autoridade competente, sem justa causa, posse ou propriedade para uso próprio.
de ordenar a imediata liberação de criança ou adolescente,
tão logo tenha conhecimento da ilegalidade da apreensão: A alternativa “B” está incorreta.
Pena - detenção de seis meses a dois anos.
De acordo com o Superior Tribunal de Justiça, a ausência de
A alternativa “E” apresenta uma espécie de crime, nos apreensão da droga não torna a conduta atípica se
termos do artigo 237 do Estatuto: existirem outros elementos de prova aptos a comprovarem
o crime de tráfico. STJ. 6ª Turma. HC 131455-MT, Rel. Min.
Art. 237. Subtrair criança ou adolescente ao poder de quem Maria Thereza de Assis Moura, julgado em 2/8/2012. A
o tem sob sua guarda em virtude de lei ou ordem judicial, materialidade do crime de tráfico de entorpecentes pode
com o fim de colocação em lar substituto: Pena - reclusão ser atestada por outros meios idôneos existentes nos autos
de dois a seis anos, e multa. quando não houve apreensão da droga e não foi possível
realizar o exame pericial, especialmente se encontrado
24. A alternativa correta é a letra “A”, nos termos do artigo entorpecentes com outros corréus ou integrantes da
20 da Lei 7.716/99. organização criminosa. STJ. 5ª Turma. AgRg no AREsp
1116262/GO, Rel. Min. Jorge Mussi, julgado em
Art. 20. Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou 06/11/2018.
preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência
nacional. Pena: reclusão de um a três anos e multa A alternativa “C” está incorreta. De acordo com o Superior
Tribunal de Justiça, a condenação anterior pelo artigo 28 da
§ 1º Fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, Lei 11.343/2006 não configura reincidência, mostra-se
emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que desproporcional utilizar o art. 28 da LD para fins de
utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação reincidência, considerando que este delito é punido apenas
do nazismo. com “advertência”, “prestação de serviços à comunidade” e
“medida educativa”, ou, seja, sanções menos graves e nas
quais não há qualquer possibilidade de conversão em pena
32
privativa de liberdade pelo descumprimento. (6ª Turma. decisão de juiz absolutamente incompetente -, impede a
REsp 1672654/SP, Rel. Min. Maria Thereza de Assis Moura, instauração de processo que tenha por objeto o mesmo
julgado em 21/08/2018). episódio. Precedentes : HC 80.560, 1ª T., 20.02.01,
Pertence, RTJ 179/755; Inq 1538, Pl., 08.08.01, Pertence,
A alternativa “D” está incorreta, nos termos da Súmula 607 RTJ 178/1090; Inq-QO 2044, Pl., 29.09.04, Pertence, DJ
do Superior Tribunal de Justiça: 28.10.04; HC 75.907, 1ª T., 11.11.97, Pertence, DJ 9.4.99;
HC 80.263, Pl., 20.2.03, Galvão, RTJ 186/1040. (HC 83346,
Súmula 607-STJ: A majorante do tráfico transnacional de Relator: Min. Sepúlveda Pertence, Primeira Turma, julgado
drogas (art. 40, I, da Lei nº 11.343/2006) configura-se com a em 17/05/2005)
prova da destinação internacional das drogas, ainda que
não consumada a transposição de fronteiras. A alternativa D está incorreta. De acordo com Súmula 234
STJ - A Participação de membro do Ministério Público na
A alternativa “E” está incorreta, de acordo com a súmula fase investigatória criminal não acarreta o seu
587 do Superior Tribunal de Justiça. impedimento ou suspeição para o oferecimento da
denúncia.
Súmula 587-STJ: Para a incidência da majorante prevista no
artigo 40, V, da Lei 11.343/06, é desnecessária a efetiva A alternativa E está incorreta. Esse é o arquivamento
transposição de fronteiras entre estados da federação, implícito. Arquivamento indireto: é a hipótese de o
sendo suficiente a demonstração inequívoca da intenção de promotor deixar de oferecer denúncia por entender que o
realizar o tráfico interestadual. juízo é incompetente para a ação penal.
DIREITO PROCESSUAL PENAL 28. A alternativa A está incorreta, pois, não é necessária a
capitulação correta dos crimes sobre os quais versa.
26. A alternativa correta é a E.
A alternativa B está incorreta, nos termos do Art. 5 § 3o do
A única alternativa que não é característica do sistema
CPP: “Qualquer pessoa do povo que tiver conhecimento da
inquisitivo é a presunção de não culpabilidade porque no
existência de infração penal em que caiba ação pública
sistema inquisitivo, a presunção é da culpa.
poderá, verbalmente ou por escrito, comunicá-la à
27. A resposta é a alternativa B. autoridade policial, e esta, verificada a procedência das
informações, mandará instaurar inquérito.”
A alternativa A está incorreta, possibilidade de utilização de
HC já está sedimentada na jurisprudência do STJ, quando se A alternativa C está incorreta, poderá ser apresentada
investiga fato atípico ou oferece denúncia sob o mesmo diretamente ao Ministério Público.
fundamento acarreta nítido constrangimento ilegal.
A alternativa D está correta, nos termos do art. 5º, §1º do
A alternativa B está correta. DISPENSABILIDADE (art. 12, CPP.
CPP) - O IP é prescindível para a propositura da ação penal,
A alternativa E está incorreta, lesado possuir todos os
desde que já haja lastro probatório mínimo (indícios
elementos informativos necessários à elucidação do caso
mínimos de autoria e a materialidade) suficiente para tal.
ou será necessário a instauração de inquérito policial antes.
INDISPONIBILIDADE (art. 17, CPP) - A autoridade policial
NÃO pode arquivar os autos do IP. Somente o Juiz a 29. A única alternativa incorreta é a E.
requerimento do MP. OFICIOSIDADE- A autoridade policial
deve, de ofício, instaurar inquérito policial, quando se faz A inércia do MP depende que, literalmente, este órgão
mister representação. Essa possibilidade se aplica para nada faça quando já tem o necessário para denunciar o
crimes de ação pública incondicionada (art. 5°, I, CPP), que autor da infração, ou seja, além de não oferecer a denúncia
é a regra. ou opinar pelo arquivamento, o MP também não devolveu
o IP à Autoridade Policial para novas diligências, só assim
A alternativa C está incorreta. Em interessante precedente, caberá ação penal privada subsidiária.
o Supremo Tribunal Federal (STF) já decidiu que o
arquivamento do inquérito policial com base na atipicidade 30. Alternativa A está correta.
da conduta gera coisa julgada material, ainda que seja
proferida por Juiz absolutamente incompetente: O reconhecimento da ilegitimidade ativa do Ministério
Público para, na qualidade de substituto processual de
I – Habeas corpus: cabimento. É da jurisprudência do menores carentes, propor ação civil pública ex delicto, sem
Tribunal que não impedem a impetração de habeas corpus a anterior intimação da Defensoria Pública para tomar
a admissibilidade de recurso ordinário ou extraordinário da ciência da ação e, sendo o caso, assumir o polo ativo da
decisão impugnada, nem a efetiva interposição deles. II – demanda, configura violação ao art. 68 do CPP. STJ. 4ª
Inquérito policial: arquivamento com base na atipicidade do Turma. REsp 888.081-MG, Rel. Min. Raul Araújo, julgado em
fato: eficácia de coisa julgada material. A decisão que 15/9/2016.
determina o arquivamento do inquérito policial, quando
fundado o pedido do Ministério Público em que o fato nele A alternativa B, C possuem a resposta correta nos incisos I,
apurado não constitui crime, mais que preclusão, produz II e III do art. 67 do CPP. E não impedem o ajuizamento da
coisa julgada material, que – ainda quando emanada a ação civil.
33
Já o item D está incorreto porque Art. 66 do CPP afirma: sigilo nem reserva de conversação. Repercussão geral da
“Não obstante a sentença absolutória no juízo criminal, a matéria (RE 583.397/RJ)"
ação civil poderá ser proposta quando não tiver sido,
categoricamente, reconhecida a inexistência material do O Item II é verdadeiro. Dispõe o art. 157,§1º, do CPP, que
fato.” "são também inadimissíveis as provas derivadas das ilícitas
[...], neste dispositivo fica claro o posicionamento do
A alternativa E está incorreta porque se trata de uma legislador. por meio de lei infraconstitucional, aplicar a
faculdade do juiz. De acordo com parágrafo único do art. 64 chamada Teoria da Árvore dos Frutos Envenenados.
do CPP: “Intentada a ação penal, o juiz da ação civil poderá
suspender o curso desta, até o julgamento definitivo O item III é falso. A prova declarada inadmissível deve ser
daquela.” desentranhada e inutilizada, após preclusão da decisão
respectiva, podendo as partes acompanhar o incidente. BL:
31. O item D é o correto. art. 157, §3º do CPP.

Art. 593, II do CPP- Caberá apelação no prazo de 5 (cinco) 33. A alternativa correta é a letra “D”.
dias das decisões definitivas, ou com força de definitivas,
proferidas por juiz singular nos casos não previstos no A assertiva I está incorreta, conforme o entendimento do
Capítulo anterior. Superior Tribunal de Justiça.

O item A está errado. Serão vendidos em leilão público e Em caso de descumprimento injustificado da pena restritiva
não doados nos termos do Art. 122, CPP: Sem prejuízo do de direitos (ex: prestação pecuniária), o CP prevê, como
disposto nos arts. 120 (restituição e 133, decorrido o prazo consequência, a reconversão da pena restritiva de direitos
de 90 dias, após transitar em julgado a sentença em privativa de liberdade. Logo, o juiz não deve decretar o
condenatória, o juiz decretará, se for o caso, a perda, em arresto dos bens do condenado como forma de
favor da União, das coisas apreendidas e ordenará que cumprimento forçado da pena substitutiva. A possibilidade
sejam vendidas em leilão público. de reconversão da pena já é a medida que, por força
normativa, atribui coercividade à pena restritiva de direitos.
O item B está incorreto. É prova derivada da ilícita que só se STJ. 6ª Turma. REsp 1699665-PR, Rel. Min. Maria Thereza
tem notícia porque, anteriormente, perseguia prova obtida de Assis Moura, julgado em 07/08/2018.
por meio ilícito. Observa-se que a interceptação telefônica
foi devidamente autorizada pelo juiz desse modo o que A assertiva II está correta.
dela derivar será lícito.
O condenado que recebeu pena restritiva de direitos e
O item C está incorreto. Nos termos do Art. 149 do CPP- ainda nem sequer iniciou seu cumprimento não tem o
Quando houver dúvida sobre a integridade mental do direito de escolher cumprir a pena privativa de liberdade
acusado, o juiz ordenará, de ofício ou a requerimento do que foi originalmente imposta. A reconversão da pena
Ministério Público, do defensor, do curador, do ascendente, restritiva de direitos em pena privativa de liberdade
descendente, irmão ou cônjuge do acusado, seja este depende da ocorrência dos requisitos legais
submetido a exame médico-legal. (descumprimento das condições impostas pelo juiz da
condenação), não cabendo ao condenado, que nem sequer
O item E está incorreto. De acordo com Art. 152. do CPP: iniciou o cumprimento da pena, escolher ou decidir a forma
“Se se verificar que a doença mental sobreveio à infração o como pretende cumprir a sanção, pleiteando aquela que
processo continuará suspenso até que o acusado se lhe parece mais cômoda ou conveniente. STJ. 6ª Turma.
restabeleça, observado o § 2o do art. 149.” REsp 1524484-PE, Rel. Min. Reynaldo Soares da Fonseca,
julgado em 17/5/2016 (Info 584).
32. A resposta correta é a alternativa C.
A assertiva III está correta.
O item I é verdadeiro.
O Ministério Público possui legitimidade para propor a
STF HC 91.613/MG - "2. Gravação clandestina (Gravação de cobrança de multa decorrente de sentença penal
conversa telefônica por uminterlocutor sem o condenatória transitada em julgado, com a possibilidade
conhecimento do outro). Licitude da prova.Por mais subsidiária de cobrança pela Fazenda Pública.
relevantes e graves que sejam os fatos apurados, provas
obtidas sem a observância das garantias previstas na ordem (STF. Plenário. AP 470/MG, Rel. Min. Roberto Barroso,
constitucional ou em contrariedade ao disposto em normas julgado em 13/12/2018.
de procedimento não podem ser admitidas no processo;
uma vez juntadas, devem ser excluídas. O presente caso A assertiva IV está correta, nos termos da súmula 527 do
versa sobre a gravação de conversa telefônica por um Superior Tribunal de Justiça.
interlocutor sem o conhecimento de outro, isto é, a
denominada “gravação telefônica” ou “gravação Súmula 527 do STJ: O tempo de duração da medida de
clandestina”. Entendimento do STF no sentido da licitude segurança não deve ultrapassar o limite máximo da pena
da prova, desde que não haja causa legal específica de abstratamente cominada ao delito praticado.

34. A alternativa correta é a letra “C”.


34
Trata-se da nova redação do artigo 158 do Código de A alternativa “D” está incorreta, nos termos do artigo 277
Processo Penal alterada pela Lei 13.721/2018. do Código de Processo Penal.

