Você está na página 1de 5

ABG P R O J E Ç Ã O S E R V I C E S L T D A - M E

MEMORIAL DESCRITIVO DE INSTALAÇÕES ELÉTRICAS


DROGARIA ONOFRE PATEO JAHU - SÃO PAULO
RUA JOSÉ DA SILVA RIBEIRO, 183 - VILA ANDRADE CEP. 05726-130
EMISSÃO INICIAL – 20/04/2018

ÍNDICE GERAL

1. INTRODUÇÃO

2. OBJETIVO

3. NORMAS E ESPECIFICAÇÕES

4. SISTEMAS PROPOSTOS

5. INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

6. ESPECIFICAÇÕES DOS SERVIÇOS

1. INTRODUÇÃO

Tels./Fax.: (0xx11) 5062-7924 / 9 9143-6650 e-mail: alceubeg@gmail.com - Rua Marco Rodrigues, 64 - São Paulo - Cep. 04289-137
ABG P R O J E Ç Ã O S E R V I C E S L T D A - M E

O presente memorial é parte integrante do projeto de instalações elétricas, ora em questão, constando dos
desenhos da DROGARIA ONOFRE PATEO JAHU - São Paulo.

2. OBJETIVO

O relatório ora apresentado enfoca principalmente a concepção de projeto de sistemas de utilidades,


incluindo encaminhamento, dimensionamento, especificações técnicas e desenhos, que completam o
perfeito entendimento da obra.

3. NORMAS E ESPECIFICAÇÕES

Para desenvolvimento das soluções apresentadas, foram observadas as normas abaixo descritas, levando-
se em conta também, a funcionalidade conforme normas e solicitações do contratante e ou empreendedor.
ABNT - Associação Brasileira de Normas Técnicas (NBR-5410 / NB-3 / NBR-5456 / NBR-5461 / NBR-
5419), TELEBRAS.

4. SISTEMAS PROPOSTOS

O projeto em epígrafe abrange os seguintes sistemas:

- Alimentação de energia elétrica


- Concepção geral do sistema de distribuição
- Telefonia
- Especificações técnicas dos equipamentos elétricos
- Quadros gerais de baixa tensão
- Especificações dos materiais elétricos
- Especificações dos serviços

5. INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

- ALIMENTAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

O fornecimento e alimentação de energia elétrica será sistema estrela com neutro, em tensão secundária
de 127/220v-Trifásica fornecida pela concessionária A&S Eletropaulo.
A entrada de energia será mantida a existente, sendo adequada à carga de projeto, pelo contratante,
desde a caixa de medição, até os quadros de distribuição de luz e força e tomadas da loja. A especificação
e locação da caixa de medição de energia, assim como encaminhamento dos alimentadores, estão
representados nos desenhos, parte integrante deste memorial.

- CRITÉRIOS DE DIMENSIONAMENTO

O dimensionamento da entrada de energia, dos circuitos de alimentação, proteções dos mesmos, foram
feitos a partir de um levantamento geral de cargas, obedecendo aos dados dos fabricantes de
equipamentos, normas da ABNT e padrões e normas atuais.

- CONCEPÇÃO GERAL DO SISTEMA DE DISTRIBUIÇÃO

A distribuição de energia elétrica será feita através de circuitos em tensão de 127/220v-3Ø, para todas as
cargas de iluminação, tomadas, pontos de força e equipamentos em geral, através de quadro de
distribuição, contendo disjuntores de interrupção independentes para cada circuito; quadro este do tipo
trifásico.
Todas as partes metálicas não energizadas serão aterradas devidamente, com condutor específico e
dimensionado para tal, independente do condutor neutro.
Todas as tubulações secas deverão ser providas de arame guia, para posterior utilização.

- DISTRIBUIÇÃO DE FORÇA

O sistema de alimentação de pontos de força bifásicos serão através de circuitos na tensão de 220v, com
tomadas e plugues universal mais terra tipo 03 polos (02 fases e terra), com capacidade de corrente

Tels./Fax.: (0xx11) 5062-7924 / 9 9143-6650 e-mail: alceubeg@gmail.com - Rua Marco Rodrigues, 64 - São Paulo - Cep. 04289-137
ABG P R O J E Ç Ã O S E R V I C E S L T D A - M E
conforme dimensionamento da carga, adotando-se como corrente mínima para as tomadas e ou terminais
de ligação de 20A.

