Você está na página 1de 15

CRIOTERMOLIPÓLISE: tecnologia não- invasiva para redução de medidas, remodelagem corporal, tratamento de celulite e flacidez cutânea

RESUMO

Letícia de Oliveira Rocha*

artigo de revisão

A valorização da estética tanto corporal quanto facial tem contribuído para o aumento crescente do número de pacientes dentro dos consultórios de dermatologistas e clínicas estéticas. Isso ocorre devido à supervalorização da aparência física gerando queixas em massa da população em relação às imperfeições estéticas. Nesse patamar ganham destaque a gordura localizada, a celulite e a flacidez cutânea, fazendo com que o ramo da estética, um dos mais atrativos ganhasse grande projeção no cenário mundial. Em contrapartida, empresas envolvidas com tecnologias relacionadas a essas patologias investem a cada ano em pesquisas tecnológicas que, por sua vez, garantam efeitos rápidos, eficazes e duradouros nos pacientes, bem como resultados com custos reduzidos e menor desgaste em seus aplicadores. Pensando nisso, foi desenvolvido o Galeno Sculptor, equipamento que associa radiofrequência multipolar com LED vermelho, Ultrassom Cavitacional, Ultrassom Focalizado e a mais nova tecnologia para redução de medida corporal: a Criolipólise, que, por sua vez, combina, em um só handpiece, sistema de sucção pneumática, LED Vermelho e sistema de refrigeramento.

Palavras-chave:Tecido adiposo. Contorno corporal. Criolipólise. Não-invasivo. Criotermolipólise. Ultrassom. Gordura Localizada. Celulite. Flacidez. Cavitação. Fibro Edema Geloide. Ultrassom focalizado. Ultrassom Cavitacional.

* Bacharel em Fisioterapia pelo Centro Universitário Newton Paiva (Belo Horizonte-MG E-mail: leticiafisio0209@hotmail.com

.

1 INTRODUÇÃO

saúde

definido pela Organização Mundial de

Saúde (OMS) como completo bem-estar

A

partir

do

conceito

de

físico, psíquico ou emocional e social, e não apenas a ausência de doença, permite compreender que o distúrbio

64 C&D-Revista Eletrônica da Fainor, Vitória da Conquista, v.6, n.1, p.64-78, jan./jun. 2013

Letícia de Oliveira Rocha

estético representa uma ameaça à integridade emocional do indivíduo, resultante da alteração do esquema/imagem corporal e, consequentemente, da autoestima (MACHADO, 2011; CHARTUNI, 2011). Atualmente, na busca de um padrão estético social, é notório o aumento de mulheres que recorrem a diversas terapias, com o intuito de minimizar as disfunções estéticas (GONÇALVES et al., 2005; FERRARO et al., 2012) a fim de promover ou melhorar a harmonia corporal através da adoção de hábitos alimentares saudáveis (dietas personalizadas), práticas diferenciadas de atividade física (MACHADO, 2011), além de tecnologias não-invasivas, como ultrassom focalizado, ultrassom cavitacional, lasers ablativos, laser de baixa potência e afins (FERRARO et al., 2012; JEWELL; SOLISH; DESILETS,

2011).

A síndrome da desarmonia corporal (SDC) é denominada como o conjunto de alterações estéticas, como a fibroedema geloide (FEG), adiposidade localizada, aumento de gordura corporal total e flacidez muscular. Essas alterações estéticas causam grande impacto na imagem corporal das mulheres, que são

fortemente influenciadas pela mídia; como estão quase sempre associadas, os tratamentos estéticos devem considerá- las conjuntamente, a fim de promover ou manter a harmonia corporal (MACHADO,

2011).

Esse conjunto de quesitos favorece

o desenvolvimento de novas tecnologias

que objetivam a remodelação corporal, principalmente (FERRARO et al., 2012;

JEWELL; SOLISH; DESILETS, 2011). Tendo em vista, que as dietas associadas

à atividade física muitas vezes não são

capazes de remover a gordura localizada de determinadas regiões (MACHADO, 2011), facialmente obtido com a lipoaspiração, primeiramente descrita como procedimento de cirurgia plástica em 1979 (FERRARO et al., 2012; GOMES, 2003). O procedimento de lipoaspiração está associado aos maiores índices potenciais de complicações significativas,

de morbidade e mortalidade, tanto decorrentes do processo operatório e pós- operatório, que vão desde as complicações clássicas – fibrose, fasceíte necrotizante, choque hipovolêmico,risco de lesão em órgãos internos, embolias gordurosas, hemorragias, trombose venosa profunda, perfurações intestinais,

