Você está na página 1de 17

INTRODUÇÃO

Aos alunos
Olá!
Este ano letivo finalizarás um ciclo e deverás preparar-te para novos desafios.
Este livro tem como objetivo ajudar-te a enfrentá-los e a superá-los com sucesso.
Terás ao teu dispor 6 testes, e encontrarás todas as dicas necessárias para
realizares os exercícios que te serão propostos.
Nos exercícios propostos em "Agora tu!" terás oportunidade de aplicar os
conteúdos importantes para os temas que abordarás ao longo do ano letivo.
Poderás fazer a autoavaliação, confrontando as tuas respostas com as soluções
e as cotações atribuídas a cada exercício. Indicações relativas à gestão do tempo
estão sempre disponíveis para te poderes orientar.

Aos pais O livro Testes? Estou preparado! da disciplina de Matemática


permite uma preparação orientada para os testes de avaliação
que o seu educando terá de realizar ao longo do ano.
Os testes abrangem todos os conteúdos programáticos e seguem o
Programa e as Metas Curriculares em vigor.
Este livro contém:
exercícios resolvidos com explicações detalhadas;
s ugestões acerca de como proceder para resolver exercícios de diferentes
tipologias;
indicações acerca da gestão do tempo;
cotações de modo a permitir uma melhor autoavaliação.

Após a realização dos exercícios propostos em "Agora tu!", o aluno terá um


teste com exercícios de estrutura semelhante, nos quais poderá exercitar os
mesmos conteúdos, detetar eventuais lacunas e consolidar a sua
aprendizagem.

A autora
CTEP_M6 © Porto Editora

3
Este livro de exercícios está organizado

CTEP_M6 © Porto Editora


da seguinte forma:

Ide ntifi caç ão do s co nt eúd os


qu e vai s tr ein ar
Exercícios-Modelo
Com a explicação
de como se chega à resposta

Agora tu!
Com exercícios
para praticares
o que aprendeste
Teste de avaliação
No final de cada unidade

Proposta de Resoluções
Para poderes corrigir
e melhorar o teu trabalho

Usa este livro de exercícios para te preparares para os testes de avaliação de Matemática

Regista o tempo que demoraste a realizar cada uma das tarefas

Verifica sempre a proposta de resolução dos exercícios

IMPORTANTE!
Deves fazer estes exercícios num ambiente tranquilo e silencioso.
Guarda o telemóvel, desliga a televisão e usa a tua concentração máxima.
Vais ver que compensa porque vais perceber tudo muito melhor.

4
Índice

Preparar o teste 1 ................................................ 6 Preparar o teste 4 ............................................. 86


• Números primos e números compostos • Prismas e pirâmides
• Decomposição em fatores primos • Relação de Euler
• Mínimo múltiplo comum • Planificação de sólidos geométricos
• Máximo divisor comum Agora tu! 1 .............................................................................. 96
Agora tu! 1 ............................................................................... 15
• Cilindros e cones
• Potências de expoente natural • Volume de cubos e paralelepípedos
• Potência de potência • Volume de prismas e cilindros
• Potências com a mesma base Agora tu! 2 ........................................................................... 104
• Potências com o mesmo expoente
Teste de avaliação 4 ........................................................... 106
Agora tu! 2 ............................................................................... 23

Teste de avaliação 1............................................................... 25 Preparar o teste 5 ......................................... 112


• Mediatriz de um segmento de reta
Preparar o teste 2 .............................................. 31 • Reflexão, rotação e simetrias
• Relação entre circunferências, ângulos, Agora tu! 1 ........................................................................... 124
retas e polígonos
• Polígonos inscritos e circunscritos numa • População e amostra
circunferência • Natureza dos dados estatísticos
• Perímetro e área de um círculo • Gráficos circulares
• Perímetros e áreas de figuras compostas Agora tu! 2 ........................................................................... 131
por círculos e polígonos
Agora tu! 1 ............................................................................... 43 Teste de avaliação 5 ........................................................... 133

Teste de avaliação 2 .............................................................. 45 Preparar o teste 6 ......................................... 139


• Conjuntos numéricos
Preparar o teste 3 ............................................ 51 • Números racionais: números simétricos e
• Sequências e regularidades valor absoluto
• Razão e proporção • Ordenação e comparação de números
Agora tu! 1 ............................................................................... 65 racionais
• Adição de números racionais
• Proporcionalidade direta
• Subtração de números racionais
• Escalas Agora tu! 1 ........................................................................... 146
Agora tu! 2 ............................................................................... 77
Teste de avaliação 6 ........................................................... 148
Teste de avaliação 3 .............................................................. 79
CTEP_M6 © Porto Editora

