Você está na página 1de 8

Sumérios

Os sumérios, um curioso povo do Oriente Médio, começaram 2.300 anos antes da


nossa era a registrar seu passado glorioso. Ainda hoje não sabemos de onde vieram,
mas trouxeram consigo uma cultura superior, plenamente desenvolvida

ua astronomia era incrivelmente avançada: seus observatórios obtinham


cálculos do ciclo lunar que diferiam em apenas 0,4 segundo dos cálculos atuais. Na
colina de Kuyundjick, antiga Nínive, foi encontrado um cálculo, cujo resultado final,
em nossa numeração, corresponde a 195.955.200.000.000. Um número de quinze
casas!... Os velhos e inteligentes gregos, no auge do brilho do seu saber, não
passaram do número 10.000, o resto seria o "infinito". Na cidade de Nipur, 150 km ao
sul de Bagdá, foi encontrada uma biblioteca sumeriana inteira, contendo cerca de
60.000 placas de barro com inscrições denominadas: cuneiformes. Nas traduções
destas escritas, diz-se que a Terra, teve origem extraterrestre, através da colisão de
dois corpos celestes. Parte dos destroços caíram aqui e no outro corpo celeste:
"Nibiru", onde teve início a vida e com isso avançaram no estágio de evolução.
Os Sumérios acreditavam que seus "Deuses" vieram deste planeta - 'o décimo
segundo planeta' - que completa uma volta no Sol a cada 3600 anos. As tabulas de
argila sumérias tem informações precisas sobre os planetas do sistema solar. O mais
impressionante são os dados sobre Plutão (Planeta que só foi descoberto em
1930! ).Eles sabiam o tamanho de Plutão, sua composição química e orgânica e
afirmavam que Plutão era na verdade um satélite de Saturno que se "desprendeu" e
ganhou uma nova órbita. Eles chamavam a Lua de pote de chumbo e diziam que seu
núcleo era uma 'cabaça' de ferro. Durante o programa Apolo, a NASA confirmou esses
dados... Esse conhecimento seria possível há 3.000 anos atrás?
A história diz ainda que após 35 milhões de anos Nibiru corria risco de se acabar
totalmente, então, como a Terra era o único planeta com condições favoráveis para
sua sobrevivência, fizeram misturas genéticas entre os primatas e a sua espécie. Diz-
se que estes colonizadores tinham uma expectativa de vida de 20.000 anos, períodos
completamente incompreensíveis para o nosso saber, e eram humanóides gigantes.
Com o passar do tempo estes extraterrestres misturaram-se com os humanos,
gerando assim novas raças e etnias: os "filhos dos Deuses"...

Os ETs também advertiram das calamidades que o planeta Terra iria passar. No caso o
planeta Nibiru passaria muito perto de nós e a atração gravitacional iria provocar um
cataclisma. Se ligarmos o Dilúvio e a Arca de Noé com os documentos achados dos
Sumérios vemos a lógica... também quando vemos rastros de humanos gigantes,
quando associamos os anjos e as luzes no céu que são mencionados na Bíblia com os
contatos imediatos que temos hoje constantemente, percebemos que não estamos
sós, que tudo faz sentido e que a verdade realmente está lá fora.

SICTHIN, Zecharia.

Segundo o legado astronômico dos Sumérios, contado por Zecharia Sitchin em seu
livro "O 12o. Planeta", um grande planeta invasor (MARDUK) teria passado muito
perto da órbita terrestre e arrancado pedaços da Terra (TIAMAT), entre eles a nossa
atual Lua (KINGU ).
Em uma segunda passagem, o tal planeta teria empurrado a órbita da Terra de sua
posição entre Marte e Júpiter para a órbita atual. Os destroços que sobraram desses
dois encontros continuam na órbita original e formam o cinturão de asteróides que
existe entre Marte e Júpiter.

A Lua, um planeta em formação agora extinto, ficou presa à órbita terrestre e a


acompanhou desde então. Assim eles explicam a imensidão do Oceano Pacífico, local
do planeta que teria sofrido a colisão com os satélites de Marduk e de onde saíram os
destroços que formaram o cinturão de asteróides.

