Você está na página 1de 6

1) Sobre as principais características do Trovadorismo, estão corretas:

I. Primeiro movimento literário da língua portuguesa, o Trovadorismo surgiu em um período no


qual a escrita era pouco difundida, por esse motivo, os poetas transmitiam suas poesias
oralmente, na maioria das vezes cantando-as.

II. Foi marcado pela transição do mundo medieval para o mundo moderno, conduzindo as artes
ao Renascimento cultural. Na literatura, deu-se a consolidação da prosa historiográfica, do
teatro e da poesia palaciana.

III. Os primeiros textos da literatura portuguesa receberam o nome


de cantigas, tradicionalmente divididas em cantigas de amor, de amigo, escárnio e maldizer,
representadas por nomes como Dom Duarte, Dom Dinis, Paio Soares de Taveirós, João Garcia
de Guilhade, Aires Nunes, entre outros.

IV. Inspirado na cultura clássica greco-latina, o Trovadorismo foi marcado pela introdução de
novos gêneros literários, entre eles os romances de cavalaria e a literatura de viagens.

V. Os poetas do Trovadorismo pertenciam à nobreza ou ao clero e, além da letra, criavam


também a música das composições que executavam para o seleto público das cortes.

a) III e IV.

b) I, II e V.

c) III, IV e V.

d) I, III e V.

e) III e IV.

2) A imagem do “Homem Vitruviano” é uma representação elaborada no final do século XV por


Leonardo da Vinci e exprime o antropocentrismo e a harmonia das formas que caracterizaram
as obras artísticas do período renascentista. Sobre o renascimento, não é correto afirmar que:

a) um dos seus principais fundamentos intelectuais foi o Humanismo, concepção segundo a


qual o homem deveria ser valorizado como o epicentro do mundo e da história, como havia
ocorrido na Antiguidade Clássica.

b) o estudo do homem e da natureza, nesse período, fundamentava-se no espírito crítico, o


que possibilitou o desenvolvimento do pensamento científico, como se comprova na defesa da
teoria heliocêntrica por Nicolau de Cusa e Nicolau Copérnico.

c) os homens da época tenderam a valorizar a produção artística e intelectual das civilizações


do Oriente Médio, especialmente a egípcia e a mesopotâmica, pela conexão que estas
guardavam com a história hebraica descrita na Bíblia.

d) um dos seus maiores expoentes foi Leonardo da Vinci, um modelo do intelectual


renascentista, pelo fato de se ter dedicado a múltiplas áreas do conhecimento, como, por
exemplo, à Anatomia, à Física e à Botânica, além de à Pintura.

e) o termo “Renascimento” designa uma modalidade de expressão intelectual urbana e


burguesa originária da Península Itálica, que se constituiu a partir do sincretismo entre a
Cultura Clássica e a tradição judaico-cristã.
3) Leia o soneto de Luís Vaz de Camões para responder à questão:

Alma minha gentil, que te partiste

Alma minha gentil, que te partiste


Tão cedo desta vida, descontente,
Repousa lá no Céu eternamente,
E viva eu cá na terra sempre triste.

Se lá no assento etéreo, onde subiste,


Memória desta sida se consente,
Não te esqueças daquele amor ardente
Que já nos olhos meus tão puro viste.

E se vires que pode merecer-te


Alguma cousa a dor que me ficou
Da mágoa, sem remédio, de perder-te,

Roga a Deus, que teus anos encurtou,


Que tão cedo de cd me leve a ver-te,
Quão cedo de meus olhos te levou.

Luís Vaz de Camões, in "Sonetos"

No poema de Camões, podemos perceber algumas características do Classicismo. São elas:

a) equilíbrio entre os transes existenciais do poeta com a disciplina clássica: emoção e razão,
expressão pessoal e imitação são concebidas por meio de uma dicção sóbria, contida, mas
nem por isso menos comovente. No poema também podemos perceber que, embora o homem
sempre queira atingir o ideal e a perfeição, ele sempre encontra em seu caminho a restrição
imposta pela própria condição humana.

b) o assunto principal do poema é o sofrimento amoroso do eu lírico perante uma mulher


idealizada e distante. Há uma ambientação aristocrática da corte e uma forte influência
provençal na lírica camoniana.

c) predomínio da musicalidade e grande influência da tradição oral ibérica. O assunto principal


do poema é o lamento da moça cujo namorado partiu. Os paralelismos semânticos, o refrão,
reiterações e estribilho estão presentes em seus versos: esses elementos tinham como
finalidade facilitar a memorização do texto para que ele fosse cantado.

d) O poema de Camões é marcado por uma linguagem rebuscada, permeada por figuras de
linguagem de difícil compreensão. Seu tema principal é a luta entre classes sociais e as crises
religiosas.