C&D-Revista Eletrônica da Fainor, Vitória da Conquista, v.6, n.1, p.64-78, jan./jun. 2013

65

Criotermolipólise: tecnologia não-invasiva para redução de medidas, remodelagem corporal, tratamento de celulite e flacidez cutânea

infecções, sepsis, necroses, até o surgimento de outras imperfeições estéticas, como irregularidades na pele, seromas, hipercromias, além do breve acamamento, limitação de vida diária, limitação de trabalho, dependência de outras pessoas e afins (JEWELL; SOLISH; DESILETS, 2011; ZELICKSON et al., 2009). Em decorrência das novas inovações tecnológicas associadas aos riscos inerentes a esse procedimento, o número de cirurgias de lipoaspiração tende a diminuir com a introdução de recursos não-invasivos e com o mínimo de efeitos colaterais, possibilitando ao indivíduo sair do procedimento e retomar a vida normalmente, sem restrições (JEWELL; SOLISH; DESILETS, 2011; ZELICKSON et al., 2009). Dentre as tecnologias não-invasivas, cita-se a criolipólise, a radiofreqüência, laserte- rapias, e ultrassons cavitacional e focado de baixa intensidade não térmico - mecânico (JEWELL; SOLISH; DESILETS, 2011). O que justifica o lançamento do Galeno Sculptor, da família do Power Shape Platform, é um equipamento que reúne diferentes modalidades de tecnologias, como criolipólise, radiofrequência, ultrassom focalizado e

ultrassom cavitacional numa mesma plataforma. O sistema de congelamento a vácuo assistido age no tecido adiposo promovendo a lipólise e consequente redução de medidas (JEWELL; SOLISH; DESILETS, 2011; ZELICKSON et al., 2009), o que está associado, no caso do equipamento Galeno Sculptor, ao LED vermelho e a sucção pneumática. O handpiecede aquecimento foi projetado para o tratamento da flacidez corporal. A criotermolipólise é a mais nova técnica não-invasiva de remodelação corporal e eliminação da gordura localizada e, consequentemente, da celulite (JEWELL; SOLISH; DESILETS, 2011; ZELICKSON et al., 2009). Trata-se, portanto, de um método revolucionário, o qual consiste no resfriamento do tecido induzindo o organismo a um efeito em cascata. As baixas temperaturas no corpo fazem com o que o organismo acelere o metabolismo a fim de quebrar a gordura localizada no intuito de elevar a temperatura corporal. Essa quebra gera, secundariamente, a produção de energia. Esse fenômeno é responsável pelo aumento da vascularização e, consequente, o aumento do aporte

66 C&D-Revista Eletrônica da Fainor, Vitória da Conquista, v.6, n.1, p. 64-78, jan./jun. 2013

Letícia de Oliveira Rocha

nutricional ao tecido, ocasionando a remoção de toxinas e o excesso de água (JEWELL; SOLISH; DESILETS, 2011; ZELICKSON et al., 2009).

2 METODOLOGIA

O presente estudo trata-se de uma revisão de literatura sobre a eficácia das tecnologias envolvidas no equipamento Galeno Sculptor, ou seja, radiofrequência, ultrassom cavitacional, ultrassom focalizado e criolipólise, com maior enfoque neste último, para o tratamento das diversas patologias estéticas, dentre as quais, flacidez cutânea, fibro edema geloide (celulite), gordura localizada, realizado no período de agosto a novembro de 2012, tendo como referências publicações em inglês, espanhol e português, cujos descritores foram: tendo como referências publicações em inglês e português, cujos descritores foram: Celulite/fibrous cellulite, radiofreqüência/radiofrequency, gordura localizada/localized fat, ultrassom cavitacional/ultrasound Cavitation, ultrassom focalizado/ ultrasound focused/ criolipólise/cryolipolysis, não-invasivo/non invasive, tecido adiposo/tissue fat, ultrassom/ultrasound, flacidez / skin laxity,

contidas nas bases de dados: MedLine, LILACS e Pubmed, Bireme, Scielo, além de revistas eletrônicas (eletroterapia. com.br e seer.perspectivasonline) e referências obtidas através dos estudos selecionados, os quais foram publicados entre 2003 e 2012, visando um amplo estudo sobre o tema abordado. Foram descartados os artigos que não correspondiam ao objetivo do estudo, sendo, portanto, selecionados somente os que abordaram a melhora das patologias anteriormente citadas, incluindo tanto os estudos que utilizaram métodos quantitativos e/ou qualitativos em relação às palavras-chave, avaliação da redução da circunferência, melhora visual do aspecto da celulite, gordura localizada e flacidez, como a utilização de exames de imagens e/ou biópsias. Àqueles que abordavam de forma isolada as patologias ou as tecnologias objetivadas, também foram utilizadas nesse estudo. Para avaliação dos estudos foram estabelecidos critérios de forma que se pudesse assegurar a qualidade dos trabalhos, como: (a) identificação do estudo quanto ao tipo de tratamento e como se procede à técnica; (b) características metodológicas. Na avaliação dos atributos qualitativos, foi