A alternativa “A” está incorreta, nos termos do artigo 213 Art. 277. O perito nomeado pela autoridade será obrigado
do Código de Processo Penal: a aceitar o encargo, sob pena de multa de cem a
quinhentos mil-réis, salvo escusa atendível.
Art. 213. O juiz não permitirá que a testemunha manifeste
suas apreciações pessoais, salvo quando inseparáveis da A alternativa “E” está incorreta, nos termos do artigo 270
narrativa do fato. do Código de Processo Penal.

A alternativa “B” está incorreta. Art. 270. O corréu no mesmo processo não poderá intervir
como assistente do Ministério Público.
Nos termos do artigo 158 do Código de Processo Penal, é
indispensável o exame de corpo de delito, direto ou 36. A alternativa “D”, está incorreta, sendo, portanto, o
indireto, nas infrações que deixam vestígios (também gabarito da questão.
chamados de crime não transeunte). Entretanto, se
desaparecidos os vestígios, a prova testemunhal poderá De acordo com o entendimento do Superior Tribunal de
suprir a falta do exame, conforme dispõe o artigo 167 do Justiça (informativo 642), diante do trânsito em julgado de
Código de Processo Penal. Contudo, a confissão do acusado duas sentenças contra o mesmo condenado, por fatos
não poderá suprir, sozinha, a falta do exame de corpo de idênticos, deve prevalecer a condenação que transitou em
delito, nos termos do artigo 158, segunda parte, do Código primeiro lugar (STJ. 6ª Turma. RHC 69586-PA, Rel. Min.
de Processo Penal. Sebastião Reis Júnior, Rel. Acd. Min. Rogerio Schietti Cruz).

A alternativa “D” está incorreta, nos termos do artigo 155 A alternativa “A” está correta, conforme dispõe o artigo
do Código de Processo Penal. 384, §1º do Código de Processo Penal.

A alternativa “E” está incorreta, de acordo com a Art. 384. Encerrada a instrução probatória, se entender
jurisprudência do Supremo Tribunal Federal. cabível nova definição jurídica do fato, em consequência de
prova existente nos autos de elemento ou circunstância da
No julgamento do HC 147837/RJ, em 26/02/2019, o infração penal não contida na acusação, o Ministério
Supremo Tribunal Federal fixou o entendimento de que são Público deverá aditar a denúncia ou queixa, no prazo de 5
ilegais as provas obtidas por policial militar que, designado (cinco) dias, se em virtude desta houver sido instaurado o
para coletar dados nas ruas como agente de inteligência, processo em crime de ação pública, reduzindo-se a termo o
passa a atuar, sem autorização judicial, como agente aditamento, quando feito oralmente.
infiltrado em grupo criminoso, determinando o
desentranhamento da infiltração realizada pelo policial § 1o Não procedendo o órgão do Ministério Público ao
militar e dos depoimentos por ele prestados em sede aditamento, aplica-se o art. 28 deste Código.
policial e em juízo.
A alternativa “B” está correta, nos termos do artigo 389 do
35. A alternativa correta é a letra “B”, nos termos da Código de Processo Penal.
súmula 448 do Supremo Tribunal Federal.
A alternativa “C” está correta, de acordo com a súmula 453
Súmula 448 do STF: “O prazo para o assistente recorrer, do Supremo Tribunal Federa.
supletivamente, começa a correr imediatamente após o
transcurso do prazo do Ministério Público.” Súmula 453 do STF: Não se aplicam à segunda instância o
art. 384 e parágrafo único do Código de Processo Penal,
A alternativa “A” está incorreta, nos termos do artigo 252 que possibilitam dar nova definição jurídica ao fato
do Código de Processo Penal. delituoso, em virtude de circunstância elementar não
contida, explícita ou implicitamente, na denúncia ou
Art. 252. O juiz não poderá exercer jurisdição no processo queixa.
em que:
A alternativa “E” está correta, conforme o artigo 385 do
I - tiver funcionado seu cônjuge ou parente, consanguíneo Código de Processo Penal.
ou afim, em linha reta ou colateral até o terceiro grau,
inclusive, como defensor ou advogado, órgão do Ministério Art. 385. Nos crimes de ação pública, o juiz poderá proferir
Público, autoridade policial, auxiliar da justiça ou perito; sentença condenatória, ainda que o Ministério Público
tenha opinado pela absolvição, bem como reconhecer
A alternativa “C” está incorreta, nos termos do artigo 273 agravantes, embora nenhuma tenha sido alegada.
do Código de Processo Penal.
37. A alternativa correta é a letra “B”.
Art. 273. Do despacho que admitir, ou não, o assistente,
não caberá recurso, devendo, entretanto, constar dos autos A alternativa I está correta, nos termos da súmula 455 do
o pedido e a decisão. Superior Tribunal de Justiça.

35
A alternativa II está correta, nos termos do artigo 2º, §2º da amparada em fatos concretos, e não apenas em hipóteses
Lei 9.613/98. ou conjecturas, na gravidade do crime ou em razão de seu
caráter hediondo.
A alternativa III está incorreta. O Superior Tribunal de
Justiça entende que não há direito subjetivo das partes de A alternativa “E” está correta, nos termos do artigo 316 do
conversão dos debates orais em memoriais (STJ. 6ª Turma. Código de Processo Penal.
RMS 33922/RN, Rel. Min. Nefi Cordeiro).
40. A alternativa correta é a letra “E”.
A alternativa IV está incorreta, uma vez que o artigo 296 do
Código de Processo Penal determina que: “nos A assertiva I está incorreta, pois, na hipótese de
procedimentos ordinário e sumário, oferecida a denúncia representação da autoridade policial, o Juiz, antes de
ou queixa, o juiz, se não a rejeitar liminarmente, recebê-la- decidir, ouvirá o Ministério Público, conforme determina o
á e ordenará a citação do acusado para responder à artigo 1º, §1º da Lei 7.960.
acusação, por escrito, no prazo de 10 dias”.
A assertiva II está incorreta, pois o prazo é de 5 dias
38. A assertiva incorreta é a letra “A”, sendo, portanto, o prorrogável por igual período em caso de extrema e
gabarito da questão. comprovada necessidade.

O juiz pode relaxar a prisão em flagrante, eis que ausentes A assertiva III está incorreta, porque nos termos do art. 3º
os requisitos desta. Mas, sendo necessária a prisão da Lei 7.960, os presos temporários deverão permanecer,
preventiva, esta poderá ser decretada. obrigatoriamente, separados dos demais detentos.

A alternativa “B” está correta conforme redação do art. 301 41. A única hipótese que não está prevista no art 2º da Lei
da Lei 9.503/1997. nº 9296/96 é a alternativa D.

A alternativa “C” está correta, conforme o artigo 303 do 42. A alternativa A está incorreta, pois §2º do Art. 2º da lei
Código de Processo Penal. diz que é durante a investigação criminal e na durante
a ação penal.
A alternativa “D” está correta de acordo com o
entendimento do Superior Tribunal de Justiça (HC A alternativa B está incorreta, considerando que também é
421.954/SP, Rel. Min. Reynaldo Soares da Fonseca, julgado possível a avocação nas hipóteses de inobservância dos
em 22/03/2018). procedimentos previstos em regulamento da corporação
que prejudique a eficácia da investigação.
De acordo com o artigo 301 do Código de Processo Penal,
qualquer do povo poderá prender quem quer que seja A alternativa C está incorreta. De acordo com §5º do art. 2º
encontrado em flagrante delito. : “A remoção do delegado de polícia dar-se-á somente por
ato fundamentado.”
A alternativa “E” está correta, nos termos do artigo 306 do
Código de Processo Penal. A alternativa D está incorreta. São atividade de natureza
jurídica, nos termos do caput do art 2º da Lei.
39. A alternativa “D” está incorreta, sendo, portanto, o
gabarito da questão. A alternativa E está correta, de acordo com o art. 2º, §6º da
Lei 12.830/13.
A alternativa é o oposto do que dispõe a súmula 64 do STJ:
“Não Constitui constrangimento ilegal o excesso de prazo 43. A alternativa que deve ser assinalada é a letra “E”.
na instrução, provocado pela defesa”.
O princípio da verdade real é uma construção doutrinária
A alternativa “A” está correta, conforme dispõe o artigo não prevista na Constituição Federal.
318-A do Código de Processo Penal incluído pela Lei
13.769/2018. Princípio do juiz natural: artigo 5º, LIII, da Constituição
Federal:
A alternativa “B” está correta, conforme o artigo 312 do
Código de Processo Penal. Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de
qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos
A alternativa “C” está correta, conforme o entendimento estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à
do Supremo Tribunal Federal (informativo 914). Para a vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade,
decretação da prisão preventiva, o art. 312 do CPP exige a nos termos seguintes:
prova da existência do crime. O decreto prisional é,
portanto, ilegal se descreve a conduta do paciente de LIII - ninguém será processado nem sentenciado senão pela
forma genérica e imprecisa e não deixa claro, em nenhum autoridade competente.
momento, os delitos a ele imputáveis e que justificariam a
prisão preventiva. A liberdade de um indivíduo suspeito da Princípio do contraditório e da ampla defesa: artigo 5º, LV,
prática de infração penal somente pode sofrer restrições se da Constituição Federal:
houver decisão judicial devidamente fundamentada,

36
LV - aos litigantes, em processo judicial ou administrativo, e 45. A alternativa “B” está incorreta e é o gabarito da
aos acusados em geral são assegurados o contraditório e questão.
ampla defesa, com os meios e recursos a ela inerentes.
Nos termos da súmula 524 do Supremo Tribunal Federal:
Princípio da não obtenção de provas por meio ilícito: artigo
5º, LVI, da Constituição Federal: Súmula 524 do STF: Arquivado o inquérito policial, por
despacho do juiz, a requerimento do Promotor de Justiça,
LVI - são inadmissíveis, no processo, as provas obtidas por não pode a ação penal ser iniciada sem provas novas.
meios ilícitos;
A alternativa “A” está correta, nos termos da súmula
Princípio da presunção de inocência: artigo 5º, LVII, da vinculante n. 14 do Supremo Tribunal Federal. Súmula
Constituição Federal: Vinculante 14 do STF: É direito do defensor, no interesse do
representado, ter acesso amplo aos elementos de prova
LVII - ninguém será considerado culpado até o trânsito em que, já documentados em procedimento investigatório
julgado de sentença penal condenatória. realizado por órgão com competência de polícia judiciária,
digam respeito ao exercício do direito de defesa.
44. A alternativa correta é a letra “D”
A alternativa “C” está correta, nos termos da súmula
A assertiva I está correta. vinculante n. 11 do Supremo Tribunal Federal:
Não é necessária a intimação prévia da defesa técnica do SV nº 11: Só é lícito o uso de algemas em casos de
investigado para a tomada de depoimentos orais na fase de resistência e de fundado receio de fuga ou de perigo à
inquérito policial. Não haverá nulidade dos atos processuais integridade física própria ou alheia, por parte do preso ou
caso essa intimação não ocorra. O inquérito policial é um de terceiros, justificada a excepcionalidade por escrito, sob
procedimento informativo, de natureza inquisitorial, pena de responsabilidade disciplinar civil e penal do agente
destinado precipuamente à formação da opinio delicti do ou da autoridade e de nulidade da prisão ou do ato
órgão acusatório. Logo, no inquérito há uma regular processual a que se refere, sem prejuízo da
mitigação das garantias do contraditório e da ampla defesa. responsabilidade civil do Estado.
Esse entendimento justifica-se porque os elementos de
informação colhidos no inquérito não se prestam, por si A alternativa “D” está correta, nos termos da súmula 594
sós, a fundamentar uma condenação criminal. A Lei nº do Supremo Tribunal Federal:
13.245/2016 implicou um reforço das prerrogativas da
defesa técnica, sem, contudo, conferir ao advogado o Súmula 594 do STF: Os direitos de queixa e de
direito subjetivo de intimação prévia e tempestiva do representação podem ser exercidos, independentemente,
calendário de inquirições a ser definido pela autoridade pelo ofendido ou por seu representante legal.
policial. STF. 2ª Turma. Pet 7612/DF, Rel. Min. Edson
Fachin, julgado em 12/03/2019 A alternativa “E” está correta, nos termos da súmula 714 do
Supremo Tribunal Federal:
A assertiva II está incorreta.
Súmula 714 do STF: É concorrente a legitimidade do
Não é permitido o ingresso na residência do indivíduo pelo ofendido, mediante queixa, e do Ministério Público,
simples fato de haver denúncias anônimas e ele ter fugido condicionada à representação do ofendido, para ação penal
da polícia. por crime contra a honra de servidor público em razão do
exercício de suas funções.
A existência de denúncias anônimas somada à fuga do
acusado, por si sós, não configuram fundadas razões a 46. A alternativa correta é a letra “A”.
autorizar o ingresso policial no domicílio do acusado sem o
seu consentimento ou determinação judicial. STJ. 6ª Turma. A assertiva I está correta.
RHC 83501-SP, Rel. Min. Nefi Cordeiro, julgado em
06/03/2018. No momento da denúncia, prevalece o princípio do in dubio
pro societate. STF. 1ª Turma. Inq 4506/DF, rel. Min. Marco
A assertiva está III está correta. Aurélio, red. p/ o ac. Min. Roberto Barroso, julgado em
17/04/2018
A suspeição de autoridade policial não é motivo de
nulidade do processo, pois o inquérito é mera peça A assertiva II está correta.
informativa, de que se serve o Ministério Público para o
início da ação penal. Assim, é inviável a anulação do Verificado empate no julgamento de ação penal, deve
processo penal por alegada irregularidade no inquérito, prevalecer a decisão mais favorável ao réu. Esse mesmo
pois, segundo jurisprudência firmada no STF, as nulidades entendimento deve ser aplicado em caso de empate no
processuais estão relacionadas apenas a defeitos de ordem julgamento dos embargos de declaração opostos contra o
jurídica pelos quais são afetados os atos praticados ao acórdão que julgou a ação penal. Terminando o julgamento
longo da ação penal condenatória. STF. 2ª Turma. RHC dos embargos empatado, aplica-se a decisão mais favorável
131450/DF, Rel. Min. Cármen Lúcia, julgado em 3/5/2016. ao réu. STF. Plenário.AP 565 ED-ED/RO, Rel. Min. Cármen
Lúcia, red. p/ o ac. Min. Dias Toffoli, julgado em 14/12/2017

37
A assertiva III está correta. crimes conexos de competência federal e estadual, não se
aplicando a regra do art. 78, ii, "a", do Código de Processo
A denúncia contra Prefeito por crime ocorrido em licitação Penal.
municipal deve indicar, ao menos minimamente, que o
acusado tenha tido participação ou conhecimento dos fatos 48. A alternativa correta é a letra “D”.
supostamente ilícitos. O Prefeito não pode ser incluído
entre os acusados unicamente em razão da função pública A assertiva I está correta, nos termos da súmula 366 do
que ocupa, sob pena de violação à responsabilidade penal Supremo Tribunal Federal.
subjetiva, na qual não se admite a responsabilidade
presumida. STF. 1ª Turma. AP 912/PB, Rel. Min. Luiz Fux, Súmula 366 do STF: Não é nula a citação por edital que
julgado em 7/3/2017 indica o dispositivo da lei penal, embora não transcreva a
denúncia ou queixa, ou não resuma os fatos em que se
A assertiva IV está correta. baseia.

