Você está na página 1de 5

13.

19
São Paulo,18 de julho de 2019
À
Sr. ALEXANDRE GUSMÃO – GRUPO PROTEÇÃO
Ref. ELEIÇÃO DA DIRETORIA DA FENATEST e
LEGITIMIDADE DE REPRESENTAÇÃO

Prezado,

Vimos através deste, reiterar a informação sobre a realização da Eleição da Diretoria da FENATEST
Federação Nacional dos Técnicos de Segurança do Trabalho, ocorrida no dia 19.05.2018, para o mandato
de 19.05.2018 à 18.05.2022, conforme editais de convocação.
Ocorre que, o processo de realização desta eleição, apesar do não registro de fraude, conforme sentenças
judiciais, ocorreu descumprimento de clausulas do Estatuto, suscitando contestação jurídica, pelas
representações das duas chapas concorrentes. Os motivos peticionados nas diversas ações judicias listadas
abaixo, o que caracteriza como processo sub judice até a definição da justiça em juízo.
Dos fatos:
1. A eleição foi feita com todos os critérios de legitimidade e sem nenhuma evidencia de fraude,
confirmado conforme todos as sentenças judiciais já julgadas.
b. Concorreram duas chapas, sendo a chapa de situação encabeçada por Armando Henrique, denominada
(chapa UNIÃO E LUTA); e segunda chapa encabeçada por Hildemar de Jesus Nina, denominada (chapa 3ª
VIA)
2. Conforme estabelece o Estatuto, foram habilitados 23 sindicatos com direito a um voto cada. Ocorre que
os sindicatos dos Estados - (PI, BA,RJ e AL) instalaram conflitos internos na indicação de delegados, as
diretoria dos respectivos sindicatos através de assembleias destituíram os delegados (presidentes deste
sindicatos), que haviam composto com a chapa de oposição sem a participação das respectivas diretorias,
e, elegeram delegados substitutos (vice-presidentes destes sindicatos) para fins desta eleição da
federação.
3. No ato da eleição, os 4 delegados destituídos pelas diretorias dos Estados citados, compareceram
impondo o direito a voto, sendo que Elias Bernardino da Silva Junior -RJ e Jaziel Aristide de Carvalho -BA,
apresentaram liminar. Harrison David Maia -AL e Arnaldo Evangelista Caland - PI, não apresentaram
mandato judicial, porem com os gestos de truculências do Grupo da oposição, a Comissão de Eleição
aceitou os votos em separados dos 8 delegados dos 4 Estados, alegando pré-condição para evitar tumultuo
incontrolável, convencionando em ata que estes votos conflitantes ficariam para decisão judicial, (o que se
conclui que o anuncio de resultado sem definição da urna 2 foi precipitado.
4. Feito a votação e apuração das duas urnas, sendo a urna 1, que recepcionou 19 votos, resultando em 10
votos para a chapa 3ª VIA, 9 votos para a chapa UNIÃO E LUTA, já na apuração da urna 2, que recepcionou
os 8 votos, a comissão explicitou os votos, resultando em 4 votos para a chapa 3ª VIA e 4 votos para a
chapa UNIÃO E LUTA.