C&D-Revista Eletrônica da Fainor, Vitória da Conquista, v.6, n.1, p.64-78, jan./jun. 2013

67

Criotermolipólise: tecnologia não-invasiva para redução de medidas, remodelagem corporal, tratamento de celulite e flacidez cutânea

considerada a redução da circunferência

local, a melhora da flacidez de pele e no

aspecto visual da celulite e da gordura

localizada.

3 RESULTADOS E DISCUSSÃO

Neste estudo foram selecionadas

14 publicações, entre os anos de 2003 e

2012, que abordaram a utilização dos

equipamentos de radiofreqüência,

ultrassom cavitacional, ultrassom

focalizado e criolipólise no tratamento da

celulite, da gordura localizada e da

flacidez.

Para melhor entendimento acerca

das tecnologias empregadas no

tratamento das diversas imperfeições

estéticas aqui abordadas, estas foram

divididas em tópicos ou seções.

3.1 Criolipólise e Ultrassom Cavitacio- nal no tratamento da gordura localizada

A palavra Cryo derivada do grego

Kryos que significa gelo, frio, e constitui,

na atualidade, uma das mais modernas

técnicas de redução de medida corporal

(COLEMAN et al., 2009). Na tentativa de

melhorar o contorno corporal e reduzir

medidas, as tecnologias que envolvem

como recurso o frio começaram a ser

introduzidas no mercado, surgindo

primeiramente nos EUA, sendo que, os

primeiros estudos para comprovar os

benefícios desta terapia foram realizados

em modelos animais (JEWELL; SOLISH;

DESILETS, 2011; COLEMAN et al.,

2009).

A criolipólise designa o uso de

crioterapia (frio) em temperaturas abaixo

de -1°C, trata-se de um recurso

seguro,aprovado pela Health Canadá e

Food and Drug Administration (FDA) a

qual tem sido apresentada como um novo

método de redução da camada de

gordura de maneira não-invasiva

(JEWELL; SOLISH;DESILETS, 2011;

ZELICKSON et al., 2009).

Os primeiros estudos, que

objetivavam comprovar a eficácia da

técnica para a redução da espessura da

camada de gordura, se deram em um

modelo suíno de Yucatán (JEWELL;

SOLISH; DESILETS, 2011; COLEMAN et

al., 2009). A exposição desses animais ao

frio demonstrou que a criolipólise pode

promover uma redução de 30% a 50% na

espessura da camada de gordura destes,

(COLEMAN et al., 2009), já em humanos

os estudos têm apontado uma redução de

20-26% da camada de gordura no local

68 C&D-Revista Eletrônica da Fainor, Vitória da Conquista, v.6, n.1, p. 64-78, jan./jun. 2013

Letícia de Oliveira Rocha

exposto ao frio 4-6 meses após o tratamento (JEWELL; SOLISH; DESILETS, 2011). Tanto em humanos quanto em animais, o tratamento com a criolipólise não causou nenhum tipo dedanos permanentes à pele ou outras estruturas, sem alterações no perfil lipídico, incluindo colesterol total, lipoproteína de baixa e de alta densidade, colesterol e triglicérides (JEWELL; SOLISH; DESILETS, 2011; ZELICKSON et al., 2009; COLEMAN et al., 2009). Os adipócitos, ou simplesmente células de gordura, são afetados seletivamente pelo frio, podendo ocorrer um processo inflamatório no local da aplicação. Há, portanto, lesão apenas nas células de gordura, mantendo-se íntegras as outras estruturas ao redor do adipócito (FERRARO et al., 2012; JEWELL; SOLISH; DESILETS, 2011; ZELICKSON et al., 2009; COLEMAN et al., 2009). Essas células lesionadas pelo frio iniciam, entre vinte e quatro (24) e setenta e duas (72) horas após a exposição, uma resposta inflamatória controlada. Depois de danificadas, as células afetadas são excretadas através do metabolismo (JEWELL; SOLISH; DESILETS, 2011; ZELICKSON et al., 2009).