Propostas de resolução................................................... 154

5
Preparar o teste 1

CTEP_M6 © Porto Editora


Antes d e co m eç ar a preparação para este teste de avaliação, deves ter em
atenção os seguintes conteúdos:
Números primos e números compostos
Decomposição e fatores primos
Mínimo múltiplo comum e máximo divisor comum
Potências de expoente natural

P e r g u n ta 1 :
Número primo:
O código de desativação do alarme da casa do Rui é constituído
Tem exatamente dois
por quatro números. divisores (o número 1
Sabe-se que: e ele próprio).
 os quatro números do código são diferentes;
  os quatro números do código são primos e constituídos por dois algarismos;
  os três primeiros números têm como algarismo das dezenas 4 ;
 o último número tem como algarismo das dezenas o 9 ;
 o algarismo das unidades do segundo número não é primo nem é composto;
 o primeiro número é superior ao terceiro.

Qual é o código de desativação do alarme da casa do Rui?

R e s p o s ta :
Seguindo cada uma das informações vai construindo o código.

 O código é composto por quatro números, cada um deles com


dois algarismos cada:

___ ___ - ___ ___ - ___ ___ - ___ ___

 O código é constituído apenas por números primos


(e já sabes que têm de ter dois algarismos). Os números É importante conseguires
escrever a lista dos primeiros
primos inferiores a 100 são: 2, 3, 5, 7, 11, 13, 17, 19,
números primos, por exemplo,
23, 29, 31, 37, 41, 43, 47, 53, 59, 61, 67, 71, 73, 79,
os que são inferiores a 100 .
83, 89 e 97, então os números que compõem o código O crivo de Eratóstenes pode
poderão ser os que se encontram sublinhados, pois têm ser uma boa ajuda!
dois algarismos.

6
 Os primeiros três números têm 4 como algarismo das dezenas.
Na lista anterior repara que são apenas três os números primos nessas condições:
41 , 43 e 47 . Mas falta-nos saber qual o lugar que cada um ocupa no código.

 O algarismo das unidades do segundo algarismo é 1 (pois 1 é o único número natural
que não é primo nem é composto), logo, o segundo número do código é 41 .
___ ___ - 4 1 - ___ ___ - ___ ___

 Como o primeiro número é superior ao terceiro, então o primeiro é 47 e o terceiro 43 .


4 7 - 4 1 - 4 3 - ___ ___

 Se o último número é primo com algarismo das dezenas igual a 9 , então é 97 .
47-41-43-97

 O código de desativação do alarme da casa do Rui é ​47​- ​41​- ​43​- ​97​.

Dica:   Quando os exercícios apresentam muita informação, tenta sublinhar


o que é mais importante!

P e r g u n ta 2 :

Enuncia o Teorema Fundamental da Aritmética.

R e s p o s ta :
Dado um número natural superior a 1 , existe uma única Cada número da sequência, a partir do
segundo, é maior ou igual ao anterior.
sequência crescente em sentido lato de números primos
cujo produto é igual a esse número.

Dica:   Enunciar é dizer por palavras tuas.

P e r g u n ta 3 :
Decompor um número em fatores
primos é escrever esse número
Decompõe em fatores primos o número ​90​.
na forma de produto cujos fatores
são números primos!
R e s p o s ta :

 1.° método Começas por escrever o Cuidado!


9   ​  × ​ ⎵
​90 = ​ ⎵ 10   ​​  
número como um produto de
em fatores primos
CTEP_M6 © Porto Editora

Na decomposição
dois quaisquer fatores e depois
os!
cada um dos fatores como
enas números prim
tens de utilizar ap
3 × 3 2 × 5
produto de outros dois e assim
ros da lista:
90 = 3 × 3 × 2 × 5 sucessivamente, até obteres os Recorda os primei
, 13 , ...
2 , 3 , 5 , 7 , 11
fatores todos primos.

7
  2.° método

CTEP_M6 © Porto Editora


Efetuam-se divisões pelos divisores
primos por ordem crescente.

