Você está na página 1de 27

26-Jan-17

LaTeX e a edição de textos científicos

Jonas Ivan Nobre Oliveira

Jonas Ivan Nobre Oliveira

1
26-Jan-17

Objetivos

 Mostrar quais são os problemas/limitações dos processadores de


texto convencionais;
 Apresentar o TEX e o LaTeX e suas vantagens para documentos
acadêmicos;
 Mostrar quais os componentes necessários para se configurar um
ambiente de trabalho LaTeX;

Motivação – Situações Problemas


Situação hipotética 1
Você está escrevendo sua monografia de 200 páginas cheia de figuras e tabelas. Após passar
um dia inteiro ajustando cada figura e tabela na posição correta você percebe que na
primeira página de texto há um erro em um parágrafo que, após corrigido, faz com que todas
as figuras e tabelas saiam dos seus lugares planejados.

Situação hipotética 2
Na mesma monografia de 200 páginas, seu orientador pediu para que você ajustasse vários
trechos, o que causou a inclusão ou exclusão de várias citações no texto. Agora você terá que
revisar suas referências e o texto para ter certeza que cada citação está nas referências e
cada referência possui ao menos uma citação no texto.

Situação hipotética 3
Após as devidas correções após as duas situações anteriores você finalmente irá imprimir
seu documento na impressora colorida de um amigo, porém devido a diferenças das versões
dos interpretadores de texto, os parágrafos e espaçamentos são alterados pelo simples fato
de abrir seu documento em outra máquina.

2
26-Jan-17

Motivação - “Leis do Word”


 A probabilidade de problemas no arquivo é diretamente proporcional à importância do
documento;

 A probabilidade de problemas no arquivo é inversamente proporcional ao tempo que


falta para o final do prazo;

 A probabilidade de problemas no arquivo é diretamente proporcional ao tempo


decorrido desde a última vez que o arquivo foi salvo;

 A probabilidade de jogar o computador pela janela é diretamente proporcional ao


número de vezes em que se tem de arrumar a formatação/paginação do arquivo.

Motivação – Grande Problema do Word


 Processadores de textos WYSIWYG acabam distraindo o autor na preocupação
com a formatação. Quando na verdade o autor deve se preocupar único e
exclusivamente com o conteúdo-qualidade do texto.
... imaginem Shakespeare usando o Word e parando para pensar se o título deve
ser tamanho 12, 14, negrito...

3
26-Jan-17

LATEX x WORD
É importante deixar claro:
• LaTeX NÃO é um processador de textos! Trata-se de uma linguagem utilizada por
processadores de textos que NÃO se preocupam com a aparência (formatação) do
texto enquanto ele é escrito. Assim, o LaTeX encoraja o autor a não se preocupar
muito com a aparência e se focar na preparação do mesmo.

Duas classes de PROCESSADORES DE TEXTOS:


1. Estilo Visual ou WYSWYG (“What You See Is What You Get”) .. Ex.:Word
 O texto é criado e formatado pelo usuário; a impressão será exatamente igual
ao que ele visualiza na interface do programa.

2. Estilo Lógico ou WYSIWYM ("What You See Is What You Mean") .. Ex.:TexMaker
 O texto é criado pelo usuário e a sua formatação é representada por códigos.
Para a impressão do documento, estes códigos são previamente compilados

LATEX x WORD

compilação

4
26-Jan-17

Mas o que é TEX/LaTeX e um pouco de história...


Em 1978, a pedido da Sociedade Americana de
Matemática, DONALD KNUTH desenvolveu um
programa com linguagem própria, chamado TeX,
cujo objetivo era permitir a qualquer um
COMPOR/FORMATAR textos para impressão com
máxima qualidade tipográfica das fontes e
fórmulas matemáticas.
 Aproximadamente 600 COMANDOS são
processados para construção do LAYOUT de
uma única página!
 Assim, na verdade:
TeX = compilador de textos com equações
matemáticas que objetiva impressões com
formatações perfeita.

tau épsilon chi


(iniciais da palavra tecnologia)

O que é LaTeX e um pouco de história...