Quanto às complicações pós- procedimentos, encontra-se descrito na literatura: alterações transitórias na função sensorial, porém, sem lesões a longo prazo nas fibras nervosas sensoriais (JEWELL; SOLISH; DESILETS, 2011; COLEMAN et al., 2009), eritema, o qual ocorreu imediatamente após a aplicação e que pode desaparecer 30 minutos após o término da sessão, bem como pequenas alterações nos níveis de lipídeos ao longo do tempo, entretanto, dentro dos limites considerados normais (FERRARO et al., 2012; ZELICKSON et al., 2009). Coleman et al. (2009), selecionaram 10 indivíduos, divididos em dois grupos, os quais foram submetidos ao tratamento com o sistema de criolipólise na região de flancos. Para acompanhamento da redução de gordura, nove dos 10 pacientes se submeteram a acompanhamentos por meio de ultrassons, antes do tratamento e na visita de acompanhamento (follow up), em contrapartida, quanto a função sensorial foram realizadas por meio de avaliação neurológica em 9 destes, e um paciente foi submetido a biópsia. O primeiro grupo foi submetido ao tratamento durante 60 minutos; o segundo, por um tempo de 45 minutos. Como resultados, os avaliadores

C&D-Revista Eletrônica da Fainor, Vitória da Conquista, v.6, n.1, p.64-78, jan./jun. 2013

69

Criotermolipólise: tecnologia não-invasiva para redução de medidas, remodelagem corporal, tratamento de celulite e flacidez cutânea

constataram uma redução de 20,4% da camada de gordura após 2 meses da primeira sessão e 25,5% aos 6 meses após o tratamento. Verificaram, ainda, que houve alterações transitórias na sensibilidade em seis dos nove sujeitos submetidos à avaliação neurológica, porém, sem comprometimento das fibras nervosas que foram submetidas à biópsia. Com retorno das funções sensoriais (sensibilidade) em uma média de 3,6 semanas após o tratamento. O estudo desenvolvido por Ferraro et al. (2012) foram selecionados 50 pacientes com gordura localizada e celulite para a utilização simultânea de dois transdutores:

criolipólise para tecido adiposo e ondas de choque para o tratamento de celulite. Como resultados verificaram que houve redução significativa da circunferência nas áreas tratadas, sendo uma diminuição de 3,02 cm a 4,45 cm, além de uma melhora, também significativa da microcirculação e, portanto, da celulite. Estudos histológicos comprovam que, após a exposição ao frio, ocorre apoptose dos adipócitos com posterior fagocitação dos mesmos pelos macrófagos. O processo inflamatório estimulado por apoptose dos adipócitos inicia dentro de 3 dias após o tratamento

com pico em torno de 14 dias (JEWELL; SOLISH; DESILETS, 2011), a 30 dias (FERRARO et al., 2012; ZELICKSON et al., 2009). Após esse período e até o 30 ° dia, o processo inflamatório reduz consideravelmente, e a atividade dos macrófagos é intensificada, por conseguinte, os resultados clínicos começam a ficar mais evidentes. Em aproximadamente 60 dias após a conclusão da sessão, diminui-se o volume das células com espessamento de septos interlobulares (JEWELL; SOLISH; DESILETS, 2011; ZELICKSON et al.,

2009).

As principais contraindicações a esse tratamento consistem em: doenças raras, crioglobulinemia, doença paroxística ao frio, hemoglobinúria, urticária ao frio (ZELICKSON et al., 2009), além de gestantes, pacientes com alterações de sensibilidade e toda e qualquer alteração neurológica, pacientes com dispositivos intrauterinos (DIU), tumores, câncer (FERRARO et al., 2012). Em contrapartida, não basta apenas congelar a gordura, tem que derretê-la. Estudos têm comprovado a eficácia clínica do Ultrassom Cavitacional enquanto recurso redutor de medidas corporais, justificando a utilização deste

70 C&D-Revista Eletrônica da Fainor, Vitória da Conquista, v.6, n.1, p. 64-78, jan./jun. 2013

Letícia de Oliveira Rocha

recurso após o congelamento das células de gordura (JEWELL; SOLISH; DESILETS, 2011).

