Você está na página 1de 4

UFPA – FACULDADE DE ENGENHARIA ELÉTRICA E BIOMÉDICA

Relatório de Química
Experimental
Equilíbrio Químico

DISCENTES:

05/11/2019
DOMÍNIO CONCEITUAL Questões –foco
[Escolha a data] O que é ácido?
FILOSOFIA: o método científico pode DOMÍNIO METODOLÓGICO
Toeria como o conjunto de
ser definido O que é base? ASSERÇÕES DE VALOR:
procedimentos
E por meio dos quais um
cientista consegue propor um conjunto O que é ácido ASSERÇÕES DE CONHECIMENTO:
de explicações para fenômenos forte/fraco?
a) Experimento 1:
TEORIA: O que é base
forte/fraca? - Responsável: alunos;
- Ácido: Ácido, no âmbito da química,
pode se referir a um composto capaz de O que é - Recipientes: tubos de ensaio, papeis de
transferir Íons numa reação química, equilíbrio tornassol;
podendo assim diminuir o pH de uma homogêneo? - Reagentes: NaOH, HNO3, CH3COOH,
solução aquosa, ou a um composto capaz NH4OH, H2SO4, NaOH, metilorange,
de formar ligações covalentes com um O que é
equilíbrio fenolftaleína, papel tornassol azul, papel
par de elétrons.
heterogêneo? tornassol vermelho;
-Base: Uma base, de acordo com a
química clássica, é qualquer substância Como ocorre o - Reação:
que libera única e exclusivamente o equilíbrio TUBOS SOLUÇÃO INDICADOR COLORAÇÃO
ânion OH– em solução aquosa. Soluções 1 NaOH Pap. Tor. Azul Azul
químico?
com estas propriedades dizem-se básicas Pap. Tor. Ver.
ou alcalinas. As bases possuem baixas 2 HNO3 Pap. Tor. Azul Rosa
concentrações de íons H⁺, sendo Pap. Tor. Ver.
interações 3 CH3COOH Metilorange Vermelho
considerado base as soluções que têm, a
25 °C, pH acima de 7. 4 NH4OH Metilorange Amarelo/laranja
- Grau de ionização: representado pela
5 H2SO4 Fenolftaleína Rosa(branco)
letra α (alfa), se define como a relação
entre o número de moléculas ionizadas e 6 NaOH Fenolftaleína Pink
o número total de moléculas dissolvidas
- Ácido forte : ácido que se ioniza - Explicação:
completamente em solução a
Tubo 1 – Devido a coloração adquirida pelo
temperatura e pressão constantes.
tornassol, constatou-se que a solução é básica, ou
Nessas condições, a concentração de um
seja, pH acima de 7.
ácido forte é igual à concentração de
íons de hidrogênio. A equação para a Tubo 2 – Constatou-se que a solução é ácida,
completa dissociação de um ácido forte devido a coloração do tornassol, rosa/vermelho.
é: HA → H⁺ + A⁻ Tubo 3 – O metilorange tornou a solução
- Ácido fraco: ácido que não ioniza vermelha, constando se tratar de um meio ácido.
significativamente numa solução; ou Tubo 4 – O resultado foi um tom amarelado,
seja, se o ácido, representado pela consequentemente, é um meio básico.
fórmula geral HA, quando dissolvido
numa solução aquosa ainda restará uma Tubo 5 – A coloração resultante deveria ser
quantidade significativa de HA não rosada, mas obteve-se um branqueado.
dissociado. Tubo 6 – Teve-se um tom rosa pink, constatando-
- Base forte: Base forte é base cuja se a uma da solução básica.
constante de dissociação é elevada, em
que a substância em solução aquosa,
sofre dissociação liberando íons OH-
- Base fraca: é uma substância cuja
constante de dissociação é pequena,
diminuindo em menor intensidade a 1
concentração de OH⁻ quando adicionada
a uma solução líquida.
- Indicadores: indicador de pH, b) Experimento 2:
também chamado indicador ácido-base, é
- Responsável: alunos;
um composto químico que é adicionado
em pequenas quantidades a uma solução, - Recipientes: espátula, tubo de ensaio,
permitindo conhecer se seu pH se funil de vidro, papel filtrante;
encontra acima ou abaixo de uma
determinada faixa de valores que varia
- Reagentes: P2O5, CaO;
conforme o indicador escolhido. - Reação:
PRINCIPIOS/LEIS: CaO + H2O Ca(OH)2
- Teoria de Arrehenius: define o ácido P2O5+4H2O 2H3PO4 + H2O
como sendo um composto capaz de
liberar, em solução aquosa, um próton - Explicação: Após a filtração simples,
e uma base, como sendo capaz de com a colocação da fenolftaleína a
liberar um íon hidróxido. solução adquiriu tom rosada, indicando
se tratar
- Teoria de Bronsted-Lowry:
determina que um ácido é capaz de
receber um próton, e base doa um par c) Experimento 3:
de prótons.
- Responsável: alunos;
- Teoria de Lewis: define ácido de
- Recipientes: pipeta, erlenmeyer,
espécie química que recebe o par de
bureta;
elétrons em uma reação química,
enquanto base é a espécie química que - Reagentes: NaOH (óxido de sódio)
doa o par de elétrons em uma reação 250mL a 0,97M, 15mL de
química. CH3COOH(ácido etanoico), 3 gotas de
- Principio de Le Chatelier diz respeito fenolftaleína;
à resposta de sistemas em equilíbrio - Reação: CH3COONa + NaOH
quando sujeitos a uma perturbação. De CH3COOH + H2O
forma simples o princípio diz que um
sistema em equilíbrio quando - Explicação:
perturbado tende a ajustar-se de modo
a remover a perturbação e restabelecer
o equilíbrio. Existem diversos fatores
que podem afetar o equilíbrio de
substâncias em uma reação química,
temperatura, concentração e pressão
são alguns exemplos.

São aqueles em que todos os


participantes da reação, quer sejam
reagentes, quer sejam produtos, estão
em um mesmo estado de agregação, e
o resultado é um aspecto homogêneo
em todo o sistema. Geralmente os
equilíbrios homogêneos são formados
apenas por gases.
CONCEITOS: base, ácido,
equilíbrio químico, princípio de Le
Chatelier, produtos, reagentes.
2
TRANSFORMAÇÕES:

 REGISTROS: titulação do ácido; valores


de concentração (mol/L) das substâncias
envolvidas.

Evento/objeto: equilíbrio químico.