 O TEX tinha muita flexibilidade, mas sua sintaxe
ainda era em muito “baixo nível”. Dessa
necessidade de simplificar o uso do
TEX surgiu o LaTeX
 Em 1985, LESLIE LAMPORT desenvolveu o
LaTeX, que nada mais é que um conjunte/pacote
de MACROS que simplifica o uso da linguagem
TeX.
 MACROS = Comandos/orientações com objetivo
comum que são sequencialmente organizados
em um comando único; simplificação da
linguagem TeX.
Ex1: O macro que transforma palavras em itálico
corresponde a junção dos comandos inclinação +
espaçamento.
Ex.2: Macros para definir um ambiente de equação
ou figura || Macro para definição do “tipos de
documento” a ser preparado (Cartas/Artigo/Livro...).

5
26-Jan-17

Funcionamento do LaTeX
 O TEX lê um artigo de entrada (.tex) e produz um arquivo de saída (.dvi – Device
Independent File Format). Logo a após, um compilador pdfTeX produz a saída direto de um
arquivo .pdf

Vantagens
I - Software Gratuito + Estável + Sem vírus + Sem erro de arquivos corrompidos/ilegíveis
II - Aparência profissional do texto impresso. Padrão científico/acadêmico de formatação em
diversas áreas do conhecimento
III - A atenção do usuário se concentra no conteúdo e não na aparência;
IV - Escrita de fórmulas matemáticas complexas usando simples comandos, além de uma
apresentação visualmente agradável após impressão;

V - Mudança na formatação de TODO um documento com apenas a mudança de alguns


comandos
VI - Não se preocupe com descuidos de parágrafo e espaçamento

VII – Facilidade na criação de estruturas complexas como sumário, citações e referências


bibliográficas (podemos facilmente modificar a formatação e estilo das citações e
referências de maneira automática) e notas de rodapé;

6
26-Jan-17

Desvantagens
I - Criação de novos modelos leva muito tempo

II - A aprendizagem é mais difícil que em programas WYSIWYG, pois embora a estrutura lógica
seja intuitiva, os comandos do LaTeX não o são. Contudo, uma vez que se pegue o jeito, há
enorme economia de tempo e paciência (até 2 meses de economia com formatação de uma
teste de doutorado)

\dfrac{\dfrac{1}{x}+\dfrac{1}{y}}{y-z}
\sum_{k=1}^n k^2 = \frac{1}{2} n (n+1)
\int_0^R \frac{2x\,dx}{1+x^2} = \log(1+R^2)
\chemfig{A*6(-B-C-D-E-F-)}
\chemfig{*6(=-=-=-)}

LATEX: O que é necessário para começar?

Windows:
• Miktex (=ambiente LaTeX para Windows para
gerenciamento de )(https://miktex.org/)
• GhostScript (http://www.ghostscript.com/)
• Gsview (http://pages.cs.wisc.edu/~ghost/gsview/)
• Processador de Texto próprio para a linguagem
(TexMaker: http://www.xm1math.net/texmaker/ ...)

Linux (Depende de cada distribuição, sendo o caminho mais fácil procurar pelos pacotes
texlive e latex-beamer no gerenciador de pacotes da distribuição utilizada):
sudo apt-get install texlive
sudo apt-get install texlive-latex-extra
sudo apt-get install texlive-land-portuguese
sudo apt-get install texlive-full

7
26-Jan-17

LaTeX
• Miktex:
• Instalar bibliotecas

Escrevendo seu texto: estrutura básica e PREÂMBULO


.... Vamos preparar um imput bem simples:
Abrir o editor TexMaker  Ctrl+N   Ctrl+S|”Exemplo1”

 Configuração para visualização interna dos .pdf: Visualizar|SourceViewer +


Opções|ConfigurarTexMaker|EmbutirPDF + Clicar:Compilar + Clicar:VerPDF

Perceba:
• Comandos do LaTeX são iniciados por “\” (contra-barra) + Diferem maiúsculo de
minúsculo + podem ter parâmetros principais entre chaves e parâmetros opcionais
entre colchetes

