Você está na página 1de 60

MUS

Manual do Usuário do Selic -


Módulo Negociação Eletrônica do
Selic

Última atualização: 3 de julho de 2014


Alterações de 3 de julho de 2014

Capítulo Página(s) Descrição


A função Conformidade foi retirada
deste manual e passou a ser tratada no
Conformidade -
MUS com a denominação de Arquivos
de terceiros. 1

Observação: estão discriminadas nesse quadro apenas alterações realizadas em virtude de mudanças de
procedimentos, criação de novas funcionalidades ou atualização de normativos, não sendo citadas
alterações devido a pequenos ajustes no texto, tais como correção ortográfica, atualização de endereço
de link etc.

1
Para mais informações, ver MUS, Capítulo VI. Operações, item 1.3. Arquivos de terceiros (Conformidade).
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Sumário

Introdução ..................................................................................................................................... 5
Definições ..................................................................................................................................... 6
Acesso via portal da RTM............................................................................................................. 7
Acesso via Planilha de Negociação Eletrônica ............................................................................. 8
Termo de adesão ......................................................................................................................... 10
Horários e dias de funcionamento ............................................................................................... 10
Títulos negociáveis...................................................................................................................... 11
Configuração do módulo para aprovação .................................................................................... 11
Configuração da cesta de títulos.................................................................................................. 12
Cadastro de ordens ...................................................................................................................... 14
Visibilidade das ordens cadastradas .......................................................................................... 16
Cadastro sem aprovação .......................................................................................................... 16
Cadastro com aprovação .......................................................................................................... 17
Alteração de ordens ................................................................................................................ 19
Retirada de ordens .................................................................................................................. 21
Retirada de uma ordem específica ............................................................................................ 22
Retirada de todas as ordens de um determinado título ................................................................ 24
Retirada de todas as ordens em negociação ............................................................................... 25
Consulta ordens cadastradas .................................................................................................... 26
Fechamento de ordens ................................................................................................................. 29
Exemplo 1 – Fechamento simples ............................................................................................ 30
Exemplo 2 – Fechamento múltiplo ........................................................................................... 31
Especificação de ordens .............................................................................................................. 33
Contas admitidas .................................................................................................................... 35
Quadro 1 ................................................................................................................................ 35
Quantidade total de operações geradas para cada negócio ........................................................... 35
Distribuição da quantidade total de títulos/financeiro para cada conta especificada ....................... 36
Exemplo de especificação ........................................................................................................ 36
Como especificar .................................................................................................................... 39
Como alterar a especificação ................................................................................................... 41
Especificação com intermediação ............................................................................................. 41
Redução da quantidade................................................................................................................ 42
Operações a termo no Selic ......................................................................................................... 44
Autorização de envio antecipado .............................................................................................. 44

3
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Envio após o término do horário de especificação ...................................................................... 45


Transmissão automática dos comandos ..................................................................................... 46
Quadro 2 ................................................................................................................................ 46
Faixa numérica dos comandos ................................................................................................. 46
Mensagem SEL1611 ............................................................................................................... 46
Exceções regulamentares aplicadas aos comandos ..................................................................... 47
Operações a termo não atualizadas (4052)................................................................................. 47
Operações a termo não liquidadas (1052) – Suspensão do dealer ................................................ 48
Exemplo da aplicação da suspensão.......................................................................................... 48
Como sanar a inadimplência .................................................................................................... 49
Consulta de ordens ...................................................................................................................... 51
Download .................................................................................................................................... 53
Anexos......................................................................................................................................... 55
Anexo 1: Cálculo das taxas e valores financeiros envolvidos na intermediação ............................ 55
Anexo 2: Fluxo de mensagens SEL1611 ................................................................................... 57
Caso 1: Ordens especificadas sem intermediação ....................................................................... 57
Caso 2: Ordens especificadas com intermediação, por usuário SEM acesso à conta (“C”) ............. 58
Caso 3: Ordens especificadas com intermediação, por usuário COM acesso à conta (“C”) ............ 59
Contato ........................................................................................................................................ 60

4
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Introdução

O módulo Negociação Eletrônica de Títulos do Selic (Negociação) oferece em uma


plataforma eletrônica de negociação de títulos públicos federais acessível aos
participantes do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic).

O funcionamento do módulo encontra-se disciplinado em regulamento anexo a


normativo expedido pelo Departamento de Operações de Mercado Aberto (Demab)2. De
acordo com esse regulamento, o módulo dispõe de duas funções:

I - Negociação: para o cadastramento de ordens de compra e de venda e o


fechamento dos negócios; e

II - Especificação: para a definição das contas e dos percentuais de


distribuição, entre essas contas, da quantidade negociada em cada ordem.

As duas funções são exclusivas dos dealers. Os demais participantes têm acesso apenas
para fins de consulta de ordens e taxas. Contudo, é permitido que os dealers
especifiquem ordens para terceiros, utilizando, para isso, a sua conta de corretagem
(intermediação).

Há negócio quando ocorre o fechamento de ordens contrárias (de compra ou de venda),


a uma determinada taxa, conforme critérios definidos. Os negócios fechados no módulo
geram operações a termo no Selic, com liquidação no dia útil seguinte ao da negociação.

O acesso ao módulo dá-se por meio da RTM – Rede de Telecomunicações para o


Mercado e é controlado pelo Sistema de Controle de Acesso (Logon).

Para fins de cadastro de ordens e fechamento de negócios, é também disponibilizado o


acesso ao módulo por meio da Planilha de Negociação Eletrônica, via protocolo de
comunicação eletrônica FIX. Esse acesso é também controlado pelo Sistema Logon.

O objetivo deste manual é apresentar as regras do módulo, assim como as principais


funcionalidades disponíveis no portal da RTM. As funcionalidades específicas da
Planilha de Negociação Eletrônica estão descritas na opção Ajuda presente na guia do
Selic dessa mesma planilha.

2
Carta Circular nº 3.568 de 19 de outubro de 2012.

5
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Definições

Para fins deste manual, aplicam-se as seguintes definições, bem como as estabelecidas
no Regulamento do módulo Negociação:

1- Administrador do Logon – categoria de usuário do Sistema de Controle de


Acesso (Logon) que tem permissão para habilitar supervisores e operadores,
definindo sua abrangência de acesso ao Selic e aos seus módulos
complementares.

2- Conta-padrão – conta principal de custódia normal própria do participante.

3- Dealer – participante do Selic credenciado a operar com o Departamento de


Operações do Mercado Aberto (Demab) e com a Coordenação-Geral de
Operações da Dívida Pública (Codip) da Secretaria do Tesouro Nacional.

4- Especificação – função do módulo para definição de até dez contas e dos


percentuais de distribuição, entre essas contas, da quantidade negociada em cada
ordem.

5- Fechamento de ordens – negociação de ordens de natureza contrária (compra e


venda) efetuada automaticamente, caso haja compatibilidade de taxas nelas
contidas.

6- Fechamento múltiplo – fechamento de diversas ordens com uma única ordem


de natureza contrária, limitada à quantidade de títulos nela contida.

7- Financial Information Exchange (FIX): protocolo de comunicação eletrônica


utilizado como padrão de mensagens em negociações eletrônicas.

8- Lote-padrão - a quantidade de títulos informada no cadastro de cada ordem


deve ser múltipla deste valor, que é determinado pelo Demab em conjunto com a
Secretaria do Tesouro Nacional.

9- Negócio - fechamento de uma ordem de compra com uma ordem de venda, ou


vice-versa, a uma determinada taxa.

10- Ordem – proposta firme efetuada por um dealer aos demais dealers
participantes para a realização de uma ou mais operações definitivas de compra
e venda a termo para liquidação no dia útil subsequente no Selic.

