Você está na página 1de 1

Princípios da usinagem por eletroerosão

O processo EDM pode ser usado de duas maneiras diferentes:

 Eletroerosão por penetração: Um eletrodo pré-formado ou formado, feito de cobre ou


grafite, é moldado na exata forma que ele deve reproduzir na peça. O eletrodo dispara
descargas elétricas altamente controladas em pontos previamente determinados pelo
programa de corte removendo assim microparticulas de metal da ferramenta usinada,
transferindo a forma do eletrodo para a peça.

 Eletroerosão a fio: Um eletrodo em formato de fio no diâmetro de uma pequena agulha ou


menos, é controlado pelo computador para seguir um caminho programado e cortar uma
ranhura estreita através da peça de trabalho para produzir a forma necessária.
Usinagem por eletroerosão convencional
Nós, da Steelcarbon, fornecemos o grafite para o processo de erosão por penetração por
entendermos que é mais vantajoso (Ver nosso post sobre grafite x cobre). Neste processo, uma
faísca elétrica, produzida por um eletrodo, é usada como ferramenta de corte para corroer (erosão)
a peça de trabalho a fim de produzir a peça final na forma desejada.
No processo EDM tanto o material da peça como o material do eletrodo devem ser condutores de
eletricidade, pois a eletroerosão por penetração age como um curto elétrico que cria um pequeno
orifício na peça de metal ao ser disparado pelo eletrodo.
O eletrodo e a peça de trabalho são ambos submersos em um fluido dielétrico, que geralmente é um
óleo lubrificante. Um servomecanismo mantém um espaço de aproximadamente a espessura de um
cabelo humano entre o eletrodo e a peça, evitando que eles entrem em contato.

Vantagens da usinagem por eletroerosão


As máquinas convencionais de EDM podem ser programadas para usinagem vertical, orbital,
vectorial, direcional, helicoidal, cônica e rotação. Esta versatilidade proporciona às máquinas de
eletroerosão muitas vantagens em relação às máquinas convencionais de corte:
 Qualquer material que seja eletricamente condutor pode ser cortado usando o processo EDM.
 As peças endurecidas podem ser usinadas eliminando a deformação causada pelo tratamento
térmico.
 Os movimentos dos eixos X, Y e Z permitem a programação de perfis complexos usando
eletrodos simples.
 Cortes e moldes de matrizes complexas podem ser produzidas com precisão, velocidade e
custos mais baixos.
 O processo EDM é livre de rebarbas.
 Cortes finos e frágeis, como teias ou aletas, podem ser facilmente usinadas sem deformar a
peça.
As vantagens de se usar o grafite EDM:
Com a garantia da qualidade alemã, a Steelcarbon fornece a grafite nas dimensões e com as
informações que sua empresa precisa.
A grafite é usualmente utilizada em acabamento de cavidades, matrizes, insertos e palhetas
utilizados em moldes termoplásticos e de injeção sobre pressão de alumínio, através da usinagem
pelo processo de eletroerosão.
A grafite possui boa condutividade elétrica, baixo coeficiente de expansão térmica e permite o
desenvolvimento de formas complexas como “canto vivo”.