8
26-Jan-17

Escrevendo seu texto: estrutura básica e PREÂMBULO


TEORIA:
 Documento LATEX divide-se em PREÂMBULO (tudo antes de \begin{document} ) e CORPO (após
\begin{document})
 No Preâmbulo, encontramos as informações da FORMATAÇÃO do documento:
1. Classe de Documento (1ª Pergunta: Qual o tipo de documento que o autor quer criar?)
Tipo/estilo de documento: article, book, letter ou report.

Personaliza o comportamento da classe

Escrevendo seu texto: estrutura básica e PREÂMBULO

Tipo/estilo de documento: article, book, letter ou report.

Personaliza o comportamento da classe

9
26-Jan-17

Tipo/estilo de documento: article, book, letter ou report.

Personaliza o comportamento da classe

Escrevendo seu texto: estrutura básica e PREÂMBULO


TEORIA:
 Documento LATEX divide-se em PREÂMBULO (tudo antes de \begin{document} ) e CORPO (após
\begin{document})
 No Preâmbulo, encontramos as informações da FORMATAÇÃO do documento:
2. Estilo da página (cabeçalho e pé da página)
aspecto geral

X
quando se deseja alterar o estilo em uma dada página

= roman ou arabic

(consequentemente, ausência de numeração)

10
26-Jan-17

Escrevendo seu texto: estrutura básica e PREÂMBULO


TEORIA:
 Documento LATEX divide-se em PREÂMBULO (tudo antes de \begin{document} ) e CORPO (após
\begin{document})
 No Preâmbulo, encontramos as informações da FORMATAÇÃO do documento:
3. Utilização de PACOTES formatadores do documento e o melhoramento das
capacidades do LATEX
• Ao pacotes (.sty) ficam armazenados no MikTek e são buscados pelo
editor pelas {}. Cada estilo {} tem várias opções que são buscadas como []
Tipo de melhoria

Ativam funções especiais do pacote

Simples ... A acentuação é muito simples!!! Na verdade a acentua\c c\~ao \'e um pouco dif\'icil, quando n\~ao se conhece o atalho.
Escrevendo seu texto: estrutura básica e PREÂMBULO
TEORIA:
 Documento LATEX divide-se em PREÂMBULO (tudo antes de \begin{document} ) e CORPO (após
\begin{document})
 No Preâmbulo, encontramos as informações da FORMATAÇÃO do documento:
2. Utilização de PACOTES formatadores do documento e o melhoramento das
capacidades do LATEX
Tipo de melhoria

Ativam funções especiais do pacote

11
26-Jan-17

Simples ... A acentuação é muito simples!!! Na verdade a acentua\c c\~ao \'e um pouco dif\'icil, quando n\~ao se conhece o atalho.
Escrevendo seu texto: estrutura básica e PREÂMBULO
Exemplo_1: “Pacotes para compreensão da língua portuguesa”
\documentclass{article}
\usepackage[english,brazil]{babel} % Suporte ao inglês e português-BR simultaneamente
\usepackage[utf8]{inputenc} % Este pacote é usado para que seja possível escrever textos
acentuados em determinado padrão de “Codificação de Entrada” usada no arquivo .tex (no
caso, codificação UTF8)
\usepackage[T1]{fontenc} % Tabela de codificação de saída, que pega o código escrito no .tex e
converte para um novo código durante a compilação
\usepackage{lmodern} % a codificação é interpretada na forma de uma fonte de saída

\begin{document}
Simples ... A acentuação é muito simples!!!
Na verdade a acentuac{c}\~{a}o \'{e} um pouco dif\'{i}cil, quando n\~{a}o se conhece o atalho.
\end{document}

Escrevendo seu texto: estrutura básica e PREÂMBULO


Exemplo_2: “Pacote para dimensionamento da folha/texto”