_________________________________________________________________________________________
fenatest@fenatest.org.br – www.fenatest.org.br - Fone: (11) 3331-2700 Fax (11)3222-9399 -
Estados Filiados: AL-AP-AM-BA-DF-ES-GO-MA-MT-MS-MG-PA-PB-PR-RJ-RN-RS-RO-RR-SC-SP-SE-AC-TO
5.CLAUSULAS DO ESTATUTO
Art. 8º - São direitos dos Sindicatos filiados a FENATEST:
I - Tomar parte, votar e ser votado nas Reuniões do Conselho de Representantes, com direito a um voto por (sindicato) filiado;
................
Art. 9 - São deveres das Sindicatos Filiados:
...............
VIII - Terão direito a voto os associados com seus códigos sindicais ativos, devidamente registrados no Ministério do Trabalho
vinculado a esta federação, e a inexistência de deliberação excludente pelo conselho de representantes.
............................
IX - DA COMISSÃO ELEITORAL E DE RECURSOS
Art. 19 -A Comissão Eleitoral de que trata o Artigo anterior deste estatuto, será composta pelo Presidente da FENATEST
juntamente com 2 (dois) representes de cada uma das chapas que concorrem ao pleito, escolherão um Presidente, um Mesário
e um fiscal de mesa, de comprovada idoneidade moral, pertencentes a uma outra categoria sindical, para compor a mesa
coletora e apuradora de votação;
...............
Art. 24º - Em caso de suspensão do pleito, realizar-se-ão novas eleição no prazo de 30 (trinta) , limitada a eleição ás chapas em
questão.
Parágrafo Único - Se expirado o mandato da Diretoria, em qualquer hipótese esta (diretoria em exercício ou “do mandato de
2014 à 2018”), continuará até a realização de novo pleito e posse dos eleitos.

Relação de processos vinculados ao conflito:

6.Processo: 0010813-80.2015.5.01.0431;
Reclamante (s): MPT Ministério Público do Trabalho e Sind. da Construção Civil
Reclamado (s): Elias Bernardino da Silva Junior e Sindiserj
Motivo (s): Homologações fraudulentas; neste momento com bloqueios de contas e penhora de
bens.
Situação: Este Processo, com inquérito em andamento, foi usado como motivo para
impugnação do Elias Bernardino como componente da chapa 3ª VIA e como Delegado pelo RJ.

7.Processo: 0010384-86.2014.5.01.0031;
Reclamante (s): MPT Ministério Público do Trabalho, Sind. Dos Comerciários e Caixa Economia
Reclamado (s): Sindiserj (presidido por Elias Bernardino da Silva Junior)
Motivo (s): Descumprimento de TAC Termo de Ajuste de Condutas por Homologações Fraudulentas
Situação: Este Processo, com inquérito em andamento, foi usado como motivo para
impugnação do Elias Bernardino como componente da chapa 3ª VIA e como Delegado pelo RJ.

8.Processo: 38ª. Delegacia do Irajá inquérito 253.01191.2016/01. – Inquérito Civil


Reclamante (s): Vitimas
Reclamado (s): Elias Bernardino da Silva Junior
Motivo (s):
Situação: Este Processo, com inquérito em andamento, foi usado como motivo para
impugnação do Elias Bernardino como componente da chapa 3ª VIA e como Delegado pelo RJ.

_________________________________________________________________________________________
fenatest@fenatest.org.br – www.fenatest.org.br - Fone: (11) 3331-2700 Fax (11)3222-9399 -
Estados Filiados: AL-AP-AM-BA-DF-ES-GO-MA-MT-MS-MG-PA-PB-PR-RJ-RN-RS-RO-RR-SC-SP-SE-AC-TO
9.Processo: 0331678-30.2015.8.19.001 TJ-RJ
Reclamante (s): FENATEST
Reclamado (s): Elias Bernardino da Silva Junior e Ailton Nardelli
Motivo (s): Improbidade Administrativas como Presidente e Tesoureiro respectivamente nas
gestões anteriores desta federação.
Situação: Este Processo, em andamento na justiça civil do RJ, foi usado como motivo para
impugnação do Elias Bernardino como componente da chapa 3ª VIA e como Delegado pelo RJ.

10.Processo: 0100319-32.2017.5.01.0032
Reclamante (s): ROBERTO LEANDER BRANDÃO, KLEBER SILVIO COSTA e BENILTON JOSÉ DE
OLIVEIRA SANTIAGO
Reclamado (s): Elias Bernardino da Silva Junior
Motivo (s): Delapidação do patrimônio do sindicato e condutas litigiosas
Situação: Este Processo, em andamento, foi usado como motivo para impugnação do Elias
Bernardino como componente da chapa 3ª VIA e como Delegado pelo RJ.