O princípio geral da sucumbência é aplicável no âmbito do A assertiva II está correta, nos termos da súmula 351 do
processo penal quando se tratar de ação penal privada. Em STF:
outras palavras, é possível haver condenação em
honorários advocatícios em ação penal privada. Assim, Súmula 351 do STF: É nula a citação por edital de réu preso
julgada improcedente a queixa-crime, é cabível a na mesma unidade da federação em que o juiz exerce a sua
condenação do querelante ao pagamento dos honorários jurisdição.
sucumbenciais ao advogado do querelado. Conclusão que
A assertiva III está incorreta, nos termos do artigo 362 do
se extrai da incidência dos princípios da sucumbência e da
Código de Processo Penal:
causalidade, o que permite a aplicação analógica do art. 85
do CPC/2015, conforme previsão constante no art. 3º do Art. 362. Verificando que o réu se oculta para não ser
CPP. STJ. 5ª Turma. AgRg no AREsp 992.183/DF, Rel. Min. citado, o oficial de justiça certificará a ocorrência e
Joel Ilan Paciornik, julgado em 07/06/2018. STJ. Corte procederá à citação com hora certa, na forma estabelecida
Especial. EDcl na APn 881/DF, Rel. Min. Og Fernandes, nos arts. 227 a 229 da Lei no 5.869, de 11 de janeiro de
julgado em 03/10/2018. 1973 - Código de Processo Civil.
47. A alternativa incorreta e, portanto, gabarito da questão Parágrafo único. Completada a citação com hora certa, se o
é a letra “C”. acusado não comparecer, ser-lhe-á nomeado defensor
dativo.
Nos termos da súmula 140 do STJ:
49. A alternativa correta é a letra “A”.
Súmula 140 do STJ: Compete a Justiça Comum Estadual
processar e julgar crime em que o indígena figure como A assertiva I está incorreta, nos termos do artigo 78, IV, do
autor ou vitima. CPP:
A Justiça Federal é competente quando envolver disputa de Art. 78. Na determinação da competência por conexão ou
terras indígenas. A alternativa “A” está correta, nos termos continência, serão observadas as seguintes regras:
da súmula 208 do STJ.
IV - no concurso entre a jurisdição comum e a especial,
Súmula 208 do STJ: Compete a Justiça Federal processar e prevalecerá esta.
julgar prefeito municipal por desvio de verba sujeita a
prestação de contas perante órgão federal. A assertiva II está incorreta, nos termos do artigo 78, II, “a”,
do CPP:
A alternativa “B” está correta, nos termos da súmula 209 do
STJ: Art. 78. Na determinação da competência por conexão ou
continência, serão observadas as seguintes regras:
Súmula 209 do STJ: compete a Justiça Estadual processar e
julgar prefeito por desvio de verba transferida e I - no concurso entre a competência do júri e a de outro
incorporada ao patrimônio municipal. órgão da jurisdição comum, prevalecerá a competência do
júri;
A alternativa “D” está correta, nos termos da súmula 38 do
STJ: Il - no concurso de jurisdições da mesma categoria:

Súmula 38 do STJ: compete a Justiça Estadual Comum, na a) preponderará a do lugar da infração, à qual for cominada
vigência da constituição de1988, o processo por a pena mais grave;
contravenção penal, ainda que praticada emdetrimento de
bens, serviços ou interesse da união ou de suas entidades. b) prevalecerá a do lugar em que houver ocorrido o maior
número de infrações, se as respectivas penas forem de
A alternativa “E” está correta, nos termos da súmula 122 do igual gravidade;
Superior Tribunal de Justiça. Súmula 122 do STJ: compete a
Justiça Federal o processo e julgamento unificado dos
38
c) firmar-se-á a competência pela prevenção, nos outros O poder disciplinar não permite o sancionamento da
casos. conduta de particulares mas somente daqueles que possui
alguma relação com a Administração (servidores ou
III - no concurso de jurisdições de diversas categorias, contratados).
predominará a de maior graduação;
54. Alternativa E é a correta.
IV - no concurso entre a jurisdição comum e a especial,
prevalecerá esta. Porque na descentralização, o Estado transfere a
titularidade do serviço público para entidades (autarquias,
A alternativa III está incorreta, nos termos da súmula 235 fundações públicas, empresas públicas e sociedades de
do STJ: A conexão não determina a reunião dos processos, economia mista), mediante outorga.
se um deles já foi julgado.
A alternativa A está incorreta porque é a DEScentralização
50. A alternativa correta é a letra “A”. que há a criação de novas pessoas jurídicas. Já a
desconcentração se dá entre órgãos do mesmo ente.
Nos termos do artigo 239 do Código de Processo Penal.
Sobre a alternativa B, o erro da assertiva consiste em se
Art. 239. Considera-se indício a circunstância conhecida e falar de delegação de "atividade administrativa" a uma
provada, que, tendo relação com o fato, autorize, por pessoa física. O que se delega com a autorização é a
indução, concluir-se a existência de outra ou outras "execução de um serviço público”.
circunstâncias.
A alternativa C está incorreta porque desconcentração
DIREITO ADMINISTRATIVO refere-se à repartição de funções entre órgãos de mesma
hierarquia.
51. A Alternativa E é a correta.
A alternativa D está errada porque o Estado, também,
De acordo com a Súmula 679 do STF: “A fixação de
pode delegar serviços públicos para particulares por meio
vencimentos dos servidores públicos não pode ser objeto
de contrato (concessão e permissão) ou por ato
de convenção coletiva.”
administrativo (autorização). Essa modalidade é entendida
O erro da alternativa A está em que são revogados os atos como descentralização por colaboração
por conveniência e a anulados por ilegalidade.
55. Alternativa C está correta.
Sobre a alternativa B O exame psicotécnico só é possível
De acordo com inciso II do Art. 13 da lei 9784/99.
quando previsto em lei, não basta no edital. "Só por lei se
pode sujeitar a exame psicotécnico a habilitação de A alternativa A e B estão incorretas. Pois, o art. 9º incisos I e
candidato a cargo público" (Súmula vinculante 44-STF). II da Lei n 9784/99 prevê como legitimados tanto os
titulares dos direitos como aqueles que tem direitos ou
Sobre a alternativa C, Súmula 14, STF : Não é admissível,
interesses que possam ser afetados pela decisão a ser
por ato administrativo, restringir, em razão da idade,
adotada no processo.
inscrição em concurso para cargo público.
A Alternativa D está incorreta. Art. 14. O ato de delegação e
Sobre a alternativa D, é cediço que a Administração pública
sua revogação deverão ser publicados no meio oficial.
através do poder da autotutela pode anular seus atos,
independentemente de prestação jurisdicional. A alternativa E está incorreta. De acordo com o art. 17 da
Lei de Processo Administrativo: “Art. 17. Inexistindo
52. A alternativa, incorreta é a D.
competência legal específica, o processo administrativo
Pois, ao final fala “em particular de um determinado deverá ser iniciado perante a autoridade de MENOR grau
grupo”, quando o princípio impede essa atitude, de hierárquico para decidir.”
privilegiar determinado grupo.
56. A resposta A está incorreta.
As demais alternativas, correspondem aos respectivos
De acordo com jurisprudência dominante, não há
princípios.
necessidade de provar dilapidação patrimonial, pois o
53. Resposta correta é a alternativa C. periculum in mora é presumido, vejamos:

Sobre as demais alternativas incorretas. Alternativa A, o “(...). IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. INDISPONIBILIDADE


silêncio administrativo é espécie do gênero abuso de poder DE BENS. ART. 7º DA LEI 8.429/1992. VIOLAÇÃO
que consiste numa omissão indevida da Administração. CONFIGURADA. PERICULUM IN MORA PRESUMIDO. 1.
Trata-se, originariamente, de Ação que visa ao
Alternativa B, somente o motivo e objeto que são reconhecimento de improbidade administrativa por
elementos discricionários. irregularidade na prestação de contas referentes ao
repasse de recursos financeiros de verbas destinadas a
custear transporte escolar e merenda (PNAE E PNATE), com

39
prejuízo de aproximadamente R$ 500 mil (valores de levando-se em conta, ainda, o potencial valor de multa
outubro de 2009). A indisponibilidade de bens foi civil" (STJ, AgRg no REsp 1.260.737/RJ, Rel. Ministro SÉRGIO
indeferida na origem, por ausência de periculum in mora. 2. KUKINA, PRIMEIRA TURMA, DJe de 25/11/2014). IV. O
Assente na Segunda Turma do STJ o entendimento de que a acórdão de 2º Grau - em conformidade com a
decretação de indisponibilidade dos bens não está jurisprudência dominante desta Corte - deu provimento ao
condicionada à comprovação de dilapidação efetiva ou Agravo de Instrumento do Parquet estadual, para ampliar
iminente de patrimônio, porquanto visa, justamente, a decretação da indisponibilidade de bens dos réus, a fim de
evitar dilapidação patrimonial. Posição contrária tornaria alcançar o valor de eventual multa civil. Incidência da
difícil, e muitas vezes inócua, a efetivação da Medida Súmula 83/STJ, in verbis: "não se conhece do recurso
Cautelar em foco. O periculum in mora é considerado especial pela divergência, quando a orientação do Tribunal
implícito. 3. Recurso Especial provido para conceder a se firmou no mesmo sentido da decisão recorrida." V.
medida de indisponibilidade de bens. (REsp 1343371 AM Agravo interno improvido. (AgInt no AREsp 913.481/MT,
2012/0189961-5, relator Ministro Herman Benjamin, 2ª Rel. Ministra ASSUSETE MAGALHÃES, SEGUNDA TURMA,
Turma, julgado em 18/04/2013).” DJe 28/9/2016).

