Você está na página 1de 15

PROGRAMA DE BOLSAS DE COOPERAÇÃO HORIZONTAL DA REPÚBLICA DO CHILE – NELSON MANDELA

AGÊNCIA CHILENA DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL PARA O DESENVOLVIMIENTO


PROGRAMA DE BOLSAS DE COOPERAÇÃO HORIZONTAL
REPÚBLICA DO CHILE - NELSON MANDELA
CONVOCAÇÃO ANO 2020

MAIO 2019

-1-
PROGRAMA DE BOLSAS DE COOPERAÇÃO HORIZONTAL DA REPÚBLICA DO CHILE – NELSON MANDELA

AGÊNCIA CHILENA DE COOPERAÇÃO INTERNACIONAL PARA O DESENVOLVIMIENTO


PROGRAMA DE BOLSAS DE COOPERAÇÃO HORIZONTAL
NELSON MANDELA
CONVOCAÇÃO ANO 2020

ÍNDICE.

A. INTRODUÇÃO. 3

B. OBJETIVOS DO PROGRAMA. 3

C. CARACTERÍSTICAS DA BOLSA. 3

D. PROCEDIMENTO DE INSCRIÇÃO. 5

E. PROCESSO DE SELEÇÃO. 7

F. CRITÉRIOS DE SELEÇÃO. 8

G. COMPROMISSOS A SEREM ASSUMIDOS PELAS PESSOAS QUE SÃO


SELECIONADAS. 10

H. COMPROMISSOS A SEREM ASSUMIDOS PELOS BOLSISTAS DA AGCID. 11

I. CASOS EM QUE A AGCID PODE SUSPENDER OS BENEFÍCIOS DA BOLSA OU APLICAR


A MEDIDA DE RETENÇÃO DO PAGAMENTO DA ALOCAÇÃO MENSAL. 13

J. RESCISÃO ANTECIPADA DA BOLSA DEVIDO A UM FATO ATRIBUÍVEL AO BOLSISTA.13

K. OUTROS ASPECTOS. 14

L. INFORMAÇÃO ADICIONAL. 14

M. ANEXOS. 14

A. INTRODUÇÃO.

-2-
PROGRAMA DE BOLSAS DE COOPERAÇÃO HORIZONTAL DA REPÚBLICA DO CHILE – NELSON MANDELA

A Agência Chilena de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AGCID) oferece, para o


ano letivo de 2020, bolsas para estudos de mestrado em universidades ou outras instituições
chilenas de ensino superior. Estas bolsas são oferecidas a profissionais nacionais da África do Sul,
Moçambique e Angola.

O Programa de Bolsas de Cooperação Horizontal da AGCID foi lançado em 1993 e, até o momento,
conta com mais de 1.500 profissionais latino-americanos e caribenhos, que concluíram programas
de pós-graduação em diversas áreas de especialização oferecidas por universidades chilenas ou
instituições de ensino superior em nosso país e desde 2015 este Programa de Bolsas foi estendido
para os nacionais da África do Sul, Moçambique e Angola.

B. OBJETIVOS DO PROGRAMA.

O objetivo do Programa de Bolsas de Estudo da AGCID é contribuir para a formação de capital


humano avançado, através da participação de profissionais em programas de mestrado ministrados
por universidades ou instituições chilenas de ensino superior com alto nível de excelência.

C. CARACTERÍSTICAS DA BOLSA.

As bolsas de estudo são concedidas, dependendo da duração dos estudos escolhidos, até um
período máximo de trinta (30) meses, incluindo o curso de imersão em espanhol que deve ser
preenchido e aprovado neste período, detalhado abaixo. Se o bolsista não concluir um curso de
imersão na língua espanhola, por ter certificado previamente a língua espanhola, o período máximo
da bolsa será de vinte e quatro (24) meses.

Esta bolsa inclui um Curso de Imersão na Língua Espanhola, cujos estudos devem começar em março
de 2020, enquanto o Programa de Estudos de Mestrado pode começar no mesmo mês de março,
paralelamente ao curso de espanhol ou até o dia 14 de agosto de 2020, de acordo com os
respectivos programas e calendários acadêmicos das instituições chilenas de ensino superior ou do
plano de aperfeiçoamento ou pesquisa estabelecido pela instituição chilena em que o candidato foi
aceito.

As bolsas de estudo somente poderão ser concedidas para os estudos de mestrado referidos no
Anexo 1 desta Convocação, com datas de início entre 1º de março de 2020 e 30 de setembro do
mesmo ano, inclusive.