3.2 Ultrassom

O ultrassom (US) é uma onda mecânica com uma frequência acima do alcance do ouvido humano, as quais são caracterizadas por intensidade, expressas em W/cm 2 , e frequência expressa em kilohertz (KHz) ou megahertz (MHz). Trata-se de outro recurso não invasivo capaz de esculpir o corpo, a depender da frequência do equipamento, pela lise dos adipócitos através de mecanismos mecânicos e térmicos (MACHADO, 2011; GONÇALVES et al., 2005; JEWELL; SOLISH; DESILETS, 2011). Esse recurso tem sido bastante utilizado em diversos tratamentos, tanto por médicos, nos procedimentos biomédicos, por fisioterapeutas, em procedimentos de reabilitação física e dermato-funcional, quanto por esteticistas, entretanto, é um recurso que necessita de medidas de cautela e otimização técnica (GONÇALVES et al., 2005). Os efeitos biológicos produzidos por essa modalidade (US) são de duas categorias: térmicos e não térmicos

(GONÇALVES et al., 2005). Gonçalves et al. (2005), bem como Chartuni (2011), reportam em seus estudos que osefeitos mecânicosocasionam a oscilação das células em alta velocidade, promovendo uma diminuição do potencial da membrana celular e ao aumento da permeabilidade, induzindo, inclusive, ao aumento da atividade metabólica. Em frequências mais baixas, entre 20 e 70 KHz, o ultrassom pode facilmente causar cavitação, que nada mais é que o surgimento de furos (cavidades) no tecido adiposo, facilitando a implosão das células de gordura (JEWELL; SOLISH; DESILETS, 2011) melhorando a redistribuição da gordura corporal subcutânea (GONÇALVES et al., 2005). Nos adipócitos, os efeitos mecânicos do ultrassom (US) promovem o aumento da atividade metabólica celular, favorecendo a liberação dos lipídios da membrana celular e de seu interior, sendo mais comum a excreção de ácidos graxos, colesterol total e outros (GONÇALVES et al., 2005). Há, ainda, a indução ao aumento da permeabilidade entre as células, devido a quebra das ligações intercelulares, facilitando a drenagem dos lipídios pelo sistema linfático e melhorando a redistribuição da

C&D-Revista Eletrônica da Fainor, Vitória da Conquista, v.6, n.1, p.64-78, jan./jun. 2013

71

Criotermolipólise: tecnologia não-invasiva para redução de medidas, remodelagem corporal, tratamento de celulite e flacidez cutânea

gordura corporal (CHARTUNI, 2011; GONÇALVES et al., 2005). Trata-se, portanto, de um recurso totalmente eficaz no combate a gordura localizada, na remodelação corporal e na redução da celulite (CHARTUNI, 2011).

3.3 Radiofrequência

A radiofrequência é, sem dúvidas, um dos recursos eletrotermoterápicos mais utilizados nos tratamentos estéticos atualmente. Seu princípio consiste no uso de uma corrente de alta frequência com corrente alternada superior a 3.000 Hz que promove diatermia, aquecimento através do calor profundo, através da conversão da energia elétrica em energia térmica, o que ocasiona um aquecimento no interior dos tecidos de maneira não- invasiva (AGNE, 2009). Essa corrente atinge profundamente as camadas tissulares melhorando o metabolismo, a oxigenação, nutrição e vasodilatação nos tecidos tratados bem como abaixo da zona tratada (JEWELL; SOLISH; DESILETS, 2011; AGNE, 2009; AGNE et al., 2011). Sua origem data do ano de 1981 a partir dos estudos de D’Ansorval, o qual acompanhou as respostas dos tecidos

mediante correntes de intensidades distintas, favorecendo a elucidação dessa tecnologia associada ao processo de envelhecimento cutâneo, do qual todos nós passaremos um dia (RONZIO et al.,

2011).

Naturalmente, com o passar do tempo, o tecido conjuntivo, cujo principal componente é o colágeno, se torna mais rígido e a elastina perde sua elasticidade. Todo esse processo faz com que as camadas de gordura sob a pele percam a sua conformação natural, perdem a uniformidade. Ocorre, então, a degeneração das fibras elásticas, diminuição da velocidade de troca de oxigênio entre os tecidos e desidratação tecidual favorecendo o surgimento das rítides, ou simplesmente rugas (RONZIO et al., 2011). A energia produzida pela radiofrequência penetra na epiderme, derme e hipoderme e alcança inclusive as células musculares, portanto, os tecidos mais profundos, porém, sem afetar a superfície da pele, estimulando o processo de desnaturação do colágeno, fazendo com que suas fibras contraiam imediatamente e desencadeiem a ativação dos fibroblastos, estimulando a neocolagênese (formação de novas fibras