90 é divisível pelo primeiro número primo 2 . 90 ​2 Critérios de divisibilidade


: 2​
​ • Por 2 : Um número par é
45 não é divisível por 2 ,
mas é divisível por 3 .
45 ​3 divisível por 2 .
: 3​
​ • Por 3 : Se a soma dos
15 continua a ser divisível por 3 . 15 ​3 algarismos de um número é
: 3​
​ um múltiplo de 3 , então o
5 é um número primo, logo, número é divisível por 3 .
só é divisível por si próprio.
​5​5 2, 3, 3 e 5

: 5​

são os fatores • Por 5 : Um número cujo
primos.
A decomposição em fatores primos está algarismo das unidades é
​1
concluída quando o resultado da divisão for 1 . 0 ou 5 é divisível por 5 .
9​
0 = 2 × 3 × 3 × 5​

Dica:   Na decomposição em fatores primos podes utilizar mais do que um método,


se nada te for dito em contrário, utiliza aquele que preferires.

P e r g u n ta 4 :

Em qual das opções seguintes se encontra a decomposição do número 1540 em fatores


primos?
(A) ​2 × 2 × 5 × 7 × 11​ (B) ​4 × 5 × 7 × 11​
(C) ​2 × 2 × 5 × 77​ (D) ​2 × 3 × 3 × 5 × 7​

R e s p o s ta :
A opção correta é a (A).

E x p li ca ç ã o :
Repara que nas opções (B) e (C) um dos fatores não é um número primo, na (B) é o
4 e na (C) é o 77 . Deste modo, estas duas opções ficam automaticamente excluídas.
No caso das restantes duas opções todos os fatores são primos, pelo que efetuando
o respetivo produto identificar-se-á a opção correta.
​2 × 2 × 5 × 7 × 11 = 1540​ e ​2 × 2 × 3 × 5 × 7 = 420​

Dica:   Em exercícios de escolha múltipla, poderás selecionar a opção correta por


exclusão de partes, ou seja, em quatro opções de resposta, se identificares
três opções incorretas, identificarás, por consequência, a correta!

8
P e r g u n ta 5 :

Utiliza a decomposição em fatores primos do número 60 para encontrar todos os seus


divisores.

R e s p o s ta : Deves procurar todos os produtos diferentes que


Divisores: se podem obter com os fatores da decomposição.

60 ​2​ 2 × 2 ​(= 4)​
1 ​ ​2 × 2 × 3 ​(= 12)
: 2​

30 ​2​ 2 × 3 ​(= 6)​
2 ​ ​2 × 2 × 5 ​(= 20)​
​: 2​
15 ​3​ 2 × 5 ​(= 10)​
3 ​ ​2 × 3 × 5 ​(= 30)​
​: 3​
​5​5​ 3 × 5 ​(= 15)​
5 ​ ​2 × 2 × 3 × 5 ​(= 60)​
​: 5​
​1​ Logo, ​D​60​ = ​{
  1  , 2, 3, 4, 5, 6, 10, 12, 15, 20, 30, 60 }​ 
​60 = 2 × 2 × 3 × 5​
Dica:   Há várias formas de determinares os divisores de um número.
Quando te indicam uma forma de o fazer, deves utilizar essa e não outra.

P e r g u n ta 6 :
Calcula o mínimo múltiplo comum e o máximo divisor comum de 84 e 140 .

R e s p o s ta :
 Decomposição dos números em fatores primos
84 ​2​ 140 ​2
: 2​
​ : 2​
42 ​2​ 70 ​2
: 2​
​ : 2​
21 ​3​ 35 5
​: 3​: 5​
​7​7​ ​7​ 7
​: 7​: 7​
​1​ ​1
84 = 2 × 2 × 3 × 7​140 = 2 × 2 × 5 × 7​

 Mínimo múltiplo comum


Faz grupos com os Utilizando a
​84 =​2​×​2​×​3​×​7 fatores que são
decomposição
comuns. De cada um

1 40 =​2​×​2​×​5​×​7 desses grupos resulta em fatores primos,
CTEP_M6 © Porto Editora

um único fator para o o m.m.c. de dois


cálculo do ​m.m.c.​ e a
números é igual
m
​ .m.c. ​(84 ,  140)​ =​2​×​2​×​3​×​5​×​7 esses deves
acrescentar também ao produto dos
m
​ .m.c. ​(84 ,  140)​ =​420​ os restantes fatores fatores comuns
desemparelhados.
e não comuns. 9
 Máximo divisor comum

CTEP_M6 © Porto Editora


Utilizando a
​84 =​2​×​2​×​3​×​7 decomposição

1 40 =​2​×​2​×​5​×​7 em fatores primos,
o m.d.c. de dois
Faz grupos com os fatores números é igual

m .d.c.  ​(84 ,  140)​ =​2​×​2​×​7 que são comuns. De cada
um desses grupos resulta
ao produto dos
fatores comuns.
m
​ .d.c.  ​(84 ,  140)​ =​28​ um único fator para o
cálculo do ​m.d.c.​ .