Os estudos são realizados com dedicação exclusiva, na modalidade de tempo inteiro, presencial e
com permanência no Chile durante todo o programa de estudos.

Os bolsistas selecionados devem ter a certificação de proficiência em espanhol, pois os cursos


indicados e ministrados no Chile são ministrados apenas em espanhol.

Se você não tiver a certificação indicada, a AGCID fornecerá um Curso de Imersão em Espanhol
antes ou em paralelo aos respectivos Programas de Mestrado.

Os seguintes critérios de prioridade existirão para a concessão das bolsas:

-3-
PROGRAMA DE BOLSAS DE COOPERAÇÃO HORIZONTAL DA REPÚBLICA DO CHILE – NELSON MANDELA

1. Candidaturas apresentadas por funcionários públicos ou académicos de universidades


oficialmente reconhecidas pelo respectivo país.

2. Candidaturas correspondentes ao Anexo 1, que contém os Programas de Mestrado.

3. Candidaturas correspondentes à ASTRONOMIA, AGRICULTURA, AQÜICULTURA,


ENERGIA, POLÍTICAS PÚBLICAS, SAÚDE, MEIO AMBIENTE E MINERAÇÃO, entre outras,
que se encontram na Lista de Mestrados contidos no Anexo 1 desta convocação.

Os benefícios que a bolsa contempla são, exclusivamente, os seguintes:

I. Um Curso de Imersão na Língua Espanhola que pode durar um (1) semestre acadêmico
antes do início ou em paralelo do respectivo Programa de Mestrado. (Os candidatos que
comprovarem proficiência em espanhol podem ser dispensados deste curso, anexando o
respectivo certificado que credencia a proficiência avançada em espanhol).

II. Pagamento de passagens aéreas de ida, desde a capital do país de origem até a cidade de
destino final na chegada ao Chile (o solicitante deverá considerar o financiamento pessoal
para permanecer em Santiago do Chile para executar os procedimentos na AGCID) e de
volta, para a capital do seu país de origem, quando os estudos estiverem concluídos. Caso
a cidade onde você estuda não tenha um aeroporto, você receberá um subsídio exclusivo
de $ 20.000 para viagens de ônibus.

III. Pagamento do custo da tarifa total, matrícula e custos da habilitação cobrada pela
respectiva instituição de ensino superior, pelo tempo de duração do programa de pós-
graduação, com um limite de quatro (4) semestres acadêmicos ou seis (6) trimestres
acadêmicos, dependendo do cronograma utilizado pela respectiva instituição (até um
máximo de vinte e quatro (24) meses). Em qualquer caso, devem ser os custos que
correspondem exclusivamente ao currículo acadêmico do programa de estudo para o qual
a bolsa foi concedida.

IV. Pagamento de um subsídio de manutenção mensal de quinhentos mil pesos chilenos ($


500.000) durante todo o período da bolsa. O referido subsídio será pago pela duração dos
estudos, com um limite de trinta (30) meses.

Nos meses de dezembro, janeiro ou fevereiro, a AGCID pagará ao bolsista 100% do subsídio
mensal somente se permanecer no Chile mais da metade do mês correspondente. Em
qualquer outro caso1, a AGCID pagará apenas 50% do valor deste serviço (meses de
dezembro, janeiro ou fevereiro).

V. Provisão ao bolseiro, enquanto a bolsa estiver em vigor, de seguro de vida, saúde e


acidentes, para os eventos ou incidentes que o afetem e que ocorram no território do Chile.

1
Em relação a este ponto, o bolseiro deverá cumprir o disposto no n.º 6 da quarta cláusula do Convênio,
cujo formato preliminar se encontra no Anexo 2 da presente Convocação.

-4-
PROGRAMA DE BOLSAS DE COOPERAÇÃO HORIZONTAL DA REPÚBLICA DO CHILE – NELSON MANDELA

Além disso, o bolsista terá o direito de receber atenção através do Sistema e Serviços de
Saúde Pública do Chile, desde que tenha o cartão de identidade nacional emitido pelo
Serviço de Registro Civil e Identificação do Chile.

VI. Concessão ao bolsista de um subsídio único para textos e materiais de estudo, até a soma
de noventa mil pesos chilenos ($ 90.000), dentro de seu primeiro período acadêmico do
programa de estudos.