\usepackage[paperwidth=210mm,paperheight=297mm,textwidth=150mm,textheight=210m
m,top=30mm,bottom=30mm,left=30mm,right=30mm]{geometry}

12
26-Jan-17

------- INICIO EXEMPLOS DE PACOTES-----

\usepackage[left=,right=,top=,bottom=,paperwidth=, paperheight=,textwidth=,textheight=]{geometry} %Dimensionamento da folha/texto


\usepackage[english,brazil]{babel} % Suporte ao inglês e português-BR simultaneamente
\usepackage[utf8]{inputenc} % Tabela de codificação de entrada usada no arquivo .tex
\usepackage[T1]{fontenc} % Tabela de codificação de saída, que pega o código escrito no .tex e converte para um novo código durante a compilação
\usepackage{lmodern} %a codificação é interpretada na forma de uma fonte de saída

\usepackage{setspace} #capacidade de alterar o espaçamento entre linhas


... Comando do corpo do texto: \singlespacing,
\onehalfspacing ou \doublespacing

\usepackage{fontenc} #Arrumar a numeração das páginas


\usepackage{fancyhdr} # personalização dos cabeçalhos e rodapés
através de comandos internos
\usepackage{color} #Pacote para modificação das cores do texto no corpo
do texto
\usepackage{graphicx} #Pacote para entrada de figuras no corpo do texto
\usepackage[normalem]{ulem}

\usepackage{amsfont} #Sequência de pacotes para símbolos matemáticos


\usepackage{amssymb}
\usepackage{amsmath}
\usepackage{amsfont}
------- FIM EXEMPLOS DE PACOTES-----

- Instalação de Pacotes Externos -

A distribuição padrão do LATEX disponível no


editor de texto obviamente não possui todos
os pacotes. Desse modo, deve-se acessar o
CTAN para obtenção de outros pacotes e,
consequentemente, uma maior gama de
possibilidades de edição do texto

1. Entrar no 'CTAN-Comprehensive TeX


Archive Network' p/busca de novos
pacotes além daqueles disponíveis no
PackageMaker(TexMaker)
• P.Ex.: Pesquisar HypertexAbrir
'CTAN Path‘Download para
C:\Program Files (x86)\MiKTeX 2.9 e
também C:\Program Files
(x86)\MiKTeX 2.9\doc]
2. Para reconhecimento do novo pacote
pelo MikTex: Abrir
Settings(TexMaker)|'Refresh‘('Update‘)

13
26-Jan-17

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


 No corpo textual de um imput, o autor indica os COMANDOS (com/sem
INSTRUÇÕES detalhadas), comumente escritos como:

\ + NomeComando + [parâmetro] + {parâmetro}


 Alguns comandos requerem parâmetros (= instruções a serem seguidas pelo comendo)
que necessariamente são colocados entre 'chaves' e/ou 'parênteses‘.
• parâmetro entre [] = opções ... são palavras chave que
especificam/personalizam/ativam funções básicas do parâmetro entre {}
• parâmetro entre {} = classe do documento/pacotes ...
 Exemplos de COMANDOS:
 Ex_1.: Formatação Básica
 Ex_2.: Espaçamento e Quebra de Linha
 Ex_3.: Separação de Sílabas
 Ex_4.: Cabeçalho e Notas de Rodapé
 Ex_5.: Comandos para criação de AMBIENTES
 Início e Término do Documento
 Alinhamento/Posição do Texto
 Listas
 Seções
 Tópicos
 Figuras
 Equações
 Tabelas
 Ex_6.: Bibliografia

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


1. Formatação Básica

COMANDOS:
{\rm Normal} ... OU ... \textrm{Normal} 
{\bf Negrito} ... OU ... \textbf{Negrito} 