11- Taxa-limite – taxa mínima aceita nas ordens de compra e máxima, nas ordens
de venda.

6
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Acesso via portal da RTM

O módulo Negociação está disponível em uma subopção do menu (Negociação) no


portal do Selic na RTM. O seu acesso está, portanto, integrado ao portal do Selic na
RTM.

O acesso ao módulo no portal do Selic é:

 público, para fins de consulta de ordens e taxas; e


 privado, para fins de cadastro, negociação e especificação. Esse tipo de acesso é
exclusivo dos dealers.
O sistema Logon é utilizado para o controle e segurança do acesso privado. Portanto,
para o usuário ter acesso às funções privadas, é necessário ter sido cadastrado
previamente, por seu administrador, nos sistemas a seguir:

1- Web - Negociação - Cadastrar: para as funções de cadastro e negociação de


ordens;
2- Web - Negociação - Especificar: para as funções de especificação e redução da
quantidade; e
3- Web – Negociação - Consultar: para as funções de consulta e download de
ordens.
É necessária a aceitação de um Termo de Adesão, apresentado na tela, para acesso às
funções privadas do módulo.

Acesso privado

Acesso público

Painel de
ordens
do portal

7
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Acesso via Planilha de Negociação Eletrônica

A Planilha de Negociação Eletrônica está disponível aos dealers como uma opção de
interface para fins de cadastro e negociação de ordens. Trata-se de um arquivo do tipo
Excel, integrado à plataforma de negociação do Selic, por meio de protocolo de
comunicação eletrônica FIX.

As instruções para download e instalação dessa planilha constam do link Planilha de


Negociação Eletrônica, no portal do Selic na RTM, na aba Negociação. Já as
funcionalidades da planilha, como cadastro, alteração, negociação e retirada de ordens,
estão descritas na opção Ajuda disponível na guia do Selic da própria planilha.

No que se refere ao uso dessa planilha, convém destacar os seguintes pontos:

1- A planilha está acessível no mesmo horário de funcionamento do módulo para a


função negociação (das 10h às 17h).
2- Para a função de especificação de ordens, é necessário o acesso por meio do
portal da RTM.
3- O controle de acesso da planilha é efetuado pelo Sistema Logon, assim como
ocorre no acesso via portal da RTM. Dessa forma, é necessário que o usuário
tenha sido previamente cadastrado por seu administrador no sistema Negociação
– Planilha Eletrônica.
4- Apenas usuários que aceitaram o Termo de Adesão no portal da RTM estão
aptos a utilizar a planilha.
5- As ordens podem ser negociadas entre si, independentemente da interface pela
qual tenham sido cadastradas (planilha ou portal).
6- As planilhas de um mesmo participante estão configuradas para a retirada
automática das ordens nelas cadastradas após o fim da sessão (logout ou queda
de sessão). Essa configuração pode ser modificada, pelo usuário administrador,
no portal da RTM, na função Cadastrar, conforme mostrado nas telas a seguir.

8
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

7- No que se refere às duas outras possibilidades de configuração do módulo, deve-


se fazer as seguintes observações:
 Configuração para aprovação de ordens cadastradas por outro usuário: não se
aplica às ordens cadastradas por meio da planilha. Ou seja, as ordens
cadastradas na planilha são submetidas diretamente à negociação,
independentemente da configuração do módulo, que é válida apenas para
ordens cadastradas no portal.
 Configuração da cesta de títulos: a planilha oferece uma opção que permite
carregar o conjunto de títulos previamente definido pelo usuário na
configuração existente no portal. A opção Carregar títulos da planilha não
traz, contudo, as alterações3 efetuadas na cesta de títulos do usuário no portal
do Selic de forma automática. Essa opção deve ser acionada sempre que
houver modificação na cesta de títulos definida no portal, caso o usuário
queira trabalhar com o mesmo conjunto de títulos.
8- O usuário que tiver acesso ao cadastro de ordens por meio do portal poderá
alterar ou retirar ordens em negociação do participante, ou seja, ordens que
tenham sido cadastradas, por ele ou por outros usuários de sua instituição,
utilizando qualquer interface (portal ou planilha).
9- O usuário que tiver acesso ao cadastro de ordens por meio da planilha poderá
alterar ou retirar apenas as ordens em negociação por ele cadastradas utilizando
essa interface.
10- A planilha oferece várias possibilidades de retirada de ordens cadastradas pelo
usuário, conforme disposto na opção Ajuda. Dentre elas, existe a função,
exclusiva de usuário administrador, de retirada de todas as ordens de negociação
do participante, independentemente de terem sido originadas na planilha ou no
portal da RTM.

3
Alterações efetuadas pelo próprio usuário na sua cesta de títulos e alterações efetuadas pelo
administrador do Selic na habilitação de títulos para negociação. No segundo caso, se o usuário solicitar o
cadastro de uma ordem cujo título tenha sido retirado de negociação, a planilha retornará um erro.

9
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Termo de adesão

Para ter acesso às funções do módulo de acesso privado, o participante deverá concordar
com as regras de funcionamento, aceitando o termo de adesão.

Ao clicar em uma das funções privadas, o usuário será direcionado para a tela do termo
de adesão, que traz na íntegra o normativo que disciplina o módulo Negociação. O
usuário deverá aceitá-lo para ter acesso a essas funções.

Todos os usuários (administrador, supervisor e operador) com acesso às funções


privadas do módulo4 estão aptos a aceitar o termo de adesão.

Horários e dias de funcionamento

De acordo com o Regulamento do módulo Negociação, a plataforma eletrônica está


acessível nos mesmos dias de funcionamento do Selic, com exceção das seguintes datas:

- 24 de dezembro;
- último dia útil do ano;
- Quarta-Feira de Cinzas; e
- feriado no município de São Paulo.
Já os horários de funcionamento do módulo são os seguintes:

- das 10h às 17h, para negociação; e


- das 10h às17h30, para especificação.
O Regulamento determina que os horários de funcionamento podem ser alterados, a
critério do administrador do Selic, diante da ocorrência de fatos extraordinários. Nesse
caso, a eventual modificação será divulgada, mediante aviso a todos os participantes do
sistema.

É importante ressaltar que a liquidação das operações de compra e venda a termo


oriundas do módulo seguem as datas e horários normais de funcionamento do Selic.

4
Ver Acesso.

10
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Títulos negociáveis

Somente os títulos públicos federais selecionados pelo administrador do Selic podem


ser negociados. Esses títulos podem ser retirados de negociação em determinado dia,
transitória ou definitivamente, a critério exclusivo do administrador do Selic.

Os títulos negociáveis são apresentados no painel de ordens do módulo.

Observe que serão canceladas as ordens em negociação cujo título objeto tenha sido
retirado pelo administrador do Selic.

Configuração do módulo para aprovação

O módulo pode ser configurado para que as ordens cadastradas necessitem de aprovação
de outro usuário para serem submetidas à negociação5. Essa configuração é efetuada
necessariamente pelo administrador do Logon.

Caso o módulo não seja configurado, as ordens são enviadas diretamente para
negociação.

É necessária a autenticação do administrador para configurar o módulo para aprovação.


O usuário deve selecionar a opção Ordens > Cadastrar/Configurar Aprovação:

5
Essa configuração não é aplicável às ordens cadastradas na Planilha de Negociação Eletrônica.

11
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Na janela apresentada, o administrador poderá selecionar uma das opções de


configuração, respondendo à pergunta: “Submeter toda nova ordem à aprovação, antes
do seu envio para negociação?”:

1- “Não” - as novas ordens não serão submetidas à aprovação;


2- “Sim, por outro usuário” - as novas ordens serão submetidas à aprovação de
outro usuário, independentemente do seu perfil no Sistema Logon (operador,
supervisor ou administrador); ou
3- “Sim, por outro usuário supervisor” - as novas ordens serão submetidas à
aprovação de outro usuário supervisor ou administrador.