A alternativa B está incorreta. A jurisprudência do Superior A alternativa D está correta. Vejamos, julgado do STJ sobre
Tribunal de Justiça ressoa na direção da inclusão da multa o tema:
civil:
PROCESSUAL CIVIL E ADMINISTRATIVO. AÇÃO CIVIL
(...) INDISPONIBILIDADE DOS BENS LIMITADA AO PÚBLICA. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. MEDIDA
RESSARCIMENTO INTEGRAL DO DANO AO ERÁRIO. (...). 3. CAUTELAR INCIDENTAL. INDISPONIBILIDADE E SEQÜESTRO
Nos casos de improbidade administrativa, a DE BENS ANTES DO RECEBIMENTO DA PETIÇÃO INICIAL.
responsabilidade é solidária até a instrução final do feito, POSSIBILIDADE. 1. É possível a determinação de
momento em que se delimitará a quota de indisponibilidade e seqüestro de bens, para fins e assegurar
responsabilidade de cada agente para a dosimetria da o ressarcimento ao Erário, antes do recebimento da petição
pena. 4. É entendimento assente no âmbito desta Corte inicial da Ação de Improbidade. Precedente do STJ. 2. O
que, conforme o artigo 7º, parágrafo único, da Lei n. fato de a Lei 8.429/1992 prever contraditório prévio ao
8.429/92, a indisponibilidade dos bens deve ser limitada ao recebimento da petição inicial (art. 17, §§ 7º e 8º) não
valor que assegure o integral ressarcimento ao erário e do restringe o cabimento de tais medidas, que têm amparo em
valor de eventual multa civil. (...). (AgRg nos EDcl no Ag seus arts. 7º e 16 e no poder geral de cautela do
587748 PR, 2ª Turma, relator Ministro Humberto Martins, magistrado, passível de ser exercido mesmo inaudita altera
julgado em 15/10/2009). pars (art. 804 do CPC). Afasta-se o óbice consignado no
acórdão recorrido, cabendo à instância ordinária verificar a
A alternativa C está incorreta, pois a indisponibilidade pode presença dos requisitos ensejadores das medidas
recair sobre bens adquiridos tanto antes quanto depois da cautelares buscadas. 4. Recurso Especial parcialmente
prática do ato de improbidade. Em outro julgado, STJ provido.
reconhece possibilidade da medida abranger bens
adquiridos assim como para pagamento da multa civil: Sobre a possibilidade da decretação de indisponibilidade
inaudita autera pars, faz sentido pois poderia ser que a
ADMINISTRATIVO E PROCESSUAL CIVIL. AGRAVO INTERNO medida fosse frustrada se o réu fosse avisado antes que
NO AGRAVO EM RECURSO ESPECIAL. IMPROBIDADE seus bens seriam bloqueados, nesse sentido:
ADMINISTRATIVA. ART. 7º DA LEI 8.429/92.
INDISPONIBILIDADE DE BENS. VALOR DO DANO AO ERÁRIO, “PROCESSUAL CIVIL E ADMINISTRATIVO. AÇÃO CIVIL
ACRESCIDO DO VALOR DE POSSÍVEL MULTA CIVIL. PÚBLICA. IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA.
POSSIBILIDADE. ACÓRDÃO DO TRIBUNAL DE ORIGEM EM INDISPONIBILIDADE DE BENS. INAUDITA ALTERA PARS.
CONSONÂNCIA COM A JURISPRUDÊNCIA DESTA CORTE. POSSIBILIDADE. AGRAVO DE INSTRUMENTO. INTIMAÇÃO
SÚMULA 83/STJ. AGRAVO INTERNO IMPROVIDO. I. Agravo PARA O OFERECIMENTO DE CONTRARRAZÕES.
interno, interposto em 29/07/2016, contra decisão DESNECESSIDADE. RELAÇÃO PROCESSUAL AINDA NÃO
monocrática, publicada em 28/06/2016. II. Na origem, FORMADA. 1. Cuida-se, na origem, de Agravo de
trata-se de Agravo de Instrumento, interposto pelo Instrumento interposto contra decisão que, nos autos da
Ministério Público estadual, em face de decisão que, em Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público do
sede de ação civil pública por ato de improbidade Estado de São Paulo por supostos atos de improbidade
administrativa, proposta em desfavor do ora agravante e administrativa, deferiu parcialmente a liminar de
outros, indeferiu o pedido de ampliação da indisponibilidade de bens dos recorrentes para que o
indisponibilidade dos bens, para alcançar também o valor bloqueio de ativos se restringisse aos imóveis e eventuais
correspondente à multa civil. III. Com efeito, "o Superior veículos das pessoas jurídicas envolvidas. 2. O Tribunal de
Tribunal de Justiça, ao interpretar o art. 7º da Lei nº origem reformou decisão do Juízo a quo para estender a
8.429/92, tem decidido que, por ser medida de caráter indisponibilidade a todos os réus (inclusive pessoas físicas),
assecuratório, a decretação de indisponibilidade de bens, incidindo sobre a totalidade do patrimônio de cada um
ainda que adquiridos anteriormente à prática do suposto (fl.3.223, e-STJ). 3. Os recorrentes, nas razões de seu
ato de improbidade, deve incidir sobre quantos bens se Recurso Especial, defendem a nulidade do decisum, em
façam necessários ao integral ressarcimento do dano, razão da ausência de intimação para responder ao Agravo

40
de Instrumento. Alegam que ser "admissível a dispensa de Fernando Ferreira Baltar Neto explica corretamente sobre a
intimação dos agravados apenas (e exclusivamente) nos teoria do risco administrativo: “Essa teoria possui como
casos em que o recurso é julgado improcedente pelo fundamento o princípio da isonomia e da igualdade dos
Tribunal de Justiça Estadual" (fl. 3.313, e-STJ). 4. "Em sendo ônus e bônus sociais decorrentes da atuação do Estado,
possível a concessão de medida cautelar sem a prévia oitiva devendo eventuais prejuízos ser repartidos por toda a
da parte contrária, não há óbice a que, em sede de agravo sociedade, haja vista ser a coletividade beneficiada com a
de instrumento, seja dado provimento ao recurso para o prestação dos serviços públicos. Percebeu-se que, ainda
fim de conceder a medida restritiva, momento a partir do que o Estado atue de forma legítima, isto é, que seus
qual a parte prejudicada terá ciência do processo e estará agentes não tenham a intenção (dolo) de causar prejuízo,
habilitada a praticar os meios processuais cabíveis" (AgInt nem tenham agido com negligência ou imperícia (culpa),
no AREsp 720.582/MG, Rel. Ministro Sérgio Kukina, caso essa atuação estatal venha a causar prejuízo a um ou
Primeira Turma, julgado em 5/6/2018, DJe 8/6/2018). 5. alguns poucos, esse prejuízo deve ser suportado pela
Recurso Especial não provido. (REsp 1758253/SP, Rel. Fazenda Pública, em face do risco inerente à atividade
Ministro HERMAN BENJAMIN, SEGUNDA TURMA, julgado pública que, buscando propiciar benefícios para a
em 16/10/2018, DJe 21/02/2019)” coletividade, pode, de forma legítima, causar prejuízo a
alguns, estando, nesse caso, obrigada a reparar o dano
57. A resposta é a letra “B”. desde que o evento lesivo não tenha decorrido da conduta
do lesado”.
A alternativa A está incorreta porque o inadimplemento do
usuário é uma das hipóteses previstas em para a No caso narrado no enunciado, o Estado poderá comprovar
interrupção da prestação de serviço, art. 6º,§ 3º,II, 8987. que o dano causado é decorrente da conduta exclusiva de
João, que trafegava em velocidade acima da permitida e
A alternativa C está incorreta, de acordo com L8987, Art. ainda na via contrária da direção, excluindo, portanto, a
9º, § 3o : “Ressalvados os impostos sobre a renda, a responsabilidade Estatal pelo evento danoso.
criação, alteração ou extinção de quaisquer tributos ou
encargos legais, após a apresentação da proposta, quando Importante consignar que o atual entendimento dos
comprovado seu impacto, implicará a revisão da tarifa, para Tribunais Superiores é de que a responsabilidade civil
mais ou para menos, conforme o caso.” objetiva do Estado, com direito de regresso em face do
agente público que agir com culpa ou dolo, é também uma
A alternativa B está correta, termos do §1º do art. 9º da Lei norma protetiva do agente público de ações promovidas
8987/1995. diretamente pelo particular. Entretanto, ressaltava-se um
entendimento minoritário no sentido contrário, ou seja, no
A alternativa D está incorreta. L8987, Art. 37 :“Considera-se
sentido de que seria possível a vítima do dano ajuizar a
encampação a retomada do serviço pelo poder concedente
ação de indenização contra o Estado ou diretamente contra
durante o prazo da concessão, por motivo de interesse
o agente público.
público, mediante lei autorizativa específica e após prévio
pagamento da indenização, na forma do artigo anterior.” Ademais, nos termos do artigo 37, §6º da Constituição
Federal, não há qualquer óbice para responsabilidade civil
A alternativa E está incorreta. Art. 25 da L8987 diz :
do Estado por dano moral ocasionado.
“Incumbe à concessionária a execução do serviço
concedido, cabendo-lhe responder por todos os prejuízos 59. A alternativa “E” está incorreta, sendo, portanto, o
causados ao poder concedente, aos usuários ou a terceiros, gabarito da questão.
sem que a fiscalização exercida pelo órgão competente
exclua ou atenue essa responsabilidade.” A demora injustificada da Administração em analisar o
pedido de aposentadoria do servidor público gera o dever
58. A alternativa correta é a letra “D”. de indenizá-lo, considerando que, por causa disso, ele foi
obrigado a continuar exercendo suas funções por mais
Nos termos do artigo 37, §6º da Constituição Federal, a
tempo do que o necessário. Exemplo de demora excessiva:
responsabilidade civil do Estado é objetiva e fundada na
mais de 1 ano. STJ. 2ª Turma. AgRg no REsp 1469301/SC,
teoria do risco administrativo.
Rel. Min. Assusete Magalhães, julgado em 21/10/2014. STJ.
Art. 37. A administração pública direta e indireta de 1ª Turma. AgInt no AREsp 483398/PR, Rel. Min. Benedito
qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Gonçalves, julgado em 11/10/2016.
Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de
A alternativa “A” está correta.
legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e
eficiência e, também, ao seguinte: O Estado responde, objetivamente, pelos atos dos tabeliães
e registradores oficiais que, no exercício de suas funções,
§ 6º As pessoas jurídicas de direito público e as de direito
causem dano a terceiros, assentado o dever de regresso
privado prestadoras de serviços públicos responderão pelos
contra o responsável, nos casos de dolo ou culpa, sob pena
danos que seus agentes, nessa qualidade, causarem a
de improbidade administrativa. O Estado possui
terceiros, assegurado o direito de regresso contra o
responsabilidade civil direta, primária e objetiva pelos
responsável nos casos de dolo ou culpa.
danos que notários e oficiais de registro, no exercício de
serviço público por delegação, causem a terceiros. STF.
41
Plenário. RE 842846/RJ, Rel. Min. Luiz Fux, julgado em Constituição, a obrigação de ressarcir os danos, inclusive
27/2/2019 (repercussão geral) (Info 932). morais, comprovadamente causados aos detentos em
decorrência da falta ou insuficiência das condições legais de
A alternativa “B” está correta. encarceramento. STF. Plenário. RE 580252/MS, rel. orig.
Min. Teori Zavascki, red. p/ o ac. Min. Gilmar Mendes,
O Ministério da Fazenda editou a Portaria nº 492/1994, julgado em 16/2/2017 (repercussão geral) (Info 854).
reduzindo de 30% para 20% a alíquota do imposto de
importação dos brinquedos em geral.Com a redução da 60. A alternativa correta é a letra “A”.
alíquota, houve a entrada de um enorme volume de
brinquedos importados no Brasil, oriundos especialmente O Tribunal de Contas dos Estados exerce o controle externo
da China, sendo estes bem mais baratos que os nacionais. da Administração Pública, de modo que o artigo 31 da
Como resultado, várias indústrias de brinquedos no Brasil Constituição Federal disciplina a matéria, respondendo
foram à falência e, mesmo as que permaneceram, sofreram corretamente todas as assertivas da questão.
grandes prejuízos. Uma famosa indústria de brinquedos
ingressou com ação contra a União afirmando que a Art. 31. A fiscalização do Município será exercida pelo
Portaria, apesar de ser um ato lícito, gerou prejuízos e que, Poder Legislativo Municipal, mediante controle externo, e
portanto, o Poder Público deveria ser condenado a pelos sistemas de controle interno do Poder Executivo
indenizá-la. O STJ não concordou com o pedido. Não se Municipal, na forma da lei.
verifica o dever do Estado de indenizar eventuais prejuízos
financeiros do setor privado decorrentes da alteração de § 1º O controle externo da Câmara Municipal será exercido
política econômico-tributária no caso de o ente público não com o auxílio dos Tribunais de Contas dos Estados ou do
ter se comprometido, formal e previamente, por meio de Município ou dos Conselhos ou Tribunais de Contas dos
determinado planejamento específico. A referida Portaria Municípios, onde houver.
tinha finalidade extrafiscal e a possibilidade de alteração
§ 2º O parecer prévio, emitido pelo órgão competente
das alíquotas do imposto de importação decorre do próprio
sobre as contas que o Prefeito deve anualmente prestar, só
ordenamento jurídico, não havendo que se falar em quebra
deixará de prevalecer por decisão de dois terços dos
do princípio da confiança. O impacto econômico-financeiro
membros da Câmara Municipal.
sobre a produção e a comercialização de mercadorias pelas
sociedades empresárias causado pela alteração da alíquota § 3º As contas dos Municípios ficarão, durante sessenta
de tributos decorre do risco da atividade próprio da álea dias, anualmente, à disposição de qualquer contribuinte,
econômica de cada ramo produtivo. Não havia direito para exame e apreciação, o qual poderá questionar-lhes a
subjetivo da indústria quanto à manutenção da alíquota do legitimidade, nos termos da lei.
imposto de importação. STJ. 1ª Turma. REsp 1492832-DF,
Rel. Min. Gurgel de Faria, julgado em 04/09/2018 (Info § 4º É vedada a criação de Tribunais, Conselhos ou órgãos
634). de Contas Municipais.

A alternativa “C” está correta. 61. A alternativa correta é a letra “E”.