- ILUMINAÇÃO E TOMADAS EM GERAL

A distribuição de iluminação foi projetada através de circuitos bifásicos tensão de 220v (fase mais fase e
terra). O encaminhamento dos perfilados e ou eletrodutos deverão atender aos detalhes do projeto; nas
emendas serão utilizadas peças adequadas conforme especificação do fabricante e ou detalhes típicos.
Nas junções dos eletrodutos com os quadros deverão ser utilizadas buchas e arruelas galvanizadas.
As tomadas quando não específicas, foram distribuídas em circuitos monofásicos de 127v (fase mais
neutro e terra) em consonância com as necessidades dos vários ambientes e equipamentos; serão do tipo
universal mais terra, alimentadas através de circuitos alojados em eletrodutos tipo sealtube, comandados
por disjuntores monopolares, independentes com curva de desarme tipo “C”.
Tomadas de alimentação de equipamentos indutivos (motores trifásicos), serão polarizadas de acordo com
as especificações dos fabricantes, e alimentadas por meio de circuitos dotados de disjuntores de proteção
do tipo tripolares com curva de desarme tipo “C”.
Cada equipamento deverá ser provido de quadro de comando e manobra independente para cada unidade,
quadros estes que serão fornecidos e detalhados pelos respectivos fabricantes.

- TELEFONIA / LÓGICA

O sistema foi projetado atendendo as necessidades de cada ambiente, sendo prevista tubulação seca do
tipo PVC rígido roscável, para passagem de cabos, distribuídos por meio de caixa de distribuição conforme
padrão e normas da Concessionária local.

- QUADROS DE DISTRIBUIÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA

Os quadros elétricos serão novos, seguindo sua montagem conforme diagrama unifilar e esquema
funcional, apresentado nos respectivos desenhos, atendendo normas da ABNT.

- ESPECIFICAÇÕES DE MATERIAIS ELÉTRICOS

QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO - Será em chapa metálica 16 BWG, do tipo de sobrepor, nível de proteção
IP-55 com pintura eletrostática na cor cinza RAL 7032, placa de montagem do tipo removível em chapa
metálica pintada na cor laranja, com tampa interna de proteção de barramentos em acrílico transparente,
com discriminação para cada circuito ao lado dos respectivos disjuntores e porta externa em chapa 14
BWG sem fechadura; barramentos em cobre eletrolítico 99% de pureza para 125A com 1/2”x1/8” com
corrente de interrupção para 30Ka, protegidos contra contatos diretos com encapes das fases (03) nas
cores azul escuro/branco e lilás, neutro na cor azul claro e terra na cor verde independentes; quadro a ser
instalado a h = 1,20m de sua base ao piso, da Cemar ou Elsol.
Na parte interna da porta de cada quadro deverá ser fixado um diagrama trifilar plastificado identificando os
circuitos e locais alimentados pelo quadro.
DISJUNTORES - Serão em caixa moldada, com corrente de interrupção de 18Ka ou indicado, para o
disjuntor geral e 10Ka para os secundários bipolares e 5Ka para os secundários monopolares. Também
será instalado interruptor de corrente de fuga em série com o disjuntor geral (dispositivo “DR” sensibilidade
de 300mA); todos da Siemens ou Schneider, com calibragem e tipo especificado em planta.

CAIXAS - Todas as caixas de passagem, derivação e ou de alimentação de pontos de luz, serão


estampadas de sobrepor em chapa metálica, esmaltadas com instalação embutida no forro, aparentes
serão do tipo conduletes fixadas nas alvenarias limítrofes da loja através de buchas plásticas, tamanho
máx. S6. Caixas de piso (tomadas), serão em alumínio fundido de 10x5x5cm com tampa em latão polido,
todas da Wetzel, Cemar ou Daisa com tampa aparafusadas.

TOMADAS - De alimentação geral em 220v, serão do conf. padrão brasileiro tipo 03 pólos para 20A e 10A,
da Pial Legrand. Pontos de ligação serão em caixas estampadas conforme descrito acima de 4”x2”x2”. De
telefone, serão de 04 polos tipo RJ-11. Aparentes serão instaladas em conduletes de alumínio fundido.

