Você está na página 1de 8

PREPARAÇÃO DO CONSULTÓRIO PARA CIRÚRGIA

- LIMPAR O SUGADOR: SUGAR ÁGUA ÓXIGENADA;


- SUGAR ÁGUA CORRENTE ( 1 COPO);
- OBS:MANTER TODOS OS MATERIAIS A SEREM USADOS NA CIRURGIA Á
DISPOSIÇÃO DO DENTISTA.
- EXEMPLOS:CANETA DE ALTA ROTAÇÃO,KIT CIRÚRGICO,LUVA CIRÚRGICA,
CAIXA CIRÚRGICA,SUGADOR CIRÚRGICO,ANESTÉSICO, AGULHA,FIO DE
SUTURA,BISTURI,SORO FISIOLÓGICO,GASE ESTÉRIL,BROQUEIRO CIRÚRGICO.

CAMPO CIRÚRGICO

- ANTES DA CIRURGIA – AJUDAR NA PARAMENTAÇÃO DO DENTISTA;


EXEMPLO: AJUDAR O DENTISTA COLOCAR O AVENTAL ESTÉRIL,LUVAS, ETC...
- TOCAR NOS INTRUMENTAIS SOMENTE COM LUVA ESTÉRIL E APÓS O
PACIENTE SER ANESTESIADO.

INSTRUMENTAÇÃO CIRÚRGICA

ESPELHO CLÍNICO: POSSIBILITA A VISÃO INDIRETA E O AFASTAMENTO DA


BOCHECHA E DA LÍNGUA.

PINÇA CLÍNICA: UTILIZADAS PARA APREENSÃO DE OBJETOS COMO GAZE,


ALGODÃO E FIOS.
EMPUNHADURA EM FORMA DE CANETA.

AFASTADOR DE MINESOTA: UTILIZADO PARA AFASTAR BOCHECHA E


RETALHOS.
SORO FISIOLÓGICO: USADO NA IRRIGAÇÃO.O MESMO APÓS ABERTO DEVE
SER ARMAZENADO NA GELADEIRA.

SUGADOR CIRÚRGICO: UTILIZADO PARA MANTER O CAMPO CIRÚRGICO


LIMPO DE FLUIDOS E SANGUE.

SERINGA DO CARPULE: É O VEÍCULO ATRAVÉS DO QUAL O CONTEÚDO DO


CARTUCHO ANESTÉSICO É ADMINISTRADO AO PACIENTE ATRAVÉS DA
AGULHA.
AGULHA PARA CARPULE

PRINCIPAIS TIPOS DE ANESTÉSICOS

BISTURI E CABO: INSTRUMENTO BÁSICO PARA FAZER INCISÃO


EMPUNHADURA EM FORMA DE CANETA.
SINDESMÓTOMO: SEPARA A GENGIVA DO OSSO (FIBRAS DENTOGENGIVAIS).
EMPUNHADURA EM FORMA DE CANETA /

DESCOLADOR DE MOLT: POSSUI DUAS EXTREMIDADES, A PARTE


PONTIAGUDA INICIA O PROCESSO DE DESCOLAMENTO DA PAPILA GENGIVAL
ENTRE OS DENTES E A PARTE MAIS LARGA E ARREDONDADA É UTILIZADA
PARA CONTINUAR O DESCOLAMENTO DO PERIÓSTEO DO OSSO.
EMPUNHADURA EM FORMA DE CANETA

DESCOLADOR DE FREER: DESCOLA O PERIÓSTEO DO OSSO.


EMPUNHADURA: EM FORMA DE CANETA

ALAVANCAS DE SELDIN: TEMOS TRÊS 1R, 1L E 2, AMBAS TEM A FUNÇÃO DE


LUXAÇÃO E EXPANSÃO ALVEOLAR ANTES DA EXTRAÇÃO.

TIPO MEIA CANA: COMPOSTA POR TRÊS PEÇAS, UMA RETA APICAL QUE TEM
COMO FUNÇÃO LUXAR OS DENTES POSTERIORES, E DOIS EXTRATORES
CURVOS, UTILIZADOS EM RAÍZES INFERIORES, UM É USADO PARA A MESIAL E
O OUTRO PARA A DISTAL DO ELEMENTO.
FÓRCEPS DOS MAXILARES E MANDIBULARES