{\it Itálico} ... OU ... \textit{Itálico} 


{\sl Inclinada} ... OU ... \textsl{Itálico} 
{\emph enfatizada} 
1.1 Comando p/texto sublinhado

preâmbulo

Corpo do texto

14
26-Jan-17

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


1. Tipos e Tamanhos das Letras

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


1. Aspas e Traços
 Abrir aspas: Duas crases (``)
 Fechar aspas: Dois apóstrofos ('')

 Hífen (-) ... Ex.: Guarda-chuva  Guarda-chuva


 Traço simples (–) ... Ex.: páginas 15--25"  páginas 15–25
 Travessão (—) ... Ex.: --- O que é isso?”  — O que é isso?
 Sinal de menos (−) ... Ex.: $-5$  -5

Os símbolos $, &, %, #, _, { e } são


reservados da linguagem LaTeX
e precisam ser utilizados precedidos da \
(contra-barra) para serem
inseridos no texto

15
26-Jan-17

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


2. ESPAÇAMENTO e Quebra de Linha
Método_1:
\usepackage{setspace} $Capacidade de alterar o espaçamento entre linhas
preâmbulo
Corpo do texto
\singlespacing, \onehalfspacing, \doublespacing ... Ou ainda:
\setstretch{baselinestretch} para valores intermediários

Método_2 (AMBIENTE)
\usepackage{setspace}
preâmbulo
Corpo do texto
\begin{onehalfspace}...\end{onehalfspace}
\begin{spacing}{nnn}...\end{spacing}

Método_3:
\linespread{1.5 ou 2}

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


2. ESPAÇAMENTO e Quebra de Linha

DICA - Para espaçamentos distintos do padrão localizados (verticais ou


horizontais):

 Espaçamento especial elástico que faz com que as palavras se


espacem até o preenchimento completo da linha

16
26-Jan-17

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


OBS.: utilizar o “ * ” para não haver supressão do
2. ESPAÇAMENTO e Quebra de Linha espaçamento em nenhuma hipótese)

Esquerda \hspace*{\fill} Centro da página \hspace* {\fill} Direita


Esquerda Centro da página Direita

Superior \vspace* {\fill} \\ Centro da página \vspace* {\fill} \\ Inferior


Esquerda

Centro da página

Direita

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


2. Espaçamento e QUEBRA DE LINHA Vários espaços = Único espaço

Para iniciar um novo


parágrafo, deixar uma
linha em branco entre
duas escritas

COMANDOS:
\newline ou \\ # nova linha, mas não novo parágrafo
\vspace {6cm} # espaçamento entre parágrafos
\newpage # começa uma nova página

17
26-Jan-17

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


3. Separação de Sílabas
 Latex hifeniza automaticamente o texto de acordo com as regras do idioma
utilizado no documento. Porém, se o algoritmo de hifenização não produzir os
resultados corretos, então comandos pró/anti-hifenização podemser utilizados

COMANDOS:
\mbox{palavra} %impede a separação da palavra; corpo do texto
\hyphenation{WORD pa-la-vra} %impede OU indica (local do hífen) a separação da palavra;
preambulo; palavras separadas apenas por um espaço em branco
\hyphenpenalty=3000 %dificulta a hifenização
\tolerance=400

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


4. Cabeçalho, Rodapé e Notas de Rodapé
\pagestyle{fancy} %estilo fancy

\lhead{\rightmark} %esquerda do cabeçalho


\chead{} %centro do cabeçalho
\rhead{\leftmark} %direita do cabeçalho

\lfoot{} %esquerda do rodapé


\cfoot{\thepage} %centro do rodapé
\rfoot{} %direita do rodapé

exemplo

18
26-Jan-17

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


4. Cabeçalho e Notas de Rodapé

exemplo

5. Seções
 Apenas em book\report, temos:
 Comando \chapter{O in\'icio} … ou … \chapter*{O in\'icio}
• O segundo omite o nome ‘CAPÍTULO’ ao compilar, porém a seção não é
mais reconhecida pelo sumário
\section{título1}  1 Título1
\label{S:1}
\subsection{título2}  1.1 Título2
\subsubsection{título3}  1.1.1 Título3
\subsection{título4}  1.2 Título4
\section{título5}  2 Título5
\label{S:2}

