Você está na página 1de 2

Unidade 1

Economia Pré-Industrial:
 Base agrícola;
 Evolução tecnológica lenta.
Agricultura (ocupava mais de 80% da mão-de-obra disponível)
 Utensílios rudimentares;
 Sem fertilizantes químicos;
 Sem meios para combater as pragas;
 Dependente da fertilidade dos solos;
 Dependente do clima.
Tecnologia (era debilitada)
 Condicionava a produção
Impediu o seu aumento contínuo;
Colocou um entrava aos recursos
alimentares disponíveis e ao limite máximo
do numero de homens.
O equilíbrio entre os recursos alimentares e a população
“rompia” com frequência: A morte levava os mais
desfavorecidos, criando picos súbitos na mortalidade.

Modelo Demográfico Antigo (até ao séc. XVII)


 Elevada mortalidade;
 Elevada mortalidade;
 Crises demográficas periódicas;
 Crescimento ligeiro ou estagnação.
Exemplo do séc. XVII (Século trágico)
 Trilogia negra (fomes, pestes e guerras);
 Frio extremo – Colheitas apodrecem – Preços elevam-se
(Inflação) – Crises de subsistências sucedem-se – mortes
por fome;
 Fomes – corpos debilitados – doenças – contágio mais
rápido – Epidemias – mortes;
 Guerras – Destruíam tudo à sua volta – morriam
inocentes nas mãos de soldados cruéis – mortes (ex.:
Guerra dos 30 anos);
 Mortes – falta de mão-de-obra – pouca produção –
Inflação – mortes.
Modelo Demográfico Novo (Séc. XVIII)
 Diminuição da mortalidade:
Revolução agrícola;
Revolução Industrial;
Desenvolvimento dos transportes (Menor
dependência);
Desenvolvimento da medicina (vacinas).
 Crescimento demográfico:
Diminuição das fomes e das doenças;
Bom clima (boas colheitas).
 Epidemias desaparecem:
Generalização das quarentenas;
Aumento dos cuidados higiénicos-
sanitário;
Descoberta da vacina.
 Mais importância dada à infância:
Prática médica no campo da obstetrícia
(formação de parteiras);
Criança torna-se o centro de atenções das
famílias.
 Rejuvenescimento da população:
Aumento da Esperança média de vida.