Também dizem que os diversos satélites originais da Terra teriam sido jogados fora de
suas órbitas pelo encontro com Marduk, originando os atuais cometas, errantes pelo
sistema solar.
Deuses Sumerianos
Sabemos que todos os deuses sumerianos correspondiam a determinados astros.
Marduk = Marte, o deus supremo, consta ter tido uma estátua em ouro puro, de
oitocentos talentos de peso; isso correspondia, se acreditarmos em Heródoto, a uma
imagem de 24.000Kg de ouro puro. Ninurta = Sírio era o juiz do Universo,
pronunciava sentenças sobre os homens mortais. Há placas com inscrições
cuneiformes dirigidas a Marte, Sírio e às Plêiades. Em hinos e orações dos sumérios
estão mencionadas armas divinas que, em estilo e efeito, deveriam ter sido
completamente absurdas para a época. Um canto de louvor a Marte narra que ele
fazia chover fogo e aniquilava seus inimigos com um relâmpago reluzente. De Inana
está descrito como se eleva para o céu: "... irradiando um terrível clarão que cega e
destrói as casas do inimigo". Foram encontrados desenhos e até uma maquete de
uma residência, assemelhando-se a um abrigo antiatômico pré-fabricado, redondo,
tosco e com uma única abertura estranhamente emoldurada. Da mesma época, cerca
de 3.000 anos antes de Cristo, os arqueólogos encontraram uma parelha com carro e
cocheiro, além disso, dois esportistas lutadores, tudo com acabamento impecável e
limpo. Os sumérios, isso é comprovado, eram mestres de um artesanato perfeito. Por
que modelaram um tosco "abrigo antiaéreo", uma vez que outras escavações na
Babilônia ou em Uruk trouxeram à luz do dia obras muito mais finas?
Dilúvio segundo os Sumérios...
“... e depois veio o dilúvio e após o dilúvio a realeza tornou a descer mais
uma vez do céu..." este trecho está em uma das placas com inscrições
cuneiformes, gravado em seis colunas, que constituem a mais antiga descrição do
dilúvio de que temos conhecimento, mais antiga até que o poema épico de Gilgamés.
Cinco cidades pré-diluvianas são nomeadas no texto: Eridu, Badtibira, Larak, Sitpar e
Shuruppak. Duas dessas cidades até agora ainda não foram encontradas. Na mais
antiga das placas até hoje decifradas, o Noé dos sumerianos, chamado Ziusudra,
morava em Shuruppak e lá construiu sua arca. Os sumérios teriam edificado, através
de séculos, torres, pirâmides e casas com todo o conforto para seus "deuses" a quem
ofereciam sacrifícios enquanto aguardavam o regresso. E cem anos depois, de fato
regressavam... Novos achados poderão trazer descrições ainda mais remotas?!...
Bíblia
Os Livros Sagrados não são, nem jamais pretenderam ser, fontes de informação
científica e, portanto, não servem de argumento comprobatório para os fenômenos
neles escritos, porém, vejam que "fantásticos" os trechos retirados da Bíblia Sagrada:
Ezequiel
“Aconteceu no trigésimo ano, no quinto dia do quarto mês, quando eu me encontrava
no Rio Chebar entre os exilados. Lá se abriu o céu...eu, porém, vi como veio do norte
um vento tempestuoso e uma grande nuvem, envolta em resplendor e incessante
fogo, em cujo centro refulgia algo como metal brilhante. E bem ao meio apareceram
vultos como de quatro seres vivos, cujo aspecto se assemelhava a vultos humanos. E
cada um tinha quatro rostos e cada um quatro asas. Suas pernas eram retas e a
planta de seus pés era como a planta do pé de um bezerro e brilhavam como metal
polido". Nesse momento vale a pena pensar no Deus Onipresente das religiões: tem
esse Deus necessidade de vir correndo desabaladamente de uma determinada
direção? Não pode Ele, sem espalhafato ou alarde, encontrar-se lá onde deseja estar?
Sigamos a narração-testemunho do profeta Ezequiel:
"Além disso, vi, ao lado dos quatro seres vivos, rodas no chão. O aspecto das rodas
era como o vislumbre de um crisólito e as quatro rodas eram todas da mesma
conformação e eram trabalhadas de modo tal como se cada roda estivesse no meio
da outra. Podiam andar para todas as quatro direções, sem virar-se ao andar. E eu vi,
que tinham raios e seus raios estavam cheios de olhos em toda a volta das quatro
rodas. Quando os seres vivos andavam a seu lado e quando os seres vivos se
elevavam do chão, também as rodas se elevavam".A narração é estupendamente
precisa, porém, de acordo com os atuais conhecimentos ele viu algo parecido com os
veículos espaciais que os americanos usam nas areias do deserto e em regiões
pantanosas...