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


5. Título e Sumário
 Para produzir o título deve-se informar:
• o próprio título do documento: \title{}
• o autor: \author{}
• a data (opcional): \date{}
 Estas informações previamente colocadas são utilizadas em uma dada região do
texto pelo comando \maketitle
 O Latex cria um sumário pelo comando \tableofcontents tomando os cabeçalhos
de diferentes seções criadas´pelos comandos anteriormente mencionados
• Lembrar: Desconsidera as seções com asterisco *

19
26-Jan-17

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


5. Título e Sumário
\documentclass{article}
\usepackage[english,brazil]{babel}
\usepackage[utf8]{inputenc}
\usepackage[T1]{fontenc}
\usepackage{lmodern}
\author{Jonas I. N. Oliveira} % Define o nome do autor
\title{Curso de \LaTeX} % Título do documento
\date{\today} % Data (\today = hoje)
\maketitle % Produz o título
\tableofcontents % Gera o Sumário
\section{Introducao}
Simples ... A acentuação é muito simples!!!
\section{Desenvolvimento}
Na verdade a acentua\c c\~ao \'e um pouco dif\'icil,
quando n\~ao se conhece o atalho.
\end{document}

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


6. Citações e Referências
Método_1: Comando \cite{...} e \bibitem{...}. O último inserido no ambiente
\begin{thebibliography} ... \end{thebibliography}

OBS.: Ajuste MANUAL quando for inverter/adicionar/remover referências.


OBS.: Ajuste MANUAL quando for utilizar um novo template.

\begin{document}

... texto texto texto \cite{Bezerril2011} texto texto texto texto texto texto texto texto texto
texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto
texto texto \cite{Eudenilson2005} texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto
texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto ...

\end{document}

\begin{thebibliography}{plain}
\bibitem{Bezerril2011} L.M. Bezerril, U.L. Fulco, J.I.N. Oliveira, G. Corso, E.L. Albuquerque, V.N.
Freire, E.W.S. Caetano, Appl. Phys. Lett. 98 (2011) 053702.
\bibitem{Eudenilson2005} E.L. Albuquerque, M.S. Vasconcelos, M.L. Lyra, F.A.B.F. de Moura,
Phys. Rev. E 71 (2005) 021910.
\end{thebibliography}

20
26-Jan-17

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


6. Citações e Referências
-> Editoras científicas:
Elsevier (\bibliographystyle{elsart-num}) ... 1. You CH, Lee KY, Chey RY, Menguy R.
Electrogastrographic study of patients with unexplained nausea, bloating and vomiting.
Gastroenterology 1980;79:311–314.
Springer () ... [1] Springer BasicStyle: 1. You CH, Lee KY, Chey RY, Menguy R (1980)
Electrogastrographic study of patients with unexplained nausea, bloating and vomiting.
Gastroenterology 79:311–314 ..... [2] Springer MathPhys: 1. You C.H., Lee K.Y., Chey R.Y., Menguy
R.: Electrogastrographic study of patients with unexplained nausea, bloating and vomiting.
Gastroenterology 79, 311–314 (1980). ..... [3] Springer APS: 1. C.H. You, K.Y. Lee, R.Y. Chey, R.
Menguy, Gastroenterology 79, 311 (1980).
Wiley () ... 1. You CH, Lee KY, Chey RY, Menguy R. Electrogastrographic study of patients with
unexplained nausea, bloating and vomiting. Gastroenterology 1980;79:311–314.
ACS(\bibliographystyle{achemso}) ... OBS.: Aceita duas formas: [1] 1. You, C. H.; Lee, K. Y.; Chey,
R. Y.; Menguy, R. Electrogastrographic study of patients with unexplained nausea, bloating and
vomiting. Gastroenterology. 1980, 79, 311–314. .... [2] 1. You, C. H.; Lee, K. Y.; Chey, R. Y.;
Menguy, R. Gastroenterology. 1980, 79, 311–314.
RSC (\bibliographystyle{rsc}) ... 1. C.H. You, K.Y. Lee, R.Y. Chey, R. Menguy, Gastroenterology,
1980, 79, 311-314.

