Introdução aos fenômenos de transporte – TEC 414

Aula 6 Hidrostática Superfícies submersas

Estática dos fluidos
OBJETIVO

Determinar a força resultante decorrente da ação do fluido em uma superfície submersa

2

Força hidrostática em superfícies submersas

Qual a força que a água represada exerce nas paredes de uma barragem?

3

Figura 18: Barragem

sentido de aplicação. 4 . •O •A linha de ação da resultante.Força hidrostática em superfícies submersas Para responder à pergunta anterior necessitamos responder outras perguntas. para determinar inteiramente a força: • Sua magnitude.

Figura 7 5 .Força hidrostática em superfícies submersas Inicialmente vamos fazer o estudo para calcular a magnitude e o ponto de aplicação da força resultante da pressão da água sobre uma superfície genérica submersa.

Força hidrostática em superfícies submersas Para simplificar o entendimento. Figura 7 6 . toma-se o plano y-z coincidindo com o plano da superfície submersa e o eixo x perpendicular a esse plano.

7 . temos: Onde: h é positivo quando medido para baixo. a partir da superfície livre do líquido.Força hidrostática em superfícies submersas Pela equação básica da estática.

Então tem-se: 8 .Força hidrostática em superfícies submersas Se a pressão na superfície (h=0) for P0. pode-se integrar a relação entre pressão e altura para obter uma expressão para a pressão. em qualquer profundidade. visto que ρ é constante.

Força hidrostática em superfícies submersas A força resultante atuando na superfície é dada pela soma de todas as contribuições Infinitesimais de todas as áreas. Assim: Figura 7 dF = PdA 9 .

dF = PdA Ficando: dF = (P0 + ρ g h) dA levada à Figura 7 10 .Força hidrostática em superfícies submersas A expressão: P = P0 + ρ g h pode ser equação.

Figura 7 11 .  “h” pode ser expressa em termos de y.Força hidrostática em superfícies submersas Considerando-se que: a geometria da superfície está expressa em termos de xy.

Força hidrostática em superfícies submersas Como o plano submerso faz um ângulo θ com o plano da superfície livre. tem-se: h = γ sen θ dF = (P0 + ρ g y sen θ) dA Figura 7 12 .

integrada para 13 .Força hidrostática em superfícies submersas Agora a equação pode ser determinação da força resultante.

É importante ressaltar que estas equações não requerem que a massa específica seja constante ou que a superfície livre do líquido esteja sob a pressão atmosférica.Força hidrostática em superfícies submersas e Onde x‟ e y‟ são as coordenadas do ponto de aplicação da resultante. 14 .

Força hidrostática em superfícies submersas Resumindo. temos: 1. A magnitude de F: FR = A direção de FR é normal à superfície. A linha de ação de FR passa pelo centro de pressão: e 15 . 2. 3.

Dados: Largura = 5 pés 16 . A represa tem 5 pés de largura e 10 pés de profundidade.Exercício exemplo – Represa com parede vertical Determinar a força total da água sobre a superfície da represa mostrada na figura.

94 slug/ft3 Pede-se: F (P 0 ρ g y ). Modelo Dados Matemático Modelo Físico W = 5 ft F h = 10 ft g = 32.w dy 17 .Exercício exemplo – Represa com parede vertical Exemplo 3.d A A F 10 (P 0 0 ρ g y ).5 FOX 6ª ed.2 ft/s2 ρH2O = 1.

Modelo Modelo Dados Matemático Físico 10 W = 5 ft F (P ρ g y ).w dy 0 h = 10 ft 10 0 g = 32.94 slug/ft3 0 10 Pede-se: F ρgw y dy F 0 18 .2 ft/s2 F ρ g y .Exercício exemplo – Represa com parede vertical Exemplo 3.w d y ρH2O = 1.5 FOX 6ª ed.

ft F 15.2 x 5 ft x x ft3 s2 2 slug.5 FOX 6ª ed.94 slug/ft3 Pede-se: F F 1.s 2 x32.2 ft/s2 ρH2O = 1.600 lbf 19 . Dados Resolução 10 ρgw y2 2 10 0 F ρgw y dy W = 5 ft h = 10 ft 0 g = 32.Exercício exemplo – Represa com parede vertical Exemplo 3.94slug ft 10 2 ft 2 lbf .