CONDULETES - Serão em alumínio fundido com box roscável no diâmetro para Ø3/4” da Daisa, fixados
nas alvenarias através de bucha plástica tamanho S-6 e parafuso cabeça panela.

Tels./Fax.: (0xx11) 5062-7924 / 9 9143-6650 e-mail: alceubeg@gmail.com - Rua Marco Rodrigues, 64 - São Paulo - Cep. 04289-137
ABG P R O J E Ç Ã O S E R V I C E S L T D A - M E
ELETRODUTOS - Serão tipo pesados em ferro galvanizado ou PVC rígido roscável preto, quando
embutidos no piso ou de TI, com diâmetros mínimos de Ø3/4” onde não especificados, fixados através de
braçadeiras tipo “D” com cunha da Wetzel ou Cemar distanciadas entre si 1,50m.

CONDUTORES - De alimentação geral serão com isolação do tipo 0.6/1Kv HEPR 90°C com cobertura em
PVC, 90ºC, 0,60/1kV, encordoamento classe 5, para fases, neutro e distribuição de circuitos serão Afumex
com isolação p/ 750v - 70°C, antichama, ambos da Pirelli, com bitola mínima de #2,5 mm2 onde não
especificados, seguindo o padrão de cores conforme especificado em planta.

EMENDAS - Em condutores com bitolas abaixo de #6mm2, inclusive, serão executadas em solda 50/50,
com encape primário em fita 3M de alta fusão, esta recoberta com fita isolante do tipo antichama. Em
condutores com bitola acima de #6mm2, serão feitas com conectores de pressão próprios para suas
respectivas bitolas, conectores estes recobertos com fita isolante do tipo antichama da 3M. Todas as
emendas serão feitas em caixas de passagem e ou derivações.

LUMINÁRIAS - Serão modelo conforme especificados em planta de arquitetura, constantando neste


apenas capacidade das lâmpadas, de qualidade que atendam as normas conforme citado acima.

PERFILADOS E ELETRICALHAS – Serão galvanizados a fogo, do tipo pesado liso, tampa com
fechamento sob pressão, a serem fixados por meio de pendurais ou mão francesa a cada 1,50m da Sisa
ou Marvitec.

6. ESPECIFICAÇÃO DOS SERVIÇOS

- GENERALIDADES

As especificações e os desenhos destinam-se a descrição e a execução de uma obra


completamente acabada.
Eles devem ser considerados complementares entre si, e o que constar de um dos documentos é
tão obrigatório como se constasse em ambos.
A construtora aceita e concorda que os serviços objeto dos documentos contratuais, deverão ser
completados em todos os seus detalhes, ainda que cada item necessariamente envolvido não seja
especificamente mencionado.
A construtora não deve prevalecer-se de qualquer erro involuntário, ou de qualquer omissão
eventualmente existente para eximir-se de suas responsabilidades.
A construtora obriga-se a satisfazer todos os requisitos constantes dos desenhos e das
especificações. No caso de erros ou discrepâncias, as especificações deverão prevalecer sobre os
desenhos, devendo o fato de qualquer forma ser comunicado à projetista ou administradora.
Se do contrato constarem condições especiais e especificações gerais, as condições deverão
prevalecer sobre as plantas e especificações gerais, quando existirem discrepâncias entre as mesmas.
As cotas que constam dos desenhos deverão predominar, caso houver discrepâncias entre as
escalas e as dimensões, o engenheiro responsável deverá efetuar todas as correções que forem
necessárias para o término da obra de maneira satisfatória.
Todos os adornos, melhoramentos, etc., indicados nos desenhos ou nos detalhes ou parcialmente
desenhados para qualquer área ou local em particular, deverão ser considerados para áreas ou locais
semelhantes, a não ser que haja indicação ou anotação em contrário.
Igualmente, se com relação a quaisquer outras partes dos serviços, apenas uma parte estiver desenhada,
todo o serviço deverá estar de acordo com a parte assim desenhada ou detalhada e assim deverá ser
considerado, para continuar através de todas as áreas ou locais semelhantes, a menos que indicado ou
anotado diferentemente.
A construtora deverá antecipadamente ao inicio da obra, apresentar guia recolhida de
responsabilidade técnica (ART) da obra em epígrafe, separadamente para cada área, assinadas pelos
profissionais responsáveis e habilitados para suas respectivas funções.