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


6. Citações e Referências
Método_2:
1. Na pasta ./bibliografia, criar um documento de texto chamado "referências.bib“
2. Para cada artigo a ser referenciado, busca-lo pelo nome/DOI através do GoogleAcademico
Clicar em "Importe para o BibTeX“  Salvar a descrição do artigo que surgirá no interior do
arquivo "referências.bib“
3. Dentro do .tex, importar este documento com o comando
\bibliography{./bibliografia/referencias}
 OBS.: O comando \bibliographystyle{<Formatação Padrão da Revista Desejada>}
determinará como as informações do .bib serão dispostas, ou seja, determinará a
formatação exclusiva de cada revista (P.Ex.: \bibliographystyle{elsarticle-num/achemso})
Importante: Qdo for compilar o arquivo .tex->.pdf, fazer várias vezes pelas opções “BibLatex” e
“PDFLatex” até que o arquivo .bib ser reconhecido.

!! ImPoRtAnTe !!
Ajuste AUTOMATICO quando for inverter/adicionar/remover referências.
Ajuste AUTOMATICO quando for utilizar um novo template.

21
26-Jan-17

Em <ARQUIVO>.tex Em referencias.bib
\begin{document} @article{bezerra2017quantum,
title={Quantum binding energy features of the T3-785
collagen-like triple-helical peptide},
... texto texto texto \cite{Bezerril2011} texto texto texto author={Bezerra, Katyanna S and Oliveira, Jonas IN and
texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto Neto, Jos{\'e} X Lima},
journal={RSC Advances},
texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto volume={7},
texto texto texto texto \cite{Eudenilson2005} texto texto number={5},
texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto pages={2817--2828},
year={2017},
texto texto texto publisher={Royal Society of Chemistry}
}
\bibliographystyle{elsarticle-num}
@article{Adler89,
\bibliography{./bibliografia/referencias} author = "I. Adler and N. K. Karmarkar and M. G. C.
\end{document} Resende and G. Veiga",
title = "An implementation of {Karmarkar's} algorithms for
linear programming",
journal = "Mathematical Programming",
volume = "44",
pages = "297--335",
year = "1989",
abstract= ""}

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


6. Comandos para criação de AMBIENTES/AGRUPAMENTOS
 Região específica do documento que contém um texto com algum propósito
especial/peculiar

6.1 Início e Término do Documento


\begin{document} ... texto ... \end{document}

6.2 Alinhamento/Posição do Texto (Center, flushleft ou flushright)

22
26-Jan-17

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


6. Comandos para criação de AMBIENTES/AGRUPAMENTOS
coloca o símbolo • Apenas visualização em negrito
6.3 Listas (itemize, enumerate ou description)
coloca uma numeração

23
26-Jan-17

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


6. Comandos para criação de AMBIENTES/AGRUPAMENTOS
\usepackage{graphicx} $pacote que dá suporte para inserção de imagens
6.3 Figuras preâmbulo
\begin{figure}{htb!}
\includegraphics[scale=<0-1>,height=,weight=,angle=
…]{<nome.jpeg>}
exemplo
\caption{<Preencher com a legenda>}
\label:<nome da figura> $ Colocar \ref:<nome da figura>,
qdo for citar a figura no corpo do texto \end{figure}
\end{figure}

[!hbp]  chama a figura na melhor posição possível da página!!

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


6. Comandos para criação de AMBIENTES/AGRUPAMENTOS

6.4 Tabelas  Neste aspecto, por questões de praticidade, recomendo criar as


tabelas no Excel, salvando-as como arquivo de imagem, para posterior
importação no ambiente Figuras.

