Você está na página 1de 7

INTERVENÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO

1) Considere as seguintes assertivas:

I- A intervenção do MP é obrigatória quando houver interesse de


relativamente incapaz, tanto no pólo ativo quanto no pólo
passivo da relação processual.
II- Há necessidade de que o incapaz seja parte para legitimar a
intervenção do MP no processo.
III- A intervenção não é obrigatória quando o incapaz tiver
representante legal.

Quais estão corretas?


(a)Apenas I
(b)Apenas II
(c) Apenas I e II
(d)Apenas I e III
(e)Apenas II e III

2) Considere as seguintes assertivas

I- Havendo justificado motivo, poderá o MP desistir da ação por ele


ajuizada.
II- Como substituto processual, o MP não poderá praticar atos de
disposição do direito material.
III- O MP não pode desistir do recurso por ele interposto.
Quais estão corretas?
(a)Apenas I
(b)Apenas II
(c) Apenas I e II
(d)Apenas I e III
(e) I, II e III

3) Considere as seguintes assertivas:

I- Os membros do MP prestam depoimento pessoal, não podendo,


todavia, confessar quanto à matéria de fato.
II- Vencedor da ação, o MP recebe honorários advocatícios, exceto
quanto a parte contrária litigar sob o benefício da gratuidade.
III- Segundo jurisprudência dominante, vencido o MP na ação civil
pública por ele proposta, não se aplicam subsidiariamente as
disposições do CPC referentes à sucumbência.

Quais estão corretas?

(a)Apenas I
(b)Apenas II
(c) Apenas III
(d)Apenas I e II
(e)Apenas I e III

4) Assinale a alternativa incorreta


(a)O MP deve ser intimado pessoalmente de todos os atos
processuais, sob pena de nulidade.
(b)O MP, quando fiscal da lei, tem prazo em dobro para recorrer.
(c) O MP, quando atua na qualidade de órgão agente, tem prazo em
dobro para apresentar contra-razões.
(d)O MP possui prazo em quádruplo para contestar a ação.
(e)O MP, na qualidade de órgão agente, não adianta despesas
processuais.

5) Quando promove a ação para defesa de direito individual


homogêneo, o MP atua na qualidade de:

a) Legitimado autônomo para condução do processo


b) Representante da parte
c) Parte pro populo
d) Substituto processual
e) Legitimado ordinário

6) Considere as seguintes assertivas:

I- Havendo interesse público, deve o MP intervir no processo.


II- Somente há duas formas de o MP participar do processo civil:
como parte ou na qualidade de fiscal da lei.
III- Como fiscal da lei, não pode o MP argüir a incompetência
relativa, faculdade exclusiva do réu.

Quais estão corretas?


(a)Apenas I
(b)Apenas I e II
(c) Apenas I e III
(d)Apenas II e III
(e) I, II e III

07) Considere as seguintes assertivas:

I – Atuando o Ministério Público no processo civil como órgão agente,


cabem-lhe os mesmos poderes e ônus que às partes. Logo, nesse
caso, poderá ajuizar ação rescisória com base nas hipóteses do art.
485 do CPC.
II – Já quando atua no processo civil como fiscal da lei, segundo a
jurisprudência majoritária, nas hipóteses em que propõe ação
rescisória, não se limita ao disposto no art. 487, III, b, do CPC,
podendo ajuizá-la quando a decisão violar o interesse público.
III – O Ministério Público sempre deverá ser ouvido na ação rescisória,
caso não seja o autor, mesmo que não tenha intervindo no processo
anterior.

Quais são corretas?