Caso o módulo seja configurado para aprovação, as novas ordens cadastradas só


entrarão em negociação após a aprovação de outro usuário.

O cadastro de ordens com ou sem aprovação está descrito no item Cadastro de ordens.

Configuração da cesta de títulos

O sistema permite que cada usuário configure sua cesta individual de títulos dentre
todos os habilitados para negociação. Esta seleção de títulos passará a compor a tela
inicial de cadastro de ordens e prevalecerá até que nova configuração seja definida pelo
usuário.

12
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Ao clicar na opção do menu Ordens/Cadastrar, a tela apresentará um botão


Configurar/Cesta de Títulos. Ao selecionar essa opção, o sistema apresenta uma janela
com todos os títulos disponíveis para que o usuário selecione somente aqueles títulos
que irão compor sua cesta.

Após ter selecionado os títulos que passarão a compor sua tela inicial de cadastro de
ordens, o usuário deve clicar no botão Aplicar.

A seguir, a tela inicial do cadastro de ordens já assumirá a nova configuração definida


pelo usuário.

13
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Cadastro de ordens

O cadastro de ordens é efetuado na opção Cadastrar que se encontra disponível no


menu. Esta é uma função de acesso privado, pois depende de autenticação do usuário
(operador, supervisor, administrador). A tela de cadastro de ordens apresenta
atualização automática de páginas (refresh automático).

O sistema irá apresentar uma tela com todos os títulos habilitados para negociação
(painel de ordens). Para cada título, estão disponíveis as duas opções de ordens (compra
e venda).

14
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Conforme visto no item anterior, Configuração da cesta de títulos, o sistema permite


que cada usuário configure a sua cesta individual de títulos, que passará a compor a tela
inicial de cadastro de ordens.

Ao clicar no ícone apresentado na tela acima, o usuário poderá cadastrar uma


ordem de compra ou de venda, informando:

 a Quantidade Limite de títulos, que deve ser igual ou múltiplo inteiro do lote-
padrão; e
 a Taxa Limite (% a.a.), que equivale:
 à taxa mínima aceita para negociação, em uma ordem de compra;e
 à taxa máxima aceita para negociação, em uma ordem de venda.

Observações:

 Não podem ser cadastradas taxas negativas para títulos com rendimento
prefixado.
 O PU Limite é calculado automaticamente pelo sistema, a partir da taxa
informada. É utilizada a metodologia de apreçamento de títulos públicos
definida no Código de Regulação e Melhores Práticas para o Mercado Aberto6.
 O Valor Financeiro Limite é calculado automaticamente pelo sistema (produto
do PU Limite pela Quantidade Limite).

6
A metodologia de apreçamento de títulos públicos utilizada pelo módulo está disponível no endereço
eletrônico: www.anbima.com.br.

15
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

A seguir, a ordem será submetida para aprovação ou irá diretamente para negociação,
conforme a opção de configuração definida pelo administrador.

Visibilidade das ordens cadastradas

As ordens em negociação são apresentadas sem a identificação do dealer responsável


pelo seu cadastramento. Somente após a efetivação da negociação é possível às partes se
conhecerem.

No entanto, o dealer pode identificar as ordens por ele cadastradas no painel de ordens7.
Elas são apresentadas em vermelho, com um marcador ao lado da quantidade, conforme
o exemplo a seguir (ordem de venda com taxa de 7,4%):

Na barra inferior de cada título, há duas abas distintas:

- Ordens: quando está ativa, são exibidas todas as ordens em negociação naquele
momento.

- Aguardando Aprovação: quando está ativa, são exibidas ordens do próprio dealer que
estão pendentes de aprovação.

Cadastro sem aprovação

Caso o sistema tenha sido configurado para dispensar a aprovação das ordens, estas
ficarão automaticamente disponíveis para negociação após o seu cadastramento (ver
opções de configuração em Configuração do Módulo para Aprovação).
7
No portal são visualizadas todas as ordens em negociação do participante, independentemente da
interface utilizada para o seu cadastro (portal ou da Planilha de Negociação Eletrônica).

16
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

A seguir, um exemplo de cadastramento de uma ordem de compra sem exigência de


aprovação.

Após o seu cadastramento, a ordem já aparecerá no painel como disponível para


negociação.

Cadastro com aprovação

Caso tenha sido configurado para exigir a aprovação das ordens, o sistema irá
condicionar cada ordem cadastrada à aprovação de outro usuário antes de disponibilizá-
la para negociação (ver opções de configuração em Configuração do Módulo para
Aprovação).

17
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Após submeter uma ordem para aprovação, o sistema exibirá, na parte inferior do
respectivo título, a informação de que há uma ordem aguardando aprovação.

Outro usuário habilitado deve acessar o módulo para aprovar ou rejeitar a ordem
pendente de aprovação, selecionando a aba Aguardando Aprovação do título objeto da
ordem.

Ao selecionar essa aba, o sistema mostrará somente as ordens do dealer que aguardam
aprovação.

O usuário deve clicar sobre a ordem desejada, e o sistema disponibilizará uma janela
com os dados da ordem para que esta seja aprovada ou rejeitada.

18
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Após a aprovação, a ordem torna-se disponível para negociação na aba Ordens do


respectivo título.

Alteração de ordens

A taxa e a quantidade limite de uma ordem em negociação podem ser alteradas pelo
participante.

A ordem que foi alterada receberá uma nova numeração. Para fins de fechamento de
ordens, será equivalente a uma nova ordem cadastrada, perdendo a prioridade para
outras ordens cadastradas há mais tempo.

Para alterar uma ordem específica, basta clicar sobre a ordem desejada, conforme
demonstrado a seguir:

19
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

O sistema irá apresentar uma janela com os detalhes da ordem e com a opção de
alteração da ordem.

No exemplo, a ordem 120 teve a sua quantidade alterada de 10.000 para 20.000:

A ordem é então alterada e recebe uma nova numeração (no exemplo, ordem 121):

A redução da quantidade de uma ordem para zero equivale à retirada dessa ordem.

É importante notar que ordens que já tenham sido parcialmente negociadas podem
sofrer alteração apenas em relação à parcela que ainda se encontra em negociação. O

20
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

que já foi negociado só poderá sofrer alteração em relação à quantidade se houver a


anuência do outro dealer, mediante a opção Reduzir Quantidade.

Retirada de ordens

De acordo com o Regulamento do módulo Negociação, uma vez submetida à


negociação, a ordem permanece nesse estado até que seja:

I - negociada integralmente a quantidade da proposta;

II - retirada pelo dealer responsável pelo seu cadastramento;

III - cancelada devido à retirada de negociação, pelo administrador do Selic, do


título objeto da ordem; ou

IV - encerrado o horário de negociação.

Qualquer ordem que esteja em negociação ou aguardando aprovação pode ser retirada
pelo dealer que a cadastrou. O sistema admite:

- a retirada de uma ordem específica;

- a retirada de todas as ordens em negociação de um determinado título; e

- a retirada de todas as ordens em negociação.

Observe que a retirada de uma ou mais ordens não depende de aprovação de outro
usuário, ainda que o módulo esteja configurado para submeter ordens à aprovação.

21
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Retirada de uma ordem específica

Para a retirada de uma ordem específica, basta clicar sobre a ordem desejada, conforme
demonstrado a seguir:

O sistema irá apresentar uma janela com os detalhes da ordem e com a opção de retirada
da ordem.