Concessionária de rodovia não responde por roubo e A assertiva I está correta. Os Conselhos Federais e
sequestro ocorridos nas dependências de estabelecimento Regionais de fiscalização são autarquias especiais.
por ela mantido para a utilização de usuários. A segurança
que a concessionária deve fornecer aos usuários diz AGRAVO DE PETIÇÃO - EXECUTADO - CONSELHO REGIONAL
respeito ao bom estado de conservação e sinalização da DE CONTABILIDADE - AUTARQUIA ESPECIAL -
rodovia. Não tem, contudo, como a concessionária garantir EQUIPARAÇÃO À FAZENDA PÚBLICA - IMPENHORABILIDADE
segurança privada ao longo da estrada, mesmo que seja em DOS BENS - EXECUÇÃO VIA PRECATÓRIO. Os Conselhos
postos de pedágio ou de atendimento ao usuário. O roubo Profissionais possuem personalidade jurídica de direito
com emprego de arma de fogo é considerado um fato de público. O art. 58 da Lei 9.649/98 que conferia natureza
terceiro equiparável a força maior, que exclui o dever de jurídica de direito privado às entidades de fiscalização de
indenizar. Trata-se de fato inevitável e irresistível e, assim, profissões foi declarado inconstitucional pelo STF, no
gera uma impossibilidade absoluta de não ocorrência do julgamento da ADIn nº 1717/DF. Assim, a execução movida
dano. STJ. 3ª Turma. REsp 1749941-PR, Rel. Min. Nancy contra os conselhos profissionais deve seguir o rito próprio
Andrighi, julgado em 04/12/2018 (Info 640). Cuidado. O STF das execuções contra a Fazenda Pública, haja vista
já reconheceu a responsabilidade civil da concessionária definirem-se tais conselhos como entidades autárquicas,
que administra a rodovia por FURTO ocorrido em seu pátio: dotadas, assim, de personalidade jurídica de direito público,
STF. 1ª Turma. RE 598356/SP, Rel. Min. Marco Aurélio, cujo patrimônio é impenhorável. Agravo de Petição
julgado em 8/5/2018 (Info 901). conhecido e parcialmente provido.

Alternativa “D” está correta. (TRT-7 - AGVPET: 1763007419945070010 CE 0176300-


7419945070010, Relator: MANOEL ARÍZIO EDUARDO DE
Considerando que é dever do Estado, imposto pelo sistema CASTRO, Data de Julgamento: 31/01/2011, Primeira Turma,
normativo, manter em seus presídios os padrões mínimos Data de Publicação: 18/03/2011 DEJT)
de humanidade previstos no ordenamento jurídico, é de
sua responsabilidade, nos termos do art. 37, § 6º, da
42
A assertiva II está correta, disciplinando o conceito de bens A alternativa “B” está correta, nos termos da súmula 266 do
de uso especial. STJ: O diploma ou habilitação para o exercício do cargo
deve ser exigido na posse e não na inscrição para o
A assertiva III está incorreta. As terras devolutas são concurso.
consideradas bens dominicais, uma vez que pertencem ao
domínio público. Nesse sentido, não é possível a usucapião, A alternativa “D” está incorreta, nos termos da súmula 522
em razão da imprescritibilidade dos bens públicos. do Superior Tribunal de Justiça: O portador de surdez
unilateral não se qualifica como pessoa com deficiência
62. A alternativa correta é a letra “D”, nos termos do artigo para o fim de disputar as vagas reservadas em concursos
44, 1º da Lei 8.666/93. públicos.
Art. 44. No julgamento das propostas, a Comissão levará A alternativa “E” está incorreta, nos termos da súmula
em consideração os critérios objetivos definidos no edital vinculante 44 do Supremo Tribunal Federal: Só por lei se
ou convite, os quais não devem contrariar as normas e pode sujeitar a exame psicotécnico a habilitação de
princípios estabelecidos por esta Lei. candidato a cargo público.
§ 1o É vedada a utilização de qualquer elemento, critério 67. A alternativa incorreta, e, portanto, gabarito da
ou fator sigiloso, secreto, subjetivo ou reservado que possa questão é a letra “E”.
ainda que indiretamente elidir o princípio da igualdade
entre os licitantes. Nos termos da súmula 416 do Supremo Tribunal Federal:
Pela demora no pagamento do preço da desapropriação
63. A alternativa correta é a letra “C”, nos termos do artigo não cabe indenização complementar além dos juros.
59 da Lei 8.666/93:
A alternativa “A” está correta, nos termos da súmula 12 do
Art. 59. A declaração de nulidade do contrato STJ: Em desapropriação são cumuláveis juros
administrativo opera retroativamente impedindo os efeitos compensatórios e moratórios.
jurídicos que ele, ordinariamente, deveria produzir, além de
desconstituir os já produzidos. A alternativa “B” está incorreta, nos termos da súmula 69
do STJ: Na desapropriação direta, os juros compensatórios
Parágrafo único. A nulidade não exonera a Administração são devidos desde a antecipada imissão na posse e, na
do dever de indenizar o contratado pelo que este houver desapropriação indireta, a partir da efetiva ocupação do
executado até a data em que ela for declarada e por outros imóvel.
prejuízos regularmente comprovados, contanto que não lhe
seja imputável, promovendo-se a responsabilidade de A alternativa “C” está correta, nos termos da súmula 113 do
quem lhe deu causa. STJ: Os juros compensatórios, na desapropriação direta,
incidem a partir da imissão na posse, calculados sobre o
64. A alternativa correta é a letra “D”, nos termos do artigo valor da indenização, corrigido monetariamente.
56 da Lei 8.666/93:
A alternativa “D” está correta, nos termos da súmula 114
Art. 56. A critério da autoridade competente, em cada do STJ: Os juros compensatórios na desapropriação
caso, e desde que prevista no instrumento convocatório, indireta, incidem a partir da ocupação, calculados sobre o
poderá ser exigida prestação de garantia nas contratações valor da indenização, corrigido monetariamente.
de obras, serviços e compras.
68. A alternativa correta é a letra “A”.
65. A alternativa correta é a letra “E”.
A assertiva I está correta.
Caso investido no mandato de vereador e haja
compatibilidade de horários com cargo preexistente, não A acumulação de cargos públicos de profissionais da área
precisará se afastar deste. de saúde, prevista no art. 37, XVI, da CF/88, não se sujeita
ao limite de 60 horas semanais previsto em norma
66. A alternativa correta e, portanto, gabarito da questão é infraconstitucional, pois inexiste tal requisito na
a letra “B”. Constituição Federal. O único requisito estabelecido para a
acumulação é a compatibilidade de horários no exercício
Nos termos da súmula 377 do STJ: O portador de visão das funções, cujo cumprimento deverá ser aferido pela
monocular tem direito de concorrer, em concurso público, administração pública. STF. 1ª Turma. RE 1176440/DF, Rel.
às vagas reservadas aos deficientes. Min. Alexandre de Moraes, julgado em 9/4/2019 (Info 937).
STF. 2ª Turma. RMS 34257 AgR, Rel. Min. Ricardo
A alternativa “A” está incorreta, nos termos da súmula 525
Lewandowski, julgado em 29/06/2018. STJ. 1ª Seção. REsp
do STJ: A Câmara dos Vereadores não possui personalidade
1767955/RJ, Rel. Min. Og Fernandes, julgado em
jurídica, apenas personalidade judiciária, somente podendo
27/03/2019.
demandar em juízo para defender os seus direitos
institucionais. A assertiva II está correta.

43
É constitucional a remarcação de curso de formação para o A alternativa C está incorreta. Concessionárias de serviço
cargo de agente penitenciário feminino de candidata que público não integram a estrutura da Administração Pública.
esteja lactante à época de sua realização,
independentemente da previsão expressa em edital do As alternativas “B”, “D” e “E” estão incorretas. São
concurso público. STJ. 1ª Turma. RMS 52622-MG, Rel. Min. classificadas como entidades do Terceiro Setor, entidades
Gurgel de Faria, julgado em 26/03/2019 (Info 645). paraestatais, que atuam ao lado do Estado para execução
de atividades de interesse social. Elas não integram a
A assertiva III está correta: estrutura da Administração Púbica.

O Estado responde, objetivamente, pelos atos dos tabeliães CRIMINOLOGIA


e registradores oficiais que, no exercício de suas funções,
causem dano a terceiros, assentado o dever de regresso 71. A alternativa correta é a letra “C”.
contra o responsável, nos casos de dolo ou culpa, sob pena
de improbidade administrativa. O Estado possui De acordo com Rogério Sanches: A criminologia é uma
responsabilidade civil direta, primária e objetiva pelos ciência empírica e interdisciplinar, que se ocupa do estudo
danos que notários e oficiais de registro, no exercício de do crime, da pessoa do infrator, da vítima e do controle
serviço público por delegação, causem a terceiros. STF. social do comportamento delitivo, e que trata de
Plenário. RE 842846/RJ, Rel. Min. Luiz Fux, julgado em subministrar uma solução válida, constatada, sobre a
27/2/2019. gênese, dinâmica e variáveis principais do crime –
comtemplando este como problema individual e como
69. A alternativa correta é a letra “D” problema social, assim como os programas de prevenção,
eficaz do mesmo e técnicas de intervenção positiva no
A assertiva I está incorreta. homem delinquente e nos diversos modelos ou respostas
ao delito.
Sociedade empresária em recuperação judicial pode
participar de licitação, desde que demonstre, na fase de 72. A alternativa correta é a letra “E”.
habilitação, a sua viabilidade econômica. STJ. 1ª Turma.
AREsp 309867-ES, Rel. Min. Gurgel de Faria, julgado em A Criminologia é uma ciência empírica que estuda o delito,
26/06/2018. o delinquente, os métodos de controle social e a vítima.

A assertiva II está correta. 73. A alternativa correta é a letra “B”.

As regras gerais previstas na Lei nº 8.666/93 podem ser Controle social é o conjunto de mecanismos ou processos
flexibilizadas no Programa Minha Casa Minha Vida, por sociais e políticos que regulam o comportamento individual
força do art. 4º, parágrafo único, da Lei nº 10.188/2001, ou do grupo, com a finalidade de obter conformidade de
desde que se observem os princípios gerais da cumprimento das regras de uma sociedade, Estado ou
administração pública. STJ. 2ª Turma. REsp 1687381-DF, grupo social.
Rel. Min. Francisco Falcão, julgado em 17/04/2018.
O controle social formal é aquele exercido por órgãos
A assertiva III está correta. oficiais.

É inconstitucional lei estadual que exija Certidão negativa O controle social informal são mecanismos de controle
de Violação aos Direitos do Consumidor dos interessados casuais, como a igreja, escola, profissão etc.
em participar de licitações e em celebrar contratos com
órgãos e entidades estaduais. Esta lei é inconstitucional 74. A alternativa correta é a letra “E”
porque compete privativamente à União legislar sobre
A assertiva I está incorreta.
normas gerais de licitação e contratos (art. 22, XXVII, da
CF/88). STF. Plenário. ADI 3.735/MS, Rel. Min. Teori Cesare Lombroso foi um dos principais percussores da
Zavascki, julgado em 8/9/2016 Escola Positiva, especialmente da fase antropológica, com a
teoria do criminoso nato.
70. A alternativa correta é a letra “A”.
A assertiva II está incorreta. A criminologia não é uma
A Administração Pública Indireta compõe as entidades que,
ciência normativa. É uma ciência empírica.
de forma descentralizada, executam serviços e atividades
de interesse público. Compreende: A assertiva III está correta.
1) Autarquias Cesare Bonesana, Francesco Carrara e Giovanni Carmignani
foram autores da corrente doutrinária da história da
2) Fundações
Criminologia denominada Escola Clássica.
3) Empresas Públicas
75. A alternativa correta é a letra “A”
4) Sociedade de economia mista.

44
De acordo com a teoria do conflito, a coesão social se funda O direito penal de segunda velocidade se aplica aos casos
na coação que alguns membros da sociedade exercem em que não se impõe prisão, senão penas privativas de
sobre os outros. direitos ou pecuniárias, de modo que os princípios e regras
poderiam experimentar uma flexibilização proporcional à
São teorias do conflito: menor intensidade da sanção.
- Teoria da rotulação social; 79. A alternativa incorreta e, portanto, gabarito da questão
é a letra “B”.
- Teoria do interacionismo simbólico
De acordo com a TerzaScuola a responsabilidade moral é
- Teoria crítica baseada no determinismo.
- Abolicionismo Todas as demais assertivas são características da referida
escola.
- Realismo de esquerda