Arca da Aliança
No Livro do Êxodo, capítulo XXV, 10, Moisés relata as instruções precisas que "Deus"
transmitiu para a construção da Arca da Aliança. As diretrizes são fornecidas com a
precisão de centímetros, indicam como e onde deveriam ser fixados varais e argolas
e que ligas metálicas deveriam ser usadas. As instruções visavam uma execução
exata, assim como "Deus" desejava tê-la. Advertiu a Moisés, repetidas vezes, que não
cometesse erros. "E vê que faças tudo com exatidão completa, segundo o modelo
que te foi exibido na montanha..."
(Êxodo, XXV, 40). "Deus" também disse a Moisés que ele mesmo lhe falaria, do
interior daquela sede de misericórdia. Ninguém – assim ele instruiu Moisés com
clareza – deveria chegar perto da Arca da Aliança e para seu transporte deu a ele
instruções precisas sobre a vestimenta a ser usada e o calçado apropriado. A respeito
de todos esses cuidados, assim mesmo houve depois um deslize (2º Livro de Samuel,
capítulo VI). Numa ocasião em que Davi mandou transportar a Arca da Aliança, Oza ia
a seu lado. Quando os bois, que puxavam o carro, se agitaram e fizeram a Arca
pender para o lado, Oza susteve-a com as mãos: como que atingido pelo raio, caiu
morto no mesmo instante.
Sem dúvida, a Arca da Aliança estava eletricamente carregada. Pois, se hoje a
reconstruirmos de acordo com as instruções fornecidas por Moisés, produziremos
uma carga elétrica de várias centenas de volts. O condensador será formado pelas
placas de ouro, uma carregada positivamente e a outra, negativamente. Se, além
disso, um dos querubins colocados sobre a Arca servisse como magneto, então o alto-
falante, talvez até uma espécie de aparelho de comunicação recíproca entre Moisés e
a "astronave", estaria perfeito.Os detalhes da construção da Arca da Aliança podem
ser lidos com todas as minúcias na Bíblia.

Sodoma e Gomorra
...e o Senhor mandou chover enxofre e fogo sobre Sodoma e Gomorra...
Os que saíram ilesos, como a família de Lot, estavam longe do centro da explosão,
nas montanhas (é provável que as paredes rochosas tenham absorvido naturalmente
os perigosos raios duros). Nesse momento a mulher de Lot virou-se e olhou
diretamente para o sol atômico. Morreu horas depois.
A noite anterior ao holocausto deve ter sido de insônia e ansiedade para Abraão. Sem
dúvida ele se preocupava com o destino de Ló e de sua família no caso de não serem
encontrado os dez justos em Sodoma. "Levantando-se de madrugada, Abraão foi ao
lugar onde estivera na presença de Iahweh e olhou para Sodoma, para Gomorra e
para toda a planície, e eis que viu a fumaça subir da terra, como a fumaça de uma
fornalha!" 0 patriarca estava testemunhando uma "Hiroxima", uma "Nagasaqui" - a
destruição de uma planície fértil e densamente povoada por armas atômicas. 0 ano
era 2024 a.C. Onde estão os restos de Sodoma e Gomorra? Os antigos geógrafos
gregos e romanos afirmavam que o fértil vale onde antes ficavam as cinco cidades
atingidas tinha sido inundado pelo desastre. De fato, os estudiosos modernos
acreditam que a catástrofe descrita na Bíblia (qualquer que tenha sido sua causa
"natural") provocou uma falha na margem sul do mar morto, o que fez suas águas
derramarem e cobrirem as regiões mais baixas a sua frente. A parte restante da
antiga margem passou a ser chamada pelos nativos da região de el-Lissan ("a
Língua"), nome que conserva até hoje.
0 vale onde ficavam as cinco cidades tornou-se uma nova parte do mar Mono,
apelidada de "mar de Ló". Além disso, o derrame das águas para o sul fez descer a
margem norte do mar Morto. A possibilidade de ter havido uma explosão nuclear na
região vem sendo confirmada por várias pesquisas, que começaram com uma
abrangente exploração da área nos anos 20 por uma missão científica patrocinada
pelo Pontifício Instituto Bíblico do Vaticano.
Os arqueólogos dessa equipe descobriram que os povoados que ficavam nas
montanhas em torno da área foram abruptamente abandonados no século 21 a.C. e
permaneceram desocupados por muitos séculos. E mais: até hoje, a água das fontes
que cercam o mar Morto são contaminadas por radioatividade, que segundo o I. M.
Blake, em "A Cura de Josué e 0 Milagre de Eliseu", artigo publicado em The Palestine
Exploration Quarterly, "é forte o bastante para provocar a esterilidade e outras
enfermidades em homens e animais que a ingeriram por muitos anos seguidos".