Após selecionar a opção Retirar, uma nova janela é aberta para que o usuário confirme a
sua opção (“sim”):

22
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

A ordem é então retirada de negociação:

Observe que uma ordem que aguarda aprovação pode ser retirada pelo usuário que a
submeteu para aprovação:

23
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Retirada de todas as ordens de um determinado título

Para a retirada de todas as ordens em negociação de um determinado título, há um ícone


no canto superior direito da área de cada título.

Imediatamente após a seleção da opção de retirada de ordens, o sistema apresentará uma


mensagem de confirmação.

24
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Todas as ordens daquele título (em negociação) são então retiradas de negociação:

Retirada de todas as ordens em negociação

Para o participante retirar todas as ordens em negociação, o sistema oferece um botão


no canto superior esquerdo (ao lado de Configurar) que permite realizar essa ação, a
qualquer momento. Essa opção está disponível no portal para usuários de todas as
categorias8.

8
Na Planilha de Negociação Eletrônica, a função de retirada de todas as ordens em negociação do
participante é exclusiva de usuário administrador.

25
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Ao clicar no ícone em destaque, o sistema apresentará uma mensagem de confirmação.

Todas as ordens em negociação do dealer são retiradas9.

Consulta ordens cadastradas

Na tela disponível para o cadastro de ordens, o sistema oferece duas opções de consulta,
Ordens e Taxas, para cada título exibido.

Para consultar ordens cadastradas de um determinado título, deve-se acessar o ícone


destacado a seguir.

Ao selecionar a opção Ordens, o sistema apresentará uma tela com todas as ordens
cadastradas para aquele título. Além dos dados cadastrados na ordem, essa tela exibe
também a quantidade negociada e a situação atual.

9
Todas as ordens do participante, incluindo ordens cadastradas por meio da Planilha de Negociação
Eletrônica.

26
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Caso deseje visualizar a movimentação ocorrida para uma ordem específica, o


participante deve posicionar o cursor acima da ordem e selecioná-la. Com isso,
aparecerá um quadro resumo onde constarão os dados cadastrados da ordem e as abas
Negócios e Eventos.

Na aba Negócios, são apresentados todos os negócios relacionados àquela ordem, com
suas respectivas taxas e quantidades.

Na aba Eventos, são apresentados os eventos relacionados à ordem (enviada, negociada,


retirada etc.) e respectivos horários.

27
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Com relação à consulta de taxas, são divulgadas a taxa mínima, média, máxima e a
última negociada para cada título, além da melhor oferta de compra e de venda naquele
momento.

No canto superior direito da tela de negociação, há ainda um filtro para pesquisa, que
permite que o painel de ordens seja configurado para apresentar um determinado título
ou vencimento, conforme exemplificado a seguir:

28
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Fechamento de ordens

O fechamento de ordens é efetuado automaticamente pelo módulo. Ou seja, uma vez


que uma ordem cadastrada entra em negociação, o sistema verifica, dentre as ordens
disponíveis, aquelas que possuem taxas compatíveis.

As ordens podem ser negociadas completa ou parcialmente, respeitando-se o lote-


padrão definido para a quantidade de títulos.

Uma ordem completamente negociada é retirada do painel de ordens. Já uma ordem


parcialmente negociada permanece no painel de ordens, com a quantidade remanescente
de títulos disponível para negociação.

Existe ainda a possibilidade de fechamento múltiplo, ou seja, o fechamento de diversas


ordens com uma única ordem de natureza contrária, limitada à quantidade nela contida.

A compatibilidade de taxas necessária para o fechamento das ordens é definida no


Regulamento do módulo Negociação. De acordo com esse normativo, uma ordem é
fechada com uma ou mais ordens de natureza contrária, desde que tenham por objeto o
mesmo título e apresentem taxas compatíveis, ou seja:

Tipo Fechamento simples Fechamento múltiplo


Ordem de compra É fechada contra a ordem de É observada a ordem
venda que apresente taxa decrescente de taxas.
superior ou igual à sua taxa-
limite mínima.
Ordem de venda É fechada contra a ordem de É observada a ordem
compra que apresente taxa crescente de taxas.
inferior ou igual à sua taxa-
limite máxima.

29
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

O fechamento das ordens segue ainda os seguintes critérios:

1- nas ordens da mesma natureza: são priorizadas as que apresentem a melhor


taxa-limite, isto é, a menor taxa de compra ou a maior taxa de venda;
2- nas ordens da mesma natureza com taxas-limite idênticas: são priorizadas
aquelas que estejam há mais tempo em negociação;
3- nas ordens com taxas compatíveis: a taxa utilizada para o fechamento é a taxa
da ordem que estiver em negociação há mais tempo; e
4- nas ordens fechadas com quantidade parcial: permanecem disponíveis para
negociação com a quantidade remanescente.

Em relação ao fechamento total ou parcial das ordens, é observado o seguinte em


relação à quantidade:

I- caso as quantidades das duas ordens sejam iguais, ambas são totalmente
fechadas, com o abatimento total da quantidade em comum; e
II- caso as quantidades das duas ordens sejam diferentes, o fechamento de
ambas se dá pela menor quantidade. A ordem de maior quantidade é fechada
parcialmente, enquanto a de menor quantidade, totalmente.

Exemplo 1 – Fechamento simples

Constam, no painel, as seguintes ordens de venda disponíveis para negociação:

Uma ordem de compra é então cadastrada com a quantidade de 10.000 e taxa-limite


mínima de 7,3%. Neste caso, as duas ordens de venda disponíveis estão em condições

30
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

de negociação, já que são superiores (7,4% e 7,5%). No entanto, a ordem de compra


será fechada, prioritariamente, com a ordem de venda que possui a melhor taxa: 7,5%.

A taxa que prevalece no negócio acima é a de 7,5%, uma vez que é a taxa contida na
ordem cadastrada há mais tempo.

Exemplo 2 – Fechamento múltiplo

Estão disponíveis três ordens de compra para a LTN de 1/4/2013:

Uma nova ordem de venda é cadastrada com a taxa-limite de 7,5% e a quantidade-limite


de 100.000 títulos:

31
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

A nova ordem é imediatamente negociada com as três ordens de compra preexistentes,


no total de 50.000 títulos. Ficaram ainda disponíveis para negociação 50.000 títulos, do
total de 100.000 cadastrados na ordem de venda, que permanecem no painel de
negociação:

Detalhes da negociação ocorrida com a ordem de venda 119:

No exemplo anterior, ocorreu um fechamento múltiplo, no qual foram gerados três


negócios, simultaneamente, observadas a ordem crescente de taxas e as quantidades
registradas em cada uma das ordens:

Negócio 1- A melhor taxa disponível, dentre as compatíveis para negociação, é a de


7,3% (menor taxa de compra, da ordem 118). Esta ordem de compra fecha,
prioritariamente, com a nova ordem de venda.

Prevalecem neste negócio:

- a taxa da ordem de compra (7,3%), que é mais antiga em relação à ordem de venda; e

- a quantidade vigente na ordem de compra de 10.000, que é menor do que a quantidade


oferecida na ordem de venda (100.000).

Restam, portanto, 90.000 títulos na ordem de venda cadastrada.

32
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Negócio 2- A segunda melhor taxa disponível e compatível para negociação é a de 7,4%


(ordem 98). Esta ordem de compra também fecha com a ordem de venda, uma vez que a
quantidade remanescente desta última ainda permite negociação.

Prevalecem neste negócio:

- a taxa da ordem de compra (7,4%), que é mais antiga em relação à ordem de venda; e

- a quantidade vigente na ordem de compra de 30.000, que é menor do que a quantidade


remanescente oferecida na ordem de venda (90.000).

Restam ainda 60.000 títulos na ordem de venda cadastrada.