- Criminologia minimalista
80. A alternativa correta é a letra “E”.
76. A alternativa correta é a letra “C”.
A nova defesa social consiste em movimento de política
A teoria da subcultura delinquente foi difundida pelo
criminal surgido após a 2ª Guerra Mundial com o objetivo
criminologista americano Albert Cohen. Também chamada
de modernizar o direito.
de contracultura, essa teoria faz a análise de grupos que
não aceitam as regras de convivência social imposta e O delinquente deveria ser educado para assumir sua
formam grupos subculturais. responsabilidade com a sociedade, possibilitando assim o
convívio pacífico de todos (pedagogia da responsabilidade).
77. A alternativa correta é a letra “E”.
Essa corrente de pensamento defende que se deve
Decorrente da Escola de Chicago, o estudo elaborado por proteger a sociedade das ações delituosas em vez de punir
Clifford Shaw e Henry McKay foi um dos mais importantes o criminoso, o principal é neutralizar a periculosidade do
na linha da teoria ecológica. Esses autores estabeleceram delinquente.
que os delinquentes procediam principalmente de lugares
81. A alternativa correta é a letra “D”
adjacentes ao distrito central, e que a concentração de
criminosos ia diminuindo conforme as áreas residenciais se A assertiva I está correta.
distanciavam do centro.
A Teoria dos Testículos Despedaçados é um viés da teoria
A teoria ecológica explica esse efeito criminológico da das janelas quebradas, segundo a qual há uma íntima
grande cidade, valendo-se dos conceitos de desorganização relação de causalidade entre a desordem e a criminalidade.
e contagio inerente aos modernos núcleos urbanos e,
sobretudo, invocando o debilitamente do controle social A assertiva II está incorreta.
desses núcleos.
A teoria é um fenômeno que decorre da maior repressão
78. A alternativa correta é a letra “D”. estatal às infrações de menor potencial ofensivo.
A assertiva I está correta. A assertiva III está correta.
O Direito Penal do Inimigo é uma teoria criada por A teoria sustenta que os autores de delitos de menor
GuntherJackobs. gravidade, quando perseguidos com eficácia pelos policiais
em regra se dão por derrotados e migram para locais
A assertiva II está correta. distintos a fim de continuar violando a lei penal sem serem
incomodados pelos agentes estatais.
Pode ser mencionado como fundamento filosófico do
Direito Penal do Inimigo a teoria do contrato social de Jean A assertiva IV está incorreta.
Jacques Rosseau, já que o inimigo, ao desrespeitar o
contrato social, guerreando com o Estado, deixa de ser um A Teoria dos Testículos Despedaçados não resolve o
de seus membros; a teoria do contrato cidadão de Johann problema da criminalidade, ocasionando tão somente a
Gottlieb e os ideais de Immanuel Kant sustentando que dispersão dos criminosos.
uma pessoa ameaçadora contumaz da comunidade e do
Estado, que não acolhe o Estado comunitário-legal, deve 82. A alternativa correta é a letra “C”.
ser tratada como inimiga.
Cesare Lambroso representou a fase antropológica da
A assertiva III está incorreta. escola Positiva. Criou a teoria do criminoso nato,
predeterminado à prática de infrações penais por
O direito penal do inimigo é um direito penal de terceira características antropológicas.
velocidade.
45
83. A alternativa correta é a letra “E”. PROFISSIONAL: ART. 5º, INC. XIII, DA CONSTITUIÇÃO DA
REPÚBLICA. 1. Ausência de dispositivo constitucional que
A assertiva I está correta. imponha aos Agravados o dever de regulamentar a
atividade exercida pelos substituídos do Agravante. 2. O
A obra “Dos Delitos e Das Penas” foi escrita por Cesare art. 5º, inc. XIII, da Constituição da República é norma de
Bonesana. aplicação imediata e eficácia contida que pode ser
restringida pela legislação infraconstitucional. Inexistindo
A assertiva II está correta.
lei regulamentando o exercício da atividade profissional dos
Cesare Lombroso e Rafael Garófalo pertencem à Escola substituídos, é livre o seu exercício. 3. Agravo regimental ao
Positiva. qual se nega provimento. (MI 6113 AgR, Relator(a): Min.
CÁRMEN LÚCIA, Tribunal Pleno, julgado em 22/05/2014,
A assertiva III está incorreta. O delito é considerado objeto PROCESSO ELETRÔNICO DJe-114 DIVULG 12-06-2014
da criminologia. PUBLIC 13-06-2014)

A alternativa D está incorreta. De acordo ADI 3.768, Rel.


Min. Cármen Lúcia, j. 19.09.2007, DJ de 26.10.2007:
84. A alternativa correta é a letra “D”.
EMENTA: AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE. ART.
O conceito do enunciado trata sobre a teoria do 39 DA LEI N. 10.741, DE 1º DE OUTUBRO DE 2003
etiquetamento social. (ESTATUTO DO IDOSO), QUE ASSEGURA GRATUIDADE DOS
TRANSPORTES PÚBLICOS URBANOS E SEMI-URBANOS AOS
85. A alternativa correta é a letra A. QUE TÊM MAIS DE 65 (SESSENTA E CINCO) ANOS. DIREITO
CONSTITUCIONAL. NORMA CONSTITUCIONAL DE EFICÁCIA
A alternativa B traz o conceito de criminologia secundária e
PLENA E APLICABILIDADE IMEDIATO. NORMA LEGAL QUE
não da primária, por isso está incorreta.
REPETE A NORMA CONSTITUCIONAL GARANTIDORA DO
A alternativa C trata do conceito de prevenção terciária e DIREITO. IMPROCEDÊNCIA DA AÇÃO. 1. O art. 39 da Lei n.
produz efeitos a médio e longo prazo. 10.741/2003 (Estatuto do Idoso) apenas repete o que
dispõe o § 2º do art. 230 da Constituição do Brasil. A norma
A alternativa D trata da prevenção primária. constitucional é de eficácia plena e aplicabilidade imediata,
pelo que não há eiva de invalidade jurídica na norma legal
A prevenção que se conecta com a política legislativa penal que repete os seus termos e determina que se concretize o
é a prevenção secundária. quanto constitucionalmente disposto. 2. Ação direta de
inconstitucionalidade julgada improcedente. (ADI 3768,
DIREITO CONSTITUCIONAL Relator(a): Min. CÁRMEN LÚCIA, Tribunal Pleno, julgado
em 19/09/2007, DJe-131 DIVULG 25-10-2007 PUBLIC 26-10-
86. A alternativa A é a opção correta. 2007 DJ 26-10-2007 PP-00028 EMENT VOL-02295-04 PP-
00597 RTJ VOL-00202-03 PP-01096).
De acordo com o ADPF 130 — Rel. Min. Carlos Britto, j.
30.04.2009, Plenário, DJE de 06.11.2009, vejamos: Por fim, a alternativa E também incorreta. O art. 7.º, XXI é
“Aplicam-se as normas da legislação comum, notadamente uma norma de eficácia limitada, nesse sentido é o julgado:
o Código Civil, o Código Penal, o Código de Processo Civil e
o Código de Processo Penal às causas decorrentes das Ementa: Mandado de injunção. 2. Aviso prévio proporcional
relações de imprensa. O direito de resposta, que se ao tempo de serviço. Art. 7º, XXI, da Constituição Federal.
manifesta como ação de replicar ou de retificar matéria 3. Ausência de regulamentação. 4. Ação julgada
publicada é exercitável por parte daquele que se vê procedente. 5. Indicação de adiamento com vistas a
ofendido em sua honra objetiva, ou então subjetiva, consolidar proposta conciliatória de concretização do
conforme estampado no inciso V do art. 5º da Constituição direito ao aviso prévio proporcional. 6. Retomado o
Federal. Norma, essa, "de eficácia plena e de aplicabilidade julgamento. 7. Advento da Lei 12.506/2011, que
imediata", conforme classificação de José Afonso da Silva. regulamentou o direito ao aviso prévio proporcional. 8.
"Norma de pronta aplicação", na linguagem de Celso Aplicação judicial de parâmetros idênticos aos da referida
Ribeiro Bastos e Carlos Ayres Britto, em obra doutrinária legislação. 9. Autorização para que os ministros apliquem
conjunta.” monocraticamente esse entendimento aos mandados de
injunção pendentes de julgamento, desde que impetrados
Sobre a alternativa B, é uma norma de Eficácia plena e antes do advento da lei regulamentadora . 10. Mandado de
aplicabilidade imediata de acordo com a ADI 3.569, Rel. injunção julgado procedente. (MI 943, Relator(a): Min.
Min. Sepúlveda Pertence, j. 02.04.2007, DJ de 11.05.2007. GILMAR MENDES, Tribunal Pleno, julgado em 06/02/2013,
ACÓRDÃO ELETRÔNICO DJe-081 DIVULG 30-04-2013
A alternativa C está incorreta. O inciso em questão é uma
PUBLIC 02-05-2013).
norma de aplicação imediata e eficácia contida, nos termos
da Jurisprudência da Suprema Corte: 87. A alternativa INCORRETA é a D.
EMENTA: AGRAVO REGIMENTAL NO MANDADO DE
INJUNÇÃO. REGULAMENTAÇÃO DE ATIVIDADE
46
A única de todas as características listadas na questão que para permanência em seu território ou para o exercício de
não é classificação da CF88 é a nominativa, pois, se trata de direitos civis;”
normativa.
A alternativa D está incorreta. Não está incluído no § 3º do
De acordo com Vicente Paulo e Marcelo Alexandrino: art. 12 da CF o oficial das polícias militares.

“As Constituições normativas são as que efetivamente A letra E está incorreta, porque não são condenações
conseguem, por estarem em plena consonância com a judiciais apenas condenações penais.
realidade social, regular a vida política do Estado. Em um
regime de Constituição normativa, os agentes do poder e as 91. Resposta Correta é B.
relações políticas obedecem ao conteúdo, às diretrizes e às
limitações impostos pelo texto constitucional. São como Súmula nº 202 STJ – A impetração de segurança por
uma roupa que assenta bem e realmente veste bem.”. terceiro, contra ato judicial, não se condiciona à
interposição de recurso.
88. A alternativa A está incorreta.
Sobre as demais alternativas, estão incorretas porque
De acordo com o inciso III do art. 60 da CF: Art. 60. A contrariam o textos de súmulas:
Constituição poderá ser emendada mediante proposta: III -
de mais da metade das Assembléias Legislativas das Súmula nº 105 STJ – Na ação de mandado de segurança não
unidades da Federação, manifestando-se, cada uma delas, se admite condenação em honorários advocatícios.
pela maioria relativa de seus membros."
SÚMULA Nº 269 STF - O mandado de segurança não é
A alternativa B está correta. Nos termos do §2º do Art. 60: substitutivo de ação de cobrança.
“A Constituição poderá ser emendada mediante proposta:
SÚMULA Nº 271 STF. Concessão de mandado de segurança
§ 2º A proposta será discutida e votada em cada Casa do
NÃO produz efeitos patrimoniais em relação a período
Congresso Nacional, em dois turnos, considerando-se
pretérito, os quais devem ser reclamados
aprovada se obtiver, em ambos, três quintos dos votos dos
administrativamente ou pela via judicial própria.
respectivos membros.” Vale a pena ressaltar que o número
de senadores é 81 e de deputados federais é 513. SÚMULA Nº 430 STF. Pedido de reconsideração na via
administrativa não interrompe o prazo para o mandado de
A alternativa C está incorreta. NÃO é possível o controle de
segurança.
constitucionalidade de norma constitucional originária.
92. Alternativa C está correta.
A alternativa D está incorreta. Entende o Supremo Tribunal
Federal que não existe direito adquirido em face de: (a) Art. 62 § 10. É vedada a reedição, na mesma sessão
uma nova Constituição (texto originário); (b) mudança do legislativa, de medida provisória que tenha sido rejeitada
padrão monetário (mudança de moeda); (c) criação ou ou que tenha perdido sua eficácia por decurso de prazo.
aumento de tributos; (d) mudança de regime jurídico
estatutário. A alternativa A está incorreta, porque as medidas
provisórias são analisadas pelas casas separadamente.
A Alternativa E está incorreta. De acordo com o §3º do art.
60 da CF: “Art. 60. A Constituição poderá ser emendada A alternativa B está incorreta. Art. 62 § 12. Aprovado
mediante proposta: § 3º A emenda à Constituição será projeto de lei de conversão alterando o texto original da
promulgada pelas Mesas da Câmara dos Deputados e do medida provisória, esta manter-se-á integralmente em
Senado Federal, com o respectivo número de ordem” vigor até que seja sancionado ou vetado o projeto.

89. A alternativa A está correta. A alternativa D está incorreta. Já que não há proibição no
rol do art. 62, § 1o, I, CF.
Com relação à alternativa C, não é extensível a todos mas
somente aos que comprovarem insuficiência de recursos. Por fim, a alternativa E está incorreta, pois o prazo inicial de
vigência de uma medida provisória é de 60 dias e é
A Vedação à extradição é somente absoluta para o prorrogado automaticamente por igual período, caso não
Brasileiro nato e não ao todos. tenha sua votação concluída nas duas Casas do Congresso
Nacional. Se não for apreciada em até 45 dias, contados da
90. A alternativa C está correta.
sua publicação, entra em regime de urgência, sobrestando
, de acordo com o art. 12, §4º da CF: “Será declarada a todas as demais deliberações legislativas da Casa em que
perda da nacionalidade do brasileiro que: I - tiver cancelada estiver tramitando.
sua naturalização, por sentença judicial, em virtude de
93. A alternativa “E” está incorreta e, portanto, é o
atividade nociva ao interesse nacional; II - adquirir outra
gabarito da questão.
nacionalidade, salvo nos casos: a) de reconhecimento de
nacionalidade originária pela lei estrangeira; b) de O STF entende que não é seu papel fazer a revisão do
imposição de naturalização, pela norma estrangeira, ao mérito das decisões do CNJ. Assim, os atos e
brasileiro residente em estado estrangeiro, como condição procedimentos do CNJ estão sujeitos apenas ao controle de
47
legalidade por parte do STF. O mandado de segurança não 95. A alternativa “E” está incorreta, sendo, portanto, o
se presta ao reexame de fatos e provas analisados pelo CNJ gabarito da questão.
no processo disciplinar. A LOMAN não estabelece regras de
prescrição da pretensão punitiva por faltas disciplinares De acordo com a súmula 421 do Superior Tribunal de
praticadas por magistrados. Diante disso, deve ser feita a Justiça:
aplicação subsidiária da Lei nº 8.112/90. STF. 2ª Turma. MS
35540/DF e MS 35521/DF, Rel. Min. Gilmar Mendes, Os honorários advocatícios não são devidos à Defensoria
julgados em 12/3/2019 (Info 933). Pública quando ela atua contra a pessoa jurídica de direito
público à qual pertença
A alternativa “A” está correta, nos termos da Súmula 628
do Supremo Tribunal Federal. A alternativa “A” está correta, nos termos da súmula 99 do
Superior Tribunal de Justiça.
Súmula 628 do STF: Integrantes de lista de candidatos a
determinada vaga da composição de tribunal é parte Súmula 99 do STJ: O Ministério Público tem legitimidade
legítima para impugnar a validade da nomeação de para recorrer no processo em que oficiou como fiscal da lei,
concorrente. ainda que não haja recurso da parte.