11.Processo: 1000573-80.2018.5.02.0043
Reclamante (s): –Jaziel Aristide de Carvalho – BA; Harrison David Maia – AL; Arnaldo Evangelista
Caland – PI.
Reclamado (s): FENATEST
Motivo (s): Busca de direito a voto em oposição as assembleias da Diretoria da Sindiserj que
designou outro Delegado.
Situação: Este Processo, foi julgado com a cassação das liminares do Jaziel e Elias,
reconhecimentos das decisões de assembleias 4 diretorias (PI, BA,RJ e AL), além da desistência do
Jaziel Aristide de Carvalho dos processos da Bahia, (processo extinto e não apresentado recursos).

12.Processo: 1000577-89.2018.5.020020
Reclamante: 13 Sindicatos: SP; SC; ES; PI; BA; MS; DF; RO; TO; PR; AL; RJ; AM.
Reclamado (s): FENATEST
Motivo (s): Anulação dos votos dos srs Jaziel Aristide de Carvalho -BA; Harrison David Maia -AL-;
Elias Bernardino da Silva Junior-RJ e Arnaldo Evangelista Caland -PI. (Audiência para 17.09.2018 as
10:20 hrs).
Situação: Este Processo, foi julgado com a suspensão das liminares do Jaziel e Elias,
reconhecimentos das decisões de assembleias 4 diretorias (PI, BA,RJ e AL), além da desistência do
Jaziel Aristide de Carvalho, dos processos da Bahia

13.Processo: 1000594-80.2018.5.02.0035
Reclamante: 13 Sindicatos: SP; SC; ES; PI; BA; MS; DF; RO; TO; PR; AL; RJ; AM.
Reclamado (s): FENATEST
Motivo (s): Anulação da eleição por descumprimento dos Estatutos. (Audiência para 03.10.2018 à
9:10 Hrs)
Situação: Ocorrido 3 audiências e juiz não concedeu a anulação da eleição, por considerar
que não houve fraude na organização do preito e sentenciando que como a Comissão Eleitoral Foi
_________________________________________________________________________________________
fenatest@fenatest.org.br – www.fenatest.org.br - Fone: (11) 3331-2700 Fax (11)3222-9399 -
Estados Filiados: AL-AP-AM-BA-DF-ES-GO-MA-MT-MS-MG-PA-PB-PR-RJ-RN-RS-RO-RR-SC-SP-SE-AC-TO
induzida a erro ao aceitar mais de um voto de 4 sindicatos, proclamado o resultado de a definição
dos votos da Urna e, a mesma Comissão é legitima para reparar o que couber em suas funções.
14.Processo: 1000557-29.2018.5.02.0043
Reclamante (s): Elias Bernardino da Silva Junior
Reclamado (s): FENATEST
Motivo (s): Busca de direito a voto em oposição as assembleias da Diretoria da Sindiserj que
designou outro SR. Edson Sepúlveda como Delegado para a eleição da FENATEST.
Situação: Este Processo, foi julgado com a suspensão das liminares do Elias, visto que para
obtenção da liminar o mesmo omitiu o ato de assembleia da Diretoria. Elias entrou com recursos em
2ª estancia e em 10.06.2019, por acórdão foi mantida a decisão da 1ª Estancia, reconhecendo a
legitimidade do Sr. Edson Sepúlveda como delegado pelo RJ.

15.Processo: 0063161-39.2018.8.05.0001
Reclamante (s): Jaziel Aristide de Carvalho
Reclamado (s): FENATEST
Motivo (s): Busca de direito a voto em oposição as assembleias da Diretoria da SINTESB-BA; que
designou outro SR. José Edson Calmon como Delegado para a eleição da FENATEST.
Finalmente, colocamo-nos a disposição para melhores esclarecimentos, contando com a
compreensão dos representados, parceiros e envolvidos direta e indiretamente com a nossa
federação com base nas relações sindicais.
Situação: O Sr. Jaziel Aristide de Carvalho desistiu do processo por acordo de conciliação em juízo.

