Você está na página 1de 23

SANEAMENTO BÁSICO

1o SEMESTRE
AULA 1:
22 E 23/03/2012
ITENS DA APRESENTAÇÃO
1- BREVE REVISÃO CONCEITUAL
2- COMPONENTES DE UM SAA

3- INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS


DE CONCEPÇÃO DE SISTEMAS DE
ABASTECIMENTO DE ÁGUA

4-INTRODUÇÃO AOS ESTUDOS DE


DEMANDAS DE ÁGUA
O QUE É SANEAR ?
O QUE É SANEAMENTO

É O CONTROLE DE TODOS OS FATORES DO


MEIO FÍSICO DO HOMEM QUE EXERCEM OU
PODEM EXERCER EFEITO DELETÉRIO SOBRE SEU
BEM ESTAR FÍSICO, MENTAL OU SOCIAL
QUAIS SÃO OS OBJETIVOS DO
SANEAMENTO DO MEIO ?
-CAPTAÇÃO, TRATAMENTO E ABASTECIMENTO E
DE ÁGUA

-COLETA, ENCAMINHAMENTO, TRATAMENTO E


DISPOSIÇÃO DE ÁGUAS RESIDUÁRIAS
(ESGOSTOS) DOMÉSTICOS E INDUSTRIAIS

-COLETA E DISPOSIÇÃO DE ESGOTOS PLUVIAIS


(ÁGUAS DE CHUVAS)
OUTROS OBJETIVOS DO SANEAMENTO
DO MEIO
-ACONDICIONAMENTO, COLETA, TRANSPORTE,
TRATAMENTO E DESTINAÇÃO FINAL DOS RESÍDUOS
SÓLIDOS;

-CONTROLE DA POLUIÇÃO AMBIENTAL: CURSOS


D’ÁGUA DE PEQUENO E MÉDIO PORTE,
RESERVATÓRIOS, AR E SOLO (CONTENÇÃO DE
ENCOSTAS), ACÚSTICA E VISUAL;

-SANEAMENTO DOS ALIMENTOS;


OUTROS OBJETIVOS DO SANEAMENTO
DO MEIO
-CONTROLE DE ARTRÓPODES E ROEDORES DE
IMPORTÂNCIA EM SAÚDE PÚBLICA;

-SANEAMENTO DA HABITAÇÃO, DOS LOCAIS DE


TRABALHO, DE EDUCAÇÃO E DE RECREAÇÃO E DOS
HOSPITAIS;

-SANEAMENTO DOS MEIOS DE TRANSPORTES;


OUTROS OBJETIVOS DO SANEAMENTO
DO MEIO
-SANEAMENTO EM SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA;

-ASPECTOS DIVERSOS DE INTERESSE NO SANEAMENTO


DO MEIO: CEMITÉRIOS, AEROPORTOS, VENTILAÇÃO,
ILUMINAÇÃO,INSOLAÇÃO.
SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA
COMPREENDE AS SEGUINTES PARTES E UNIDADES:

-MANANCIAL
-CAPTAÇÃO
-ADUTORA DE ÁGUA BRUTA
-ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA
-RESERVATÓRIO DE ÁGUA TRATADA
-ESTAÇÕES ELEVATÓRIAS OU PRESSURIZADORAS (BOOSTERS),se
necessário
-REDE DE DISTRIBUIÇÃO
-RAMAL PREDIAL (LIGAÇÃO DE ÁGUA) DO CLIENTE
EXEMPLO DE UM SISTEMA DE ABASTECIMENTO
DE ÁGUA

Fonte: Manual de Saneamento, FUNASA


SISTEMAS DE ABASTECIMENTO DE
ÁGUA
A IMPLANTAÇÃO DO SISTEMA É PRECEDIDA DOS
SEGUINTES ELEMENTOS:

-ESTUDOS DE CONCEPÇÃO DO SISTEMA

-PROJETO BÁSICO

-DETALHAMENTO OU PROJETO EXECUTIVO

-EXECUÇÃO DAS OBRAS DE ACORDO COM O PROJETO DETALHADO


ESTUDOS DE CONCEPÇÃO
DESENVOLVIMENTO DE DIVERSAS ATIVIDADES, SENDO AS
PRINCIPAIS:
1-CARACTERIZAÇÃO DA ÁREA DE ESTUDO;
1.1CARACTERÍSTICAS FÍSICAS:
MAPA DE LOCALIZAÇÃO
VIAS DE ACESSO E ESTRADAS
TOPOGRAFIA, RELEVO E GEOLOGIA
VEGETAÇÃO
BACIAS HIDROGRÁFICAS

1.2-USO E OCUPAÇÃO DO SOLO


PLANOS DIRETORES MUNICIPAIS
IDENTIFICAÇÃO DE ÁREAS PROTEGIDAS AMBIENTALMENTE OU COM RESTRIÇÕES
USO E OCUPAÇÃO ATUAL DO SOLO

1.3-ASPECTOS SOCIAIS E ECONÔMICOS


ATIVIDADES ECONÔMICAS
CARACTERIZAÇÃO DO MERCADO DE TRABALHO E M.O. DISP.
DISTRIBUIÇÃO DE RENDA
INDICADORES SÓCIO-ECONÔMICOS
ESTUDOS DE CONCEPÇÃO
1.4- SISTEMAS DE INFRA-ESTRUTURA E CONDIÇÕES SANITÁRIAS
• ABASTECIMENTO DE ÁGUA: INDICE DE COBERTURA E ATENDIMENTO, POP. ATENDIDA,
VOLUME PRODUZIDO
• ESGOTOS SANITÁRIOS: IDEM, VOLUME COLETADO E TRATADO
• RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS, INDUSTRIAIS, HOSPITALARES E DOS SISTEMAS DE SANEAMENTO:
COLETA, TRATAMENTO E DISPOSIÇÃO FINAL
• LEVANTAMENTO DA SITUAÇÃO DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL E DE OUTORGA DOS SISTEMAS DE
SANEAMENTO DO MUNICÍPIO OU DE PROGRAMAS DE REGULARIZAÇÃO AMBIENTAL, SE EXIST.
• SISTEMAS DE DRENAGEM E CONTROLE DE CHEIAS
• SAÚDE:ÍNDICE DE MORTALIDADE INFANTIL, INTERNAMENTOS E MORTES POR DOENÇAS DE
VEICULAÇÃO HÍDRICA OU DEVIDA À ORIGEM DA ÁGUA
SISTEMA VIÁRIO E ENERGIA ELÉTRICA

2-ANÁLISE DO SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA EXISTENTE


• DESCRIÇÃO DO SISTEMA E DE TODAS AS UNIDADES
• DIAGNÓSTICO DO SISTEMA EXISTENTE
3-LEVANTAMENTO DOS ESTUDOS E PLANOS EXISTENTES
4-ESTUDOS DEMOGRÁFICOS E DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO
5-CRITÉRIOS E PARÂMETROS DE PROJETO
6-ESTUDO E DEFINIÇÃO DAS DEMANDAS DE ÁGUA (PERÍODO DO
PROJETO OU PLANO)
ESTUDOS DE CONCEPÇÃO

7-ESTUDO DE MANANCIAIS QUE PODEM PROPORCIONAR A ÁGUA P/


ABASTECIMENTO: SUPERFICIAIS E SUBTERRÂNEOS

8-FORMULAÇÃO DE ALTERNATIVAS DE CONCEPÇÃO

9-PRÉDIMENSIONAMENTO DAS UNIDADES DOS SISTEMAS


CONSIDERADOS NAS ALTERNATIVAS:
CATAÇÃO, E.E A.B E L.R, ADUTORAS, ETA, RESERVATÓRIO, REDE

10-ESTIMATIVA DE CUSTOS DAS ALTERNATIVAS

11-ANÁLISE DAS ALTERNATIVAS:TÉCNICA, ECONÔMICA E AMBIENTAL

12-PROJETO HIDRÁULICO DA CONCEPÇÃO ESCOLHIDA: OBEDECER AS


NORMAS,LEVTOS. TOP.,INVESTIG. GEOTÉNICAS,DELIMITAÇÃO DE ÁRES A SEREM DESAPROPRIADAS
CONCEPÇÕES DE SISTEMAS DE ABASTECIMENTO
DE ÁGUA