A alternativa “B” está correta, nos termos da Súmula 627 A alternativa “B” está correta, nos termos da súmula 234 do
do Supremo Tribunal Federal. Superior Tribunal de Justiça:

Súmula 627 do STF: No mandado de segurança contra a Súmula 234: A participação do Ministério Público na fase
nomeação de magistrado da competência do Presidente da investigatória criminal não acarreta o seu impedimento ou
República, este é considerado autoridade coatora, ainda suspeição para o oferecimento da denúncia.
que o fundamento da impetração seja nulidade ocorrida
A alternativa “C” está correta, nos termos do artigo 329 do
em fase anterior do procedimento.
Superior Tribunal de Justiça.
A alternativa “C” está correta. No caso de crime doloso
Súmula 329 do STJ: O Ministério Público tem legitimidade
contra a vida praticado por autoridade que tenha foro por
para propor ação civil pública em defesa do patrimônio
prerrogativa de função estabelecida na Constituição
público.
Federal, deverá prevalecer o foro por prerrogativa de
função em detrimento do Tribunal do Júri. Sendo assim, no A alternativa “D” está correta, nos termos da súmula 643
julgamento de Deputado Federal por crime doloso contra a do Supremo Tribunal Federal.
vida, prevalece a competência do STF sobre a do tribunal
do júri por força da norma constitucional especial. Súmula 643 do STF: O Ministério Público tem legitimidade
para promover ação civil pública cujo fundamento seja a
Atenção! Não confundir com a situação de foro por ilegalidade de reajuste de mensalidades escolares.
prerrogativa de função estabelecida exclusivamente pela
Constituição Estadual. 96. A alternativa correta é a letra “E”, nos termos do artigo
137 da Constituição Federal.
Súmula Vinculante nº 45: A competência constitucional do
Tribunal do Júri prevalece sobre o foro por prerrogativa de A alternativa “A” está incorreta, nos termos do artigo 144,
função estabelecido exclusivamente pela Constituição §1º, IV, da Constituição Federal. Compete à policia federal
Estadual. exercer, com exclusividade, as funções de polícia judiciária
da União.
A alternativa “D” está correta, de acordo com o artigo 94 da
Constituição Federal. A alternativa “B” está incorreta, nos termos do artigo 138,
§2º da Constituição Federal.
94. A alternativa correta é a letra “E”.
Art. 138. O decreto do estado de sítio indicará sua duração,
A assertiva I está correta. De acordo com o artigo 84, VI da as normas necessárias a sua execução e as garantias
Constituição Federal compete privativamente ao Presidente constitucionais que ficarão suspensas, e, depois de
da República, mediante decreto, dispor sobre a extinção de publicado, o Presidente da República designará o executor
funções e cargos públicos, quando vagos. das medidas específicas e as áreas abrangidas.
A assertiva II está incorreta, de acordo com o artigo 78 da § 2º - Solicitada autorização para decretar o estado de sítio
Constituição Federal, o Presidente e o Vice-Presidente da durante o recesso parlamentar, o Presidente do Senado
República tomarão posse em sessão do Congresso Federal, de imediato, convocará extraordinariamente o
Nacional. Se, decorridos 10 dias (dez) da data fixada para a Congresso Nacional para se reunir dentro de cinco dias, a
posse, o Presidente ou o Vice-Presidente, salvo motivo de fim de apreciar o ato.
força maior, não tiver assumido o cargo, este será
declarado vago. A alternativa “C” está incorreta. Nos termos do artigo 144,
§2º, da Constituição Federal, a Polícia Rodoviária Federal
A assertiva III está correta, de acordo com o artigo 86 da não tem competência para as funções de polícia judiciária.
Constituição Federal.
48
Art. 144. A segurança pública, dever do Estado, direito e infratores, pessoas físicas ou jurídicas, as sanções penais e
responsabilidade de todos, é exercida para a preservação administrativas, independentemente da obrigação de
da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do reparar os danos causados.
patrimônio, através dos seguintes órgãos:
A alternativa “D”, está incorreta. Nos termos do artigo 225,
I - polícia federal; §4º, a Floresta Amazônica brasileira, a Mata Atlântica, a
Serra do Mar, o Pantanal Mato-Grossense e a Zona Costeira
II - polícia rodoviária federal; são Patrimônio Nacional, e sua utilização far-se-á, na forma
da lei, dentro das condições que assegurem a preservação
III - polícia ferroviária federal; do meio ambiente, inclusive quanto ao uso dos recursos
naturais.
IV - polícias civis;
98. A alternativa correta é a letra “C”.
V - polícias militares e corpos de bombeiros militares.
O Supremo Tribunal Federal já concluiu que não é cabível o
§ 2º A polícia rodoviária federal, órgão permanente,
controle preventivo de constitucionalidade material das
organizado e mantido pela União e estruturado em
normas em curso de formação. É excepcional a
carreira, destina-se, na forma da lei, ao patrulhamento
admissibilidade de mandado de segurança impetrado por
ostensivo das rodovias federais.
parlamentar, com fito de coibir atos praticados no processo
A alternativa “D” está incorreta. Nos termos do artigo 143, de aprovação de lei ou emenda constitucional
§2º, da Constituição Federal, em tempos de paz, as incompatíveis com disposições constitucionais que
mulheres e os eclesiásticos ficam isentos do serviço militar disciplinam o processo legislativo. O mandado de segurança
obrigatório, sujeitos, porém, a outros encargos que a lei é admissível quando impugnar vício de
lhes atribuir. inconstitucionalidade formal.

97. A alternativa correta é a letra “E”, nos termos do artigo A alternativa “A” está incorreta. O artigo 97 da Constituição
225, §6º da Constituição Federal. Federal estabelece o Princípio da Reserva de Plenário, no
qual, somente pelo voto da maioria absoluta de seus
§ 6º As usinas que operem com reator nuclear deverão ter membros ou dos membros do respectivo órgão especial
sua localização definida em lei federal, sem o que não poderão os tribunais declarar a inconstitucionalidade de lei
poderão ser instaladas. ou ato normativo do poder público.

A alternativa “A” está incorreta. A proteção do meio A alternativa “B” está incorreta. Nos termos da súmula
ambiente cultural tem previsão expressa na Constituição vinculante nº 10, viola a cláusula de reserva de plenário a
Federal, nos termos do artigo 216 da Constituição Federal. decisão do órgão fracionário de tribunal que, embora não
declare expressamente a inconstitucionalidade de lei ou ato
Art. 216. Constituem patrimônio cultural brasileiro os bens normativo do poder público, afastando sua incidência, no
de natureza material e imaterial, tomados individualmente todo ou em parte.
ou em conjunto, portadores de referência à identidade, à
ação, à memória dos diferentes grupos formadores da A alternativa “D” está incorreta. O Supremo Tribunal
sociedade brasileira, nos quais se incluem: Federal reconhece que os decretos autônomos podem ser
objeto de controle concentrado de constitucionalidade (ADI
I - as formas de expressão; 3.664, julgada em 2011 e relatada pelo Ministro Cezar
Peluso).
II - os modos de criar, fazer e viver;
A alternativa “E” está incorreta. Uma lei federal em vigor
III - as criações científicas, artísticas e tecnológicas; antes da atual Constituição Federal pode ser objeto de
controle de constitucionalidade incidental e também pelo
IV - as obras, objetos, documentos, edificações e demais
controle concentrado, através da ação de arguição de
espaços destinados às manifestações artístico-culturais;
descumprimento de preceito fundamental.
V - os conjuntos urbanos e sítios de valor histórico,
99. A alternativa correta é a letra “E”.
paisagístico, artístico, arqueológico, paleontológico,
ecológico e científico. A assertiva I está incorreta, porque existe a possibilidade de
controle difuso de constitucionalidade, segundo o qual
A alternativa “B” está incorreta. Nos termos do artigo 225
todo juiz pode declarar a inconstitucionalidade de um ato
da Constituição Federal, impõe-se ao Poder Público e a
normativo. Não se trata, pois, de atribuição privativa ou
coletividade o dever de promover e garantir o direito
exclusiva do Supremo Tribunal Federal.
fundamental ao meio ambiente ecologicamente
equilibrado. A assertiva II está incorreta. De acordo com o Supremo
Tribunal Federal, o Senado Federal tem a discricionariedade
A alternativa “C” está incorreta. Nos termos do artigo 225,
para suspender a lei declarada inconstitucional, entretanto,
§3º, da Constituição Federal, as condutas e atividades
consideradas lesivas ao meio ambiente sujeitarão os
49
não tem o poder de revogar a resolução para restabelecer a direitos humanos, é desnecessária a edição de decreto de
eficácia da norma. execução presidencial, a fim de materializá-los
internamente, tendo em vista que esse tipo de tratados
A assertiva III correta, nos termos do artigo 1º da Lei tem aplicação imediata no direito brasileiro.
9.882/99.
A alternativa B está incorreta. A ratificação dos tratados
100.A alternativa “C” está correta, nos termos dos artigos internacionais é de competência exclusiva do Presidente da
10 e 11 da Lei 9.868/99. Républica por decreto presidencial.
A alternativa “A” está incorreta. De acordo com o princípio A alternativa C está correta. O julgamento do STF (RE
de presunção de constitucionalidade, todas as leis e atos 466.343, STF/2008), deixou claro que os tratados podem
normativos são presumidos constitucionais, até que haja ser incorporados como lei ordinária, emenda constitucional
prova e contrário. ou norma supralegal, a depender da forma de sua
aprovação e do seu conteúdo.
A alternativa “B” está incorreta. O cidadão não tem
legitimidade para propor ação direta de A alternativa D está incorreta. Acaso seja aprovado nas
inconstitucionalidade, pois não está arrolado no artigo 103 duas casas do Congresso Nacional será expedido um
da Constituição Federal. decreto legislativo, com fulcro no art.49, inciso I da CF/88.
A alternativa “D” está incorreta, nos termos do artigo 1º, A alternativa E está incorreta. Não há previsão de prazo
parágrafo único, I, da Lei 9.882/1999. específico para a ratificação de tratados pelo Presidente da
República.
A alternativa “E” está incorreta, nos termos do artigo 5º da
Lei 9.868/99 e do artigo 169 o Regimento Interno do 103.A Resposta é a letra “A”.
Supremo Tribunal Federal.
Apenas o item IV está incorreto. De acordo com o art. 1, da
DIREITOS HUMANOS Parte I da Convenção Contra a Tortura e Outros
Tratamentos ou Penas Cruéis, Desumanos ou Degradantes:
101.A resposta é a letra “B”. “Para os fins da presente Convenção, o termo "tortura"
designa qualquer ato pelo qual dores ou sofrimentos
A alternativa A está incorreta. Esse é o conceito de Eficácia
agudos, físicos ou mentais, são infligidos intencionalmente
Vertical dos Direitos Fundamentais, onde há uma
a uma pessoa a fim de obter, dela ou de uma terceira
hierarquia entre o particular e o Estado. A eficácia diagonal
pessoa, informações ou confissões; de castigá-la por ato
é teoria mais recente para regular relações entre
que ela ou uma terceira pessoa tenha cometido ou seja
particulares desiguais, onde há de alguma forma uma
suspeita de ter cometido; de intimidar ou coagir esta
prevalência do poder de um deles, como empregado e
pessoa ou outras pessoas; ou por qualquer motivo baseado
empregador ou fornecedor e consumidor.
em discriminação de qualquer natureza; quando tais dores
A alternativa B está correta. A eficácia externa também ou sofrimentos são infligidos por um funcionário público ou
conhecida como eficácia horizontal dos direitos outra pessoa no exercício de funções públicas, ou por sua
fundamentais tutela a aplicação destes nas relações instigação, ou com o seu consentimento ou aquiescência.
privadas onde os particulares estão em grau de igualdade. Não se considerará como tortura as dores ou sofrimentos
que sejam conseqüência unicamente de sanções legítimas,
A alternativa C está incorreta. Na eficácia diagonal dos ou que sejam inerentes a tais sanções ou delas decorram.”
direitos fundamentais, não regula relações entre o Estado e
particulares, mas entre particulares que competem em 104.A resposta é a letra “D”.
desiguldade por circunstâncias fáticas.
A alternativa A está incorreta, pois expressamente o
A alternativa D está incorreta. O efeito irradiante dos parágrafo único do art. 2º da Lei nº 13.060/2014 que não é
direitos fundamentais decorre da dimensão objetiva ao legitimo o uso de arma contra pessoa em fuga que esteja
passo que permite que eles irradiem sobre todo desarmada e não represente risco imediato.
ordenamento jurídico e não somente sobre os direitos
Alternativa B está incorreta. De acordo com o art. 2º da Lei
públicos.
nº 13.060/2014 os princípios a serem observados são:
A alternativa E está incorreta. Essa é a definição da legalidade, necessidade, razoabilidade e proporcionalidade.
dimensão objetiva. A subjetiva é a que diz respeito ao
A alternativa C está incorreta. A legislação não proíbe o uso
direito de proteção e dever de prestação que os sujeitos
de arma de fogo contra veículo que desrespeite bloqueio
têm em relação ao Estado, mais conhecidos como direitos
policial em via pública, quando o ato represente risco de
negativos e positivos.
morte ou lesão aos agentes de segurança pública ou a
102.A Resposta é a letra “C”. terceiros, nos termos do inciso II do parágrafo único do art.
2º.
A alternativa A está incorreta. De acordo com o §10º do art.
5º da CF, na incorporação dos tratados de proteção dos A alternativa D está correta. É a transcrição do art. 6º da Lei
nº 13.060/2014.
50
A alternativa E está incorreta. Não é considerado A alternativa C está incorreta, de acordo com o inciso III do
instrumento de menor potencial ofensivo se possuir média art. 123 do CC: “Invalidam os negócios jurídicos que lhes
probabilidade de causar mortes ou lesões permanentes, a são subordinados: III - as condições incompreensíveis ou
legislação abarca apenas baixa probabilidade. contraditórias.”