24
26-Jan-17

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


6. Comandos para criação de AMBIENTES/AGRUPAMENTOS

6.5 Modo Matemático


 Comandos para equação em continuação (a, b e c) ou separada (d e e) do texto:
a) \(<equação>\)
b) $<equação>$
c) \begin{math}<equação>\end{math}
d) \begin{displaymath}<equação>\end{displaymath}
e) \begin{equation}<equação>\end{equation} $Modo displayed e numerado
automaticamente

Escrevendo seu texto: estrutura básica e CORPO DO TEXTO


6. Comandos para criação de AMBIENTES/AGRUPAMENTOS

6.5 Minipage (Criar ou não criar???)


% Exemplo de DEDICATÓRIA
\begin{dedicatoria}

\vspace*{\fill}
\begin{flushright}
\textit{\large {``Não vos amoldeis às estruturas deste mundo,
\\ mas transformai-vos pela renovação da mente, \\ a fim de
distinguir qual é a vontade de Deus: \\ o que é bom, o que Lhe 
é agradável, o que é perfeito.\\ (Bíblia Sagrada, Romanos 12,
2)}}
\end{flushright}

\vspace*{\fill}
\begin{flushright} %Minipage alinhada à direita, mas não o seu interior
\begin{minipage}[t]{10.0cm}
\textit{\large {``Não vos amoldeis às estruturas deste mundo,
\\ mas transformai-vos pela renovação da mente, \\ a fim de
distinguir qual é a vontade de Deus: \\ o que é bom, o que Lhe

é agradável, o que é perfeito.\\ (Bíblia Sagrada, Romanos 12,
2)}}
\end{minipage}
\end{flushright}
\end{dedicatoria}

25
26-Jan-17

Utilização do template para TCC/Dissertação/Tese.pdf.


. Inicialmente, download/instalação: Miktex (https://miktex.org/) + GhostScript (http://www.ghostscript.com/) + Gsview
(http://pages.cs.wisc.edu/~ghost/gsview/) + TexMaker (http://www.xm1math.net/texmaker/)

. Extrair arquivo #Template_TCC-Dissertação-Tese.rar  Acessando o arquivo raíz principal.tex, preencher os dados


solicitados no local “Entradas Iniciais” (Ctrl+F -> Entradas Iniciais)
Lembrar_1.: O arquivo raíz conterá o Preâmbulo que será utilizado nos demais
Lembrar_2.: O arquivo raíz será o documento compilado para geração da TCC/Dissertação/Tese.pdf. Assim, ele possui os
comandos de chamada/importação [\include (gera uma nova página) ou \input (simplesmente processa o conteúdo do
arquivo importado).

. Preencher adequadamente os documentos introducao.tex + metodologia.tex + desenvolvimento.tex + resultados.tex +


conclusao.tex localizados na pasta “capitulos” (Não renomear!).
OBS1.: Estes arquivo não apresentam preambulo, logo começar com \chapter{<Nome do Capítulo>}.
OBS2.: Não se preocupem com a forma (negrito/itálico/maiúscula) da fonte no título dos capítulos e seções, pois serão
ajustados automaticamente (inclusive no sumário)

. Todas as figuras/Tabelas utilizadas devem constar na pasta “imagens”

. Orientações para preparação das citações/referências, ler o texto da seção “Referências Bibliográficas” no arquivo raiz.
É importante destacar que a forma como está orientado, não haverá a preocupação em ajustar manualmente as citações
e a ordem das referências caso novas sejam adicionados ou retiradas.

. Após os arquivos .tex serem adequadamente preenchidos, acessar principal.tex  Compilar em “QuickBuild” 
Conferir se o .pdf está oK!!

Motivação
Primórdios da edição e formatação de livros

 LaTeX (pronuncia: "Lay-tech"ou "Lah-tech") é um sistema de preparação de


documentos com alta qualidade tipográfica.
 É comumente utilizado para médios a largos documentos técnicos ou científicos,
mas pode ser utilizado para quase qualqer tipo de publicação.

26
26-Jan-17

O que é LaTeX e um pouco de história...


Primórdios da edição e formatação de livros

O que é LaTeX e um pouco de história...


Ano ≈1400: Prensa de Gutenberg

Ano ≈1800

27