16.Processo: MPT 002366.2018.02.0/8


Reclamante (s): Sindicato dos Técnicos de Segurança do Trabalho do Est. Maranhão e Sindicato dos
Técnicos de Segurança do Trabalho do Est. Do Rio Grande do Sul
Reclamado: FENATEST
Motivo(s): Discordância das decisões em assembleias das Diretorias dos Sindicatos da Bahia,
Alagoas, Piaui e Rio de Janeiro para indicação dos delegados deste sindicatos com direito a voto na
eleição da diretoria da FENATEST. Feito reunião com representação das chapas e a
Desembargadora Elisabeh Priscila Satake Sato, retendo para eventuais processos de judicialização,
com limitação do MPT na monitoração do processo, não tendo caracterizado fraude na Eleição.

17.Conclusão e Pedido
a)Conforme histórico acima, e artigo 24º do Estatuto, a Diretoria eleita para o mandado de 2014 à
2018, continua no mandato até a resolução do conflito por definição de ação judicial o/ou por
acordo homologado.
b)Todos os processos citados e conclusos, ratificam os indeferimentos de direito a voto dos srs. Jaziel
Aristide de Carvalho-BA; Arnaldo Evangelista Caland PI; Harrison David Maia e Elias Bernardino da
Silva Junior – rj.
c)Com base no item (b), o resultado passa a ser de forma inconteste de 13 votos para a chapa
(UNIÃO E LUTA) e 10 votos para a chapa (3ª VIA).

_________________________________________________________________________________________
fenatest@fenatest.org.br – www.fenatest.org.br - Fone: (11) 3331-2700 Fax (11)3222-9399 -
Estados Filiados: AL-AP-AM-BA-DF-ES-GO-MA-MT-MS-MG-PA-PB-PR-RJ-RN-RS-RO-RR-SC-SP-SE-AC-TO
d)Conclamamos restabelecer o crédito de aplicação do e artigo 24º do Estatuto, com extensão de
mandato da diretoria, considerando a minimização dos prejuízos dos interesses coletivos dos
representados na gestão desta Federação.
e) Lembramos que, o critério mínimo de reconhecimento de uma eventual nova diretoria, requer
atas de eleição e posse com registro em cartório, e registro na Diretoria no Ministério do Trabalho.
f) O Elias entrou com recursos em 2ª estancia e em 10.06.2019, por acórdão foi mantida a decisão
da 1ª Estancia, reconhecendo a legitimidade do Sr. Edson Sepúlveda como delegado pelo RJ, não
restando nenhum processo recursado em aberto para reconhecimentos de legitimidade de votantes.
g). Mediante ao exposto, certificamos que o Sr. Hildemar de Jesus Nina e demais componente da
chapa denominada terceira via não tem legitimidade para representar como diretores da
FENATEST, prerrogativa esta que é de direito e obrigação da diretoria da gestão 2014 à 2018,
conforme artigo 24º do Estatuto da FENATEST, enquanto perdurar a condição deste eleição em
subjudice, e a devida correção de posição da Comissão de Eleição, registros em cartório e ministério
do Trabalho/Economia e homologação judicial.

OBS. A atual situação dos resultados dos processos julgados representa conclusão de 13 votos para
a chapa UNIÃO E LUTA, 10 votos para a chapa TERCEIRA VIA. Portanto, a chapa UNIÃO E LUTA
liderada por Armando Henrique, é vencedora de fato e de direito.

Com nossos pedidos de desculpas pelos transtornos, agradecemos antecipadamente vossa compreensão,

Atenciosamente,

Armando Henrique
Presidente – Gestão 2014/2018
Presidente interino – Gestão 2018/........

_________________________________________________________________________________________
fenatest@fenatest.org.br – www.fenatest.org.br - Fone: (11) 3331-2700 Fax (11)3222-9399 -
Estados Filiados: AL-AP-AM-BA-DF-ES-GO-MA-MT-MS-MG-PA-PB-PR-RJ-RN-RS-RO-RR-SC-SP-SE-AC-TO