Fonte: Abastecimento de Água, M .Tsutyia


CONCEPÇÕES DE SISTEMAS DE ABASTECIMENTO
DE ÁGUA

Fonte: Abastecimento de Água, M .Tsutyia


CONCEPÇÕES DE SISTEMAS DE ABASTECIMENTO
DE ÁGUA

Fonte: Abastecimento de Água, M .Tsutyia


CONCEPÇÕES DE SISTEMAS DE ABASTECIMENTO
DE ÁGUA

Fonte: Abastecimento de Água, M .Tsutyia


CONCEPÇÕES DE SISTEMAS DE ABASTECIMENTO
PP2-12,1m³/h

R- 1000m³

PP4-32,3m³/h

Fonte: Abastecimento de Água, M. Tsutyia


CONCEPÇÃO APROXIMADA DO ABASTECIMENTO
DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO

Criação: Osvaldo I. Niida – MPI-Sabesp


SISTEMA DE ABASTECIMENTO: PROJETO E
PRÉ-DIMENSIONAMENTO DE SUAS UNIDADES
ANTES DA ESCOLHA DO MANANCIAL, DO PROJETO E DO
DIMENSIONAMENTO DAS UNIDADES, É NECESSÁRIO
CONHECER, PARA O LOCAL DE ESTUDO, AS DEMANDAS
(VAZÕES) DE ABASTECIMENTO, E DEPOIS DEFINIR O
MANANCIAL OU MANANCIAIS.

AS DEMANDAS DEPENDEM: DO CONSUMO MÉDIO POR


HABITANTE, OU CONSUMO PER-CAPITA, DO TOTAL DE
HABITANTES, OU POPULAÇÃO ABASTECIDA ATUAL E
FUTURA, E DAS VARIAÇÕES DE CONSUMO DE ÁGUA DA
ÁREA EM ESTUDO, QUE OCORREM POR DIVERSOS MOTIVOS.
CÁLCULO DE VAZÕES DE ABASTECIMENTO
(OU DEMANDAS DE ÁGUA)
VOLUME DIÁRIO MÉDIO CONSUMIDO NUM DISTRITO, MUNICÍPIO OU SETOR DE
ABASTECIMENTO:

V= q x P, onde:
V= volume diário, em L/dia;
q= consumo per-capita, em L/hab.dia
P= população abastecida, em número de habitantes

A vazão média diária pode ser escrita como: QMÉDIA= q x P/86400 , em L/s

VOLUME DIÁRIO MÁXIMO:

No dia de maior consumo, teremos:

V= K1 x q x P , onde
K1=coeficiente do dia de maior consumo

A vazão média desse dia será então QMÁX= K1 x q x P /86400 , em L/s


CÁLCULO DE VAZÕES DE ABASTECIMENTO
(OU DEMANDAS DE ÁGUA)
VOLUME MÁXIMO HORÁRIO CONSUMIDO NUM DISTRITO, MUNICÍPIO OU SETOR DE
ABASTECIMENTO:

V= k1 x k2 x q x P/1000, onde:
V= volume diário, em L/dia;
Q= consumo per-capita, em L/hab.dia
P= população abastecida, em número de habitantes

A vazão máxima horária pode ser escrita como: Qmáxima horária= k1 x k2 x q x P/86400 , em
L/s

VAMOS ESTUDAR AGORA CADA UM DOS FATORES: q ; k1 ; k2 e P.

Você também pode gostar