FÓRCEPS N°150: DE UTILIZADO PARA REMOÇÃO INCISIVOS CENTRAIS E


LATERAIS, CANINOS E 1° E 2° PRÉ-MOLARES SUPERIORES.
FÓRCEPS N°65: UTILIZADO PARA REMOÇÃO DE RAÍZES RESIDUAIS OU
SECCIONADAS CIRURGICAMENTE DA REGIÃO SUPERIOR.
FÓRCEPS N°18R: UTILIZADO PARA REMOÇÃO DE MOLARES SUPERIORES DO
LADO DIREITO.
FÓRCEPS N°18L: UTILIZADO PARA REMOÇÃO DE MOLARES SUPERIORES DO
LADO ESQUERDO.
EMPUNHADURA: SEGURADO COM A PALMA DA MÃO EMBAIXO DO CABO.
FÓRCEPS N°69: UTILIZADO PARA REMOÇÃO DE FRAGMENTOS DE RAÍZES OU
RAÍZES PEQUENAS DA REGIÃO SUPERIOR E INFERIOR.
FÓRCEPS N°151: UTILIZADO PARA REMOÇÃO DE INCISIVOS CENTRAIS E
LATERAIS, CANINOS, 1° E 2° PRÉ-MOLARES INFERIORES.
FÓRCEPS N°68: UTILIZADO PARA REMOÇÃO DE RAÍZES RESIDUAIS OU
SECCIONADAS CIRURGICAMENTE DA REGIÃO INFERIOR.
FÓRCEPS N°17: UTILIZADO PARA REMOÇÃO DE MOLARES INFERIORES COM
COROA INTEGRA.
FÓRCEPS N°16: UTILIZADO PARA REMOÇÃO DE MOLARES INFERIORES COM
COROA PARCIALMENTE DESTRUÍDA.
EMPUNHADURA: SEGURADO COM A PALMA DA MÃO SOBRE O FÓRCEPS.

CURETAS ALVEOLAR DE LUCAS: CURETAGEM DE ALVÉOLO DEPOIS DA


EXTRAÇÃO.
EMPUNHADURA EM FORMA DE CANETA.
LIMA PARA OSSO: ALISAMENTO FINAL DO OSSO ANTES DA SUTURA DO
RETALHO MUCOPERIÓSTEO.
EMPUNHADURA EM FORMA DE CANETA.

PORTA AGULHA: USADO PARA SEGURAR A AGULHA NA HORA DA SUTURA E


SEGURAR A LÂMINA NA MONTAGEM DO BISTURI.
EMPUNHADURA: DEVE SER SEGURADO COM O POLEGAR E O ANELAR
DENTRO DOS ANÉIS DO PORTA-AGULHA E O DEDO INDICADOR E MÉDIO PARA
CONTROLAR O INSTRUMENTO.

TESOURAS - UTILIZADAS PARA CORTES DE TECIDOS MOLES E DE FIOS DE


SUTURAS. DEVEM TER LÂMINAS FINAS, PODENDO SER CURVAS OU RETAS.

TESOURA CURVA

TESOURA RETA
TESOURA METZEMBAUM RETA 15 CM

TEM A FUNÇÃO DE SEPARAR OS TECIDOS DA PELE SEM SECCIONAR.

FIOS DE SUTURA SEDA - INDICAÇÃO

A SUTURA DE SEDA É INDICADA PARA USO EM: PROCESSOS CIRÚRGICOS


GERAIS; FECHAMENTO DE PAREDES TECIDUAIS; CIRURGIAS
GASTROINTESTINAIS; PROCESSO CIRÚRGICO BUCOMAXILOFACIAL,
GENGIVAS UTILIZANDO A TÉCNICA PONTO A PONTO, SEGUNDO CRITÉRIO
MÉDICO OU ODONTOLÓGICO.

- ABSORÇÃO

NÃO ABSORVÍVEL.

FIOS DE SUTURA NYLON- INDICAÇÃO

FECHAMENTO DE INCISÕES DA PELE; PROCEDIMENTOS DE PLÁSTICAS EM


GERAL; CIRURGIAS CARDIOVASCULARES; CIRURGIAS ODONTOLÓGICAS;
ANASTOMOSES VASCULARES, TENORRAFIAS, MIORRAFIAS E NEURORRAFIAS.

- ABSORÇÃO

NÃO ABSORVÍVEL.

BROCAS CIRÚRGICAS

- SÃO UTILIZADAS QUANDO HÁ NECESSIDADE DE TREPANAÇÃO DA TÁBUA


ÓSSEA A FIM DE ALCANÇAR UM RESÍDUO DE RAIZ; OU QUANDO SE
NECESSITA DE UM SECCIONAMENTO DENTO-RADICULAR PARA COMPLETAR A
EXODONTIA.

GAZE ESTÉRIL

- COMPRESSAS DE TECIDO, CORTADAS EM RETÂNGULOS E DOBRADAS DE 4


X 3 CM. SÃO UTILIZADAS PARA A HEMOSTASIA (ESTANCAMENTO DE SANGUE),
DURANTE A CIRURGIA E PARA OS PROCEDIMENTOS DE ANTI-SEPSIA. DEVEM
ESTAR AUTOCLAVADAS.
OBS: A GAZE ESTÉRIL FICA NO ESTOQUE

SERINGA DE IRRIGAÇÃO CIRÚRGICA

A SERINGA DE IRRIGAÇÃO DEVE SER EMBALADA SEPARADAMENTE E


ESTERILIZADA FORA DA CAIXA CIRÚRGICA, A AGULHA NÃO DEVE SER
DESCARTADA E SIM ESTERILIZADA.

OBS: TODOS OS MATERIAIS PÉRFUROS E CORTANTES


DEVEM SER DESCARTADOS NO COLETOR (DESCARPACK).

EX: AGULHA,FIO DE SUTURA E LÂMINA DE BISTURI.

A AGULHA DA CARPULE APÓS O USO NÃO PODE SER


REENCAPADA E DEVE SER REMOVIDA PELO DENTISTA.

A LAMINA DE BISTURI DEVE SER MONTADA E DESMONTADA


DO CABO DE BISTURI PELO DENTISTA.