Dica:   Existe mais do que um método para determinares o m.m.c e o m.d.c. de


dois ou mais números. No 5.º ano aprendeste a fazê-lo utilizando a escrita dos
múltiplos ou divisores dos números e selecionando o menor múltiplo ou maior
divisor comum conforme os casos ou então utilizando o algoritmo de Euclides,
no caso do m.d.c.. Este ano, poderás utilizar a decomposição em fatores
primos dos números.
Se nada te for dito, poderás optar pelo método que preferires!

P e r g u n ta 7 :

Sendo ​A = 3 × 3 × 5 × 7​ e ​B = 3 × 3 × 3 × 5 × 5 × 7​,


Cuidado!
indica qual das opções seguintes é verdadeira.
ser pedida
Apesar de não te
(A) ​m.m.c. ​(A ,  B)​ = 3 × 3 × 5 × 7​ exercício
a justificação num
(B) ​m.d.c.  ​(A , B)​ = 3 × 3 × 5 × 7​ la, não quer
de escolha múltip
as de
(C) ​m.m.c. ​(A ,  B)​ = 3 × 3 × 3 × 5 × 7​ dizer que não tenh
ra obteres
realizar cálculos pa
(D) ​m.d.c.  ​(A ,  B)​ = 3 × 3 × 3 × 5 × 5 × 7​ a resposta correta!

R e s p o s ta :
​A =​3​×​3​×​5​×​7​A =​3​×​3​×​5​×​7
B =​3​
​ ×​3​×​3​×​5​×​5​×​7​B =​3​×​3​×​3​×​5​×​5​×​7

m.m.c. ​(84 ,  140)​ =​3​×​3​×​3​×​5​×​5​×​7​m.d.c.  ​(84 ,  140)​ =​3​×​3​×​5​×​7​

Logo, a opção correta é a (B).

P e r g u n ta 8 : Para determinares
o m.m.c. e o
m.d.c. de três ou
Determina o mínimo múltiplo comum e o máximo mais números,
utiliza o mesmo pr
divisor comum de 12 , 30 e 70 . ocedimento
usado para dois nú
meros.

10
R e s p o s ta :

 Decomposição em fatores primos

12 ​2​ 30 ​2​ 70 ​2
: 2​
​ : 2​: 2​

​6​2​ 15 ​3​ 35 ​5
: 2​
​ : 3​: 5​

​3​3​ ​5​ 5 ​7​ 7


​: 3​: 5​: 7​

​1​ ​1​ ​1

12 = 2 × 2 × 3​
​ 30 = 2 × 3 × 5​70 = 2 × 5 × 7​

 Mínimo múltiplo comum  Máximo divisor comum


Para calculares o m.m.c. de três números, faz grupos dos Para determinares o m.d.c. de três (ou mais números),
fatores que se repetem. De cada um desses grupos resulta um selecionas apenas o(s) fator(es) que aparecem na decomposição
único fator para o cálculo do m.m.c. e a esses deves dos três (ou mais) números, ou seja, tens de formar grupos de
acrescentar também os restantes fatores desemparelhados. três (ou mais) números. Caso contrário, o m.d.c. desse
conjunto de números é igual a 1 .

​12 =​2​×​2​×​3​12 =​2​×​2​×​3

3 0 =​2​×​3​×​5​30 =​2​×​3​×​5

7 0 =​2 ​×​5​×​7​70 =​2 ​×​5​×​7

m
​ .m.c. ​(12 ,  30 ,  70)​ =​2​×​2​×​3​×​5​×​7​m.d.c.​(12 ,  30 ,  70)​ =​2​

P e r g u n ta 9 :

​ 60  ​ na sua forma


Utiliza o máximo divisor comum dos termos da fração e escreve a fração ___
72
irredutível.

