Você está na página 1de 5

Aula 04 - Desvios formais e funções-moldura

● Desvios Fraseológicos
● Desvios Cadenciais
● Funções-Moldura

Desvio fraseológico

● Extensão
● Expansão
● Compressão
● Interpolação

Extensão: Material extra adicionado aumenta a duração da função;

Expansão: Membros constituintes da função aumentados ("inchados");

Figura 1 Exemplo de extensão e expansão (5.2)

Compressão: Redução do tamanho dos membros constituintes de uma função formal;


Figura 2 Exemplo de continuação comprimida (5.4)

Interpolação: Material completamente novo inserido entre duas funções formais que
deveriam estar conectadas entre si.

Figura 3 exemplo de interpolação - (5.3a)

Figura 4 Exemplo modificado (5.3b)

Desvio cadencial
● Cadência de engano
● Cadência evitada
● Cadência abandonada

Cadência de engano: substituição do I grau em uma cadência 'estrutural'. Soa como 'alvo' e
'fim' da frase anterior (substituindo a tônica final);

Figura 5 Exemplo de cadência de engano (5.5)

Cadência evitada: quando eventos que substituem a tônica final dão ocasião para o
surgimento de uma nova música que 'boicota' a finalização do tema; (ex 5.13)

Cadência abandonada: quando numa progressão cadencial a dominante aparece invertida ou


é completamente omitida (frustrando a progressão V - I); (5.14)

Esses procedimentos trazem a necessidade de mais música antes da cadência final, gerando,
em muitos casos, extensão das funções finais.

Funções-moldura

Introdução temática: música, sem conteúdo temático que 'emoldura' o início do tema. Possui
dinâmica progressiva (acumulação de texturas; aumento de densidade); (5.15)

Seção de fechamento: prolongamento da tônica final, posterior à cadência, que emoldura o


fim do tema (diminuição de texturas; diminuição de densidade). Formado por estruturas
chamadas codettas, que elaboram estratégias melódico-harmônicas de prolongar a tônica
final. (5.16)
Figura 6Exemplo de funções-moldura (5.7)

"Ficando na dominante": função semelhante à seção de fechamento, mas sobre o V (próprio


de semi-cadências);

Figura 1: "Ficando na dominante"

Desvios simétricos ou assimétricos

Simétricos: que mantém a proporção das frases

Assimétricos: que dissolvem a proporção das frases


Figura 8 Exemplo de desvio formal simétrico (5.12a) e sua versão de período normativo (5.12b)