VII. Concessão ao bolsista apenas uma vez e desde que a sua média no respectivo programa de
estudos seja igual ou superior a 5,5 (cinco vírgula cinco) ou sua escala equivalente, de um
subsídio de valor igual a $ 230.000 (duzentos trinta mil pesos), para suportar as despesas de
teses ou para cumprir com a exigência análoga exigida pela instituição de ensino superior
para conceder o respectivo grau acadêmico. Para tanto, o bolsista, antes do vencimento do
décimo nono (19º) mês em que a AGCID lhe estiver concedendo a gratificação mensal a que
se refere o inciso IV deste artigo, deve acreditar os aspectos indicados no ponto V da
Terceira Cláusula do Acordo de Concessão e Aceitação de Bolsas de Estudo, cujo formato
consta no Anexo 2 desta Convocação.

VIII. Concessão ao bolsista da mobilização na chegada, do aeroporto ao local indicado em


Santiago.

No caso das teses relacionadas às áreas propostas para cada país, eventualmente os
bolsistas poderão participar do desenvolvimento do respectivo projeto, caso a AGCID assim
o exija.

Os benefícios acima mencionados são exclusivamente para o bolsista.

A AGCID não pagará nenhuma despesa que não esteja contemplada na enumeração anterior. Como
conseqüência, caberá ao bolsista financiar todas as demais despesas que devam incorrer como
procedimentos de visto, custos de inscrição para instituições de ensino superior chilenas, taxas de
embarque aéreo ou outros impostos similares, custos para viagens ou transferências para o seu país
durante o desenvolvimento da bolsa de estudos, etc.

Essas bolsas são incompatíveis com qualquer outra que o bolsista possa ter no Chile.

As bolsas só serão concedidas para realizar todos os estudos no Chile.

Se, de acordo com o procedimento e ponderações indicadas no ponto F desta Convocação,


resultar em uma pontuação igual entre dois ou mais candidaturas para a bolsa, será dada
preferência àqueles que se referem a programas cujo início de aulas está previsto para o primeiro
semestre do ano de 2020.

D. PROCEDIMENTO DE INSCRIÇÃO.

Os antecedentes para solicitar as bolsas devem ser apresentados na EMBAIXADA DO CHILE NA


ÁFRICA DO SUL (ver Anexo 3, Lista de Pontos Focais).

-5-
PROGRAMA DE BOLSAS DE COOPERAÇÃO HORIZONTAL DA REPÚBLICA DO CHILE – NELSON MANDELA

Os interessados nas bolsas de estudo mencionadas nesta Convocação deverão realizar diretamente
os procedimentos necessários para admissão no respectivo programa de estudos, na universidade
ou em outra instituição chilena de ensino superior, e ter aceitação incondicional da mesma, para
poder iniciar sua inscrição. Os programas devem ser executados em tempo inteiro e dedicação
exclusiva. Se houver um programa com características diferentes, não será considerado no processo
de seleção.

CADA PESSOA INTERESSADA EXECUTA PESSOALMENTE OS INQUÉRITOS SOBRE A ORIENTAÇÃO E


A GRADE CURRICULAR DO MESTRADO DE SEU INTERESSE. É SUGERIDO ENTRAR EM CONTATO
DIRETO COM O RESPONSÁVEL DO PROCESSO DE ADMISSÃO DA UNIVERSIDADE OU DOS CENTROS
DE ESTUDOS SUPERIORES CHILENOS, E CONSULTAR POR ESCRITO EM RELAÇÃO A TODOS OS
DETALHES ASSOCIADOS AO PROGRAMA DE ESTUDOS (REQUISITOS, COMPETÊNCIAS ANTERIORES,
ÊNFASE DO PROGRAMA, ETC). TAL ACEITAÇÃO E OS CUSTOS ASSOCIADOS SÃO
RESPONSABILIDADE PESSOAL DE CADA CANDIDATO.

A Embaixada do Chile poderá entrevistar os candidatos, se julgar apropriado.

Os candidatos devem apresentar, tanto no original em papel, quanto no formato de CD - com as


informações devidamente digitalizadas quando apropriado -, os seguintes documentos:

1. Formulário de Inscrição de Bolsas AGCI, devidamente preenchido em computador e


assinado, conforme indicado no Anexo 4.

2. Carta de aceitação definitiva do Programa de Estudos escolhido, emitida pela


autoridade competente da instituição chilena de ensino superior. Esta carta deve
certificar a aceitação incondicional do candidato, a data de início das aulas e a duração
do programa de estudos, incluindo a tese e o exame de graduação. Os custos
associados à obtenção da carta de aceitação são da exclusiva responsabilidade do
candidato.