72 C&D-Revista Eletrônica da Fainor, Vitória da Conquista, v.6, n.1, p. 64-78, jan./jun. 2013

Letícia de Oliveira Rocha

colágenas) com posterior reorganização das fibras colágenas e remodelação do tecido (AGNE, 2009). São inúmeros os efeitos fisiológicos

induzidos pela RF, dentre eles incluem-se:

a vasodilatação com abertura dos

capilares, o que melhora o trofismo tissular; a reabsorção dos líquidos

intercelulares e o aumento da circulação; aumento da drenagem venosa; diminuição de edemas decorrentes de processos inflamatórios; aumento da permeabilidade da membrana; estímulo

ao maior aporte nutricional de oxigênio,

nutrientes e oligoelementos para o tecido, podendo ocasionar a melhora no sistema de drenagem dos resíduos celulares, como as toxinas e os radicais livres. (RONZIO et al., 2011). Secundariamente, todos esses efeitos podem ser capazes de tornarem os adipócitos túrgidos, estimulando a lipólise homeostática pela fricção das moléculas que compõem os

tecidos, além daprodução de fibras elásticas de melhor qualidade (GOMES, 2003; RONZIO et al., 2011). Aumentos sutis na temperatura da pele, a partir de 5º a 6ºC, são capazes de aumentar a extensibilidade do colágeno com redução de sua densidade, atuando favoravelmente no fibroedema geloide e

fibroses pós-cirurgia plástica. Entretanto,

a manutenção da temperatura em 40ºC

durante todo o período de aplicação reduz

a extensibilidade do colágeno e aumenta

a sua densidade, contribuindo na melhora

da flacidez da pele (AGNES, 2009; RONZIO et al., 2011). Portanto, a radiofrequência trabalha principalmente através de enrijecimento da pele, e não na destruição dos tecidos adiposos, tornando-a mais adequada para pacientes com celulite do que para a redução da circunferência corporal (JEWELL; SOLISH; DESILETS, 2011). Existem alguns relatos na literatura, em relação à especificação do tempo ideal para aplicação da radiofrequência. Van der Lugt et al.,2009, reportam que o tempo ideal para o tratamentos corporais seria de 3 a 5 minutos para cada região. Em contrapartida, há estudo que reporta que, ao atingir a temperatura ideal para o tratamento ( 41 ºC), mantém-se a mesma por mais sete (07) minutos (AGNE et al.,

2011).

Agne et al. (2011) , selecionaram um sujeito do sexo feminino, 33 anos de idade, com indicação de abdominoplastia e disponibilidade em submeter-se ao tratamento com radiofrequência capacitiva não ablativa, cujo objetivo era verificar

C&D-Revista Eletrônica da Fainor, Vitória da Conquista, v.6, n.1, p.64-78, jan./jun. 2013

73

Criotermolipólise: tecnologia não-invasiva para redução de medidas, remodelagem corporal, tratamento de celulite e flacidez cutânea

através de análise histológica comparativa

a resposta tecidual cutânea e subcutânea

à terapia por radiofrequência capacitiva não ablativa com aplicação prévia à abdominoplastia. A área escolhida para o tratamento foi o abdômen o qual foi exposto a quatro (04) aplicações de RF durante duas semanas, com tempo médio de 30 minutos, preconizada pela manutenção da temperatura desejada (41 ºC), mantida por 7 minutos, a temperatura externa da pele foi mantida em 41ºC. Para a conclusão do estudo, os autores lançaram mão de análise histológica de ambos os tecidos (o tecido que foi submetido ao tratamento e o contralateral – controle), os quais foram extraídos imediatamente após a quarta aplicação de RF. Ambos os tecidos apresentaram o mesmo padrão de birrefringência, com feixes grossos, compactados paralelamente à superfície epidérmica, a qual é característica do colágeno tipo I, portanto, sem resultados histológicos significativos, talvez pelo número de sessões reduzidas. Del Pino et al. (2006), submeteram em seu estudo, vinte e seis indivíduos do sexo feminino, com idades entre 18 a 50

anos, com celulite bilateral visível (grau 1

a 3) em ambas as nádegas e/ou coxas.