- PROJETO

O projeto compõe-se basicamente do conjunto de desenhos e memoriais descritivos, referentes a


cada uma das áreas componentes da obra em geral.
Quaisquer outros detalhes e esclarecimentos necessários, serão julgados e decididos de comum acordo
entre a construtora e a projetista ou administradora.

Tels./Fax.: (0xx11) 5062-7924 / 9 9143-6650 e-mail: alceubeg@gmail.com - Rua Marco Rodrigues, 64 - São Paulo - Cep. 04289-137
ABG P R O J E Ç Ã O S E R V I C E S L T D A - M E
- ALTERAÇÕES DO PROJETO E “AS BUILT”

O projeto supra citado, poderá ser modificado e ou acrescido, a qualquer tempo, à critério exclusivo
da administradora e ou proprietário, que de acordo com a construtora, fixará as implicações e acertos
decorrentes, visando a boa continuidade da obra, sendo que as correções de todo o projeto em desenhos
copiativos, serão de responsabilidade da contratada.

- PINTURA DOS EQUIPAMENTOS

A construtora será responsável pela pintura de todas as tubulações expostas, quadros,


equipamentos, caixas de passagem, etc., nas cores recomendadas pelos padrões recomendados pela
administradora, desde que não diferenciados dos padrões da ABNT.

- NORMAS BÁSICAS DE EXECUÇÃO

Para os serviços de execução das instalações constantes do projeto e descritos nos respectivos
memoriais, a construtora se obriga a seguir as normas oficiais vigentes, bem como as práticas usuais
consagradas para uma perfeita execução dos serviços.
O proponente deverá se necessário, manter contato com as repartições competentes, a fim de
obter as necessárias aprovações dos serviços a serem executados, bem como fazer os pedidos de ligação
e inspeção.
Os serviços deverão ser executados em perfeito sincronismo com o andamento das obras,
devendo ser observadas as seguintes condições.
Todas as instalações deverão ser executadas com esmero e bom acabamento, condutos e
equipamentos, cuidadosamente instalados em posição firmemente ligados à estrutura de suportes e aos
respectivos pertences, formando um conjunto mecânico e eletricamente satisfatório e de boa aparência.
Deverão ser empregadas ferramentas apropriadas a cada uso, durante a execução, todos os
pontos e tubos expostos, bem como as caixas deverão ser vedadas por meio de “caps”, procedimento
análogo para os expostos.
Para os eventuais casos omissos, a administradora indicará os procedimentos e diretrizes a serem
seguidas, a seu exclusivo critério.

-MATERIAIS E COMPONENTES

Todos os materiais e equipamentos serão de fornecimento da construtora, de acordo com as


especificações do projeto.
Será de responsabilidade da construtora o transporte de material e equipamentos, seu manuseio e
sua total integridade até a entrega e recebimento final da instalação pela administradora.
Serão também de fornecimento da construtora, quer constem ou não nos desenhos referentes a
cada um dos serviços, os seguintes materiais:
Materiais para complementação de tubulações, como braçadeiras, chumbadores, parafusos,
porcas, arruelas, arames galvanizados, etc.
Materiais para complementação de fiação, como conectores, terminais, fitas isolantes, materiais
para emendas e derivações, etc.
Materiais para uso geral, como eletrodos de solda elétrica, oxigênio, acetileno, estopa, folhas de
serra, cossinetes, brocas, ponteiras, etc.

ABG
ALCEU BEGUELDO FILHO
P r o j e t i s t a CREA N°5061228288
Tels./Fax.: (0xx11) 5062-7924 / 9 9143-6650
e-mail: alceubeg@gmail.com
Rua Marco Rodrigues, 64 – Vila Brasílio Machado – SP – Cep. 04289-137

Tels./Fax.: (0xx11) 5062-7924 / 9 9143-6650 e-mail: alceubeg@gmail.com - Rua Marco Rodrigues, 64 - São Paulo - Cep. 04289-137

Você também pode gostar