3. Certificado de saúde compatível emitido e assinado por um médico autorizado,


indicando as doenças pré-existentes declaradas pelo requerente. Para tais fins, uma
recomendação da Declaração de Saúde e Doenças Pré-existentes é anexada como Anexo
6.

4. Certificado de título profissional ou cópia autorizada por um notário público. Caso seja
selecionado, este certificado deverá ser apostilado ou legalizado pelas respectivas
autoridades (conforme o caso) para sua aceitação no Chile, procedimento que deve ser
realizado pelo selecionado no país que entrega o certificado.

5. Curriculum Vitae, com ênfase no trabalho e formação acadêmica.

6. Breve descrição das razões que o motivam a realizar estudos no Chile, dos objetivos dos
estudos que você deseja realizar e de como pretende aplicá-los quando retornar ao seu
país.

-6-
PROGRAMA DE BOLSAS DE COOPERAÇÃO HORIZONTAL DA REPÚBLICA DO CHILE – NELSON MANDELA

7. Breve descrição da possível área e tópico da tese em que você pretende concentrar sua
investigação final.

8. Carta de Referência Acadêmica.

9. Carta de Patrocínio da Instituição Patronal quando for o caso, especificando claramente


o interesse da instituição em que seu funcionário estudar no Chile e indicando que a
parte interessada tem a permissão de se ausentar durante a duração da bolsa, como
também, se a posição será mantido ou não no retorno.

10. Declaração solene (Anexo V) que indica a leitura e aceitação de todos os termos
presentes nesta convocação.

11. Os candidatos beneficiários de uma bolsa de estudos estarão sujeitos aos requisitos e
proibições estabelecidos no Decreto-lei 1.094 de 1975 e outros regulamentos aplicáveis
à entrada de estrangeiros no país. Para mais informações, visite o link:
https://www.extranjeria.gob.cl/.

As cópias originais serão posteriormente devolvidas pela Embaixada do Chile ao candidato, e


deverão ser apresentadas na AGCID na chegada ao Chile.

Este procedimento será aplicável, conforme apropriado, aos candidatos estrangeiros que já estejam
estudando no Chile.

Toda a documentação mencionada deve ser enviada à Agência Chilena de Cooperação


Internacional para o Desenvolvimento, através da EMBAIXADA DO CHILE NA ÁFRICA DO SUL,
inserindo a Plataforma de Gestão de Bolsas de Estudo fornecida pela AGCID e, se assim for
definido pela Embaixada do Chile, adicionalmente através da MALA DIPLOMÁTICA.

Os documentos originais devem permanecer na posse dos candidatos e só serão solicitados aos
selecionados quando chegarem ao Chile e se aproximarem da AGCID o mais rápido possível para
realizar este procedimento. Esta medida foi estabelecida para agilizar o processo de seleção no
Chile. No entanto, a Embaixada do Chile na África do Sul será responsável por garantir que os
candidatos cumpram todos os requisitos.

O envio dos documentos à AGCID pela Embaixada do Chile na África do Sul será entendido como
uma acreditação do cumprimento dos requisitos de inscrição do candidato.

O não recebimento de toda a documentação exigida nesta Convocação ou a entrada de


documentação falsa será motivo para a imediata eliminação do processo de seleção final.

Candidaturas de estrangeiros que tenham visto de residência ou trabalho no Chile não serão
aceitas.

E. PROCESSO DE SELEÇÃO.

-7-
PROGRAMA DE BOLSAS DE COOPERAÇÃO HORIZONTAL DA REPÚBLICA DO CHILE – NELSON MANDELA

O Processo de Seleção inclui os seguintes estágios:

● Pré-seleção. Esta etapa será cumprida no país que apresentar o candidato e será realizada
por um Comitê Conjunto de Pré-Seleção composto pelo Ponto Focal ou seu representante
e o oficial designado pela Embaixada do Chile na África do Sul, que agirá em conformidade
com critérios eminentemente técnicos. Esta pré-seleção terá candidatos apresentados
oficialmente pelo país correspondente. É importante que neste processo o respectivo Ponto
Focal selecione os melhores candidatos, uma vez que os candidatos apresentados devem
competir pelos lugares disponíveis com os candidatos pré-seleccionados dos outros países
participantes. A Embaixada do Chile na África do Sul será responsável por inserir as
informações na Plataforma de Gestão de Bolsas AGCID e também enviará, se a Embaixada
assim o exigir, as informações através de uma Mala Diplomática.

● Seleção Definitiva. Esta etapa será cumprida pelo Comitê de Seleção de Programas no Chile.