[...] O principal alvo do ataque nuclear foi à península do Sinai. Mas a verdadeira
vítima, no final de tudo, foi a Suméria.

[...]... mas a cicatriz que essa destruição deixou na Terra PODE SER VISTA ATÉ HOJE !
É uma vasta cicatriz, tão imensa que só pode ser vista por inteiro do céu. Por isso sua
existência só foi revelada no mundo recentemente, quando os satélites começaram a
fotografar a Terra do espaço. Essa é uma marca para a qual nenhum cientista
encontra explicação.

[...] O preto não é uma cor natural da península do Sinai, porque ali predominam a
brancura do calcário e os tons avermelhados do arenito, que podem chegar ao
marrom escuro mas jamais ao preto, pois este só é encontrado na natureza quando
existe o basalto, que não ocorre naquela área.

No entanto, ali, na parte norte-noroeste da enigmática cicatriz, o solo é preto. Essa


cor é provocada por milhares de pedacinhos de rocha enegrecida que espalham pela
área como se tivessem sido atiradas por uma mão gigantesca.

Extraído do livro "As Guerras de Deuses e Homens" de Zecharia Sitchin.

A Bomba Atômica e a Bíblia

A catástrofe
"No outro dia, bem cedo, Lot voltou à cidade. Levantando os olhos para Sodoma,
Gomorra e toda a terra adjacente, viu que se elevavam da terra cinzas inflamadas,
como fumaça que sai de uma fornalha..."

O que aconteceu, realmente, em Sodoma não sabemos ao certo. Estudiosos da Bíblia


acreditam que a grande explosão seja fruto de uma bomba atômica, mas para isso
precisamos admitir a presença, naquela época, de seres tecnologicamente mais
evoluídos, provavelmente extraterrestres!
Livro do Gênese
cap.19, 1-28
"...À tardinha, chegaram dois anjos a Sodoma, quando o pai Lot estava justamente
sentado à porta da cidade. Prontamente Lot convidou-os a pernoitar em sua casa...
No raiar do dia, os anjos apressaram Lot, dizendo-lhe: 'Anda, toma depressa tua
mulher e tuas duas filhas, não suceda que também tu pereças na ruína da cidade'.
Como ele, porém, ainda hesitasse, os homens insistiram, porque o Senhor queria
poupá-lo; conduziram-no para fora da cidade e advertiram: 'Salva tua vida, não olhes
para trás e não pares nos arredores! Esconde-te nas montanhas, para que não sejas
destruído!... Rápido, salva-te, vai para lá, pois nada posso fazer antes de tu lá
chegares.'