Negócio 3- – A última taxa disponível e aceitável para negociação é a de 7,5% (ordem


121). Esta ordem de compra também fecha com a ordem de venda cadastrada, uma vez
que esta última ainda dispõe de títulos para negociação.

Prevalecem neste negócio:

- a taxa da ordem de compra (7,5%), pois foi cadastrada há mais tempo. Neste exemplo,
ela coincide com a taxa da ordem de venda cadastrada; e

- a quantidade vigente na ordem de compra de 10.000, que é menor do que a quantidade


remanescente oferecida na ordem de venda (60.000).

Portanto, restaram ao fim desta negociação 50.000 títulos na ordem de venda, que
permanecem disponíveis para negociação no painel de ordens.

Especificação de ordens

A especificação de ordens é efetuada na opção Especificar, disponível no menu. Esta é


uma função de acesso privado, uma vez que depende de autenticação do usuário
(operador, supervisor, administrador).

33
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

O sistema permite a especificação de ordens já negociadas (concluídas) e de ordens


ainda em negociação durante o horário admitido para essa função.

Cada ordem poderá ser especificada em até dez contas, que serão utilizadas na
liquidação das operações que estiverem relacionadas a ela. Para cada conta, devem ser
informados:

- o percentual da quantidade de títulos relativo ao total negociado (até 100%),


que deve ser múltiplo inteiro do percentual informado pelo módulo, ou a quantidade de
títulos correspondente10; e

- o ganho de corretagem, expresso em pontos-base, em caso de intermediação.

Durante o horário admitido para especificação, os dois dealers responsáveis pelo


negócio que deu origem às operações podem autorizar a transmissão dos respectivos
comandos. Isso é tratado no item Autorização para envio antecipado.

Após esse horário, caso os dealers não tenham especificado as ordens ou não tenham
autorizado o envio antecipado das operações ao Selic, os comandos das respectivas
operações serão transmitidos automaticamente. Esses comandos serão direcionados para
as contas já especificadas e, no caso de ordem não especificada, para a conta-padrão do
dealer com intermediação. Esse assunto é tratado no item Envio após o término do
horário para especificação.

10
A quantidade de títulos informada definirá o percentual ou vice-versa. Ver Distribuição da quantidade
de títulos entre as contas especificada.

34
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Contas admitidas

Na especificação, podem ser utilizadas contas de custódia normal, próprias ou de


terceiros, de livre movimentação, do dealer ou de outros participantes do Selic.

Dependendo da conta especificada, o módulo exigirá ou não o uso da conta de


intermediação do dealer. A intermediação será opcional quando o dealer especificar
uma de suas contas próprias de livre movimentação que esteja subordinada a
departamento ao qual o usuário tenha acesso. Em todos os demais casos, a
intermediação é obrigatória. Veja o quadro a seguir, com alguns exemplos:

Quadro 1
Conta especificada Usuário tem
acesso ao
departamento Intermediação
Titular Própria/Cliente Tipo
no qual está
localizada?
Livre
Própria Sim Opcional
movimentação
Dealer Livre
Própria Não Obrigatória
movimentação
Cliente Livre Sim/Não Obrigatória
movimentação
Própria Livre Sim/Não Obrigatória
movimentação
Outro participante
Cliente Livre Sim/Não Obrigatória
movimentação
Observação: as contas Disponível para venda e Até o vencimento são consideradas contas de livre
movimentação.

Em caso de intermediação, será utilizada a conta do tipo corretagem mais antiga do


dealer.

O controle de acesso dos usuários11 será observado no ato da especificação. Portanto,


caso o usuário utilize uma conta na qual é obrigatória a intermediação, é necessário que
ele tenha acesso ao departamento no qual está localizada a conta de corretagem utilizada
pelo módulo.

Quantidade total de operações geradas para cada negócio

Para cada negócio fechado, são geradas operações independentes, de compra e de venda
a termo, de cada conta indicada pelo dealer comprador para cada conta indicada pelo
dealer vendedor, com as devidas intermediações, se assim for especificado pelos
dealers.

11
O participante define o acesso de seus usuários aos departamentos onde está localizada a conta, por
meio da funcionalidade Controle de Acesso, no Sistema Cadastro.

35
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

A quantidade de operações geradas pelo módulo é dada pelo produto a seguir:

Fórmula 1:

Onde:

N = número de contas informado pelo dealer comprador

M = número de contas informado pelo dealer vendedor.

Observe que a compra e venda a termo, com atuação de uma ou duas instituições
intermediárias, é considerada uma única operação para efeito do cálculo acima.

Distribuição da quantidade total de títulos/financeiro para cada conta especificada

A distribuição da quantidade negociada de títulos para cada conta especificada ocorre


de acordo com o cálculo abaixo:

Fórmula 2:

E o valor financeiro distribuído para cada conta especificada:

Fórmula 3:
∑ [ ( )]

Onde:

trunc2 significa truncar na segunda casa decimal.

Exemplo de especificação

No exemplo a seguir, o Dealer 1 cadastrou uma ordem de venda com a quantidade de


30.000 títulos. Essa ordem foi integralmente negociada por duas ordens de natureza
contrária (Figura 1):

-ordem de compra do Dealer 2 (20.000 títulos) e

- ordem de compra do Dealer 3 (10.000 títulos).

36
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Figura 1

A especificação por parte de cada um dos dealers foi feita da seguinte forma (Figura 2):

- o Dealer 1 especificou as contas X e Y, com os percentuais de 70% e 30%;


respectivamente;

- o Dealer 2 especificou as contas A e B, com os percentuais de 99% e 1% ; e

- o Dealer 3, especificou apenas a conta C, com o percentual de 100% .

Figura 2

Ao todo foram geradas seis operações:

1- Quatro operações (produto 2 X 2), para o negócio fechado entre o Dealer 1 e o


Dealer 2, uma vez que ambos especificaram duas contas cada.
2- Duas operações (produto 2 X 1), para o negócio fechado entre o Dealer 1 e o
Dealer 3, uma vez que foram especificadas duas contas pelo primeiro dealer e
apenas uma pelo segundo (Figura 3).

37
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

A Figura 3 mostra a distribuição da quantidade de títulos negociada entre as contas, em


cada operação gerada, em função do percentual estabelecido e da quantidade negociada
entre os dealers.

Figura 3

A quantidade de títulos da operação 1, calculada pelo sistema, foi dada pelo cálculo a
seguir:

Fórmula 4:

Ou seja:

Observe que sempre que a especificação de uma ordem for feita antes que ela seja
integralmente negociada, o valor informado em percentual será mandatório em relação à
quantidade. Portanto, cada vez que uma ordem já especificada for negociada, a
quantidade de títulos a ser liquidada em cada conta aumentará, automaticamente, em
função do percentual já informado.

No exemplo anterior, o Dealer 1 especificou sua ordem de venda com o total de 30.000
títulos; alocando 21.000 títulos (70%) para a conta X e 9.000 títulos (30%) para a conta
Y.

Quando ocorreu o primeiro negócio com o Dealer 2, com a quantidade de 20.000


títulos, a distribuição dos títulos entre as contas X e Y obedeceu prioritariamente ao
percentual estabelecido, ou seja:

38
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Negócio 1: entre Dealer 1 e Dealer 2:

- 70% de 20.000 = 14.000 títulos para a conta X, e

- 30% de 20.000 = 6.000 títulos para a conta Y.

Quando ocorreu o segundo negócio com o Dealer 3, com a quantidade de 10.000, a


quantidade de títulos a ser liquidada nas contas X e Y aumentou automaticamente:

Negócio 2: entre Dealer 1 e Dealer 3:

- 70% de 10.000 = 7.000 títulos para a conta X, e

-30% de 10.000 = 3.000 títulos para a conta Y.