R e s p o s ta :
Pretendes escrever uma fração
equivalente à dada mas que seja
Fração irredutível
irredutível, então necessitas de
Fração na sua forma mais simplificada,
encontrar o maior divisor que divida
ou seja, os seus termos são os
simultaneamente 60 e 84 ; ao menores possíveis.
encontrares esse valor basta dividir
Numa fração irredutível o numerador
CTEP_M6 © Porto Editora

ambos os termos da fração e obténs e o denominador são primos entre si,


a fração pretendida. ou seja, o seu m.d.c. é igual a 1 .

11
​:  … ​

… Podes começar por utilizar esta expressão para

​​  60   ​ = _
______

CTEP_M6 © Porto Editora


​    ​ ​
completar. Não só resume o que pretendes fazer,
72 … como também te ajuda a não esquecer de
escrever a fração irredutível no final.

​:  … ​
60 ​2​ 72 ​2
: 2​
​ : 2​

30 ​2​ 36 ​2
: 2​
​ : 2​

15 ​3​ 18 2
​: 3​: 2​

​5​5​ ​9​ 3
​: 5​: 3​

​1​ ​3​ 3
​: 3​

​1


6 0 =​2​×​2​×​3​×​5 Repara que que se usares a decomposição

7 2 =​2​×​2​×​2​×​3​×​3 em fatores primos dos termos da fração
também consegues obter rapidamente a
fração da sua forma irredutível:
m.d.c.  ​(60 ,  72)​ =​2​×​2​×​3​
​ ___   
  ​2​ × ​2​ × ​3​ × 5  ​ = ​ _____
​ 60  ​ = ​ ______________ 5   ​  = ​ __
5 ​
72 ​2​ × ​2​ × 2 × ​3​ × 3 2 × 3 6
Logo, ​m.d.c. ​(60 ,  72)​ = 12​
​60​ : 12 ​  
( )
Logo, ​ ______ 5 ​
​ = ​ __
Repara que 5 e 6 são
números primos entre si.
​72(​ : 12)​ 6

Dica:   Há várias formas de escreveres uma fração na sua forma irredutível,


no entanto, quando te indicam uma forma de o fazer, deves utilizar
essa e não outra.

P e r g u n ta 1 0 :

A Joana e a Carolina são duas irmãs gémeas que dormem no mesmo


quarto. Como andam na mesma turma têm o horário igual, no entanto,
as duas programam os respetivos despertadores para acordar de manhã.
Como lhes custa sempre a levantar é habitual desligarem os
despertadores para que toque mais uma e outra vez antes de se porem
a pé e os desligarem de vez.
Num certo dia, ambos os despertadores tocaram às 7:30 em ponto e as duas irmãs
desligaram para dormir mais um pouco. Sabendo que o intervalo entre cada toque é de
5 minutos no caso do despertador da Joana, de 7 minutos no caso do da Carolina e que
as irmãs só se levantaram apressadas quando os dois despertadores voltaram a tocar em
simultâneo, determina a hora em que tal aconteceu.
12
R e s p o s ta :
Procuramos o menor múltiplo que seja comum a 5 e a 7 , logo teremos de determinar
o m.m.c. de 5 e 7 .
Esse valor dar-nos-á o número de minutos que as irmãs dormitaram desde que
o despertador tocou a primeira vez. Então, para sabermos a que horas as duas se
levantaram basta juntar o número de minutos obtido às 7:30 .
​m.m.c. ​(5 ,  7)​ = 5 × 7 = 35​ ​→​ ​7:30 + 0:35 = 8:05
Repara que 5 e 7 são números primos entre si, logo
basta multiplicar um pelo outro para se obter o m.m.c. .

​ ogo, as duas irmãs levantaram-se passados 35 minutos desde que os despertadores


L
tocaram pela primeira vez, ou seja, às 8 horas e 5 minutos.

Dica:   Em problemas contextualizados, deves começar por ler com muita atenção
para definires uma estratégia de resolução e só depois dar início à sua
resolução.

P e r g u n ta 1 1 :

A turma do Nuno está a organizar uma palestra sobre


alimentação saudável. No dia da palestra vão oferecer
uma pasta a todos os participantes.
Para prepararem estas pastas, distribuíram de igual forma
460 folhas, 184 canetas e 276 folhetos informativos
variados. Sabendo que não sobrou nenhum elemento,
qual poderá ser, no máximo, o número de participantes?
Descreve o conteúdo de cada uma das pastas.