Somente candidaturas que tenham todos os requisitos e documentação completa serão


consideradas pelo Comitê de Seleção no Chile, que decidirá sobre os candidatos finalmente aceitos
para obter a bolsa. A decisão do Comitê de Seleção não estará sujeita a nenhum recurso e será
oficialmente informada, tanto para as partes interessadas quanto para o Embaixador do Chile no
país comprometido e seu Embaixador no Chile.

A bolsa de estudos será aceita pelo bolsista mediante a assinatura de um Convênio de Concessão e
Aceitação de Bolsas, assinado entre a AGCID e o candidato selecionado, cujo formato preliminar
consta do Anexo 2 desta Convocação. O formato acima mencionado pode ser adaptado ao caso de
cada bolsista, a fim de destacar no referido instrumento os seus dados pessoais, o programa de
estudo em questão, bem como a entidade académica em que foi aceite e a duração da mesma.

O período de inscrição na Embaixada do Chile na África do Sul deve ser devidamente verificado
pela parte interessada.

O prazo para receber os antecedentes dos candidatos pré-selecionados pela Embaixada do


Chile na África do Sul, por meio da Plataforma de Gestão de Bolsas de Estudo AGCID ou pela
Mala Diplomática, expira inquestionavelmente em: 31 DE OUTUBRO DE 2019, às 23:59 HRS. DO
CHILE.

As inscrições enviadas pela Embaixada do Chile na África do Sul e que chegarem após o prazo
acima mencionado serão automaticamente excluídas de qualquer processo de seleção.

Os resultados da seleção final serão comunicados a partir da segunda semana do mês de


dezembro de 2019.

O INÍCIO DAS AULAS OU O CURSO DE ESPANHOL PODE SER DADO A PARTIR DA PRIMEIRA
SEMANA DO MÊS DE MARÇO DE 2020, ASSIM OS CANDIDATOS SELECIONADOS DEVEM TER
DISPONIBILIDADE PARA VIAJAR PARA O CHILE A PARTIR DE 1º DE MARÇO DE 2020.

-8-
PROGRAMA DE BOLSAS DE COOPERAÇÃO HORIZONTAL DA REPÚBLICA DO CHILE – NELSON MANDELA

F. CRITÉRIOS DE SELEÇÃO.

Para fazer a seleção dos bolsistas, a AGCID aplicará os seguintes critérios de avaliação aos fatores
que qualificam os candidatos e que são suscetíveis de quantificação:

1. Prioridade Atribuída pelo País à Inscrição: Cada país deve indicar a prioridade dos candidatos
pré-selecionados em ordem descendente contínua, desde a primeira prioridade até a última que
corresponde, de acordo com o número total de pré-selecionados (por exemplo, se o número total
de pré-selecionado é 5, as prioridades vão do primeiro ao quinto).

● Primeira prioridade: 30 pontos.


● Segunda prioridade: 25 pontos.
● Terceira prioridade: 20 pontos.
● Quarta prioridade: 15 pontos.
● Quinta prioridade: 10 pontos.
● Outra prioridade: 5 pontos.

Ponderação: 0,20 (20,0%).

2. Experiência de trabalho - Profissional: Este critério é expresso em anos de prática profissional no


âmbito do programa de estudo em que ele se aplica para a bolsa.

- Mais de 5 anos: 30 Pontos.


- Mais de 3 anos e menos de 5: 20 Pontos.
- Menos de 3 anos: 10 Pontos.
- Nenhuma experiência profissional: 5 Pontos.

Ponderação: 0,10 (10,0%).

3. Instituição em que trabalha no momento da inscrição: este critério será medido de acordo com
a instituição que o apoia.

- Instituição Pública: 30 pontos. (Profissionais de nível superior que desempenham uma


função ou posição pública no Estado de que são nacionais, seja em ministérios, serviços,
instituições ou empresas públicas, sejam académicos, professores ou investigadores de
instituições de ensino superior oficialmente reconhecidas por o Estado que apresenta o
candidato).
- Instituição Privada: 10 pontos. (Profissionais que atuam nas diversas áreas da sociedade
civil em seu país, a partir da data desta convocação).
- Outro: 0 pontos.

Ponderação: 0,10 (10,0%).

4. Gênero: O acima em termos de encorajar a participação feminina nos Programas Avançados de


Treinamento em Capital Humano que a AGCID concede.

- Inscrições de Mulheres: 30 Pontos.

-9-
PROGRAMA DE BOLSAS DE COOPERAÇÃO HORIZONTAL DA REPÚBLICA DO CHILE – NELSON MANDELA

- Inscrições de Homens: 15 Pontos.