Enunciado A superfície inclinada da Figura 20 tem 5m de largura e é articulada no ponto A. D = 2m A L = 4m Figura 20 20 . referente a pressão da água sobre a comporta.Exercício exemplo – Comporta inclinada Exemplo 3.5 FOX 6ª ed. Determine a força resultante.

d A A D = 2m A L = 4m 21 .5 FOX 6ª ed.Exercício exemplo – Comporta inclinada Exemplo 3. Modelo Dados Físico D = 2m W = 5m L=4m g = 9.81 m/s2 ρH2O = 1000Kg/m3 Pede-se: F Modelo Matemático F P.

senθ )d y 0 D = 2m A L = 4m 22 .81 m/s2 ρH2O = 1000Kg/m3 Pede-se: FR Resolução h= D + y sen30º Modelo Físico F ρ.g.w.Exercício exemplo – comporta inclinada Dados D = 2m w = 5m L=4m g = 9. L Modelo Matemático (D y.

L ρ. 4 0 D = 2m w = 5m L=4m g = 9.81 m/s2 ρH2O = 1000Kg/m3 (D y. .dy 0 F y.Exercício exemplo – Comporta inclinada Dados Solução F ρ.6 KN .81 .5m.senθ 2 L 2y L 0 0 F Kg m 16 1000 x9.0.4 m3 s2 2 5886KN .g. F= 588.senθ.w.g.d y 0 F y2 ρgw .5 2.w.senθ )d y 4 2.

A L = 4m Encontrando as coordenadas do ponto de aplicação da força D = 2m M 0 L.81 m/s2 ρH2O = 1000Kg/m3 F 5 8 86 K N . FB yd F .Exercício exemplo – Comporta inclinada Dados D = 2m w = 5m L=4m g = 9.

.d A L. M 0 L.g y D y.P.d y A 0 .senθ. FB y. FB ρ.w.Exercício exemplo – Comporta inclinada Dados D = 2m w = 5m L=4m g = 9.81 m/s2 ρH2O = 1000Kg/m3 F 5 8 86 K N . FB yd F L = 4m Encontrando as coordenadas do ponto de aplicação da força D = 2m L L.

d y L FB ρ.g. .senθ. FB ρ.g y D y. . .senθ.Exercício exemplo – Comporta inclinada Dados D = 2m w = 5m L=4m g = 9.w.w D L 2 y2 L 0 y3 3 L senθ 0 0 FB 1000 Kg 9.5 3 ρ.81m 1 42 x x5mx 2m m3 s2 4m 2 32692KN .g. FB 3 2 69 2K N . Encontrando as coordenadas do ponto de aplicação da força L L.81 m/s2 ρH2O = 1000Kg/m3 F 5 8 86 K N .w L y D y.d y 0 FB 43 x0.

Exercício exemplo – Comporta inclinada Dados D = 2m w = 5m L=4m g = 9.5. 2. .81 m/s2 ρH2O = 1000Kg/m3 5 8 86 KN .5m P( x.F Encontrando as coordenadas do ponto de aplicação da força D = 2m L = 4m y L. y ) ( 2.22)m . FB y. 5886KN . FB F 4mx32692KN . FB 3 2 69 2KN F M 0 L.22m x w 2 2.2.

Força hidrostática em superfícies submersas F PCG . Isso seria verdadeiro se a superfície não estivesse inclinada em relação a superfície do fluido. Figura 8 28 . A Módulo da Força Analisando a equação podese imaginar que F passa pelo centróide. O que é um caso particular.

obrigatoriamente.Força hidrostática em superfícies submersas No caso mais geral. uma vez que não há nenhuma força de cisalhamento presente. e a resultante desse prisma passa. onde o “prisma de pressão” é linearmente variável. Sendo assim: Figura 9 29 . a superfície submersa forma um ângulo θ com a superfície do fluido. pelo seu centro de gravidade e é perpendicular à superfície submersa.

. Determine a magnitude e o ponto de aplicação da força que deve ser aplicada para manter a portinhola fechada. articulada no topo.Questões propostas Uma portinhola na forma de um triângulo isósceles. Considere a densidade relativa do concreto 2. é colocada na parede vertical de uma forma contendo concreto líquido.8.