R e s p o s ta :
Pretende-se saber qual o número máximo de participantes, pelo que ao determinarmos o
m.d.c. de 460 , 184 e 276 , saberemos quantas pastas serão possíveis preparar com estes
elementos e, consequentemente, o número máximo de participantes.
Sabendo o número máximo de pastas, é possível determinar o número de elementos de
cada tipo presentes em cada uma delas.

460 ​2​ 184 ​2​ 276 ​2


: 2​
​ : 2​: 2​

230 ​2​ 92 ​2​ 138 ​2


: 2​
​ : 2​: 2​

115 ​5​ 46 ​2​ 69 ​3


: 5​
​ : 2​: 3​

23 ​23​ 23 ​23​ 23 ​23


CTEP_M6 © Porto Editora

: 23​
​ : 23​: 23​

​1​ ​1​ ​1

60 = 2 × 2 × 5 × 23​184 = 2 × 2 × 2 × 23​276 = 2 × 2 × 3 × 23​


4​

13
​460 =​2​×​2​×​5​×​23

CTEP_M6 © Porto Editora



1 84 =​2​×​2​×​2​×​23

2 76 =​ 2 ​×​2​×​3​×​23

m
​ .d.c.  ​(460 ,  184 ,  276)​ =​2​×​2​×​23
m.d.c.  ​(460 ,  184 ,  276)​ =​92​

Logo, no máximo poderão participar 92 pessoas.
Constituição de cada pasta: ​460 : 92 = 5​ folhas, ​184 : 92 = 2​ canetas e ​276 : 92 = 3​ folhetos
informativos.

Dica:   Em problemas contextualizados, deverás estar atento a palavras-chave que


te poderão ajudar a decidir o que se pretende calcular. Por exemplo, palavras
como “distribuir de igual forma” e determinar o “número máximo” são
indicadores da determinação do m.d.c. , assim como determinar “o menor
número” poderá indicar que é o m.m.c. o que se pretende calcular.

P e r g u n ta 1 2 :

Sejam A e B dois números naturais. Sabe-se que:


 o produto dos números A e B é igual a 252 ;
 o máximo divisor comum dos números A e B é igual a 3 .
Em qual das opções seguintes podem estar os valores de A e B ?
(A) 2 e 126 (B) 12 e 21 (C) 6 e 42 (D) 7 e 36

R e s p o s ta : 2 é um dos divisores de 126 . Como 2 é o maior divisor de


si próprio, então será o maior divisor comum de 2 e 126 .
A opção (A) é falsa porque apesar de ​2 × 126 = 252​, ​m.d.c. ​(2 ,  126)​ = 6​
A opção (C) é falsa porque apesar de ​6 × 42 = 252​, ​m.d.c. ​(6 ,  42)​ = 6​ 6 é um dos divisores de 42 . Como 6

A opção (D) é falsa porque apesar de ​7 × 36 = 252​, ​m.d.c. ​(7 ,  36)​ = 1​


é o maior divisor de si próprio, então
será o maior divisor comum de 6 e 42 .
7 e 36 são números primos entre si, ou seja,
Logo, a opção correta é a (B). o único divisor comum aos dois é o número 1 .
Repara que ​12 × 21 = 252​ e ​m.d.c. ​(12 , 21)​ = 3​, pois ​12 = 2 × 2 × 3​ e ​21 = 3 × 7​ .

P e r g u n ta 1 3 :

Indica o valor lógico da seguinte afirmação, apresentando dois exemplos.


“Se o número A é múltiplo do número B ,
então o seu mínimo múltiplo comum é igual ao número B .”

R e s p o s ta :
A afirmação é verdadeira.
Exemplos:
Dica:   Indicar o valor lógico de uma 12 é múltiplo de 6 e ​m.m.c. ​(12 ,  6)​ = 6​
afirmação é dizer se é verdadeira 4 é múltiplo de 2 e ​m.m.c. ​(4 ,  2)​ = 2​
ou falsa.
14
Agora tu! 1
Regista a hora a que
começas os exercícios.
Deves conseguir terminá-los
em 30 minutos.

1. Qual das opções completa corretamente a afirmação seguinte?


Neste tipo de
“O número 39 é um número: questões
assinala com
(A) … primo.” (B) … composto.”
um círculo
(C) … par.” (D) … múltiplo de 9 .” a opção correta.