Ponderação: 0,10 (10,0%).

5. Idade: Critérios acordados nos Comitês de Seleção anteriores.

- Entre 30 e 35 anos: 40 Pontos.


- Entre 36 e 44 anos: 30 Pontos.
- Menos de 29 anos: 20 Pontos.
- Mais de 45 anos: 10 Pontos.

Ponderação: 0,10 (10,0%).

6. Critério Regional: O acima, a fim de incentivar as candidaturas a universidades em regiões do


Chile, que têm áreas especializadas.

- Candidaturas a uma universidade em outras regiões que não a Região Metropolitana: 30


pontos.
- Candidaturas a uma Universidade na Região Metropolitana (Santiago): 15 pontos.

Ponderação: 0,10 (10,0%).

TOTAL: 60%.

7. Qualificação do Comitê de Seleção: O Comitê de Seleção analisará os fatores quantificáveis


citados acima e, como resultado desta análise, formulará uma avaliação global de todos os
antecedentes do candidato. Este critério fornece o espaço para incluir as prioridades da Cooperação
e da Política Externa, que se materializa em qualquer uma das seguintes qualificações:

- Excelente: 30 Pontos.
- Muito bom: 25 Pontos.
- Bom: 20 Pontos.
- Aceitável: 15 Pontos.

Se uma postulação foi avaliada com uma classificação inferior a "Aceitável", ela será
automaticamente descartada, independentemente da pontuação obtida nos fatores quantificáveis.

Ponderação: 0.40 (40,0%)

TOTAL: 100%.

G. COMPROMISSOS A SEREM ASSUMIDOS PELAS PESSOAS QUE SÃO SELECIONADAS.

Os candidatos selecionados para uma bolsa concedida pela AGCID devem:

- 10 -
PROGRAMA DE BOLSAS DE COOPERAÇÃO HORIZONTAL DA REPÚBLICA DO CHILE – NELSON MANDELA

I. Viajar para o Chile, ou estar em nosso país, com antecedência suficiente para a data de
início do respectivo Programa de Estudos (é sugerido entre 3 e 5 dias antes).

II. Obter, com a devida antecipação, a permissão da entidade empregadora, se aplicável.

III. Obter, com a devida antecedência, o visto de estudante que concede a autorização de
residência no Chile. Esse pedido pode levar até dois meses, portanto, você deve iniciar o
processo imediatamente após o aviso de sua seleção como bolsista. Para isso, você pode
contatar o Consulado Chileno mais próximo em seu país de origem, ou o responsável pela
Embaixada do Chile indicado na lista de pontos focais (Anexo III).

IV. Subscrever a Declaração Solene contemplada na parte final deste capítulo e apresente-a
juntamente com os outros documentos de inscrição.

V. Apresentar, pessoalmente nos escritórios da AGCID, as cópias originais dos documentos


mencionados nos números 2, 3, 4 e 9 do ponto D desta Convocação e da Declaração Solene
referida no número anterior.

VI. Subscrever o Convênio de Concessão e Aceitação da Bolsa no Chile, cujo formato


preliminar pode ser encontrado no Anexo 2 desta Convocação. Em qualquer caso, o AGCID
enviará antecipadamente por e-mail ao candidato selecionado o texto do Convênio,
adaptado ao caso particular do respectivo candidato.

O texto e o formato da Declaração Solene, referidos no ponto IV, podem ser encontrados no Anexo
5 da presente Convocação.

H. COMPROMISSOS A SEREM ASSUMIDOS PELOS BOLSISTAS DA AGCID.

Todos os bolsistas assumem os seguintes compromissos:

1. Estar na posse dos graus acadêmicos apostilados ou legalizados, e os outros requisitos


curriculares exigidos pela instituição de ensino superior em que foi aceito.

2. Credenciar, por meio de atestado médico competente, sempre que a AGCID assim o
solicitar, boa saúde física e mental, compatível com as exigências acadêmicas dos estudos
para os quais a bolsa foi concedida. Sugere-se usar o formato que acompanha o Anexo 6
desta Chamada.

3. Cumprir os regulamentos sobre estrangeiros em vigor no Chile.

4. Estabelecer um endereço na cidade em que ele concluirá o programa de estudos para o qual
a bolsa foi concedida, dentro de três (3) dias úteis após a data de assinatura do respectivo
contrato. O bolsista deverá informar imediatamente o referido endereço à AGCID, bem
como qualquer alteração que ocorra a esse respeito. Além disso, deve manter a AGCID
informada sobre seus números de telefone no Chile e seu endereço de e-mail atual.