Gênesis
No velho testamento, encontram-se diversos fenômenos que podem facilmente ser
associados a UFOs, porém no livro do Gênese é onde se encontram os relatos mais
interessantes, podendo considerar que seja o primeiro contato Humano-EBE.
Adão e Eva
"Então o Senhor Deus mandou ao homem um profundo sono; e enquanto ele dormia,
tomou-lhe uma costela e fechou com carne o seu lugar. E da costela que havia
tomado do homem, o Senhor Deus fez uma mulher e levou-a para junto do homem."
Daí podem fazer as seguintes suposições:
Eva seria um clone feito a partir do DNA de Adão? Ambos seriam uma espécie de
"astronautas" com a missão de colonizar o novo planeta descoberto e que por algum
motivo foram deixados aqui?
Com o conhecimento adquirido hoje pelo homem, sabemos que é possível a
clonagem de qualquer ser vivo, e além disso fazê-lo de maneira aperfeiçoada.
Gigantes
“Naquele tempo viviam gigantes na Terra, como também daí por diante, quando os
filhos de Deus se uniam às filhas dos homens e estas geravam filhos”.
Na Bíblia vemos várias menções a estes gigantes. Quem poderiam ser?
Nos Livros Apócrifos constam que tais gigantes seriam resultados da junção da
descendência piedosa de Seth com a descendência depravada de Caim.
Filhos de Deus e Filhos dos Homens
O primeiro livro da Bíblia mostra como tudo foi criado, céu, mar, sol, terras e também
o homem. Mostra o início da vida no planeta. No capítulo 6 há um versículo que diz:
Como os homens começaram a multiplicar-se sobre a terra, e lhes nasceram filhas,
viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas e tomaram para si
mulheres de todas as que escolheram.
Quem eram estes filhos de Deus?
Podemos perceber que existe uma separação entre filhos de Deus e filhos dos
homens, ou seja, algo que não é da Terra, mas que podia estar sendo visitado por
alguma outra entidade. Se fossem anjos, não faria sentido a junção com tais
mulheres, pois esses seriam puros e luminosos (segundo a concepção bíblica), mas
poderiam ser seres de outros planetas que sucumbiram às fraquezas da Terra.
A criação
O primeiro livro da Bíblia mostra como tudo foi criado, céu, mar, sol, terras e também
o homem. Mostra o início da vida no planeta.
No capítulo 6 há um versículo que diz: "Como os homens começaram a
multiplicar-se sobre a terra, e lhes nasceram filhas, viram os filhos de Deus
que as filhas dos homens eram formosas e tomaram para si mulheres de
todas as que escolheram."
Quem eram estes filhos de Deus ?
Podemos perceber que existe uma separação entre filhos de Deus e filhos dos
homens, ou seja, algo que não é da Terra, mas que podia estar sendo visitado por
alguma outra entidade. Se fossem anjos, não faria sentido a junção com tais
mulheres, pois esses seriam puros e luminosos (segundo a concepção bíblica), mas
poderiam ser seres de outros planetas que sucumbiram às fraquezas da Terra.
Abraão
No capítulo 18 podemos ver a reverência de Abraão, quando avista os 3 homens e
pede para lavar-lhes os pés e também trazer-lhes pão. Os tais homens eram seres
físicos, pois podiam ser tocados e foram alimentados por Abraão, mas como
Abraão sabia diferenciar um homem comum de um homem especial ? Será, por
causa de suas vestes?
No capítulo 25, vemos a morte de Abraão, ou seja, o final de sua existência na Terra e
seu cortejo fúnebre, mas por quê não foi arrebatado como o profeta Elias? Segundo
a Bíblia, Elias não morreu, mas foi levado por uma "bola de fogo".
Existem muitas passagens bíblicas aludindo a visita de homens estranhos que eram
chamados de anjos, estes comiam, bebiam e alguns deles coabitaram com as
mulheres da Terra. Sabemos que o povo naquela época, não tinha a capacidade de
medir certas coisas, pois não tinha o conhecimento, não tinha ciência, não tinha
tecnologias, portanto, quaisquer fenômenos anômalos a seu cotidiano eram rotulados
de divinos ou enviado dos céus ou até mesmo de demoníacos.