2. Qual das opções apresenta a decomposição em fatores primos do número 150 ?


(A) ​2 × 3 × 5 × 7​ (B) ​2 × 3 × 25​
(C) ​2 × 3 × 5 × 5​ (D) ​2 × 5 × 15​

3. Nas escolas da cidade do Rui existem 126 salas de aula.


Decompondo o número 126 em fatores primos e
colocando-os por ordem crescente, obtém-se o número
de escolas desta cidade, o número de pavilhões que tem
cada escola, o número de pisos que tem cada pavilhão e o
número de salas por cada piso.

3.1. Mostra que na cidade do Rui existem duas escolas


com três pavilhões em cada uma, os quais têm três
pisos, onde se contam em cada um sete salas.
Resposta:

3.2. Determina os divisores de 126 utilizando os fatores primos anteriores.


Resposta:

​ 154  ​ na sua forma


4. Utilizando a decomposição em fatores primos escreve a fração ____
231
irredutível.
CTEP_M6 © Porto Editora

Resposta:

15
Teste de Avaliação 1
4 Marca a hora
a que começaste
Duração: 90 minutos o teste.

1. O Rodrigo adora a história do Antigo Egito,

CTEP_M6 © Porto Editora


em especial tudo que se relaciona com
Tutankhamon, pelo que ficou muito
entusiasmado quando a sua cidade
recebeu uma impressionante exposição
sobre os tesouros deste faraó.
Nas páginas de divulgação da exposição, o Rodrigo leu que a câmara interior que
protege o sarcófago, tem a forma paralelepipédica com 2,90 m de comprimento
e 1,48 m de largura e que na exposição poderia ver a reprodução deste túmulo à
escala 1:1 .
O que significa esta informação?
Resposta:

2. Considera as tabelas seguintes.


Tabela A
N.° de lados do polígono da base 3 5 9
N.° de vértices total do prisma 14 24

Tabela B
N.° de lados do polígono da base 4 6 10
N.° de vértices total da pirâmide 9 12

2.1. Completa as tabelas.

2.2. Indica, justificando, em qual das tabelas está representada uma relação de
proporcionalidade direta.
Resposta:

2.3. Indica a constante de proporcionalidade direta entre o número total de vértices


do sólido e o número de lados do respetivo polígono da base da tabela que
escolheste na alínea 2.2. e interpreta-a no contexto apresentado.
Resposta:

106
3. Como se classifica a pirâmide que tem o menor número primo de faces?
(A) Pirâmide triangular (B) Pirâmide quadrangular
(C) Pirâmide pentagonal (D) Pirâmide hexagonal

4. Observa os sólidos geométricos seguintes.


A B C D E

4.1. Identifica, justificando, qual dos sólidos é um poliedro não convexo.


Resposta:

4.2. Um tetraedro é um poliedro que tem 4 faces, as quais são iguais entre si.
Qual dos sólidos geométricos apresentados é um tetraedro?
Resposta:

4.3. Verifica a validade da relação de Euler no sólido E , começando por preencher


a tabela.

Poliedro N.° de faces N.° de arestas N.° de vértices


E

4.4. Para se obter o sólido A , perfurou-se um prisma


quadrangular regular com um objeto cortante formando uma cavidade com a
forma de um prisma triangular.
Determina o volume do sólido A , utilizando as informações seguintes.
Relativamente ao prisma quadrangular sabe-se que:
 a sua base tem área igual a 16 cm2 ;
 a sua altura é igual a 10 cm . 2 cm
Relativamente à cavidade considera a informação da
figura ao lado. 2 cm
Resposta:
CTEP_M6 © Porto Editora

107
Proposta de resolução Cotações
Teste de avaliação 4
i
1. Significa que a câmara interior que protege o sarcófago do faraó Tutankhamon  6 Regista aqu
tem a forma de um paralelepípedo e na exposição é possível ver-se uma réplica os ponto s
uiste
em tamanho real deste túmulo. que co nse g
2. 2.1.  10 alcançar.
Tabela A
N.° de lados do polígono da base 3 5 7 9 12

CTEP_M6 © Porto Editora


N.° de vértices total do prisma 6 10 14 18 24

Tabela B
N.° de lados do polígono da base 4 6 8 10 11
N.° de vértices total da pirâmide 5 7 9 11 12

2.2. Na tabela A , porque ​ __ 10 ​  = 2​, ​ ___


6  ​= 2​, ​ ___ 18 ​  = 2​, ​ ___
14 ​  = 2​, ​ ___ 24  ​ = 2​  8
3 5 7 9 12
5
__ __
7
Repara no caso da tabela B : ​   ​ = 1,25​ e ​   ​ = 1,16​
4 6
2.3. A constante de proporcionalidade é igual a 2 e significa que o número total de  6
vértices de um prisma é igual ao dobro do número de lados do polígono que
está na base do prisma.