- 11 -
PROGRAMA DE BOLSAS DE COOPERAÇÃO HORIZONTAL DA REPÚBLICA DO CHILE – NELSON MANDELA

5. Residir na localidade em que estuda o programa de estudos para o qual a bolsa foi
concedida, enquanto estiver em vigor.

6. Não sair do Chile sem primeiro informar o AGCID das datas da viagem e do local de destino.
Da mesma forma, o bolsista deverá informar à AGCID a data efetiva de seu retorno ao país.

Durante os meses de dezembro, janeiro e fevereiro de cada ano e somente durante o


período de férias acadêmicas previstas no Programa de Estudos, o bolsista deverá
acompanhar o seu relatório com um documento emitido pela Universidade, no qual conste
o período preciso que compreende o feriado acadêmico do respectivo Programa.

7. Observar um comportamento irrepreensível e de total conformidade com o sistema legal


chileno. Sem prejuízo de outros factos que possam implicar uma violação desta obrigação,
considerar-se-á não cumprida sempre que o bolsista seja condenado por um crime ou crime
simples.

8. Fornecer, dentro do prazo definido pela AGCID, todas as informações necessárias.

9. Cumprir o regime acadêmico estabelecido pela instituição de ensino superior em que você
desenvolve seus estudos.

10. Aprovar a totalidade das disciplinas ou cátedras que, de acordo com o respectivo programa
de estudos, correspondem a ele para participar durante cada período letivo.

11. Obter, em cada período acadêmico, um bom desempenho acadêmico, entendendo como
tal uma média de notas igual ou superior a 5,0 ou sua escala equivalente.

12. Cumprir com os requisitos acadêmicos e administrativos exigidos pela respectiva instituição
de ensino superior para obter o grau acadêmico para o qual o programa de bolsas de estudo
foi concedido. Para atestar o cumprimento desta obrigação, o bolsista deve apresentar à
AGCID certificações emitidas pela autoridade acadêmica competente da respectiva
instituição de ensino superior, sobre:

I. O cumprimento dos requisitos acima mencionados, mediante certidão emitida no


final do semestre de estudos ou no encerramento administrativo feito pela
respectiva Universidade, que responda pela qualidade do aluno regular do bolsista;
e

II. A nota final (expressa numa escala de 1 a 7, na qual esta é a máxima) obtida no
respectivo programa de estudos.

13. Dedicar seu tempo exclusivamente para os estudos para os quais a bolsa foi concedida,
enquanto ela ainda é válida. O cumprimento desta obrigação inclui a proibição de realizar
trabalhos remunerados, no Chile ou no exterior.

14. Dar cumprimento em tempo hábil a qualquer solicitação feita pela AGCID por escrito,
incluindo responder às pesquisas indicadas pela Agência, e participar de qualquer

- 12 -
PROGRAMA DE BOLSAS DE COOPERAÇÃO HORIZONTAL DA REPÚBLICA DO CHILE – NELSON MANDELA

convocação ou reunião para a qual seja convocada por escrito pela Agência durante o
período de validade da bolsa de estudos.

15. Entregar à AGCID, no final dos estudos, em formato de CD, uma cópia do texto final da tese
ou monografia análoga preparada pelo aluno como parte do programa de estudo. As teses
devem ser enquadradas preferencialmente dentro das áreas temáticas oferecidas a cada
país.

16. Registrar seu status de bolsista da AGCID em qualquer trabalho de pesquisa ou atividade de
divulgação com um perfil acadêmico do qual você participa.

17. Não aplicar para bolsas de estudo que coincidam total ou parcialmente com aqueles que
estudam com a bolsa concedida pela AGCID, desde que tenham o status de bolsistas da
Agência.

18. Voltar ao seu país depois de ter concluído todo o Programa de Estudos para o qual a bolsa
foi concedida.

19. Subscrever um Convênio de Concessão e Aceitação de Bolsa com a AGCID, que regula a
bolsa de estudos e o fiel cumprimento dos compromissos mencionados neste capítulo.

20. Se o bolsista não cumprir o objetivo do Curso de Imersão em Língua Espanhola, ele deverá
retornar ao seu país.

21. Você deve trazer o dinheiro necessário para suas despesas pessoais durante a primeira
semana no Chile, enquanto o primeiro pagamento é gerenciado.

I. CASOS EM QUE A AGCID PODE SUSPENDER OS BENEFÍCIOS DA BOLSA OU APLICAR A MEDIDA DE


RETENÇÃO DO PAGAMENTO DA ALOCAÇÃO MENSAL.