Dessa forma, foi negociada a totalidade de títulos contida na ordem de venda do Dealer
1 (30.000).

A quantidade final a ser liquidada em cada conta, para os dois negócios gerados, será a
seguinte:

Total negociado: 30.000 (20.000 + 10.000)

- 70% de 30.000 = 21.000 (7.000 + 14.000) títulos para a conta X, e

- 30% de 30.000 = 9.000 (6.000 + 3.000) títulos para a conta Y.

Como especificar

Ao acessar a opção Especificar do menu do módulo Negociação, o sistema disponibiliza


uma lista das ordens cadastradas no dia com os principais dados de cada uma delas e
seus respectivos negócios, além da situação atual da ordem.

Na primeira coluna do quadro, há a opção Especificar para as ordens cadastradas ainda


não especificadas. O participante seleciona essa opção para a ordem que deseja
especificar, e o sistema apresenta um quadro com os seguintes campos a serem
preenchidos: Percentual, Quantidade, Conta de Custódia e Corretagem (se for o
caso).

39
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

A quantidade de títulos informada define o percentual ou vice-versa. Além disso, o


sistema exige que seja especificada a totalidade de títulos cadastrada na ordem (no
exemplo, 30.000 títulos que correspondem a 100%).

Dependendo da conta informada, o sistema exige o uso da conta de corretagem do


dealer e o preenchimento do campo Corretagem (ver Especificação com
Intermediação).

Após preencher os campos necessários, o usuário deverá selecionar a opção Salvar. O


sistema apresenta, então a mensagem “Especificação salva com sucesso”.

Observe que é possível salvar a especificação com a autorização de envio antecipado


das operações ao Selic. As operações são enviadas antecipadamente apenas se houver a
autorização do outro dealer envolvido no negócio (ver Autorização para envio
antecipado).

Se forem feitas modificações no preenchimento dos campos, o sistema poderá recuperar


as últimas informações salvas por meio da opção Restaurar.

Observe que o sistema apresentará, na parte inferior da tela, a prévia das operações
relacionadas àquela ordem, na medida em que essa ordem seja negociada, conforme o
quadro a seguir:

Na prévia, as contas dos dealers que são contrapartes (própria ou de corretagem) na


negociação só são exibidas após estes terem especificado suas respectivas ordens.

40
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Essa prévia poderá sofrer alterações, havendo novos negócios relativos à ordem ou
mudança na especificação por parte de um dos dealers, até o horário admitido para isso.

Como alterar a especificação

Após a especificação ter sido salva com sucesso, é possível efetuar alterações nas contas
especificadas e na distribuição de percentuais entre elas, durante o horário admitido para
essa função, desde que não tenha sido solicitado o envio antecipado das operações ao
Selic.

Essa alteração poderá ser feita unilateralmente pelo dealer, em Especificar, na opção
Alterar, exibida para ordens passíveis de alteração em sua especificação:

O sistema apresenta novamente a tela para as alterações necessárias, que devem ser
salvas.

Observe que a alteração da quantidade negociada em uma ordem é efetuada em outra


função do menu: Reduzir Quantidade, sob determinadas condições e com a anuência do
outro dealer (ver Redução da quantidade).

Especificação com intermediação

Caso seja informada uma conta em que seja obrigatória intermediação, o sistema exige
o preenchimento do campo Corretagem (Pontos-Base).

41
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

O ganho de corretagem, em caso de intermediação, deve ser expresso em pontos-base,


que serão linearmente:

- adicionados à taxa do negócio, nas ordens de venda; ou

-subtraídos da taxa do negócio; nas ordens de compra 12.

Considera-se ponto-base o centésimo de 1% (um por cento).

No campo Pontos-Base são aceitos números positivos com até três inteiros e duas casas
decimais.

Observe que o dealer não deve informar sua conta de corretagem no campo Conta de
Custódia, mas sim as contas das partes vendedoras ou compradoras (ver Contas
Admitidas). O próprio sistema seleciona a conta de corretagem do dealer que será
utilizada na operação (a mais antiga).

Caso a ordem já tenha sido negociada, o módulo apresenta uma prévia das operações,
exibindo a conta de corretagem selecionada pelo módulo (no caso, 649-9).

Redução da quantidade

A redução da quantidade é uma função de acesso privado, pois depende de autenticação


do usuário (operador, supervisor, administrador).

12
Ver Anexo 2- Cálculo das taxas e valores financeiros envolvidos na intermediação.

42
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

O dealer pode solicitar a redução da quantidade negociada de uma determinada ordem


até zero, durante o horário admitido para especificação, desde que seu envio antecipado
não tenha sido solicitado.

É necessária a confirmação do outro dealer responsável pela ordem de natureza


contrária.

No exemplo a seguir, o Dealer 1 seleciona a opção do menu: Reduzir Quantidade.

Na tela apresentada, o dealer deve selecionar a opção Reduzir, ao lado da ordem


negociada da qual deseja alterar a quantidade.

Após a indicação da nova quantidade, deve selecionar a opção Solicitar:

O sistema apresenta uma mensagem informando que a redução foi solicitada. A


solicitação pode ser retirada, caso não tenha sido ainda confirmada pelo outro dealer.

O Dealer 2, ao selecionar a mesma opção do menu (Reduzir Quantidade), poderá


confirmar ou rejeitar a solicitação realizada pelo Dealer 1.

43
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

O sistema apresenta uma mensagem de confirmação.

Uma vez confirmada a solicitação, prevalecerá no negócio a quantidade alterada. Caso


contrário, prevalecerá a quantidade inicialmente negociada.

Operações a termo no Selic

Os negócios fechados no módulo geram operações a termo no Selic (código 4052), com
liquidação no dia útil seguinte ao da negociação. Os comandos dessas operações são
transmitidos automaticamente pelo sistema, observado o disposto nos itens a seguir.

Autorização de envio antecipado

É facultado ao dealer autorizar a antecipação do envio das operações ao Selic antes do


término do horário admitido para a especificação. É necessário que os dois dealers
envolvidos na negociação efetivem essa autorização.

Na tela de especificação, o dealer deve marcar a autorização para envio antecipado e


clicar na opção Salvar.

O sistema imediatamente pedirá a confirmação da opção pelo envio antecipado.

44
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Caso o outro dealer responsável pelo negócio efetue o mesmo procedimento, as


operações serão enviadas antecipadamente ao Selic.

Não havendo autorização dos dois dealers até o término do horário estabelecido para a
especificação, ocorrerá a transmissão automática dos comandos relativos às operações
oriundas do negócio, conforme descrito a seguir.

Envio após o término do horário de especificação

De acordo com o Regulamento do módulo Negociação, esgotado o horário regulamentar


para a especificação, caso o dealer não tenha efetivado a autorização para envio
antecipado, os comandos serão transmitidos automaticamente para o Selic e:

- direcionados para as contas já especificadas, ou

- direcionados para a conta-padrão do dealer, com intermediação 13 , se não houver


especificação.