4) Sobre a literatura produzida no primeiro século da vida colonial brasileira, é correto afirmar
que:

a) É formada principalmente de poemas narrativos e textos dramáticos que visavam à catequese.


b) Inicia com Prosopopeia, de Bento Teixeira.
c) É constituída por documentos que informam acerca da terra brasileira e pela literatura jesuítica.
d) Os textos que a constituem apresentam evidente preocupação artística e pedagógica.
e) Descreve com fidelidade e sem idealizações a terra e o homem, ao relatar as condições
encontradas no Novo Mundo.
5) Com referência ao Barroco, todas as alternativas são corretas, exceto:

a) O Barroco estabelece contradições entre espírito e carne, alma e corpo, morte e vida.

b) O homem centra suas preocupações em seu próprio ser, tendo em vista seu aprimoramento,
com base na cultura greco-romana.

c) O Barroco apresenta, como característica marcante, o espírito de tensão, conflito entre


tendências opostas: de um lado, o teocentrismo medieval; de outro, o antropocentrismo
renascentista.

d) A arte barroca é vinculada à Contrarreforma.

e) O barroco caracteriza-se pela sintaxe obscura, uso de hipérbole e de metáforas.

6) Sobre as características do Arcadismo, é correto afirmar, exceto:

a) Os poetas árcades defendiam o bucolismo como estilo de vida no campo, longe dos centros
urbanos. A vida pobre e feliz no ambiente campestre contrasta com a vida luxuosa e triste na
cidade.

b) Apego excessivo pela forma em detrimento do conteúdo. O Arcadismo defendeu a “arte pela
arte”, um retorno aos ideais literários clássicos.

c) Como expressão artística da burguesia, o Arcadismo veiculou também certos ideais políticos
e ideológicos dessa classe, formulados pelo Iluminismo.

d) O desejo de aproveitar o dia e a vida enquanto é possível, também conhecido como carpe
diem.

e) A poesia árcade apresentou um convencionalismo amoroso: não há variações emocionais


de um poema para o outro nem de poeta para poeta, importando mais escrever poemas como
os poetas clássicos escreviam.

7) Assinale a afirmativa correta:

a) Aristóteles afirma que os textos épicos apresentam uma narrativa e sempre terão um
narrador-personagem.

b) A tragédia é um gênero literário.

c) O gênero lírico é um texto de caráter emocional, porém, as emoções expressas nesse


gênero não representam a subjetividade do autor; é apenas ficção.

d) O gênero dramático apresenta esta estrutura: apresentação e desfecho.

e) Os elementos essenciais de uma narrativa são: narrador, enredo, personagens, tempo e


espaço.

8) A biosfera, que reúne todos os ambientes onde se desenvolvem os seres vivos, divide-se
em unidades menores chamadas ecossistemas, que podem ser uma floresta, um deserto e até
um lago. Um ecossistema tem múltiplos mecanismos que regulam o número de organismos
dentro dele, controlando sua reprodução, crescimento e migrações.

DUARTE, M. O guia dos curiosos. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.
Predomina no texto a função da linguagem:

A) emotiva, porque o autor expressa seu sentimento em relação à ecologia.

B) fática, porque o texto testa o funcionamento do canal de comunicação.

C) poética, porque o texto chama a atenção para os recursos de linguagem.

D) conativa, porque o texto procura orientar comportamentos do leitor.

E) referencial, porque o texto trata de noções e informações conceituais.

9) Relacione as colunas de acordo com o tipo de figura de linguagem utilizado na construção de


sentido das frases a seguir:

a) Estou rindo para não chorar.

b) Eu nasci em Minas; meu irmão, em Goiás.

c) Não se deve faltar com a verdade.

d) Chorei rios de lágrimas.

e) Quem foi o educado que estacionou onde não devia?

f) Seus olhos são dois topázios.

g) O sol beijava o alto das montanhas.

h) “Sorri um sorriso pontual” - Chico Buarque

1. Eufemismo.

2. Prosopopeia.

3. Antítese.

4. Ironia.

5. Elipse.

6. Pleonasmo.

7. Hipérbole.

8. Metáfora.

10) Assinale a sequência correta:

I. São definidos por propriedades linguísticas como vocabulário, relações lógicas, tempos
verbais, construções frasais etc.
II. Realizações linguísticas concretas definidas por propriedades sociocomunicativas, ou seja,
dentro de um contexto cultural e com função comunicativa.