As pacientes foram submetidas a duas sessões de radiofrequência unipolar (15 dias de intervalo). Os aplicadores definiram a energia apropriada e foram realizadas três passagens de 30 segundos cada. Para a avaliação da espessura do tecido subcutâneo nas áreas afetadas pela celulite (nádegas e coxas) no pré-tratamento, após a segunda sessão e após 15 dias de intervalo da segunda sessão, foi empregado o ultrassom de varredura da Philips Medical Systems. Os autores reportaram uma melhora clínica no aspecto da celulite e flacidez de 20% na redução de volume em 68% dos pacientes, sendo que das 18 pacientes que obtiveram melhora na redução da espessura da derme, 16 delas apresentaram essa redução nas nádegas (DEL PINO et al., 2006). Em contrapartida, Alexiades- Armenakas, Dover e Arndt (2008), realizaram um estudo randomizado, cego, com um número de 10 indivíduos com idades entre 32 e 57 anos com excesso de gordura subcutânea e celulite (grau de 2 a 4) nas coxas. A coxa contralateral serviu de controle para os avaliadores. As pacientes foram submetidas a sessões de RF unipolartotalizando até seis tratamentos unilaterais, sendo que o

74 C&D-Revista Eletrônica da Fainor, Vitória da Conquista, v.6, n.1, p. 64-78, jan./jun. 2013

Letícia de Oliveira Rocha

número de sessões foi definido a critério do investigador, em intervalos de 2 semanas . Os participantes responderam aos questionários confrontados com dois avaliadores cegos, os quais utilizaram como parâmetro de avaliação fotografias pré e pós-tratamento, bem como consenso do autor. Os resultados obtidos no estudo apontam uma melhora clinicamente visível em todos os pacientes, após uma média de quatro tratamentos, porém, sem significância estatística a partir do sistema de quantificação. O estudo não demonstrou nenhum resultado relativo à redução de gordura localizada, talvez porque esse não fosse seu objetivo principal, ou, ainda, o número de sessões ser insuficiente para tal finalidade ou os parâmetro inadequados.

4 CONCLUSÃO

O equipamento Galeno Sculptor possui tecnologia de ponta, o qual combina a associação de tecnologias e possibilita as mais diversas indicações clínicas para tratamento das mais variadas patologias estéticas, como celulite, gordura localizada e flacidez cutânea.

A utilização da crioterapia tem demonstrado resultados positivos na redução da gordura corporal. Além disso, a utilização do handpieceCryo Sculptor promove oaumento da vascularização e consequente aumento do aporte nutricional ao tecido, o que estimula a atividade metabólica no tecido subcutâneo, ocasionando a remoção de toxinas e o excesso de água. Isso estimula, além da redução da espessura do tecido adiposo, o sistema linfático, que atua, portanto, secundariamente na melhora da drenagem linfática e estase venosa. Portanto, a tecnologia de criolipólise, poderia ser uma alternativa para pacientes que necessitam de remoção de pequena ou moderada quantidade de tecido adiposo, quer tenham indicação cirúrgica ou não. Além disso,todas as tecnologias referidas neste estudo apresentam eficácia clínica comprovada cientificamente, sendo necessários controles como: tempo de exposição do tecido, manutenção da temperatura alvo, parâmetros adequados de acordo com a patologia a ser tratada, seleção adequada do tipo de tecnologia a ser empregada.

C&D-Revista Eletrônica da Fainor, Vitória da Conquista, v.6, n.1, p.64-78, jan./jun. 2013

75

Criotermolipólise: tecnologia não-invasiva para redução de medidas, remodelagem corporal, tratamento de celulite e flacidez cutânea

Ainda assim, estudos com esse

equipamento deverão ser preconizados

para melhor compreensão dos protocolos

variáveis e para mensurarmos

quantitativamente os resultados obtidos

no tecido adiposo.

AGRADECIMENTOS

A Deus; aos meus pais e irmãos

pelo apoio e carinho; à amiga Maria Isabel

Mendes que mesmo tão longe se manteve

tão perto contribuindo indiretamente para

a minha realização profissional; à

dedicação do Dr. Abdo Salomão Júnior,

médico dermatologista, e Jussara Bassani

que muito contribuíram para o

desenvolvimento deste trabalho e para

meu aprimoramento profissional; a

prestatividade do Dr. Luís Fernando Tovo

e da Dra. Ana Paula Urzedo; a Denise

Amaro; ao jornalista e redator Jackson

dos Santos Carvalho pela revisão do

texto, dedicação e apoio.

CRIOTERMOLIPÓLISE: Technology non invasive measures for reduction, body reshaping, treatment of cellulite and sagging skin

ABSTRACT

The appreciation of facial aesthetics as much as body aesthetics has contributed to the increasing number of patients within the dermatologists and aesthetic clinics. This is due to overvaluation of physical appearance generating large complaints of the population in relation to aesthetic imperfections. At this level localized fat, cellulite and sagging skin are highlighted, causing the branch of aesthetics, one of the most attractive get big projection worldwidely. On the other hand, companies involved with technologies related to these diseases invest every year in technological research, which in its turn; ensure fast, effective and durable effects in patients, as well as results with lower costs and less damage on their applicators. Thinking about it, Galen Sculptor was developed, a device that associates multipole-radio frequency with red LED, cavitational ultrasound (Focused Ultrasound) and the newest technology for reducing the body measurement: the Criolipólise which combines Red LED and cooling system in a single handpiece system pneumatic suction.