13
Com a utilização da conta de corretagem do dealer.

45
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Transmissão automática dos comandos

Tanto no caso do envio antecipado quanto no caso do envio após o término do horário
estabelecido para especificação, valem as seguintes regras para a transmissão dos
comandos no Selic:

Quadro 2
Situação Comandos no Selic
(1) Especificada uma conta na qual o dealer São transmitidos automaticamente todos os
figura como transmissor de comandos comandos relativos a essa conta para
atualização da operação.
(2) Especificada uma conta na qual o dealer São transmitidos automaticamente pelo Selic
não figura como transmissor de comandos apenas os comandos relativos à conta de
intermediação do dealer. Vide (4).
(3) Especificada uma conta cujo usuário não São transmitidos automaticamente pelo Selic
tenha acesso ao departamento na qual ela está apenas os comandos relativos à conta de
localizada intermediação do dealer. Vide (4).
(4) Especificada uma conta na qual é exigida As partes compradora e vendedora devem
intermediação transmitir o seu comando no Selic, a menos
que a ordem tenha sido especificada por
usuário com acesso ao departamento no qual
ela está localizada.
(5) Não há a especificação de nenhuma conta São transmitidos automaticamente pelo Selic
os comandos, utilizando-se a conta-padrão do
dealer, com intermediação.

Faixa numérica dos comandos

Os comandos das operações a termo oriundas do módulo Negociação, transmitidos


automaticamente, recebem uma faixa numérica diferenciada: 800000 a 804999.

Mensagem SEL1611

Aos dealers usuários da Rede do Sistema Financeiro Nacional - RSFN, são enviadas
mensagens SEL1611 (TpInfEvtSEL = 04) 14 para os lançamentos automáticos (4052)
oriundos do módulo Negociação.

No anexo, são apresentadas as possibilidades de envio desta mensagem:

1- Em ordem especificada sem intermediação;


2- Em ordens especificadas com intermediação, por usuário sem acesso à conta
especificada; e

14
A mensagem SEL1611 está descrita no Manual do Usuário do Selic - MUS.

46
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

3- Em ordens especificadas com intermediação, por usuário com acesso à conta


especificada.

O número da ordem que originou a operação encontra-se no campo Número Ordem


Negociação desta mensagem. Vale ainda destacar que, para as operações atualizadas, o
número de liquidação do termo é informado no campo Número Operação Selic Retorno
(faixa 610000 a 619999).

Observe que, caso seja especificada uma conta para a qual o dealer não transmita
comandos, será enviada uma mensagem SEL1611 (TpInfEvtSEL = 02) para o
participante transmissor de comandos dessa conta.

Exceções regulamentares aplicadas aos comandos

De acordo com o Regulamento do Selic15, os comandos da alçada do dealer relativos às


operações oriundas do módulo (4052) não estão sujeitos ao cancelamento por:

- decurso de prazo (EXP) após 60 minutos16; ou

- incompatibilidade (INC), em caso de comandos instruídos com dados divergentes.

Além disso, não será possível o seu cancelamento por iniciativa do participante
(operação 1400/SEL1400).

Operações a termo não atualizadas (4052)

Como foi visto no Quadro 2, quando houver intermediação, pode ser necessário o
lançamento dos comandos no Selic da parte compradora ou vendedora. É possível,
portanto, que a operação oriunda do módulo fique pendente de outros comandos no
Selic (PEO).

Caso a parte não transmita o seu comando até o horário de encerramento do Selic, ele
será transmitido automaticamente pelo sistema e redirecionado para a conta-padrão do
dealer.

15
Circular nº 3.587, de 26/3/2012, alterada pela Circular nº 3.610, de 26/9/2012.
16
De acordo com a Carta Circular nº 3.632, de 3/2/2014, transmitido um comando, todos os demais
requeridos para o registro e a liquidação das operações ou das operações associadas ou conjugadas devem
ser transmitidos no prazo de 60 minutos. Caso contrário, os respectivos comandos das operações são
cancelados pelo administrador do Selic (EXP).

47
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Operações a termo não liquidadas (1052) – Suspensão do dealer

De acordo com o Regulamento do módulo Negociação, o acesso do dealer a esse


módulo será suspenso caso não haja a liquidação integral no Selic de negócio realizado
e não desfeito. Enquanto suspensa, a instituição financeira não figurará como dealer
habilitado.

A suspensão é aplicada na proporção de 1 (um) dia útil por cada negócio não liquidado.

Em relação a essa penalidade, deve ser observado o seguinte:

 Por negócio não desfeito, entende-se o negócio cuja quantidade total de títulos
não tenha sido reduzida a zero na especificação, com a anuência do outro dealer;
 A suspensão do módulo não impede o acesso do dealer às funções privadas
Consultar e Download de Ordens;
 As operações que não forem liquidadas em decorrência do fato de comprador e
vendedor possuírem o mesmo CNPJ ou CPF não são consideradas para fins de
suspensão do dealer; e
 Constatada a inadimplência em operação com intermediação, esta poderá ser
sanada, desde que seja efetuada a liquidação de operação idêntica na quantidade
de títulos e no preço unitário (ver Como sanar a inadimplência).

Exemplo da aplicação da suspensão

Cadastro de ordens:

Ordem A – ordem de venda cadastrada pelo Dealer A

Ordem B – ordem de compra cadastrada pelo Dealer B

Ordem C – ordem de compra cadastrada pelo Dealer C

Especificação:

Ordem A – uma única conta é especificada pelo Dealer A

Ordem B – duas contas são especificadas pelo Dealer B

Ordem C – três contas são especificadas pelo Dealer C

Negócios:

A ordem A fecha com as ordens B e C:

- Negócio 1: Ordem A X Ordem B - duas operações são geradas.

- Negócio 2: Ordem A X Ordem C – três operações são geradas.

48
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Liquidação financeira das operações a termo:

- Negócio 1: das duas operações geradas apenas uma é liquidada. A outra é rejeitada por
insuficiência de títulos na conta especificada pelo Dealer A.

- Negócio 2: as três operações geradas são recusadas por insuficiência de títulos na


conta especificada pelo Dealer A.

Até o horário de encerramento do Selic, a inadimplência por parte do Dealer A nos


negócios acima não havia sido sanada.

Penalidade:

O Dealer A ficará suspenso por dois dias úteis: o negócio 1 foi parcialmente liquidado e
o negócio 2 não foi liquidado (total de dois negócios não liquidados).

Os Dealers B e C não são penalizados.

Como sanar a inadimplência

O Regulamento do módulo Negociação admite que a inadimplência em operação com


intermediação seja sanada pelo dealer, evitando-se a sua suspensão do módulo.

Para tanto, o dealer poderá, durante o horário de funcionamento do Selic, efetuar o


comando dessa operação, substituindo a parte inadimplente. Os dados da nova operação,
como número de operação Selic, preço e quantidade, devem ser idênticos ao da
operação inadimplente. Contudo, poderá ser informada outra conta (exceto corretagem)
em substituição àquela que originou a inadimplência.

Exemplo:

5/11/2012

Os Dealers A e B fecham um negócio no módulo. Uma vez que o Dealer A tenha


especificado uma conta de cliente, será exigida a utilização da sua conta de corretagem
na operação.

Nessa data, são originadas duas operações associadas, que são atualizadas no Selic:

Operação 1

Código de operação: 4052

Número Operação Selic: 800001

Cedente: 90-7 (conta do cliente especificada pelo Dealer A)

Cessionário: 649-9 (conta de corretagem do Dealer A)

49
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Número Operação Retorno: 610001

Operação 2

Código de operação: 4052

Número Operação Selic: 800002

Cedente: 649-9 (conta de corretagem do Dealer A)

Cessionário: 1-7 (conta do Dealer B)

Número Operação Retorno: 600002

6/11/2012

Às 9h30, o sistema transmite automaticamente os comandos das operações a termo,


porém as operações 600001 e 600002 associadas ficam pendentes de títulos (PEN).

Após 60 minutos, sem que haja o aporte de títulos necessário na conta do cliente 90-7,
as operações são expiradas por tempo (EXP).