Jonas e a Baleia
"E levantaram a Jonas, e o lançaram ao mar, e cessou o mar da sua fúria. Preparou,
pois, o SENHOR um grande peixe, para que tragasse a Jonas; e esteve Jonas três dias
e três noites nas entranhas do peixe. E orou Jonas ao SENHOR, seu Deus, das
entranhas do peixe. Falou, pois, o SENHOR ao peixe, e este vomitou a Jonas na terra
seca".
Teria Jonas sido abduzido?
Pois sabemos que ninguém tem a capacidade de ser engolido por uma baleia, passar
uns dias na barriga do peixe e depois ser cuspido são e salvo.
Teria Jonas se deparado com um OSNI? (Objeto Submarino Não Identificado)
Consta que na época existia um conto pagão com uma pessoa que era engolida por
uma baleia e depois cuspida viva, antes da história de Jonas.
O Livro de Enoch
Em seu livro, Enoch conta:
"...recebi a visita de dois homens de grande cultura, como jamais havia visto na Terra.
Seus rostos brilhavam como o Sol, seus olhos pareciam lâmpadas ardentes. O fogo
era expelido por seus lábios. Suas roupas pareciam plumas. Seus pés eram
purpúreos, seus olhos brilhavam mais que a neve. Chamaram-me por meu nome..."
Texto descoberto no século X pode ser o relato da visita de extraterrestres a Terra.
Enoch visitou assim sete mundos diferentes do nosso. Viu neles criaturas aladas com
cabeças de crocodilo e pés e caudas de leão. No sétimo mundo, encontrou
pessoalmente o criador dos mundos que explicou a formação da Terra e do Sistema
Solar.
Jesus Cristo
No novo testamento, encontramos dados sobre a vida de Jesus, este talvez seja o
mais interessante dos casos, porque Jesus era um ser que fugia completamente aos
padrões da época, dotado de bom senso, compaixão e sabedoria, ele estava muito à
frente da população bárbara, contemporânea a ele em Jerusalém.
Até mesmo seu tipo físico foge aos padrões da época. Em todas as descrições
achadas ao longo da história descrevem Jesus como sendo uma pessoa com uma
estatura superior aos demais humanos contemporâneos ao seu tempo. Acredito que
mesmo sos apóstolos não foram capazes de entender todos os ensinamentos que
Jesus lhe passou, justamente por serem bárbaros como os demais indivíduos de sua
era.
A Concepção de Maria
De acordo com a Bíblia, Maria ficou grávida, "virgem", do Espírito Santo.
Podemos tirar a conclusão que Maria foi a primeira mulher a receber uma
inseminação artificial, no qual foi implantado um híbrido, humano-ET?
Consta que José, marido de Maria, por conta disso abandonou-a, mas depois foi
atormentado por sonhos, onde "anjos" diziam para ele aceitar o filho, pois esta era a
vontade de Deus.
A Estrela de Belém
"Então Herodes, chamando secretamente os magos, inquiriu exatamente deles
acerca do tempo em que a estrela lhes aparecera. E, enviando-os a Belém, disse: Ide,
e perguntai diligentemente pelo menino e, quando o achardes, participai-mo, para
que também eu vá e o adore. E, tendo eles ouvido o rei, partiram; e eis que a estrela,
que tinham visto no oriente, ia adiante deles, até que, chegando, se deteve sobre o
lugar onde estava o menino".
Este é outro fato importante que aconteceu no nascimento de Jesus. Guiando os 3
Reis Magos, esta estrela pode facilmente ser considerada um UFO que acompanhou
de perto todo o fato? para dar proteção ao bebê?

Milagres, cruzes no céu e fenômenos estranhos em textos antigos


Em 13 de outubro de 1917, na cidade de Fátima, Portugal, 70.000 pessoas
presenciaram o milagre do sol. Estava chovendo quando o sol apareceu através das
nuvens. Parecia um disco achatado, com um contorno nitidamente definido. Tinha o
brilho mutante e, de repente, começou a fazer uma manobra e a rodar com crescente
velocidade. Começou a cair e logo 'aquilo', avermelhando-se, manobrou e
desapareceu nas nuvens.
No ano de 1200, também foi vista uma cruz no céu sobre Jerusalém.
Em 312 d.C., surgiu uma cruz no céu quando o imperador Constantino aceitou o
Cristianismo, no Império Romano.
Em 1528, no cerco de Utrech, foi vista uma cruz de Borgonha, de cor amarela, no
céu da Holanda.
Nos anais de Tutmés III, cerca de 1504 a 1450 a.C., escribas viram no céu círculos
de fogo que, em seguida, subiram mais alto e dirigiram-se para o sul.
Em 163 AC, em Concius, um homem foi queimado por um raio que veio de um
espelho no céu.
Em 436 DC, em Bizâncio, após fortes tremores de terra, uma criança sobe ao céu e
volta, fenômeno presenciado por muitas pessoas.
No ano de 776, os franceses, dentro do castelo de Sigibut, estavam sitiados pelos
saxões. No entanto, foram salvos quando surgiram sobre a igreja da fortaleza dois
escudos vermelhos no céu. E assim os saxões fugiram. (Annales Laurissenses)
Crônicas do ano 1120, do monge Mateus de Paris, nos falam de uma cruz voadora
sobre o Santo Sepulcro. (Hist. Anglorum)
Em 1463, Catarina de Bolonha, na Itália, viu o Senhor sentado num trono
resplandecente.
Em 214 AC, em Hédria, no Golfo de Veneza, houve um estranho espetáculo. Surgiu
um homem vestido de branco sobre um altar no céu. (Julius Obsequens e Tito
Livius em história romana - Liv. 21- Cap. 62)