III. Abrangem um conjunto praticamente ilimitado de características determinadas pelo estilo do


autor, conteúdo, composição e função.

IV. Geralmente variam entre cinco e nove tipos: narração, argumentação, descrição, injunção e
exposição.

a) tipo textual, gênero textual, gênero textual, tipo textual.

b) tipo textual, tipo textual, gênero textual, gênero textual.

c) tipo textual, gênero textual, gênero textual, gênero textual.

d) gênero textual, tipo textual, tipo textual, tipo textual.

11) Até quando?

Não adianta olhar pro céu

Com muita fé e pouca luta

Levanta aí que você tem muito protesto pra fazer

E muita greve, você pode, você deve, pode crer

Não adianta olhar pro chão

Virar a cara pra não ver

Se liga aí que te botaram numa cruz e só porque Jesus

Sofreu não quer dizer que você tenha que sofrer!

GABRIEL, O PENSADOR. Seja você mesmo (mas não seja sempre o mesmo).
Rio de Janeiro: Sony Music, 2001 (fragmento).

As escolhas linguísticas feitas pelo autor conferem ao texto

a) caráter atual, pelo uso de linguagem própria da internet.

b) cunho apelativo, pela predominância de imagens metafóricas.

c) tom de diálogo, pela recorrência de gírias.

d) espontaneidade, pelo uso da linguagem coloquial.

e) originalidade, pela concisão da linguagem.


12) Aponte a alternativa cujas palavras são respectivamente formadas por justaposição,
aglutinação e parassíntese:

a) varapau - girassol - enfaixar

b) pontapé - anoitecer - ajoelhar

c) maldizer - petróleo - embora

d) vaivém - pontiagudo - enfurece

e) penugem - plenilúnio - despedaça

GABARITO

1) Alternativa “d”. II. Humanismo. IV. Renascimento.

2) Letra C - Os elementos da cultura egípcia e mesopotâmica não tiveram impacto sobre


os intelectuais do humanismo. As culturas grega e romana, seguidas da cultura cristã
ocidental, é que tiveram realmente um impacto decisivo sobre o humanismo.

3) Alternativa “a”. b) Trovadorismo: cantigas de amor. c) Trovadorismo: cantigas de


amigo. d) Barroco.

4) Alternativa “c”. - A literatura jesuítica e os relatos de viagem dominaram o primeiro


século da vida colonial brasileira, visto que o Brasil ainda não possuía uma identidade
cultural formada. Portanto, não tínhamos ainda uma literatura que pudesse ser
chamada de brasileira.

5) Alternativa “c”. A beleza da mulher é descrita de forma minuciosa e há um exagerado


uso de metáforas características que fazem parte do Cultismo.

6) Alternativa “b”. As características descritas na alternativa fazem referência ao


Parnasianismo.

7) Letra E - Os elementos constitutivos de uma narrativa são: narrador (que narra a


história), enredo (sequência dos acontecimentos), personagens (podem ser principais e
secundários; são os responsáveis pelas ações do enredo), tempo (recorte da época
dos acontecimentos) e espaço (recorte do local dos acontecimentos).

8) Letra E.

9) a) 3 | b) 5 | c) 1 | d) 7 | e) 4 | f) 8 | g) 2 | h) 6

10) Alternativa “a”.

11) Alternativa “d”. A linguagem coloquial adotada por Gabriel, O Pensador, confere à letra
da música grande espontaneidade, marca do discurso utilizado no gênero textual rap.

12) Alternativa D. Vaivém – Justaposição: ocorre quando dois radicais unem-se sem que
as palavras sofram transformações. | Pontiagudo – Aglutinação: ocorre quando dois
radicais unem-se e um deles sofre alteração. | Enfurece – Parassíntese: ocorre quando
os dois morfemas (prefixo e sufixo) unem-se ao radical simultaneamente. Perceba que
não existe a palavra enfure, da mesma forma que não existe a palavra furece.Portanto,
podemos afirmar que a anexação do prefixo e do sufixo ocorreu ao mesmo tempo.