Em virtude da inadimplência da conta de seu cliente, o Dealer A e o Dealer B relançam


as operações associadas com os mesmos dados (número de operação, título,
quantidade), porém com a substituição, por parte do Dealer A, da conta inadimplente:

Operação 1

Código de operação: 1052

Número Operação Selic: 610001

Cedente: 316-2 (conta própria do Dealer A, em substituição à conta 90-7)

Cessionário: 649-9 (conta de corretagem do Dealer A)

Operação 2

Código de operação: 1052

Número Operação Selic: 600002

Cedente: 649-9 (conta de corretagem do Dealer A)

Cessionário: 1-7 (conta do Dealer B)

50
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Observações:

1- Apenas operações a termo oriundas do módulo Negociação permitem a


substituição das contas envolvidas, como no exemplo anterior.
2- Ainda que um dos dealers cancele a liquidação automática do termo às 9h30,
por meio de operação 3400 (SEL/3400), é exigida a liquidação do termo até o
horário de encerramento do Selic.

Consulta de ordens

Há uma opção privada de consulta de ordens no menu. Essa opção permite consultar
todas as ordens cadastradas pelo participante em uma determinada data de
movimentação, com o histórico de todos os eventos a ela relacionados (cadastro,
retirada, negociação, redução da quantidade, especificação e envio ao Selic).

Nessa opção, é possível filtrar a consulta utilizando-se qualquer um dos campos


apresentados pelo sistema. A seguir, um exemplo de consulta pelo tipo de título:

É possível detalhar uma ordem específica, selecionando-se a lupa à esquerda de cada


ordem.

51
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

O sistema, então, apresentará uma tela com todos os detalhes da ordem. É possível
visualizar os eventos relacionados ao cadastro e à negociação dessa ordem ao se clicar
em Eventos.

A tela apresenta também a aba Especificação, onde é possível consultar as informações


referentes à especificação da ordem em questão. É possível visualizar os eventos
relacionados à especificação ao se clicar em Eventos.

52
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Download

A opção privada Download do menu possibilita ao usuário baixar arquivos por data de
movimentação, trazendo informações de ordens cadastradas e sua negociação.

A seguir, um exemplo de consulta entre duas datas. O usuário deve selecionar as datas
desejadas e selecionar a opção Consultar.

53
©Banco Central do Brasil, 2014
Manual do Módulo Negociação Eletrônica do Selic V. 1.3

Ao selecionar a seta à direita da data desejada, o sistema apresenta uma tela onde
disponibiliza a possibilidade de o usuário abrir o arquivo (formato txt) ou salvá-lo.

O leiaute do arquivo está disponível na opção Descrição do arquivo:

54
©Banco Central do Brasil, 2014
Anexos
Anexo 1: Cálculo das taxas e valores financeiros envolvidos na intermediação

A seguir, encontra-se a metodologia para cálculo da taxa do comprador e dos valores


financeiros do comprador e de intermediação utilizada nas ordens de compra com o uso
da conta de intermediação:

(conforme metodologia de apreçamento de


títulos públicos definida no Código de Regulação e Melhores Práticas para o Mercado Aberto)

∑ [ ( )]

Nas ordens de venda com o uso da conta de intermediação, são utilizadas as fórmulas
abaixo para o cálculo da taxa do vendedor e dos valores financeiros do vendedor e de
intermediação:

(conforme metodologia de apreçamento de títulos públicos


definida no Código de Regulação e Melhores Práticas para o Mercado Aberto)

∑ [ ( )]

É importante notar que, para o cálculo acima, os pontos-base são linearmente subtraídos
da taxa do negócio (taxa do comprador) ou a ela somados (taxa do vendedor), conforme
apresentado no exemplo a seguir:

55
©Banco Central do Brasil, 2014
Exemplo numérico:

Taxa do negócio = 5% a.a.

Ganho da corretagem = 2 pontos-base.

56
©Banco Central do Brasil, 2014
Anexo 2: Fluxo de mensagens SEL1611

Caso 1: Ordens especificadas sem intermediação

IF A IF B

IF B envia
IF A envia Aviso de operações oriundas do módulo Negociação.
ordem para
ordem para
negociação Aviso de operações oriundas do módulo Negociação Atualizadas
negociação
com NumOpRet.

Ordem Ordem
Compra Venda
Negociação realizada
Especifica Especifica
ordem compra ordem venda

Conta A Conta B

Comandos IF B
Comandos IF A

Selic envia SEL1611 tipo 4 para IF B


2 1
2 1
Conta Conta -LAN (Caso 1º comando IF B)
A B

3
Selic envia SEL1611 tipo 4
3 Selic envia SEL1611 tipo 4

-ATU (Caso 2º comando IF A) -ATU (IF responsável 1º comando)

©Banco Central do Brasil, 2014


Caso 2: Ordens especificadas com intermediação, por usuário SEM acesso à conta (“C”)

IF A

IF A envia ordem para negociação


IF B IF B envia
ordem para
negociação

Ordem Ordem
Compra Venda
Aviso de Operações oriundas Negociação efetivada
do Módulo de Negociação.

Aviso de Operações oriundas Especifica ordem compra Especifica ordem venda


do Módulo de Negociação
Atualizadas com NumOpRet.
Outros avisos.
Conta C com intermediação Conta B

Comando IF A Comando IF A
Intermediação Intermediação

Comando IF B

Selic envia SEL1611 tipo 4


Selic envia SEL1611 tipo 4
44 2 1
-LAN (comando IF A)
Selic envia SEL1611 tipo 2
1

Conta Conta Conta B -LAN (Caso 1º comando IF B)


5 Conta C Intermediação
Interm.
Intermediação

A A Interm.
A A
-LAN (aviso de lançamento de
46
contraparte) 6
7 3
2

IF C envia SEL3052 Selic envia SEL1611 tipo 4


Selic envia SEL1611 tipo 4

-PEO (IF resp. 1º comando)


Selic envia SEL1611 tipo 4

Selic envia SEL3052R1 -PEO (Caso 2º comando IF A)

IF C
©Banco Central do Brasil, 2014
Caso 3: Ordens especificadas com intermediação, por usuário COM acesso à conta (“C”)

IF A IF B
Aviso de operações oriundas do
módulo Negociação.
IF A envia ordem IF B envia ordem
para negociação para negociação
Aviso de operações oriundas do
Ordens negociáveis módulo Negociação Atualizadas com
NumOpRet.
Ordem Ordem
Compra Negociação efetivada Venda

Especifica ordem compra Especifica


ordem venda
Conta C com intermediação (usuário da
IF A transmite comandos para conta C) Conta B

Comando IF A para conta C

Comando IF A Comando IF A
Intermediação Comando IF B
Intermediação

Selic
envia
SEL1611 Selic envia
Selic envia SEL1611 tipo 4 Selic envia SEL1611 tipo 4
tipo 4
-LAN (comando IF A) SEL1611 tipo 4
2
1

5 4 11
1 -PEO (Caso 2º comando IF A) -LAN (Caso 1º
Conta Conta Conta
Conta C Intermediação
Intermediação
B comando IF B)
Interm.
A A
A A
Interm.

6 3 Selic envia
Selic envia SEL1611 tipo 4
SEL1611 tipo 4

-PEO (IF resp. 1º comando)

IF C NÃO é transmissor de comandos

IF C
©Banco Central do Brasil, 2014
Contato

Em caso de dúvidas, entre em contato com a Subdivisão de Relacionamento com o Mercado (Surem),
do Demab, pelo e-mail informe.selic@bcb.gov.br, ou nos telefones:
- 0800-2001054: ligações gratuitas, a partir de telefones fixos, disponíveis para as praças do Rio de
Janeiro, São Paulo e Brasília; ou
- (21) 3506-8969: ligações pagas, a partir de telefones fixos ou celulares, disponíveis para as demais
localidades do país.

60
©Banco Central do Brasil, 2014