Keywords:

Fibrous Cellulite. Radiofrequency. Localized Fat. Ultrasound Cavitation. Ultrasound Focused. Cryolipolysis. Non Invasive. Tissue Fat. Ultrasound. Skin Laxity.

76 C&D-Revista Eletrônica da Fainor, Vitória da Conquista, v.6, n.1, p. 64-78, jan./jun. 2013

Letícia de Oliveira Rocha

Artigo recebido em 19/12/2012 e aceito para publicação em 17/01/2013

REFERÊNCIAS

AGNE, et al. Análise histológica comparativa do tecido cutâneo e subcutâneo submetido à radiofrequência capacitiva não ablativa em sujeito com indicação prévia de abdominoplastia. Revista Kinesia, ano 3, p. 65-70, 2011.

AGNE, J. E. Eu Sei Eletroterapia. 1. ed. Santa Maria: Pallotti, 2009.

ALEXIADES-ARMENAKAs, M.; DOVER,

J. S.; ARNDT, K. A. Unipolar

radiofrequency treatment to improve the appearance of cellulite. Journal Cosmetic and Laser Therapy., v.10, n.3, p.148-153,

FERRARO, G. A. Synergistic effects of cryolipolysis and shock waves for noninvasive body contouring. Aesthetic Plast Surg., v.36, n.3, p.666-679, 2012.

GOMES, R. S. Critérios de Segurança em Lipoaspiração. Acm. Arq. Catarin. Med., v.32, n.4, p.35-46, 2003.

GONÇALVES, L. S. Utilização da terapia ultra-sônica de baixa intensidade na redução da lipodistrofia ginecóide: uma terapia segura ou risco cardiovascular transitório? Um estudo pré-clínico. An Bras Dermatol., v.80, supl. 3, p.352-359,

2008.

2005.

CHARTUNI, J. M.; SOSSAI, L. S.;

JEWELL,

M.

L.

;

SOLISH,

N.

J.

;

TEIXEIRA, C. G. Efeitos do ultrassom 3 mhz associado à ativos lipolíticos na adiposidade infra-abdominal: ensaio clínico randomizado. Revista Científica

DESILETS, C. S. Noninvasive body sculpting technologies with an emphasis on high-intensity focused ultrasound. Aesthetic Plast Surg., v.35, n.5, p.901-

Perspectivas online v.1, n. 1, 2011.

912, 2011.

Disponível

em:

<www.seer.perspectivasonline.com.br>. Acesso em: 01 set. 2012.

COLEMAN, S. R. et al. Clinical Efficacy of Noninvasive Cryolipolysis and Its Effects on Peripheral Nerves. Aesth Plast Surg.,

v.33, p.482–488, 2009.

DEL PINO, M. E. et al. Effect Of Controlled Volumetric Tissue Heating With Radiofrequency On Cellulite And The Subcutaneous Tissue Of The Buttocks And Things. J Drugs Dermatol, v.5, n.71, p.14-22, 2006.

LUGT, V. D. C. et al. A Multicenter Study of Cellulite Treatmentwith a Variable emission Radiofrequency System. Alizonne Preventiveand Cosmetic Medicine, Meijel, Holland. Dermatol Ther., v.22, v.1, p.74-84, 2009.

MACHADO, G. C. et al. Análise dos efeitos do ultrassom terapêutico e da eletrolipoforese nas alterações decorrentes do fibroedema gelóide. Fisioter Mov., v.24, n.3, p.471-479, 2011.

C&D-Revista Eletrônica da Fainor, Vitória da Conquista, v.6, n.1, p.64-78, jan./jun. 2013

77

Criotermolipólise: tecnologia não-invasiva para redução de medidas, remodelagem corporal, tratamento de celulite e flacidez cutânea

RONZIO, O. A. et al. Avaliação dos efeitos da radiofrequência no tecido conjuntivo. RBM Especial Dermatologia, v.68, 2011.

ZELICKSON, B. et al. Cryolipolysis for noninvasive fat cell destruction: initial results from a pig model. Dermatol Surg., v.35, n.10, p.1462-1470, 2009.

78 C&D-Revista Eletrônica da Fainor, Vitória da Conquista, v.6, n.1, p.64-78, jan./jun. 2013