Você está na página 1de 12

Relatório Preliminar – Motor B9

Ricardo Hofer Begrow 03/05/2016

Especificações:
 4 tempos
 4 cilindros em linha
 4 válvulas por cilindro
 Comando de válvulas variável
 Naturalmente aspirado
 GDI
 0,9 litros (872 cm3)
 B/S = 0,9
 Câmara pent roof
 Razão de compressão 12:1
 80HP a 7000rpm

O tempo de queima, como parâmetro de entrada do GT-Power, é o intervalo de


graus do virabrequim contado após a mistura queimar 10% de sua massa, até
atingir 90% de queima, chamado de BDUR1090. Os valores foram estimados
pelos gráficos de morores SI naturalmente aspirados:

Figura 1 – Heywood, BDUR1090: 17,5 @750RPM, 20 @1500RPM, 24 @3000RPM.


Figura 2 – Blair, BDUR1090: 13,9 @1200RPM. Duração total: 31,6

Figura 3 – Blair, BDUR1090: 16,2 @2400RPM. Duração total: 41,7


Figura 4 – Blair, BDUR1090: 16,2 @3600RPM. Duração total: 39

Figura 5 – Blair, BDUR1090: 19,3 @4800RPM. Duração total: 44


Figura 6 – Blair, BDUR1090: 20,5 @6000RPM. Duração total: 44,2

50
Duração da combustão
45

40

35
Graus

30
BDUR 0100
25 BDUR 1090
20

15

10
1200 2400 3600 4800 6000
RPM

Gráfico 1 – Duração da combustão


Rotação BDUR1090 BDUR0100
RPM ° °
1200 13.9 31.6
2400 16.2 41.7
3600 16.2 39
4800 19.3 44
6000 20.5 44.2
Média 17.2 40.1

Tabela 1 – Duração da combustão

Escolheu-se um valor intermediário, de 18 graus para a duração da combustão,


já que o motor vai trabalhar a mais que 6000 rpm.

Adicionou-se uma borboleta, com diâmetro calculado para que não haja
restrição quando totalmente aberta, conforme o coeficiente de descarga.
Diâmetro do duto adjacente: 36mm
Coeficiente de descarga da borboleta aberta: 0,735
Desta forma, o diâmetro da borboleta deve ser de 42mm para que sua área
efetiva quando totalmente aberta seja igual à área do duto adjacente.

O Ângulo de abetura da borboleta foi variado nos seguintes ângulos:


0 2.5 5 7.5 10 15 20 30 40 50 60 70 80 90
Tabela 2 – Ângulos de abertura da borboleta

Verificou-se a necessidade de usar pequenas variações em baixos ângulos,


pois o motor apresentava pouca restrição em baixas rotações (1000 a 2000
rpm) para um ângulo de 10 graus.

Verificou-se grande influência da escala utilizada nos mapeamentos. Alguns


valores tiveram que ser cortados por apresentarem dados errôneos e defeitos
visuais nos gráficos, como BSFC -22453g/kWh. Assim, teve-se que adotar
escala manual.
Figura 7 – Mapeamento BMEP x RPM x BSFC, escala linear.

Figura 7 – Escala variável. Alguns erros começam a aparecer entre 460 e 520 g/kWh
Figura 8 – Linhas de contorno

Figura 9 – Mapeamento BMEP x RPM x BSFC


Figura 10 – Eficiência volumétrica

Não foi possível evitar a perda de dados gráficos no mapeamento da eficiência


volumétrica em linhas de contorno. Valores acima de 0.941 não são mostrados.

Figura 11 – Eficiência volumétrica em linhas de contorno


Figura 12 – Abertura da borboleta

O tempo de ignição foi ajustado para a máxima eficiência:

Figura 13 – Pressão no cilindro em algumas rotações


Figura 14 – Inicio da combustão

Figura 15 – Ângulo de máxima pressão


Figura 16 – Pressão máxima no cilindro

Figura 17 – Maior taxa de aumento de pressão


Figura 17 – Abertura de válvulas: 9,6 mm