No caso de um bolsista não cumprir os compromissos indicados no capítulo anterior desta


Convocação, a AGCID poderá aplicar a seu respeito qualquer uma das medidas indicadas na Cláusula
Cinco do respectivo convênio, cujo formato está anexado no Anexo 2.

J. RESCISÃO DA BOLSA DEVIDO A UM FATO ATRIBUÍVEL AO BOLSISTA.

Caso o bolsista incorra em alguma das causas contempladas nos números 2, 3, 4 ou 5 da Sexta
Cláusula do convênio cujo formato está anexado no Anexo 2 desta Convocação, a AGCID poderá
rescindir antecipadamente a respectiva bolsa de estudo e todos os benefícios indicados no ponto C
desta Convocação. Não obstante o acima exposto, a AGCID, em qualquer caso, pagará as passagens
aéreas de retorno à cidade de origem do bolsista.

O bolsista beneficiário da medida de rescisão antecipada da bolsa pelas razões mencionadas no


parágrafo anterior, não poderá solicitar novamente uma bolsa concedida pela AGCID. Nem quem
não cumprir o compromisso indicado no nº 18 da Quarta Cláusula do respectivo Convênio.

- 13 -
PROGRAMA DE BOLSAS DE COOPERAÇÃO HORIZONTAL DA REPÚBLICA DO CHILE – NELSON MANDELA

No caso de a AGCID determinar a rescisão antecipada da bolsa por aplicação das causas indicadas
nos números 2, 3, 4 ou 5 da sexta cláusula do contrato que está presente no Anexo 2, o bolsista
deve retornar à AGCID o valor total que foi pago em relação a referido bolsista pelos benefícios
contemplados na cláusula terceira do mesmo contrato, até a data em que foram verificados, exceto
pelos valores pagos por seguro de vida, saúde e acidentes

Para tanto, a AGCID notificará por escrito, o bolsista e o ponto focal da Agência no país de sua
nacionalidade, o valor a ser devolvido, indicando o detalhe correspondente a cada item.

Para os fins indicados nesta cláusula, o bolsista aceita a fixação dos valores a serem reembolsados
pela AGCID e a reconhece como dívida para todos os efeitos legais, e autoriza os procedimentos
administrativos e judiciais que são realizados perante as autoridades do Chile e em seu país de
origem, para o pagamento integral dos valores devidos.

K. OUTROS ASPECTOS.

Qualquer pessoa que tenha sido favorecida com uma bolsa de estudos da cooperação chilena não
poderá solicitar outra bolsa concedida pela AGCID, até cinco (5) anos após o término da bolsa
original, se a nova bolsa for para treinamento de pós-graduação. Se a nova bolsa é para uma
melhoria especializada de curto prazo, isso pode ser feito três (3) anos após o final da bolsa original.

L. INFORMAÇÃO ADICIONAL.

Informações relacionadas à AGCID: O e-Mail é: agencia@agci.cl. O acesso ao seu site na INTERNET


é: http://www.agcid.cl.

Recomenda-se aos interessados consultar preferencialmente no site indicado ou contatar-se por


e-mail.

O endereço da AGCID é: Teatinos Nº 180. Andar 8. Santiago. Chile. Telefone (56)-(2)-28275742 ou


28275802.

Você também pode acessar o site da AGCID através de:

- http://www.gobiernodechile.cl

Informações relativas ao Programa de Bolsas de Estudo: Os candidatos interessados em ter mais


informações do que o conteúdo desta Convocação podem entrar em contato com:

- O Ponto Focal do país.


- A Embaixada do Chile no respectivo país.
- A Embaixada do país no Chile.
- AGCID, nos endereços indicados acima.

M. ANEXOS.

▪ ANEXO 1: Lista de Programas de Mestrado.

- 14 -
PROGRAMA DE BOLSAS DE COOPERAÇÃO HORIZONTAL DA REPÚBLICA DO CHILE – NELSON MANDELA

▪ ANEXO 2: Formato preliminar do Convênio de Concessão e Aceitação de Bolsa que regula a


relação entre a AGCID e os bolsistas.

▪ ANEXO 3: Pontos Focais dos países convidados.

▪ ANEXO 4: Formulário de pedido de Bolsa.

▪ ANEXO 5: Declaração Solene a ser assinada pelos candidatos selecionados, de acordo com
o parágrafo final do capítulo G desta Convocação.

▪ ANEXO 6: Recomendação de Declaração de Saúde e doenças pré-existentes.

- 15 -