(a)apenas I
(b)apenas I e II
(c) apenas I e III
(d)apenas II e III
(e)I, II e III

08) Cessada a incapacidade, cessa a intervenção do Ministério


Público no processo, exceto:
a) nas ações radicadas em ilícito absoluto
b) nas ações de cobrança
c) nos processos de inventário com testamento
d) nos interditos possessórios
e) nas ações consignatórias

XL CONCURSO MP/RS:

33. A alienação da coisa litigiosa pelo réu:

(A) implica na substituição processual obrigatória do alienante pelo


adquirente.
(B) possibilita ao adquirente intervir no processo, assistindo ao alienante.
(C) acarreta a ilegitimidade passiva do alienante.
(D) determina a suspensão do processo até a citação do novo adquirente.
(E) possibilita a substituição voluntária das partes.

35. Em ação de investigação de paternidade, a mãe, representante do menor


autor da demanda, requereu a desistência da ação após a contestação do réu,
alegando falta de interesse no prosseguimento do processo. Diante do pedido
de desistência e verificando que havia interesses colidentes entre a
representante legal e o incapaz, o juiz:

(A) julgará extinto o processo, com julgamento do mérito.


(B) julgará antecipadamente a lide, com a improcedência da ação.
(C) determinará a substituição processual do autor.
(D) dará curador especial ao incapaz.
(E) julgará antecipadamente a lide, com a procedência da ação.

39. Assinale a assertiva incorreta:

(A) Na ação civil pública tanto pode ser réu o particular como a
administração pública.
(B) Não pode o Ministério Público promover o arquivamento do inquérito
civil, quando foi sua a iniciativa para instaurá-lo.
(C) O Ministério Público assumirá a titularidade ativa em caso de abandono
da ação civil pública pela parte legitimada.
(D) O Ministério Público tem legitimidade para requerer a execução da
sentença condenatória na ação civil pública.
(E) Na ação civil pública, o Ministério Público, quando não for parte, atuará
obrigatoriamente como fiscal da lei.

XLI CONCURSO MP/RS

78. Assinale a alternativa INCORRETA:

(a) Sendo o direito posto à análise de natureza individual homogênea, apenas


as partes, em regra, serão atingidas pela autoridade da coisa julgada e, por
exceção, o cessionário, o sucessor e o substituído processualmente.
(b) Sendo o direito individual homogêneo, a autoridade da coisa julgada, nos
casos de procedência da demanda, será erga omnes.
(c) Sendo o direito coletivo, salvo a hipótese de improcedência por ausência
de provas, a autoridade da coisa julgada será ultra partes.
(d) Tendo o direito posto em causa natureza difusa, também, salvo nos casos
de improcedência por ausência de provas, a autoridade da coisa julgada
projetar-se-á erga omnes.
(e) A autoridade da coisa julgada material não está circunscrita à norma
concreta editada pela decisão.

80. Assinale a alternativa INCORRETA:

(a) No caso de recurso de agravo, quando for o caso de intervenção


obrigatória do Ministério Público, este se manifestará depois das partes.
(b) O Ministério Público, quando atuar como fiscal da lei, não tem
legitimidade para oferecer recurso adesivo.
(c) O termo inicial do prazo para o Ministério Público oferecer recurso de
apelação, quando atuar como parte no processo, começa a correr da intimação
pessoal.
(d) O Ministério Público, em regra, tem legitimidade para recorrer no
processo em que oficiou obrigatoriamente como fiscal da lei, ainda que não
haja recurso da parte.
(e) Como o agravo de instrumento será dirigido diretamente ao tribunal
competente, o Ministério Público somente poderá interpor o recurso de agravo
através dos Procuradores de Justiça que atuam em segundo grau.

XLIII CONCURSO MP/RS

93 - Nas ações coletivas, quando se afirma que a sentença fará coisa julgada
erga omnes, secundum eventus litis significa que:

(a) A sentença será oponível contra todos, independentemente do resultado da


demanda.
(b) A sentença será oponível apenas em relação as partes, no entanto somente
na hipótese de procedência da causa.
(c) A sentença será oponível contra todos, somente no caso de procedência da
demanda.
(d) A sentença será oponível contra todos, somente no caso de improcedência
da demanda.
(e) Nenhuma das resposta está integralmente correta.