3. A opção correta é a opção (B). Repara que a pirâmide triangular tem 4 faces e  6
4 não é um número primo, já a pirâmide quadrangular tem 5 faces e 5 é um
número primo.

4. 4.1. O sólido A , porque existe pelo menos um segmento de reta cujas  6


extremidades pertencem ao sólido mas os restantes pontos desse segmento
de reta não lhe pertencem.
4.2. É o sólido B .  4
4.3. O sólido E tem 8 faces, 14 arestas e 8 vértices.  6
Relação de Euler: ​F + V = 8 + 8 =16 e A + 2 = 14 + 2 = 16​
Como 16 = 16 , a relação de Euler é válida para o sólido E .
4.4. ​V​Sólido  A​ = ​V​quadrangular
prisma
 ​  − ​
​ V​triangular
prisma
​ ​
   8

Repara que a altura do prisma triangular é igual à altura do prisma


quadrangular, então:
​ A​base​ × altura = 16 × 10 = 160​ cm
3
​V​quadrangular
prisma

​  = ​

_____
2 × 2
​ ​triangular
V base​ × altura = ​A​triângulo​ × altura = ​  ​  × 10 = 20​ cm3
prisma  = ​A​    
​ ​

2
Logo, ​V​Sólido  A​ = 160 − 20 = 140​ cm3 .

5. A afirmação é falsa. A superfície lateral de um cone tem a forma de um setor  6


circular.

6. Rita: Pirâmide quadrangular  6


João: Prisma triangular
Anita: Prisma quadrangular
Pedro: Pirâmide hexagonal

7. Prisma eneagonal. O número de vértices de uma pirâmide é igual ao número de  6


vértices da sua base mais uma unidade. Se a pirâmide tem 10 vértices, então o seu
polígono da base tem 9 vértices e 9 lados, sendo um eneágono. Assim, o prisma
que tem como polígonos das suas bases eneágonos designa-se por prisma
eneagonal.

110
Cotações

8. 8.1. Repara que a forma resultante da junção das caixas de chocolates é um  6


prisma hexagonal, logo, ​Vhexagonal
prisma
​ ​  = 6 × ​
  ​ V​triangular
prisma
​ ​

3,5 × 3
_______
Como ​Vtriangular
prisma
​ ​ A​base​ × altura = ​A​triângulo​ × altura = ​  2   
​  = ​
  ​  × 5 = 26,25​ cm3 ,

então ​V​prisma​  = 6 × 26,25 = 157,5​



hexagonal ​ cm3 .

8.2. ​6 × 3,5 + 40 = 21 + 40 = 61​ cm  6
É necessário 61 cm de fita.

9. ​V​cilindro​ = ​A​base​ × altura = ​A​círculo​ × altura = π × raio × raio × altura​  10
Como o diâmetro do jarro cilíndrico mede 12 cm , então o seu raio mede
​12 : 2 = 6 cm​.
Então, ​V​cilindro​ = 3,1416 × 6 × 6 × 19 = 2148,8544​ cm3 = 2,148 854 4 dm3 ≈ 2,1 L .
​ p​ aralelepípedo​ = comprimento × largura × altura = 10 × 9 × 18 = 1620​ cm3 =
V
     = 1,620 dm3 = 1,62 L
Como a mãe da Sofia quer colocar toda a laranjada no mesmo jarro, deverá optar
pelo jarro cilíndrico.
  Total / 100

Classificação Final % Desempenho


90-100 Parabéns! Estás muito bem preparado!

70-89 Bom trabalho! Tens um bom nível de conhecimentos.

Estuda um pouco mais e segue as instruções para a resolução


50-69
das respostas deste livro.
CTEP_M6 © Porto Editora

Deves ver as questões que erraste, estudar e depois voltar


20-49
a realizar os exercícios.
Deves estudar tudo desde o início e falar com o teu professor
0-19
para esclareceres as tuas dúvidas.

111