105.A resposta é a alternativa “E” Alternativa E está incorreta, considerando que o art. 200
nos diz que não correrá a prescrição antes da respectiva
A alternativa A está incorreta. A corte é composta por 07 sentença definitiva.
juízes e não 11, de acordo com Art. 52 do Pacto de São José
da Costa Rica. 109.A resposta correta é a letra “C”, nos termos do artigo
302 do Código Civil.
A alternativa B está incorreta. Há um proibição expressa da
escolha de mais de 1 juiz da mesma nacionalidade no art. Art. 302. O novo devedor não pode opor ao credor as
52. exceções pessoais que competiam ao devedor primitivo.

A alternativa C está incorreta. A votação, de acordo com A alternativa “A” está incorreta, nos termos do artigo 397
art. 53, será secreta e não aberta. do Código Civil.

A alternativa D está incorreta. O período do mandato é de Art. 397. O inadimplemento da obrigação, positiva e
06 (seis) anos, nos termos do art 54. líquida, no seu termo, constitui de pleno direito em mora o
devedor.
A alternativa E está correta. Nos termos do art. 56 do
referido Pacto. Parágrafo único. Não havendo termo, a mora se constitui
mediante interpelação judicial ou extrajudicial.
DIREITO CIVIL
A alternativa “B” está incorreta, nos termos do artigo 399
106.A resposta é letra “C” do Código Civil.
A alternativa A está incorreta porque o prazo começa a Art. 399. O devedor em mora responde pela
correr a partir da nova publicação. (§3º do Art. 1º da LINDB) impossibilidade da prestação, embora essa impossibilidade
resulte de caso fortuito ou de força maior, se estes
A alternativa B está incorreta, já que deve ser considerada ocorrerem durante o atraso; salvo se provar isenção de
lei nova, logo exige-se vacatio legis para vigência. (§4º do culpa, ou que o dano sobreviria ainda quando a obrigação
Art. 1º da LINDB) fosse oportunamente desempenhada.
Alternativa C é a correta. (Art. 1º, “caput” da LINDB) A alternativa “D” está incorreta, nos termos do artigo 296
do Código Civil.
Alternativa D não irá nem revogar nem moficar a lei
anterior. (§2º do Art. 2º da LINDB). Art. 296. Salvo estipulação em contrário, o cedente não
responde pela solvência do devedor.
A alternativa E está incorreta. De acordo com §3º do art. 2º
da LINDB: “Salvo disposição em contrário, a lei revogada A alternativa “E” está incorreta, nos termos do artigo 298
não se restaura por ter a lei revogadora perdido a do Código Civil.
vigência.”
Art. 298. O crédito, uma vez penhorado, não pode mais ser
107.A resposta é a alternativa “D”. transferido pelo credor que tiver conhecimento da
penhora; mas o devedor que o pagar, não tendo notificação
A alternativa A está incorreta porque se adminte a renúncia
dela, fica exonerado, subsistindo somente contra o credor
à prescrição de forma tácita. (Art. 191 do CC)
os direitos de terceiro.
Alternativa B está incorreta por força do art. 192 do CC.
110.A alternativa correta é a letra “D”.
A alternativa C está incorreta. De acordo com o art. 209 do
Nos termos do entendimento do Superior Tribunal de
CC: “É nula a renúncia à decadência fixada em lei.”
Justiça, no julgamento do Resp. 1749954-RO, Rel. Min.
108.A resposta correta é a alternativa “A”. Marco Aurélio Bellizze, julgado em 26/02/2019 e publicado
no informativo 644.
Alternativa B está incorreta porque se trata do conceito de
condição. A alternativa “A” está incorreta, nos termos da súmula 132
do Superior Tribunal de Justiça.
Alternativa C está incorreta, na hipótese se trata de
condição e não termo. Súmula 132 do STJ: A ausência de registro da transferência
não implica a responsabilidade do antigo proprietário por
Alternativa D está incorreta, a definição é de condição dano resultante de acidente que envolva o veículo
suspensiva. alienado.

51
A alternativa “B” está incorreta, nos termos da súmula 362 112.A alternativa correta é a letra “E”.
do Superior Tribunal de Justiça.
A assertiva I está correta.
Súmula 362 do STJ: A correção monetária do valor da
indenização do dano moral incide desde a data do A marca de Jellinek se refere a uma lesão causada por uma
arbitramento. energia de ordem física.

A alternativa “C” está incorreta, nos termos da súmula 491 A assertiva II está correta. O auto e o laudo são espécies de
do Supremo Tribunal Federal. relatórios médicos, entretanto, somente o auto é escrito
pelo escrivão perante testemunhas.
Súmula 491 do STF: É indenizável o acidente que cause a
morte de filho menor, ainda que não exerça trabalho A assertiva III está incorreta. Cuidado! O exame realizado
remunerado. por um único perito é considerado válido no processo
penal, desde que seja realizado por um perito oficial.
A alternativa “E” está incorreta. De acordo com o Superior
Tribunal de Justiça, não cabe indenização por lucros 113.A alternativa correta é a letra “C”.
cessantes se a atividade empresarial não teve inicio.
Nos termos dos artigos 162 e 169 do Código de Processo
Não cabe indenização de lucros cessantes se a atividade Penal:
empresarial não teve início. Caso concreto: uma empresa
pedia indenização por lucros cessantes, pois o shopping Art. 162. A autópsia será feita pelo menos seis horas
center no qual alugaria uma loja não foi entregue. O STJ depois do óbito, salvo se os peritos, pela evidência dos
entendeu que não é devida a indenização porque se a sinais de morte, julgarem que possa ser feita antes daquele
atividade empresarial nem sequer teve início, não é prazo, o que declararão no auto.
possível aferir a probabilidade de que os lucros reclamados
Parágrafo único. Nos casos de morte violenta, bastará o
de fato ocorreriam. Não se admite a indenização por lucros
simples exame externo do cadáver, quando não houver
cessantes sem comprovação e, por conseguinte, deve-se
infração penal que apurar, ou quando as lesões externas
rejeitar a indenização com base em lucros hipotéticos,
permitirem precisar a causa da morte e não houver
remotos ou presumidos, incluídos nessa categoria aqueles
necessidade de exame interno para a verificação de alguma
que supostamente seriam gerados pela rentabilidade de
circunstância relevante.
atividade empresarial que sequer foi iniciada. STJ. 3ª
Turma. REsp 1750233/SP, Rel. Min. Nancy Andrighi, julgado Art. 169. Para o efeito de exame do local onde houver sido
em 05/02/2019. praticada a infração, a autoridade providenciará
imediatamente para que não se altere o estado das coisas
MEDICINA LEGAL
até a chegada dos peritos, que poderão instruir seus laudos
111.A alternativa correta é a letra “B”. com fotografias, desenhos ou esquemas elucidativos.

A necropsia médico-legal tem como finalidade, dentre Parágrafo único. Os peritos registrarão, no laudo, as
outras: identificar o cadáver, a cronotanatognose e alterações do estado das coisas e discutirão, no relatório, as
determinar a causa médica da morte. consequências dessas alterações na dinâmica dos fatos.

A alternativa “A” está incorreta. 114.A alternativa correta é a letra “A”.

As manchas de hipóstase se fixam no cadáver. A assertiva I está correta, nos termos do artigo 123 do
Código Penal.
A alternativa “C” está incorreta.
A assertiva II está correta.
Denomina-se o processo especial de transformação, que
ocorre no cadáver do feto retido no útero materno, do A sufocação indireta é causada pela compressão do tórax e
sexto ao nono mês de gravidez, a maceração. abdome, impedindo os movimentos respiratórios, levando
à asfixia. Pode ser causada por desmoronamento,
A alternativa “D” está incorreta. atropelamentos de multidões, ação criminosa e até mesmo
crianças que dormem com os pais.
No processo de putrefação do cadáver se sucedem as
seguintes fases, pela ordem: cromática, gasosa, coliquativa A assertiva III está correta.
e de esqueletização.
115.A alternativa correta é a letra “D”.
A alternativa “E” está incorreta.
A assertiva I está correta.
Para se realizar transplante de órgãos, além de seguir as
normas legais e éticas vigentes, considera-se como sinal de Os cáusticos são substâncias que, de acordo com sua
morte da doadora a suspensão irreversível da atividade natureza química provocam lesões tegumentares mais ou
encefálica. menos graves. Essas substâncias podem resultar efeitos
coagulantes ou liquefaciantes.
52
As de efeito coagulante são aquelas que desidratam os A alternativa B está incorreta, pois quando o trabalho tiver
tecidos e lhes causam escaras endurecidas e de tonalidades de ser em equipe, os funcionários especializados, técnico-
diversas. científicos e administrativos ficarão subordinados à
autoridade policial que presidir o procedimento, nos
As de efeito liquefaciente produzem escaras úmidas, termos do art. 182 da referida lei.
translúcidas e moles.
A alternativa C está incorreta. O §1º do art. 185 limita o
A assertiva II está correta. desconto em prestações mensais não excedentes da
décima parte do vencimento e não em 30%.
No sulco do enforcamento o laço fica inclinado, apertando
mais de um lado do que do outro. Dessa forma, o sulco será De acordo com o art. 191 do Estatuto, a natureza da falta é
mais profundo de um lado, será oblíquo e descontínuo. GRAVE e não leve como exposto na alternativa.
Será ainda observado em cima da laringe e do hioide.
119.A alternativa A está incorreta.
A assertiva III está incorreta.
A pena disciplinar de repreensão foi revogada, não estando
É possível aplicar técnicas cronotanatognósticas em corpos mais prevista como pena disciplinar aplicável a transgressão
esqueletizados. por policias civis do Espiríto Santos.
LEGISLAÇÃO ESTADUAL As demais alternativas estão corretas, por estarem
previstas no 194 do Estatuto.
116.A alternativa D é a incorreta.
120.A alternativa D está correta.
De acordo com a Lei Complementar nº 46/94, em seu artigo
221, III c/c artigo 232 a conduta de referir-se de modo Nos termos do art. 128 da Constituição Estadual do Espírito
depreciativo ou desrespeitoso a autoridades públicas ou a Santo.
atos do poder público, ou outro, admitindo-se a crítica em
trabalho assinado é cabível advertência e não demissão. A alternativa está incorreta porque a Perícia Forense não é
órgão da Segurança Pública, nos termos d art. 126 da
As demais alternativas estão previstas no art. 234 como Constituição Estadual.
hipóteses de demissão.
A alternativa B está errada. Pois compete ao Delegado de
117.A alternativa D é a correta. Polícial a funlão de autoridade de polícia judiciária e de
apuração de infrações penais e não ao policial civil.
Está em consonância com o artigo 249, §1º da Lei
Complementar nº 46/94. A alternativa C está incorreta. O recrutamento de policiais
civis se faz exclusivamente por concurso público e não
As alternativas A e B estão incorretas. As penalidades de preferencialmente.
demissão e cassação de aposentadoria devem ser aplicadas
pelo chefe do respectivo Poder ou pelo dirigente superior Por fim, de acordo com o art. 127 da CEES, Os órgãos
de autarquia ou fundação. Já as hipóteses de suspensão e estaduais de segurança pública, referidos no artigo
advertência podem ser aplicadas pelo Secretário de Estado, anterior, serão regidos por legislação especial, respeitada a
ou autoridade equivalente, ou dirigente de autarquia ou legislação federal.
fundação. Nesse sentido, percebe-se que houve uma troca
nas alternativas, no termos dos incisos I e II do art. 246 da
LC nº 46/94.

A alternativa C está incorreta, porque da sindicância só


pode decorrer a pena de advertência, não de suspensão.
Nos termos do §2º do art. 249: “Da sindicância somente
poderá decorrer a pena de advertência, sendo obrigatório
ouvir o servidor público denunciado.”

A alternativa E está incorreta porque a alínea “d” do inciso


II do art. 245 da referida lei porque só será circunstância
atenuante após 5 anos de serviço público e não 3, como
dito na alternativa.

118.A alternativa D está correta.

De acordo com o art. 190 do Estatuto.

A alternativa A está incorreta, de acordo com caput do art.


180: “- A hierarquia da função prevalece sobre a hierarquia
do cargo”.
53

Você também pode gostar