3 m F=? F P .5 FOX 6ª ed.d A h = 0.8 w y b F a a b g d conc ρ agua a a 0 y 2 dy 31 .4 m y„ = ? F ρc onc g y .45 Exemplo 3.Questão proposta – FOX 6ªed 3. Dados Pede-se Modelos Matemáticos b = 0.8 m/s2 x„ = ? ρH2O = 103 Kg/m3 b w y dconc=2.w d y g = 9.

Questão proposta – FOX 6ªed 3.5 FOX 6ª ed.3 m F g y2 d conc ρ y„ = ? agua a h = 0.4 m 0 a 2 x„ = ? g = 9.8 F b g d c onc ρ agua a F a3 3 dy d c onc ρ agua g b a2 3 32 .45 Exemplo 3.8 m/s 3 b y 3 Kg/m3 F g ) ( d c onc ρ ρH2O = 10 agua a 3 0 dconc=2. Pede-se Dados Modelos Matemáticos a F=? b b = 0.

4m) 2 3 F 33 4 3 9N . Pede-se Dados F=? b = 0.8 F Modelos Matemáticos F d c onc ρ agua g b a2 3 2.8 x 1 0 0 0 Kg m3 x 9.4 m x„ = ? g = 9.3 m y„ = ? h = 0.5 FOX 6ª ed.45 Exemplo 3.Questão proposta – FOX 6ªed 3.8 m s2 x 0.8 m/s2 ρH2O = 103 Kg/m3 dconc=2.3m x ( 0.

8 x m3 s2 439N Kg m .8 y' ρagua g y3 d y 1 a d c onc F = 439 N 0 FR y' 1 FR b g ρagua a ( d c onc a4 ) 4 y' 34 (0. Pede-se Dados Modelos Matemáticos y„ = ? b = 0.4 m b 2 dF g y2 dy d c onc ρ g = 9.45 Exemplo 3.Questão proposta – FOX 6ªed 3.5 FOX 6ª ed.8 x 0.3 m y' FR y dF 0 M 0 A x„ = ? h = 0.8 m/s agua a 3 Kg/m3 ρH2O = 10 a b dconc=2.3m x 1 4 x 2.4m)3 1000 x 9.

3 m x„ = ? h = 0.1 5m 35 .45 Exemplo 3.Questão proposta – FOX 6ªed 3.8 F = 439 N Modelos Matemáticos y' 0. Pede-se Dados y„ = ? b = 0.4 m g = 9.5 FOX 6ª ed.8 m/s2 ρH2O = 103 Kg/m3 dconc=2.3m x' 0.

56/57 Exemplo 3. Investigue o efeito da profundidade sobre a força exercida em uma saliência que mantém a placa.5 FOX 6ª ed.5m. 36 . placa tem dobradiças em torno de um eixo horizontal ao longo da borda A superior. Tabule os resultados e mostre-os graficamente.Questão proposta – Çengel 3. com 4m de profundidade. Faça a profundidade variar de 0 a 5m em incrementos de 0. Uma placa retangular de 4m de altura e 5m de largura bloqueia a lateral de um canal de água doce.

as paredes da represa devem ser planas.5 FOX 6ª ed. Estude ainda a possibilidade de um triangulo escaleno. Determine qual a área mínima da seção transversal. deve ser construída para reter água Uma sólida represa de concreto até uma profundidade D.Questão proposta – FOX 3. 37 . um triângulo retângulo com a hipotenusa em contato com a água e um triângulo retângulo Com um cateto vertical em contato com a água. Para facilitar a construção. Determine qual seção requer menor quantidade de concreto. Trace um gráfico que plote a área da seção transversal como função do ângulo. O supervisor do projeto solicita que sejam consideradas 3 seções transversais para a represa: um retângulo.60 Exemplo 3.

1974 ÇENGEL. J. . HUGHES. LTC: RJ. McGraw-Hill do Brasil: São Paulo. Guanabara Dois: Rio de Janeiro. 1983.A.Referências BASTOS. 2006. F. 1ª ed. Mecânica dos Fluidos: Fundamentos e aplicações. Dinâmica dos fluidos. Mc Donald.. CIMBALA. BRIGHTON. John M. A. McGrawHill do Brasil. Francisco de Assis A. 6ªed.Introdução à Mecânica dos Fluidos . FOX..T. Philip J. R. PRITCHARD. W.. Problemas de Mecânica dos Fluidos. Yunus A..W. 2007.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful